18
Mar
2013
Cote D’Azur: Cannes
Escrito por Adriana Miller

Quando se ouve falar em Cannes, qual a primeira coisa que nos vem a cabeça? Pra mim sempre foi o festival de cinema que acontece todo ano na cidade.

Mas depois de conhecer a cidade ano passado, em pleno verão Europeu essa imagem mudou! Cannes agora significa aguas cristalinas, beach clubs e muito sol! (e se eu não estivesse grávida na época, teria significado muito vinho Prôvence Rosé geladíssimo também!).

Cannes foi sem dúvida uma dos pontos altos do fim de semana prolongado que passei com umas amigas no sul da França ano passado, simbolizando tudo aquilo que imaginamos que a Côte D’Azur representa!

Como estávamos hospedadas em Nice, chegar e sair de Cannes foi super fácil, e optamos por pegar um trem – rápido (cerca de 30 mins), com serviços regulares e bem barato (cerca de 6€ ida e volta por pessoa), saindo bem do centro de Nice e te deixando bem no centro de Cannes.

Cannes é um cidade bem agradável, muito parecida com Nice, tendo aquele estilo e arquitetura típica da região, com prédios imponentes, que dão imediatamente aquela vontade de voltar no tempo e imaginar como era a região no auge dos anos 50.

Então depois de parar pra almoçar num bistrô, fomos direto pra Cannes Plage!

Nós tínhamos feito reserva na praia em frente ao hotel Carlton, (no Beach Club “C Beach”) que é um dos mais tradicionais de Cannes (ele é o hotel “oficial” do festival de cinema, e foi lá que a Grace Kelly e o Principe Ranier se conheceram em 1955!). É imprescindível fazer reserva nos beach clubs pra quem vai pra lá no verão e pretende pegar praia, pois a praia em Cannes (e de forma geral, na região da Cote D’Azur toda!) é praticamente toda particular então se você pretende sentar na areia, tem que pagar.

Os alugueis podem ser feitos para o dia todo ou apenas meio dia, e sim, o preço é salgado, principalmente para Brasileiros que estão acostumados a encarar praia como um programa grátis e democrático. Pode parecer loucura a ideia de tr que pagar 40€ apenas pra sentar na areia, mas quem esta na chuva é pra se molhar!

Sim, existem seções da praia que são publicas, mas são consideradas as piores partes (geralmente com a areia mais estreita, ou cheias de pedras e tal), e sinceramente? A experiência do beach club é oque faz da experiência “praia” no sul da França ser tão diferente – porque convenhamos, a praia por si só deixa a desejar (com aquela “areia” grossa de pedregulhos…).

Nos beach clubs além de uma cadeira de praia super confortável, você anda vai ter toalhas pra se enxugar, banheiros e chuveiros, bares e restaurantes. E se você não quiser, nem precisa sair de sua cadeira pra nada – garçons e garconettes estão sempre circulando e te servindo, trocando sua tolha, ajustando o guarda sol, e o que mais você precisar pra ficar confortável! E claro, segurança – poder ir pra agua (cristalina, diga-se de passagem), deixando todos os seus pertences pra tras sem se preocupar.

Então acabamos curtindo tanto, mais tanto a praia que acabamos ficando por lá o dia todo (fomos as ultimas a sair!!) e desistimos de conhecer o resto da cidade…

Da praia víamos a cidade antiga de Cannes no alto da colina, e ficávamos naquela de “ok, só mais um mergulho e depois a gente vai passear um pouco”. Mas ne? Quem queríamos enganar?!

O máximo que fizemos, pós praia, foi passear – e babar – pela La Croissette e Rue d’Antibes, que são duas ruas paralelas a Cannes Plage e que são lotadas de bares, restaurantes, hotéis e muitas lojas.

Na La Croissette é onde estão os designers mais high end: pense em Chanel, Celine, Cartier e Christian Dior e afins. E tudo assim, um do lado do outro, intercalados por barzinhos badalados, bistrôs charmosos e hoteis 5 estrelas..

Já a Rue d’Antibes tem uma vibe mais cool e jovem, com muitas lojas boutique com designers conteporâneos e fora do comum.

E antes do nosso dia acabar, já a caminho da estação de trem passamos em frente ao Palais des Festivals et des Congrés, onde acontecem muito dos eventos do festival de cinema de Cannes.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Cannes, França, Viagens
16