20
Jan
2010
S.A.L. – Como entender os salarios na Inglaterra
Escrito por Adriana Miller

A Flavia me mandou um e-mail pedindo uma explicacaozinha sobre como entender os salarios na Inglaterra.

Ela gostaria de trabalhar aqui e tem aplicado para empregos on line na sua area, pra ver se alguma coisa pinta.

E entao ela ficou na duvida, pois a grande maioria das vagas pedem pretencao salarial, e ela nao entendeu muito bem como funciona a media por aqui.

O engracado eh que eu recebo muito essa pergunta nao soh pelo blog, mas dos candidatos extrangeiros que entrevisto diariamente, pois muitas das pessoas que veem trabalhar na Inglaterra ao entendem direito nosso “sistema”.

A primeira coisa a salientar, eh que aqui as diferencas salariais sao minimas. Sao precisos muitos e muitos anos de experiencia e muito sucesso na sua carreira para que seu salario seja realmente “astronomico”, que te permita uma vida de luxos em Londres.

Ou seja, nao existe muita diferenca salarial entre uma faxineira, um garcon, uma recepcionista, um trainee de escritorio de advocacia, ou um analista junior de Marketing com diploma e pos graduacao.

A unica diferenca eh que com um bom nivel de Ingles e boa qualificacao o trainee de advocacia e o analista de Marketing terao progressao de carreira, e as outras vagas “nao qualificadas” nao. Mas jah vi muita gente que serve mesa em bar que ganha bem mais que outra pessoa que trabalha em “escritorio”.

Isso soh pra dar uma introducao a nao-existencia de diferencas sociais, oque pode ser um pouco confuso pra quem acabou de chegar ou esta procurando emprego antes mesmo de vir pra cah. Voce vai ver um monte de vagas completamente diferetes que pagam mais ou menos a mesma coisa.

Outra coisa importante de saber eh que as vagas aqui geralmente sao anunciadas com uma “banda salarial”, que eh calculada em valor bruto anual. E isso eh bem diferente doque se ve no Brasil, na Espanha ou em Portugal por exemplo, que os salarios sao anunciados jah com o valor final que vai entrar na sua conta bancaria todo mes.

Isso porque, por aqui, se parte do principio que varias pessoas diferentes, de niveis de qualificacao e experiencia diferentes podem fazer um determinado trabalho. Sua qualificacao e experiencia vao determinar sua colocacao na “banda” salarial. Quem tem mais experiencia e qualificacao ganha mais. Quem tem menos qualificacao e experiencia (incluindo experiencia “local”) ganha menos. Eh bem comum vermos, em um mesmo time, varias pessoas fazendo o mesmo trabalho, mas com salarios beeeem diferentes.

Entao o exemplo que dei pra Flavia foi o seguinte:

Ela queria ter uma ideia sobre medias do mercado na area dela, que eh uma coisa que nao sei, pois nao trabalho com esse tipo de vagas. Mas uma boa indicacao sao as “salary bands” que quase sempre estao incluidas nos anuncios.

Entao por exemplo, uma vaga que anuncia uma banda salarial entre 35 mil libras e 45 mil libras, e voce se qualificar como “middleweight” e pedir um salario de 40 mil, seu salario liquido mensal serah uma media de 2,5 mil libras, por exemplo (mas isso varia de individuo pra individuo, depende qual Tax Code o governo vai alocar pra voce – baseado na sua situacao socio economica – e outras deducoes de beneficios que sua empresa faca).

Ou seja: 40.000 / 12 = 3.333 – (+-)30% = 2.300 Libras liquidos por mes.

(parentese: o imposto de renda da Inglaterra varia entre 15 e 40%, mas o calculo eh meio complicado e leva um zilhao de coisas em consideracao, nao apenas seu salario, entao usei uma media bem media, tendo em base o salario do meu exemplo)

(Parentese 2: aqui na recebemos 13o salario no Natal nem 14o salario no verao – como na Espanha, Portugal, Itaia e Grecia – entao o salario bruto anual eh dividido por 12 e nao 13 ou 14)

Mas na verdade, antes de sequer te oferecerem a vaga, com certeza eles vao pedir que voce confirme sua “compensation package” atual, ou seja, seu salario bruto anual, seus beneficios, bonus, e todos os extras, para poderem te comparar com a media do mercado. E na verdade eh isso que vai definir seu novo patamar salarial.

Infelizmente, muitos candidatos que vem do exterior recebem salarios (em seus paises) bem abaixo da media Inglesa, e isso acaba influenciando seu (novo) salario final.

Entao usando o exemplo que dei acima, digamos que sua experiencia e qualificacao te posiciona na “media” da banda e portanto com um salario equivalente de 40 mil Libras por ano.

Mas por outro lado, enquanto no Brasil voce ganhava um salario de 8 mil reais por mes (nao faco menor ideia se isso eh viavel no Brasil, se eh muito ou pouco heim gente! Apenas um exemplo!), totalizando 104 mil reais brutos por ano (os salarios no Brasil sao calculados em 13 meses, mas aqui nao temos 13o em dezembro, portanto sao apenas 12 meses de salarios por ano), que convertidos a libras te colocaria numa media de 26 mil libras por ano.

Por causa disso, dependendo da empresa, ha grandes chances que numa media de mercado, voce nao seja posicionada na media “real” de 40 mil e sim na “sua” media, e talvez ganhe inicialmente uns 30 mil libras, por exemplo.

O motivo pelo qual empresas fazem isso eh por causa do tax code de extrangeiros, e como “periodo de prova”, jah que eh sempre um grande risco contratar alguem que vem diretamete de outro pais. As situacoes em que eu vi isso acontecendo, depois de um tempo os salarios se regularam, e os funcionarios estrangeiros passaram a receber o salario da media inicial.

Eu sei que eh complicado, mas eu lembro do quanto eu fiquei perdida quando comecei a procurar emprego em Londres!!

Mas voltando ao meu comentario no inicio do post, sobre diferecas sociais, oque quis dizer eh que a “qualidade” de vida aqui e no Brasil nao eh a mesma.

Apesar de sempre reclamar dos precos no Brasil, como turista, sei que a comparacao entre pagar um aluguel, conta de luz e gaz, supermercado e afins no Brasil eh infinitamente mais barato que aqui por exemplo. E uma pessoa que ganha 8 mil Reais por mes, numa cidade como Rio ou Sao Paulo com certeza vai dirigir o carro do ano, ter uma empregada ou faxineira, sair todo fim de semana pra barzinhos da moda e achar que uma saia de 300 reias no shopping eh um “achado”, enquanto que aqui esse padrao de vida eh BEM diferente.

Comecando pela compracao entre o profissional estabelecido, bem qualificado e cheio de experiencia e fluencia em linguas que ganharia um salario mensal de 2.500 Libras. Esse cara nunca vai poder pagar 800 por mes pra ter uma faxineira trabalhando o dia todo duas vezes por semana, por exemplo.

Por isso acho tao complicado responder os e-mails que me perguntam: “Quanto eh preciso ganhar por mes pra ter uma vida boa em Londres? Uma aprtamento de 2 quartos numa area bonitinha de Londres, sair pra comer em restaurantes legais e viajar de vez em quando?”.

Complicado neh? Oque eh uma “vida legal” pra mim, pode nao ser nada legal pra voce, e vice versa. Uma area bonitinha em Londres pra mim pode ser bem diferente pra voce, a necessidade de ter faxineira, manicure, depiladora, carro do ano, viajar e ficar em bons hoteis, comprar roupa nova, frequentar os restaurantes e barzinhos da moda, etc, etc, eh muito diferente de uma pessoa pra outra.

O moral da historia eh que, pra bem ou pra mal, a vida fora do Brasil (e nao me refiro apenas a Inglaterra nao) eh bem diferente. Em alguns aspectos eh um diferente bom, mas para muitas outras cosias, eh um diferente nao tao legal.

Quer quer morar fora, tem que vir com uma mente aberta, e disposto a viver a vida como ela eh em seu novo destino. oque nao dah eh achar que vai imigrar pra Europa, EUA, e afins e manter a mesma vida classe-media que teus pais te criaram… As vezes ateh dah, mas eh preciso adaptacao e jogo de cintura, pra nao virar um daqueles Brasileiros que vive reclamando da vida “dura”, pois lah no Brasil eh que era bom!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Recursos Humanos, S.A.L., Trabalho, Vida na Inglaterra
87

87 Comentários em:
"S.A.L. – Como entender os salarios na Inglaterra"

  1. Vander - 20/01/2010

    Adorei as informações. Mas terminei de ler seu post justamente com a seguinte pergunta na minha cabeça. Quanto você ganha para poder viajar tanto assim?

    • Adriana - 20/01/2010

      Bem, indo direto ao ponto, acho que isso eh irrelevante ao objetivo do post, e nem de interesse de ninguem.

      O ponto que as pessoas nao percebem, quando me fazem essas perguntas nao eh quanto eu ganho, e sim como eu gasto meu dinheiro.
      Por aqui, viajar um fim de semana pra Milao, custa o mesmo que sair pra ir jantar e depois assistir um filme no cinema com pipoca e bala. Entao quando tenho que escolher oque quero fazer no meu tempo livre eu escolho: Vou no cinema, ou vou pra Roma no fim de semana? (por exemplo)

      Pela leitura do blog eh facil ter uma ideia das minhas escolhas.

