10 May 2011
19 comentários

Forte Amber: A antiga capital do Rajastão e o epicentro do Reino dos Marajás

Dicas de Viagens, India, Jaipur

O Rajastão, cuja capital é a cidade de Jaipur, é o maior e uma dos mais diversificados estados da India – Inclui de montanhas a deserto, rios, lagos e vales, mas é uma região que ficou conhecida principalmente pela opulencia de sua realeza: os Marajás.

Antes da independencia da India (em 1947, quando a região se dividiu em India, Paquistão e Bangladesh), o pais tinha cerca de 600 reis (basicamente cada cidade/estado tinha o seu), mas foi no Rajastão que o termo Marajá, que na lingua Sanskrit, significa “Rei Superior”, se originou, e Jaipur é a cidade ideal pra ter uma ideia do poder e da vida que essas familias reais tinham.

Jaipur nos foi descrita por nosso guia como uma cidade “pequena” e provinciana, pois afinal tem apenas 6 milhões de habitantes  e tem alguns dos palacios, monumentos e templos mais bem conservados das dinastias dos Marajás, desde que foi fundada pelo Marajá Sawai Jai Singh II em 1727.

Na verdade, a Jaipur moderna nada mais é que a continuação da cidade e dinastia de Amber, que foi fundada em 1037 e fica a cerca de 11 km de Jaipur. Cerca de 700 anos mais tarde o Marajá decidiu transferir a “capital” de Amber pra Jaipur, por causa da seca e da dificuldade de fornecer agua para a cidade que não parava de crescer.

E é justamente o Forte Amber a primeira cosia que se avista de longe ao chegar em Jaipur, e foi logo nossa primeira parada na India!

O Forte Amber, apesar dos tons terrosos e amarelados, não se chama “Ambar” por causa da cor, e sim por causa do nome da cidade onde foi construido – e é impossivel ignorar sua grandiosidade e seus muros que se estendem pela paisagem da cidade.

O forte na verdade é uma coleção de templos e palacios confinados entre as paredes de seus 6 quiometros de muralhas, e impossivel não se perder entre seus jardins, fontes, templos e salões majestosos.

Lá de cima, logo na entrada, a vista de todo o vale de Amber e Jaipur não nega que aqui ali foi consruido por e para alguem muito poderoso!

Hoje o Forte funciona apenas como um museu, mas nos seus tempos aureos, as entradas e portoões eram definidas de acordo com sua casta e seus escalão social e cheio de passagen secretas e salões excusivos.

Além disso, o Amber forte também é conectado com o Forte Jaigargh, construido em 1726 para defesa dos Palacios de Amber e da familia real.

O interior do forte é incrivel, e passamos horas e mais horas analisando cada detalhe e cada entalhe de suas paredes – com relevos em marmore maciço, pedras semi-preciosas e e cores de origens naturais (as principais materias primas na “decoração” do forte foram frutas, vegetais e oleo de coco, que criavam pigmentos e fixadores que resistem até hoje!

Uma das areas principais do forte é o salão dos espelhos (nome oficial Sheesh Mahal), onde o Raja (Rei) recebia seus suditos especiais para audiencias privadas ou para impressionar outros cefes de estado.

O slão demoru cerca de 6 anos pra ser construido e é inteiramente decorado com mini espelhos, todos importados da Belgica em meados dos 1600 e pedras semi-reciosas.

Uma cosia que eu achei bem interessante no interior do Forte é que todo detalhe tem uma historia pra contar, e cada canto revela sua influencia e inspiração, com motivos de origens Hindu, Budista e Islamica.

E como os Marajás não eram bobos nem nada, uma das maiores areas do forte é a Zenana, ou o palacio onde vivam as mulheres reais – o marajá tinha cerca de 12 rainhas e centenas de concubinas, todas com seus aposentos individuais, e com passagens secretas que conectavam diretamente ao quarto do Rei.

Então ele podia visitar qual esposa/cuncubina ele queria, mas sem que as outras soubessem de suas preferencias, e assim mantendo a hamonia entre suas mulheres!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
19 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
19 comentários
  1. Flavia - 10/05/11 - 14h29

    Nossa, Dri, amei esse lugar! Realmente me surpreendeu a beleza…

    Responder
  2. Wilma Rocha - 10/05/11 - 15h39

    Nooooossaaa!! que riquezas de detalhes!! como pode naquela época já conseguirem fazer um projeto imenso pra 6 anos de construção!! My God!! ainda usando frutas e vegetais para dar essa cor constante, quanta sabedoria o Homem é capaz de criar!! Um espetáculo aos olhos. Essa muralha imensa cheia de detalhes num terreno todo acidentado…cada pedacinho do castelo com todo esmero e criatividade decorativa…essa foto que mais parece a visão de um caledoscópio, tudo lindo!!! Fico imaginando na ocasião da construção, devia ser muito engraçado, uma verdadeira colmeia, eu penso…olha é um privilégio ver tudo isso ao vivo, você bem sabe, fiquei até inspirada em conhecer esse triângulo dourado, o nome já seduz!! e você linda de blusa branca, hahaha se fosse eu já estaria a blusa na cor âmbar, kkkk Tô viajando na sua viagem e emocionada, obrigada por compartilhar!!!

    Responder
    • Adriana - 10/05/11 - 15h51

      Nem me fala!
      Passamos horas la dentro, passando de jardim a jardim, de salao a salao, de palacio a palacio, e os detalhes sao de babar mesmo!
      Por isso que eu dgo que por um lado entendo perfeitamente quem nao gosta da India, mas por outro lado tambem entendo perfeitamente quem AMA esse pais. A India eh absolutamente incomparavel com qualquer outro lugar do mundo!

