02 Jun 2008
8 comentários

Kensington Palace

Atrações Turisticas, Castelos e Palacios, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Londres com Criancas, Museus, Parques, Viagens pelo UK

Domingo foi dia de mais passeio em familia!
Cometamos o dia introduzindo maus pais no maravilloso mundo do English Breakfast, que eh uma festa para pressao alta e arterias entupidas! A oler o menú pela primeira vez, eh imposible nao ficar meio enojado com a combinacao e mistureba que esta prestes a acontecer no seu prato; mas eu prometo que no final tudo acaba bem! O tradicional mesmo vem com: Feijao enlatado (e levemente adocicado), bacon (a versao Inglesa nao fica aquela coisa fininha e crocante dos americanos nao, parece mais um presunto frito, pois tem mais carne que gordura), linguica, ovos fritos (mas vc pode escolher outr tipo), batata (que pode ser frita, rosti, assada, etc), pao de forma torrado, tomate asado e cogumelos assados.
Meu pai e Aaron optaram pela versao infarto-no-prato e eu e minha mae fomos de vegetarian mesmo…
 

Depois seguimos direto para o Kensignton Palace, que fica no centro do Londres (Estacao “Kensignton”, ou “Queensway” ou “High Street Kensigton”).

 

O Kensington Palace eh uma das muitas residencias reais ainda usadas pela atual dinastía, e tem sido habitada desde o seculo XVII. O palacio eh enorme, e varias familias ainda moram lah. Pode ateh soar um pouco como uma casa de comodos glorifyed, mas a parada eh tao gigante, que cada um tem seu apartamento particular e independente.

Uma das ultimas moradoras ilustres do Kensignton palace foi a Princesa Diana, jah divorciada, que morou ai ateh seu morte, em 1997. Todas aquelas fotos que voces viram no jornal, com um monte de gente deixando flores e homenagens no portao da casa dela, foi lah.

 

 

Uma pequena area do palacio esta aberta a visitacao, alem de uma breve exposicao sobre a vida Real da nobresa na capital Inglesa no seculo 18 e 19, os bailes de debutantes, as roupas bem elaboradas, os sapatos cravejados de diamantes.
 

Tem tambem uma exposicao com alguns dos vestidos famosos da Princesa Diana, que foram confeccioados pelos estilistas reais (essa coisa de alta costura eh coisa de plebeu e novo rico) com as respectivas fotos dos eventos onde foram usados.
 

Mas a maior parte da visita eh por dentro dos apartamentos reais, e como o audio-guide jah vinha incluido no preco da entrada, ainda tivemos uma aula de historia sobre hierarquia e a vida da realeza.
Por ejemplo, no passeio de sabado, pelo Hampton Court vimos umas 3 ou 4 salas do trono, e nao estava entendendo nada… Em Kensington aprendi que as pessoas eram recebidas pelo rei em diferentes salas do trono dependendo de seu escalao e status social. Quanto mais fuleiro alguem fosse, mas perto da saida eles eram recebidos, quanto masi para dentro do palacio, mas prestigio essa pessoa tinha.

Outro fato curioso eh que naquela epoca nao era necesario um convite oficial para ir num baile Real, bastava se vestir bem. Numa epoca e mundo onde nao existiam shoppings, nem high street, e muito menos camelos e pirataria, soh se podia vestir bem quem tinha MUITO dinheiro e status real, entao se vc seguisse o padrao, todas as portas estariam abertas. Uma pena que nao pudemos tirar fotos por dentro do palacio.

Voce pode comprar seu ingress antecipado para visitor o Palacio de Kensignton AQUI.


 

De lah, fomos batendo perna pela Kensigton High Street, e pelas ruas chiquerrimas do bairro, e andamos ateh o Natural History Museum. Chegamos lah jah quase na hora que o museu fecha, mas ainda tivemos mais de uma hora para explorar tudo. Meus pais nunca tinha ido naquele museu, e a pesar de nao ser o tipico museu de arte e historia europeu, eles amaram!

