29
May
2014
#CorreTatiCorre
Escrito por Adriana Miller

Quem me acompanha ha um tempinho aqui no blog e nas redes sociais, já ouviu falar da minha amiga e BFF (Best Friends Forever! LOL) Tati-brow.

E nossa amizade sempre gera curiosidade: nos conhecemos aqui em Londres mesmo, através de uma amiga em comum (que por sinal, é a mesma amiga que me convenceu a criar o blog, ha 10 anos atrás! Valeu Dedéia!), e sabe quando o santo bate?! Pois é, paixão a primeira vista.

photo 2

E por que ela virou Tati-brow? Porque a Tati é brow…. mór bróder…. (puxaaaando no sotaque Carioca, já que ela é super Paulistana!).

Somos muito diferentes, mas ao mesmo tempo, super iguais. Uma sacaneia a outra e rimos de nós mesmas o tempo todo. Sabe aquela coisa de irmã? Eu sacaneio as frescuras dela e ela reclama que minha casa é zoneada demais. Desse tipo.

Mas quem conhece essa menina alegre, atenciosa e amorosa hoje em dia não sabe o quão vencedora ela é! A Tati tem um passado triste, uma infância lutando contra a leucemia e a sombra do câncer ao longo de toda sua vida.

photo 1

Mas o universo é ixxxxperto e guardou ela pra gente, e a Tati é a uma das pessoas mais fortes, disciplinada e correta que conheço!

Ano passado ela levou outro susto do câncer (que foi só um susto1 Ufa!) e resolveu cuidar melhor de si mesma e retribuir um pouco todas as bênçãos que teve na vida, e mudou de uma vida sedentária a corredora levada a sério, e resolveu se juntar a milhares de pessoas aqui na Inglaterra e ajudar a patrocinar as pesquisas anti câncer da organização “Cancer Research UK” – afinal, infelizmente o câncer afeta todos nós (eu mesma já perdi um avô, uma avó e uma tia avó pra essa doença maldita!), e infelizmente nem todos tem a mesma sorte de dar a volta por cima como a Tati teve!

A corrida do “Race for Life” (“corrida pela vida”) é esse sábado aqui em Londres, e eu e a Isabella vamos nos juntar ao Team Tati com algumas outras amigas, e mais milhares de outras pessoas num parque para correr 5 quilômetros pela cidade.

Quem quiser contribuir para a causa, pode ajudar o “Time Tati” a patrocinar as pesquisar da organização, doando (qualquer coisa ajuda!) nesse link aqui.

E sábado, eu, Isabella e Tati estaremos cobrindo tudo ao vivo, e torcendo para que cada vez mais o mundo possa ser presentado com almas lutadoras e vencedoras como a Tati!

 

Categorias: Amigos, Corrida e Esportes, Pessoal
25
12
Dec
2013
Meu Peru não morreu na véspera! (Edição “perdi a conta!”)
Escrito por Adriana Miller

Quem acompanha o blog a muitos anos já ouviu essa história: a muitos anos atrás eu meus flatmates decidimos fazer uma festa do-balaco-baco em nosso apartamento pra celebrar o natal com nossos amigos e “família longe de casa” (éramos 4 estrangeiros dividindo um flat).

A festa foi um tremendo sucesso, eu acabei me mudando do apartamento mas a amizade e a tradição continuou. Chegou no ponto que lá pra outubro alguns amigos já começavam a me ligar e escrever perguntando quando seria a festa de natal daquele ano, pois queriam planejar seu fim de ano de maneira que não perdessem a festa!

20131212-092643.jpg

Mas em Londres as pessoas vão e vem, a vida muda, e aos poucos a festa foi ficando mais “adulta”, muitos casais, uma ou outra criança, e em vez de shots e vizinhos reclamando da algazarra, passamos a ter trilha sonora de Natal e conversas sobre o mercado imobiliario.

20131212-092611.jpg

Confesso que cheguei a desanimar, até que ano passado, com uma barrigona de grávida maior do que qualquer peru do supermercado, resolvi deixar pra lá e não fazer a festa, pela primeira vez em uns 6 anos! Alguns amigos reclamaram, mas entenderam, obviamente.

20131212-092828.jpg

Então esse ano eu e o Aaron debatemos: festa ou não festa? Eis a questão!

20131212-092716.jpg

O convite acabou saindo atrasado (já em Novembro!), e em Londres isso é pecado mortal (principalmente nas festas de fim de ano), então sabiamos que muita gente não poderia participar.