    • Paulo - 20/01/2010

      Recebi uma oferta para trabalhar em Londres, com vencimentos mensais de 15.600 Libras, o que dá umas 9000 Libras líquidas por mês. Com este valor, com família e 2 filhos, dá para morar com que grau de conforto em Londres?

      • Adriana Miller - 20/01/2010

        Se seu bruto é na faixa de 15 mil, então seu liquido ficara na faixa de 7 mil, já que nesse nível salarial o imposto de renda é de 50%.
        É salário bom, mas para uma familia de 4 pessoas, seu orçamento terá certas restrições, e dependendo do seu estilo de vida não vai sobrar muito no fim do mês.

  2. Barbara - 20/01/2010

    Dri,

    Soh uma coisa: o profissional que ganha 8 mil por mes no Brasil nao vai ganhar 26 mil por ano aqui. A equivalencia, bem grosseiramente, estaria mais para 40 mil por ano (brutos). 26 mil eh para quem ganha, sei la, uns 3 mil brutos no Brasil (tou pensando em nivel de qualificacao, em quao senior eh o profissional, essas coisas).

    No meu caso, nos dois empregos full time que eu tive, eu simplesmente disse quanto queria ganhar, nos negociamos (leia-se, eles baixaram um pouco e eu aceitei) e foi isso.

    Tirando essa ressalva, concordo com tudo que vc disse.

    PS: Estou falando de gente que ja tem permissao para trabalhar aqui, que sao os casos que eu conheco. Concordo que no caso de a empresa “bancar” a permissao de trabalho do estrangeiro, eh natural que eles queiram pagar um pouco menos (mas mesmo assim, nem sempre).

    (obrigada pelo comentario no meu blog, respondi la :)

    • Adriana - 20/01/2010

      Sim! E foi exatamente essa a media que usei pra fazer a compracao “alhos por bugalhos”.
      A equivalencia profissional de uma pessoa que ganha 8 mil no Brasil, seria o mesmo que ganhar uns 40 mil por aqui.

      Mas oque vejo eh que geralmente os estrangeiros acabam ganhando um salario inicial mais baixo, justamente porque a conversao de moeda eh muito ingrata.
      Mas voce tem razao. Muitas vezes, basta dizer quanto vc quer ganhar e pronto.

      Minha experiencia de recrutadora, eh que nem sempre eh assim (principalmente em cargos mais “baixos” ou entry level. Depois de uns anos de experiencia, voce jah pode “dar seu preco”).

      E sim, sempre considerando APENAS pessoas que jah vem pra ca com visto ou passaporte Europeu. Imigrante ilegal nao entra nessa comparacao.

      • jorge - 20/01/2010

        Olá Adriana
        Desculpa mas não sei mt bem como isto funciona mas encontrei estas mensagens e resolvi entrar em contacto contigo a ver se me ajudavas.
        Eu tenho formação superior e posso afirmar ser um quadro médio que ja desempenhou a função de Director Comercial. Mas na procura de uma nova oportunidade um Hotel 5* de Londres resolveu interesar-se pelo meu CV e enviou-me um questionário com diversas perguntas mais especificas…
        A minha questão é a seguinte: admitindo que estarei a concorrer a uma função “tipo” assistente de Direcção, que valor salarial podemos estar a falar????
        Não sei se me poderás ajudar mas fica a minha pergunta
        Obrigado
        Jorge

  3. Eliane Pechim - 20/01/2010

    Seu post é ótimo, Adriana! Engraçado como as pessoas perguntam coisas pessoais, que cara de pau! Perguntam muito pra mim quanto que se precisa ganhar nos EUA para ter uma vida boa aqui e eu sempre respondo o mesmo que você: cada um tem sua própria noção do que seja uma vida boa, não dá pra eu responder esse tipo de pergunta. Pior são os folgados. Outro dia me mandaram um email me perguntando para detalhar quanto que se gasta aqui com gás, luz, supermercado, gasolina etc. Como vou saber disso? Expliquei que depende do tamanho da casa, da cidade, do número de moradores na residência, das preferências de cada um… Não é incrível? As pessoas querem saber tudo. Eu não me importo de responder, gosto de ajudar, mas tem coisa que simplesmente não dá. Você dá a mão e te pedem o braço. Nunca é o bastante. Detalhe, muitas vezes eles nem sequer voltam pra dizer “obrigado”. Mas o pior mesmo foi o dia que me perguntaram quanto meu marido ganhava que me permitia ter empregada. Esse eu nem respondi. E não foi a primeira vez que perguntaram o salário dele. Fico chocada. Beijo, post excelente!

    • Adriana - 20/01/2010

      Hahahaha!
      Pois eh… o pior eh que eu nem sou fesca com essas coisas. Todos os meus amigos sabem quanto eu ganho, quanto eu gasto, quanto eu junto. Nao tenho nada pra esconder de ninguem. Soh nao vou ficar publicando isso na internet, certo?!

      Mas por outro lado, entendo as angustias de quem quer, ou esta prestes a morar em outro lugar do mudo e nao sabe oque esperar, como a vida vai mudar.

      Entao minha resposta sempre eh: vai mudar e pronto. Se for pra ter a mesma vidinha, fica em casa.
      As vezes a mudanca eh pra melhor, mas as vezes nao. E qualquer candidato a imigrante precisa estar preparado…

      Entao esses posts sao pra tentar ajudar a acender uma luz no fim do tunel…. Oque eu nao tenho eh bola de cristal (infelizmente!)…

  4. Carla - 20/01/2010

    Adriana!
    Queria fazer uma pergunta sem relaçao ao tópico, está mais relacionada ao blog Beauty, mas como vc nao posta lá a um bom tempo vou fazer por aqui.
    Li que vc usa os ácidos recomendados por seu demartologista aí em Londres, minha pergunta é se vc manda manipular aqui no Brasil ou compra ácido industrial e leva para usar em Londres?? Te pergunto isso, pois vou passar 1 ano aí em Londres e queria continuar usando meus ácidos.
    bjs!

    • Adriana - 20/01/2010

      Acido industrial?!?! Meu deus, oque seria isso?!?! :-)

      A minha dermato me passa cremes com composicao de acidos, mas que sao “de farmacia” e portanto tem uma duracao mais longa que os manipulados (e muitas vezes tambem menos eficientes, eu acho). Mas mesmo assim nao duram muito tempo, apenas uns 6 meses, e sempre que alguem vem me visitar minha medica me dah uma nova receita medica e peco pras visitas trazerem meus creminhos.

      Ou entao fico uns meses sem usar mesmo!

  5. Sandra - 20/01/2010

    Adriana
    Adorei o que você escreveu: “mas eh preciso adaptacao e jogo de cintura, pra nao virar um daqueles Brasileiros que vive reclamando da vida “dura”, pois lah no Brasil eh que era bom”!
    Concordo que para imigrar você tem que ter e vir com a mente aberta. Ainda tem gente que acha que só porque estou morando no exterior fiquei rica e que me olham dos pés a cabeça quando estou no Brasil, me perguntam onde eu moro e eu respondo Suíça…ai… Suíça para alguns é sinônimo de rico, dinheiro e por ai vai. O povo não acredita que o sistema aqui, por exemplo, para os cuidados de beleza ou faxina em casa é: faça você mesma, ou então vai falir!
    O relevante é como vc. gasta o seu dinheiro e nao quanto você ganha! E das vantagens que se tem em morar aqui é que podemos viajar sem estourar o orçamento.
    Parabéns pelo post, muito esclarecedor!
    Abraços.

    • Adriana - 20/01/2010

      Concordo!
      E nao tem nada pior que ouvir “mas voce ganha em Libras! Isso pra voce eh barato!”.
      Ganho em Libras mas tambem pago contas em Libras! E proporcionalmente a grade maioria das coisas que eu consumo aqui sao infinitamente mais baratas aqui do que no Brasil (mesmo com o cambio 4×1 do Real!). Entao no Brasil, na verdade eu sou muito pobre! Hahahaha

  6. Carol - 20/01/2010

    Pensei que era soh eu que achava os precos no Brasil asustadores.

  7. Carla - 20/01/2010

    Oi,Adriana!!
    Obrigada por responder.. Acho que me expressei mal, quando disse ácido industrial me referi os feitos por industrias farmaceuticas, os vendidos nas farmácias… ehheeh
    Vou ver com minha dermatologista o que pode ser feito…
    bjs

  8. Gabriel - 20/01/2010

    Fiquei com uma dúvida meio complicada.
    Sou estudante de Jornalismo e pretendo ir para Londres logo após acabar a faculdade. Quero começar um mestrado em Jornalismo Internacional. Mas como sou estudante, só posso trabalhar como estagiário – logo, não ganho nem 1.000 reais líquidos…ahuahua
    Sei que deve variar, mas como seria a minha renda aí? Tem um piso mínimo de salário?

    • Adriana - 20/01/2010

      Gabriel,
      Meio complicada sua pergunta, mas tem duas coisas fundamentais:
      1 – Estagios na Europa nao sao pagos. Sao todos na base do “voluntariado” mesmo, e no geral sao uma forma de conseguir mao de obra barata, jah que aqui nao existe a cultura de estagios que existe entre estudantes e empresas no Brasil (quem jah fez estagio aqui, como eu, pode confirmar!).

