25 Jul 2016
19 comentários

Ilhas Maurício

Babymoon, Dicas de Viagens, Estilos de Viagem, Ilhas Mauricio, Lua de mel

Tao logo quanto minha gravidez foi confirmada, nos já começamos a programar uma segunda Babymoon (que eh aquela “lua de mel” pre-baby) e pesquisar sobre possíveis destinos.

Quando eu estava gravida da Isabella, acabamos escolhendo as Maldivas, e foi simplesmente uma viagem de sonhos – então dessa vez queríamos um lugar igualmente paradisíaco, e uma viagem que fizesse o mesmo estilo praia-relax-comida-spa para marcar nossos momentos finais pre-baby (numero dois!).

Um dos dilemas dessa vez foi: levar ou não levar a Isabella? Afinal a intenção da babymoon é justamente dar ao casal uma última chance de tranquilidade antes da reviravolta dos filhos… mas como pais de segunda viagem, já não nos assustamos tao facilmente com os mitos (e realidades) da paternidade, e a verdade verdadeira é que queríamos que a Isabella curtisse a viagem tanto quanto nos – afinal seria nossa ultima grande viagem como uma família de 3, e seus momentos finais como filha única. Então não deu pra imaginar fazer uma viagem dessas sem ela!

Então essa decisão guiou nossas pesquisas, e por uma conjunção de fatores, as Ilhas Mauricio foi nosso destino escolhido dessa vez.

A decisão não poderia ter sido mais acertada, e não é a toa que as Ilhas Mauricio são a escolha de milhares de casais de lua de mel (e babymoon) mundo afora!

A ilha (na verdade arquipélago, dai o nome em plural) fica na costa leste Africana, no meio do oceano Indico, a esquerda de Madagascar.

Apesar de geograficamente ser considerado um pais Africano, sua colonização Europeia e fortíssima influencia Indiana, dão ao pais um toque muito mais Indiano do que Africano, o que impacta desde a etnia dos locais (ou Maurícios são muito mais de aparência Indiana do que negra, por exemplo, apesar de que é tudo bem misturado e fascinante!), até a musica, costumes e culinária.

O Arquipélago das Ilhas Mauricio é composto por mais ou menos 1 duzia de ilhas e ilhetas, (muitas delas nem sequer consideradas “territórios”, pois são apenas corais e bancos de areia), sendo que a ilha principal e maior é a Ilha Mauricio, e logo depois a Ilha Rodrigues, Ilha Reunião, Agalega e Saint Brandon, que ficam todas a centenas de quilômetros de distancias, e geralmente não visitadas por turistas.

Mas a ilha principal (Mauricio) é cercada por mini ilhotas e bancos de areia, que são o paraíso dos mergulhadores e para pesca de alto mar.

Uma coisa curiosa, que eu não sabia ate chegar lá, é que a ilha é toda cercada por uma “muralha” de corais, e é justamente isso que faz com que o clima (e temperatura da água do mar) sejam amenos o ano todo, sem grandes impactos de monções ou ondas. Mas por sua vez, isso também faz com que as praias sejam menos paradisíacas do que estávamos esperando, com muitas pedras e areias de corais (mais grossa e menos confortável do que a areia “normal” que estamos acostumados).

A água eh claríssima, tipo copo d’agua, e a maioria dos hotéis oferecem praias de areia artificial particular como parte de sua infraestrutura, então não deixamos de curtir demais a praia, mesmo não sendo aquela coisa “talco” de bebê que as vezes vemos em fotos!

A praia entre os bancos de areia da Ille Aux Cerf, no sudoeste das Ilhas Maurício

A ilha é uma tima opção para quem quiser mesclar uma viagem a um destino paradisíaco, mas com um plus a mais – a ilha principal, a Ilhas Mauricio é relativamente grande, e oferece muita coisa a fazer alem de sol-sobram-água fresca nosso de cada dia. Então é uma ótima opção pra quem quer praticar esportes aquáticos, fazer passeios culturais (mercados locais, templos Hindus, museus, jardim botânico, mini safaris, etc). Sempre dando aquela sensação de que uma viagem só nunca sera suficiente pra conhecer nem fazer tudo que a Ilha oferece!

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
19 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
19 comentários
  1. Marianne - 25/07/16 - 19h42

    O interessante das Ilhas Mauricio é essa combinacao de praia linda e atrativos culturais. Belas fotos! Agora cá entre nós babymoon com um toddler de 3 anos e meio? Como diria o filosofo Fausto Silva, esta louco meu!! E pra voltar da babymoon quebrado e cansado. Nao dá pra ser babymoon nao, esta mais para nao para nao para para nao hahahaha

    Responder
    • Adriana Miller - 26/07/16 - 08h41

      Ah, que nada! Foi tão gostoso viajar com ela! N~ao dava pra imaginar uma viagem diferente!
      Mas claro que rolou muuuito planejamento e escolhemos a dado um resort que ela teria muita atividades independentes de n’os, kids club etc, então conseguimos bastante tempo de paz e a sós.

