31 Jul 2014
35 comentários

Trem bala no Japão – viajando entre Toquio e Kyoto

Dicas de Viagens, Japão, Kyoto, Toquio

Quando planejamos a viagem para o Japão, sabíamos que uma das “experiências” que queríamos ter no pais era viajar de trem bala!

Os Shinkansen, como são conhecidos por lá, da companhia Japan Rail (a mesma do JR Pass), cruzam o pais de cima a baixo, conectando as ilhas que compõem o pais e reduzindo distancias e encurtando viagens. Além de claro, toda aquela nerdice da engenharia moderna que não da pra resistir!

Quando estivemos no China, também tentamos viajar de trem bala, mas como as distancias do pais são monumentais (e as burocracias idem), acabou não dando certo (mas adoro viajar de trem pela Europa, e ate mesmo no Egito ou Marrocos!), então viajar de trem bala entre Tokyo e Kyoto era essencial no nosso planejamento!

Até por uma questão de pratica e economia: como compramos o JR Pass (que já expliquei como funciona nesse post aqui), podíamos andar em qualquer trem da rede sem custo adicional (fazer viagens avulsas nos trens bala sao bem caros), e de trem bala a distancia entre as duas cidades eh de apenas 2 horas, saindo do centro de Tokyo e chegando no coração de Kyoto (de onibus sao quase 8 horas, e de avião, apesar do voo ser curto, os aeroportos ficam a cerca de 1 hora de distancia de cada cidade, mais o tempo de check in, desembarque, etc).

A experiência como um todo foi bem parecida com qualquer outra viagem de trem: nao eh preciso chegar na estacao com muita antecedência, pois nao eh preciso fazer check in, e você é responsável por seu embarque, achar seu assento, carregar suas bagagens etc, etc o tempo todo.

Uma coisa que vale muito a pena fazer (e tambem de graca para quem tem o JR Pass) eh reservar seu assento – tecnicamente, estando com o JR Pass na mao, voce pode entrar em qualquer trem, a qualquer hora (bom pra quem prefere nao planejar nada). Mas em compensacao, so podera viajar nos vagoes “sem reserva”, que – quase sempre – estao lotados. Ou seja, potencial para transformar uma viagem super bacana e confortavel num perrengue de busao!

Fazer a reserva tambem eh facil, e ela pode ser solicitada em qualquer posto de atendimento da rede JR (Japan Rail), facilmente identificadas em qualquer estacao JR (de metro e de trem).

Basta apresentar seu passe, escolher qual trem/horario voce quer, e se tem preferencia por algum assento (eu sempre peco poltronas viradas pra frente – se nao passo mal viajando de costas – e como estavamos com a Isabella, tambem pedi para reservar as poltronas da primeira fileira do trem, para ter mais espaco para nossas pernas, pra ela e nossas tralhas.

Preferimos chegar na estacao com antecedencia, pois as estacoes em Tokyo sao GIGA, sempre meio confusas a primeira vista (mas depois vc aprende rapido!) e estavamos com muitas malas. Entao chegamos na plataforma com confortaveis 15 minutos de antecedencia, o que foi otimo!

Eh so procurar a marquinha de seu vagao certinho (sao indicados com marcas no chao ou placas ao longo da plataforma), e pronto, esperar o trem chegar!

Uma vez ja dentro do trem, eh aquele esquema de malas: cada um por si!

Uma vantagem de viajar de trem eh nao ter que se preocupar com franquia de bagagem, numero de itens, peso, liquidos e afins… mas em compensacao, voce eh responsavel por carregar tudo sozinho no embarque e desembarque, e pior, achar espaco pra tudo isso dentro dos vagoes apertadinhos.

untitled (537 of 954)

Todos os vagoes tem bagageiros, mas sao poucas prateleiras, bem apertadinhas, logo na entrada de cada vagao. Ou seja, quem chegar primeiro consegue guardar as malas numa boa, mas quem chegar por utlimos, ja era!

