07 Apr 2010
8 comentários

Pensa rápido!

Dicas de Viagens, Egito, Luxor, Sharm El Sheikh

Mudanças de planos fazem parte de qualuqer viagem, ainda mais quando viajamos com o tempo e o bolso aprtado, tentando aproveitar cada segundo e fazendo tudo independentemente. É completamente diferente viajar quando você tem alguem que pensa, planeja e cuida de todos os detalhes pra voce, de quando você é a pessoa que tem que pensar em absolutamente tudo. E quando o relogio esta correndo contra suas ferias, a coisa só tende a piorar.

Pois então, hoje passamos por um aperto desses.

O plano original era ter saido hoje (dia 7) de Luxor e ir de onibus ateh Hurghada, onde amanha de manha pegariamos o speed ferry pra cruzar o Mar Vermelho.

Porque? Bem, além do fato obvio da economia de dinheiro (pegar um onibus + ferry no Egito é mais barato que aviao), mas a verdade é que achavamos que a experiencia seria legal (gostamos da voltinha que fizemos na Tailandia e resolvemos repetir a dose).

Então fiz o dever de casa e planejei e pesquisei tudo direitinho. Chegamos em Luxor e o pesoal do albergue foi super prestativo, e nos ajudaram a cuidar de tudo, já que no guichê da estação de onibus ninguem fala Ingles, e pra evitar que deixassemos pra comprar o ticket do ferry na ultima hora.

Estava tudo certissimo, até que hoje, entre um templo e outro, resolvemos dar uma passadinha no albergue, só pra garantir que estava tudo bem.

Obviamente nao estava! O carinha da agencia de viagens, avisou pro dono do albergue que os ferrys tinham sido cancelados essa semana, pois esta ventando muito e o Mar Vermelho esta agitado demais.

O detalhe é que isso nao é uma coisa que geralmente eles avisem os turistas – muita gente vai até Hurgada e acaba descobrindo que ficaram ilhados por lá!

A primeira reação foi de panico! Hotel pago em Hurgada e Sharm El Sheikh, viagem a Jordania tb reservada e paga, e já tinhamos feito check out do nosso quarto!

Nossa primeira reação foi tentar apelar pro onibus, uma viagem torturante de 15 horas, atravessando noite a dentro, cruzando todo deserto, o canal de Suez e entrando na penisula do mnte Sinai.

Essa opção, que era nossa ultima opção no momento, sairia da estação em menos de uma hora! O suficiente pra jogar tudo dentro das mochilas, e correr cidade a dentro!

Entramos na rodoviaria de Luxor já fazendo mimica e apontando pro mapa. Se o tiozinho nos entendeu ou nao, ainda nao sei, mas a conclusão da historia é que o unico onibus diario que faz essa rota já estava lotado!

O conselho entao era ir pra Hungharda assim mesmo e tentar a sorte lá. Mas como todos os ferries estavam cancelados, as chances de conseguir um onibus pra qualquer lugar eram bem poucas…

Voltamos pro albergue desesperados (nesse ponto a recepção inteira já estava tensa por nós!) e voamos pro laptop: qualquer opçnao que nao nos levasse a falencia, nem causasse cancelamento de toda nossa viagem!

Por sorte conseguimos uns dos ultimos assentos num voo que conecta Luxor a Sharm El Sheikh diretamente, em 50 min da Egypt Air. O preço estourou nosso orçamento, mas mesmo assim acabou saindo mais barato doque se tivessemos comprado esse mesmo voo ha 6 meses tras quando estava planejando toda a viagem!

Então pudemos aproveitar uma ultima noite em Luxor e amanha de manha voamos pra riviera do Mar Vermelho, onde passaremos o resto da viagem aproveitando as ferias das nossas ferias!

Adriana Miller
8 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
8 comentários
  1. Letícia - 07/04/10 - 22h47

    Ainda bem que deu certo! Nossa, tô achando tão emocionante esta cobertura “ao vivo”da viagem…rsrsrsrs. Tá parecendo tudo lindo demais!
    Tô desejando tudo de bom pra vcs na Jordânia! Petra é um sonho que ainda vou realizar!
    beijos

    Responder
  2. Elizabeth - 07/04/10 - 22h55

    Dri, eu fiz esse voo e foi o melhor para voces em termos de custo beneficio. Fez bem em nao ter um guia em Karnak e Luxor. Nos tinhamos um guia exclusivo e era muito chato, ele falava sem parar e eu nao podia ver as coisas como queria.
    Em Petra, eu segui o conselho do Interata de pegar a charrete, achei que nao valia a pena, eh caro e da perfeitamente para ir andando. Eu tem 59 anos, sou fumante e fui numa boa ao monasterio sem ajuda dos burricos. Isso sim eh esporte radical, eles sobem em precipicios de dar medo. Estou lendo todos os seus postes e curtindo sua viagem. Os Egipcios vao fazer um museu novo mas deveriam fazer um museu do museu do Cairo. Gracas ao clima seco tudo aquilo eh preservado mas… da pena.
    La em Petra se vende muitas bijuterias, o governo subsidia pela fundacao Norah o material para as pecas. Sao mais baratas e mais bonitas que no Egito e as criancas que vendem sao uma graca. Hello Madam 1 dina. Os Jordanianos sao mais gentis e amaveis que os Egipcios. Um abraco

    Responder
  3. Graziela - 08/04/10 - 03h37

    Viva o cartao de credito…hehehe

    Responder
  4. Luiz Jr. Fernandes - 08/04/10 - 13h03

    Definitivamente não existe o plano perfeito! ;)
    Viajar é isso e eu fico feliz de ver que é a relidade de todo viajante viu Dri!
    .-= Luiz Jr. Fernandes´s last blog ..Reveillon no Chile em Viña del Mar e Valparaíso =-.

    Responder
    • Adriana - 11/04/10 - 16h59

      Não tem como evitar perrengues e imprevistos, mas temos que aprender a ter jogo de cintura e se adaptar as novas situações numa viagem!
      Eu sempre acabo achando que essas confusões fazem de qualquer viagem ainda mais interessante! :-)

      Responder
  5. Marília Lucena - 10/04/10 - 02h35

    Mais uma história da categoria perrengues!! hahaha

    Responder
    • Adriana - 11/04/10 - 16h43

      Pra essa categoria e fonte de material é inesgotavel! :-)

      Responder
  6. […] Claro que para muita gente, a simples ideia de se hospedar num albergue de 7 dolares a noite no Cairo eh inconvebivel, mas ao manter o custo super baixo (porem mantendo nosso requisitos basicos localizacao, banheiro privado, ar condicionado e café da manha) pudemos aproveitar a sobra no orncamento para esticar a viagem ate Petra na Jordania, e nao termos ficado desesperados quando tivemos que pegar um aviao nao planejado para chegar em Sharm El Sheik! […]

    Responder