14 Jan 2014
27 comentários

Como arrumar a mala para uma viagem no frio: edição crianças e bebês

Baby Everywhere, Dicas (Praticas!) de Viagem, Dicas Aleatorias & Genericas, Fazendo as Malas, Viajando com crianças

Algumas leitoras com filhos me pediram pra falar sobre como vestir as crianças para viagens no inverno Europeu (ou viagens no frio em geral).

A Isabella nasceu no auge do inverno Inglês, mas mesmo assim poucos dias depois já estávamos sassaricando por ai com ela!

Afinal, como dizem por aqui, “Não existe frio, existem apenas pessoas que não sabem se vestir para certas temperaturas” – então independente da idade do viajante, basta saber se vestir direitinho e o fator “temperatura” da viagem pode ser minimizado.

Uma coisa engraçada que vejo aqui e comparo muito com o Brasil eh a falta de percepção com as temperaturas que não estamos muito acostumados, principalmente quando o assunto são as crianças.

Enquanto que no Brasil basta bater um ventinho pra todo mundo ficar achando que as crianças vão pegar “friagem”, aqui é justamente o contrario, e a tendência é sempre achar que eles vão morrer de calor! Quando a Isabella nasceu eu praticamente levei uma bronca de uma das enfermeiras por que o quarto dela estava muito “quente” (o termômetro do quarto marcava 21 graus) e calor demais era prejudicial aos bebês, e ela nunca ia conseguir mamar e dormir num ambiente tão quente (oi?!), e ainda me deu a recomendação “se sua filha estiver chorando demais sem explicação, tente retirar uma camada de roupa. Com certeza ela estava com calor” (oi?! 2).

Enquanto isso no Rio de Janeiro, quando o termômetro do ar condicionado do quarto da Isabella marca 23 graus, já fica todo mundo querendo colocar roupas e cobertores extras achando que ela vai pegar um resfriado.

Ou seja, é tudo relativo!

Mas no geral minha filosofia para vestir a Isabella no frio é a mesma que eu e o Aaron usamos: nos vestimos em camadas e com os materiais certos para o inverno (que eu já tanto falei nos posts sobre como fazer uma mala para viajar no frio).

IMG_1937

Ate porque, com bebes e crianças a sujeira é um fato: seja uma fralda explosiva, seja uma golfada, papinha que voou longe, ou se arrastando pelo chão dos lugares, então ao vesti-los com varias camadas diferentes, fica mais fácil ir trocando uma coisa de cada vez, a medida que uma ou outra peça se sujam.

Começe pela base, pelas roupas que ficaram em contato com a pele do bebê.

Com a Isabella, o primeiro de tudo sempre eh um body, sem pernas, de manga curta ou longa. Eu uso bodies de algodão normal, pois ela ainda não se mexe muito (engatinha, mas ainda não anda nem corre), então não tem muito problema de ficar suada/úmida por baixo da roupa em contato com a pele (que é o fato mais importante tanto para adultos quanto crianças – a camada em contato com a pele sempre sequinha).

Para crianças mais velhas, sempre é melhor usar como base roupas de material térmico ou “tecnológico” que ajude a repelir suor/umidade da pele e deixem o corpo respirar (porque mesmo com frio, as crianças não param quietas e invariavelmente vão suar por baixo de tudo).

Marcas como a Uniqlo (que sempre falo por aqui nos posts sobre roupas térmicas e tecnológicas), ou lojas de esporte ou especializadas sempre tem uma seção infantil com ótimas opões de roupas.

IMG_2272

Depois dessa base eu coloco uma camiseta/blusa com alguma casaquinho por cima (cardigan de linha/lã ou moleton) e uma calça comprida.

Para a calça, se estiver muito frio, opto por aquelas calcas tipo “pijama”, com pezinho (pois ela ainda não anda, então tecnicamente não precisa de sapatos, então também evita que perca sua meia por ai), ou uma meia calça por baixo, para que a pele não fique exposta no tornozelo quando pegamos ela no colo.

A camada final é uma jaqueta de nylon/impermeável/corta vento, de preferência com capuz, que vai proteger o torso e braços dela.

IMG_1776

Na parte de baixo e pernas eu acho essencial usar um “footmuff” no carrinho (que é essa “capa” acolchoada e térmica que encaixamos no carrinho nos meses de frio), pois com cobertores “soltos” eles acabam chutando, tirando do lugar, perdendo e sujando demais. Além disso, a maioria dos footmuffs também tem proteção anti chuva e anti vento (além de deixar o carrinho super confortável e aconchegante nos dias frios! Morro de inveja! Hehehe).