      Responder
  3. Wilma Rocha - 10/05/11 - 15h44

    ué…escrevi tanto e tão emocionada q acho q apertei algo errado e sumiu tudo, AFF! dps volto

    Responder
  4. Fernanda - 10/05/11 - 16h29

    Dri essas fotos que você anda postando são suas mesmo, ou do marido? a cada dia ando gostando mais ainda das fotos, lógico que o cenário ajuda, mais sempre tem uma visão tão pessoal. Parabéns.

    Responder
    • Adriana - 10/05/11 - 16h35

      Todas 100% minhas por enquanto – ele ainda nao baixou/editou as fotos dele.

      Responder
  5. Adriana - 10/05/11 - 16h48

    Oi Adriana, conheci seu blog a pouco tempo, acho q vi em algum blog de moda, e como adoro viajar vim aqui dar uma olhada! Tenho planos de fazer um safari no próximo ano, então seus posts sobre a Tanzania estão sendo super bacanas, pois é pra lá q eu pretendo viajar.
    Em novembro vou a India, então já estou curtindo muito o q vc está escrevendo!
    beijos e parabéns pelo blog

    Responder
  6. Luciana - 10/05/11 - 18h19

    Oi Dri!
    Leio tudo sobre suas viagens e gosto muito da maneira como você escreve e comenta cada lugar visitado. Gostaria de saber, por exemplo, sobre esta viagem à India quando você escolheu os locais para visitar você pesquisou sobre o país e fez o roteiro antes ou depois de ter comprado as passagnes e reservado os hotéis? Você simplesmente determina um lugar a visitar e depois corre atrás mesmo, muitas vezes, não sendo viável. Pode parecer bobagem, mas queria saber se já se arrependeu de ter ido a algum lugar que planejou. Bj!

    Responder
    • Adriana - 10/05/11 - 19h37

      Nesse caso a passagem veio primeiro e o planejamento depois, pois a India nunca foi o foco da viagem, e sim uma oportunidade que surgiu por causa da escala do voo pro Nepal. E eu já sabia que Agra (onde fica o Taj Mahal) era perto de Delhi, então mesmo se não desse pra mais nada, eu sabia que conseguiriamos conhecer o taj!
      Mas cada viagem é uma viagem… mas geralmente eu pre-planejo antes de comprar passagens, pra ter uma ideia de viabilidade e tal.

      Responder
  7. Mari - 10/05/11 - 19h04

    Oi Dri!
    Sei que não tem nada a ver com o post, mas queria uma dica sua, e acho que vc não postou nada nesse estilo até então.
    Final do ano, estou pensando em ir a Londres para fazer um curso de 1 a 3 meses. Alguma coisa ligada a arte, fotografia, cultura, etc, pois eu estudo jornalismo.
    Gostaria de saber se você sabe de algum instituto ou faculdade bacana que ofereça esses tipos de cursos mais enxutos.
    Quanto à hospedagem barata, vou dar uma olhada nos seus posts, mas sei que alguns lugares onde se fazem cursos eles oferecem hospedagem né?
    Desculpe a pergunta fora de hora, mas é que nada como alguém local para dar sugestões.
    Beijo!

    Responder
  8. Danybc - 10/05/11 - 19h27

    Que lindo!! Maravilhoso o lugar. Obrigada por dividir todas essas experiencias maravilhosas conosco. Nao vejo a hora de ver um video desse lugar. O Aaron deve ter te achado meio locus, gravando e falando so pra mostrar pra gente!!

    Responder
    • Adriana - 10/05/11 - 19h35

      Que nada!!! Ele é tão nerd que tá achando a ideia o maximo e já ta querendo comprar camera de video profissa, computador potenta pra editar tudo, programa de edição, etc… e na viagem era ele que ficava me lembrando de fazer videos!!

      Responder
  9. Camila Navarro - 10/05/11 - 22h07

    Acho que são esses detalhes, os prédios suntuosos, a delicadeza das construções que devem fazer uma viagem à Índia valer a pena. No meio dessas belezas deve ser fácil esquecer a confusão do lado de fora. ;)

    Responder
    • Adriana - 11/05/11 - 09h27

      Com certeza, voce descreveu exatamente a sensacao de viajar pela India! Sao universos paralelos, mas que se complementam! Acho que um nao existiria sem o outro…

      Responder
  10. Thais Mittmann - 10/05/11 - 22h24

    Estou viajando na sua viagem, mas por uma questão meramente econômica, a Índia seria um dos últimos destinos da minha listinha. doida para ver os próximos posts sobre o Nepal!

    Responder
  11. Lena - 11/05/11 - 00h05

    Estão lindos os posts e as fotos! A sequência promete! :-)

    Responder
    • Adriana - 11/05/11 - 09h26

      Obrigada!

      Responder
  12. Guta Vambora! - 12/05/11 - 20h11

    Dri, a India nunca esteve no topo da minha lista de lugares para se conhecer nesse mundo. Sempre achei que tinha que estar emocionalmente preparada p/ ver e vivenciar esse país tao louco…mas depois de ver esses seus posts, a India começou a ganhar uma outra perspectiva…talvez vale visitá-la antes do que imaginava…lindo demais!
    bjus

    Responder
  13. Patricia A. - 12/05/11 - 23h24

    Dri,
    para variar o post e as fotos estao show!!!
    Li em putro post que vc comprou camera sony nova….poderia me dizer qual o modelo desta ultima que vc adquiriu?
    abs e parabens, sou fa do seu blog!

    Patricia :-)

    Responder