03 Jun 2011
23 comentários

Colombo

Dicas de Viagens, Sri Lanka

Colombo eh a capital desse pais-ilha em formato de gota – Hoje eh a capital do Sri Lanka, mas ja foi tambem a capital do antigo Reino Ceilao.

Mas voltando um pouco no tempo, la em 1505 quando o Portugues Dom Lourenco de Almeida chegou na ilha a caminho das Indias, e fez um acordo com o rei para dar exclusivodade aos Portugas sobre o comercio de especiarias, principalmente a canela. Os Portugueses passaram bastante tempo (quase 150 anos) com o controle comercial e militar da ilha e deixou muitas marcas: eu me senti tao em casa ao andar pela regiao de Colombo e ver a Padaria do Cabral (passei a vida toda ouvindo que Portugues eh dono de padaria e ate no Sri Lanka isso acontece?!?!), a concercionaria do Pinheiro, o restuarante do Silva e o hotel do Carvalho! E ate no nosso resort conhecemos o carregador Pereira e a recepcionista D’Sousa!

Eh ou nao eh surreal bater papo com alguem com pinta de Sri Lankes, vestindo um Sari colorido e ver no cracha “Mss. Selvakumari Pereira”?!

Mas alem das igrejas catolicas (muitas na regiao de Negombo e Colombo) e dos nomes da terrinha, os Portugueses tambem deixaram muitas marcas na arquitetura dessa costa Leste do pais.

Mas os Portugueses comecarama abusa da boa vontade dos Sri lankenses e cairam no desgoto do Rei, ate que em 1638 os Holandeses chegaram no pais e fizeram uma alianca onde se comprometeram a expulsao os Portugueses da Ilha ,em troca do controle comercial das especiarias. Como bom colonizadores que foram, os Holandeses tambem deixaram sua marca, principalmente na arquitetura do centro de Colombo, com muitos predios administrativos (principalmente o antigo parlamento) em estilo Cape-Dutch.

Mas quemdeu origem mesmo a cidade que hoje eh Colombo foram os Britanicos, que chegaram a ilha em 1796 e dominaram nao soh as rotas comercias do Sri Lanka, mas tambem foram os primeiros colonizadores politicos (ate entao os Portuguese e Holandeses apenas usavm o pais como base militar e base comercial), e estabeleceram Colombo como a capital no novo Reino Britanico Ceilao.

O Sri Lanka que vemos hoje soh passou a se chamar Sri Lanka e soh ganhou sua independencia dos Britanicos e finalmente sua liberdade militar, policita e comercial em 1948. O pais entao passou por uma “revolucao silenciosa” onde a populacao e os politicos quiseram reerguer a cultura nativa da Ilha.

Muitos predios coloniais foram demolidos, novos templos foram construidos e inclusive muita gente quis trocar de nome, e voltar as origens de seus antepassados, deixando os rastros Europeus pra tras (em Negombo e colombo os nomes Portugueses e Holandeses ainda sao muito comuns por ser uma regiao majoritariamente Catolica, entao no geral a cultura da populacao se identifica mais com as orignes Europeias doque o Hinduismo e Budismo).

Eu achei tudo no pais tao absolutamente surpreendente e fascinante, que de maneira nenhuma eu consegui me conformar em passar o dia todo bundiando na beira da piscina! Uma pais com uma historia e um passado como esse e eu vou passar todos os dias saltitando na praia?!

Mas como realmente o calor estava de matar, e queriamos (e precisavamos) descansar, qualquer passeios mais elaborado foi prontamente descartado, mas consegui convencer o Aaron a fazer um tour rapidinho em Colombo.

Esse dia foi horrivel, pois estava muito sol, uns 42 graus e quase 90% de umidade relativa do ar!

Cabelos de assustar, roupas que imediatmente colavam na pele, um mal estar generalizado e as lentes da cameras completamente embacados!

Entao fomos objetivos e resolvemos ver soh oque fosse “diferente” e interessante. Oque mais vi na vida foram Igrejas e fortes de arquitetura Portuguesa, entao fomos direto pros templos!

Comecamos nosso dia no templo Murugan Hindu Kathiresan Kovil, que eh um templo dedicado ao Deus Hindu da guerra, Skanda.