      Responder
  2. LIVIA - 25/07/16 - 20h05

    Post excelente!! Tenho uma filha da idade da Bella e sempre fico nesse dilema, mas acho que eles crescem tão rápido que daqui a pouco é ela que vai ter outras programações e não vai mais querer viajar com os pais! kkk…então é bom aproveitar mesmo! No fim das contas sempre levo minha pequena e nunca me arrependo! E o post do Peru? ainda demora? Com a crise econômica no Brasil estamos ansiosos por esse post! Obrigada! beijos!!!

    Responder
    • Adriana Miller - 26/07/16 - 08h48

      Pois é! A viagem foi ainda mais especial justamente porque ela estava lá!
      Não dava pra imaginar viajar sem ela, quando ainda estávamos planejando a viagem. Mas enquanto estávamos lá, e agora, depois da viagem, o fato de que ela fez parte dessas memórias é ainda mais especial!
      Escolhemos um hotel que nos permitisse ter momentos a sós e bastante atividades pra crianças da idade dela (que ela amou e curtiu demais), e então foi uma viagem perfeita pra família toda!

      Responder
  3. As fotos ficaram lindas, parabéns! Fiquei curiosa sobre o momento da viagem (semanas de gravidez), pois a sua barriga jah parece bem avançada! Voltei hoje da minha viagem, mas com 31 semanas achei melhor não ir para nenhum lugar muito longe e levei meu atestado que me autorizava a viajar caso pedissem… Bom, como dizem que a minha barriga não estah tão grande assim e ainda meio que “escondi” no embarque, ninguém me falou nada. Mas tanto na ida quanto na volta teve alguma comissaria para me dizer “mas a senhora estah gravida!”. Ainda assim, durante a viagem não me senti 100% tranquila…

    Responder
    • Adriana Miller - 26/07/16 - 08h45

      Eu estava com 27/28 semanas, um período bem tranquilo, e “ao vivo” minha barriga não estava tão grande não.
      Levei atestado também, claro, e cada cia aérea tem um limite diferente. Nós fomos de British Airways, que permite viajantes grávidas até as 34 semanas, então eu ainda tinha bastante tempo “livre” pra viajar sem limitações.
      Mas acho que o mais importante é como você estiver se sentindo né?
      Eu estava super bem, bem disposta, saudável e ainda me sentindo “leve”, então a viagem foi super tranquila.
      Na ida não nem olharam pra minha cara/barriga no embarque, e na volta me pediram um atestado, que eu apresentei sem problemas, e embarquei sem problema algum.

      Responder
  4. Mariana - 26/07/16 - 14h26

    Babei nas fotos no ig, e agora vou babar mais um pouco! Lindas fotos! E vc consegue ficar ainda mais bonita grávida!!!
    Me tira uma curiosidade: vcs estão fazendo fotos semanais da evolução da barriga de novo, igual na gravidez da Bella?

    Responder
    • Adriana Miller - 26/07/16 - 20h53

      Sim!
      Um estilo diferente de fotos, mas estamos registrando as semanas sim!

      Responder
  5. Patrícia - 26/07/16 - 18h57

    Ia comentar no Instagram que achei fantástico vocês levarem a Bella na babymoon! Porque é babymoon dela também ,né? Assim como vc disse, últimos momentos de filha única…..Por mais que ela não sinta ciúmes quando o bebê nascer, sempre rola um estranhamento no início…..

    Responder
    • Adriana Miller - 27/07/16 - 10h29

      Super!
      A vida de nós 3 está a ponto de se transformar, não só a minha e a do Aaron! Ela será tão (ou mais) impactada do que nós, então nada mais justo do que ela participar dessa babymoon com a gente!

      Responder
  6. Thais - 26/07/16 - 19h09

    A maternidade é vivida de formas diferentes por cada família de acordo com situação financeira, suporte familiar, características pessoais dos pais etc etc.
    Entendo perfeitamente os que postam que voltam de férias com as crianças precisando de mais férias, dos que não viajam sozinhos com crianças, dos que optam por não viajar enquanto as criancas sao muito pequenas e mais etc’s etc’s (rsrs).
    Mas eu adoro viajar com o meu e meu dilema tb é esse, embora as vezes ficar sozinho é bom, mas saber o quanto ele poderia aproveitar com a gente transforma essa decisão em uma sinuca de bico.
    A dúvida do momento é Las Vegas, gostaríamos de irmos só eu e meu marido. Mas quando vejo os hotéis, as piscinas… meu filho iria amar. As vezes, é claro, vamos sem ele, mas outras vezes rolam essas dúvidas.