      2 – Se vc vem pra cah com visto de estudante, e precisa trabalhar pra se sustentar, entao provavelmente voce farah trabalhos pagos por hora, que podem variar entre servir mesa a “data entry”, call center etc. Para esse tipo de empregos, a media salarial pode varias entre 5 libras por hora (num bar/restaurante, por exemplo) a 14 libras por hora (como recepcionista, por exemplo).

      O mais comum nessa situacao, realmente sao trabalhos em bares e restaurantes – onde existe mais oferta de empregos pagos por hora e de meio periodo – e a media de salario por hora eh de 5 libras.
      Entao fazendo as contas, se vc soh pode trabalhar 4 horas por dia, 5 dias por semana (ou qualquer outra combinacao de 20 hrs semanais) seu salario semanal sera de 100 Libras por semana, ou 400 libras por mes.
      Oque faz sentido, uma vez que a media do “salario minimo” na Inglaterra, para um emprego full time, eh de umas 900 libras por mes (brutos).

  9. Gabriel - 20/01/2010

    Eu tenho cidadania italiana, isso me garante alguma base salarial mínima ou só as 900 libras. Como jornalista, posso trabalhar sem problemas em veículos internacionais desde que esteja filiado ao sindicato internacional – neste caso, seria um funcionário normal e não estagiário, receberia. Neste caso com salários pequenos no Brasil eu receberia um mínimo anual ou seriam por horas mesmo?

    • Adriana - 20/01/2010

      A nacionalidade nao influencia no salario minimo. Essa eh a base pra todo mundo que trabalha legalmente.
      Eh impossivel prever o futuro e saber qual emprego vc vai arrumar, mas sendo recem formado e de lingua nao-inglesa eh praticamente impossivel trabalhar de jornalista por aqui (e olha que eu conheco muitos, e muitos bons, e com anos de experiencia).
      Infelizmente nao sei nada sobre sindicato internacional.
      Alem disso, mestrados costumam ser em horario integral/durante o dia e nao sobra muito tempo para um emprego full time.

  10. Flavia - 20/01/2010

    Oi Adriana,

    Vai ser meu primeiro comentário aqui, quero agradecer sua resposta e ajuda.
    Estou impressionada com sua dedicação a esse blog, ainda mais lendo sobre a correria e cansaço de fim/começo de ano. Você responde email, posta coisas novas e responde comentários!
    Parabens. Mesmo!
    E obrigada de novo. Se email foi util e seu post mais ainda.

    • Adriana - 20/01/2010

      De nada!
      O blog eh meu hobby! :-)

  11. Anathalia - 20/01/2010

    Nossa, você tem uma paciência de Jó em responder as perguntas que te fazem! Até mesmo as estúpidas. Esse assunto dá o que falar, e concordo 100% com você quando você diz que “eh preciso adaptacao e jogo de cintura, pra nao virar um daqueles Brasileiros que vive reclamando”. Já até fui solidária a esse tipo de pessoa, mas agora minha paciência acabou e sou curta e grossa: não tá gostando, cai fora amigo! Adorei o comentário da Eliane e seu comentário ao comentário dela. Um beijo!

  12. mi - 20/01/2010

    Nossa, você tem uma paciência de Jó em responder as perguntas que te fazem! (2) hahahahahaha pô q decepção q tu não vai listar teu budget mensal tin tin por tin tin, qualé Dri???? hehehehehe bjos!!!

  13. Renilse Paula - 20/01/2010

    Olá Adriana!!! Gostaria de te parabenizar pela excelência do seu blog, tanto na qualidade das informações quanto a humildade, sinceridade e agilidade nas respostas de seus leitores. Faço doutorado na Espanha em Tradução e gostaria que me indicasse um curso de inglês que ofereça um bom custo-beneficio. Sei que há várias escolas que se dedicam a esse ramo porém caso seja possível conto com sua opnião.
    Um forte abraço!!!
    Renilse Paula

    • Adriana - 20/01/2010

      Sae que ultimamente teem me perguntado muito isso?!
      Mas sinceramente nao faco a menor ideia… vou ter que perguntar pros universitarios!

  14. Pedro - 20/01/2010

    Adriana, vc é nota 1000! Obrigado por informar de forma esclarecedora.

  15. marcelao - 20/01/2010

    Otimas explicacoes.
    Eu qdo vim pra ca, achei q fosse ganhar mais q na Espanha. Estava errado.
    Hj aqui nao faco nem 800, e na Espanha era de 1000 pra cima, nunca menos q isso. O problema eh q lah ta mais dificil agora do q nunca! E sou europeu!
    Nem imagino quem venha pra ca pra ser ilegal!
    Qto as opcoes eh verdade no q vc diz. Outro dia fui no cinema com a namorada e gastei 50 paus com entrada, pipoca e coca cola.
    Esta semana fui em Barcelona e nao gastei nem 60 paus (mais 20 de passagens aereas, bendita RyanAir!!!!).
    Tudo na vida sao escolhas!
    No Rio ia no Maracana todo fim de semana, hj aqui nao posso ir num jogo do Chelsea pagando 40 libras, no minimo!!!!
    Rodizio ia sempre, aqui eh vez ou outra no portugues de Putney Bridge.
    Baladinha? 10 pra entrar e 5 numa pint? Fica dificil!
    Aqui a vida eh outra. Se eh pra fazer as coisas q fazia no Brasil, sair com brazuca, ir em balada brazuca, entao nem sai de sua casa no Brasil…..
    abs
    PS- bem q falaste q a Irlanda era bem fraquinha, hehehhehehe
    bj

    • Adriana - 20/01/2010

      Adorei seu exemplo Marcelo!
      Obrigada por compartilhar sua experiencia!

      O problema de escrever posts desse tipo eh que fico entre a parede e a espada.
      Se fico falando que adoro minha vida aqui, bla bla bla, me acham exibida e metida, que “engrandeco” a vida de imigrante, jah que a realidade da grande maioria que vem pra cah eh bem diferente da vida que tenho (hoje em dia).

      Mas por outro lado, quando escrevo sobre a “realidade” e da “vida dura” de imigrante, me acham pessimista e ateh “destruidora de sonhos” jah fui chamada, por mandar a real pra uma leitora e dizer que nao, ela nao vai conseguir acahar o emprego na area que quer, ganhando oque pensa que poderah ganhar e morar em apartamento confortavel na zona nobre de londres.

      Entao eh otimo ler a experiencia de outros Brasileiros por aqui tambem!

  16. Tati brow/ Laurinha - 20/01/2010

    tem uns sites que ajudam a ter uma boa ideia tb…

    http://www.tfpl.com/recruitment/candidates/calculator.cfm

  17. Danielle Dezem - 20/01/2010

    Oi Dri… to sempre por aqui, mas é a primeira vez que posto…
    Adoro esse blog! E acho que vc deveria ir pro céu numa reta só, sem curva nenhuma… ô paciencia…hahaha…
    morei alguns anos em londres, voltei com meu maridón pro brasil, e agora nao vejo a hora de voltar praí dnovo… apesar de ser pós graduada, e administrar um restaurante aqui… e ter sofrido horrooooooores nessa tal de londres, amo amo amo de paixão esse lugarzinho aí e voltaria de jato, hoje mesmo se pudesse… hahaha…

  18. Helena - 20/01/2010

    Dri, muito legal esse post!
    Tenho curiosidade de saber como estrangeiros podem conseguir emprego na Europa. Por favor, se vc souber, me esclareça: as empresas pagam impostos mais altos por trabalhadores estrangeiros não-europeus? O empregado poderia arcar com essas despesas pra poder ser contratado? Vc sabe como funciona a contratação de estrangeiros? Obrigada! Espero não estar sendo mais uma sem-noção! rsrs

    • Adriana - 20/01/2010

      Nao.
      Uma vez que vc jah esta aqui e jah tem o visto, os impostos sao os mesmos. Mas para uma empresa dah muito mais trabalho contratar um extrangeiro “na fonte” (ou seja, que esta vindo diretamente de outro pais e nao alguem que jah mora aqui), pois alem dos gastos com o proprio visto (que muitas empresas simplesmente nao pagam, e os funcionarios teriam que arcar com o custo de milhares de libras – podendo chegar a 5 mil libras!) a empresa ainda tem que justificar e provar pro governo o porque da necessidade de contratar um extrangeiro extra-comunitario (ou seja, alguem que nao tem passaporte europeu), que por si soh eh uma dor de cabeca enooooorme (passei por isso quando o meu marido teve que renovar o visto dele e a deu tanto trabalho, que a empresa em que ele jah trabalhava ha 7 anos quase mandou ele de volta pros EUA).
      Entao na verdade nao vale a pena para as empresas.
      As excessoes sao quando alguem jah trabalha pra uma determinada empresa e eh transferido, ou se alguem trabalha numa area muuuuito rara e dificil de conseguir mao de obra. E entao vale a pena pra empresa passar por esse trabalhao e custo.
      O unico caso que conheci desse tipo era um Brasileiro que era designer de video game – os desenhos dele eram super unicos e entao foi recrutado pra trabalhar aqui.
      Mas para empregos comuns nao tem formula magica e eh praticamente impossivel.