20131212-092734.jpg

Então a festa do balacobaco de outrora finalmente evoluiu para um almo-janta entre amigos, e foi o MÁXIMO! E depois que todos foram embora ficamos conversando sobre como essa foi uma das melhores festas dos últimos tempos, e serviu o propósito da ideia por trás do “Meu Peru não morreu na véspera” (gente, não faço a menor ideia porque comecei a chamar essa festa disso, até porque não faz o menor sentido em Inglês, mas abafa!): comemorar o Natal e o fim de mais um ano com nossos amigos longe de casa!

Como éramos poucos casais e seus rebentos (acho que o fato de que esse ano fizemos uma festa a tarde para ser baby-friendly, assustou e espantou muitos amigos que não tem filhos!), conseguimos conversar numa ótima, a comida finalmente foi coordenada (e finalmente tivemos um menu de verdade!), muitas gargalhadas, planos pro futuro, relembramos o passado.

20131212-092700.jpg

E pra completar a cara de “natal” da festa, ainda tivemos as crianças! Fazendo barulho, fazendo bagunça, admirando a arvore! Como era o natal antes disso mesmo?!

20131212-092559.jpg

Lógico, como sempre, a árvore de natal foi a atração principal da festa, atraindo curiosidade de dedinhos pequenos, tema central de muitos papos (sobre viagem, eba!) e o jogo “quem adivinha quais são os novos enfeites do ano?” que só eu ganho! (nem o Aaron lembra de todos!).

20131212-092624.jpg

E ficou uma certeza: ano que vem faremos de novo!

20131212-092812.jpg

A festa nunca mais será o oba-oba ressaquento de outrora, mas como um bom vinho, nossas comemorações de natal só estão melhorando com os anos!

 

Categorias: Amigos, Lar doce lar, Natal
5
05
Nov
2012
Chá de bebê – Everywhere
Escrito por Adriana Miller

Semana passada rolou um super evento aqui em casa: meu chá de bebê!

Eu fiquei na duvida se iria fazer alguma coisa ou não, já que aqui na Inglaterra Chá de bebê (ou chá fralda, ou seja qual for a moda da vez) não é muito comum, e nenhuma das minhas amigas ou conhecidas que tiveram bebes recentemente ou estão grávidas fizeram…

Mas ainda assim, eu achei que seria uma boa desculpa pra reunir a mulherada uma ultima vez antes do dia H!

A principio a festchynha ia ser apenas isso mesmo, um almoço ou jantar com as amigas mais chegadas e nada mais – sem formalidades, sem “tema”, joguinhos nem nada muito “baby” demais (pra falar a verdade tenho a tendência a achar tudo breguinha demais…).

Mas eu estava enganada, e por sorte minhas amigas se empolgaram! A Tati (que acabou sendo a organizadora e anfitriã oficial – apesar de que essas cosias não existem por aqui) começou a me mandar links de fotos, festas e chás (de panela e bebe) com o tema “viagens”, e pronto! Me empolguei!

Então foi decidido – nada mais apropriado do que celebrar as muitas viagens que essa bebezinha já fez antes mesmo de nascer – e assim foi apelidado o “Baby Shower Everywhere” (que virou até #hashtag! Hahaha)!

A Tati se encarregou de todo “tema” e decoração; eles fez as bandeirinhas, as etiquetas, pesquisas de decoração etc, e no sabado chegou aqui em casa as 9 da manhã, pronta pra colocar a mão na massa!

Compramos muita coisa legal na Amazon (globo terrestre de encher, supporte pra cupcakes, etc), no eBay (guardanapo de mapas, mapas de folha de arros pros cupcakes, fitinhas etc) e na Stanfords que tem uma seção de papelaria temática de viagens que é de enlouquecer! (E eu enlouqueci mesmo! Me empolguei demais comprando adesivos – que viraram rotulo das garrafinhas de agua – papel de embrulho de mapas – que viraram as baneirinhas e forros – balões de encher de globo terrestre, etiquetas de viagem etc, etc!)

E como minha casa já é normalmente meio “decorada” pra viagens (muitos guias de viagem, livros de fotografia, peças de decoraççnao do mundo todo, etc) acabamos incorporando algumas coisas na decoraççnao da festa sem muito esforço.

E eu me encarreguei do menu e de todos os quitutes!

O menu temático foi “Chá da tarde” Ingles (que é uma coisa que adoro!), mas com uma mistureba Made in USA e Made in Brasil – afinal ela será uma menininha Britânica mezzo Americana e mezzo Brasileira!

Inlcuimos muitas opções diferentes de chás, acompanhados por scones (tipo um pão doce tipico Britânico) e mini sanduiches.

Eu também fiz cupcakes e minha (maravilhosa) torta de limão com merengue, em versão mini.

E pra completar ainda fiz umas esfihas com recheio de frango com catupiry (só que em vez do catupiry usei cream cheese mesmo…), e a Andrea se encarregou dos brigadeiros e beijinho de côco (que foi um sucesso inacreditável!).

