30 Mar 2015
19 comentários

Apetrechos e Acessorios de viagem – Viajando com criancas

Baby Everywhere, Dicas (Praticas!) de Viagem, Dicas Aleatorias & Genericas, Fazendo as Malas, Viagens, Viajando com crianças

Apesar de ja ter feito alguns posts sobre os acessorios de viagem que costumo usar, quando escrevi a versao mais recente fui me dando conta que algumas coisas mudaram justamente por que agora quase sempre viajo com a Isabella, o que demanda toda uma nova leva de parafernalhas e quinquilharias que facilitam a nossa vida.

E acredite, quando falams de viajar com criancas pequenas, sao esses pequenos detalhes que fazem as grandes diferencas!

Apetrechos com criancas

  • iPad: Eu adoro usar meu iPad em viagens para ler meus livros, baixar revistas, asistir filmes e seriados… mas a realidade eh que hoje em dia quem usa mesmo meu iPad eh a Isabella! Apps, filmes, desenhos, joguinhos… qualquer coisa que a deixe entretida e sentadinha durante (algumas) horas de voo! E claro, sempre levo meu carregador Mophie tambem, porque Deus-me-livre-e-guarde se a batería do Ipad morrer no meio do voo!
  • Fone de ouvido infantil: Esse eh um apetrecho super recente, pois fones nao sao recomendaveis para criancas menores de 2 anos. A principio eu comprei um bem baratinho, na banca de jornal, so para testar e ver se a Isabella ia odiar completamente, ou se ia se adaptar e querer usar o fone numa boa. E nao eh que ela gostou! Entao troquei pelo modelo infantil da JVC que dizem por aquí ser um dos melhores e mais resistentes (afinal precisa sobreviver nas maozinhas destruidoras!), alem de ter controles de volume e fios mais resistentes que nao enrolam.

  • Organizadores de mala: Tambem ja falei deles aqui nesse post e em algumas dicas de viagem com criancas, mas vale relembrar o quao util esses “compartimentos” sao na hora de fazer a mala! Comecei a usa-los justamente para manter uma certa ordem entre as minhas roupas e as roupas da Isabella quando levamos a mesma mala, e continuo usando mesmo quando a mala eh so para ela, e eu tenho outra so para mim (como as roupinhas sao muito pequenas, ajuda a separar po pecas especificas, ou com combinacoes e “looks” ja prontos).

 

  • Sacola ultra light: Como contei no outro post sobre acessorios, eu acabei viciando nessa sacola por acidente e desde entao nao viajo mais sem ela, principalmente quando viajo com a Isabella! Super leve e muito util principalmente na hora de lidar com todas as coisas extras que um bebe/crianca precisam, mais montanhas de brinquedos, roupinhas sujas etc.

 

  • Sacola para carrinho: O nosso carrinho eh um Bugaboo Bee, e apesar de que comprei tambem a mala de viagem do Bugaboo, acabei nunca usando (ela eh pesada e grandona de carregar, nada pratica numa viagem!!). Entao por um tempo levavamos o carrinho sem protecao nenhuma mesmo, ou entao colocava aqueles plásticos de protecao ja no aeroporto. Mas ai acabei comprando a sacola “Gate Check” que eh baratinha, super leve, fecha numa bolsinha pequena, e protege o carrinho super bem! Nao espere a melhoooooor qualidade do mundo, afinal ela eh bem fina/leve e barata mesmo, mas ja estamos viajando com ela ha mais de 1 ano (e nos viajamos MUITO!) e apesar de uns furos aquí e ali, e estar bem surrada, ela ainda esta durando bastante! Outra vantagem eh que essa sacola eh bem “genérica” entao cabem varios modelos diferentes de carrinho (nao eh especifica para Bugaboo Bee). Entao ja usamos essa sacola para viajar com o McLaren por um tempo, e ja recomendei a mesma sacola para amigas que tem o Bogaboo Cameleon (grandao), Phil & Teds Duplos (super grandao) e outros modelos variados.

 

  • Bolsa de fralda para viagem: Ja falei bastante dessa bolsa aqui, e gosto de usa-la principalmente em voos longos, quando sei que tenho que levar muita coisa comigo no aviao. Mas tambem recomendei a compra a algumas amigas que tiveram os segundos ou terceiros filhos recentemente e todas elas dizem estar usando demais! A bolsa/mala eh bem espacosa e grande, mas sem ser um trambolhao, e cheia de compartimentos (ate alguns térmicos) entao perfeito para quem for viajar com uma crianca maiorzinha, mas tambem com um bebe pequeno por exemplo (e tiver que separar tamanhos de fraldas, roupas, mamadeiras e brinquedos, etc).