  19. daniela alves - 20/01/2010

    Dri,post bombastico olha quantos coments rs.
    Me identifiquei muito com o que falou “Se fico falando que adoro minha vida aqui, bla bla bla, me acham exibida e metida, que “engrandeco” a vida de imigrante, jah que a realidade da grande maioria que vem pra cah eh bem diferente da vida que tenho (hoje em dia).”
    Me desculpe me meter mas acho isso se nao quiser publicar ok, pois no Brasil mesmo gente com grana não vai toda hora para Paris, Turquia, grecia e ai vai, todo final de semana. Fico me perguntando como ela consegue tocar uma casa, trabalho e ainda estar fora todo final de semana e tem grana ainda para bolsas mega chiques, maquiagens, cremes, oculos e varios tratamentos de cabelo, realmente juntando tudo isso acho meio fora da realidade de 99,99% dos brasileiros, por mais que seja simpatica e prestativa aqui no blog, ele é total fora da realidade. E ainda o twitter grecia, africa e ai vai…. meus deus tenho que assumir que a primeira pergunta deste post não é surreal, pois deve ganhar mais que o presidente de grandes coorporaçoes do Brasil, somos todos canja perto de ti.
    Sucesso, cuidado que se mostrar tanto um dia a queda é rapida. beijinhos, obrigada

    • Adriana - 20/01/2010

      Realmente.
      Mas como moro aqui, tambem nao vou toda hora pra Buzios, Teresopolis, Sao Paulo, Angra e afins.
      Essa eh a diferenca.
      Ir pra Paris pra mim, eh aqui do lado. Uma viagem de trem de 2 horas e custa 59 libras, e durmo na casa da minha amiga ou fico num albergue baratinho. Infinitamente mais barato doque ir pra Buzios, por exemplo.

      E obrigada pelo aviso de que “a queda eh rapida”. Vou lembrar de comprar um paraquedas…

      P.S. Deus lhe ouca e um dia eu ganhe mais que o presidente de grandes corporacoes!

  20. Ana - 20/01/2010

    Dri – banho de sal hoje dja! hehe

  21. Sandra - 20/01/2010

    Affffffffffffffffffffff, nem tô acreditando no que acabei de ler…

    Adriana, além do para quedas providencie também “pé de pato, mangalô três vezes”!! Sai uruca!!
    Inveja mata!!!

    Bjs

  22. PatriciaUk - 20/01/2010

    Nossa como o pessoal se incomoda com as suas viagens!! Vc esta sempre ‘lembrando’ o povo que viajar aqui eh barato, de experiencia ate posso dizer que muitas vezes aqui eh mais barato ir ao exterior do que dentro da propria Inglaterra! Por exemplo, todo ano a gente vai nessa colonia de ferias por 1 semana, durante as ferias escolares custa £800! Vc sabe que da para tirar umas 3 ferias pela europa com esse dinheiro!

    Eu e marido ja viajamos muito, mas uma viagem que a gente nunca conseguiu fazer ainda eh justamente para o Brasil. Queremos ir todos ao pantanal e a gente acha que vai ficar em torno de umas £10.000 para todos nos 4 por 1 semana.

    xx

    • Adriana - 20/01/2010

      Pois eh Patricia,
      Por isso que raramente viajamos pelo UK – qualquer passeiozinho sao 30 pounds de trem, mais 20 de entrada num castelo e tal… ai jah era… sai o memso preco que viajar pela Europa, e sempre acabamos deixando as cidades de UK pra depois…. (temos que perder o medo de alugar carro por aqui…)

  23. Quezia - 20/01/2010

    Dri,
    To boba!!! E polemico o assunto ne? Eu ia ficar no meu cantinho, quietinha, mas sabe como e, minha boca e muito grande! Acho que e legal voce conversar sobre isto, mas o povo tem que entender que esta e a sua perspectiva, tem tanto material ai para pesquisar. Se a curiosidade e tanta, tem um monte de pesquisa salarial ai na internet….

    E engracado este negocio de escolher como gastar o dinheiro. Ninguem pergunta quanto tempo demorou para voce chegar onde chegou e das ralacoes no comeco…e tem sim um bocado de gente estrangeira por aqui que esta ganhando muito bem, como tem muito ingles ganhando mal para caramba. Salario e bem relativo.

    Por mim, eu espero que voce continue gastando seu suado dinheirinho nas viagens, nos cremes e tudo mais. Por um motivo muito egoista, voce testa e a gente compra o que e bom e viaja para os lugares mais legais.

    Como dizia o velho sabio Mr. Zeca Pagodinho… “se eu quiser fumar eu fumo, se eu quiser beber eu bebo, pago tudo que consumo como o suor do meu emprego”

  24. Helena - 20/01/2010

    Obrigada pelos esclarecimentos, Dri!
    Adoro seu blog!

  25. Danielle Dezem - 20/01/2010

    Sabe aquela história da ¨vergonha alheia¨?… eu to agora depois de ler os comentários…
    incrível como é a cabecinha das pessoas… a pessoa nem sabe doque ta falando e ta falando…
    acho esse post muito explicativo e ele vai direto ao ponto qdo diz respeito a ¨com oq vou gastar meu suado dinheirinho¨…
    vejo muita gente aqui no brasil que ganha bem mais doque eu ganhava morando aí, por exemplo, e enfia o $ todo no nariz, e no fim do mes nao tem nem pra pagar as dividas do cartao de credito (que ela mesma fez, em sã consciencia – supostamente)… e nao comprou absolutamente nada e nao viajou absolutamente pra lugar nenhum…
    entao, acho que mais importante que ganhar muito $ é saber como gastá-lo!
    ¨Banho de sal hoje djᨠ2 vezes!

  26. Patricia Gold - 20/01/2010

    Aqui na Suécia nao tem essas coisas (infelizmente…), mas como em Londres tem muito mais brasileiros, vê se tu acha um “terreiro” bom e toma uns banhos de descarrego! :) Arruda, Adriana, muita arruda!!
    Quase morro de vergonha alheia aqui também…
    Beijos!

  27. Marina - 20/01/2010

    QUE ISSO, Dri…!!!

    Soh porque domingo a gente falou tanto de polemica e gente sem nocao e/ou invejosa, tcharan…!

    Cada um faz o que quer da vida e se voce pode viajar tanto e pra tanto lugar eh porque ralou e fez por merecer. E porque eh BARATO, minha gente, ninguem em Londres precisa ser CEO pra conseguir passar um feriado prolongado na Grecia, ave Maria…!

    Continue viajando muito que eu tenho tomado minhas decisoes de viagens pela Europa por aqui hihihi

    beijo grande!

  28. Gabriel - 20/01/2010

    Mestrado em tempo integral constuma pegar a parte toda da manhã ou o dia todo? Nunca entendi direito quando colocam no site full time.

    • Adriana - 20/01/2010

      Gabriel,
      Na verdade nao tem padrao, cada universidade e/ou curso faz oque quer.
      Podem ser 2 manhas inteiras, duas tardes e um dia livre. Podem ser 3 tardes e um dia inteiro. Podem ser 3 dias inteiros e 2 livres. Ou seja, estudante full time eh aquele que nao tem tempo de fazer mais nada, alem de estudar.
      Sem falar que seu schedule muda de term pra term, Ou seja vc pode comecar o ano letivo com um schedule especifico e terminar o ano com outro horario de aulas completamente diferente.

  29. Luciana - 20/01/2010

    Oi Dri!

    Adorei o post, super explicativo!!

    Sabe qual o problema e a “polêmica”? É que as pessoas não entendem MESMO a relatividade dos custos Londres x Brasil e provavelmente tentam transformar (mesmo que inconsciente) em reais todos os gastos que se tem por aí. E pior: fatalmente acabam comparando uma viagem Londres – Grécia (por exemplo), que em cias low cost pode sair uma pechincha, com uma viagem Brasil – Grécia, que custa um absurdo (quer dizer, pra mim que sou pobre! hahahahaha). Sem contar a distância… como o Brasil é enorme, fica sempre aquela noção de que tudo é muito longe e muito demorado, quando na verdade, viajar de um país da Europa pra outro acaba sendo igual viajar de um estado (ou cidade) pra outro dentro do próprio Brasil.

    Porém, caro ou barato (que também é relativo!!), com um pouco de planejamento e poupança, pode-se viajar pra qualquer lugar do mundo também, independente da origem.

    Enfim… como disse a Quezia ali em cima: “eu espero que voce continue gastando seu suado dinheirinho nas viagens, nos cremes e tudo mais. Por um motivo muito egoista, voce testa e a gente compra o que e bom e viaja para os lugares mais legais.” E acrescento: espero que você ganhe muito mais dinheirinho também, pra poder viajar sempre mais!

    Adoro seu blog!

    Beijão

    Lu

  30. Gabriel - 20/01/2010

    Part time então seria com um horário e dia fixo?

    • Adriana - 20/01/2010

      Gabriel, eh mis facil vc se informar diretamente com a universidade que pretende fazer seu mestrado. Como disse antes, cada universidade e curso tem suas proprias regras.