Poreeeeem, como prova da eficiencia Japonesa, quem vai viajar pelo pais com mais calma e mais tempo entre as cidades, pode reservar os servicos de concierge de malas oferecidos por algumas estacoes e aeroportos. Ou seja, uma empresa vai no seu hotel, pega suas malas e as leva diretamente para o aeroporto ou estacao de trem. O mesmo vale para a chegada no pais – voce desembarca, deixa suas malas no balcao de atendimento deles, e umas horinhas depois, suas malas estao te esperando no hotel de sua escolha.

Para nos esse servico nao seu certo, pois o servico tem que ser reservado com antecedencia, e em alguns casos as malas tambem devem ser enviadas com 1 ou 2 dias de antecedencia, e como nossa viagem ja foi rapidinha mesmo, e nem tinhamos tanta coisa assim, nao valeria a pena.

untitled (85 of 148)

Dentro do trem, a viagem de 2 horas entre Tokyo e Kyoto passou voando! (ou na velocidade de um trem bala?! Hehehe Nao resisti a piadinha!)

As poltronas sao super confortaveis e espacosas, com informacoes sobre seu vagao e sobre o trem em Ingles e Japones em todas elas, alem de um vagao bar e um servico de “trem-moca” vendendo bebidas, comidinhas e afins pelos corredores.

Entre os vagoes eles tambem tem banheiros (na versao ocidental – com privada – ou asiatica – buraco no chao) e trocadores de bebe, todos limpos e confortaveis.

Foi o tipo de viagem que voce curte tanto, que na verdade queria que durasse horas sabe?! Foi uma experiencia super legal, alem de nos ter dado a oportunidade de ver mais um pouco do interior do Japao, js que nossa viagem ficou limitada apenas a Toquio e Kyoto (e arredores) mesmo.

Mas, cerca de 2 horas depois chegamos na monumental estacao de trem de Kyoto!! (mas isso fica pra outro post!)

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
35 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
35 comentários
  1. Flavia - 31/07/14 - 11h43

    Nossa Dri, qta mala!!! Vc sempre foi boa para otimizar a bagagem para viajar… o que aconteceu? Sei que com um bebê as coisas duplicam, mas é tanto assim?

    Responder
    • Adriana Miller - 31/07/14 - 12h04

      Duplicam nada… triplicam, quadruplicam… se multiplicam em progracao geometrica!! Eh um sacooooo!!!!
      Continuo dendo otima “otimizadora” de malas, mas depois que esta tudo prontinho e fechadinho, ai vem o resto… mamadeiras, comida, latas de leite, fralda, brinquedinhos, livrinhos, bichinhos, bla bla bla
      Eh incrivel a quantidade de coisas que um ser humano tao pequeno precisa!!
      E olha qu eu fui super economica, nao levei roupa pra ficar trocando a cada sujeirinha, nem levei comida suficiente pra ela, nao levei fraldas pra todos os dias e tals…

      Responder
  2. Amanda Roth - 31/07/14 - 13h08

    Me chamou a atenção a qtde de malas mais pelo teu histórico “econômico” do que de fato por achar exagerado mesmo, só imagino a quantidade de tralhas necessárias e o pior é que são volumosas né?! Não dá pra “socar” num canto da mala, rsrsrs. Foi a musculação do Aaron na viagem!
    E Dri, fico abismada como tu te lembra de tantos detalhes e nomes dos lugares que vcs foram, pq já faz um tempinho…e tu já fizeste outras viagens e tals. Como tu faz? Tem tudo anotado antes num caderninho/arquivo? Vai anotando durante a viagem? Me lembro que quando eu me puxava nos meus álbuns geralmente tinha que recorrer à google e ao guia pq me esquecia dos nomes ou às vezes fazia uma confusão mental do que era aonde. Me guiava até pelas roupas nas fotos pra saber dos lugares que tinha visitado no mesmo dia, rsrsrs.
    Beijão pra vcs!