 

  • Babador emborrachado: Agora que a Isabella esta numa fase chata para comer e so aceita comer sozinha, a sujeirada na hora das refeicoes estao fora de controle! Uso muito esses babadores no dia a dia em casa, mas quando estamos na rua e viajando sao fundamentais! Pelo menos nao preciso trocar a roupa dela a cada refeicao e nem ficar carrgenando babador sujo e manchado por ai (eh so passar um pano ou lencinho umido e pronto!).

 

  • Cadeirao portátil: Esse “cinto de seguranca” eh uma invencao genial para criancas naquela idade nem la nem ca (sabe quando a crianca ja fica sentadinha numa boa, mas ai do nada resolve que quer ir pro chao e se joga longe?!). Quando estamos em hoteis e restaurantes que tem cadeirao para criancas isso nao eh um problema, mas esse protetor nao ocupa nada da bolsa de fraldas (eh de pano e dobra bem pequeno, ocupa menos espaco que uma fralda), entao nao custa nada levar. Eh uma otima opcao para quem vai viajar por lugares e destinos onde nem tudo eh “child friendly” e nem super preparado para receber familias, entao pelo menos voce nao precisa ficar se preocupar em so achar restaurantes que tenham cadeirao etc, pois seu filho vai poder sentar e usar qualquer cadeira com seguranca. Foi super uitl quando viajamos com a Isabella pelos Balkans e iamos parando pra comer em qualquer lugar, e ano passado na Franca, pois comemos em muitos restaurants pequenos, bistros e cafes nos vilarejos do Vale do Loire).

 

  • Coberta para amamentacao: Uma das principais renvindicacoes das maes que amamentam eh justamente poder alimentar seus filhos onde bem quiserem. Mas a realidade eh que quando eh o seu peito ao leu por ai, ou viajando para um lugar onde voce nao sabe como amamentacao sera recebida, essas “cabaninhas” sao uma super ajuda! Eu detestava usar um “paninho” pois alem de ser meio enrolado (entre o processo de preparer o pano, posicionar o bebe, colocar os peitos pra fora, ajeitar a pegada e afins… um pesadelo!) achava uma super sacanagem deixar o rosto da Isabella todo abafado na hora de mamar! Eu ia odiar ter que comer com uma fralda de pano na minha cara, entao nao queria fazer o mesmo com minha filha! Entao usei bastante minha tendinha, pois alem de ser super espacosa e confortavel, a dobra que amarra no pescoco da mae tem uma parte durinha, entao o bebe nao fica abafado, voce consegue manter o contato de olho no olho, alem de conseguir enxergar direitinho o bebe, a pegada, se ele(a) dormiu, etc. Tao facil, tao confortavel e tao pratico de usar (e por ser de pano, quando dobra nao ocupa nada na bolsa de fralda ou mala de mao).

 

Outros acessorios e apatrechos uteis que ja fui dando uma dica aquí e outra ali (tanto aquí no blog quanto no Instagram/Facebook) e sao super uteis tanto no nosso dia a dia em Londres, quanto em nossas viagens:

  • Trocador descartavel: Confesso que hoje em dia eu sou tao ninja na hora de trocar fralda que ja nem uso trocador nenhum com a Isabella, mas nos primeiros meses de vida, os trocadores portateis foram fundamentais! E usava muito tambem em nossos passeios perto de casa, justamente para nao ter que carregar aqueles trocadores de plástico dentro da bolsa (Acho esses trocadores portaveis uma invencao super “do mal”, porque e ai se vazar tudo e sujar o trocador, voce ainda vai ter o trabalho de limpar o trocador depois, num banheiro publico, alem de ter que limpar/trocar/cuidar de seu bebe! Aff!). Os trocdores descartaveis duram demais e a pesar de “descataveis” eu so jogo fora quando sujam, que gracas a deus nao acontece com tanta frequencia assim nao! Entao logo que a Isabella nasceu eu comprei um pacote “jumbo” na Amazon com 3 embalagens e ainda tenho 1 embalagem fechada no armario. Valeu a pena! Pra quem nao achar com facilidade essa versao propria pra bebe da Pampers, vale usar as versoes de “incontinencia” de adultos tambem (eh tudo a mesma coisa, so muda o branding). Ja aconteceu de ficarmos sem nenhum trocador descartavel em viagens e sempre foi super facil comprar protetores de incontinencia! (os vendedores devem ter me achado um pouco nova pra sofrer de incontinencia, ne?! mas e dai?! Hehehehe).