O Footmuff que usamos pra Isabella eh o da própria marca do carrinho (Bugaboo), então se encaixa direitinho na base, sem ficar saindo do lugar ou escorregando (quando ela era recém nascida – ate uns 6 meses – usamos a versão “Cocoon” e agora usamos o footmuff “Polar”).

Mas pra quem não quiser fazer um investimento alto (afinal não é o tipo de coisa que seria útil no Brasil), a John Lewis, Mothercare e Amazon vendem versões bem baratinhas!

E em Londres outro acessório importantíssimo do carrinho é a capa de chuva – e muitas vezes também uso a sombrinha, que apesar de ser um acessório de verão, como o tecido é impermeável, acabo usando de guarda chuva quando esta só chuviscando (e o footmuff tb é impermeável, então ela fica sequinha).

E por fim, um bom gorro, que proteja bem a cabeça e orelhas do bebê/criança.

IMG_2274

Geralmente eles odeiam, e a Isabella passa hooooras entretida tentando arrancar o gorro, mas principalmente os bebes que não tem muito cabelo pra proteger a cabeça, e é a area do corpo que eles mais perdem calor. Além de que quando o frio pega mesmo, as orelinhas fininhas dos bebes congelam em segundos, além de que o frio também pode causar dor de ouvido (que pode se transformar num problema serio).

Outro acessório recomendável na “teoria”, mas que não funciona muito bem na “pratica” são luvas. Ao mesmo tempo que acho importante que as crianças usem luvas (pois assim como as orelhas, são áreas finas nas extremidades do corpo, que “congelam” rápido), a realidade eh que eles precisam das mãos livres pra brincar, pegar nas cosias, e os bebes mais novinhos não tiram as mãos da boca (e pior que não usar luvas, só mesmo luvas molhadas – e geladas – de baba!).

A Isabella tem algumas luvas, mas só (tento) usar em casos extremos, e sempre dou preferência a modelos que tem uma cordinha pra amarrar no punho da criança (então mesmo quando elas tirarem as luvas pelo caminho, elas não se perdem, pois estão amarradas nos braços! Genial!).

Outra opção são os “hand warmers”, que são mini aquecedores para as mãos, que podem ser colocados nos bolsos dos casacos de crianças maiores.

IMG_2516

E claro, não esqueça de proteger bem os pés das crianças que já andam!

A recomendação é a mesma que adultos, mas para crianças os melhores modelos são emborrachados e com forro/pelos por dentro – assim os pés e dedinhos ficam bem protegidos por dentro, mas você não precisa de preocupar com meias molhadas quando eles pularem em cheio na poça de lama ou agua de chuva no meio do parque!

Para um frio mais extremo, que envolva muita neve ou chuva, e principalmente se a criança já andar e for ficar muito tempo fora do carrinho (e do quentinho do footmuff), uma ótima peca pra se ter a mão são os “bodysuits”, que é tipo um casacão fofinho e impermeável, porem com modelo de macacão, então também protegem as pernas (e alguns tb cobrem as mãos).

A Isabella tem uns modelos “fofinhos” com fleece e pelúcia, mas agora que gosta de ficar fora do carrinho, engatinhar afins, também tem um modelo impermeável (pra poder se sentar na neve, nos brinquedos molhados da pracinha, ou na grama úmida, sem ficar encharcada – e molhada!).

IMG_0878

Mas de maneira geral eu prefiro os modelos de material impermeável, pois são mais fáceis de limpar (se cair comida na pelúcia do casaco, já era, e a criança vai passar o dia todo de roupa suja, mas se cair comida num casaco de nylon, basta passar um paninho, e e ele estará pronto pra outra).

Aqui em Londres é super fácil achar roupas apropriadas de frio para bebes e crianças, e todas as lojas que indiquei no post sobre compras de enxoval em Londres terão ótimas opções, nos mais variados preços.

Mas não esqueça que crianças perdem roupas super rápido, então mesmo se você viajar bastante para lugares de frio e quiser “investir”, provavelmente as pecas já não serviram em seus filhos na próxima viagem!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
27 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
27 comentários
  1. Marta Cavalcanti - 14/01/14 - 22h43

    Dri, sei que n é o foco do post, mas preciso dizer q suas dicas de roupas de frio me salvaram na última viagem q fiz ano passado à NY, primeira vez na vida q peguei frio (e neve!) de verdade. Como vc é só elogios pras roupas da Uniqlo, corri numa loja assim q cheguei lá, e o casaco q comprei foi a MELHOR compra da minha viagem, junto com as ”segundas pele” da marca :)) Realmente a bendita tecnologia japonesa fez toda a diferença…

    Beijos na família everywhere :****

    Responder
  2. Jose - 15/01/14 - 00h28

    Dri, vc é tão cuidadosa. Inspiração para as mamães

    Eu gostaria de saber qual é o modelo do seu aparelho de ginástica, é elétrico ou não? que barriguinha seca é a sua heim! Tu faz abdominal?

