19 Aug 2014
14 comentários

Espanha: Oviedo, o coração das Asturias!

Dicas de Viagens, Espanha, Oviedo, Viagens pela Espanha

Umas semanas atras uma grande amiga Espanhola se casou em sua cidade natal, Oviedo, a capital do principado de Asturias, no norte da Espanha.

Foi uma viagem especial – pra começar que é sempre uma delicia viajar com um grupo de amigos, e melhor ainda quando envolve um grande evento ou celebração especial. E por coincidência, a mãe do Aaron estava com uma viagem planejada a Londres, então foi a nossa oportunidade para uma primeira viagem sem a Isabella!

Confesso que fiquei nervosíssima!! Eu já passei outras noites longe dela (em outras viagens a trabalho ou a passeio), mas nesses casos ela sempre estava com o pai.

Eh claro que eu sabia que entre a avo e a baba ela seria muito bem cuidada e nem sentiria minha falta, mas não adianta… não sei se algum dia vou acostumar a deixa-la pra trás em nossas viagens…Mas também, isso não quer dizer que eu não tenha adorado viajar “livre” novamente!

Podem e inscrever no concurso de pior mãe do ano, mas foi uma delícia viajar so com uma malinha de mão, chegar no aeroporto cedo e poder escolher revistas e tomar um café com toda calma do mundo… E o voo?! Sem ninguém sentada ou em pe no meu colo, nem tentando rasgar minhas revistas e muito menos tentando abrir meus olhos se por acaso eu tentasse tirar um cochilo!

Mas sabe aquela sensação estranha de que voce esqueceu alguma coisa?! Fiquei o tempo todo naquela de revirar a bolsa procurando carteira-chave-celular para garantir que estava tudo la… e ai me dava conta: a sensação de que alguma coisa ficou para tras foi falta da Isabella!

O primeiro dia da viagem foi corrido. O casamento foi numa sexta feira a noite, então voamos de Londres para Oviedo pela manha, chegamos la no começo da tarde, e mal deu tempo de comer alguma coisa e já começamos a nos arrumar para festa!

O casamento foi lindíssimo, e a Marta uma das noivas mais bonitas que ja vi! Aliais, os dois, pois ela e o Carlos são um super casal, e combinam demais! Sabe aquela coisa “sangue latino” cheios de estilo e molejo? Eles sao a personificacao disso! (ela é Espanhola e ele é Colombiano).

A ceremônia foi no Ayuntamiento da cidade (prefeitura), num salão enorme e realizado por uma juíza amiga da família e que portanto conhecia a noiva desde pequena!

As leituras foram todas feitas por seus amigos de infância e familiares do noivo, que vieram diretamente da Colômbia.

Ja a festa, ah… a festa! Os Espanhois sabem como ninguém dar uma boa festa, e a localização nao poderia ter sido melhor – no casarão antigo “Rua Quince”, na praça principal da cidade, exatamente em frente a Catedral de Oviedo!

La dentro, uma decoração bem “mediterrãnea”, com muitas flores, e aquela arquitetura linda típica dos palácios Espanhóis (com muitos jardins internos, arcos sobre as janelas e pe direito altissimo!).

P.S. Gostou do meu vestido? (fez sucesso no Instagram!) Eu ja fiz um post sobre ele aqui ó

Uma coisa que eu gostei demais da festa foi que em vez de lembrancinhas e besteirinhas para os convidados, os noivos fizeram doações em nossa homenagem a instituições de caridade na Colombia, país natal do noivo.

Achei uma iniciativa tao bonita, e fiquei honrada de ter amigos como eles!

A festa rolou noite a dentro, ao som de muita salsa Colombiana e Latino Americana e muito reggaetón! (ai meus tempos de estudante em Madrid!!).

Então foi no sábado que a viagem começou mesmo! Uma das melhores coisas desses eventos e viagens, é acordar no dia seguinte com todo mundo junto: trocar fotos, historias e fofocas. Quem pagou mico, quem arraso una pista de dança, e quem foi o ultimo a ir embora da festa!

E dai para frente passamos o dia explorando o centro histórico da cidade!

Nosso hotel tinha uma localizacao perfeita, exatamente entre a Calle Gascona (“El Bulevar de la Sidra”), que concentra a maioria dos bares de Sidra Asturiana e restaurantes da cidade e a praça da Catedral, então não teve erro!

Fomos andando aos poucos e nos perdendo pelas ruas da cidade, tirando fotos das ruelas medievais, pracinhas e Igrejas.

A historia de Oviedo eh bem interesante, pois o Rei Asturiano que fundou a cidade no seculo 8 d.c. queria construi-la como uma copia de Toledo (nos arredores de Madrid), mas como a regiao era muito rural e pobre, Oviedo acabou tomando traços mais Romanos, usando parte do que ja estava por la.

E o resultado eh que Oviedo acabou sendo uma cidade bem mais bonita e original que Toledo!