E do lado Americano, fizemos mini hamburgers (que o Aaron preparou a carne!) e mini hotdog!

a’zamigas se encarregaram da animação e dos presentes fofos!!

Ganhei tanta coisa linda e fofa!!! Foi aquele festival de “Ahaaaaa”… “Ohoooo”…. a cada embrulho aberto e mini roupinha ou brinquedinho revelado!

Adorei, adorei!! E fiquei muito feliz de não ter deixado a oportunidade passar em branco!

 

Categorias: Amigos, Gravidez, Pessoal
94
03
Sep
2012
Coimbra (ao vivo, ora pois!)
Escrito por Adriana Miller

Bem, na verdade esse post eh um pouco fraude – primeiro porque ja nao estou em Coimbra (voltei na madrugada…), e segundo porque de Coimbra mesmo vimos muito pouco!20120903-123436.jpg

Ate tinhamos planejado explorar a cidade um pouco mais, afinal acho que ja nao ia la desde meus 13 anos de idade, e o Aaron ja conheceu Lisboa e Porto, mas nunca explorou o interior do pais.

Mas nosso motivo pra viajar ate Portugal foi o casamento de uma querida amiga: Canadense, filha de pais Portugueses, que namora a anos um Portugues da gema e moram aqui na Inglaterra a anos!

Entao entre voos e trens e conexoes, acabamos tirando um fim de semana prolongado e fomos para Portugal com mais 10 amigos gringos!

20120903-123502.jpg

Eu fui a guia nao-oficial da viagem, e comecamos com uma tarefa facil: Um jantar tipicamente Portugues na sexta a noite!

Pedi ajuda aos Twitteiros (@DriMiller) que indicaram um restaurante otimo bem na beiradinha do Rio Mondego, na regiao das docas de Coimbra.

20120903-123450.jpg

O pessoal aprovou a escolha antes mesmo de entrar no restaurante!

E como era de se imaginar, a comida – e o vinho verde! – nao decepcionou, e foi um maravilhoso pontape ao fim de semana de comemoracoes.

No sabado, mais Portugues impossivel – nosso dia comecou cedissimo com um “pequeno almoco” tradicional na casa dos pais da noiva – foi como se eu tivesse sido teletransportada para casa das minhas tias em plena decada de 90!

20120903-123526.jpg

Mas como a noiva ta mais pra Canadense/Inglesa doque Tuga, tivemos que colocar a mao na massa e fomos todas convocadas a ajudar com os ultimos preparativos da festa, a terefa de cada uma durante a cerimonia, ajudamos com o vestido, a consertar a maquiagem e oque mais foi preciso!

20120903-123538.jpg

20120903-123545.jpg

A cerimonia foi numa igreja lindissima no topo de Coimbra – com uma escadaria espetacular e um mural de azulejos Portugueses que foram o pano de fundo perfeito pra todas as fotos!

20120903-123553.jpg

E como a comemoracao foi 100% Portuguesa com certeza, o principal evento do dia foi a abundancia fenomenal de comidas!

20120903-123619.jpg

Ha muitos anos que nao ia num casamento Portugues, e o engracado eh que meus amigos perguntavam “como eh um casamento Portugues”, e tudo que me lembrava do casamento das minhas primas era: comida. Come-se DEMAIS!

20120903-123659.jpg

20120903-123600.jpg

E realmente, minha memoria nao falhou! A orgina gastronomica durou mais de 12 horas e incluiu um pouquinho de tudo: variando do caldo verde, ao bacalhau, ao leitao assado, ao pao de lo de Aveiro (cidade natal do noivo), e mais uma infinidade de iguarias Portuguesas deliciosas!

20120903-123649.jpg

Por fim o Dj colaborou com a queima de calorias adquiridas na pista da danca, e a festa so acabou quando o noivo (e mais alguns convidados) resolveram que a piscina da Quinta era tentadora demais pra deixar a oportunidade passar – e todos acabaram na piscina madrugada adentro!

20120903-123715.jpg

(existe sinal maior de que a festa foi otEma?!)

O resultado?

Nossos planos de conhecer melhor Coimbra no domingo foram por agua abaixo… entre a canseira dos dias anteriores, mais o calorao de 36 graus, mais os excessos da festa resultaram em um late checkout, uma bate papo na pastelaria da pracinha e finalmente o trem de volta ao Porto!

20120903-123729.jpg

Mas claro, sem antes deixar passar em branco que nossa baby sera 25% Portuguesinha!

