07 Jun 2017
2 comentários

Dicas de viagem para Mykonos

Dicas de Viagens, Europa, Grecia, Mykonos

As ilhas Gregas são de fato uma máquina de paisagens. Lembro de andar por Santorini e me sentir quase que num lugar “falso” – não era possível que aquilo ali realmente existisse, assim, ao natural, sem filtro nem photoshop!

Dicas de viagem para Mykonos

E Mykonos, ah…. Mykonos… Cheguei a brincar com o Aaron que chegar no nosso hotel e abrir a janela para ver a paisagem foi uma versão “vida real” de ligar o computador de dar de cara com o protetor de tela do seu PC!

É a realização de todas as fantasias Gregas: as casinhas brancas, o chão de pedra minuciosamente (e constantemente) pintado de branco, os restaurantes, as praias…

Uma amiga descreveu Mykonos como “se Ibiza e Côte D’Azur tivesse um filho, ele seria Mykonos” – e acertou na mosca!

Por um lado Mykonos tem tudo que Santorini também tem: a paisagem, as casinhas brancas, as igrejas de telhado azul… Mas aí você adiciona praias lindas de areia fininha, muitos beach clubs badalados que se intercalam com restaurantezinhos pé-na-areia de pescadores.

Quem quer badalar muito e emendar noite-e-dia-dia-e-noite sem parar, vai amar Mykonos. Se você está numa vibe casal e férias romanticas, então Mykonos é pra você. Vai viajar com a família? Crianças e bebês? Opa, Mykonos é perfeita!

A ilha realmente atende a todos os gostos e estilos!

Como é de se esperar de uma ilha paradisíaca-badalada no sul da Europa em pleno verão, Mykonos não é exatamente um lugar barato, mas ainda assim é um lugar eclético, agradando à todos os gostos – de hotéis luxuosos e iates particulares, à pensões familiares, e tudo mais entre A e B. Basta se planejar muito bem!

Para nós, o crucial foi o planejamento com muito tempo de antecedência, tipo, muito mesmo. Marquei as passagens praticamente logo que as datas abriram, com quase 10 meses de antecedência.

Voamos de EasyJet, num voo direto saindo de Londres – saiu um pouco mais caro, mas os voos com conexão tinham horários ingratos que além de cansativos (tipo, 6 horas de conexão em Atenas… oi?) ainda nos fariam perder tempo demais na ida e na volta pra casa.

E também queríamos maximizar o tempo por lá. Não é nem o caso de que tem muuuuuita coisa pra fazer nem visitar não. Era um tempinho pra não fazer nada mesmo, curtir a cidade, as praias, o hotel, o pôr do sol… sem correria. Então no total foram 4 dias inteiros e 3 noites – foi na medida, mas se tivesse mais tempo, teria ficado mais tempo com certeza!

O nosso hotel foi um caso à parte! (e ganhará post à parte também, pois merece!)

E assim como as passagens, o hotel foi pesquisado, escolhido e reservado com quase 1 ano de antecedência, antes mesmo das passagens! E isso fez toda diferença!

Eu sempre uso o site da Booking.com pois acho tão prático poder reservar sem compromisso! Então para lugares tipo as ilhas Gregas, onde a oferta é bem limitada mas a procura é grande, se planejar com (muita) antecedência gerante que você ainda consegue achar disponibilidade nos bons hotéis, com preços bem mais pagáveis! Se mais tarde a viagem não rolar, ou você resolver ficar em outro hotel, é só cancelar, sem custo nem riscos!

Também cheguei a reservar esse hotel aqui, e também esse. Mas acabamos decidindo pelo Vencia e foi uma decisão acertadíssima! (alguns leitores me disseram que já não conseguiram vaga para o Vencia, então vale a pena olhar as datas nos outros dois também!)

De última hora nós decidimos alugar um carro, só para ter mais liberdade e flexibilidade para explorar um pouco a ilha. Sinceramente acabamos não usando muito, pois nosso hotel era muito pertinho do centro da Mykonos e era infinitamente mais fácil ir andando, e acabamos não animando de ir para as praias – mas mesmo usando pouco, valeu o preço, pois o aluguel para 4 dias saiu mais barato do que o translado para o aeroporto – então pelo menos tivemos a opção de fazer outros passeios.

Também recebi muitas perguntas em relação a levar crianças pequenas à Mykonos – e olha, achei tranquilíssimo, bem mais fácil que Santorini, inclusive.

O centrinho da cidade é muito mais fácil de ser explorado com um carrinho de bebê por exemplo, pois é tudo plano (Santorini tem muuuuuuuitas escadas), a maioria das ruas são 100% para pedestres, então a Isabella podia andar à vontade e explorar sem ter que me estressar com carros e afins, e os Gregos são muito simpáticos com crianças!

Para chegar e sair do centro de Mykonos, tem escadas, sim, mas não achamos nada demais não (pelo menos não pelo lado onde entrávamos), e então eu colocava o Oliver no canguru, fechava o carrinho e em 5 minutos estávamos lá em baixo, e não tinha mais que me preocupar com isso (até a hora de voltar, claro!).

Na parte de alimentação também foi tranquilo: em qualquer birosca você encontra frango e peixe grelhado, legumes, saladas, iogurtes, muitas lojinhas e barraquinhas vendendo frutas, pães etc. Não tivemos problema algum, e a Isabella comeu bem.

Eu levei papinhas para o Oliver, como sempre faço, mas acabei achando as mesmas marcas em farmácias e supermercados no centro de Mykonos.

O Hotel forneceu uma caminha extra pra Isabella e um bercinho pro Ollie, o restaurante deles tinha cadeirão, então nos sentimos super confortáveis e bem vindos!

Nos próximos posts vou entrar me mais detalhes sobre as Dicas de viagem para Mykonos e os passeios que fizemos por lá!

 

Créditos:

Hotel onde nos hospedamos:
http://fave.co/2sJDtv5

Cameras usadas:
Canon G7X: http://fave.co/2salq42
Go Pro Hero5: http://fave.co/2sJYKER
Dome para fotos em baixo d’agua: http://amzn.to/2rcJfDh

 

Tudo que vesti na viagem:

Vestido azul: http://amzn.to/2rXZIga
Vestido creme: http://amzn.to/2rXTAor

Maiô vinho: http://rstyle.me/n/cnvvw8cbqnp
Maiô branco: http://rstyle.me/n/cnvv7tcbqnp

Blusa Branca: http://rstyle.me/n/cnvv38cbqnp

Jaqueta Jeans: http://rstyle.me/n/cnv23bcbqnp

Jaqueta Suede: http://rstyle.me/~9XIZW

Óculos marrom: http://rstyle.me/n/cnv26kcbqnp

Óculos preto: http://rstyle.me/n/cnv27zcbqnp

Chapéu: http://rstyle.me/n/cnv29ycbqnp

Tenis Adidas: http://amzn.to/2qWGCbN

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Nos Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
2 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
2 comentários
  1. Renata Rocha - 15/06/17 - 18h19

    Oi Dri! Estou anotando todas as dicas, pois ano que vem pretendo ir com a minha mãe para Grécia comemorar o aniversário dela. Uma dúvida: você sabe se para quem quer visitar as praias, alugar carro é essencial ou as outras opções de locomoção são viáveis?

    Responder
    • Adriana Miller - 16/06/17 - 08h05

      Alugar um carro é essencial. Muita gente aluga motos/lambretas, mas eu não subo numa notinha daquelas e especialmente naquelas estradas nem amarrada!! Muito perigoso!!

      Responder