18 Mar 2010
26 comentários

Roteiro de viagem Florença

Dicas de Viagens, Florenca, Italia, Roteiros de Viagem, Viagens pela Italia

Florença é a capital da Toscana, e é uma cidade que consegue personificar sozinha todas as imagens que as pessoas teem sobre a Italia.

Afirmar que a cidade é um museu a ceu aberto, pode soar como um clichet, mas é a mais pura verdade. E por mais que outras cidades do mundo tentem clamar a mesma “alma” artistica, apenas Florença é de fato o berço do Renascimento, onde personagens da arte e cultura Italiana (e mundia!) como Dante, Michelangelo, Machiaveli, Boccicello, entre outros, moraram, estudaram e se desenvolveram nos genios que se tornaram.

Durante todo seculo 15 a cidade esteve sobre o dominio da familia Medici, donos de um poderoso imperio comercial e bancario, que investiam pesadamente em arte e cultura, e catapultaram Florença como uma das principais cidades mundias da epoca – investindo em pinturas, esculturas, arquitetura, Igrejas, palacios, pontes, etc. Sobrevivento até hoje como um polo cultural mundial.

Clique para ampliar o mapa.

Navegar pela cidade é bem facil – a cidade é pequena, e apesar de ser lotada de ruelas e becos dificeis de achar, a parte turistica é bem intuiva, e todos os caminhos leval ao Duomo!

A Piazza del Duomo é um otimo ponto de referencia, e as duas principais ruas da cidade começam/terminam lá: Via dei Calzaioli, para pedestres, passando pela Piazza Signoria até o rio Arno, e em paralelo a Via Roma, que passa pela Piazza Della Republica atá a Ponte Vecchio.

Transporte publico é praticamente inexistente no Centro Storico, mas é dispensavel – a cidade é proporcionalmente minuscula e dá (e deve-se!) pra fazer tudo a pé.

Entao começando o roteiro pela Cattedrale di Santa Maria del Fiori, ou o Duomo, que é o cartao postal de Florença e domina a paisagem da cidade. O Duomo é sem sombra de duvidas uma das igrejas mais bonitas do mundo, e em Firenze as pessoas se referem a ele como “a Igreja do lado do avesso”, oque é a mais pur verdade!

O interior é bem sem gracinha, mas em compensação, o exterior é tao rico de detalhes, completamente coberto por marmores brancos, verdes e rosa, e demorou 150 anos pra ser construido. Os afrescos sao de Vasari e Zuccari e os vitrais sao obra de Donatello.

Bem do lado da catedral, esta o Campanilli, a torre do sino, projetado e construido por Giotto (com 82 metros de altura).

Bem em frente esta o batisterio, o Battistero di San Giovanni, que é a construção mais antiga de Florença, e que batizou Fiorentinos ilustres, como o Dante Allighieri (o interior foi reformado alguns anos depois, e inclui mosaicos com cenas do “Inferno” de Dante (parte da Divina Comedia).

Um dos principais pontos do Battistero é a porta de Bronze, o “Portao do paraiso” (que fica bem de frente pro Duomo), projetado e construido por Lorenzo Ghiberti – que ganhou a concorrencia, aos 23 anos, mesmo estando concorrendo contra nomes como Donatello – Ele demorou 21 anos para terminar as esculturas das Portas do Battistero.

Seguindo pela Via dei Calzaioli até a Piazza della Signoria, onde esta o Palazzo Vecchio, a prefeitura de Florença e antigo palacio da familia Medici; Loggia dei Lanzi, arcos “abertos” ao lado do palacio, que parece um museu de esculturas sem portas, entre outros predios e palacios historicos convertidos em hoteis, lojas e restaurantes.

Uma das principais caracteirticas da Piazza della Signoria sao as esculturas. Muitas, por todos os lados – as mais marcantes sao a replica da escultura David de Michelangelo (o original esta no museu Academia) e a Fonte de Netuno, com esculturas originais feitas por Bartolomeo Ammannati.