    Dri faz um post falando sobre seus cuidados antes, durante e depois da gravidez com dieta/exercícios físicos.

    Responder
    • Adriana Miller - 15/01/14 - 06h33

      Oi Jose,

      Nao é elétrica nao (ou seja, nao tem tomada).
      Nao sei qual a marca certinha, mas a etiqueta diz “V-Fit”.
      Deu pra perceber que nao comprei pela marca né…. Hehehe

      Responder
      • Jose - 15/01/14 - 13h06

        Estou doida para comprar um mas, é tanta gente metendo o bedelho que o mecânico não presta, não é bom, não funciona que eu quase desisti.
        O povo acha que tenho espaço e $$$ pra montar academia em casa… só que não é bem assim. Li que o gasto calórico desse tipo de aparelho é ótimo.
        Eu quero algo pra exercitar não gosto de academia e caminhar nesse calorão não dá.
        O seu trabalha os braços também?
        Pagar caríssimo num aparelho pra quê, com tantos sonhos de viagem que tenho ehehe… melhor investir alto em outra coisa ;-)

        Responder
        • Adriana Miller - 15/01/14 - 13h56

          Bem, acho que existem diferentes niveis de qualidade/preco.
          Realmente alguns mecanicos sao bem “travados” – nos fomos numa loja de esportes e tetamos um a um, ate achar algum que fosse bom (porem nao muito caro).
          Se nao me engano o nosso custou cerca de 150 Libras, praticamente o preco de 2 meses de academia por aqui! Entao valeu DEMAIS o investimento, pois ja usei muito mais vezes o que teria ido na academia.
          O nosso tb mexe os braco (mas eu nao gosto, entao nao uso), e nao sei sobre o gasto calorico, mas da pra suar bem! E como machuquei o joelho a uns anos atras e nunca mais consegui correr numa boa, o trnasport eh uma otima opcao de aerobico sem impacto.

          Responder
          • Jose - 16/01/14 - 01h42

            Muito obrigado Dr, eu tinha escrito um e-mail pra ti não precisa responder não ;-) Descarta o bichinho por favor.
            Acho que aqui vc já tira as dúvidas do todos ehehe
            Acabo de me decidir, vc como sempre muito atenciosa, muito obrigado
            Eu acho um super investimento. Não me dei bem com a esteira, achava monótona, minha vizinha implicava e era chato mesmo e tem também meu quadril problemático não rolou.

            Responder
            • Jose - 16/01/14 - 01h43

              Ops, muito obrigado Dri, engoli o “i” ehehe

              Responder
  3. Dayane - 15/01/14 - 03h14

    Ai, Dri.. (íntima) tem como não se derramar inteira vendo essa gostosura??? Eu era apaixonada pelo blog, mas aí veio a Isabellita( íntima demais) e agora só morro de amores por ela.kkkkk

    Felicidades.

    ps: E o beauty? sentimos falta.

    Responder
  4. Renata - 15/01/14 - 08h50

    Dri muito bom esse seu post sobre como andar por ai no inverno com a criançada, só achei importante referir que é muito importante também hidratar muito bem o rosto do bebê/criança, pois é a parte que fica mais exposta e para os pais que não estão habituados às baixas temperaturas não se lembram ou não sabem, eu uso desde recém nascida na minha filha no inverno o Cold Cream da Mustela que eu acho muito hidratante e forma uma camada protetora para que a pele não fique queimada e o lip balm eu uso o Eucerin, para o meu mais velho de 10 anos uso o LetiAT4. Beijinhos !

    Responder
    • Adriana Miller - 15/01/14 - 09h38

      Otimo ponto!
      Tambem uso o Cold Cream stick da Mustela e nao sai da bolsa de fralda, pra nao esquecer de passar nunca!