Kovil eh o nome dado a esse “estilo” de templos Hindus da vertente Murugan e sao exatamente oque meu imaginario sonhava em ver num templo Hindu!

Excessivamente decorado, com as centenas de estatuas de deuses, deusas e animais sagrados que sao homenageados no local – uma visao praticamente alegorica!

Infelizmente nao podiamos fotografar la dentro, oque foi mesmo uma pena, pois por dentro o templo era ainda mais impressionante doque por fora! Eu bem que tentei subornar o guarda, mas ele foi resistente (e o Aaon me lembrou de todas as plaquinhas de regras e punicoes que vimos no aeroporto! Vai que propina eh crime penal no Sri Lanka?!?!) e ficamos na vontade.

Mas por dentro o templo tinha mini-templos dedicados a alguns deuses especificos, entre eles Lord Ganisha e Krisna. Na area dedicada a homens, eles tem que cobrir a cabeca e tirar a camisa, e todos tivemos que lavar os pes na entrada do templo e andar descalcos o tempo todo la dentro alem de pintar o pontinho vermelho na testa.

Do Hinduismo, fomos diretamente ao principal templo budista da capital, que na verdade eh tambem a principal religiao do Sri Lanka.

Eles vivem pacificamente com o Cristianismo, Hinduismo e Budismo (nao tanto com o Islamismo que eh a religiao dominante da regiao norte do pais), mas em sua grande maioria e historiacamente, o Sri Lanka eh um pais Budista.

Entao nos fomos ao Templo Budista Gangaramaya, que fica bem pertinho do lago central de Colombo.

No templo ainda vivem dezenas de monges, que sao bem relacionados e influentes politicamente e entao dentro do templo eh possivel tambem visitar o “museu” dos monges onde eles expoem presentes e oferendas dadas por fieis de todo pais, que variam de estatudas de Buda coberto em ouro, a maquina de escrever e carros antigos.

Os monges de Gangaramaya tambem sediam e administram ONGs que apoiam a familias afetadas pelo Tsunami de 2004 (o Sri Lanka foi um dos paises mais destruidos, mas por nao ser tao turistico quando outros paises no Sudoeste Asiatico, acabou nao ganhando tanta atencao) com varios projetos de reconstrucoes de cadas e comunidades inteiras, alem de sediar um dos maiores orfanatos do pais, hospedando criancas que perderam suas familias no Tsunami.

E alem disso tudo, o templo ainda eh lindo!

O hall pricipal eh inteiramente coberto com imagens douradas do Buda, enquanto que o jardim traseiro tem uma escadaria inteiramente coberta com imagens do Buda esculpiadas em pedra.

E logo ali do lado do templo Gangaramaya esta o templo Simamalaka, que foi construido numa ilha artificial no lago Beira, bem no centro do Colombo.

O Simamalaka nao eh tao impressionante nem tao grande quanto seu vizinho, mas tem uma vista privilegiada do centro de Colombo, e o contraste entre os budas de pedra, a agua azul do lago e os predios modernos de Colombo fazem uma composicao incrivelmente fotogenica!

Colombo tem muito mais a oferecer aos turistas, mas a epoca que fomos nao foi muito propicia a passeios turisticos (se bem que a temperatura media do Sri Lanka ao longo do ano todo esta sempre na casa dos 30 graus, entao esta sempre calor!) e nossa piscina de frente pra praia estava tentadora demais!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
23 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
23 comentários
  1. Lidiane - 03/06/11 - 13h26

    Que lindíssimas fotos, as mas lindas q já vi desse tipo, deve ser pq são ultra coloridas, o azul não é muito comum de aparecer nos templos não é?

    Ah, só pra dizer que todo dia dou uma passadinha no teu blog, ontem vi um que dizia algo assim “se conseguir inspirar alguém pelo caminho” disso tu pode ter certeza, depois q conheci o blog decidi fazer meu intercambio, antes achava ser impossível, mas agora estou super confiante, pois com vc aprendi q planejar é TUDO!! Ah, e se possível, não abandone o blog tá? Daqui a um tempo vc vai estar nos contando como é viajar com filhos rsrs.

