07 Jun 2010
14 comentários

Monte das Oliveiras

Dicas de Viagens, Israel, Jerusalém

(acho que eu nunca demorei tanto pra terminar a serie de posts de uma viagem….)

Além de passar nossos dias perambulando sem rumo pelas ruelas da cidade antiga de Jerusalém, nós também queriamos ver um pouco mais da cidade fora do muro. Entao nos inscrevemos no tour do Monte das Oliveiras com o grupo do New Jerusalem que já contei aqui.

Até daria pra fazer esse mesmo passeio de maneira independente, mas estava o maior calor, é meio complicado de chegar lá em cima, e adoramos os guias e a aula de historia e religião de cada uma dos passeios.

A primeira parada do passeio foi a Igreja da Ascenção, onde acredita-se que foi o lugar onde Jesus Cristo ressucitou e ascendeu ao paraiso. E assim como o Domo da Rocha no bairro Muçulmano, o templo da ascenção foi construido em cima do lugar onde a impressão digital do pé de Jesus ficou impresso na rocha.

Curiosamente, a “Igreja” hoje em dia esta sobre o comando de uma familia Muçulmana, e está sob os cuidados dessa familia ha centenas de anos. Então não é de se estranhar que na verdade o templo nao é nem um pouco segundo os moldes catolicos: a construção é em formato exagonal, o teto é um cupula em domo e lá dentro tem um minarete (que indica a direção a Mecca).

De lá fomos direto pra Igreja Pater Noster, que é a Igreja que foi construida no mesmo lugar onde Jesus ensinou a oração do “Pai Nosso” aos seus descipulos – a Igreja foi parcialmente destruida durante a 2ª Guerra, e sua estrutura foi usada como deposito de armas, porém esta sendo cuidadosamente reconstruida e como parte da decoração do jardim e patio estão inumeros mosaicos com a oração Pai Nosso impresso, em dezenas e centenas de linguas e dialetos de todas as partes do mundo, oque é bastante emocionante!

Por dentro a igreja é bem simples, e a atração principal é justamente a gruta onde o ensinamento da oração aconteceu.

Ainda na mesma rua, descemos em direção ao ceminterio Judeu, que por centenas de anos foi o principal e mais importante cemitario Judeu do mundo. Centenas de milhares de judeus estão enterrados por ali, onde acredita-se que o julgamento final vai acontecer – e assim, a crença é que as almas que foram enterradas por ali serão as primeiras a receberem o julgamento e ascender para a vida eterna.

O interessante é reparar que todos os caixões e sarcofagos estão virados com os pés voltados para o vale, já preparados e virados para o lado certo – visão de camarote para o julgamento!

E não é por acaso que logo do outro lado do vale, frente a frente está tambem o cemiterio Muçulmano, enterrados na mesma direção e tambem estperando o julgamento divino.

Reparem que em cima dos sarcofagos, existem umas pedrinhas – na tradição judaica, em vez de deixar flores para os entes queridos, as pessoas deixam pedras, afinal elas duram muito mais e portanto a presença de quem esteva por ali durarah pra sempre. Então imagina que algumas dessas pedrinhas podem estar ai ha centenas de anos!

Isso sem falar que a vista lá de cima é super privilegiada! É possivel ver a cidade inteira e entender melhor como funciona a dinamica do muro da cidade, o vale, os cemiterios, os portões e as cupulas!

Continuamos descendo o Monte até que chegamos no Igreja Dominus Flevit, que é uma igreja de arquitetura bem moderna e recentemente construida, e sob os cuidados de Monges Franciscanos, e foi construida em homenagem ao local onde Jesus teve a visão de que Jerusalem seria atacada e destruida e o templo Judeu seria destruido (oque de fato aconteceu, 40 anos depois, sob ataque do Romanos em 70dc).

A Igreja é bem pequena, e em vez de um altar, o fundo da Igreja tem uma janela enorme, com a vista privilegiada do Templo do Monte, onde um dia o templo Judeu estava, e foi essa a vista que Jesus teve.

Outra igreja linda ali na mesma rua é a Igreja Ortodoxa Russa, que domina a vista do Monte das Oliveiras, para quem olha desde Jerusalem, com suas cupulas douradas reluzentes. Porem ali funciona um convento Ortodoxo, e portanto as visitas sao super hiper limitadas – nós não tivemos sorte e só vimos as cupulas de longe!

A ultima parada na descida do Monte das Oliveiras é a Igreja de Todas as Nações, que foi construida no meio do Jardin Gathsemane, onde Jesus foi traído e preso pelos Romanos. O Jardin é impressionante, com Oliveiras que estiman-se que existem por ali ha mais de 2 mil anos! Se elas realmente são tão antigas não se sabe ao cero, pois provavelmente os Romanos destruiram tudo, mas as arvores são sem sombra de duvida enormes e antiquissimas!

E as poucas Oliveiras que ainda existem e são produtivas por ali, são as Oliveiras que fornecem as olivas/azeitonas que produzem o azeite usado pelo(s) Papa no Vaticano!

A Igreja, que também é conhecida como a Igreja da Agonia também é uma construção relativamente moderna, e tem 12 cupulas, representando os discupulos e as nações que foram envolvidas em sua construção. E por dentro sua decoração é toda bastante escura, para representar a traição e a agonia de Jesus.