    Responder
    • Adriana Miller - 31/07/14 - 14h02

      Eu anoto algumas coisas, guardo cartao de visita de outras, tiro fotos dos nomes dos restaurantes e tal.
      Mas a verdade eh que geralmente eu escrevo a maioria dos posts durante ou logo depois das viagens, mas sempre me enrolo na hora de baixar e editar fotos, e ai vou me enrolando no dia a dia, com outras viagens e tals, e a coisa desengrena! hehehehe

      Responder
  3. André Luis - 31/07/14 - 14h19

    Dicas reveladas rsrs.
    “…confortaveis 15 min…”?! Meu, eu chego com horas de antecedência, na minha família todos somos ansiosos por natureza. kkk
    Abraço a família.
    :-)

    Responder
    • Adriana Miller - 31/07/14 - 14h27

      Pra viajar de trem tambem?
      De aviao eu ate entendo… Eu se pudesse, chegava meia hora antes, mas o Aaron ate sua frio se nao chegar umas 3 horas antes no aeroporto! Hahahah

      Responder
  4. Luciane - 31/07/14 - 14h42

    Dri, como vcs fizeram para carregarem as malas, digamos do hotel até a estação de trem, e depois da estação para o novo hotel ? (e idem depois, do hotel em Kyoto para aeroporto, e na coreia, do aero até o hotel).
    Pergunto isso pq são vários trajetos. Se a Isabela vai em um carrinho, e o Aaron só consegue carregar uma mala…e pelos vistos vcs tem 3 ?!? Queria saber como vc faz com a logistica…hehe

    bjos

    Responder
    • Adriana Miller - 31/07/14 - 15h10

      Em toquio e Seoul fomos de taxi, e em Kyoto fomos andando porque nosso hotel era muito pertinho da estacao de trem.
      Na verdade nao era dificil levar as malas – todas as 3 malas que levamos sao daquelas de 4 rodinhas 360 graus, sabe?
      Sao muito praticas, entao da pra levar duas ao mesmo tempo com 1 mao so, e ate segurando junto com o carrinho. Entao eu levava a mala pequena junto do carrinho, enquanto o Aaron levava as outras duas.
      Nao foi dificil mesmo.
      Mas mesmo se tivessemos feito tudo de metro, como o metro de Toquio e Seoul tem elevadores em todas as estacoes, as malas tambem nao teriam sido um problema pra gente.

      Responder
  5. Mi - 31/07/14 - 15h49

    Bah guria tbém me impressionei com o número de bagagem! E confortáveis 15min??? ***suando frio nas duas instâncias*** rsrs Sou bem q nem o Aaron (seja avião, trem, metro, etc) Nunca tinha percebido como era perto esse trecho, deu quase peninha de n ter feito qdo fomos a Tokyo … Bom saber! Kyoto é um sonho pro futuro… A propósito, a tendência é diminuir bastante as tralhas: quase 20 dias na Europa fomos c 1 mala média, 2 mochilas, 1 carinho para 2 adultos + filho de 2.5 anos. :-) E teve coisa q nem usei!

    Responder
    • Adriana Miller - 31/07/14 - 16h09

      Mas gente, em viagem de trem, o trem propriamente dito soh chega na plataforma uns minutinhos antes do horario certo, nem adiante chegar la com hoooras de antecedencia. NO Eurostar por exemplo nem te deixam entrar no saguao ate meia hora antes do seu trem.
      Claro que chegamos na estacao antes disso (uma meia hora, vai), mas na plataforma mesmo, levando cha de cadeira foi 15 minutos so e deu pro gasto.

      Sobre as tralhas, eu acho que quando acabar a fase de mamadeiras + fraldas (next summer!!) as malas ja diminuiram consideravelmente de tamanho! (assim espero!). Porque as roupas e sapatos dela nao ocupama naaaaada na mala! Heheheh sao todos os outros extras que acabam comigo!

      Responder
  6. Mi - 31/07/14 - 17h11

    Ah bom, achei q tinha sido 15min antes na estação (pq pra achar plataforma, se locomover c bagagens, se coordenar p ir até lá, de repente ter q trocar fralda, etc é bom pelo – 30min.) E sim, com certeza vão diminuir essas tralhas… Nossa sorte tbém é q luca gosta de brinquedos pequenos (tipo carrinhos), daí levamos muito poucos toys.. Handful de carrinhos, 1-2 livros e ipad. E compramos um brinquedo q outro de souvenir..

