06 Feb 2012
6 comentários

Fui Assim: Inverno na Austria e Alemanha

Alemanha, Austria, Beauty Everywhere, Fui Assim, Salzburgo

Eu sei que esse post esta super atrasado (afinal, convenhamos que esse blog já virou piada ha muito tempo), mas como as duvidas sobre como se vestir no inverno estão sempre entre as mais pedidas, fotos com exemplos nunca são demais.

Então foi assim que me vesti na viagem que fiz a Austria e Alemanha no inicio de Dezembro de 2011:

Sobretudo: Burberry

Cachecol: Burberry

Bolsa: Balenciaga

Bota: Ugg

Calça: Levi’s (desde que comprei calças do modelo “Curve ID” da Levi’s nunca mais quero saber de outra coisa!)

Sweater: Zara

Luvas: Ice Breaker (lã Merino)

P.S. Como as fotos “look do dia” não são exatamente parte da minha programação turística, dá pra perceber que estão faltando fotos né…? Mas acho que deu pra captar o espírito da coisa sobre como se vestir no inverno)

 

Adriana Miller
6 comentários
14 Dec 2011
24 comentários

T.V. Everywhere: Salzburgo & Munique!

Alemanha, Austria, Munique, Salzburgo, T.V. EveryWhere

Esse é o video que fizemos na nossa viagem a Salazburgo e Munique quando fomos nos mercados de Natal.

A musica é “Rock me Amadeus” do cantor Austríaco Falco, que foi hit em 1985!

Essa é a versão original, em Alemão, e conta a historia de Wolfgang Amadeus Mozart – oque achei muito propicio para essa viagem…

O video foi editado usando iMovie, e usamos as cameras Sony DSC-HX5 e Sony HDR-CX115E.

 

Adriana Miller
24 comentários
12 Dec 2011
34 comentários

Munique & Salzburgo: a maneira mais facil de viajar entre as duas cidades!

Alemanha, Austria, Dicas de Viagens, Munique, Salzburgo

Bem, antes de tudo, um pequeno adendo: Salzburgo, uma das principais cidades na regiao Alpina da Austria tem um aeroporto proprio, entao na verdade a maneira mais facil eh pegar um voo direto pra lah!

Mas ai eh que comecam os problemas, pois o aeroporto de Salzburgo eh bem pequeno, e portanto com voos super restritos.

Pra comecar que a maioria das cias aereas soh voam diretamente para Salazburgo durante a temporada de Ski (por exemplo a EasyJet, que so tem voos direto pra la entre a segunda semana de Dezembro e a segunda semana de marco, a British Airways opera com horarios super restritos) e ao longo do ano nem mesmo a Air Austria (principal cia aerea do pais) tem voos diretos entre Londres e Salzburgo, por exemplo.

Mas depois de fazer um pouco de pesquisa sobre a viabilidade da viagem, descobri que o melhor aeroporto que serve eh a cidade eh na verdade o aeroporto de Munique, que por sua vez eh super bem servido!

A viagem ainda eh longa: o voo de Londres a Munique dura cerca de 1,5 hora, e o trem entre as cidades mais 1,5 hora. Mas ainda assim, devido ao preco e conveniencia de horarios preferimos fazer o combo aviao + trem pra chegar na cidade.

Talvez essa nao seja a opcao ideal pra quem esta de ferias e tem disponibilidade de horario para simplesmente fazer um voo com conexao, mas esse passo a passo tambem sera util pra quem quer esticar sua viagem de Munique a Salzburgo (e vice versa) ou ate mesmo fazer um bate volta em um so dia!

Pra comecar que voce nem sequer precisa sair do aeroporto de Munique pra conseguir chegar em Salzburgo!

Dentro do aeroporto, no terminal 2, fica a estacao do S Ban, o sistema rodoviario Alemao (a estacao do aeroporto se chama Flughafen München), onde voce encontra um posto de informacoes e um terminal automatico de venda de bilhetes.

Nos compramos nossa passagem direto na maquina, onde voce pode selecionar o tipo de trem (Regional, que para em outras cidades pelo caminho e eh mais barato, ou o Intercity, que eh mais rapido – e confortavel – e um pouquinho mais caro), o horario de sua viagem, se quer ida e volta e etc.

O trem nao eh direto a partir do aeroporto, e eh necessario trocar de trem (e plataforma) na estacao Munique Oeste (München Ostbahnhof), oque foi bem simples e rapido (o blilhete ja ate indica de qual plataforma seu trem saira). Entao o total da viagem entre o aeroporto e o centro de Salzburgo demorou cerca de 2 horas.

Pra quem ja estiver em Munique, os trens para Salzburgo (tanto o regional quanto o intercity) partem tanto da estacao oeste (Ostbahnhof) quanto da central (München Hofbahnhof).

Entao na ida saimos direto do aeroporto de Munique, trocamos na aestacao oeste e fomos direto pra Salzburgo.

Ja na volta, resolvemos voltar mais cedo e passear um pouquinho em Munique antes do voo, entao trocamos na estacao central.

