30 Jul 2009
9 comentários

Hradčany – Distrito do Castelo de Praga

Dicas de Viagens, Republica Checa

Uma das cosia mais legais de viajar pela Europa sao os castelos. Por algum motivo eu sou absolutamente fascinada por castelos. Provavelmente por culpa da Disney e contos de fada em geral, e ao ver um castelo de “verdade” eh impossivel nao imaginar como seria a vida ali, as batalhas, intrigas, festas e bailes que jah aconteceram.

Alguns sao bem simples, outros sao super suntuosos. Alguns sao “apenas” palacios, outros sao fortalezas medievais. E provavelmente nao existe outro lugar no mundo que seja como a Europa, com tantos castelos e palacios espalhados para todos os gostos. E como nao podia deixar de ser, muitas das cidades Europeias cresceram justamente por estarem em volta de um castelo.

Em Praga nao podia ser diferente, e alem de ser o principal cartao postal da cidade (junto com a Ponte Carlos), tambem foi, durante muitos seculos, o epicentro da politica, religiao e economia Checa.

A diferenca do Castelo de Praga (Pražský Hrad) a outros castelos Europeus, eh que o castelo eh na verdade um “complexo” de edificios, palacios e Igrejas, que todos juntos, formam o perfil da cidade, em cima da colina de Hradcany.

Formado por cerca de 7 ‘estruturas’, o castelo de Praga foi construido para ser a sede do reino/imperio e hoje em dia eh a sede do governo da Republica Checa.

Entre suas principais atracoes estao a imponente Catedral de Sao Vitus, que na verdade eh o edicicil que dah ao compelxo sua cara de “castelo”, com suas torres e colunas que chegam a 50 metros, e tambem eh considerada a principal e mais importante catedral em todo pais.




Sua contrucao comecou no seculo 14, mas soh foi considerada totalmente contruida jah no seculo 20, quase 500 anos depois. A estrutura principal eh toda medieval, mas a decoracao e o estilo inerno sao uma mistura de Renacenca e Barroco.

Eh aqui dentro da Catedral de Sao Vitus que os reis e imperados Checos foram coroados, e aqui tambem que estao os tumulos de varios reis, incluindo do Rei Carlos IV (o memso da ponte).

A primeira coisa que vc repara quando entra na catedral eh o tamanho monumental. Os arquitetos que desenvolveram o plano da contrucao medieval, queriam contruir algo que fosse tao monumental que pudesse “desconcertar” os fies que etrassem ai. E realmente, o vao central da catedral tem um teto TAO alto, que a sua primeira recao eh de perder um pouco suas “bounderies”, com a luz do sol entrando pelos vitrais coloridos crindo sombras como se vc tivesse voando.




Parece meio balela, neh? Mas eh assim mesmo. Eh muito comum ao ler nas descricoes de Igrejas pela Europa que a “intencao” era justamente criar esse estado de “choque”, para que a populacao assimilasse o poder de Deus e a realeza sobre os “mortais”.




Dentro da catedral extsiem um zilhao de detalhes, vitrais, pequenas capelas e mausoleus cheios de significados, e eh lah dentro tambem que estao guardadas as joias reais Checas, trancafiadas numa capela que tem 7 cadeados, e soh pode ser aberto quando todas as chaves sao usadas ao memso tempo. Os “guardioes” das chaves sao considerados as sete pessoas mais importantes do pais, incluindo o presidente e o primeiro ministro!

A peca principal do acervo eh a Coroa Venceslau, usada na coroacao de Reis e Imperadores Checos. Diz a lenda que que se alguem for coroado injustamente (ou seja, sem merecer ser rei genuinamente) sera amaldicoado e morrerah de forma violenta em menos de 1 ano! Varios reis morreram assim…




As outras areas do palacio sao ocupadas por edificos oficiais ainda em uso pelo Presidente do pais e etc, incluindo o Antigo palacio real, a basilica de Sao Jorge, O convento de Sao Jorge, e a Rua de Ouro (Golden Lane – Zlatá ulička), onde na idade media ficavam os workshops dos ouriveis, em ruazinhas minusculas, e casinhas coloridas. Recentemente a area tambem ficou famosa pois foi ali que Fraz Kafta morou por algum tempo.