  31. Gabriel - 20/01/2010

    Obrigado… e desculpa te alugar de livro de consultas…ehehe

  32. Carla - 20/01/2010

    Creio que sou uma das mais antigas leitoras do Blog, na época que a Dri ainda morava na Espanha,conheci o blog dela mais extamente quando ela foi para o Marrocos e desde então estou aqui semanalmente como se fosse um ” Big Brother”. ( hehehe)

    Mas vamos lá, por vezes acho a Dri um tanto “exibida”, exibindo as bolsas chiques, os cremes caros, as viagens maravilhosas. Minha gente, o que muitos de vcs não entendem , principalmente a Daniela, é que a Dri mora em Londres, ganha em LIBRAS, moeda mais forte que o EURO, a esmagadora maioria das empresas Low Cost tem base em Londres ou voam para Londres,essas empresas fazem promocoes de passagens e se vc comprar com antecedencia vc consegue viajar a 1 centavo e pagar só as taxas, então fica fácil ir para Grécia, Turquia, Paris, Alemanha, Portugal ou qualqer raio de destino dentro da Europa. A maioria que criticam aqui tb não levam em consideraçao o espaço geográfico entre os paises da Europa que tudo é relativamente perto.
    Entao vamos a equaçao: Dri ganha em Libras, Vai para paises da Zona do Euro, cuja moeda é mais fraca que a Libra, junta passagem por empresas Low Cost(baratíssima)+ hospesagem em casa de amigos ou albergue ou um hotel barato..e pronto..PASSA FINAL DE SEMANA EM UM OUTRO PAIS SEM IR A FALENCIA.. Garanto que ela deve gastar menos do que nós gastamos quando vamos a uma praia do litoral de sao paulo no fds, onde o pedágio é carríssimo, a gasolina já está a R$ 2.50, hotel prestável sem luxos uns R$ 120 + restaurante. Daniela.. a Dri passar um final de semana em Roma, por exemplo é como nós passarmos na praia, entendeu o precisa desenhar???
    Quanto a cremes, tratamentos no cabelo, maquilagem cara, vc esqueceu de uma coisa: QQ PRODUTO IMPORTADO NO BRASIL TEM CERCA DE 60% DO SEU PREÇO FINAL EM IMPOSTOS, claro que comprar esses produtos aqui é para quem pode, mas em Londres, Paris, Nova York??? É BARATO.. não digo que seja baratíssimo, mas dá para o bolso de cidadao classe média, ops!! Em Londres nem existe classe média,afinal todos ganham um salário descente e não a nossa vergonha de salário minimo. Entao eu mesa faço a festa com produtos importados quando viajo, afinal comprar essas coisas no Brasil nem em sonhos. A Dri já escreveu aqui que as coisas mesmo em libras sao mais baratas que aqui no Brasil em real.. afinal só a exemplo de compraçao, um produto qq da La Roche Posay que aqui no Brasil custa uns 100 reais lá vc paga no máximo 20 euros, ou até menos, e detalhe…o poder de compra de 20 euros na Europa é praticamente o mesmo poder de compra de 20 reais no Brasil.
    E quanto as bolsas chiques, ela trabalha,rala e está com todo direito de gastar a grana dela com o que ela quiser e bem entender, se ela paga o preço de um aluguel por uma bolsa, problema o dela…

    Falei demais gente.. Dri um beijo de uma leitora desde o começo de 2005 que mora em Sâo Paulo, que por vezes te acha exibida e metidinha, mas que hj resolveu te defender por nao aguentar ler tantos absurdos de pessoas sem noçao com comentários invejosos.

  33. bruna - 20/01/2010

    vixi, tem umas pessoas sem noção mesmo por ai, eu hein!!

    o negócio é que a maioria do pessoal não sabe ler um post, que ajuda e esclarece muito sobre a vida na europa, sem meter “pitaco” na vida pessoal de qm escreve o blog (no caso a dri, obvio) independente de ganhar bem ou mal, gastar muito ou pouco, cada um gasta e faz o que quer com o seu dinheiro.

    muita gente acha bobagem por exemplo quando nós aqui em casa viajamos e vamos ver peças de teatro como zorro the musical, les miserables ou um cirque du soleil ou qqer outra coisa do genero.. ou até mesmo um jogo de futebol de grandes equipes, como um clássico real madrid x barcelona (que custa uma pequena fortuna comparado com jogos aqui no brasil – um classico entre são paulo x corinthians por ex).. mas e dai??!?! cada um tem um sonho… uma necessidade.. um desejo.. e de que vale juntar tanto dinheiro se não se pode gastar com o que gosta, não é mesmo?!?!

  34. Crisrio - 20/01/2010

    Olha so…Eu moro em Londres tambem e vou dar pitaco…realmente a pessoa tem q ganhar um salario razoavelmente BOM(£2,000 a 3,000 pounds mensais) aqui para poder viajar todo fim de semana, comprar bolsas caras,cremes e tal.. pagar o aluguel q e CARISSIMO, alem de outros gastos extras como comer fora, cinema, festas e outras coisitas(alem de juntar).Eu acho q ela deve torrar tudo no cartaoo so com essa sindrome de viagens…hahaha
    Mesmo comprando as passagens de low cost e com antecedencia para a Europa nao e BARATISSIMO nao (custo de ir pro stansted/Luton/Gatwick 10 pounds cada caminho), hostel/hotel nas cidades, comida na cidades, monumentos…minimo minimo por pessoa £200 um fim de semana…ou se achar por menos q isso, e muita SORTEEEE!!!!
    So acho q a Dri quer se APARECER um pouco SIM…quer mostrar q PODE, viajando pra todo o MUNDO…postando aqui FOTOS…mas e PROBLEMA DELA,o BLOG E DELA..se a pessoa esta incomodada so n vir aqui…e se ela tem um salario bom q pode tudo isso, SORTE DELA! A vida e dela..e se quer TORRAR o dinheiro com viagens, bolsas, cremes, make up..So acho tudo isso muito FUTIL!!! Existem pessoas q precisam se mostrar para serem FELIZES…deve ser o caso dela..com a desculpa de ser um blog informativo, ela quer e se mostrar! E tb nao podemos esquecer do maridao ne?! Q tambem arca com os gastos..

    • Adriana - 20/01/2010

      HAHAHAHAHAHAHHAHA!!

      Perai pra ver se eu entendi… (pq uma pessoa futil como eu nao pode ser inteligente, neh?!?!)

      Alem de metida e exibida, eu ainda vivo em divida… Mas se dei o golpe do bau e o marido arca com meus gastos, como tenho dividas?!
      Oh ceus…
      Como resolver essa equacao tao pertinente na vida de meu admiravel publico (afinal oque quero mesmo eh publicidade e aparecer, certo?! Quem sabe com sua “audiencia” e ajuda, nao serei mais feliz…?!?!)

  35. Paola Rangel (Chile) - 20/01/2010

    Dri,
    Sabiiia q esse post ia gerar polemica! Assim como a Daniele, tenho vergonha alheia de ler esses comentarios!

    As pessoas nao sabem conviver com diferencas e muito menos com a felicidade alheia! Triste, e chega a ser patético né?

    Tipo: pra que essa galera se dá ao tblho de comentar???

    Anyway, obrigada pelo post-esclarecimento! Pode ter certeza de q sua torcida a favor é bem maior do que a contra!

    Bjs!!!!

    P.S.: Viaja meeeeeeeeeeeeeeeeeeesmo! Aproveita meeeesmo, pq NINGUÉM tem nada a ver com isso!!!

  36. Lu - 20/01/2010

    Affffff!!!!
    Eu pensei em falar também, mas vi que a equipe de defesa é forte!!!hahahaha
    Não é preciso!!!
    Adoroooo o blog e, me faça alguns favores:
    1-CONTINUE COMPRANDO BOLSAS CARAS
    2-CONTINUE VIAJANDO NOS FDS (SE POSSIVEL TODOS)
    3-CONTINUE COMPRANDO CREMINHOS E MAQUIAGENS CAROS
    4-E CONTINUE VIVENDO A VIDA
    5- E APARTIR DE AGORA, PONHA UM BAND AID NO UMBIGO, BANHO DE SAL GROSSO DIA SIM DIA NÃO, VELINHA DE PROTEÇÃO PRO ANJO DA GURADA E SABE AQUELE VASO DE SETE ERVAS QUE TEMOS AQUI NO BRASIL??? ENTÃO, COMPRA UM E PÕE NA SUA CASA!!!
    6-AH!!! E PÕE TB UM COPO COM AGUA E SAL GROSSO ATRÁS DA PORTA DE ENTRADA DE CASA, TIRA TD OLHO GORDO DO POVO QUE ENTRA…RSRS
    Coisinhas básicas de brasileiro…rsrs
    Beijooo!!!

    • Adriana - 20/01/2010

      Check! Check! Check!
      Adorei as receitas caseiras-da-encruzilhada pra afastar o mau olhado!