Mais uma vez o passeio foi bem legal, e ajudou ainda mais a entender melhor a historia do local, e o quanto as 3 religiões de Jerusalem são tão interligadas!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
14 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
14 comentários
  1. Mádian - 07/06/10 - 21h55

    Dri, seus posts são uma verdadeira aula de história e cultura!
    Entro no blog todos os dias esperando um post novo!
    As fotos são lindas…também, com uma paisagem dessa não tem como não ser!
    =)
    Beijos

    Responder
    • Adriana - 08/06/10 - 08h00

      POis é! Com paisagens assim fica dificil nao ser uma boa fotografa! :-)

      Responder
  2. dani - 08/06/10 - 00h50

    fico impressionada com a riqueza dos seus post…
    parabéns!!!
    da vontade de conhecer tudo isso que vc escreve heheheh
    bjos
    dani

    Responder
    • Adriana - 08/06/10 - 08h01

      Essa é a intenção! :-)
      Mostrar como viajar é uma coisa incrivel! E pode ser facil e barata, basta querer (e planejar!)…

      Responder
  3. Lili Bonfim - 08/06/10 - 04h03

    Dri, sério, todos os dias, leio o seu blog, é simplesmente MARAVILHOSO, o melhor blog de viagem q conheço, ADORUUUUUUU todas as suas histórias. Continue sempre com essa mesma disposição, seriedade e compromisso com os internautas. Desejo muito sucesso, paz e saúde para vc e seu marido. E, aliás, quando é que vc vem visitar a minha terrinha? A querida Fortaleza, capital do meu Ceará, hein. Arre égua, minino, que serão vários posts bem jóia.

    Responder
    • Adriana - 08/06/10 - 07h59

      Oi LIli!
      Obrigada!
      Ai quem deram conhecer Fortaleza…. mas é TAO dificil (e caro! E longe!) viajar pelo Brasil…. gostaria de poder viajar muito por ai, mas o custo beneficio nunca vale a pena… alem disso acaba que toda vez que vamos ao Brasil dou preferencia a ficar o maximo possivel com minha familia, que está toda no Rio, ai já viu…

      Responder
  4. Marina - 08/06/10 - 04h59

    Oi Dri,resolvi te responder por aqui, pq não sei se vc costuma ver os comentários nos post antigos, tá?!
    Eu sou aquela menina que escreveu no último post falando que vai pra Berlim em março a trabalho. Eu sei que estou um pouco adiantada, mas como tem tempo quero aproveitar pra ir vendo as coisas aos poucos, sem ser aquela correria.
    A cidade base seria Berlim, de lá pensei em ir pra Praga, Viena e Budapeste e se desse incluir Amsterdã, to pensando em fazer essa viagem em 15 dias, vc acha que dá? E vc acha que de trem é a melhor maneira de fazer essa viagem, ou vc acha melhor fazer esses trechos de avião?
    Obrigada, Marina.

    Responder
    • Adriana - 08/06/10 - 07h57

      OI Marina,
      Pode deixar que eu sempre leio os comments em posts antigos sim (chegam todos no meu e-mail)! Mas posso responder aqui mesmo:
      Berlim tem uma otima posiçnao “central-Leste” na Alemanha, entao acho que as cidades que voce escolheu são otimas opcoes.
      Se voce for fazer essa viagem toda de uma vez só (tipo, uns dias de ferias no final da viagem a trabalho), entao acho que trem é a melhor opção, pois todas essas cidades sao relativalemten pertinho entre si (tirando Amsterdan, que voce teria que fazer em uma viagem separada, tipo num fim de semana, porque fica totalmente na direção oposta das outras 3 cidades, que estao todas no leste-sul da Alemanha).
      Entao nesse caso, 15 dias pra ver essas 3 cidades da e sobra!

      Responder
  5. Letícia R. - 08/06/10 - 13h57

    Ai, já comecei a ler esses posts com nó na garganta e lágrimas nos olhos… tá chegando meu casório, tá chegando a viagem… ontem, conversando sobre a lua de mel com minha sogra, falei sobre seu blog com minha sogra, vou passar o link pra ela. E devo dizer que arrasei na agência de viagens, a moça que me atendeu ficou chocada com o quanto estou inteirada! De repente me peguei falando “é que ‘conheço’ uma brasileira que mora em Londres e tem um blog etc etc etc”… hahaha… Dri é muuuuuita cultura! =)

    Responder
    • Adriana - 08/06/10 - 16h59

      Hahahhaha!!
      Te entendo porque eu tambem sou assim, super “intima” dos blogs que leio…!

      Responder
  6. Renata - 11/06/10 - 15h02

    A Igreja de Todas as Nações é deslumbrante!!!!
    E estou rindo aqui, pois tb volto e meia dou palpite nas viagens dos outros de lugares que nunca nem cheguei perto, e sei graças ao seu blog!!! E tb já me peguei falando que ‘conheço’ uma brasileira que mora em Londres.. hahah Ah, Dri, vc vira amiga da gente né!!! hahahahah

    Responder
    • Adriana - 13/06/10 - 10h06

      Hahahaha! Eu tb sempre faço isso!!

      Responder
  7. Mak - 29/03/12 - 02h06

    Oi Dri! Estava navegando pela net, a procura de informações e curiosidades sobre Israel, quando encontrei seu blog, e fiquei maravilhada com ele, quanta cultura, e quanta felicidade entre linhas, muito completo e com um humor fantástico. Sou viajante principiante e vou amar entrar aqui em seu blog, e aprender com vc um pouquinho de cada lugar. Um grande beijo!

    Responder
  8. Mônica - 08/05/12 - 13h24

    Pode parecer idiota, mas vendo esta página em seu blog, foi-me possível realizar um pouquinho do meu sonho: viajar para a Terra Santa. Isso pq, por enquanto, não tenho condições financeiras para realizá-lo, então vou viajando por aqui mesmo, com suas lindas fotos e ótimas informações. Deus lhe abençoe.

    Responder