Bem ao lado da entrada do Palazzo Vecchio esta a entrada do museu Palazzo degli Uffizzi, que hoje em dia é um dos principais museus de arte classica e renascentista da Europa. O nome do Palacio, significa literalmente “predio de escritorios”, pois a origem do predio era servir de “escritorio” para o Cosimo de Medici, em 1560. Ao longo dos anos, a familia Medici, alem de rechear seus palacios pessoais de obras de arte, eles tambem encheram os “escritorios” de pinturas e esculturas. A medida que a familia foi acabando, sua ultima herdeira, Maria Luisa, criou o museu em 1765, reunindo quase toda coleção e acervo pessoal da familia.

Pra quem pretende conhecer o museu (imperdivel!) a dica é pagar 4 Euros a mais pra comprar a entrada reservada/preferencial e nao ter que enfrentar fila; ou entao chegar lá BEM cedo! Nos chegamos na porta do museu menos de meia hora depois que abriam as portas, e mesmo assim esperamos quase 2 horas na fila!

As medidas de segurança sao bem estritas, e os segurança só deixam entrar cerca de 20 pessoas a cada 15 minutos… do the math…!

O museu propriamente dito é bem pequeno, quando comparamos com museus como Louvre ou o British Museum, mas é super bem organizado, com salas separadas por estilo ou artista, e esta recheado de obras originais emocionantes – pra mim a principal do Ufizzi é a “O nascimento de Venus” do Boticcelli!

A partir dos arcos de saida/entrada do Ufizzi tem a visao perfeita da Ponte Vecchio. A aponte é conhecida por ser uma das mais antigas da Europa e coberta de lojas de joias de cabo a rabo!

Originalmente a ponte era reduto dos acogueiros de Florença, que cortavam e vendiam carnes nas bancadas da ponte, e jogavam os restos no rio Arno. Porem, com o tempo o rio ficou sujo e a agua contaminada, que espalhou doenças entre a população e ecomeçou a espantar visitantes – entao o governo da epoca, pra mudar a imagem da principal ponte da cidade, decidiu que apenas joalherias poderiam vender produtos ali – oque permanece até hoje!

Ha 6 anos atras, uma das minhas areas preferidas da ponte eram onde estavam todos os cadeados, cercados de juras de amor eterno! Entao eu estava mega empolgada pra ir lá com o Aaron e deixar nosso cadeado tambem… mas pra minha surpresa, os cadeados estão terminantemente proibidos na ponte, com direito a multa de 160 Euros e policiais tomando conta da area! (aparentemente a quantidade de cadeados aumentou ridiculamente, e comecou a se espalhar por todos os cantos da ponte – entao, oque era tradição Fiorentina, virou palhaçada, danificando alguns monumentos).

A rua que segue a partir da Ponte Vecchio é a Via Per Santa Maria, e seguindo reto, cai direto na Piazza Della Republica, onde fica o Forum da cidade e o antigo mercado.

Outras atrações imperdiveis da cidade são: O Pazzo Pitti, que foi um dos principais, maior e (se nao me engano) o ultimo palacio da Familia Medici, que hoje em dia é um museu, onde se pode visitar os antigos apartamentos da familia, parte de sua antiga coleção de obras de arte, e principalmente o Giardino di Boboli (jardim das esculturas).

Galleria Della Academia é o outro museu principal de Florença, onde estão varias obras originais de Michelangelo, alem da escultura original “David” (que foi transferido da Piazza Signoria em 1873, para ser melhor preservado).

E pra mim uma das melhores areas da cidade é a Piazzale Michelangiolo, que pode-se dizer que teoricamente esta fora da cidade (mas de taxi, se chega ateh lah em menos de 5 minutos e custa 5 Euros; ou apeh, que nao vai demorar mais de 15 minutos – a partir da Ponte Vecchio).

Mas é uma pracinha, com outra replica do David (dessa vez em bronze) que tem uma vista sen-sa-ci-o-nal!

