24 May 2010
15 comentários

Jerusalem – Cidade Antiga

Dicas de Viagens, Israel, Jerusalém

Nós passamos um total de 3 dias inteiros em Jerusalem, e com certeza não foi suficiente pra ver tudo que existe dentro dessa cidade, que apesar de ser tão pequena, geograficamente falando, cabe um mundo inteiro lá dentro!

A cidade antiga chega a ser assustadora para turistas recém chegados: sao milhares de ruazinhas se amontoando, o bairro muçulmano, o bairro Armenio, o bairro cristão, a parte Romana, a parte Bizantina, a Parte Otomana, etc, etc são camadas e mais camadas de historia, religião, guerras e paz, que dividem a cidade nao só em bairros e mercados, mas tambem em difernetes “andares” – a cidade é realmente um labirinto e a qualquer ponto voce se dá conta que naquele ponto do bairro Armenio, voce esta na verdade em cima do mercado arabe, e o templo muçulmano esta em cima do templo judeu, e a igreja crista ortodoxa Etiópia (pois, nem sabia que existia isso) foi construida em cima da igreja catolica, etc, etc.

Entao no nosso primeiro dia na cidade acordamos cedo e fomos participar do passeio turistico organizado pelo governo de Israel, que é totalmente de graça e tem como objetivo ampliar o conhecimento e compreenção da cidade, sua historia e religoões, alem de – de quebra – tentar eliminar o problema da mafia dos guias turisticos na cidade.

O grupo se encontra todos os dias as 11 da manha em frente ao Portão de Jaffa e os guias sao facilmente identificaveis com suas camisetas vermelhas e uma placa gigantesca.

Além do passeio gratis a mesma empresa organiza outros tours por Jerusalem e arredores e nós particpamos de 3! O tour introdutorio da cidade, o tour do Monte das Oliveiras e o tour Religioso. Todos extremamente excelentes!

E realmente sem o tour desses, fica impossivel entender a dinamica da cidade, que pode ser bastante intimidante! Mas logo depois do primeiro tour já sentiamos que conheciamos a cidade como a palma da minha mão e foi facil entender como os bairros se conectam e quais sao ruas principais para conseguirmos chegar em qualquer canto sem nos perdermos pelo caminho.

Nós ficamos hospedados no Citadel Youth Hostel, que fica pertinho do Portão de Jaffa, no bairro Crsitão e a localização é tudo! Mas o albergue em si foi péeeeeessimo! Bem caro para o padrão (cerca de 20 Euros por pessoa), quarto pequeno e um banheiro patetico…

A vista do terraço do Citadel Youth Hostel

Mas mesmo assim o albergue esta no topo de recomendações e reviews em sites como HostelWorld.com justamente por causa da localização e atmosfera, que realmente era super legal!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
15 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
15 comentários
  1. carolina - 25/05/10 - 03h54

    Dri
    Tenho a mesma camera que voce. Suas fotos sao otimas! Tem que estudar muito o manual, rs? Eh que eu tiro sempre no automatico e me parece que a qualidade das suas eh melhor.
    Outra coisa que eu queria saber….como vc leva seu chapeu nas viagens sem amassar????
    Beijos,
    carol

    Responder
    • Adriana - 25/05/10 - 11h52

      Bem, nao diria que tem que “estudar o manual” mas tem que saber o basico de fotografia. A Sony HX1 nao eh uma “point and shoot”, ou seja eh uma maquina semi profissional, e pras fotos ficarem boas mesmo voce tem que enteder de exposure, aperture, shutter speed, white balence e mais um monte de outras cosias.
      Eu nao cheguei a ler o manual, pois ja conhecia esses “macetes”, mas realmente sem saber o minimo de como usar uma SLR realmente imagino que a camera vai deixar a desejar…

      Quanto ao chapeu nao tem misterio: O chapeu vai jogado na mala, chega no destino completamente mamassado e mastigado e assim que chego no hotel arrumo tudo direitonho, “desamasso” e deixo a noite toda esticando…
      Perfeito nao fica, mas nem dah pra perceber que na verdade o meu chapeu tah todo tordo e amarrotado! :-)

      Responder
      • carolina - 26/05/10 - 02h18

        Dri

        Obrigada pela resposta!! Entao voce usa no manual mesmo. Eu entendo um pouco de velocidade, abertura, tempo de exposicao, mas tinha confiado no automatico por ser uma camera mais avancada. Entao realmente vou ter que estudar, rs. Beijos, carol
        (amei a resposta sobre o chapeu, fiquei pensando naquelas caixas antigas de carregar chapeu, nao sei se voce ja viu, lindas e hilarias, fechava com cliques e tinha ateh uma alca para carregar em viagens, minha mae chegou a ter uma na decada de 60)

        Responder
        • Adriana - 26/05/10 - 07h50

          Hahahah!
          Já pensou, embarcar na Ryanair e chegar num albergue carregando caixa de chapeu?!
          Seria hilario heim?

          Responder
  2. Bruna - 25/05/10 - 08h22

    Estou amandoooo seu blog! Adoro viajar e suas dicas são otimas! =)

    Bjos

    Responder
    • Adriana - 25/05/10 - 11h49

      Obrigada Bruna!

