01 Jun 2010
11 comentários

Stratford-Upon-Avon

Cotswolds, Day Trip, Inglaterra, Stratford-Upon-Avon, Viagens pelo UK

Aproveitamos o feriado prolongado, sem nenhuma viagem marcada pra passear um pouco mais pela Inglaterra, então aproveitamos o tempo lindo primaveril que fez no domingo para passar o dia em Stratford-Upon-Avon, a cidade natal de William Shakespeare!

A cidade é mais uma ótima opção de passeio bate-volta a partir de Londres pois fica a apenas 2 horas e meia do centro da cidade (de trem, saindo da estação de Marylebone).

A cidade é uma fofura, e um otimo exemplo de cidadezinha tipicamente Inglesa – tanto na parte super antiga, quanto nas areas mais residenciaias e modernas.

Muitas opções de Bed&Breakfasts pra quem preferir passar a noite na cidade

Uma das muitas areas residenciais super bonitinhas

Stratford-Uppon-Avon existe como cidade, com a organização que vimos hoje ha mais de 1000 anos, mas antes disso já tinha sido uma proeminente cidade comercial Romana por outros 1000 anos antes! E aliais foi justamente essa cidade Romana que gerou o nome da cidade – “estrada sobre o rio Avon”!

Detalhes da "Sheep Street" (Rua das Ovelhas)

Já no poder dos Saxões, no seculo 11 a cidade foi transformada oficialmente em cidade mercado e até hoje muitos predios são construnções originais em estilo Tudor, dos seculos 12, 13, e 14 e a organização ainda é a mesma: as ruas ainda se chama “Rua das ovelhas”, “Rua da madeira”, “Rua da Lã”, “Rua dos vegetais” etc assim como o mercado Medieval era estruturado.

Detalhes da "Wood Street" (Rua da Madeira)

Mas a atração principal mesmo de Stratford-Uppon-Avon é toda e qualquer coisa que seja relacionada a seu ilustre morados, William Shakespeare!

Por sorte nossa (5 seculos depois!) Shakespeare nasceu numa familia de muita influencia na região (apesar de nao nobre) e sempre foi reconhecido e respeitado como comerciante, escritor e poeta, e por isso sua historia nao foi perdida ao longo do tempo.

A casa onde nasceu William Shakespeare

E onde funcionava a loja de luvas e artigos de couro de seu pai

Nosso passeio começou pela casa de Anne Hathaway, o cottage da familia Hathaway, sua esposa. A casa é super bem conservada e mostra muito bem como vivia uma familia “burguesa” no seculo 15 na Inglaterra. A familia de Anne tinha relações comerciais com a familia Shakespeare, e como o pai de William ajudou o paide Anne financeiramente, os dois ficaram amigos e pouco tempo depois Anne e William casaram – era estava gravida de 3 meses e era 7 anos mais velha que ele (William tinha apenas 18 anos)!

A casa da Familia Hathaway - construçnao Tudor do seculo 15

Além da casa, os jardins também valem a visita

Mas o verdadeiro motivo que permitiu que William Shakespeare tenha se tornado no artista que o tornou conhecido foi justamente seu pai: John Shakespeare era um comerciante muito bem sucedido, e portanto fazia parte do “Guild” da cidade (tipo a prefeitura) oque permitia que seu filho tivesse acesso a educação e aulas de gramatica – coisa que não era comum para crianças nao-nobres.

A escola onde Shakespeare aprendeu a ler, escrever e gramatica da Lingua Inglesa - funciona como escola até hoje!

A fachada do Royal Shakespeare Teather

Uns anos depois de seu casamento, a familia Shakespeare teve dificuldades financeiras, e por ser o unico filho homem, William foi para Londres tentar a sorte – deixando os pais, a esposa e os 3 filhos para tras. E foi justamente isso que o levou a Londres e o transformou no artista que conhecemos até hoje.

Em Londres, William Shakespeare, fundou uma compania de teatro, usando como roteiro suas historias e poesias – isso tudo numa epoca em que teatro e cultura só eram acessiveis a nobresa e alta burguesia (ou seja, quem tivesse muito dinheiro).