    Responder
  7. Aline - 31/07/14 - 19h58

    Hahahaha, me diverti com os 15 minutos também. Você é profissa Dri… Já eu sou meio neurótica e sempre faço tudo com muita antecedência e não consigo mudar. Chego a perder tempo mas sempre acho que vou me perder, vai ter trânsito, que algo pode acontecer e bla bla bla. Isto já é até meio incorporado no dia dia de uma carioca que precisa sair de casa com 2 horas de antecedência para uma consulta médica a 10 km de casa. Sabe como é, né? Rs

    Responder
  8. Renata - 01/08/14 - 15h36

    Adoro esse blog!!!
    Parabéns Dri

    Responder
  9. Mônica - 02/08/14 - 04h05

    Muito fofa a carinha de apaixonada da Isabella olhando pro Aaron!

    Responder
  10. Sergio - 02/08/14 - 18h04

    Adorei esse blog! Estou indo mês que vem pro Japão e farei justamente este percurso de trem-bala, e assim como vocês, com malas! Vocês reservaram o trem-bala na mesma estação que o pegaram? Ou ja fizeram isso com antecedencia em um balcão da JR em outro lugar? Abraços e parabens pela viagem.

    PS: Sua filhinha é linda!

    Responder
    • Adriana Miller - 04/08/14 - 11h24

      Nao, reservamos na estacao que ficava pertinho do nosso hotel, bem mais pratico!
      Voce pode fazer sua reserva em qualquer estacao que seja JR (nem todas sao), e ajuda ja saber qual trem/horario voce quer marcar!

      Responder
  11. kassia - 05/08/14 - 20h23

    Oi Dri, migrei para este post aqui,
    Então para ver os horários e quais trens estão disponíveis vejo por aqui (http://english.jr-central.co.jp/info/timetable/_pdf/westbound.pdf). Assim dá para ver qual é o trem mais rápido.
    Kyoto e Shin Osaka é só uma estação, depois tem que pegar uma linha local para chegar na estação de Osaka. Para o aeroporto já é outra linha do trem. Eu fui embora pelo aeroporto de Osaka e dei um rolêzinho de trem normal e depois peguei o shinkansen até o aeroporto. São rotas diferentes =)
    Os parques fecham as 16hs, mas tem alguns parques que abrem de noite por causa das sakuras! =) Mas no geral acho que no fim da tarde voltaremos para Osaka e aproveitaremos o resto da noite por lá mesmo.Como vamos sem mala e tals, dá para dar um soneca e depois pegar os trens, da última vez que fui, tivemos que carregar 4 malas gigantes…e estavam pesados… eu e meu marido penamos, pq não era todo trem bala tinha aquele compartimento de malas (só nos que ia para o aeroporto).
    E a melhor coisa é reservar um lugar, é bem melhor. Na ida para o aeroporto não reservei lugar e foi bem zoneado, quase fiquei sem lugar! =P
    bjinhus

    Responder
  12. Mari Campos - 06/08/14 - 03h54

    Muito bom! Quero MUITO fazer essa viagem, adorei o tutorial. E as fotos da Bella são pura fofura <3

    Responder
  13. […] tenho duvida alguma de que a maneira mais fácil de viajar pelo Japão são os trens bala Shinkansen: rápidos, eficientes, confortáveis e ate mesmo econômicos, se você viajar com uma JR […]

    Responder
  14. Maria do Carmo Avila Miranda - 15/11/14 - 17h26

    Fizemos a mesma viagem com o trem-bala. Realmente uma experiência única, maravilhosa. Tudo limpo e lindo, como tudo no Japão. Pena que durou só a ida e a volta!

    Responder
  15. Suzye - 22/04/15 - 15h40

    oi Adriana, estou saindo em outubro pro Japao, e gostaria de saber se terei alguma dificuldade de só me comunicar em inglës, em todo lugar eles entendem ou tentam se comunicar em ingles?

