13
Jun
2013
Roteiro de viagem pela Provence
Escrito por Adriana Miller

A maior dificuldade de planejar esse tipo de viagem é justamente decidir o que visitar.

Afinal, a região é enorme, interessantíssima e sempre vai ter aquele amigo do amigo no Facebook que vai deixar um comentário “Ah… não foi na cidadezinha tal?!? Mas é a mais bonita/interessante/exótica/autêntica etc.”

Screen Shot 2013-06-09 at 21.03.50

Ou seja, antes mesmo de sair de casa, saiba que é impossível conhecer tudo – e é impossível conhecer tudo que você quer conhecer.

No nosso caso, ainda tivemos que combinar os gostos turísticos de 4 famílias diferentes, com tempo e atrações pra 4 crianças em idades diferentes.

Então simplificamos: como ficaríamos hospedados numa Villa, e não trocando de hotel a cada par de dias, tínhamos que escolher cidades que ficassem no máximo a 1 ou 2 horas de distancia, num diâmetro perto de onde estaríamos hospedados.

Além disso, é imprescindível alugar um carro!

Basta a carteira de motorista de seu país + passaporte (não se preocupe com carteira internacional – entre todos nós tinhamos carteiras do Brasil, EUA, UK, Austrália e Africa do Sul e nenhum de nós teve problemas com aluguel de carro) e ter mais de 25 anos pra poder alugar um carro na Europa, então nem tente fazer esse roteiro usando transporte publico.

Por mais que trens e afins sejam eficientes na Europa, nessa região muitas das cidades mais interessantes ficam afastadas das estações de trem, não tem serviço de ônibus nem taxi – o que vai fazer com que você gaste muito tempo e saúde tentando chegar de um lugar ao outro.

E acredite, nós tentamos! (no geral achei meio estressante dirigir por lá, então tentamos adaptar nosso roteiro para poder usar transporte público, mas além de muito mais difícil, ainda sairia mais caro).

E minha principal dica: reserve um GPS/SatNav com seu carro!

20130602-103850.jpg

As estradas são boas… mas são ruins!

São boas porque não são esburacadas, tem acostamentos e tal, mas no geral são bem estreitas e mal sinalizadas, e principalmente nessa região da Provence, muitas das cidades mais interessantes ficam em estradinhas secundárias, que achamos impossível de achar apenas usando mapas!

Nós cometemos a besteira de não reservar um GPS com os carros e eles já não tinham nenhum disponível na locadora, então tivemos que usar o Google Maps nos celulares! (que funciona super bem, mas como todos estávamos com celulares estrangeiros, a conta do fim do mês não vai ser bonita!)

Então como muita gente me pediu pra explicar direitinho nosso roteiro, aqui esta:

- 1 dia: Abadia Sénanque pela manha (quando fomos eles só abrem pela manha) e depois fomos para Gordes.

- 2 Dia: Pont du Gard e Nímes (saímos de casa já tarde e não nos demos conta de como seria difícil chegar/achar a Pont du Gard, portanto acabamos ficando sem tempo pra explorar bem Nímes)

- 3 Dia: Avignon (passamos o dia quase todo por lá, pois a cidade é bem grande. Além disso, Avignon foi um caos pra estacionar, entnao perdemos MUITO tempo procurando vaga e estacionamentos em suas ruas estreitas)

- 4 Dia: Châteauneuf du Pape (fizemos o tour na vinícola pela manha e depois fizemos uma degustação numa adega e almoçamos por lá. O resto da tarde ficamos passeando e fazendo compras pela cidadezinha)

- 5 Dia: Les Baux (fomos pela manha e passamos bastante tempo com as crianças no “Carrières de Lumières”, depois almoçamos na cidade antiga e passamos o resto da tarde por lá).

Nós ficamos um total de 7 dias, mas como estávamos com um grupo grande e várias crianças – além de estarmos hospedados numa casa maravilhosa – nossa intenção realmente não era explorar cada canto disponível da Provence.

Escolhemos a dedo o que preferíamos fazer, e deixamos muita coisa de lado de propósito, o que foi o grande segredo desse roteiro – misturamos algumas cidades grandes (Nímes e Avignon) com vilarejos belíssimos (Gordes e Les Baux), vinícolas, história etc e claro, muito tempo pra curtir os amigos e relaxar bastante!

As informações sobre a aluguel de casa e carro na Provence estão aqui.

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: França, Provence, Roteiros de Viagem, Viagens
5

5 Comentários em:
"Roteiro de viagem pela Provence"

  1. juliana - 13/06/2013

    Dri, como vcs fizeram c. as sonecas dos mais velhos? onde eles dormiam? uma coisa que me travava em viagens era o fato de que os meus filhos so dormiam no berco, no escurinho e tinham a rotininha da soneca. Nunca conseguimos viajar c. eles sem mexer nisso, prejudicando a soneca e dando uma certa dor de cabeca na volta. A solucao foi que nos 1os anos so viajamos p. locais onde pudessemos voltar no meio da manha e da tarde.