 

 

  • Esterilizador liquido/tabletes: Esse eh para as maes mais germo-fobicas (eu pessoalmente nao esterilizo nada. Apenas lavo tudo muito bem lavado e pronto. Anticorpos sao necessaries minha gente!) para nao acharem que tem que carregar o esterelizador eletrico toda vez que saem de casa!

 

  • “Segurador” de brinquedos/copos/potinhos: Nada mais eh do que uma “coleira” pros brinquedos e acessorios de seu filho, para que ele(a) possa segurar e brincar numa boa no carrinho ou na cadeira do carro, mas sem o risco de ficar deixando cair no chao o tempo todo. Eu uso todo dia, para tudo: para segurar o copo de agua, o potinho de frutas, o ursinho, a boneca, etc.

 

  • Mochila para carregar criancas grandes: O canguru (baby Bjorn afins) foi um dos acessorios que mais usamos quando a Bella era pequenininha! Eh tao pratico e ela adorava! Nas viagens entao, nada melhor pra deixar as maos livres pelo aeroporto, na hora do embarque, desembarque e qualquer outra situacao onde precisasse ficar com as maos livres. Porem os cangurus tem validade super curta, pois depois de uns meses o bebe fica gordinho demais pra caber confortavelmente. Mas a necessidade dos pais ficarem com as maos livres permance, entao quando a Isabella tinha uns 8 ou 9 meses compramos essa mochila para carrega-la, que dura ate hoje e usamos muito! Existem muitos modelos e marcas diferentes, mas eu gosto demais dessa da LittleLife justamente pois tem cara de mochilinha mesmo, eh super confortavel pra ela (ela ate dorme nela as vezes, apesar de nao ser a melhor opcao do mundo!) e ainda tem batante espaco pra guarder as coisas que ela precisa pra um passeio (substitui numa boa a bolsa de fraldas).

 

P.S. Alguns dos links desse post sao de empresas de afiliados e parceiros do blog, e a minha politica eh simples: nao me associo nem me afilio com empresas que nao utilize na minha “vida real”. Entao essas sao minhas dicas pessoais, mas ao reservar seu carro, ou hotel ou comprar seu acessorio ou seguro de saude/viagem pelos links e baners do blog eu ganho uma comissao. E voce nao tem custo a mais nenhum!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
19 comentários
24 Mar 2015
31 comentários

Apetrechos e Acessorios de viagem III

Dicas (Praticas!) de Viagem, Fazendo as Malas, Viagens

Eu ja fiz outros posts desse tipo ao longo dos anos, e a verdade eh que a “essencia” dos acessorios de viagem que uso permaneceu a mesma ao longo dos anos.

Porem os estilos de viagem mudam, a tecnologia evolve a passos galopantes e muitos desses acessorios “evoluiram” ou melhoraram.

Entao ja estava mais do que na hora de fazer um post atualizado (os outros dois estao AQUI e AQUI).