      Responder
  3. Liana - 25/05/10 - 10h57

    Fantasticas fotos, ótimos textos. Ja estou com vontade de programar minhas proximas ferias a Israel!!
    :)
    .-= Liana´s last blog ..Finalissima =-.

    Responder
  4. Fê Costta - viaggio mondo - 25/05/10 - 19h55

    Dri, tô curiosa demais com Jerusalém! Vai vir mais post, né?!

    Menina, nunca fiquei em albergue, acredita? Sempre tive curiosidade, mas meu marido é tão chato (ele achou o Agan de Istambul o pior de todos que já ficamos! rsrs) que eu fico com medo de reservar e só escutar ele reclamar durante a viagem toda… Eu tava olhando no booking.com os hotéis em Israel são caríssimos! Jesus Cristo (ui, que trocadilho!)!! Vc viu algum hotel nas redondezas lá que parecia legalzinho, mas tb baratinho?

    Bjo
    .-= Fê Costta – viaggio mondo´s last blog ..Boudhanath Stupa – O Tibete dentro de Katmandu =-.

    Responder
    • Adriana - 25/05/10 - 20h06

      Pode deixar que vem mais posts de Israel por ai! Estava meio sem inspiração… é coisa demais pra falar de lá… fica meio overwhelming, sabe?

      Quanto a albergues, logico se pudesse só ficava em hoteis 5 estrelas, mas nem sempre dá… o Aaron nao é muito fa de albergue nao, e nessa viagem a Israel ele reclamooooou pra caramba, mas TUDO em Israel é muito, muito caro! Os hoteis entao nem se fala!
      Até tem muitos hoteis bem bonitos e moderninhos na parte moderna, mas além de serem indecentemente caros (bem mais caro doque ficar num hotel do mesmo porte na Europa) eu queria mesmo era ficar dentro da cidade antiga, que realmente foi o maximo! Mas lá dentro acho que os hotesi mais “modernos” devem ter uns 3 mil anos facil! hahahahahha!

      Responder
      • Fê Costta - viaggio mondo - 26/05/10 - 19h38

        Bem, o jeito é apelar para o albergue mesmo ou então, não levar o maridex! hahah Vamos ver o que ele prefere… Mas me conta, o que foi de tão ruim assim que havia no albergue que vc ficou? Pela foto da sala parecia até legalzinho…

        Responder
        • Adriana - 26/05/10 - 22h08

          Pois é eu estou exagerando um pouco… na verdade o albergue não era tão ruim assim, e as areas comuns eram bem bonitinhas e o clima de “amizade mochileira” do albergue tambem era bem legal.
          Eu tenho uma tolerancia imensa com velharia e sujeira de albergue, desde que eu consiga ter uma noite tranquila de sono, oque nao foi o caso do Citadel Hostel. Cada quarto era uma “caverna”, oque era bem interessante, mas em vez de paredes de verdade, as portas era de “compensado”, ou seja, super ultra fina sem nem um pingo de isolamento acustico, e ouviamos cada passo, cada xixi, cada descarga, cada bate papo mochileiro na madrugada. Enfim, muitas noites em claro – a unica coisa que realmente me deixa de mau humor numa viagem é não conseguir descansar direito.
          E por isso peguei implicancia com o Citadel, apesar de reconhecer que como albergue realmente ele é bem legalzinho…

          Responder
  5. Andréa - 07/07/10 - 01h33

    Oi Dri!
    Sou a mais nova leitora assídua do seu blog! Simplesmente adorei! O achei por acaso pesquisando sobre viagem a Israel, que será nosso (meu e do meu namorado) destino de férias agora no dia 15/07, junto c/ o Egito. E se já estava ansiosa, agora lendo o seu blog e vendo suas fotos estou mais ainda!.
    O único ‘porém’ na nossa viagem é que vamos no esquema de pacote de turismo, o que não é muito do meu agrado mas não teve outro jeito e neste pacote não está incluso a ida ao Mar Morto. Como temos dia livre em Tel Aviv, gostaria de saber se há alguma forma de ir de ônibus de Tel Aviv até o Mar Morto.
    Beijos.

    Responder
  6. Andréa - 07/07/10 - 01h38

    Oi Dri!
    Sou a mais nova leitora assídua do seu blog! Simplesmente adorei! O achei por acaso pesquisando sobre viagem a Israel, que será nosso (meu e do meu namorado) destino de férias agora no dia 15/07, junto c/ o Egito. E se já estava ansiosa, agora lendo o seu blog e vendo suas fotos estou mais ainda!.
    O único ‘porém’ na nossa viagem é que vamos no esquema de pacote de turismo, o que não é muito do meu agrado mas não teve outro jeito e neste pacote não está incluso a ida ao Mar Morto. Como temos dia livre em Tel Aviv, gostaria de saber se há alguma forma de ir de ônibus de Tel Aviv até o Mar Morto.
    Beijos.

    Responder
  7. Ayala - 07/11/10 - 01h00

    Vou em março , mas não falo Ingles muito menos a lingua local

    vc da alguma dica

    obs: mas ja estive em 20 paises

    Responder
  8. Alice - 18/01/14 - 01h13

    Eu fiz um tour com esse grupo em Berlin! Eles organizam esses tours gratuitos e a pé se não me engano em todas as capitais europeias.. Achei muito legal! Não sei porque esqueci deles nas viagens seguintes, porque nunca mais procurei…

    Responder