20120903-123738.jpg

Categorias: Amigos, Coimbra, Portugal, Viagens
27
05
Aug
2012
Côte D’Azur ao vivo!
Escrito por Adriana Miller

Aproveitando que a mulherada ainda esta dormindo, vou registrar “ao vivo” esse fim de semana incrível que estou passando com minhas amigas no Sul da França!!

A desculpa e motivo principal da viagem é a despedida de solteira de uma amiga do grupo, e a medida que o tempo foi passando (durante os planejamentos), essa fim de semana prolongado acabou sendo o mais esperado do ano!

Nossa base esta sendo Nice, já que temos amigos que tem um apartamento por aqui, bem do ladinho da praia, mas estamos tirando um super proveito da localização privilegiada de Nice pra explorar a Côte D’Azur!

A viagem começou por Cannes, onde fomos almoçar e dar uma (rápida!) voltinha antes de nos rendermos as mordomias das praias particulares da cidade!

20120805-092557.jpg

20120805-092617.jpg

20120805-092642.jpg

O dia foi incrível, e a água azul do Mediterrâneo no impediu de fazer qualquer outra coisa que nao fosse conversar, nadar, conversar mais um pouco, pegar um sol, comer, beber, etc etc…

20120805-092822.jpg

20120805-092851.jpg

Mais ainda nao tínhamos todas chegado na cidade, então decidimos ficar por Nice mesmo na sexta noite, sair pra jantar (dica IN-CRI-VEL de comida maravilhosa!!) e manter as energias pro reato do fim de semana!

Já sábado, com o grupo reunido, foi o auge da viagem – pra explorar a Côte D’Azur em grandíssimo estilo, alugamos um barco pra poder ir e vir sem estresse de trem, engarrafamentos e afins.

20120805-093206.jpg

20120805-093222.jpg

20120805-093233.jpg

Fomos aproveitando a “carona” pra ir parando e mergulhando ao longo da costa – sempre que nosso skipper via um cantinho legal, parávamos pra dar um mergulho!

Aproveitamos tambem pra abastecer a cozinha do barco – frutas, snacks e Champagne, afinal tínhamos muita coisa pra comemorar!! (um casamento e 3 bebes esse ano no grupo!).

20120805-093543.jpg

20120805-093608.jpg

20120805-093634.jpg

Nosso principal programa do dia era o almoço marcado em St Tropez, na mítica Nikki Beach!

20120805-093758.jpg

20120805-093809.jpg

Comida sensacional, serviço de primeira, ambiente maravilhoso e uma piscina que foi o envio dos deuses pra relaxr depois do almoço!

20120805-093959.jpg

Já no fim do dia, depois de curtir a piscina e a praia, já “recuperadas” da comilança do almoço, seguimos em direção as ilhas “Lérins”, que é um conjunto de pequenas ilhas na costa da Côte que formam uma área de piscina, com uma água ridiculamente azul turquesa e cristalina, os barcos param pra dar aquele ultimo mergulho antes de voltar pra marina antes de escurecer…

20120805-094316.jpg

20120805-094333.jpg

Hoje, pra fechar o fim de semana ainda nao decidimos se seguimos pra Mônaco ou se ficamos em Nice… Então os detalhes virão nas cenas dos próximos capítulos!

Categorias: Amigos, Cannes, França, Nice, St Tropez, Viagens
13
24
Feb
2012
Feliz aniversario pra mim!
Escrito por Adriana Miller

Uma coisa engracada que sempre acontece comigo eh que ao longo da vida, por varios motivos eu sempre reclamei que nao consigo comemorar meu aniversario direito.

Quando era crianca a culpa sempre era do Carnaval. Afinal dia 14 de Fevereiro sempre cai na semana antes, na semana durante ou na semana depois do carnaval. O resultado eh que meus primos, amigos e vizinhos sempre estavam viajando, era epoca de ferias escolares, e minhas festas eram sempre as mais vazias e sem graca! Hahahahah #trauma

Entao eu me lembro bem dos meus aniversarios comemorados quando morei em Portugal, porque sempre era uma dia “comum” – nunca vou esquecer o ano (acho que foi no meu aniversario de 12 ou 13 anos…) que o dia 14 caiu num dia de semana e cantaram parabens pra mim na sala de aula! Gente, foi uma emocao sem igual pra alguem que nasceu numa terca feira de carnaval!

E agora que sou “gente grande”, meus aniversarios encontraram outro impecilho-comemorativo: Valentine’s Day, o dia dos namorados aqui no hemisferio norte!

