30 May 2014
4 comentários

Tóquio: Shinjuku e Rappongi

Dicas de Viagens, Japão, Toquio

Tanto Shinjuku quanto Rappongi são outros dois bairros de Tóquio que só visitamos super rápido, então não tivemos muito tempo de explorar a fundo. O engraçado é que ambos são conhecidos por seus “ícones” a serem visitados (que na verdade não são muitos em Tóquio, o legal da cidade eh mesmo ir visitando e conhecendo os bairros e as diferentes áreas da cidade).

Pelas ruas de Shinjuku

Pelas ruas de Shinjuku

Em Shinjuku estão as torres gêmeas do governo, que vimos de longe, mas acabamos não chegando muito perto por dois motivos simples: pra começar, que não foi uma visita planejada – estávamos voltando pro hotel no fim do dia e quando o metro passou por lá, pensamos: vamos descer aqui e dar uma voltinha?

14163621194_c1a95fc43b

Porque não, né?

14163536815_f400aaac87

Shinjuku é bem espalhada, dividida entre a região leste (mais antiga) e a oeste que eh bem nova e bem “business” com muitos prédios empresarias, sedes de empresa, e nós pegamos exatamente o contra-fluxo dos executivos saindo do trabalho e marchando em direção ao metro.

DSC00008

Hora do rush em Shunjiku

O dia já estava escurecendo e esfriando, e enquanto tentávamos nos encontrar naquele bairro gigante nos demos conta de uma de suas principais características: eletrônicos e tecnologia de ponta!

Apesar de que Akihabara leva a fama de ser o bairro dos eletrônicos, as novidades e lançamentos estão mesmo em Shinjuku!

DSC00009

Em Shinjuku estão 3 das maiores e melhores lojas de eletrônicos e fotografia da cidade, então entramos na primeira por curiosidade (a Yodobashi), começamos a ver as novidades, etc, e foi ai que descobrimos que no Japão o tax free eh dado no ato da compra (ao contrario da Europa que rola tda uma burocracia chata), e nos daria um belo desconto e vimos algumas câmeras que já tinham sido lancadas no Japao que nao vao chegar no ocidente, ou então teríamos que esperar muitos meses (foi lá que me encantei com a nova Camera Canon que comprei e postei no Instagram!), mas… estoque esgotado!

Então virou nossa missão achar as outras lojas, e acabamos gastando horas por Shinjuku só indo de loja em loja cacando as novidades da Canon!

Já Ripoongi é conhecida entre turistas por dois motivos: o mercado de peixes e sua vida noturna!

DSC00031

E sinceramente, eu não tinha o menor interesse em visitar o mercado as 4 da manha, e por mais que adoramos uma badalação-noturna, não rolou nada muito animado nesse viagem por causa da Isabella.

Pelas ruas de Rappongi durante o dia

Pelas ruas de Rappongi durante o dia

Mas queríamos conhecer o bairro assim mesmo – é por lá que esta a “Tokyo Tower”, um dos símbolos da cidade, e que junto com a (recen inaugurada) Sky Tower (nas redondezas do templo Asakusa) oferece ótimas vistas da cidade a partir de suas plataformas de visitação.

Tokyo Tower

Outra area interessante de conhecer eh o Ripoongi Hills, um “parque” artificial que eh conectado com shoppings, predios e mil e uma coisas. Quando chegamos por la, demos de cara com uma grupo escolar mais ou menos da idade da Isabella e ela adorou brincar nos jardins com as criancas Japonesas e suas professoras! (as criancinhas eh que nao gostaram muito dela, porque ela abraca e beija todo mundo! Hahahaha).

DSC00035

A avenida principal do bairro eh a Rappongi Dori, e eh ali (ou a partir dali) que estão espalhados as dezenas de bares, clubs, karaokes, e casinos que fazem a fama do bairro, mas encontramos um pequeno contratempo: fomos a Rappongi no meio da manha e estava tudo fechado e as moscas…

Os jardins suspensos de Rappongi Hills

Os jardins suspensos de Rappongi Hills

Então passeamos um pouquinho por lá, mas realmente não valeu muito a pena passar tempo demais. Queríamos muito ter voltado a noite, mas além dos horários da Isabella, acabamos deixando Rippongi pro ultimo dia, então não tivemos tempo mesmo de voltar por lá.

E ai ficamos pensando, pensando e debatendo se valeria a pena ou não subir a Tokyo Tower, e acabamos decidindo voltar e fazer outra coisa – afinal Tokyo não é o tipo de cidade que tem um skyline super marcante nem vistas espetaculares, então preferimos não gastar muito tempo por lá e fomos seguindo viagem…

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
4 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
4 comentários
  1. Inês - 07/05/14 - 16h47

    Não aparece nada escrito neste post :( tem algum erro, Dri. Estamos ansiosas por ler sobre as últimas viagens.

    Responder
    • André Luis - 30/05/14 - 17h21

      Eu consegui ler.
      Tente trocar de navegador.

      Responder
  2. Bah - 01/06/14 - 14h21

    Saudades de Roppongi Hills, onde tem uma loja com meu nome hoho

    K!

    Responder
  3. André Luis - 02/06/14 - 12h16

    Bom dia. Dri não sei se assiste mas atualmente no canal Multishow, no programa Lugar Incomum da Didi Wagner também está falando sobre o Japão.
    Abraço.

    Responder