Sem sombra de duvidas, não tem lugar melhor em Florença para estar na hora do por do sol, oferencendo a vista completa da cidade, a cupula das igrejas, sinagogas e pontes do rio Arno.

Florença é uma cidade que tem muita coisa pra ver/fazer, mas ao memso tempo é bem compacta e facil de se locomover.

O ideal, pra quem quer viajar com calma, entrar nos palacios e visitar os museus, seriam pelo menos uns 3 dias em Florença. Uma viagem de fim de semana fica meio corrida, mas tambem é possivel, cortando alguns museus do seu roteiro.

Pra quem for viajar com tempo, oque nao faltam sao outras opcoes de coisas pra fazer pela cidade e arredores, pela Toscana.

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
26 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
26 comentários
  1. Pedro Serra - 19/03/10 - 06h00

    Adorei o passeio, principalmente as fotos… estão ótimas. Sabe que eu tenho uma verdadeira fascinação pela Ponte Vecchio. Não me pergunte por quê, mas eu acho ela linda e sempre quis conhecer.

    Abs

    Responder
    • Adriana - 19/03/10 - 08h59

      Hahahaaha!
      Engracado isso, pois nem acho a ponte “bonita” propriamente dito, mas te entendo – eh bem unica, e varios outros lugares do mundo teem pontes “inspiradas” na Ponte Vecchio (Tipo Bath na Inglaterra e Veneza), mas a de Florenca eh bem unica!

      Responder
  2. Luisa - 19/03/10 - 08h50

    Oi Dri,
    Sabe que eu tb gostava dos cadeados pendurados na ponte, achava tao romantica essa forma de simbolizar o amor eterno.
    Acontece que um filme italiano para adolescentes (Ho voglia di te de Federico Moccia, se nao me engano) mostra os atores principais pendurando o cadeado numa ponte. E isso foi o que bastou para que todas as pontes da Italia se vissem infestadas de cadeados.
    A proibiçao foi um meio de evitar que esses cadeados se espalhassem ainda mais pelas pontes, como trepadeiras, danificando-as seriamente. (que na Italia essas pontes sao verdadeiras obras de arte, nè?)
    Saudades de Firenze! Preciso voltar, mas para fazer turismo!
    Bjs
    .-= Luisa´s last blog ..Mdina =-.

    Responder
    • Adriana - 19/03/10 - 08h58

      Ah…. entendi!
      Nossa, fiquei muito decepcionada! hahahaha! Quando morei lah fiquei pensando que “o dia que estivesse apaixonada” queria voltar e colocar meu cadeado tambem, e passei semanas falando isso pro Aaron! Ateh que chegamos lah e demos de cara com um cartaz da policia! Multa de 160 Euros!

      Responder
  3. rosa monica - 19/03/10 - 11h32

    Dri, eu tb pensava em ir a Florença exatamente c/ esse objetivo, ouvia as pessoas falando e ficava imaginando como seria esse cadeado, mas que decepção…!!!
    Adorei a verdadeira aula de geografia e história c/ ilustração!!
    Bjos.

    Responder
    • Adriana - 19/03/10 - 11h34

      Mas nao deixe de ir por causa dos cadeados!
      Florenca tem muito, muito a oferecer – para apaixonados ou nao! :-)

      Responder
  4. Simone - 19/03/10 - 16h09

    Adriana,

    descobri o seu blog recentemente quando estava a procura de dicas de viagem para a Itália. Assim como você, amo viajar. Em abril irei para a Itália, será a terceira viagem do ano! Isso porque moro no Brasil, pois se morasse em Londres,como você, com certeza viveria com a mala nas costas. Parabéns pela qualidade dos textos, e, principalmente, pelas dicas!!! Prometo tomar muitos gelatos e ver o por do sol na Piazza Michelângelo!!!

    Bjs

    Responder
    • Adriana - 19/03/10 - 16h16

      Oi SImone,

      Seja bem vinda! :-)
      Pois eh, posso dizer que praticamente vivo com a mala nas costas e com certeza deveria ser acionista da Ryanair! hahahaha
      Espero que vc goste das dias da Italia!

