16 May 2014
10 comentários

Templos e palácios em Tóquio: Palácio Imperial, Parque Ueno e Templo Asakusa

Dicas de Viagens, Japão, Toquio

Ao longo dos anos, sempre que eu começava a planejar uma viagem pro Japão e saia lendo guias e blogs por ai, volta e meia eu lia alguma “dica” em relação e sempre começar a viagem por Tóquio em vez de Kyoto, e deixava isso meio de lado pensando “que diferença faz?”, certo?

Acabou que nossa viagem deu mais certo chegando via Tóquio por causa dos voos internacionais e saindo via Quioto por causa dos voos regionais, mas não tinha pensado muito sobre isso ate me sentir profundamente decepcionada com os templos de Tóquio, e uns dias depois me sentir maravilhada com os templos de Kyoto!

Então aqui fica minha dica reforçada: sempre comece sua viagem por Tóquio, e assim o impacto de chegar nos templos milenares de Kyoto será bem melhor!

Nossa primeira parada “histórica” em Tóquio foi o Palácio Imperial, no bairro Hybia, que fica bem no meio de um imponente parque, cercado por um lago artificial, e onde a família Imperial do Japão ainda mora.

14163258015_861bb0f1ec

Chegamos la junto com um grupo de estudantes uniformizados, tiramos muitas fotos enquanto dávamos voltas e mais voltas no parque sem entender onde ficava a entrada? Onde está a bilheteria?

13976609517_1e9e124564

Olha, demorou um bom tempo pra cair a ficha e finalmente encontrarmos a infomracao de que nao verdade o Palacio Imperial nao eh aberto a visitacao, e teriamos que nos contentar com com a mini vista disponivel em uma das pontes…

13976592799_5cfb2a9ddb

14159914831_7c3ae0acd9

Já num outro dia fomos em direção ao norte da cidade, para o parque Ueno, que hospeda o zoológico de Tóquio (ótimo para quem vai com crianças maiorzinhas!) e alguns templos e pagodas.

13976699940_4c723620b1

13976694049_0000db97e3

Passamos um bom tempo pelo parque que eh bem bonitinho e estava super florido com as Sakuras, e aproveitamos pra visitar alguns dos templos la dentro: Tosho-Gu (o dourado e mais bonito), Gojo (que tem algumas “portas” vermelhas), Kiyomizu e a Pagoda.

14183391473_9557b084e4

Nenhum deles eh de cair o queixo, mas achei o Tosho-Gu bem bonito, principalmente por estar bem ao lado do jardim de Peonias e a Pagoda, que cria uma “cenário” bem peculiar!

13976653550_f9a51d9b80

14163289975_74db146dd2

DSC09842

Outro templo interessante no parque Ueno eh o templo Gojo e seus “portões” vermelhos!

14183417673_3995b2911b

14140164646_1b6aa6887b

Por fim, ja no nosso ultimo dia em Tóquio fomos ate o templo Asakura, que segundo nosso guia de viagem era o mais bonito de Tóquio, e realmente não decepcionou!

13976815390_b0241d02f6

Mas não sei se ameeeei ir até lá não, pois achei tão fora de mão do resto da cidade, que apesar de bonitinho e tal, o tempo que gastamos pra achar e chegar até lá foi muito maior do que o tempo que passamos por lá…

14160116731_2cf9513781

Apesar de bem pequeno – e lotado! – tanto o templo, quanto a pagoda e o imponente portão de entrada sao bem bonitos – mas confesso que gostei mesmo foi do mercadinho na entrada!

13976776269_c4dc9c2ab8

14160692832_bcedcd49d3

E eu gostei justamente porque foi o único lugar em Tóquio que vi esse tipo de lojinhas/mercadinhos muvucados, vendendo souveniers e tranqueiras que são tão comuns na Ásia, mas que ate então eu não tinha visto em lugar nenhum em Tóquio!

14160112061_60e5dbb218

13976820968_0f3a5d0ebc

Então foi ótimo pois visitamos o templo correndo, fizemos algumas fotos e voltamos pra bater perna no mercado, comprar souveniers e presentinhos etc.

DSC09888

DSC09939

Mas eh claro que a cidade tem muitos outros templos, e provavelmente outros ate bem mais interessantes e bonitos, mas não da pra negar que a “sede” histórica do Japão é mesmo Quioto, então se tivesse que repetir a viagem eu pouparia meu tempo e energia e simplesmente não teria ido a nenhum desses templos, e teria aproveitado Tóquio pra curtir o que Tóquio tem de melhor: seus bairros mega loucos, as luzes de neon, as mega lojas, os restaurantes, e as ruas movimentadíssimas!

