26 Jun 2013
15 comentários

Irlanda do Norte

Belfast, Dicas de Viagens, Irlanda (do Norte)

A Irlanda do Norte é o 4ª país do Reino Unido e o único localizado numa ilha separada dos demais (os outros 3 países – Inglaterra, Escócia e País de Gales também são conhecidos como Great Britain, ou Grã Bretanha, pois estão localizados na ilha principal, a Ilha Britânica).

Basta conhecer um pouquinho da história do reino pra perceber que os 4 países são super diferentes uns dos outros. A língua, moeda, Rainha (e as estradas do lado errado!) são os mesmos, mas cada um tem sua cultura, história e particularidades – e ái de quem generaliza-los!

Mas dos 4, acho que a Irlanda tem a história (recente) mais conturbada. A começar pelo fato de que existem duas Irlandas na mesma ilha: a República da Irlanda, cuja capital é Dublin e é independente apenas desde 1922. E a Irlanda do Norte, que ficou com apenas 6 das 32 províncias da ilha Irlandesa e se manteve parte do Reino Unido.

E pra quem viveu os anos 80 e 90, quem não se lembra do IRA (Irish Republican Army – o Exército Republicano Irlandês) e seus atos de terror, protesto e revoluções nas ruas de Belfast e Dublin?

E claro, sem mencionar a eterna guerra entre Católicos (predominantemente no sul da Ilha, que hoje é a República) e Protestantes (o norte da Ilha, parte do UK) – que até hoje ainda é motivo de discussões calorosas entre os Britânicos (onde a grandíssima maioria segue a religião protestante “Anglicana“).

Mas culturalmente falando, eu achei as duas Irlandas bem parecidas: as mesmas piadinhas (anti-Ingleses!), os trevos de 4 folhas e doendes em todos os cantos. A cultura de pubs, a cerveja Guiness e as cidras (minha parte preferida!).

Screen Shot 2013-06-25 at 17.49.38

E o clima?! Aff, nos fez até achar o clima de Londres ótimo e super tranquilo (engraçado que minha viagem pra Dublin ha quase 8 anos atrás foi exatamente assim, de enlouquecer!) – em questão de segundos passávamos de um super sol, pra chuva de granizo, pra sol de novo, e ainda com sol um chuvisco… e recomeçava tudo de novo!

Mas uma diferença ficou bem óbvia: sem dúvida alguma, eles são UK!

A bandeirinha “Union Jack” do Reino esta em todos os lugares, até nas cidadezinhas mais remotas que passamos. Enquanto os Escoceses e Galeses gostam de manter uma certa distância e nem sempre se consideram “British”, os Irlandeses são bem diferentes – que é uma herança óbvia dessa separação relativamente recente da ilha.

A paisagem é de tirar o fôlego – muito verde, muitos campos e uma costa rasgada pelo mar impiedoso do mar do norte.

Na viagem que fizemos para o norte da ilha – ainda mais chuvoso e com mais vento que Belfast! – o Aaron comentou “que pena que esta tão nublado!”. mas a medida que começamos a dirigir me dei conta que esse céu cinzento dá o caráter típico das paisagens da Irlanda, e o que encontrei, foi exatamente o que imaginava! Claro que os dias de sol existem, mas as fotos precisavam de um céu super nublado!

O verde, o vento, as ovelhas e as ondas quebrando na costa – uma eterna ressaca! – foram a paisagem perfeita da Irlanda do meu imaginário!

E pensei: Como pude morar na Inglaterra ha 8 anos e nunca ter conhecido a Irlanda?!

Dicas para viajar pra Irlanda do Norte:

– Belfast é a capital e principal cidade da Irlanda do Norte, e apesar de ter outros aeroportos, o mais fácil é voar via Belfast – que tem 2 aeroportos: o Belfast International, que é bem grande – e afastado da cidade – onde chegam e saem a maioria dos voos internacionais. E o Belfast City, que fica bem no centrinho da cidade, com um perfil mais business e atende principalmente voos vindos de outras partes do UK e das principais capitais Europeias (nós voamos pelo City e foi ótimo).

– Para explorar Belfast não é preciso carro. Um táxi do aeroporto ao centro custa menos de 10£ Libras, e existem várias opções de ônibus ao longo do dia, por bem menos!

– Como nós também íamos explorar o norte, alugamos um carro pela Budget Rent a Car, lá no terminal do aeroporto mesmo (reservei on line antes, pela Expedia) e custou apenas 15£ por dia. Porém se sua intenção for cruzar a fronteira com a República da Irlanda, a burocracia de alugar um carro piora um pouco (e o preço também!).