      Responder
  5. Cris - 19/03/10 - 18h02

    Dri… aonde voce acha esses mapas tudo de bom que vc poe nos posts!!!! Muito legal para ter uma ideia panoramica da cidade ne?!?!
    Linda a viagem, lindo o post, as fotos entao…sem comentarios!!!
    Beijos
    Cris

    Responder
    • Adriana - 19/03/10 - 21h45

      No Google! :-)
      Eu sempre preciso de um mapa pra conseguir me localizar
      nas cidades, então fica mais fácil escrever os roteiros tendo um
      mapa na mão!

      Responder
  6. camila - 20/03/10 - 02h42

    e o the mall outlet???????? deixa qq um louco. keria ir esse ano de novo e me acabar la!

    Responder
    • Barbara - 29/03/12 - 12h45

      @Camilla – nem me fale! Cada vez que um amigo meu vem me visitar o The Mall é parada obrigatória. E vocês que moram no Brasil ainda são privilegiados porque podem pedir a Tax Free nas compras acima de 155 euros e recuperar uns eurinhos para comprar mais! ;-)

      Responder
  7. […] por Florença (as dicas e roteiro já estão AQUI), que eu recomendaria pelo menos uns 3 dias dedicados a cidade, e é a cidade ideal para servir de […]

    Responder
  8. Araceli - 21/06/10 - 07h38

    Olá Adriana! Seu blog é impressionante!!Estava perdida e tentando me decidir se compro um pacote para viajar para Madri, Roma, Florença, Capri e cidades vizinhas ou comprar tudo separado. Será que alguém poderia me ajudar a bolar um jeito de cobrir estas cidades e em que ordem ? Vou sozinha e pela primeira vez.Pretendo ficar uns 12 a 15 dias no máximo em setembro. Pensei em sair por volta do dia 11 de set.Minha maior dúvida é a ordem das cidades na Itália. Estabeleço uma base em Roma , cubro o sul, depois vou para Florença e pego avião de lá para SP?Vou carregando malas, etc etc.O que é mais interessante?Obrigada.Bjs Araceli

    Responder
    • nuno - 12/08/10 - 16h17

      ol´, vou fazer o mesmo a 1 de Novembro ,Roma, florença e veneza, se me puderes dar umas dicas agradeço

      Responder
      • Adriana - 13/08/10 - 09h56

        Nao entendi.
        Mais dicas doque os varios posts que explicadissimos que ja escrevi sobre cada uma dessas cidades?
        Basta ir nos links “Categorias” na barra lateral a direita, e vc encontrarah todas as dicas disponiveis.

        Responder
  9. Araceli - 21/06/10 - 15h11

    Olá Adriana! Seu blog é impressionante!!Estava perdida e tentando me decidir se compro um pacote para viajar para Madri, Roma, Florença, Capri e cidades vizinhas ou comprar tudo separado. Será que alguém poderia me ajudar a bolar um jeito de cobrir estas cidades e em que ordem ? Vou sozinha e pela primeira vez.Pretendo ficar uns 12 a 15 dias no máximo em setembro. Pensei em sair por volta do dia 11 de set.E IR PRIMEIRO A MADRID E FICAR 2 OU 3 DIAS.Minha maior dúvida é a ordem das cidades na Itália. Estabeleço uma base em Roma (3 DIAS),VOU E VOLTO PARA NAPOLI,CAPRI, POMPEÍA, POSITANO(3 OU 4 DIAS)cubro o sul, depois vou para Florença e pego VOLTO PARA ROMA PARA PEGAR O VÔO DE VOLTA PARA SP.Vou carregando malas, etc etc.O que é mais interessante?Obrigada.Bjs Araceli