    Responder
    • Adriana Miller - 27/07/16 - 10h28

      Pois é falou e disse!
      Não existe essa coisa de “mãe perfeita”, “Mãezona”, e afins, pois cada família se adapta e escolhe o estilo que mais funciona para si mesmo!
      E em relação à viagens com crianças, acho que cada estilo e destino se adapta de maneira diferente aos mini viajantes. Não existe certo e errado!

      Agora, já que você mencionou Las Vegas, darei minha opinião de quem já foi a LV várias vezes, com e sem filhos:
      Las Vegas é um lugar “adulto”, e com muuuuuuitas limitações de onde crianças podem ou não podem entrar, desde piscinas de hoteis, até casinos, restaurantes e atrações. Tudo lá é muito voltado pra bebida, jogos, etc, então é uma restrição bem real e bem limitadora.
      Sim, os hotéis são maravilhosos e com bastante coisa atrativa e divertida para crianças (ficamos no Bellagio e a Bella adorou), mas ainda assim ela não podia entrar no Casino (nem de passagem), algumas piscinas eram só para adultos, e não podia ir a nenhum show noturno.
      Então nossa viagem deu certo pois contratamos uma babá do hotel e meus sogros estavam lá, que nos ajudaram com ela e todos íamos nos reservando.
      Sim, ela se divertiu horrires, e nós também, mas rolou todo um “esquema” para dar certo.
      Se fosse só nós 3, eu não iria pra lá, ou então não levaria a Isabella, pois sei que ia limitar demais nossa viagem.
      Mas isso vinde de um casal que agora casinos, shows, restaurantes, baladas e afins. Curtimos demais a vida noturna e o lado “adulto” de LV, então seria bem frustrante não poder curtir a cidade do jeito que gostamos por causa das crianças.
      Mas se vocês forem mais uma família/casal “diurno”, passeios pelos hoteis, piscina e afins, sem se preocupar com o lado noturno da cidade, aí sim! Vai com tudo e leva seu filho junto!

      Responder
      • Thais - 28/07/16 - 02h03

        Obrigada!!! Sempre acompanho os destinos por aqui e a minha dúvida de Las Vegas era exatamente o que vc escreveu.
        Bjs

        Responder
  7. Thais - 26/07/16 - 19h15

    Oi Adriane,
    Recentemente vi em alguns blogs de moda, blogueiras comentando looks antigos. Coisas do tipo o que elas nao usariam mais, micos que pagaram, roupas que ficaram no passado e só usariam se fosse moda mesmo…
    Aí pensei se vc faz alguma avaliação desse tipo, alguns posts q vc relê e pensa: nunca mais faço esse tipo de viagem! Ou: antes poderia ter viajado mais nesse esquema X!
    Claro, coisas gerais e não mudanças provocadas pela chegada da Bella.
    Bjs

    Responder
  8. Thais - 26/07/16 - 19h22

    O vídeo da viagem ficou muito legal!
    Fora de topic, mas recentemente encontrei seus pais em um mercado aqui do Rio. Falei com seu pai, e foi engraçado a reação dele ao ser “tietado”. Ele brincou que estava famoso. Rsrs
    (PS: eu sou a leitora que fui ao encontro no Rio, e presentei com jogo americano com imagens do rio. Uma pequena retribuição as tantas dicas encontradas aqui.)
    Bjs

    Responder
    • Adriana Miller - 27/07/16 - 10h20

      Usamos muito seu jogo Americano!!
      Minha mãe até comprou uns iguais! Obrigada!!! :-)

      Responder
  9. Dominik Babic - 26/07/16 - 22h26

    Dri, não sei se você acredita em signos, mas te acho a personificação da alma aquariana!

    Responder
    • Adriana Miller - 27/07/16 - 08h06

      Olha, vou te dizer que não sei nada sobre signos, e sempre que leio alguma coisa sobre Aquário, sempre acho o oposto de mim mesma, então acredito menos ainda :-)

      Responder
      • Dominik Babic - 28/07/16 - 16h33

        Dri, sou viciado em signos, também sou de Aquário e acho o nosso signo o mais legal do Zodíaco. E parece que você reúne as melhores características do signo! ;-) Adoro o seu blog!

        Responder