  37. Kassi - 20/01/2010

    Ola, eu quase nunca comento aqui no blog mas depois de ler esse post e os comentários nele hj tenho três coisas pra comentar! A primeira e que achei ótimo esse post, tenho certeza que vai ajudar muita gente que ta querendo vir a ter uma noção bem melhor sobre salários aqui em Londres.
    A segunda coisa e que eu acho que, ninguém tem direito de julgar a Adriana ou no que ela gasta o salario dela. Não importa c passagem, hotel, bolsas ou produtos de beleza aqui em Londres custa menos, ou esta em promoção ou o que quer que seja. Ela tem direito de fazer o que bem entender com o dinheiro que pertence a ela, não tem que dar satisfação pra ninguém do porque ela gasta e quando ela gasta. Não gosta do Blog, acha ela metida, para de ler, simples assim.
    A ultima eh que, eu adoro seu blog, adoro as dicas que vc da, suas experiencias de viagens ja me ajudaram e vão me ajudar bastante, acredito que também deva ajudar muita gente. Espero que vc nao mude seu estilo de blog por causa de algumas pessoas que no minino devem sentir inveja de voce.
    bjs

  38. Dedeia - 20/01/2010

    hahaha, seu blog diverte as minhas manhas chuvosas. Qual foi essa do comentariodo maridao que arca com os gastos? Tenho medo de algumas pessoas que visitam o seu blog!! hahaha Fico imaginando elas em casa fazendo planilha no excel com todos seus gastos supostos para saber quanto voce ganha. LOL. Se essas pessoas fossem trabalhar e estudar mais ao inves de se rasgar de inveja e perder tempo com a vida dos outros, certamente ganhariam mais ainda que voce. Ramo de arruda virtual em cima dessa gente, hahaha

    • Adriana - 20/01/2010

      Hahahahaha!
      Diversao garantida ou seu dinheiro de volta!
      Pelo menos o maridao arca com os gastos dele, neh?! Jah pensou se eu tivesse que sustentar o Aaron?!?!
      (o coitado ainda eh julgado por tabela….)

      Quando vc vem me visitar???????

  39. TT - 20/01/2010

    Caramba… Nunca comento neste site, mas quando tem polêmica no meio parece que fica meio irresistível. E se você ler todos os comentários (como eu li) e não falar nada até parece omissão.
    Meu sonho era poder viajar o mundo fotografando tudo que me inspirasse e conhecendo lugares mais distantes do que eu tenho sempre por perto (muito sol, praia paradisíacas e afins). Até porque todos os lugares que estão ao meu alcance eu já curti muitíssimo.
    Conheci o blog da Adriana há mais ou menos 1 ano atrás. Preciso dizer que este blog é inspirador pra mim (não por nada disso que está sendo discutido por aqui neste post). O que me inspira é a oportunidade de ver alguém me mostrando de uma maneira real (não por pacotes turísticos) os lugares maravilhosos que existem por ai. Como o mundo é tão diverso.
    Sinceramente não tenho a menor vontade de morar fora do Brasil. Mas visitar alguns lugares? Com certeza e aqui posso tem uma visão bem pessoal (e normalmente bem descontraída do lugar onde quero ir).
    Adriana, não costumo visitar blogs, mas acompanho o seu. Visito também o site onde você coloca as fotos das suas viagens. Entro também no flickr do seu marido (onde tem fotos bacanas). Sigo você no twitter. E não sou daquelas viciadas em internet! Vejo tudo isso quando dá na telha. Como distração. Estou criando meu blog e não publiquei ainda por ter medo da exposição e tudo mais. Pensei que você não tinha problemas com isso. Mas agora estou puffff… Nunca tinha visto um post gerar tantos comentários d-e-s-a-g-r-a-d-á-v-e-i-s.

    Não se sente invadida com todas essas pessoas que vc não conhece falando de você, do que faz ou deixa de fazer? Como encontrar o equilíbrio? Qual o limite da privacidade?
    E galera, onde fica o real motivo de estarmos lendo tudo isso aqui? Não seria a troca de experiências?

    • Adriana - 20/01/2010

      Oi TT,
      Adoro quando os leitores calados perdem a vergonha e se apresentam! :-)

      A verdade eh que depois de 6 anos de blog, jah aprendi a levar essas coisas numa boa. Na verdade acho ateh divertido ler os comentarios maldosos e sem nocao que recebo as vezes.
      Nunca escrevi blog pra receber confeti, nem bajulacao. Quando falo que escrevo o blog pra mim mesma, estou falando serissimo! Meu sonho eh um dia ver meus netos lendo sobre minha vida! :-)

      Mas por outro lado, ao longo dos anos o blog foi crescendo de uma maneira que nunca tinha imaginado e as perguntas comecaram a aparecer.
      De uns tempos pra cah tenho me disposto a responder mais duvidas e tentar esclarecer as duvidas de quem quer passear ou morar por aqui – jah estive do outro lado e sei como eh agoniante nao ter certas respostas.

      Porem minhas respostas sao sempre baseadas na minha opiniao pessoal e minhas experiencias de vida. Ninguem eh obrigado a gostar nem concordar. E nem espero ter 100% de aceitacao.

      Como na verdade ninguem me ofendeu diretamente, fica soh rolado um bafafa de fundo, nao ligo mesmo. Jah teve epoca que esse tipo de coisa me chateava muuuuito e jah pensei varias vezes em parar de escrever… mas blogar e escrever eh meu hobby! Quando estive agora no Brasil achei varias das minhas agendas antigas… escrevo diariamente sobre minha vida, viagens e experiencias desde 1993, entao porque parar agora?
      Tambem jah pensei em deixar o blog privado… mas conheci TANTA gente legal atravez do blog que preferi nao limitar o “universo” do blog.

      Eh uma pena que ao tentar ajudar alguem, eu tenha enraivecido tantos outros… mas ainda acho que o saldo eh positivo… E quem nao gostar, que nao leia, certo?

      O engracado eh que ainda semana passada alguem deixou um cometario dizendo que sentia falta dos meus posts “pessoais”, falando mais da minha vida, como era no inicio (beeeem “querido diario” em 2004 e 2005), e foi soh abriar a guarda um pouco, que pronto! Rolou baixaria de novo…

  40. TT - 20/01/2010

    Adriana,
    Vim ver se vc tinha respondido meu post e ele não está mais aqui.
    Perguntei sobre como manter a privacidade e como lidar com isso (post desagradável) pq tenho medo quando colocar o meu site no ar. Como se proteger de malucos ou gente sem noção, essas coisas.
    Escrevi alguma coisa que você não gostou?
    Meu nome é tereza, sou cearense e adoro a maneira como você escreve.
    Divulgo seu blog entre os meus amigos. Incentivo meu noivo a viajar mostrando seu blog.
    Meu twitter é @terezastela

    • Adriana - 20/01/2010

      Oi Tereza!
      Aprovei e respondi um comentario enooorme!

  41. TT - 20/01/2010

    Hhahaha! Eu vi agora e adorei.
    Deve ser por isso que seu blog faz tanto sucesso. Por sua dedicação a ele.
    Tem uma coisa que vc escreveu que é legal. Poder dar a chance de seus filhos/netos conhecerem sua vida com detalhes e o melhor: contada por você.
    Bem, agora como vc disse… perdi a vergonha! Não vou passar mais por aqui tão silenciosa! ;)

  42. Paola Rangel (Chile) - 20/01/2010

    Dri,

    Nao resisti (de novo): pra q essa galéria se dá ao tblho de ler seu blog?

    Ngm tem nada pra fazer nao?

    Genteeee, o Haiti tá precisando de voluntários!!!!!

    Bjs!!!

  43. Bete - 20/01/2010

    Oi Dri
    Não precisa fazer nada, nem tenha receio desses comentários maldosos.
    Continue sendo do jeito que vc é, pois tem ajudado muita gente.
    Acredito que as pessoas que perguntam sobre dinheiro, na realidade querem saber, quanto gastariam por mes para viver em Londres.
    Claro que cada um tem perfil diferente, necessidades diferentes, mas os gastos basicos, pra quem quer tentar começar uma vida fora.
    Acredito que vc q ja teve experiencia de viver em mais de um pais, tenha uma ideia, para ajudar essas pessoas que tem vontade de realizar o sonho de viver fora do Brasil.
    Voce esta certa de mostrar que a vida ai, principalmente pra quem esta chegando, nao é facil, tem q batalhar e muito, voce sabe q eu mesma já tive muitas preocupações a respeito disso, e hj ja estou mais calma.
    Mas percebo que qdo vc fala que mora fora as pessoas acham que vc tem mto dinheiro, e nao é nada disso, é uma vida como em outro lugar qq, com dificuldades, facilidades e oportunidades,so depende de vc.
    Bjos

  44. Aline - 20/01/2010

    Oi Adriana, acompanho o blog desde da época dos preparativos para o seu casamento e viciei nele. Adoro ler sobre as sua viagens, ver as fotos, é a minha diversão, eu só lia e nunca tinha comentado.
    Mas depois de ler e ver todo esse rebuliço resolvi me manifestar.
    Tem gente que não tem o que fazer mesmo, se não gosta do que você posta aqui, então não entre, poxa. Mas não, tem que ler, inclusive o beautyeverywhere, e ainda fazer comentários negativos. Aliás, quem quer aparecer e ser exibida é quem fica reclamando, tomando conta da sua vida, do que você gasta ou deixa de gastar. Ninguém é obrigado a ler o blog, te seguir no twitter. É gente de mente pequena e invejosa.

    Enfim, adoro o blog, entro sempre para ver a novidades! Continue postando as coisas bacanas da sua vida e adoro os posts culinários!