    Responder
  10. Araceli - 21/06/10 - 15h36

    Olá Adriana! Seu blog é impressionante!!Estava perdida e tentando me decidir se compro um pacote para viajar para Madri, Roma, Florença, Capri e cidades vizinhas ou comprar tudo separado. Será que alguém poderia me ajudar a bolar um jeito de cobrir estas cidades e em que ordem ? Falo inglês, vou sozinha e pela primeira vez.Pretendo ficar uns 12 a 15 dias no máximo em setembro. Pensei em sair por volta do dia 11 de set, COMEÇANDO EM MADRI 2 A 3 DIAS. SÓ).Minha maior dúvida é a ordem das cidades na Itália. Estabeleço uma base em Roma(3 dias) , cubro o suL(NAPOLI, CAPRI,POSITANO,SORRENTO,POMPÉIA, COM EXCURSÕES LOCAIS OU POR CONTA), depois vou para Florença(2 DIAS), VOLTO PARA ROMA PARA PEGAR AVIÃO PARA SP?Vou carregando malas, etc etc.O que é mais interessante?TEM IDÉIA COM MENOS VAI E VOLTA? PERTO DO VATICANO É O MELHOR LUGAR PARA FICAR (3 ESTRELAS)? ACHO QUE É MAIS SEGURO COMPRAR IDA E VOLTA COM IDA INTERNA DE MADRID A ROMA POR AQUI(IBERIA), NÃO ACHA? Obrigada PELA AJUDA.Bjs Araceli

    Responder
  11. pingo - 13/03/11 - 19h39

    estaremos indo a italia ( eu e minha esposa) neste dia 17 a 23 de março, e como vi do seu otimo site, vi que teremos o mesmo clima, o que voce indica como vesturario maqrculino e feminino neste periodo ( dia e noite)

    outra coisa como vou a trabalho , não terei muito tempo , pois ficarei em floreça hospedado e indo a uma feira de cosmeticos em bolonha, dai quero triraqr um dia sabado ou domingo ( acho que muita terá gente) ou segunda ( medo de alguns lugares fechado) para ir a roma, mas ´so tertei um dia o que aconselha ?

    pingo

    Responder
  12. Leticia - 18/07/11 - 01h44

    Adorei as dicas… como ficarei só 2 dias em Florença, anotei o roteiro básico! Vai ser a minha primeira vez na cidade, mas não a primeira vez do meu marido…
    Embarco amanhã para Paris!
    Beijos e obrigada pelas dicas!
    lelê

    Responder
  13. […] o Duomo di Milano eh muito mais bonito por fora doque por dentro (outro bom exemploe eh o duomo de Florença), marcado por suas 3.500 imagens e esculturas, que cobrem praticamente toda a superfície da […]

    Responder
  14. Nivia - 09/03/12 - 01h55

    Adriana, agradeci no meu blog as sua ajuda pelos detalhes de sua viagem a Florença. Adorei e já penso em voltar.

    Responder
    • Adriana Miller - 09/03/12 - 08h15

      Que legal! Obrigada!

      Responder
  15. Marcos Henrique - 14/06/12 - 16h02

    Adorei as fotos, perfeitas. Gostaria de uma ajuda sua. Irei a Florença em novembro, mais passarei somente um dia. Quais os pontos imperdiveis a ser conhecido em um dia? Valeu

    Responder
    • Adriana Miller - 14/06/12 - 16h10

      OI Marcos,
      Acho que da pra fazer uma selecao boa a partir desse roteiro de Florenca. Foque nas dicas que ficam no centro da cidade, que eh bem compacto e facil de explorar a pe e rapidinho em apenas um dia!

      Responder
  16. Luciana - 11/05/13 - 01h50

    Adriana,

    Adriana,
    Parabéns pelo texto! Estarei indo pela primeira vez para Florença e tenho procurado ajuda na internet. De todos os textos, blogs e dicas que li, o seu texto foi o melhor escrito, claro, explicativo, objetivo, ou seja, ótimo! Com dicas super legais. Me ajudou bastante a planejar minha estadia lá. Obrigada!

    Responder