      Responder
  5. PatriciaUk - 15/01/14 - 08h59

    Tudo muito relativo – vc tbem vai perceber que a Isabella vai ficar muito menos doente que seus conterraneos brasileiros, no entanto que meus meninos nunca precisaram fazer inalacao (coisa que arece que brasileiro nao vive sem e aqui nem existe), no sabado agora, nos fmos andar de bici e mais tarde no skype com meu irmao disse a ele o que a gente tinha feito e ele: mas nao ta muito frio para pedalar? (acho que tava uns 6 graus) – se a gente for pensar assim nao faz nada por uns 8 meses!!! E o negocio de sapato? Mas me enchiam o saco qdo o Tamer tinha 1 ano e ele nao tinha sapatos??? So fui comprar la no Clarks qdo ele estava andando bem, o que eh o recomendado. Ele tbem eh super calorento, 15 graus para ele ja eh tempo de usar so camiseta!!

    Responder
    • Adriana Miller - 15/01/14 - 09h20

      Hahahah!
      Exatamente, sapato pra que?! Ela ate tem alguns, todos que ganhou de presente (e usa so pra fazer pose pq dura nos pes dela no maximo uns 20 segundos), mas nao usa mesmo nenhum deles.
      E eu nao pretendo comprar nenhum ate que ela ja consiga andar bem.
      Sobre essa coisa de clima, eh mesmo muito engracado… acho que fico tao chocada quando vejo conhecidos comentando no facebook que os filhos nao foram pra escola porque “estava muito frio” (no Rio de Janeiro!!! Oh ceus!), quanto sei que os amigos no Brasil ficam chocados de saber que as criancas aqui vao pro parquinho mesmo quando esta na chuva e a creche deixa as criancas brincarem no jardim mesmo no inverno/chuva/neve…
      A ocasiao faz o ladrao, e cada um se adapta como pode :-)

      Responder
  6. Alice - 15/01/14 - 09h45

    Adoro quando vou na Europa no frio e vejo esse monte de mini pacotes pra lá e pra cá, faça chuva ou sol! É muito fofo as crianças vestidas assim ownn

    Responder
  7. Amanda Roth - 15/01/14 - 10h45

    Dri,
    achei muito bacana o post, mas com certeza ele se aplica mais para quem acha que 21 graus é frio!
    Eu moro em Porto Alegre e lendo alguns comentários que tu fizeste que os cariocas falam acho muito engraçado.
    É óbvio que aqui não faz tanto frio quanto na Inglaterra, mas faz muito mais do que na maioria do país.
    Agora concordo contigo que o importante é saber se vestir para o frio, sou suspeita pq curto muito mais inverno do que verão…
    Devo estar meio chata pedindo posts, qualquer coisa fala! Mas gostaria também de pedir um com tuas dicas de exercícios. Tu comentaste que tens uma academia em casa, te importaria de mostrar como vcs organizaram, quais equipamentos consideraram essenciais e que critério tu usas para estabelecer um treino?
    Um beijão!

    Responder
    • Adriana Miller - 15/01/14 - 11h15

      Pois eh! Tudo relativo! :-)

      Sobre meus exercicios, o termo “academia” eh um super upgrade pro esquema que temos em casa! Hahahahaha
      Vou tentar fazer um post sobre isso, mas sei la… em tempos de “Insta-fitness” e essa febre de geracao saude que tem assolado as midias sociais, nao sei se tenho muito a contribuir nao…

      Responder
      • Jose - 15/01/14 - 13h01

        Oi Dri, eu adoraria que vc fizesse um post ehehe
        Essa febre de fitnes doideira não é sua vibe acredito eu, porque essas coisas que explodiram é muita loucura, whey protein em tudo e pra tudo. Na minha opinião se vc fizer, contribuiria muito para os normais, que comem bem, gostam de comer e de exercitar sem nenhum neura.
        Sua rotina mesmo, aparelhos e tal ehehe
        Tens um corpo lindo, principalmente logo após ser mãe.

        Responder
  8. Virgínia - 15/01/14 - 11h41

    Excelente post!!!! Nem me fale nesse negócio de ficarem obrigando a colocar uma blusa. Minha mãe é mestre em achar que meu filho “não tem roupa e está pouco agasalhado”. Quanto ao footmuff eu comprei o da maclaren, marca do carrinho aqui e não me arrependo. Foi bastante usado no inverno na serra (Campos do Jordão não é Londres! mas em julho está quase sempre abaixo de 13/15 graus. Rs). Também foi útil na escala em NY. Recomendo.

    Responder
    • Adriana Miller - 15/01/14 - 12h01

      COmprar o footmuff da mesma marca que o carrinho eh sempre uma otima ideia, pois “encaixa” melhor e nao corre o risco de ficar escorrengando do assento, ou atrapalhando o cinto de seguranca, arrastanto pelo chao ou rodas do carrinho ou o que mais possa acontecer!

