04 Jan 2015
6 comentários

Festa das crianças!

Dia a dia, Isabella, Natal, Trabalho

Eu fiquei meio na dúvida sobre como categorizar esse post e onde encaixar no blog, mas não quis deixar passar em branco!

Uns dias antes do natal minha empresa organizou uma festa pros filhos dos funcionários, e claro que não pensei duas vezes em levar a Isabella!

Ao longo dos anos, e em empresas diferentes eu sempre adorei esses dias “traga seus filhos pro escritório” que muitas empresas por aqui fazem – acho tão legal ver o fascínio das crianças com a vida off-pai e mãe dos pais, e é ainda mais fascinante ver como certos colegas se transformam em situações assim (meu Diretor é super durão e certinho, mas no dia das festas das crianças ele é o primeiro a pegar o microfone, rolar no chão, pintar seu próprio rosto de princesa, etc! Acho o máximo!).

Além de lembrar como se fosse ontem de ir visitar meu pai em seus escritório quando eu era pequena com minha irmã!

Nossa, achava a máquina de café e o bebedouro pura mágica e fascínio! Hahahah

E fotocópia! Nooooosa!! Se meu pai deixasse eu passaria o dia todo fazendo cópias das páginas da revista “Manchete” #DenunciandoAIdade

Então eu e Bella acordamos cedo e nos arrumamos a caráter pra festa!

(eu sei que um dia ela provavelmente vai odiar todas essas roupinhas de natal que visto nela, mas gente, como resistir essa fofurice?!)

Já cheguei lá exausta! hahahahah Mas foi meio surreal ir pra estação de trem com ela, brincar no trem, contar as estações e etc.

E mal chegamos ela já se empolgou! Brincou de colorir, “ligou” pra vovó no telefone por horas e foi dando “hello” um por um dos meus colegas no escritório!

Uma coisa que eu adoro na Isabella é o quanto ela é simpática e cheia de auto estima e segura. Eu fui uma criança super tímida e morria de pavor de situações assim (crianças que não conhecia direito, apresentações de dança, festas grandes etc), e AMO que de tímida ela não tem nada!

Se jogou na dancinha “Gangnan Style” com as crianças maiores, foi dar “high five” no Papai Noel, sem o menor medo de nada!

Ela é sempre a primeira a levantar pra dançar e participa de qualquer brincadeira sem a menor cerimônia (mesmo as que não são exatamente pra sua idade! Ela não ta nem aí!)

E na hora que estavam chamando as crianças pra dar presentes e ficava indo de uma a uma perguntando/pedindo “Agora Bella?” – e quando o papai Noel chamou o nome dela… nossa, que felicidade! Saiu correndo e um abração no pobre coitado do estagiário que pegaram pra Papai Noel! Hahahhaha

Foi uma manhã deliciosa, e espero que façam outra ano que vem!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
6 comentários
12 Jan 2014
72 comentários

Um ano de Isabella!

Baby Everywhere, Isabella, Pessoal, T.V. EveryWhere

Da pra acreditar como o ano voou?!

Bem que sempre me diziam que depois que temos filhos o tempo passa mais rápido mesmo! :-)

Bem, a comemoração e festa do aniversário dela foi no Rio de Janeiro, cercada pela família, amigos (e a Galinha Pintadinha), mas é claro que não passaria em branco, mesmo agora que já voltamos pra casa e pra vida normal do dia a dia.

10452_749597235069895_2134690034_n

O dia do aniversário dela mesmo, dia 10 de Janeiro foi dia útil e cheio de reuniões e prazos então tive que ir no escritório, mas acordamos a Isabella com uma surpresa, cantando parabéns (nas duas línguas) e com uma velinha de aniversário, o que rendeu uma das melhores fotos da história!

1491705_749597238403228_152604294_n

O Aaron conseguiu ficar em casa preparando tudo (com direito a bolo de chocolate e cobertura que ele mesmo fez, e embrulhando os presentes!), mas consegui sair mais cedo pra dar tempo de pegar ela na creche e participar da festinha que fizeram pra ela!

20140112-133005.jpg 20140112-133014.jpg

Cheguei bem na hora da bagunça, e foi tão legal ver ela com os amiguinhos, se esbaldando no bolo orgânico 9que eu provei e não tinha gosto de nada! hahahah! Mas ela comeu 3 pedaços!).

Na hora de abrir os presentes os avós estavam presentes via FaceTime e assistiram de camarote a destruição do papel de embrulho e do bolo de chocolate :-)

20140112-133026.jpg

20140112-132947.jpg

Mas nosso principal “projeto” de aniversário pra ela foi esse vídeo ai em baixo:

httpv://www.youtube.com/watch?v=cvWmzv15rA0

Uma coletânea de vídeos e “melhores momentos” do primeiro ano de vida da nossa bonequinha!

Modéstia as favas, não ficou o máximo?!

Se o vídeo fosse gravado em “fita cassete” já estaria gasto e desbotado de tantas vezes que eu assisti (e chorei) nos últimos dias! Da pra ver direitinho ela crescendo, se desenvolvendo e se transformando nessa pessoa encantadora que ela é!

No sábado, o dia foi inteiro dedicado a ela: passeamos bastante, fomos na Hamley’s brincar bastante, e até voltamos na maternidade onde ela nasceu pra refazer uma foto histórica!

20140112-132913.jpg

20140112-132925.jpg

Eu sei que criança pequena não percebe essas coisas, e por isso mesmo não quisemos fazer nada exagerado demais, mas espero que ela tenha sentido que esses dias foram extra especiais pra ela, assim como foram pra mim!

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
72 comentários
03 Oct 2013
52 comentários

O fim da licença maternidade!