Os trens sao confortaveis, com banheiros, lugares (limitados) pra bagagem (nao exagere quando for viajar de trem!) e com carro-bar, tanto no regional quanto no intercity.

Apesar de termos pego um trem (regional) super lotado na ida pra Salzburgo, depois de algumas estacoes em pe, acabamos conseguindo um lugar pra sentar pelo resto da viagem.

Ja na volta, pagamos a diferenca de preco (foram apenas 8 Euros para dois tickets) e voltamos de Intercity, que foi ainda mais confortavel, e estava praticamente vazio!

As tres estacoes (Salzburgo, Munique oeste e central) tem deposito para bagagem, entao fica facil pra quem quiser aproveitar estas cidades a caminho de outro destino e nao quiser carregar suas malas pelas ruas historicas de paralelepipedo!

Na volta da Austria, como queriamos passear um pouco por Munique, deixamos nossas malas no guarda volumes da estacao oeste (que eh a estacao que conecta com o aeroporto) e pagamos apenas 4 Euros para guardar as duas malas (no mesmo locker) por 24 horas. Entao o processo eh bem facil mesmo!

O sistema ferroviario da Europa central (principalmente nessa regiao da Alemanha e Austria) eh excelente, e todas as estacoes tem toda infraestrutura necessaria para turistas: ponto de informacao, guarda malas, ponto de taxi, restaurantes, farmacias, lanchonetes e afins.

Ja o preco nao eh dos melhores!

Quando comparados com trens no sul da Europa (como Italia e Espanha por exemplo), os trens da Deutch Bahn sao bem carinhos (mas comparaveis com os precos de trens na Inglaterra por exemplo), e a viagem de ida e volta entre Munique e Salzburgo para duas pessoas custou 118 euros (como voamos ate Munique usando milhas, entao nao tivemos custo com aviao e portanto a viagem ainda valeu a pena).

Tanto Munique quanto Salzburgo sao cidade facilimas de serem visitadas, e fazem uma boa opcao de bate-volta entre eles ou uma curta expensao de uma outra viagem qualquer.

Apesar de serem regioes que teem muitoa a oferecer, ambas sao charmosas e atrativas a sua propria maneira, e muito faceis de serem visitadas em apenas um dia!

 

Adriana Miller
34 comentários
11 Dec 2011
9 comentários

Salzburgo: Augustiner Bräustübl

Austria, Dicas de Viagens, Salzburgo

Enquanto eu planejava a viagem e sonhava com mercados de natal e os cenarios de “A Novica Rebelde”, o Aaron foi logo fazendo sua exigencia: A programacoa de sabado a noite sera na cervejaria Augustiner Bräus!

Como bom fa de cerveja que ele eh, ele conhece praticamente todas as marcas disponíveis pela Europa (mundo?!), e apesar de nunca dizer nao a uma pint Inglesa ou uma chopp Brasileiro, o Aaron gosta mesmo eh das cervejas Germânicas!

A cerveja Augustiner pode ser encontrada em varias partes do mundo, mas foi criada ali em Salzburgo, pelos monges Augustinos, que foram transferidos da Bavaria para Salzburgo e fundaram seu monasterio na cidade em 1621.

Rapidamente a cerveja virou grande fonte de renda aos monges, e atraia visitantes de todas as partes da regiao – tanto que quando o monasterio foi fecho pela ordem Augustina no inicio do seculo 19, o entao rei do imperio Austro-Hungaro, Ferdinand, ordenou que novos monges se instalassem na casa (no caso foram os Beneditinos) para que a producao de cerveja nao parasse.

Hoje em dia a casa anda funciona no mesmo local, na subida do monte Mönchsberg no oeste de Salzburgo, mas ja deixou de ser um monasterio ha muito tempo, a agora se dedica exclusivamente a sua principal arte: fazer cerveja!

Eles ainda utilizam os mesmos metodos de fermentacao desenvolvido pelos monges, utilizando barris de madeira e servindo a cerveja em canecas de porcelana e pedra (copo de vidro??!?! Que afronta!)

A cervejaria eh enorme, e os antigos saloes de oracao e refeitorios foram transformados em beer hall, de fazer inveja a qualquer fa de Oktoberfest, onde centenas de pessoas podem comer e beber ao mesmo tempo.

E o clima eh isso mesmo: caneconas, muito barulho, fumaca (ainda eh permito fumar dentro de um dos saloes) e pessoas de todas as idades: dos casasis mais velinhos carregando sua caneca de cerveja, a grupo de marmanjos puberes, e familias completas.

Mas oque eu gostei mesmo foi do esquemao informal da casa (que me fez sentir como se estivesse numa chopada ou cervejada das epocas de faculdade!): por la, tudo eh self service.

Voce vai direto na prateleira de canecas e escolhe seu tamanho. Depois se dirige ao caixa e escolhe seu tipo de cerveja (clara ou escura), e depois carrega sua propricanecona(s) pra sua mesa.

E sua caneca deve ser reutilizada varias vezes durante a noite, entao eh soh dar uma passadinha na fonte no centro do salao, passar uma agua e pronto! Tudo pronto pra prixima rodada!