– Assim como o resto do Reino Unido, Belfast não é das cidades mais baratas, e me surpreendi com os preços das acomodações (e não esqueça que eles também usam a Libra!)! Então ficamos hospedados no Ibis Queen’s Quarter, que tecnicamente é fora do centro da cidade, mas a cidade é tão pequena que bastaram 5 minutos num ônibus que chegávamos no centrão da cidade!

– Apesar de que tecnicamente já é verão, a estação não marca muita presença por lá! Em meados de junho, pegamos temperaturas na casa dos 15 graus, com muito vento e chuva que vai e volta o dia todo! Então é imprescindível levar jaquetas, várias camadas de roupa, sapatos que além de confortáveis, aguentem bem a chuva, e claro, guarda-chuva! (e capa de chuva pro carrinho da Isabella!)

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
15 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
15 comentários
  1. Marta FG - 26/06/13 - 12h14

    Bom dia Dri,

    Já faz algum tempo que a República da Irlanda faz parte do meu rol de viagens desejadas. Contudo, a Irlanda do Norte nunca fez (talvez, pelo facto das antigas noticias de violência do IRA)!

    Dirigir errado na estrada, como? Não é como na Inglaterra, à esquerda?

    Bj

    Responder
    • Adriana Miller - 26/06/13 - 14h11

      Sim, exato!
      Mas como não dirigimos aqui em Londres, não estamos acostumados com a mão Inglesa (e Irlandesa, Escocesa, Galesa…) :-)

      Responder
  2. Ariana - 26/06/13 - 12h59

    A Irlanda do Norte é uma país sensacional. Já fui duas vezes e voltaria com certeza. Existem belezas que só encontramos na Irlanda: as duas!

    Responder
  3. Leonardo Belmonte - 26/06/13 - 14h17

    Adriana, bom dia!

    Por favor, coloque mais fotos dos lugares que você conheceu :) e se puder também conte um pouco mais o que você viu de legal por lá.

    bjs!

    Responder
    • Adriana Miller - 26/06/13 - 14h29

      Claro! Muitas fotos e detalhes nos próximos posts! :-)

      Responder
  4. Tânia - 26/06/13 - 14h43

    Os ímanes da primeira imagem, e os chapéus dos Duendes são fascinantes!! quero para mim também! :)

    Responder
  5. Silvia Lupi - 26/06/13 - 16h16

    Olá Adriana!!
    Estou amando seu blog, com dicas para lá de interesantes para quem quer conhecer o mundo!!!
    Parabéns pela qualidade, acessibilidade e facilidade com que escreve.
    bjo

    Responder
  6. Nah - Pra Ver em Londres - 26/06/13 - 18h07

    Que post lindo, Dri. O texto ficou excelente. Parabéns. Aguardo ansiosa os próximos pra poder ficar tão encantada quanto você ficou.
    Beijos

    Responder
  7. Gabi - 26/06/13 - 22h45

    A cada post seu, é uma viagem a mais na agenda, rs!
    Acompanho demais seu blog, Dri!

    Responder
  8. Igor Irani - 26/06/13 - 23h36

    E esse foi ao vivo Dri?? Amo a Irlanda, mas nunca pensei em conhecer a do Norte, shame on me!

    Responder
  9. Ana Audun - 27/06/13 - 08h52

    Também achei Belfast super cara, mas como eu amo Game of Thrones e queria ver onde filmaram a série tive que ir. Essa coisa de UK e Irlanda, é uma confusão as vezes trocava as bolas e o meu primo que mora lá reclamava comigo haha. Bom passeio para vcs e ah se for em Dublin passa no Elephant pub é a melhor costelinha que já comi na vida.

    Responder
  10. Michelle - 13/01/14 - 21h36

    Dri muito útil seus comentários! Estou pensando em visitar a Irlanda chegando por Dublin e alugar um carro para ir a Cliffs, parar em Galway e seguir viagem para Giants Causeway, parar em Belfast e voltar para Dublin (de onde parte meu vôo) . Você comentou que se sua intenção for cruzar a fronteira com a República da Irlanda, a burocracia de alugar um carro piora um pouco (e o preço também!). Pode me ajudar a entender um
    Pouco melhor? Burocracia como? Preciso de visto ou alguma permissão específica para cruzar Irlanda do Norte pra Dublin? Muito obrigada pela atenção e continue dando dicas!é muito difícil achar bons materiais da Irlanda então suas dicas são valiosas! Abraços!