    Lidi

    Responder
    • Adriana - 03/06/11 - 14h22

      Que legal Lidiane! Bom saber que vc vai fazer seu intercambio e que o blog contribuiu com isso!
      Pode deixar que nao tenho a menor intencao de terminar o blog e pretendo um dia poder dar muitas dicas de viagem com criancas! :-)

      Responder
  2. Josi - 03/06/11 - 15h10

    Ai Dri, eu fico com muita raiva e revoltadíssima, com esse negócio de entrar em um lugar lindo ou histórico e não poder filmar ou tirar fotografias.
    Acho de uma maldade sem fim isso :-(
    A gente paga pra entrar e não nos deixam filmar e fotografar, fico doida.
    Mas, suas fotos como sempre são e estão perfeitas.
    Parabéns.

    Responder
    • Adriana - 03/06/11 - 15h20

      Eu tambem!! As vezes nem quero mais entrar soh de pirraca! Fico com raivinha e cara emburrada… hehehhe

      Responder
  3. Gabi N. - 03/06/11 - 15h17

    Dri, você seria uma professora de história excelente!!! Se um dia resolver voltar pro Brasil e abrir um curso de história para apreciadores, serei a aluna número 1 :D heheheh

    Vocês lêem sobre tudo isso antes de ir? Tipo, todas essas coisas sobre os templos, sobre a cultura e a história do país? Ou vão descobrindo aos poucos enquanto estão lá, levam os guias e tal? Porque a maioria dos passeios que vocês fazem é independente (sem guia que vai contando tudo), não é?

    Responder
    • Adriana - 03/06/11 - 15h24

      Um dia quando eu me aposentar (ou ganhar na loteria e puder viver de renda :-) ) eu pretendo fazer um curso de pos graduacao em historia ou algo do tipo. Sou muito fascinada e adoro aprender tudo sobre qualquer coisa ou lugar!

      Eu sempre pesquiso bastante antes de viajar, mas sempre compro guias que contam um pouco mais da historia, e ainda assim, mesmo viajando “independente”, volta e meia pegamos alguma passeio com guia, ou os folhetos de museus e tal que contam um pouco mais sobre o lugar e a historia.

      No outro dia eu tava lembrando que no colegio me chamavam de “Teoria” porque eu sempre tinha uma teoria sobre qualquer coisa (que minhas amigas consideravam chata e informacao desnecessaria… hehehehe)! Hahahhaah
      Entao agora posso “tagarelar” minhas teorias na tela do blog e neinguem pode reclamar :-)

      Responder
  4. Gabi N. - 03/06/11 - 15h20

    PS.: ligeiramente assustadoras essas esculturas do templo hindu hein! Aquele ali mesmo com o bigodón e olho saltado, acho que sonharia com ele à noite! :P

    Responder
    • Adriana - 03/06/11 - 15h42

      HAHAHHAHA!!
      Verdade! Uma coisa meio canavalesca do demo, com uma pitada porno dos anos 70, nao?

      Responder
      • Gabi N. - 03/06/11 - 16h45

        EXATO! Uma coisa meio “não tenha medo, eu realizo seus desejos!” hahahahaha

        Dri, off-topic agora, esse fim de semana vou pra Urubici, Serra do Corvo Branco e Serra do Rio do Rastro com o namorado gringo e fiquei pensando nas fotos animaaais que vocês fariam lá! Fico sempre torcendo pro dia em que der certo de você e o Aaron fazerem um super tour do Brasil mostrando tudo aqui no blog!

        Pena que viajar por aqui é tão truncado por enquanto né. Mas acho que as coisas tão melhorando aos pouquinhos!

        Responder
        • Adriana - 03/06/11 - 17h01

          Nossa, eu queria muito poder viajar bastante pelo Brasil com o Aaron! Mas as coisas no Brasil são incrivelmente caras e tudo êh tão difícil….
          Falta informação on line, vôos limitados, distancias longas, hotéis que não fazem reserva on line…
          Mas espero que as coisas só melhorem com a chegada das olimpíadas e copa e em breve seja tão fácil viajar pelo Brasil como eh no resto do mundo!

          Responder
          • Gabi N. - 09/06/11 - 18h38

            Dri, voltei! A viagem pela serra que eu tinha comentado superou tanto as minhas expectativas, achei o lugar tão digno dos documentários do David Attenborough, que resolvi escrever num blog a experiência!
            Se quiser dar uma olhadinha nas fotos, é http://obelvedere.wordpress.com/

            Responder
    • Fernanda - 04/06/11 - 02h50

      KKKK, morri de rir agora, pois pensei exatamente na cara mega assustadora libidinosa do bigodón no templo. Acho que sonharia com ele também!!!
      Dri, aprendo muito aqui!! Obrigada!

      Responder
  5. Ai, eu tambem morro com esse lugares que não deixam a gente fotografar. Porque hein? Se mais pessoas tiverem acesso e souberem o que podem encontrar, certamente vão querer visitar!
    E sim, concordo com a Gabi, que algumas dessas esculturas são meio assustadoras.. se eu tivesse uma overdose delas assim, com certeza ia ter pesadelos a noite com esses olhões me vigiando. :)

    Responder
    • Adriana - 03/06/11 - 15h44

      Pois eh, penso a mesma coisa!
      Ate concordo com lugares que cobram a mais pra vc poder fotografar, acho justo e gerealmente sempre pago a fee de fotografia, porque realmente pra mim fotografar eh uma parte fundamental da viagem!
      Mas proibir totalmente?
      Se fosse um museu com pinturas raras e tal tudo bem, mas um templo com pombos fazendo coco na cabeca das estatuas?! Ah nao… fico revoltada…

      Responder
  6. Josi - 03/06/11 - 16h34

    hahahaha, muito boa sua resposta, pombos azem coco por lá e nós seres limpinhos não temos privilégios, ou não…
    Eu pensei que era a única, chateada com essas proibições mas, que bom que tem mais pessoas nessa comigo :-)
    Vamos boicotar eles :-)
    As fotos é a nossa história, será nossas lembranças, entrei no museu tal e não fotografei, que saco, que graça entrar?
    Pra mim fotografias é tudo em uma viagem :-)
    O que é essa pequena pintura na sua testa Dri?
    vc viajou semana passada né :-)
    E parece que tem estado muito ocupada, senti falta de seus comentários no twitter, rs mania de perseguição em ti, tudo é Dri, sem Dri fica sem graça :-(

    Responder
    • Adriana - 03/06/11 - 17h03

      Eh a pintura queos hindus usam na testa, que simboliza qual deus ou deusa vc eh “devoto” e mostra que vc já fez suas orações do dia.
      As cores e a posição da pinta na testa varia se vc eh homem ou mulher, casado ou solteiro e afins.
      Foi o guardinha do templo que pintou em mim :-)

      Responder
    • Adriana - 03/06/11 - 17h05

      Ah! Tava viajando sim esse finde, já já os posts da Romênia entram no ar!
      Mas as coisas por aqui estão uma correria desesperadora!

      Responder
  7. Josi - 03/06/11 - 19h16

    Eu imagino, que esteja corrido.
    É que eu sinto bastante falta :-)
    Que legal…

    Responder
  8. Georgia Luz - 03/06/11 - 21h45

    Gente, que delícia essa diversidade religiosa!

    Ah! E a colonização deles parece muito com a daqui de São Luís, começando com portugueses, passando por holandeses, só mudando os britânicos, que aqui foram franceses.

    Vi seu coment sobre as viagens pelo Brasil, então se quiseres ajuda pra viajar pelo Maranhão, pode contar comigo! hehe :*

    Responder
  9. Danybc - 04/06/11 - 03h27

    Ai que mente suja. Vendo esse templo imaginei uma grande orgia. E olhando bem pra cada escultura, fiquei imaginando o que eles queriam dizer. Rindo muito!! Que Viagem!!! Imagino ao vivo.

    Responder
  10. Fê Costta - viaggio mondo - 04/06/11 - 06h26

    Este estilo de templo hindu é mesmo lindo! Minuciosamente decorado! Não conhecí este de Colombo, mas em Bangkok fui em um maravilhoso chamado Maha Uma Devi.

    Responder
  11. isabel Moura - 07/06/11 - 09h19

    Grandes tugas!!!:)
    tb soltei a gargalhada com o bigodão!!Nada a ver com santos católicos…ahahah

    Responder
  12. […] esta tambem o templo hindu Sri Veeramakaliamman, super parecido com oque vimos no Sri Lanka e na Malasia, so que com a vantagem de que dessa vez pudemos entrar, tirar fotos, e explorar bem o […]

    Responder