Baby Everywhere, Dicas de Maternindade, Gravidez, Isabella, Pessoal, Trabalho, Vida na Inglaterra

Ano passado, no auge da gravidez e me preparando pra sair de licença maternidade,  escrevi um post enorme explicando como a parte legal/corporativa funciona aqui na Gra Bretanha, e como funciona na empresa onde trabalho e meus planos pessoais.

Na época eu tinha muitas duvidas e incertezas de como a “vida real” de ter um bebe em casa iria me mudar, e como eu passaria a encarar meu trabalho e carreira depois do nascimeto da Isabella.

Quase 10 meses se passaram e essa semana minha licença chegou ao fim e eu voltei ao batente!

E antes de mais nada, vou confessar: estou muito feliz de estar de volta!

Ao mesmo tempo que sou extremamente grata por ter tido a oportunidade de passar os primeiros 9 meses e vida da Isabella cuidando dela pessoalmente (e com a segurança de saber que caso fosse necessário ou se eu quisse, poderia ter estendido esse período por mais 6 meses!), eu sempre soube que no fundo no fundo sentiria falta do meu dia a dia e de minha carreira.

Por mais clichê e piegas que possa soar (principalmente pra quem ainda não tem filhos), ser mãe é a coisa mais maravilhosa do mundo! A Isabella me transformou em maneiras inimagináveis e volta e meia me peguei pensando: se eu soubesse que era tão bom assim, teria começado bem antes!! :-)

Mas ao mesmo tempo, ser mãe é uma das coisas mais difíceis que ja fiz. E não estou falando de coisas “práticas” como acordar no meio da noite pra amamentar, trocar fraldas ou  lidar com choros e cólicas, nem nada não (porque quando é o nosso bebezinho essas coisas – por mais difíceis que sejam – acabam virando prazer).

Estou falando do lado mais “filosófico” da coisa: aquele eterno conflito de “ser mãe” e ao mesmo tempo “ser eu mesma” e como a sociedade enxerga (e julga!!) essa dupla personalidade e nossas decisões.

Porque convenhamos, ser mãe é uma carreira por si só!

Não reconhecida, não remunerada e na maioria das vezes não aprecidada pela propria família e filhos – nada mais revoltante do que quando ouço alguém falando que fulana “é só mãe”, como se isso não fosse bom o suficiente!

Mas como qualquer outra escolha de carreira na vida, ser mãe em tempo integral demanda um talento especial, e sempre soube que assim como nunca quiser advogada ou publicitaria, também não queria ser mãe em tempo integral.

Tive meus momentos de pânico, imaginando como seria difícil não ve-la durante o dia todo, ter que viajar e passar vários dias longe dela e coisas do tipo; mas ao mesmo tempo, a alternativa era largar todo o resto e me dedicar a ela 100%, o que também não era uma ideia que me agradava.

Então decidi voltar mais ou menos quando eu sabia que queria voltar.

Tivemos um ano delicioso, o verão em Londres foi incrível, muitas viagens e curtimos demais nosso tempo mae-filha!

Mas ai rolaram umas mudanças organizacionais na empresa, e isso foi uma boa oportunidade pra negociar minha volta: optei por não tirar minha licença ate o final do período a que tenho direito, mas por outro lado estou voltando aos poucos, trabalhando apenas 4 dias por semana, viajando menos e com alguns dias no home office – e assim ir pegando o ritmo aos poucos, em vez de ficar tanto tempo longe do escritório e de minha equipe e acabar voltando de sopetão e desatualizada demais!

Assim tenho tempo de ir me acostumando a nova rotina aos poucos, sem sentir que estou abrindo mão de uma coisa ou outra na minha vida pessoal e profissional.

Ao longo desses meses, e principalmente daqui pra frente, eu e o Aaron formamos uma ótima equipe pra cuidar da Isabella; apesar de uma licença paterniadade curta, ele pode coincilar muitas viagens de trabalho com viagens em familia, pode ficar em casa com a gente durante muitos dias todas as semanas, e principalmente sempre fez questão absoluta de participar de tudo e contribuir igualmente nos cuidados com ela.

Então conseguimos nos organizar bem nas reponsabilidades de casa-creche-baba, quem da banho e quem da a janta, quem arruma ela de manha e quem cuida dela na hora de dormir!

Claro que tenho certeza absoluta que esse “sistema” tera muitas excesões e contra tempos (logo no meu primeiro dia de volta ao escritório já tive que planejar viagens para os proximos 2 meses!), mas pelo menos voltei a minha rotina de trabalho 100% confiante de que tudo acabará bem e a Isabella esta em boas mãos!

Então pelo menos até o final do ano, enquanto ainda estarei trabalhando meio periodo, nossa semana será dividida entre 2 dias na creche, 2 dias com uma baba (Brasileira) e 1 dia na semana comigo em casa.

A Isabella já esta nesse ritmo a algumas semanas e se dando muito bem na creche e amando a baba – então nos proximos 3 meses vamos avaliar como as coisas ficarão ano que vem quando eu voltar a trabalhar todos os dias.

Por enquanto foram apenas 4 dias, e estou me sentindo revigorada por ter voltado a trabalhar! E principalmente estou mesmo me sentindo uma mãe “melhor” agora que nosso tempo juntas está muito mais focado na qualidade do que na quantidade do tempo que passamos juntas!

Claro que eu sei que terei muitos dias estressantes no escritório e que tudo que mais vou querer era estar em casa brincando e cuidando da Isabella, assim como tive muitos dias em que a folha de pagamento Russa me pareceu tão mais fácil de entender do que um bebe chorando na madrugada!

20131003-203057.jpg

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
52 comentários