As construções em tons de ocre e amarelo dão um toque especial, e a cidade ja serviu de pano de fundo e musa inspiradora a muitos escritores e artirtas Espanhois, e mais recentemente conquistou o mundo ao servir como pano de fundo para a trama do filme “Vicky Cristina Barcelona”, de Woody Allen e vencedor de Oscar.

Mas é claro que a atração principal do fim de semana foi a bebelança e comilança a la Asturiana!

Para começar, vamos falar sobre a Sidra Asutriana!

Nao, nao tem nada a ver com a cidra Brasileira, nem com a cidra Irlandesa, e eh praticamente um personagem da cidade!

E aviso, eh o tipo de coisa que requere um paladar adquirido… eu ja tinha bebido a Sidra algumas outras vezes quando morei na Espanha, e lembrava que eu tinha gostado, mas nao me recordava ao certo de como era o sabor.

Mas a Marta falou tanto e elogiou tanto a tal da sidra que a galera foi com com sede demais ao pote, e… bem, ainda temos que aprimorar mais um pouco nosso paladar!

Mas nao tem problema, bebemos assim mesmo, so para poder fazer parte do espetáculo a parte que eh a sidra sendo servida!

Rola todo um malabarismo e lambança, e eh impossível passar na porta de uma único restaurante ou bar da cidade que nao tenha um garçon na porta servindo sidra e fazendo uma zona!

No almoço nos paramos na Plaza del Fontán, escolhemos uma mesinha no patio externo e fomos de Menu del dia, com o prato mais tradicional da cidade: Favas Asturianas!

As favas sao tipo um feijao branco grandao (lembro de comer muito em Portugal!), cozidos como se fosse um guizado ou sopa, com outros legumes e diferentes tipos de carne, e achei uma delicia!! Sabe o que me lembrou? Me sentí comendo uma feijoada super temperadinha (so que de feijao branco!).

A finalmente no jantar (eh isso mesmo que voce esta pensando, nos so comemos o fim de semana todo!), rodamos por alguns restaurantes pela Calle Gascona e pelo centrinho de Oviedo, mas ninguem estava a fim de tapas, entao voltamos para pracinha da Plaza del Fontán para provar a outra especiaría da regiao (e que todo mundo fico de olho no almoco!), o centollo, ou siri/carangueijo, da costa norte da Espanha!

Entao foi mais um banquete, com muito siri e mexilhoes, regados a sidra e tinto de verano (mina bebida preferida quando esto una Espanha! Eh uma mistura de vino tinto com Gaseosa, que eh um refrigerante Espanhol tipo uma agua com gas bem docinha, e um pouco de limao siciliano! Taaaaao refrescante!).

 

Oviedo na Pratica:

 

–          Oviedo e a região das Asturias nao eh das regioes mais visitadas e praticas da Espanha, mas nao eh difícil chegar la, pois a cidade eh servida pelo aeroporto “Asturias”. Saindo de Londres, a Easyjet voa diretamente ate Asturias, e leva menos de 2 horas.

–          Para viajar pela regiao, um carro eh imprenscindivel – nao so porque os transportes públicos nao sao la essas coisas entre as cidadesinhas, mas principalmente porque eh o tipo de lugar que o legal eh ter liberdade de ir parando, ir explorando… Mas se voce for ficar so em Oviedo, como nos fizemos, nem precisa de carro nenhum!

–          Hotel: nos ficamos hospedados no Hotel El Magistral, numa das melhores localizacoes da cidade, por indicacao da propia noiva, que obviamente conhecia a cidade como ninguem. O hotel eh relativamente simples, mas super confortavel e as funcionarias super simpaticas (tivemos uma atrapalhada com nosso carro de alguel por que o Aaron teve que pegar um voo de volta diferente do meu, e uma das meninas ficou nos ajudando ate as 6 da manha para resolver tudo!)

–          O clima em Asturias eh bem imprevisivel, e em apenas 3 dias de viagem, pegamos temporais, solzao, muito calor e muito frio. Tudo ao mesmo-tempo-agora! Eu fui para la super preparada para pasar calor e super veraozao (essa era a previsao do tempo), e chegamos la com nevoeiro e muito frio. Resultado, tivemos que fazer umas comprinhas de ultima hora. E ai no dia seguinte, solzao e calor de novo! Entao uma mala versátil com muitas opcoes que possam ser usados ao mesmo tempo, em camadas eh o melhor conselho!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
14 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
14 comentários
  1. Mari - 19/08/14 - 16h31

    Adorei Dri!
    Casamentos na Europa são tão mais simples/chiques que no Brasil, né?
    Mas senti falta de post sobre o casamento da Tati :)
    Beijos.

    Responder
  2. Roseane Ramalho - 19/08/14 - 18h32

    Adorei tudo!!Depois que descobri seu blog, não quero outra vida…Viajo juntinho com vc rsrsrsrsrrs Um dia quem sabe…bjs linda!