    Sua menininha e mto fofa, ela nunca passou por fases em q nao dorme bem de noite? como vcs administram isso nas viagens? nao ficam acabados?

    obrigada, beijos

  2. juliana - 13/06/2013

    Dri, como vcs fizeram c. as sonecas dos mais velhos? onde eles dormiam? uma coisa que me travava em viagens era o fato de que os meus filhos so dormiam no berco, no escurinho e tinham a rotininha da soneca. Nunca conseguimos viajar c. eles sem mexer nisso, prejudicando a soneca e dando uma certa dor de cabeca na volta. A solucao foi que nos 1os anos so viajamos p. locais onde pudessemos voltar no meio da manha e da tarde.

    Sua menininha e mto fofa, ela nunca passou por fases em q nao dorme bem de noite? como vcs administram isso nas viagens? nao ficam acabados?

    obrigada, beijos

    Dri, como vcs fizeram c. as sonecas dos mais velhos? onde eles dormiam? uma coisa que me travava em viagens era o fato de que os meus filhos so dormiam no berco, no escurinho e tinham a rotininha da soneca. Nunca conseguimos viajar c. eles sem mexer nisso, prejudicando a soneca e dando uma certa dor de cabeca na volta. A solucao foi que nos 1os anos so viajamos p. locais onde pudessemos voltar no meio da manha e da tarde.

    Sua menininha e mto fofa, ela nunca passou por fases em q nao dorme bem de noite? como vcs administram isso nas viagens? nao ficam acabados?

    obrigada, beijos

    • Adriana Miller - 13/06/2013

      Oi Juliana,
      Bem, cada um dos 4 tinham uma rotina completamente diferente do outro, e foi impossível acomodar todo mundo, o tempo todo.
      Quem acaba se preocupando mesmo sao os pais – crianças sao super adaptáveis a qualquer situação!
      No nosso caso, cada um deles dormia onde dava, por quanto tempo desse. As vezes era 1 hora na cadeirinha do carro, as vezes era a tarde toda no carrinho enquanto andávamos pelas cidades, e as vezes so meio horinha enquanto tomávamos um cafe, e sinceramente nenhum deles se afetou demais com essas mudanças da rotina. As vezes rolava de um ou outro ficar mais reclamão, mas ao mesmo tempo eles estavam todos tão animados com a viagem, os passeios e as outras crianças que acabavam esquecendo da soneca.
      Aqui em casa sempre tivemos essa preocupação de nao deixar a Isabella muito “escrava” de uma rotina muito especifica. Por exemplo, ela nao dorme de tarde com o quarto escuro nem quando estamos em casa sem fazer nada. Sonecas durante o dia sempre sao com as cortinas abertas, portas abertas e barulho normal pela casa. E quase rodos os dias (clima de Londres permitindo!) uma das sonecas dela é na rua, no carrinho ou no canguru.
      E na verdade, pra mim, as viagens sao o de menos.
      Quero que ela tenha uma estrutura e uma rotina (pq crianças realmente precisam disso!), mas sem muitas amarras, pelo bem de nosso dia a dia!
      Como nao tem ninguém que possa ficar a disposição das sonecas dela todo dia (baba, avo, empregada, ajudantes e afins…), tivemos que criar esse “habito” de flexibilidade; afinal, preciso sair de casa pra resolver coisas, fazer compras pra casa, me exercitar ou simplesmente tomar um cafe com as amigas – e ela vai junto em tudo :-)
      Quando é hora de dormir, ela dorme onde estiver.
      E seja em casa ou na rua, ela sempre dorme nos mesmos horários e a mesma duração, entao sei que ela nao precisa de X ou Y pra conseguir descansar bem.
      Entao quando eventualmente viajamos, esse habito ja existe e ela nao estranha.
      E foi a mesmíssima situação com todas as outras 3 crianças da casa.

  3. Amanda Roth - 13/06/2013

    Dri,
    eu considero o blog um espaço de troca de experiências, vivências e opiniões. Às vezes concordo, outras não…claro. Mas isso que acho bacana, ver os diferentes pontos de vista de cd um :-)
    E lendo teu comentário Dri sobre a rotina da Bellinha me lembrei de como tem gente que vira “escrava” de algumas regras se auto impõem ao bebês. E digo auto pq na maioria das vezes são os pais que criam isso…
    Concordo com o que tu disseste sobre levar uma vida “normal”, seguir com os afazeres que temos e na medida do possível deixar os filhos confortáveis.
    Bom…mais uma vez me alonguei no comentário :-D
    Bjks!!!

  4. Lisa - 13/06/2013

    Oi Dri,

    Estou programando de ir no inicio de setembro com meu filho de 5 meses, adorei ver que vocë viajou com sua filha! Vocë ficou hospedada em que cidade? Queria saber também a epoca do ano que foi…
    Bjs, Lisa