08 Apr 2015
8 comentários

O que fazer em Abu Dhabi: Ilha Yas, Ferrari e a Fórmula 1

Abu Dhabi, Dicas de Viagens, Emirados Arabes

Alem da grande Mesquita Sheik Zayed, que é sem duvidas o grande atrativo de Abu Dhabi, o Emirado tem investido fortemente em seu lado cultural, e novos atrativos para incentivar o turismo.

Afinal, apesar de ser o emirado-capital do EAU, o maior (em território) e também o mais rico dos emirados, Abu Dhabi tem a forte concorrência de Dubai, que continua sendo a atracão número 1 da região, o que acaba levando os visitantes a acharem que o emirado não tem tanto a oferecer, e acabamos ficando sem saber o que fazer em Abu Dhabi.

Então além de estarem focando num diferencial cultural para o país (em 2015 e 2016 Abu Dhabi inaugurará alguns museus de ponta e totalmente inéditos do mundo, como uma filial do museu Frances Louvre, um museu Gugenheim, um museu sobre a cultura Islâmica, e uma arena para shows e performances, entre outros, que farão parte do novo “Distrito Cultural” de Abu Dhabi, sendo construídos na Ilha Saadiyat – onde ficamos hospedados – e já entrando na lista de desejos de viagem em 3,2,1…), Abu Dhabi também tem investido em atracões interativas, com foco nas artes, esportes e diversão.

Então alem do polo cultural na Ilha Saadiyat, a outra ilha de Abu Dhabi que merece a visita é a ilha Yas, que foi transformada nos últimos anos gracas a ter se tornado sede oficial de mais um circuito mundial de Fórmula 1.

O que fazer em Abu Dhabi

Sem poupar esforços ou recursos, Abu Dhabi literalmente comprou sua posição no topo dos circuitos de elite de um dos esportes mais caros e populares do mundo. E visando concorrer e desbancar circuitos mais tradicionais, como Mônaco ou Cingapura, Abu Dhabi construiu seu circuito sob medida.

Pistas topo de linha? Check.

Cenário magnifico? Check?

Bastante espaço para o glamour e festas dos ricos&famosos? Check! Check! Check!

Um dos principais atrativos da pista de Abu Dhabi é o hotel Viceroy, construído especialmente para dar esse “toque” único à nova pista, com vistas para a corrida e o mar do Golfo.

A construção do hotel por si só já merece a visita de qualquer fan de arquitetura e/ou tecnologia, pois ele reúne tudo que o mundo oferece atualmente em termos de modernidade na área de construção.

O mais impressionante é o painel curvilíneo de LED que também faz as vezes de painel de energia solar e proteção FPS para o prédio nos meses de calor intenso, e foi o primeiro do mundo a ser construído não só sobre uma pista de formula 1, mas também construído de proposito para ser integrado na pista do Grand Prix.

O hotel Yas Viceroy, logicamente fica aberto a hospedes o ano todo, mas mesmo pra quem não se hospedar por la, o edifício vale a visita – não apenas por sua arquitetura, mas pela experiencia em si!

Nos fomos no hotel em duas ocasiões: primeiro durante o dia para conhecer o hotel e conhecer o circuito, e uma segunda vez a noite, para jantar por la com nossos amigos.

Jantamos no restaurante de culinária Libanesa Atayeb, cuja parte externa tem uma vista privilegiada do circuito Grand Prix, da marina da ilha Yas e da arquitetura do hotel.

E fica a dica: apesar de que o Grand Prix de Abu Dhabi só acontece em Novembro, a pista recebe treinos e outras corridas ao longo do ano todo, e o barulho eh ensurdecedor! Mas todas as terças feiras a noite, a pista se abre para o public, e os visitantes e moradores de Abu Dhabi lotam o circuito com suas famílias, amigos, patins, bicicletas, carrinhos de bebê e afins para curtir uma noite ao ar livre.

Então marcamos nosso jantar na varando do Atayeb de proposito para uma terça feira, justamente pata poder jantar na varanda, sem o barulho dos motores!

Por fim, ainda esticamos a noite no bar da cobertura do Viceroy, com uma decoração & arquitetura futurísticas incriveis, que dá pra ver bem como é a estrutura do prédio por dentro.

E não é atoa que o bar recebe as maiores e melhores festas da Fórmula 1!

Mas também passamos por la durante o dia, e tivemos o privilegio de assistir parte de um treino.

O que fazer em Abu Dhabi

A Ilha Yas tem um centro turístico (“Yas Central”) onde é possível assistir os treinos (gratuitamente) em uma das suas varandas de observação, ou então almoçar/lanchar por la – nos optamos por chegar bem cedo, e tomamos café da manha no Café Tucano da Yas Central de onde assistimos pate de um treino.

