27 Jul 2015
6 comentários

Vale do Loire: Château de Chambord

Chambord, Dicas de Viagens, Europa, França, Vale do Loire

Pra quem cresceu em lugares onde castelos nao fazem parte da paisagem do dia a dia (alo Brasil!), a palavra “castelo” ou “palacio” por si so ja tras uma imagem e fantasia propria, aquela coisa bem conto de fadas, ou ate mesmo das princesas da Disney.
The whole family E as vezes no “mundo real” de viagens por ai, muitos dos castelos nem sempre correspondem a esse idela de “faz de conta” de como imaginamos que seria um castelo.

Bem, no Château de Chambord isso nao eh um problema, e de cara voce ja se sente transportada para as paginas dos livros de sua infancia e nao tem como pensar: isso sim eh um castelo!

Que Cinderela oque?! Eu quero eh morar no Castelo Chambord!

A chegada eh dramática: a pesar do dia bem feio e nublado que pegamos, a agua do lago que cerca parte do Castelo estava calminho, oferecendo um reflexo fenomenal das torres do Castelo e a escuridao das nuvens!

Adriana at Chateau de Chambord

E ao longo dos seculos os diferentes nobres e monarcas que tiveram posse de Chambord nao pouparam esforco, e nao economizaram nos exageros: cada novo dono acrescentava alas, aumentava as torres e ampliava o drama das escadarias, conferindo ao exterior do Castelo um ar rebuscado, porem uniforme – os lados opostos do palacio e suas torres nao sao simetricos, contribuindo ainda mais para o quao único esse lugar eh! (e técnicamente nunca foi concluido, e ainda eh considerado um Castelo “inacabado”)

Chateau de Chambord

Ja o interior eh uma outra cena: históricamente Chambord nada mais era do que os aposentos de caca do rei Francis I no seculo 15, que mantinha sua residencia entre os castelos de Blois e Amboise, mas frequentava Chambord durante as temporadas de caca ao longo do ano e para entreter seus rivais e cuidar de negocios. Chateau de Chambord

Eu achei tao interesante o contraste entre um palacio como Chenenceau, por exemplo, que foi sempre cuidado e reformado por mulheres, em comparacao com Chambord que sempre foi um territorio puramente masculino.
The whole family

Chambord eh enorme por dentro, com tetos altissimo, muitas galerías com “exposicoes” de armaduras, trofeus e carcacas de presas, e praticamente nenhum movel e nenhum ambiente “aconchegante” e familiar.

Chateau de Chambord

O vao central eh ocupado por uma escadaria dupla de pedra macica muito impresionante (difícil nao se perder entre as subidas e descidas), e a cada lance da escada voce eh recebido com lareiras enormes e impresionantes.
Adriana and Bella at Chateau de Chambord Nos andares eh possivel visitar alguns quartos e antigos aposentos, que eran mantidos para abrigar o Rei e seus convidados, mas a maioria dos ambientes foram depedrados durante a revolucao Francesa, e pouca coisa original sobrou. Chateau de Chambord
Chateau de Chambord Mas o que eu gostei mesmo foi da cobertura e terraco do Castelo, onde eh possivel andar entre as torres, escadas e esculturas que decoram o telhado de Chambord, oferecendo uma visao incrivel dos arredores e do parque que completa o Castelo.

Adriana and Bella at Chateau de Chambord

La em cima, temos uma ideia melhor de seus 11 tipos diferentes de torres, 3 tipos diferentes de chamines, e as centenas de imagens individuais de suas gárgolas decorativas, o que fez com que algumas pessoas se refiram so seu teto como um “arranha ceus” medieval, por se assemelhar a vista do skyline de uma cidade grande moderna – que foi justamente o pedido feito pelo Rei Francis I durante sua construcao: ele quería que Chambord se parecesse com a vista de Constantinopla (hoje, Instanbul) a distancia!

Inside of Chateau de Chambord

Para os amantes de arquitetura essa visao la de cima eh super interesante, pois mostra bem o porque Chambord marca um estilo bem especifico na arquitetura renascentista Francesa: pela primeira vez um Castelo foi construido num estilo “palacio”, com o puro intuito de entreter e ser visualmente bonito, em vez de ser funcional, com muralhas, torres de defesa, e fosso de protecao.

Picture time

Alguns historiadores dizem que essa mudanca na arquitetura Francesa foi influencia de Leonardo Da Vinci, e a influencia da arquitetura e estética de Milao do seculo 15, ja que na época Leonardo Da Vinci morava em Amboise (uma das residencias oficiais do Rei) e era o artista preferido de Francis I, a poucos quilómetros de distancia de Chambord.

Château de Chambord

Château, 41250 Chambord, France

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
6 comentários