    Aline

  45. Andrea Godoy - 20/01/2010

    OI Adriana, sou eu que escrevi uma mesangem no outro blog, vc tem e-mail? Queria te perguntar uma coisa que vc escreveu no comentário aqui desse post sobre quando um empregado é tranferido de país pela empresa que trabalha. O processo é mais simpes?. Obrigada

  46. Eliana - 20/01/2010

    Acho que posso responder claramente essa pergunta. Quanto uma pessoa deve ganhar para viver bem no exterior?Tendo as vantagens da vida brasileira e tudo o que o “primeiro mundo” pode te oferecer.(sem extra luxury) Aqui nos EUA, em uma grande cidade, eu calculo , um salario a partir de 150 mil dollares por ano. De 150 a 180. Menos que isso , eh vida dura, se vc tiver uma familia nas costas , eh claro. Se for so o casal, 100-120 da para ter uma vida razoavel. Mas Londres eh uma cidade muito cara, ai eu nao sei. Para comprar uma casa/ap razoaveis em Londres , em uma regiao boa , dentro da cidade,penso que vc precise ganhar muito mais que 200 mil dollares por ano.Aqui nos EUA, fora NY(Manhattan) , Sao Francisco, Los Angeles. Da para comprar uma casa bem legal por volta de 600/800 mil dollares.Em Londres eu acho que vc precisa de uns 2-3 milhores de libras, creio…
    Quando a vida esta comecando e vc tem poucas resposabilidades financeiras eh muito legal, mas quando comeca o papo serio, acho que o Brasil em muitos aspectos eh melhor para a classe media/media alta.
    Os EUA nao sao ruins, nao eh impossivel ter uma bom salario e uma vida boa. Mas a Europa eh sim muuitoooo cara. E nao vale a pena morar na Europa para morar em uma cidadezinha perdida no meio do nada.
    Nao sei , como Adriana, diz , dependo do que cada uma quer da vida. E tb do momento que se esta vivendo. Tido muda com esta perspectiva. Eu era uma pessoa muito feliz com meu padrao de vida, quando nao tinha filhos morando nos EUA, parecia , que era ate monotono, tinha dinheiro sobrando para viajar, e tudo mais, sendo” classe media alta”. Hoje , nao eh mais assim.Hoje eh apertado!!

  47. Eliana - 20/01/2010

    No mais, o seu blog eh otimo. E vc tem mais eh que aproveitar bem a vida, de casadinha de novo( como se diz la na minha terra). Comprar muita coisa bonita, viajar muito. Eu tb fiz assim. Conheci o Havai todo( se vc ainda nao foi, essa eh uma boa dica!Boa parte da Europa.Tanta coisa legal!!Pq depois a vida aperta sim..e como!!!Nao ligue para os invejosos, ou os que nao entendem , pq nao tem experiencia.

  48. Eliana - 20/01/2010

    em falar nisso , o seu marido eh de Pittsburgh?eu tenho uma chance de mudar para la, vc pode me dar uma ideia de como eh a cidade, da para morar central, da para caminhar, ou eh so suburbs
    obrigada

  49. Pri - 20/01/2010

    Nossa…rsrs O assunto aqui tá bombando! Dri, eu quero agradecer, pois como já disse antes, o seu blog é um bem de utilidade pública, acho você ótima e muito generosa. Eu tenho um blog e tenho uma preguiça danada de ficar escrevendo. Eu sei que dá trabalho e vc se dispõe a ser super generosa com todos. As suas informações têm me ajudado MUITO e eu gostaria de quando estiver em Londres, marcar um café (ou chá) pra gente poder conversar pessoalmente :D

  50. Renata - 20/01/2010

    Sou mais uma leitora calada que perdi a vergonha e me apresento!

    Bem, vergonha alheia é pouco pra isso que estou vendo aqui.

    Porque algumas pessoas não conseguem lidar muito bem com o sucesso e a felicidade alheia???

    Ontem uma colega de trabalho chamou uma outra de metida porque a ouviu dizer que está pretendendo ir para Paris nas próximas férias. Consegue acreditar nisso???

    Eu adoro seu blog, Dri. De verdade. Fico encantada com cada foto linda que você coloca aqui. Anoto várias dicas de viagem. Acompanho também o beautyeverywhere. Acho que são páginas mesmo de utilidade pública.

    Não ligue para o recalque, a inveja e a pequenez de alguns.

    Beijos.

  51. Marcelo - 20/01/2010

    Se fosse eu já tinha mandado tudo ir pastar …

  52. Julio Meneghini - 20/01/2010

    Caraca! Adriana, agora sim me identifiquei…

    Sou au-pair em Londres, ganho um pocket money (nem salário posso dizer, pois é posição live in), e já conheci muitos lugares em 8 meses (nem tantos qto vc e nem tenho fotos tão belas)…hehehe…

    As pessoas pensam que viajar aqui é o mesmo custo do Brasil. Realmente, só passando por isso e comprando passagens aéreas por 20 reais/return para ver que é uma outra realidade!!! E, lógico, aproveitar os albergues da vida e os hotéis em promoção…

    Parabéns mais uma vez!!!

  53. Anna - 20/01/2010

    Oii Adriana,

    Meus parabéns, super adorei seu blog, cheguei até ele através do blog da Paula (sweetest Peson)…e só posso dizer que virei fã…nossa quanta viagem legal, que experiência de vidaaaa, ohh, inveja branca, pq como eu li em comentários acimas…”SINTO VERGONHA ALHEIA” de ver tanta gente que perde tempo, algo precioso querendo acredir outras pessoas, não entendo o porquê de denigrir, onfender as pessoas de graça…Lamentável!!!!
    Enfim achei o máximo vc dividir sua vida aí fora, dando oportunidades de obtençao de informação com sua experiência!!!
    Eu e meu marido, provavelmente no ano que vem, vamos passar 6 meses em Nova York,ele vai fazer uma especialização….e eu vou junto, estou adorando!!!..Mas nem tudo pode ser perfeito….kk, odeio inglês, até fiz bastante aqui…mas nunca chego ao final….vou desanimando, não q eu não goste de estudar, estou cursando minha segunda faculdade, mas o tal do inglês…sempre foi uma tragedia grega…gostaria de saber ser aprendeu aí, falando mesmo??? Vou ver se faço alguns cursos em NY até pq 6 meses é tempo, e preciso aproveitá-lo….mas fico reciosa com a língua, será que estando lá, convivendo, eu pego???…Já viajei e tal, mas são sempre 10, 15 diase sempre uso o meu marido de escudo claro, ele é meu interprete..kkkkkk, gostaria de saber sua opinião, se acha q 6 meses é tempo para eu enfim destravar, pq já fiz tudo qto é curso aqui no Brasil!!!!!!!!!!

    BJOSSSS
    PS- NÃO DESANIME SEU BLOG É 10!!!!!!!!

    Adriana, adorei as dicas….certeza estarei sempre por aqui….SE POR ACASO vc vir a saber de cursos legais com nível mediano..(kkk) em inglês, relacionados a moda, em Nova York, me dê um toque pleaseeee!!!!

    Amei todas as viagens, certamente aproveitarei muito das suas dicas, e aquelas viagens q não consegui realizar, conhecerei aqui nos seus posts…pois achei TUDO!!!!

    BEIJOSSSSSS

    • Adriana - 20/01/2010

      OI Ana,
      Quando eu me mudei pra Londres eu jah falava Ingles fluente, pois jah tinha morado nos EUA um tempinho e jah tinha feito um zilhao de cursos – mas mesmo assim tive que me readaptar do zero, pq o sotaque e o vocabulario sao bem diferentes do Ingles Americano.
      Acho mesmo que vc deveria aproveitar seus 6 meses em NY pra fazer um curso de Linguas, e colocar a cara a tapa! Soh se aprende errando!

  54. Eduardo Behle - 20/01/2010

    Olá, boa tarde Adriana.

    Não sei se seria aqui o local mais apropriado para postar essa mensagem, mas foi a única forma que encontrei, pois não sei o teu e-mail.

    Mas não importa, vamos direto ao assunto, veja que mensagem no mínimo curiosa, para os brasileiros, é claro.

    Acompanho teu blog ja a bastante tempo e como sei que trabalhas na área de RH aí em Londres, tomei a liberdade de te encaminhar essa mensagem que recebí faz pouco tempo:

    O 13º Salário no Brasil, na verdade, nunca existiu …

    Para quem pensava que o Getúlio Vargas foi muito com os trabalhadores…

    Os ingleses recebem os ordenados semanalmente.

    Mas há sempre uma razão para as coisas e os ingleses a final de contas, não fazem nada por mero acaso.

    Ora bem, aqui está um exemplo aritmético simples, que não exige altos conhecimentos de Matemática, mas talvez necessite de conhecimentos médios de desmontagem de retórica…

    Fala-se que o governo cogita acabar o 13º salário.

    Se o fizerem, será uma roubalheira sobre outra roubalheira.

    Perguntarão por quê?

    Respondo: Porque o 13º salário não existe!

    Eis aqui uma modesta demonstração aritmética de como foi fácil enganar os trabalhadores brasileiros.

    Suponhamos que você ganhe R$ 700,00 por mês.