      Responder
  9. Amanda Roth - 15/01/14 - 12h08

    Dri,
    Pois sabe que eu acho que justo o “valor” do post seria o de mostrar uma opção saudável de exercícios, sem “nóias” nem extremismos de #instafitness.
    Ou seja, de algo mais “caseirinho” mesmo :-)

    Responder
  10. Daniela Santos - 16/01/14 - 06h15

    Dri!! O que vc acha das galochas de borracha? Pra comprar pra viajar, tanto em frio de muita neve quanto em dias de chuva e frio de outono? Eles lançaram umas de salto antiderrapante e bem grosso, tanto pra crianças quanto para adultos. Mas ai fico pensando na questão de deixar sempre a pele sequinha… Tens experiência com esse tipod e material??

    Ps: vi seu video do metro de Londres e amei, o melhor que agora os post também tem “voz” =D

    Responder
    • Adriana Miller - 16/01/14 - 08h55

      Para dias de chuva, é uma ótima idéia, tanto para adultos quanto crianças.
      Mas para frio e neve, é uma PESSIMA idéia!
      Por mais que deixe o pé “seco”, as galochas nao respiram, então o pé fica sempre úmido por dentro (pior sensação no frio), e tem praticamente zero isolamento térmico, então apesar de nao deixar a neve entrar no seu pé, a sensação é de estar com os pés direto na neve. A borracha fica congelada, e é muuuuuito desconfortável!

      Te digo isso pq já cometi esse erro (procura uns posts antigos de Zurique, o taaaanto que reclamei da minha Hunter!) e sofri demais numa viagem onde o único par de sapato que levei foram as galochas e passei muito mal de frio!

      Temperatura ok e clima molhada = perfeição.
      Se estiver um pouquinho mais calor, ou um pouquinho mais frio as galochas são torturantes!
      (Mesmo aqui em Londres que esta sempre meio chovendo e chuviscando, eu uso as minhas super pouco).

      Responder
  11. Livia Francesconi - 18/01/14 - 16h36

    Dri ótimo post! Minha baby nasce agora em março e queremos fazer algumas viagens com ela no inverno e queria saber o que era uti ou não comprar assim como os acessórios p carrinho no frio!
    Sem querer pedir mto mas vi em outros posts que nos comments vc iria fazer um post sobre o que realmente comprou p Isabella e usou! Será que é pedir demais que ainda faça? Rs pq com tanta coisa p comprar a gente fica meio perdida!
    Um bjaooo

    Responder
  12. […] se vestir – Como arrumar a mala para uma viagem no frio: edição crianças e bebês [Dri Everywhere] – Como se vestir no inverno de Londres / Europeu [Dri Everywhere] – Como se vestir […]

    Responder
  13. Fernanda - 09/07/14 - 18h11

    Oi Dri!!!! Dicas preciosíssimas as suas! Deixa eu ver se entendi: vc coloca
    1- body
    2- camiseta
    3-calça com pézinho (1 calça só? De algodão?)
    3- cardigan ou casaquinho
    4- jaqueta
    5- gorro/luvas

    Vamos para Barcelona em Novembro (Outono), e estará friozinho!
    Vou atrás de um footmuff urgente rsrs
    Parabéns pelo blog inspirador!
    Bjinhos

    Responder
  14. Carolina - 24/05/16 - 13h16

    Olá,
    Adorei seu post.
    No Brasil eu acho bem difícil encontrar roupas adequadas para o frio. Além de caras, não são nada práticas.
    Um comentário sobre sapatos, minha filha ganhou mais de 20 pares…. Quando vou usar, não sei! 😁
    Ganhamos muitas roupas lindas, porém nada práticas e inadequadas para a época do ano. Faz frio em Porto Alegre agora.
    Abraços

    Responder
  15. Luiza - 08/08/16 - 17h36

    Olá! Vou para a Áustria em outubro. Media 5-15 graus
    Bebe terá 1 ano 2 meses, muito grande para idade, já veste 2 anos. Vc indica a primeira camada de blusa e calça térmica? Ou o body e calças de algodão mesmo?? Obrigada!

    Responder
    • Adriana Miller - 08/08/16 - 17h45

      Ambas opções são boas – escolha o que for mais prático pra você (pra trocar fraldas na rua etc.
      Esses temperaturas ainda não são muito baixas, então com um bom casaco/footmuff no carrinho, seu bebe ficará bem protegido!

      Responder