Por um lado eh bom porque aproveito a desculpa pra ganhar presentes em dobro (!), mas tambem significa que nao consigo comemorar no dia. Seja porque todos os meus amigos estao comemorando com seus namorados/noivos/maridos e afins, ou simplesmente porque isso aqui vira uma maquina-de-Sao-Valentin com restaurantes lotados, menus “especiais” e precos inflacionados, decoracoes irritantes de coracao e cor de rosa e todas aquelas coisas que sao a desculpa perfeita pra quem gosta de dizer que nao comemora dia dos namorados (inserir outra data qualqur aqui) porque virou comercial demais.

Entao oque acontece entra ano, sai ano? Sem querer acabo tendo inumeras comemoracoes pingadinhas, ja que tudo acaba virando desculpa pra comemorar!

Entao o ultimo evento foi uma festa la em casa juntando uma outra amiga que tambem faz aniversario em Fevereiro – e como o grupo de amigos eh quase sempre o mesmo, acabamos comemorando juntas quase todo ano!

A festinha como sempre foi super legal! Adoro juntar meus diferentes grupos de amigos e ver como todo mundo se da super bem – acho que seus amigos sao uma otima reflexao de voce mesmo (diga-me com quem andas…) e eh legal ver que ainda que muitos deles nao sejam amigos independentemente de mim, todo mundo se gosta, se diverte e gosta de se reencontrar!

Alem disso eu adoro dar festas! E por sorte, o Aaron tambem adora ser anfitriao, e a gente se diverte mesmo recebendo nossos amigos em casa, se preparando pra festa, cozinhando e arrumando tudo!

E isso independe de ser uma festa cheia de cerimonia e pompa ou um simples rega-bofe pros amigos, e adoro que la em casa todo mundo se sente em casa: abrem a geladeira, sentam no chao, todo mundo ja sabe onde ficam guardados as tacas de cristal ou os pratos de plastico!

Uma pena que agora soh tenho mais uma ultima comemoracao (meu presente de aniversario eh uma viagem, claro, entao ainda tem mais essa no inicio de Marco!), e depois tenho que esperar ate ano que vem!

 

Categorias: Amigos, Aniversario, Dia a dia, Lar doce lar
27
15
Dec
2011
Meu Peru não morreu na Vespera VI
Escrito por Adriana Miller

Nem acredito que já fazemos essa festa de Natal ha 6 anos!

A primeira vez que resolvi dar uma festa de natal, a ideia foi simples: eu morava num apartamento com outros 3 estrangeiros (Dois Espanhois e um Australiano) que também iam passar o natal longe da familia, e que tinham mais uma inifinidade de amigos na mesma situação. Então resolvemos fazer uma festa de Natal para nossa familia “away from home” e convidamos todos os nossos amigos para comemorar um natal antecipado antes que cada um fosse pro seu canto.

A festa foi um sucesso, e nos anos seguintes eram nossos proprios amigos que já começavam a mandar e-mails em Outubro perguntando da festa!

Esse ano eu confesso que estava desanimada… não tive tempo de organizar nada, estava cansada, viajando demais e queria mesmo era ter um fim de semana sossegado… Mas ai cheguei a comentar isso com algumas amigas e a decisão foi tomada por mim: tínhamos que manter a “tradição”, mesmo que esse ano a festa fosse mais contida e comportada!

E assim foi. Mandamos os convites com apenas 2 semanas antes da festa (lembrem-se que na Inglaterra todo mundo é super organizado socialmente, e as pessoas já tem compromissos em Dezembro desde Setembro! Em anos anteriores mandavamos os convites em Outubro ou comeco de Novembro!), e então eu já sabia que muita gente não poderia ir.

Outra grande mudança foi que alguns de nossos amigos já estão começando a ter filhos, oque mais uma vez mudou totalmente a dinâmica da coisa. Então decidimos fazer um jantar, em vez de planejar a super-festa-de-arromba de outrora, e começando bem mais cedo, pra ser o mais kids-friendly possivel e não excluir ninguem.

E ainda bem que fizemos! Essas festas são sempre tão divertidas, e as nossas vidas estão TÃO diferentes doque eram ha 6 anos atras… é sempre bom ter tempo pra colocar o papo em dia, e rever amigos que muitas vezes só vemos uma vez por ano!

Como sempre, eu assei um peru e fiz as sobremesas, e cada um dos convidados trouxe outros pratos e bebidas.

Eu gosto de ver como todo mundo fica confortavel lá em casa e como realmente somos uma grande familia longe de casa. Fiquei pensando que de todo mundo que foi esse ano, apenas 2 eram Inglesas (casadas com estrangeiros). Nós até temos muitos amigos Ingleses e Londrnos de verdade, mas principalmente nessa epoca do ano, são os amigos que estao longe de casa que acabam se aproximando mais, e é bom ter isso por aqui.