    Multiplicando-se esse salário por 12 meses, receberá um total de R$ 8.400,00 por um ano (doze meses).

    R$ 700 x 12 = R$ 8.400,00

    Em Dezembro, o generoso patrão manda então pagar-lhe o 13º salário.

    R$ 8.400,00 + 13º salário = R$ 9.100,00

    R$ 8.400,00 (salário anual) + R$ 700,00 (13º salário) = R$ 9.100 (Salário anual mais o 13º salário)

    O trabalhador vai para casa todo feliz com o patrão.

    Agora veja bem o que acontece quando o trabalhador se predispõe a fazer uma continha que aprendeu no Ensino Fundamental:

    R$ 700,00 por mês, o mês tem quatro semanas, significa que ganha por semana R$ 175,00.

    R$ 700,00 (Salário mensal) / 4 (semanas do mês) = R$ 175,00 (Salário semanal)

    Num ano há 52 semanas. Se multiplicarmos R$ 175,00 (Salário semanal) por 52 (número de semanas no ano) o resultado será R$ 9.100,00.

    R$ 175,00 (Salário semanal) x 52 (número de semanas anuais) = R$ 9.100.00

    O resultado é o mesmo valor do Salário anual mais o 13º salário.

    Surpresa!!! , Surpresa! ? Onde está o 13º Salário?

    É simples, embora os nossos conhecidos líderes nunca se tenham dado conta desse fato.

    A resposta é que o patrão tira uma parte do salário durante todo o ano, pela simples razão de que há meses com 28, 29, 30 e 31 dias, também meses com quatro ou cinco semanas (ainda assim, apesar de cinco semanas o patrão só paga todos como se fossem com quatro semanas), o valor é o mesmo tenha o mês 28 a 31 dias, quatro ou cinco semanas.

    No final do ano o generoso patrão presenteia o trabalhador com um 13º salário, cujo dinheiro saiu do próprio bolso do trabalhador.

    Se o governo retirar o 13º salário dos trabalhadores roubo será duplo.

    Daí que, a palavra final para os trabalhadores inteligentes: Não existe 13º salário, o patrão apenas devolve o que sorrateiramente surrupiou do salário mês a mês.

    Conclusão: Os Trabalhadores recebem o que já trabalharam e não um adicional.

    Já no Brasil os políticos, estes sim recebem o 13 º salário, é aquele extra que leva o nome de 14 º salário.

    Achei interessante, nem que seja apenas para rir um pouco.

    Um abraço,

    Eduardo Behle
    edubehle@gmail.com

    • Bruno - 20/01/2010

      Eduardo, você está completamente certo.

      Chega a ser engraçado de tão triste.

  55. Michelle - 20/01/2010

    Adriana,

    Em primeiro lugar parabens pelo blog. Conheci ha poucos dias e resolvi comentar nesse post polemico. Vou pra Londres em julho a passeio e na minha pesquisa pela internet acabei caindo aqui. Sorte minha! Ja tive muita vontade de criar um blog pra mim, mas tenho muito receio dessa exposicao que o ‘blogueiro’ se submete e me rendo a covardia. Moro nos EUA e os brasileiros que nunca sairam do pais nao conseguem entender a realidade cultural e financeira alem da fronteira e acabam julgando as pessoas como futeis, ricas e etc. So queria mesmo te desejar muito sucesso sempre! Para que voce possa sempre compartilhar suas experiencias ao redor do mundo.

  56. Edvaldo - 20/01/2010

    Excelente post, parabéns!
    Gostaria de fazer um comentário…
    Não dá para você sair do seu país e ficar convertendo moeda.
    As empresas também deveriam prestar atenção nisso, mas concordo que também não dá para pagarem 8 mil libras para uma pessoa que ganha 8 mil reais no Brasil.
    Acho que o mais correto mesmo é negociar o novo salário, assim como se faz aqui no Brasil quando se procura emprego.
    Também não gosto que fiquem perguntando meu salário, mas no caso de vocês, as pessoas querem saber se dá para viver legal ganhando uma certa quantidade.
    Com certeza vai depender muito do que a pessoa pretende fazer no novo país, então eu devolveria a pergunta fazendo outra como, por exemplo, depende do que a pessoa quer fazer, guardar dinheiro ou se divertir e não se importar muito com o futuro…
    Mas sei lá… Eu, por exemplo, se fosse morar na Europa, gastaria um pouco do meu salário viajando de trem e conhecendo lugares novos, deixando as compras de lado.
    Grande abraço a todos!
    Edvaldo.

  57. Fábio França Nishikawa - 20/01/2010

    Boa tarde prezda Adriana. Parabéns pelo blog, o qual para nós brasileiros(principalmente para mim que moro no interiorzinho de Mato Grosso)nos esclarece muitas dúvidas e vc na medida do possível procura nos ajudar. Tenho algumas dúvidas, se puder me ajudar:
    1)A minha sogra(brasileira) mudou-se para Londres há cerca de 4 anos e casou-se com um Grego naturalizado como Britânico). Sou casado, tenho 2 filhos e a minha profissão é de médico. Minha esposa não trabalha. Parece-me que a minha sogra agora é cidadã britânica. Este fato facilitaria a nossa entrada no país pelo fator de consaguinidade? Ah, minha cunhada casou-se com um Britânico também recentemente.
    2)Você tem idéia do salário médio mensal de médico aí? Ouvi um comentário de que o Governo fornece moradia gratuita para médicos(uma vez que a maioria deles trabalham no sistema público) e de que a mulher que não pode trabalhar fora devido ao fato de ter que cuidar dos filhos recebe uma ajuda de custo do Governo.
    3)Para que eu possa exercer a Medicina aí tenho que fazer alguma prova de aptidão linguística, aptidão quanto ao preparo técnico médico ou outras formas de aptidão?
    4)Como seria nossa entrada em Londres quanto aos vistos, tendo em vista que temos a pretensão de morar aí?
    5) Existe a possibilidade da minha esposa, eu e meus filhos conseguirmos nos naturalizar tendo em vista o ítem 1?
    Bom desde já muito obrigado e felicidades para você.
    Cordialmente
    Fábio

    • Adriana Miller - 20/01/2010

      Oi Fabio, suas respostas são bem simples:

      1) Não. O Fato da sua sogra ser casada com cidadão Britanico ou Europeu não facilita em nada sua entrada para morar/trabalhar na INglaterra nem na comunidade Europeia.

      2) Nao tenho ideia da salario medico, mas pelo que já ouvi falar, não é dos melhores. O governo só oferece moradia gratuita para invalidos inaptos para trabalhar, e que portanto vivem de “benefits” e recebem uma quantia abaixo do salario minimo para sobreviver. E ainda assim a moradia eh bem basica, em conjuntos habitacionais do governo, que geralmente ficam em areas menos nobres das cidades e em condicoes menos confortaveis.

      3) Sim. Vc tem que falar Ingles fluente e ter total equivalencia de seu diploma. Em alguns casos ou especializacoes, para isso aocntecer é preciso fazer uma parte da faculdade de medicina novamente.

      4) Voces precisam ter visto de trabalho, assim como qualquer não Europeu que pretenda morar e trabalhar legalmente aqui. E sendo medico, para conseguir visto de trabalho vc precisa da equivalencia de diploma. Medicina é uma das profissioes mais dificies de serem aceitas em outros paises. Geralmente, pra conseguir visto de trabalho/moradia pra voce e sua familia voce precisa de uma oferta de emprego primeiro – e para isso vc precisara da equivalencia do item 3.

      5) Não. O Reino Unido tem uma das politicas mais restritas de cidadania. Conheco pessoas que já moram e trabalham legalmente aqui ha mais de 10 anos e ainda não sao naturalizados. Portanto voces teriam que seguir o mesmo caminho: conseguir equivalencia de seu diploma de medico, conseguir uma oferta de emprego, conseguir um visto nao-restrito (muitos vistos de trabalho tem restricao ao pedido de cidadania, entao voce acaba morando aqui por varias decadas, mas nunca chega a adquirir o direito de se tornar cidadao – eh o caso do visto do meu Marido que ja mora e trabalha legalmente aqui ha mais de 7 anos), morar e trabalhar o periodo minimo, fazer seu pedido de cidadania, passar em todos os testes, receber o visto de permanencia indefinida, e anos depois receber o direito de virao cidadao e entao requisitar a cidadania e posteriormente o passaporte Britanico.

  58. Paulo - 20/01/2010

    Boa noite!
    O que significa:

    Salary: £35k – £40k pa
    Salary: GBP350 – GBP400 p/day

    Obrigado !

  59. Romulo - 20/01/2010

    Parabens pelo blog, simpatia e carisma.

  60. elisabete - 20/01/2010

    Gostaria de saber qnto seria 1.500,00nosso na moeda da inglaterra

  61. Claudia Tavares - 20/01/2010

    Boa tarde.. Estou a pensar emigrar para Inglaterra (sou portuguesa).. a média dos trabalhos para que me candidatei são de 50.000 anuais. Para uma pessoa solteira que irá viver sozinha, é um bom ordenado? Quanto iria ganhar mensalmente? Como são pagos os salarios la?
    Compensa comprar ou alugar casa? Em principio nao ficarei em Londres e farei a viagem de carro… Obrigada e desculpa tanta pergunta (: