14 Jul 2011
10 comentários

Exhibition Road: a rua da cultura em Knightsbridge

Atrações Turisticas, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Inglaterra, Museus

A “Rua das Exposições” em Londres é conhecida como o “coração cultural” da cidade, concentrando em uma única rua alguns dos maiores e melhores museus e galerias da Europa.

A rua ganhou esse nome em 1851, quando seu vizinho Hyde Park sediou um festival cultural (The Great Exibition) em seus jardins.

Atualmente a rua esta em obras, sob um projeto de revitalização e modernização que tem como principal objetivo transformá-la em uma rua exclusiva para pedestres, criando mais um espaço para exposições e festivais culturais ao ar livre e artistas de rua. A obra esta planejada para terminar – obviamente – em 2012, bem a tempo dos Jogos Olimpicos de Londres.

A rua começa bem na saída do metro de South Kensignton, exatamente entre o Natural History Museum (Museu de Historia Natural) e o Victoria & Albert Museum e conecta o bairro ao Hyde park e os “fundos” do Royal Albert Hall, numa regiao conhecida como “Albertopolis”, em homenagem ao marido da Rainha Victoria, Principe Albert, que foi um dos maiores e principais curadores e mecena da arte no Reino Unido, e inclui instituições privilegiadas na area da arte e cultura como o Science Museum, Imperial College, Goethe Institut e a Royal Geographical Society (que todos os anos expoe o ótimo “Travel Photographer of the Year”, que eu obviamente adoro!).

Em sua vizinhança tambem estão o Royal College of Art, Royal College of Music e o Albert Memorial, na entrada do Hyde Park.

Essa rua meio escondidinha sumariza uma das coisas que eu mais gosto em Londres: como qualquer canto pode juntar tanta cultura por metro quadrado, e ter uma histria tão fascinante e que apesar de ter causado um grande impacto no mundo, não necessariamente pode ser encontrado nos livros de história!

E a Exibition Road não poderia ser diferente. Quando ela foi criada como porta de acesso a Great Exibition em 1850, seus criadores não imaginavam que durante os 5 meses da feira de arte no Hyde Park (uma das primeiras do tipo no mundo), eles conseguiram atrair mais de 14.000 expositores, com cerca de 100 mil peças expostas e receberam nada mais, nada menos que 6 milhões de visitas!

Essa exposição é muitas vezes considerada o “marco” que deu inicio ao fenomeno turístico que Londres é hoje em dia. E foi justamente por causa do sucesso da exposição que a rua foi mantida até hoje como parte urbanística de Londres, e a sociedade Inglesa passou a investir mais e mais em cultura e arte!

 

 

 

Adriana Miller
10 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
10 comentários
  1. Dedé - 14/07/11 - 12h23

    Por ali tambem tem o Imperial College, uma das melhores Universidades do mundo e que o predio foi projetado por Norman Foster (pra quem gosta de uma arquitetura mais… digamos… moderna :))
    Beijos

    Responder
  2. Waldilene - 14/07/11 - 14h55

    Oi Adriana, eu vou pra Londres em Setembro pra estudar e passear lógico (minha parte preferida, hehe…) Fico apenas 30 dias, mas estou suuuper ansiosa… Depois que descobri seu blog fiquei viciada. Comecei a ler desde o início. Em vários posts durante esses anos vc sempre perguntava se as pessoas iriam ler, iriam se interessar… meu Deus, é tudo tão legal, ver como é a vida de uma brasileira que se arriscou tanto. Ver como vc foi conquistando suas coisas. Parabens, viu… e é tão engraçado porque parece que vc faz parte da vida da gente, pois a gente vibra com suas conquistas, como fazemos com os melhores amigos. E sem contar que todas as suas dicas são preciosas né e realmente são inspiradoras pra mim que tb amo viajar. Sem querer abusar já abusando (rs), eu tenho uma dúvida. Você já postou sobre transporte em Londres, mas fiquei com uma dúvida. Quando fiz intercambio em Toronto, eu comprava um cartão do metro semanal. Só era interessante comprar mensal quando vc comprava no dia 01 do mês, porque ele valia do dia 01 ao dia 30/31 do mês. Como eu cheguei lá no meio do mês, nao compensava. Em Londres é igual com o cartão Oyster (travel card)? Outra dúvida: eu vou ficar na zona 2, então pretendo comprar o cartão de zona 1-2, porque pelo que li cobre praticamente tudo de “turista”. Mas se eu quiser ir pra outros lugares (outras zonas) como é melhor fazer? posso colocar dois tipos de créditos diferentes no Oyster (travel card mensal e pay as you go) por exemplo? estou fazendo meu planejamento financeiro e quero ver o melhor de jeito de economizar… hehehe… pra sobrar money pra passear bastante… Um grande beijo e obrigada pela sua contribuição no mundo dos amantes de viagem!!! Waldilene

    Responder
    • Adriana - 14/07/11 - 15h00

      OI Waldilene! Obrigada! Eh sempre bom ouvir as historias de gente que “usa” o blog de verdade! :-)

      O Travel card aqui em LOndres nao tem periodo especifico, entao se voce comprar seu passe mensal dia 17 do mes, ele vale ate o dia 16 do mes seguinte. Eh um mes corrido, e nao no calendario.
      E voce pode ter seu travel pass no Oyster e ao mesmo tempo ter creditos avulsos para o pay as you go. Entao se um dia vc resolver passear na zona 3 ou 4, seu cartao vai debitar automaticamente do credito que vc tem. Ou entao, vada vez que vc quiser “sair da zona” eh soh ir no balcao e pedir uma “extension” do seu passe normal.
      Transporte em Londres eh muito caro, tem que economizar mesmo!!!

      Responder
      • Waldilene - 14/07/11 - 21h22

        Oh… com certeza uso o blog de verdade, já fiz várias anotações… rss… quando eu voltar de Londres, eu vou fazer alguns comentarios sobre as suas dicas e posto aqui, dizendo o quanto ajudou e tudo mais… obrigada pela sua ajuda na pergunta do transporte. Super beijo!!! Bye.

        Responder
  3. wilson pereira - 14/07/11 - 15h07

    Q saudade de Londres!!
    E um pouquinho de frustração tbém… As pessoas com quem fui simplesmente ODEIAM Museus e afins, e acabei não vendo nada disso. Uma grande pena, e um ótimo motivo pra voltar…
    Essas fotos me lembram tbém como TUDO vive em obras lá… assim como em Barcelona tbém!! Incrível… Mas adoraria voltar a ver essas obras!! hehe
    Abraços e parabéns pelo site!

    Responder
    • Adriana - 14/07/11 - 15h26

      Serio?! Que pena! Museus e galerias sao uma parte fundamental da cultura de Londres! mas como voce disse, uma otima desculpa pra voltar! :-)

      Realmente esta tudo em obras MESMO! Mas ate uns anos atras nao era assim nao… com essa historia de Olimpiadas as coisas pioraram demais! mas sei que esta ruim agora, mas daqui a um ano quando estiver tudo prontinho e novinha, Londres vai ficar ainda melhor!

      Responder
  4. Gabriela Lorenzet - 14/07/11 - 22h41

    O predio do museu de historia natural é lindo por si só, um dos meus preferidos na cidade. Pra mim é visita obrigatoria pra quem vem a Londres. Beijao

    Responder
    • Adriana - 15/07/11 - 10h21

      Concordo! Um dos meus museus preferidos, mesmo nao sendo considerado um “museu” por muita gente…. oque he aquele saguao de entrada com um super dinossauro?! AMOOOOOO!

      Responder
  5. Gisela B.T. - 15/07/11 - 03h02

    Ebaaaa, adoro aula de historia dessa forma rs
    Confesso q nao era minha materia favorita entao ja viu, um post ilustrado e bem explicado vale + q o pouco q me sobrou das aulas na memoria.
    Adorei
    Bjs

    Responder
  6. […] fica a dica: na parte sul da Exibition Road, bem entre o Natural History Museum e o Victoria & Albert Museum, eh cheia de cafes e […]

    Responder