30 Sep 2014
1 Comentário

Peach Airways e o aeroporto Osaka Kansai – viajando low cost entre Japão e a Coreia do Sul

Coreia do Sul, Dicas de Viagens, Japão, Kyoto, Seul

Não tenho duvida alguma de que a maneira mais fácil de viajar pelo Japão são os trens bala Shinkansen: rápidos, eficientes, confortáveis e ate mesmo econômicos, se você viajar com uma JR Pass.

Mas qualquer viagem pelo Japão que envolva aeroportos complica um pouco, pois assim como os aeroportos de Londres, todos os principais aeroportos Japoneses são muito afastados dos centros Urbanos.

Ainda assim eles são muito bem servidos de transportes públicos e boas conexões, mas mesmo assim a viagem entre o aeroporto Narita (o principal aeroporto internacional do Japão) e Tóquio por exemplo, mesmo em trem bala, pode chegar a 1 hora (e sem contar com baldeações e trocas de linha de metro ate chegar no seu hotel).

Então quando decidimos esticar a viagem do Japão com uma paradinha na Coreia do Sul e comecei a pesquisar voos entre os dois países, me dei conta que não fazia o menor sentido sair de Kyoto para voltar a Tóquio só para pegar um voo para Seul.

Mas pra completar o problema, Kyoto não tem aeroporto próprio.

Poreeeem, acabei descobrindo que na verdade o aeroporto que serve a cidade de Kyoto e arredores da Baia de Kobe é o aeroporto Kansai, em Osaka, que fica cerca de 1 hora e meia (de trem direto, ou 1 hora fazendo baldeações) da estação central de Quioto.

E pronto, não era exatamente super pertinho ou mega pratico, mas também não era o fim do mundo, principalmente depois que descobri que a a linha aérea de low cost Japonesa Peach tinha voos super baratinhos entre Osaka e Seoul, com varios voos ao longo do dia!

Chegar no aeroporto acabou sendo mais simples do que imaginávamos: com nosso JR Pass pegamos um trem (de velocidade normal, não era “bala”) na estação central de Kyoto, com frequência de hora em hora, que nos deixou direto na estação dentro do aeroporto Kansai em cerca de 1 hora e pouco. Simples assim!

Eu já falei bastante sobre cias aereas de baixo custo (low cost) aqui no Blog, tanto para Europa quanto para a Asia, e eh sempre otimo descobrir uma nova empresa, que cobre uma região diferente do mundo – principalmente quando falamos de viagens (geralmente) caras como Japão e Coreia do Sul.

A Peach segue o mesmo modelo e regras que outras Low Cost ao redor do mundo:

– As passagens são baratas, porem não incluem absolutamente nenhum extra.

– Franquia de bagagem deve ser paga a parte

– Cada passageiro tem direito a apenas 1 bagagem de mão, com peso limitado e que foi pesada por funcionários da cia antes do embarque (foram bem estritos com isso). E as regrinhas dos líquidos na mala de mão também de aplicam na Asia.

– Nos compramos nossas passagens on line, diretamente no site da Peach, e recebemos a confirmação por e-mail – que deve ser impresso e apresentado no aeroporto. A Peach não tem check in line, porem o e-mail de confirmação tem um código de barras único, que ao ser escaneado nas maquininhas do aeroporto, imprime seu cartão de embarque.

03420583143113

– Em relação as regras e limitações para viajar com crianças com a Peach, não tivemos problemas algum. Assim como qualquer outra cia aerea, a Isabella pagou apenas uma pequena taxa, já que tinha menos de 2 anos na época da viagem e portanto viajou como “bebe de colo”, sem direito a poltrona.

– Bebes/crianças viajando na passagem dos pais (ou seja, sem assento próprio) tem direito a despachar o carrinho de bebe sem custo adicional)

– O Aeroporto de Osaka Kansai não permite que levemos o carrinho de bebe ate a porta da aeronave, porem a Peach disponibilizou um carrinho que pudemos usar no período de pré embarque, e devolvemos apenas ao entrar no avião.

– Todas as passagens tem assento marcado, então não foi preciso aquele deus-nos-acuda pra conseguir sentar junto no avião (#traumasRyanair). mas caso você queira escolher qual assento prefere, ai sim eh cobrado uma taxa.

– Todo e qualquer extra durante o voo é pago a parte (comidas, bebidas e afins)

 

No geral, achei o serviço deles muito bom, com funcionarios muito simpatico e bem treinados.

Por exemplo, ao fazermos nosso check in e ao despachar nossas malas, eu perguntei como quem não quer nada se o voo estava lotado, e se caso negativo, se seria possivel ter uma poltrona vazia entre nos para que a Isabella ficasse mais confortável. A funcionaria prontamente nos trocou de lugar e deu um assento vazio pra Isabella, que acabou viajando bem mais confortável (e nos também!). (eu já contei nesse post aqui algumas “técnicas”, sobre dicas genéricas de viagem com crianças).

E voo foi super tranquilo, e em cerca de 1 hora e meia estávamos desembarcando em Seul, na Coreia do Sul!


Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
1 Comentário
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
1 Comentário
  1. Yasmin - 01/10/14 - 14h51

    Que achado essa airline! Realmente muito em conta! Quando eu me formar quero juntar um $$ e fazer um mochilao China-Japao-Koreia, seu blog vai me ajudar muitooo, ate pq ja tenho uma pastinha reunindo as informações para a viagem dos sonhos! :-)

    Responder