A festa já não vara a madrugada, já não rolam convidados penetras fazendo confusão, nem pegação no quarto de hospedes e muito menos NTO’s (Nesquik, Tequila and Onions, uma piada interna…), mas mais divertido ainda é passar a noite toda dando gargalhadas lembrando dos momentos maravilhosos que já passamos todos juntos!

A arvore e meus enfeites sao sempre uma atracao a parte, e alguns amigos ja chegam correndo pra tentar identificar quais enfeites novos do ano, antes mesmo de cumprimentar todo mundo! Como muitos dos amigos do Aaron sao Sul Africanos, e esse ano eu fui pra Africa do Sul pela primeira vez, eles deram total aprovacao ao enfeite escolhido!

E adorei saber que alguns amigos tambem comecaram uma colecao de enfeites de viagens, inspirados na nossa arvore! Mas oque eu gostei mesmo foi a sugestao que um amigo deu ao reparar que a arvore estava ficando cheia demais: ja que nao cabe uma arvore maior no nosso apartamento, ele sugeriu que ano que vem eu deveria montar DUAS arvores, uma com os paises do hemisferio norte, e outra com os paises do hemisferio sul! Adorei! (mas sinceramente nao cabe la em casa nao…).

Já estou animada pra festa do ano que vem!

 

 

Categorias: Amigos, Natal, Vida na Inglaterra
27
25
Jul
2011
Casamento da Maria e Dave
Escrito por Adriana Miller

Uma das coisas mais legais de amizades longas é ir assistindo suas amigas “crescerem” passando por diferentes fases da vida, acompanhando suas mudanças, e todo mundo virando “gente grande” junto.

E casamento é sem duvida uma daqueles momentos de “nossa, não acredito que esta acontecendo”. E o casamento da Maria e do Dave foi extra especial – acho que porque no fundo no fundo ninguém nunca acreditou que eles iam mesmo casar!

Afinal já estavam juntos ha mais de 10 anos, morando juntos ha 9, compraram casa juntos, viajaram o mundo juntos. Ela Sueca, ele Escocês. Se conheceram trabalhando num bar em Brighton quando ela nem sequer falava Ingles, quando mais entender o sotaque dele de Glasgow – e nunca mais se separaram.

Mas como ela é Sueca, sempre foi a pessoa maaaaaais relax do mundo em relação a casamento… mesmo depois que ele pediu ela em casamento (em Paraty, no Rio de Janeiro!!), ainda assim ela achava que casar era uma bobeira, afinal eles já eram casados…

Então depois de um noivado de quase 3 anos, o grande dia finalmente chegou! E não poderia ter sido mais a cara deles dois!

E é justamente por isso que gosto tanto de casamento Ingleses: não tem frescura, não tem “protocolo”, nem obrigação de agradar ninguem, apenas o noivo e a noiva.

Eles resolveram que queriam celebrar sua união apenas com as pessoas realmente importantes de sua vida, que acompanharam e fizeram parte da historia deles.

Fomo um total de 45 convidados apenas – do familia do noivo, só a mãe. Da noiva, os pais e irmã que vieram do norte da Suécia. E os amigos mais chegados dos dois.

A cerimônia foi típica da Church of England, curtinha e agradavel, e os convidados Suecos se encarregaram dos hinos e musicas, todas em Sueco.

O cabelo e maquiagem da noiva foi feita por uma de suas amigas, o DJ foi um amigo do noivo, a irmã da noiva fez a decoração e o fotografo foi o Aaron! Tudo muito, muito pessoal!

Mas o principal mesmo foi a festa – muito mais que um casamento, foi uma festa de amigos, para amigos!

O jantar foi 100% Sueco, com muitos discursos e joguinhos. Tão divertido!!! A gente mal tinha tempo de comer porque lá vinham os Suecos com outro joguinho!

E isso sem falar que entre um discurso e outro, um joguinho e outro, uma outra “tradição” Sueca é que tudo acaba em “Skål” – com um shot de Aquavit Schanps! Ho-rri-vel! Mas tudo pelo social…

Então quando a musica começou daí pra frente foi só festa!E como a festa foi tão pequena, com pouquissimos convidados, acabou que todo mundo já se conhecia, pois todas as amigas, de diferentes paises e grupos, tivemos a oportunidade de nos conhecermos na despedida de solteira em Estocolmo, e os meninos se conheceram na despedida de solteiro em Hamburg!

O jantar/festa foi num Bed & Breakfast em Surrey, que eles alugaram inteiro pra seus convidados, então todos nós passamos a noite lá com eles, então a festa não teve um “final” oficial…

E no dia seguinte acordamos o com o barulho da festa continuando no jardim – antes de seguirem pra sua lua de mel, eles ainda receberam todo mundo num super brunch no jardim do B&B para agredecer a ajuda e participação no antes, durante e depois!