Mas quem for muito fan de Formula 1 ou corridas e carros em geral, o centro tem uma lista invejável de “experiências”, onde é possível dirigir o circuito com diferentes tipos de carros, fazer aulas particulares em carros de formula 1, fazer tours guiadas pelos bastidores do circuito, ou quem sabe, dirigir um Aston Martin customizado ao redor do Circuito?

O que não faltam são atracões e experiencias para os fans de carros e corridas!

E pegando carona no clima de “need for speed” da Ilha Yas, é lá também que fica localizado a primeiro e único parque de diversões temáticos da Ferrari!

O Ferrari World Abu Dhabi é um parque de diversões 100% interno e climatizado (para que possa ser usado o ano todo, mesmo nos meses de verão intenso das Arabias!), sendo o maior parque de diversões “interno” do mundo!

Nos acabamos optando por não ir, pois a maioria das atracões tem um limite de idade e altura, ao qual a Isabella não cumpre ainda…

Mas ainda assim é impossível ignorar o toldo gigantesco que domina a paisagem da ilha, ocupando uma área equivalente a 7 estádios de futebol e om o maior logo da Ferrari já criado!

Ou seja, apesar de que ilha Yas é apenas uma pequena região de Abu Dhabi, so ali daria pra passar uns 2 dias (no minimo!) só participando das atividades, assistindo as corridas e se esbaldando no parque de diversões, restaurantes, bares e lojas!

Do outro lado da ilha fica a Marina Yas, onde além de uma marina/Yatch club, ainda term um ótimo “calçadão” ao ar livre (também com a vista da pista de corrida e do Viceroy), com várias outras opções de restaurantes, como os badalados Cipriani e Iris.

Ah! E ainda na Yas Island ainda tem um parque aquático e um mega shopping (que na verdade são raros em Abu Dhabi, em comparação com Dubai!).

(Alguma dúvida de que qualquer dia desses nos voltamos a Abu Dhabi?!)

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
8 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
8 comentários
  1. Mariana Alcântara - 08/04/15 - 21h58

    Atualizei a página e post novo!!!

    Responder
  2. Cecília - 09/04/15 - 01h26

    Adoro suas dicas sobre viagens e, principalmente, pela praticidade com que você trata os assuntos relacionados a viagens com crianças. Tenho uma filha de 3 meses, amo viajar e você é a minha inspiração! Beijos

    Responder
  3. Thayse Carvalho - 09/04/15 - 15h44

    Uaauuuuu! Babei! Como vc é privilegiada Dri, em conhecer tudo de melhor que o mundo tem a oferecer, parabéns!
    Nós aqui no Brasil estamos tão mais longe, e tudo é tão mais caro. Aproveite mesmo!

    Responder
  4. Pedro @travelwithpedro - 09/04/15 - 16h57

    Oi Adriana, muito boas as dicas de lá. Vivo me lamentando por não ter me esforçaco pra aproveitar mais Abu Dhabi, além da visita à Grande Mesquita. Ah, o Yas Viceroy faz jus à arquitetura da cidade, com certeza. :-)

    Abraço!

    Responder
  5. Vanessa Dilly - 09/04/15 - 17h44

    Oi Dri;
    Lugar maravilhoso! Confesso que sempre tive vontade de visitar EAU, agora então… me deu mais vontade ainda! Mas tenho a impressão que tudo nesta região é mais caro do que em outros lugares do mundo, estou certa? (fui para Londres pela primeira vez recentemente e, particularmente, achei a cidade um pouco mais cara do que outros lugares da Europa – ex. Paris) é claro que Londres possui uma moeda mais ‘cara/valorizada’ (então acredito que isto também contribui para ela ser um pouco mais cara que as demais cidades), enfim. Os EAU é uma cidade mais cara que Londres?
    Outra pergunta que sempre tive vontade de fazer: o colar que a Isabella usa é aquele de âmbar? Ele traz algum benefício mesmo?
    Beijo grande!!!!

    Responder
  6. Fernanda - 09/04/15 - 18h51

    Excelente dica o local é lindo, espero conhecer este local um dia.

    Responder
  7. Larissa Lyra - 10/04/15 - 01h37

    Você está mais magrinha ou foi a roupa? Tá MUITO bonita!

    Responder
  8. Humberto S. Silva - 02/08/15 - 16h16

    Marina, obrigado pelas informações mostradas. Com certeza, nos ajudarão em nossa viagem.

    Responder