Tambem vale muito a pena passear pelas ruazinhas do bairro, que eh igualmente charmoso ao lado leste da cidade.
Porem como por muitos anos a Ponte Carlos era a unica passagem entre as duas margens do rio, e essa passagem era controlada, apenas as classes “privilegiadas” podiam morar por ali, portanto a arquitetura do bairro eh ainda mais maravilhosa, com casas super decoradas, jardins floridos por todos os lados, e uma vista de toda cidade simplesmente perfeita!

Planejando uma viagem para a República Checa?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
9 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
9 comentários
  1. Fatima - 30/07/09 - 21h56

    Oi Adri,

    Que lugar fantástico… Achei tudo tão bonito! Suas fotos estão muito legais. Que belo passeio para fazer com o marido, é diferente, romântico, cultural… show! Ah, os brincos são muito lindos!

    Fatima

    Responder
  2. CarlaZ - 30/07/09 - 23h11

    Oi Dri!

    Sabe que também adoro castelos! Não sei se é por causa da Disney não…mas sabe que pode ser…então imagina essa próxima geração como vai amar…já que tudo gira em volta das “princesas”

    Nunca prestei muita atenção em nada de Praga…então não sabia que o castelo e a catedral era assim mais ou menos a mesma pessoa…

    Estou adorando a viagem e as fotos.

    Beijos

    Responder
  3. Lucia - 02/08/09 - 12h18

    Eu tb sou facinada por castelos, quanto mais antigos, melhor ainda! Fico imaginando que estou andando por onde as pessoas da epoca andaram, tocando as mesmas coisas, vejo a mesma paisagem (talvez) e viajo completamente no tempo na minha cabeca! Um dia tenho vontade de reunir umas amigas e fazer uma viagem conhecendo os castelos de paises diferentes da Europa e nao vejo a hora!

    Responder
  4. Marcelle - 02/08/09 - 21h59

    Depois de ler esse post, tá decidido: Preciso conhecer Praga! rss Ótimo post!
    bjs

    Responder
  5. HELENA - 11/08/09 - 08h18

    Tenho uma amiga que acabou de voltar de Praga e descreveu a cidade exatamente assim como voce. Ela se apaixonou!

    Nossa eu acho que a arquitetura interna da Catedral da Se em SP foi inspirada nesta Catedral de Praga! Muito parecidas! Lindissimas!

    Responder
  6. Karla - 24/08/09 - 22h21

    Oi conheci o blog hj via um comentario no sweetest person, gostei muito, mata um pouco minha vontade de viajar… sou mineira mas moro em Salvador ha quase tres anos, muito bom descobrir novas cidades….mas o motivo desse comentario e saber qual a marca da blusa/casaqueto branca da foto rsrs e tbem falar que fuçando em alguns blogs acho que acamila do garotas estupidas tem diacs em relaçao a hospedagem do blog, ve com ela bjos

    Responder
  7. Juliana - 01/07/12 - 12h13

    Olá Adri, vou pra Praga agora em Julho e seus posts me animaram bastante. Como toda mulher, adoro a parte “compras” nas viagens e gostaria de saber o que voce acha de Praga nesse sentido. Aqui na Holanda, o VAT é 19%, e fiquei sabendo que em Praga é 14%. Isso realmente indica que seja uma cidade barata em comparação com outras aqui na Europa?

    Responder
  8. Juliana P. Galvão - 14/08/12 - 17h49

    Dri,

    Na sua opinião, quais sao as cidades IMPERDIVEIS do leste europeu????

    Estou montando meu roteiro para o ano que vem, mas já sei que vou ter que tirar algumas cidades. Então, gostaria de incluir aquelas que seja as principais do Leste Europe.

    P.S.: Austria e Alemanhã são consideradas Leste Europeu?

    Bjs

    Responder
    • Adriana Miller - 15/08/12 - 11h35

      Austria e Alemanha, tecnicamente nao sao consideradas Leste Europeu, mas geograficamente sao faceis de serem encaixadas num roteiro.
      As imperdiveis, pra mim sao Budapeste e Praga – seria um sacrilegio viajar pelo leste e nao visitar essas duas capitais.
      Alem disso, adicionaria tambem Cracovia na Polonia, que eu adorei, e dependendo de disponibilidade de tempo, meio de transporte e tal, vale a pena incluir Viena ou ate mesmo alguma cidade do leste da Alemanha (eu conheco melhor o Oeste Alemao, mas sou louca pra conhecer Dresden!).

      Responder