 

 

 

 

A noite fizemos um programa bem familia, com pizzas extra large e assistindo o episodio final de Lost!
 

 

 

Adriana Miller
8 comentários
14 Oct 2007
12 comentários

Tate Modern

Dicas de Londres, Museus

Hoje passei a tarde com a Carol no Tate Modern, que é o museu de arte moderna de Londres.

O Tate fica na beira do Tamisa, exatamente em frente a Saint Paul’s Cathedral, e separados pela Millenium Bridge, e costumava ser uma estaçao de energia, por isso o visual meio industrial.

Eu sou meio suspeita a falar de arte moderna, porque pra mim, qualquer coisa que eu olho e penso “eu poderia ter feito isso” nao se classifica como arte, porque de artista eu nao tenho nada. Os art lovers por ai, que me perdoem.

Tem muita coisa legal, e muita coisa de gosto duvidoso. Tem os classicos tipo Salvador Dalí, Joan Miró, Pablo Picasso, Pollock, e varios outros que eu nem sei o nome, e varios outros artistas novos.

O museu, como todos em Londres, em entrada gratuita, mas eles sempre tem umas exposições especiais que sao pagas. A dessa temporada é uma escultora francesa, que faz umas paradas meio macabras (a mais famosa é essa aranha gigante que apareca nas fotos). E sempre tem umas exposições no hall central (o mesmo hall onde foi o ‘mobile clibbing‘), que sempre sao mega polemicas. As ultimas que me lembro foram as dos cubos brancos, depois teve os tobogans (que era interativo, e as pessoas escorregando nos tubos, eram parte da arte) e atualmente é uma rachaduda

Vai gente… vai dizer que esse ultimo nao é uma arte de gosto meio duvidoso? Mas enfim, quem sou eu pra ficar aqui discutindo a inspiração artistica de quem fez. O engraçado é que tinha lido sobre a escultura-rachadura no chao do museu no jornal, m as nao me toquei onde era dentro do museu, e na festa do mobile clubbing, via varias pessoas caindo no chao do nada, e nao tava entendendo oque estava acontecendo… e hj quando vi de novo, entendi… as pessoas estavam dançando na sua, e de repete CABUM, metiam o pé no buraco!

Mas foi legal… o dia estava otimo, almoçamos no Wagamama e depois ficamos btanedo papo num pub na beira do rio.

 

 

 

 

 

 

Adriana Miller
12 comentários
12 Oct 2007
4 comentários

Flash Mob no Tate Modern

Aleatorios, Bares & Baladas, Dicas de Londres, Museus

Sabe quando vc sai pra night e as musicas sao pessimas?

Sabe quando vc sai pra night e tem que ficar inventando assunto pra conversar com as pessoas?

Sabe quando vc sai pra night e paga um fortuna pra entrar numa lugar escuro, pequeno e cheio de fumaça?

SEUS PROBLEMAS ACABARAM!!!!!

Mobile clubbing é a solução!

Trajadas de blusinhas promocionais da cerveja Tiger e iPod de baterias recarregadas, 4 mocinhas elegantes rumaram ao grande encontro da semana.

As 19 horas e 1 (UM) minuto, no hall do museu Tate Modern foi dada a largada para o bailado autista. Cada um no seu ritmo, no seu estilo, na sua melodia. Requebrando as cadeiras no meio do museu. Gente esquesita e cabelos coloridos nao faltaram, e volta e meia os gritinhos da galera entoavam simultaneamente no hall do museu.

Era uma night como outra qualquer, dancamos até o chao, fizemos trenzinho e suamos a camisa (Tiger). Tiramos muitas fotos, rimos dos outros, e os outros riram de da gente.

O Mobile Clubing é organizado secretamente, da mesma maneira que o Pillow Fight, que por sinal é outro evento sensaional.

Acabou cedo, mas lavei a alma pro fim de semana. Dei até a ideia de fazer uma festa flash mob no casamento, mas miguxas me reprovaram! HAHAHHH

 

Adriana Miller
4 comentários
Página 8 de 923456789