 

 

Categorias: Amigos, Party, Vida na Inglaterra
13
27
Jun
2011
Fim de semana em Estocolmo
Escrito por Adriana Miller

Uma das muitas atividades/viagens do mes de Junho foi o fim de semana de despedida de solteira da Maria, minha amiga Sueca.

E posso falar, as “Hen do” sao uma das partes mais legais de estar integrada na cultura/sociedade Britanica e ter varias amigas locais (ou igualmente integradas).

As Inglesas e simpatizantes levam essa coisa de festerê com as amigas MUITO a serio, e eu acho isso uma coisa super legal. Elas se fantaziam, viajam, pagam mico, enchem a cara e nao estao nem ai pra nada. A Hen Do nada mais eh do que uma otima desculpa pra se divertir demais com suas melhores amigas!

Entao quando a Maria anunciou que finalmente tinha ficado noiva do namorado de 10 anos ha quase 3 anos atras nos ja ficamos animadissimas planejando sua Hen Do. O unico probleminha eh que a Maria eh Sueca, e de modo geral os Escandinavos sao meio Anti-casamento… entao apesar de estarem morando juntos ha 10 anos ela nao via a menor necessidade de casar, fazer festa etc, etc. Como ela mesmo dizia “fui no casamento dos meus pais” e a cada ano ia passando e nada de ter uma data. Mas como seu noivo eh Escoces e tava doido pra ficar noivo e casar ha anos, ele finalmente decidiu marcar a data, pra felicidade geral!

Entao comecaram as duvidas de onde fazer nosso fim de semana da mulherada… a opcao logica era ir pra algum lugar no sul da Europa e catar um pouco de sol e calor… mas como a Maria eh do norte da Suecia e seria muito dificil pra irma e amigas dela conseguirem chegar a qualquer outra parte do continente (alem de que o casamento vai ser aqui em Surrey entao ela ja vao viajar pra vir no casamento), concordamos que a melhor opcao seria mesmo Estocolmo!!

Fiquei TAO feliz! Amo Estocolmo!

Eu fui logo escolhida como a responsavel de organizar a viagem de todo mundo, enquanto que a irma da noiva, ia planejar as atividades do fim de semana.

Tres coisas otimas desse fim de semana: Como todas as meninas que foram ja conheciam a cidade, tirou a pressao de TER que fazer turismo. Passamos o dia todo andando pra cima e pra baixo, tirando fotos da cidade e tal, mas sem o estresse de ter que fazer ou ver tal coisa. Segundo que foi muito bom estar la com 4 anfitrias Suecas que sabiam TUDO sobre os points de Estocolmo e nos levaram pra fazer e conhecer varias cosias que nunca nem sonhariamos que existem se nao fosse por elas. E terceiro e principal: QUE CIDADE EH AQUELA?!?!?!?

Quando fui a Estocolmo no revellion de 2006/2007 eu ja tinha achado a cidade deslumbrante, mas como era o auge do inverno, estava frio, chuvoso, escuro e vazia.

Agora nos voltamos no auge da primavera verao, e simplesmente Estocolmo eh uma cidade que humilha qualquer outra cidade do mundo! Estocolmo no verao eh um desbunde de tao linda!

Dizem que Estocolmo eh a “Veneza do Norte” – Me desculpem, mas Veneza deveria se chamar “Estocolmo do Sul”!!

A cidade eh um arquipelago, entao cada regiao/bairro fica numa ilha diferente, todas conectadas por pontes e escadinhas, criando um cenario digno de conto de fadas Viking!

E claro, a pergunta que nao quis calar o fim de semana todo: Onde eles escondem as pessoas feias naquela cidade?!?!?

Verdade que o verao ajuda, neh? Muita gente nas ruas 24hrs por dia (completamente o oposto de quando fomos no inverno), muito calor (mais um oposto), sorrisos, simpatia, festa e animacao!

Eu nunca pensei que pudesse falar isso na vida, mas morri de calor na Suecia (eu fico muito reclamona no calor)! Mas adorei nao ter noite… o sol soh comecar a se por la pras 11 da noite e as 2 da manha ja estava solzao de novo! Entao foram muitas, muitas horas uteis pra aproveitar a cidade!

Mas como esse ritual de Hen Do nao eh tao comum na Suecia, as meninas Suecas tiveram um pouco de dificuldade de entrar no clima “mico” da coisa, que de certa maneira tambem foi otimo pois pudemos curtir bastante so dia pela cidade e fizemos umas “atividades” otimas!

O dia comecou cedo, com um brunch na casa da irma da noiva, regado a champagne – e elas tiveram uma ideia genial! Amarraram uma cordinha na base de cada taca, entao “vestimos” nossas tacas de champgne como um colar o dia todo! Hahahahahhaha (foi uma atracao e tanto!).