    Responder
    • Adriana Miller - 13/01/14 - 21h43

      Burocracia chatinha mesmo.
      Não são todas as locadoras que permitem que vc cruze a fronteira, é necessário um seguro especial e apesar de não ser necessário visto, a fronteira é controlada (mas não sei detalhes pois nunca cruzei).
      Provavelmente será mais simples rezar a fronteira de ônibus ou trem, e ir alugando carro aqui ou ali pra fazer passeios específicos.
      (Mas com certeza com uma boa pesquisa você consegue achar uma locadora que cruze a fronteira, ter mais informações sobre a fronteira e afins. É um processo chato e burocrático, mas nao impossível).

      Responder
  11. Hugo Lima - 11/07/14 - 03h26

    Oi Dri,

    Parabéns pelo seu blog!! Simplesmente fantástico!! Ele tem sido a “bússola” da minha família quando viajamos. Você escreve muito bem (além de ser ótima fotógrafa)!!

    Meu nome é Hugo Lima, tenho 24 anos, sou de Belo Horizonte e pretendo aprimorar meu inglês na Irlanda.

    Ocorre que minha namorada (estudante de arquitetura) vai no início de setembro para Belfast, como bolsista do “Ciências sem Fronteiras”. Esse programa paga todas as despesas dela (desde o ano do curso de arquitetura na faculdade de Ulster, em Belfast) até as viagens a passeio!! Já eu, poderei ir para a Irlanda somente depois de dezembro (quando terminar a graduação de direito) e pretendo ficar um ano por lá.
    Na verdade, falo um inglês intermediário (quero ir para aperfeiçoá-lo e ter a experiência de morar fora), além de poder viajar pela Europa, pois conheço apenas Londres e Berlim. Não sei se o fato de ser fluente no espanhol e italiano iriam me ajudar a conseguir empregos na Irlanda, (tomara)!! É que, no meu caso, tenho que me “bancar” em tudo pois não pude me aplicar no programa “Ciências sem Fronteiras” já que esse não contempla meu curso.

    Pelo que ando pesquisando, em Dublin está difícil de conseguir trabalhos (devido a grande presença de estrangeiros e da crise econômica). Em contrapartida, caso se consiga, não existe o rigor das exigências do Reino Unido. Ou seja, pode-se trabalhar mais, tipo umas 40 horas por semana (nas férias), depois de ter feito os 6 meses do curso de inglês, (e durante o curso, são 20 hs). Tive informações que o custo de vida em Belfast é mais reduzido que em Dublin (não sei como porque lá a moeda é a libra), mais valorizada que o euro!!. Porém, segundo uma agência de viagem daqui de BH, não é permitido que estudantes trabalhem (pelo menos legalmente) em Belfast. Isso acontece porque, como você sabe, essa capital fica na Irlanda do Norte (pertencente ao Reino Unido e segue suas exigências). Desconheço se em Belfast há tantos brasileiros quanto em Dublin (já que para aperfeiçoar o inglês o melhor a fazer é não conversar em português). Sei que essa cidade fica a duas horas e meia de ônibus de Dublin e que o processo de visto para Dublin é mais simples que para Belfast.

    Preciso começar a planejar minha viagem (isso significa inicialmente comprar o curso de inglês e passagens) e para tanto preciso decidir qual cidade (Dublin ou Belfast) seria mais vantajoso para mim. Não tenho conseguido informações sobre Belfast com a mesma facilidade que tenho tido de Dublin e tampouco conheço alguém que esteja lá para perguntar. Contudo, tenho que pesar os prós e os contra de cada lugar para então poder escolher com mais propriedade…

    Você teria informações sobre Belfast? Como por exemplo: o custo de vida, se lá é permitido ao estudante trabalhar, se existem tantos brasileiros quanto em Dublin, como é a cidade (se é interessante como Dublin), etc. E ainda, outra dúvida: você já ouviu alguém mencionar sobre qual é o tempo médio que os estudantes tem demorado para conseguir emprego em Dublin (sei que essa informação é de difícil resposta visto variar de pessoa para pessoa), mais é importante saber disso para me programar em termos financeiros. Ou seja, estou cheio de dúvidas entre qual cidade escolher para fazer o intercâmbio!!

    Assim, qualquer informação me será de grande valia!!!

    Agradeço imensamente sua atenção!!!

    Um abraço,
    Hugo Lima

    email: hcamargoslima@gmail.com
    skype: hcamargoslima

    Responder
  12. […] alugamos um carro (como contei aqui), se seguimos pelo caminho mais longo, pela estradinha costeira “Causeway Coastal […]

    Responder