E apesar de nao ser um “restaurante” ele tambem tem um esquema de comida que segue a mesma linha.

Logo na entrada da cervejaria existem alguns balcoes e lanchonetes servindo comida. Entao voce escolhe seu estilo preferido (tudo sempre muito…. eh…. alemao!), a quantidade, paga e depois leva de volta pra sua mesa, sem cerimonia!

A Augustiner Braus so abre aos fins de semana, exclusivamente das 3 da tarde as 11 da noite, entao imaginem como sabado a noite por la estava lotado!

Mas aproveitamos que a chuva forte comecou a atrapalhar nossa programacao e chegamos la por umas 4 da tarde, e 3 dos 4 saloes da casa ja estavam lotados!

Passamos o resto de sabado a noite inteiro la dentro, e nos divertimos demais! (teve ate ataque dos Kumps la dentro!)

Augustiner Bräu Kloster Mülln OG

A-5020 Salzburg Lindhofstr. 7

info@augustinerbier.at

 

Adriana Miller
9 comentários
11 Dec 2011
7 comentários

Salzburgo: Villa Trapp

Austria, Dicas de Viagens, Salzburgo

Tenho que confessor que minha verdadeira motivacao para querer ir pra Salzburgo nao foi o mercado de natal nem a cidade, e sim a Villa Trapp!

Esse casarao do seculo 18 nos arredores de Salzburgo foi a casa original da familia Von Trapp, que impirou a filme da “Novica Rebelde” (The Sound of Music)!

Nao eh exatamente a casa usada no filme, mas sim a casa onde a verdadeira familia morou durante muitas decadas – e a casa onde viu a  Maria sendo contratada como governanta e ensinando as criancas a cantarem, depois se apaixonou pelo Barao e por fim a familia fugiu da Austria por causa dos nazistas em 1938, durante a segunda guerra (por muitos anos eu nem sequer sabia que o filme era baseado numa historia real).

A casa entao ficou abandonada por varias decadas, ate que em 2009 abriu suas portas como hotel Bed & Breakfast e desde entao tem atraido os aficionados do filme em bandos!

Esse filme fez muita parte da minha infancia e da minha irma, que passamos muitas tardes assistindo a fita VHS que meu pai gravou da Sessao da Tarde (com aquela dublagem tosca da Globo e avançando na hora dos comerciais ou das musicas que nao gostavamos tanto).

Apesar de que acho que a ultima vez que assisti esse filme foi la pra 1987, eu ainda lembrava de muito detalhes de cor! Mas sabe qoeu achei engracado, nao sei (sabia) cantar uma unica musica!

Como assisti muito esse filme muitos anos antes de aprender Ingles, e o filme era dublado nos dialogos, e original nas musicas, eu e minha irma soh sabiamos cantar a versao “embromation”! (e apesar de que o Aaron nao admitiu ter assistido e gostar do filme, ele sabia de cor a letra de varias musicas, e finalmente me ensinou a cantar “direito”!)

O casarao eh enorme e eh todo decorado com fotos da familia Von Trapp (a verdadeira) e moveis e pecas de decoracao originais. E os quartos sao identificados por quem foram seus donos originais.

Entao na hora da reserva voce pode escolher ficar no quarto da Fräulein Maria, ou do Barao, ou entao na suite que eles passaram a usar depois que casaram. Ou entao num dos quartos das (muitas) criancas da familia.

De manha o cafe da manha eh servido no salao de jantar da familia, todo mundo junto, como se fossemos hospedes da casa!

Mas nao, o filme nao foi feito na casa. Na verdade todas as cenas do interior da casa foram gravadas em estudio, em Holywood, e as enas exteriores foramgravas em alguns palacios nos arredores da cidade. A parte da frente da casa foram gravadas no palacio Fohnburg e a parte de tras e jardim, gravadas no palacio Leopoldskron.

Mas ainda assim da vontade de fazer vestidos usando os tecidos das cortinas, e cantar na escadaria impoente!

A unica desvantagem da Villa Trapp eh justamente ficar afastada do centro de Salzburgo. Mas ainda assim o acesso eh super facil e nao tivemos nenhuma dificuldade em chegar la, e ir e vir do centro da cidade.

Uma corrida de taxi custa cerca de 10 Euros, ou entao por 2,50€ voce pode pegar o onibus numero 7, que para a 2 quarteiroes da casa (o nome do ponto de onibus eh “Aigen Hof”) e em 10 minutos chega no centro da cidade (pelo lado”novo” ao norte do rio), inclusive indo direto pra estacao central de trem (a Salzburg Hauptbahnhof).

O preco dos quartos comeca a partir de 100 Euros, ate uns 300 (Suite Maria, que eh a mais cara). entao apesar de nao ser exatamente um albergue pechincha, tambem nao eh um hotel de super luxo que levaria um fa do filme a falencia!

Para nossa estadia eu fiz a reserva atravez do site Booking.com

 

Adriana Miller
7 comentários
Página 1 de 212