Pra nao deixar o fato “mico” passar batido, a Maria teve que se fantazia de Viking e nos ofereciamos seus “servicos” vikings para varios grupos de turistas! Ele fez um sucesso com o grupo de Espanhois e de Japoneses!

(a foto da camiseta dela é a Maria com o boneco inflavel da Hen Do da Louise, Dave, apelidade em homenagem de seu agora quase-marido)

Almocamos na beira da baia de Gamla Stan, passeamos pela cidade antiga e fizemos nosso proprio sorvete na sorveteria mais antiga de Estocolmo! (vale uma parada mesmo no inverno!)

Mas de tarde tivemos a principal surpresa do dia! Sauna Sueca com mergulho no Baltico!

Os Escandinavos levam super a serio essa coisa de fazer sauna (principalmente se envolver uma agua congelada ou neve logo depois da sauna) e eh mesmo visto como uma tradicao pra eles!

Entao elas alugaram um Barco/Sauna soh pra gente, que ficou ancorado numa das Ilhas de Estocolmo e navegando pela baia da cidade!

Que experiencia sensacional!!!!

Tai uma coisa pra colocar na lista de cosias a fazer antes de morrer: mergulhar no mar Baltico, com a vista da baia de Estocolmo no fundo!

A sauna estava fervendo de quente, mas o divertido mesmo era fazer uma competicao de pulos na agua – que por sinal estava CON-GE-LA-DA!!! Nao sei oque eu gostei mais, se era pular na agua ou assistir a reacao de frio e horros das meninas quando elas estavam pulando!

Se no verao ja eh frio assim, como os Suecos conseguem fazer isso no inverno?!??!

Essa berquinho/sauna tinha um banheiro/vestiario, bar, e um terraco com cadeirinhas e tal e lugar pra pegar sol, entao ficamos a tarde toda la! Nadando, fazendo sauna, pegando sol e aproveitando pra fazer joguinhos de despedida de solteira e batendo papo!

De la ja nos arrumamos no proprio barco pra ememdar num jantar e depois direto pra balada!

Aproveitamos o por do sol as 11 da noite e o clima veraneio pra ir jantar ao ar livre no Hotel Skeppsholmen na ilha de Orienteringskarta onde os pratos foram tipicos e tradicionais Suecos: Almondegas Suecas e Salmao!

Que foi prontamente emendado na balada no Imperiet! (Gente feia?! Onde?! Voce viu alguem? Nao?!? Nem eu….)

Mas como tudo que eh bom demais dura pouco… domingo foi dia de recuperar as forcas com um bom brunch no centro da cidade e se preparar pra viagem de volta pra realidade em Londres…

 

Categorias: Amigos, Estocolmo, Party, Suecia, Viagens
69
22
Feb
2011
Rocking cake party!
Escrito por Adriana Miller

Todo ano é a mesma coisa. Meu aniversario vai chegando e eu meio que não estou nem ai.

Definitivamente não sou daquelas pessoas que adoram, ficam ansiosas e esperando o dia do aniversario como o melhor dia da vida!

Mas mesmo assim, sem grandes esforços, todo ano meu aniversario parece se estender por dias e dias e mais dias de comemorações! (não que eu esteja reclamando…)

Outro fator é que aqui em Londres eu tenho varias amigas que fazem aniversario em datas bem proximas (tenho 3 amigos que fazem anversario no mesmo dia!), então acaba que todo mundo que resolve fazer uma festa, extende o papel de “anfitrião” a todos os outros aquarianos do grupo.

Então sabado tivemos mais uma festinha comemorativa em Guildford na casa de uma amiga.

Era pra ser um eventozinha bem civilizado… um cha da tarde, com bolo, chazinho e afins.

O problema é que nunca conseguimos manter essas promessas, e ai o champagne do brinde se transforma em varias garrafas de vinho, que acaba virando uma brilhante ideia de esticar a festa no pub. Ai a gente se da conta que todo mundo perdeu o horarios dos ultimos trens que voltam pra Londres, então já que estavamos encalhados em Guildford, resolvemos esticar a noite mais um pouco em outro bar.

E de repente a fome aperta, né? Entao a festa foi transferido para o Burger King da High Street, e a festança acabou com 7 adultos dormindo no chão da sala da Maria e Dave.

Eu jurava que essas coisas não aconteceriam mais… achava que estavamos ficando velhos pra esse tipo de coisa, mas pelos vistos estava enganada!

(Ainda bem! E que chegue logo o aniversario de 2012!)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Amigos, Aniversario
8
Página 1 de 1012345»