Trinity Church

Trinity Church

O Tumulo de Shakespeare

O Teatro original onde sua compania atuava ainda existe, o Shakespeare Globe, no bairro de Southwark no sul de Londres (bem do lado do museu Tate Modern), que ha 500 anos atras era um bairro decadente, com um cais do porto, deposito de lixo, prostituiçnao e teatro ilegal – mas a medida que sua cia de teatro foi ficando mais conhecida e reconhecida Shakespeare teve um papel fundamental na integração do lado sul do Tâmisa com o resto da cidade!

Na margem do Rio Avon

Rio Avon

E para saber e entender tudo isso nós fizemos um passeio guiado pela cidade, organizado pela cidade de Stratford e sai diariamente na praça Swan Fountain, ao lado do Royal Shakespeare Theatre (dura 2 horas e custa 5 libras – saindas todos os dias as 11:00 – 2ª a 4ª feira e 14:00 5ª a domingo). E vale muito, muito a pena!

Adriana Miller
11 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
11 comentários
  1. Su - 01/06/10 - 13h40

    Dri que ótimo passeio e bem acessível (£)! =)
    Eu adorei, até arrepiei em ler e ver as fotos acredita?! Muito fofa a casa da família Hathaway e melhor ainda conhecer a história de Shakespeare!

    Beijos!
    .-= Su´s last blog ..Bazzar da Su =-.

    Responder
  2. Fe - 01/06/10 - 13h45

    Mais uma cidade para a lista “lugares para visitar na Inglaterra”.
    Tô pensando em ir para aí em novembro … vamos ver se consigo convencer o Mick ;o)

    Responder
  3. Gabriela - 01/06/10 - 16h11

    Nossa, que lugar mais fofo!
    Também vou colocar na minha lista de lugares pra visitar, amei!
    Bjo.
    .-= Gabriela´s last blog ..Veneza =-.

    Responder
  4. Larissa Lara - 02/06/10 - 03h48

    Oi Dri meu comentário não tem nada a ver com o post mas semana que vem estou indo pra Santiago/Chile. Quero tirar uma dúvida contigo:os passeios pro Vinhedo e pra Portillo vc contratou pela internet ai na sua casa ou deixou pra contratar lá mesmo com o hotel. Até agora eu e minha parceira de viagem não fechamos com nenhuma agência de passeio (nós que fizemos o roteiro da viagem não estamos indo por nenhuma agência). bjão

    Responder
  5. Shakespeare’s Globe - 22/06/10 - 18h22

    […] Teatro original era o Globe Theatre que era o compania de teatro e literatura a qual William Shakerspeare fazia parte no seculo 16, e onde ele compos a grande maioria de sua obra teatral e […]

    Responder
  6. Taau' - 28/07/10 - 13h57

    NOOOOSSA EU AMEI ESSE LUUGAR :O
    TA EXPLICADO PQ O JUSTIN EH TAAUM FOFOO O LUGAR ONDII ELE NASCEUU EH SUUPER FOFO (:

    Responder
  7. […] Britanica, a outra usina vizinha do Southbank que hoje em dia hospeda o Tate Modern, a Opera de Stratford-upon-Avon e outras tantas igrejas e catedrais espalhadas pelo […]

    Responder
  8. Cintia - 07/05/13 - 16h01

    Oi Dri, quero visitar Stratford-upon-Avon neste mês e estou em dúvida no horário de trem que devo comprar para o retorno. Chegarei na cidade as 11h15 e não sei se compro as passagens de volta para as 17:35 ou 19:12. Vc acha q dá pra conhecer a cidade até as 17? Ou é melhor voltar no trem das 19? Obrigada.

    Responder
    • Adriana Miller - 12/05/13 - 15h57

      Melhor voltar no trem das 19, pra ter tempo de andar com calma pela cidade.

      Responder
  9. kellen Bittencourt - 19/07/13 - 19h33

    Olá Adriana, primeira vez no seu blog, estou planejando um roteiro de 6 dias em Londres na primeira semana de setembro, e um dos lugares que não abro mão de conhecer é esta cidade, adorei as fotos as dicas e os seus relatos, mas confesso que estou tendo dificuldades de organizar o roteiro e já me arrependi de ter feito planos para apenas 6 dias rsr abraços

    Responder