    Responder
  3. Leticia - 19/08/14 - 19h14

    Lindo casamento!
    Se vocês tivessem levado a Bela, como fariam com ela na hora da festa? Bjos

    Responder
    • Adriana Miller - 20/08/14 - 09h49

      Teriamos contratado uma babysitter pra ficar com ela no hotel (a noiva ja tinha recomendado algumas pessoas de confianca), ou entao teriamos levado ela para parte da festa com a gente (como algumas amigas fizeram) e depois ficaria com a baba.

      Responder
  4. Luciana RJ - 19/08/14 - 23h11

    Imagina, concurso de pior mãe do mundo… admiro sua postura de não surtar exageradamente com a maternidade. Acho esse “semi-independência” excelente e acima de tudo saudável p vc e p a Bella! Amei o vestido, vc estava chiquérrima.

    Responder
  5. Tatiana - 19/08/14 - 23h53

    E nunca entrarás na lista das mães desnaturadas. Mãe que participa sabe q faz seu trabalho sem esta colada com a criança todo o tempo. kkk Adoro essa sua forma de maternagem e gostaria que as pessoas encarassem as mães sem tanto julgamento. Sobre a viagem, adoro os casamentos daí. O vestido da noiva estava lindo!

    Responder
  6. Larissa Lyra - 20/08/14 - 02h25

    Vocês não comem fava no Rio? Aqui no Nordeste é muito comum.

    Responder
  7. Gabi - 20/08/14 - 19h04

    Quando eu crescer, quero ser mãe igual a você!!!
    hehehehe!
    Que nada, Dri, acho vc um excelente exemplo de mãe!
    PS: Acabei de voltar de viagem e já fico doida querendo planejar outra por conta dos seus posts, Dri! Quero todaaas essas viagens! rsrsrs!

    Responder
  8. […] foi a bolsa que usei na viagem pra Oviedo na Espanha, pois viajamos sem a Isabella e foi tudo bem mais tranquilo. O modelo é uma Balenciaga Velo, que […]

    Responder
  9. Joana - 21/08/14 - 13h21

    Vamos viajar agora sem o nosso filho (tem mais ou menos a idade da Isabella) e estou nervosissima!! Conseguiu relaxar? Me da uma palavra de animo, vai! hehheeh :) Um beijinho

    Responder
    • Adriana Miller - 21/08/14 - 14h03

      Heheheheh
      Confesso que fiquei meio tensa o fim de semana todo, e principalmente na primeira noite ligava pra minha sogra e pra baba de meia em meia hora!
      Mas sabe o que me fez relaxar? Quando vi uma outra amiga que nao teve com quem deixar a filha (da mesma idade que a Isabella) e acabou levando a bebe pra festa e vi como foi estressante ter que acalmar uma crianca cancada durante a festa, o tanto que ela e o marido nao conseguiram se divertir e como foi um processo estressante pra eles (os casamentos na Espanha sao tipo no Brasil e comecam muito tarde…. entao desde a cerimonia a menina ja estava exausta, mas como tinha muita gente e muita estimulacao ela nao conseguia dormir no carrinho, que foi o que meus amigos acharam que ela ia fazer).
      E ai me fez perceber que por mais tensa que eu estivesse, e por mais saudades que sentisse foi o melhor pra Isabella e pra mim nao ter levado ela!
      Entao a minha palavra de animo eh essa! Heheheh
      Tenta focar nas coisas que voce vai poder fazer na viagem que nao serao legais pra ela :-)

      Responder
  10. Joana - 21/08/14 - 14h13

    Adriana… Como foi bom ouvir isso. Tá aí! É isso mesmo. Nós vamos precisamente para um casamento e uma das razões pela qual nao o levamos é precisamente o cansaço que ele iria sentir – a viagem, os quilómetros na estrada, a festa em si, tudo isso. O problema é que eu sou a rainha do exagero e dramatismo e já estive a imaginar tudo o que vou sentir elevado ao cubo! Mas vou fazer um esforço (sobrehumano) para relaxar e me divertir :) Ele fica bem, isso que interessa. Obrigada por me animar um pouquinho. eheheh

    Responder
  11. Larissa Lyra - 23/08/14 - 19h30

    Dri, lembra de depois dar uma atualizada na sua descrição do blog! Um abraço.

    Responder
  12. Tiago - 30/09/15 - 18h02

    Olá Adriana,

    Tenho 27 anos, solteiro e profissional de Quick Massage aqui em Porto Alegre/RS atendo empresas e eventos, e gostaria de saber se na Europa ou EUA a Quick Massage é bem vista e se tem mercado?

    Caso a resposta seja positiva, saberia me informar um país ou cidade com potencial para a técnica? Pois eu tenho dupla cidadania italiana (o que facilitaria morar na Europa no caso).

    Essa curiosidade surgiu devido a atual conjuntura econômica do Brasil e minha vontade morar fora e trabalhar com o que gosto.

    Responder