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
10 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
10 comentários
  1. Bah - 16/05/14 - 14h35

    Só uma observação… o templo em Tokyo se chama Asakusa e não Asakura. E os “portões” vermelhos chamamos de toriis.

    Obrigada por compartilhar as fotos, estava com saudades do Nihon.

    Kisu!

    Responder
  2. Mi - 16/05/14 - 16h40

    Ai adriana q heresia!!! Rsrs Os templos são tão legais e acho q complementam o lado moderno de tokyo perfeitamente!!! Mas lógico q é td bem clean e minimalista em geral(como ryokans, etc). Mas né, opinião não se discute… Qdo fomos a AsakuSa tava rolando um casamento bem tradicional japonês, foi o máximo!!!

    Responder
  3. Juliana - 16/05/14 - 17h21

    Olha, não sei de onde vc saiu pra ir até Asakusa mas não é longe…de Ginza, por exemplo, dá 16 minutos…do jeito que você falou parece que demora horas…
    Bom, cada um tem sua opinião e realmente comparado com Kyoto os templos de Tokyo são bem mais sóbrios… mas na boa? Asakusa é muuuuito mais que o Sensoji. É um dos bairros mais tradicionais de Tokyo e tem muita coisa legal pra ver. Como falei antes cada um tem um gosto diferente e viaja do jeito que acha melhor, mas eu particularmente não curto mais viagem corrida assim…vc acaba “vendo” vários lugares mas não conhece nada de verdade.Tomara que seus leitores não se desencorajem a conhecer um lugar tão especial e cheio de história como Asakusa

    Responder
  4. Amanda Roth - 16/05/14 - 19h49

    Dri,
    todas as fotos desse post foram com tua câmera? Estão belíssimas!!!! Adorei a calça pied de polue da Bella, super “in” ;-)

    Responder
  5. Mi - 17/05/14 - 12h18

    Concordo com a Juliana, asakusa é um bairro tão simpático, cheio de ruas, lojinhas, etc legais de se descobrir. Inclusive tem uma parte cheia de lojas com coisas pra restaurantes, por lá compramos um jogo de louças pra sushi (marido é sushiman amador). Tbém não entendi pq vc achou tão longe, pelo menos de onde nós ficamos acho q não era nem 20min.

    Responder
  6. Patricia - 17/05/14 - 19h10

    Dri, há tempos quero te escrever. Sou agente de viagens há 17 anos. Me encanto com sua experiências, e posso dizer que aproveito muito suas dicas em minhas viagens, e também nas de meus clientes. Final desse ano vou para o Oriente Médio, e seu blog está sendo fundamental na vivência do dia a dia. Obrigada por compartilhar conosco. Quando voltar a Londres, gostaria de te conhecer. Abraços. Patricia

    Responder
  7. Yasmin - 19/05/14 - 18h28

    Drii! Amo seu site, estou planejando uma viagem pra Londres e Paris no final do ano e suas dicas estão me ajudando muito!!! Uma coisa que sempre me encanta são suas fotos! Qual câmera você usa??? To querendo comprar uma pra levar!
    beijos!

    Responder
    • Adriana Miller - 20/05/14 - 09h28

      No momento estou usando a Canon G1X que comprei no Japao, mas sempre fui super fa das cameras da Sony!
      As “bridge” da marca sao otimas!! Otimas opcoes pra quem quer uma maquina mais :profissional”, mas ainda esta aprendendo.
      A Canon G1X ainda nao lancou no Ocidente, mas todas as cameras da linha “G Series” da Canon tambem sao otimas (G12, G15, G16, etc).

      Responder
  8. Lu - 20/05/14 - 00h09

    Oi, Dri,
    Te mandei um comentário outro dia em algum lugar de Londres ou da Inglaterra, pedindo ajuda p/montar meu roteiro, mas ñ sei se vc é avisada de todos os comentários. Imagino tb q vc ñ deve estar olhando mto o blog pq está viajando. Mas, eu só queria saber se vc recebeu o meu comentário. Sou a Lu do VnV.
    Bjs e aproveite a viagem!

    Responder
  9. Renata - 15/01/18 - 23h55

    Obrigada pela sinceridade! Adoro esse relato real e sem dramas turísticos. Me sinto melhor agora por não querer ir nos templos de Tokyo e querer aproveitar mais a cidade.

    Responder