    Responder
    • Adriana Miller - 26/04/15 - 10h55

      Dá pra se virar só com INglês sim (nós conseguimos, afinal), mas Inglês não é muito comum não. As pessoas entendem uma ou outra palavra, e o resto vai na mímica mesmo.
      Mas as estações de trem e metrô, pontos turisticos, mapas nas ruas etc, todos tem informações em Inglês que ajudam bastante.

      Responder
  16. Mariana - 15/01/16 - 11h48

    Adorei seu post, muito claro. Me ajudou bastante.
    Como vc fez para ir para as cidades ao redor de Kyoto?
    Mariana

    Responder
    • Adriana Miller - 15/01/16 - 12h09

      Trem tambem.
      Da uma olhada nos posts sobre o Japao e Kyoto que esta tudo la explicadinho.

      Responder
      • Carla Ulhoa - 17/06/16 - 02h42

        Da pra ir e voltar no mesmo Dia ? De Tóquio pra Kioto?
        Obrigada! Vou em setembro, com meu marido e filho de 4 anos.

        Responder
        • Adriana Miller - 17/06/16 - 08h16

          Não, não dá não.
          Mesmo de trem bala a viagem é longa e as atrações em Kyoto são longe da estação. O ideal seriam pelo menos 2 noites, mas com 1 noite e 2 dias inteiros já dá pra apriveitar um pouco.

          Responder
  17. tamara gani - 09/03/16 - 13h06

    ola
    vou com meus pais e Irma para japao em Maio deste ano.
    chegamos dia 5 a toquio e no dia 8 vamos a quiyoto, queremos apanhar o trem bala, so para a viagem , voce tem como me ajudar?
    Estou baralhada com JR pass… porque nao me sai em conta pagar o pass de 7 dias para esta unica viagem.
    oque me aconselha?

    Responder
  18. Samanta - 07/09/16 - 16h00

    Oi! Muito legal seu post! É perrengue pegar metrô em Tokyo com malas? Viu estar com mala grande e precisarei ir da estação de Shimbuya para a Tokyo Station! Obrigada! Bjs!

    Responder
    • Adriana Miller - 07/09/16 - 16h21

      Sim, é bem perrengue, e dependendo do tamanho da sua mala e do horário do dia é simplesmente impossível pois o metrô de Tóquio é um dos mais lotados do mundo!

      Responder
  19. marta - 18/10/16 - 15h08

    Ola meu nome e marta vivo em londres, gostaria de viajar para o japao em dezembro de 2016

    Responder
  20. marta - 18/10/16 - 15h10

    Adriana envenjo seu estilo de vida e isto ai menina que voce continue nos expirando abracos marta

    Responder
  21. Elizabeth Salgueiro Santos - 07/03/17 - 16h26

    Adriana, boa tarde. Tenho em junho 2 dias livres em Toquio e mais 2 dias para talvez ir a Kioto. Vc acha legal ou fico em Tóquio por 4 dias?
    Obrigada

    Responder
    • Adriana Miller - 12/03/17 - 08h01

      Bem, considere que você gastará pelo menos 1 dia “útil” para viajar Entre Kioto e Tóquio (mais a volta), e tão se vc só tem 4 dias, o melhor é ficar em apenas uma dessas cidades.

      Responder
  22. Paulo Pimenta Ferreira - 25/04/17 - 18h24

    Vc recomenda a compra dos bilhetes de trem no Brasil?

    Responder
  23. Maria Cecília - 06/03/18 - 13h24

    Olá Adriana, bom dia.

    Viajo para o Japão em abril, e a grande dúvida é: comprar ou não o JR Pass no Brasil.
    Os meus deslocamentos serão Tóquio- Kyoto / Kyoto-Osaka. Vale a pena?
    É possível usar o ticket para andar de metrô em Tóquio tbm?
    Desde já agradeço a atenção e fico no aguardo do retorno.
    Abraços
    Maria Cecília

    Responder