Apetrechosdeviagem

  • Carregador de Celular Mophie: eu usei meu Pebble por muito anos, mas medida que fui trocando de modelos de celular, acabei tendo que dar um upgrade no carregador portátil tambem. Hoje em dia uso o Mophie, que eh a marca autorizada pela Apple e funciona super bem tanto com iPhone quanto com o iPad (e qualquer outro aparelho que tenha carregador em USB). E aliais, nao so para viagens nao! O Morphie nao sai da minha bolsa, pois a realidade eh que a batería do iPhone nao dura um dia inteiro, e meu maior pavor eh acontecer alguma coisa com a Isabella, alguem tentar me contactar e eu estar sem bateria no celular!
  • iPad Mini: Eu passei anos usando muito o meu Kindle, tanto me viagens quanto no dia a dia, mas desde que comprei um ipad mini, o Kindle foi meio para escanteio. Ler no iPad eh questao de costume (ha quem ame e ha quem odeie. Eu me adaptei totalmente), mas para mim a principal vantagem eh poder tambem baixar revistas, filmes e seriados, alem de ter um espaco extra para baixar minhas fotos durante a viagem!
  • Kindle: mas ainda assim nao deixei de ter um Kindle, apenas upgrade-ei para uma versao mais moderna (que ascende a tela, pois ler no escuro nao tem a menor graca!). A pesar de preferir o iPad por ser mais “multi uso”, a realidade eh que a isabella acaba monopolizando meu ipad em voos e viagens, entao mina solucao eh continuar lendo no Kindle tambem!
  • Adaptador de tomadas internacional com 2 entradas USB: porque em pleno 2015 ja nao basta ter um simples adaptador de tomadas! Entao recentemente comprei o Skross pois alem de ser super robusto e forte (para aguentar o tranco das viagens!) ele se adapta a tomadas de 150 paises e ainda tem duas entradas para USB! Ou seja, da para carregar sua camera fotográfica e um iPhone/Smartphone e iPad/tablet o mesmo tempo (3 apetrechos carregando ao mesmo tempo!), sem ficar naquele de “qual ta quase morrendo e preciso carregar com mais urgencia?!”. Revolucionario!
  • Carregador de carro: últimamente temos viajado mais de carro pela Europa por causa da Isabella, e com isso tambem tenho usado mais meu celular como GPS na estrada. Entao para nao ficar na mao, sempre levo um carregador de carro com adaptador para entrada USB.
  • Pau de Selfie: Podem rir! Levo tripes e Gorilla pods, mas um pau de selfie eh muito divertido! Carrego na bolsa todos os días (nunca se sabe quando um selfie será necesario!) e principalmente em viagens, que nem sempre da para montar tripe grande, nem achar um lugar para apoiar o golilla pod!
  • OlloClip (lente para celular): desde que comprei meu primeiro Ollioclip em 2009 que fiquei viciada nessa buginganga! E mesmo tem tempos de GoPro (maior desperdicio de dinheiro da vida) passei a gostar ainda mais da OlloClip! Alem de custar 1/10 do preco de uma GoPro, essa lente de celular da aquele mesmo efeito grande angular e olho de peixe que fez a GoPro ficar famosa, mas pelo menos voce consegue ver o que esta saindo na foto, a qualidade da imagem eh bem melhor (se voce tiver um celuar com camera boa) e nao precisa esperar ate chegar em casa, baixar todas as fotos e so entao ver o que saiu ou nao!
  • Organizadores de mala: Tambem ja falei deles aqui nesse post sobre a mala que levei pro Japao e em algumas dicas de viagem com criancas, mas vale relembrar o quao util esses “compartimentos” sao na hora de fazer a mala! Pra quem viaja de mochila entao, nem se fala! Melhor maneira de manter a sanidade na hora de achar uma peca de roupa num trem em movimento ou no quarto do albergue!
  • Sacola ultra light: Essa foi uma descoberta por acidente. Estava embarcando num voo low cost e a cia aerea embarreirou o tamanho da minha mala de mao. Fui correndo na Boots e comprei essa sacolinha, e desde entao nao viajo mais sem ela! Super leve, mas super resistente e fecha/dobra toda numa mini bolsinha que nao ocupa espaco nenhum na mala. Super util principalmente na viagem de volta, quando voce se da conta que suas coisas “cresceram” na viagem, ou voce exagerou nas compras e precisa de alguma coisa a mais que seja pratica e que de pra levar no aviao sem pagar excesso de bagagem!

De resto os acessorios continuam os mesmo, e realmente acho essencial ter uma almofada de pescoco e tapa olhos; nao entro num aviao sem uma carteira porta passaporte (ainda mais agora que tambem carrego os passaportes da Isabella); uma necessaire pratica para viagens (que ja falei sobre minhas necessaires preferidas aqui nesse video); e hoje em dia estou super apegada ao fones de ouvido grandoes, que tem um som bem melhor e sao super confortaveis pra dormir no aviao! (e que ainda fazem as vezes de tapa som, caso seu fone tenha cancelamento de ruidos – eu tenho duas versoes: essa da Bose quando viajo sozinha e a trabalho, que cancela ruido e eh top demais. E tambem tenho essa outra versao, que nao bloqueia ruido quando viajo com a Isabella, porque ne? Se ela fizer algum barulho, eu tenho que ouvir!). Ah! E para voos longos tambem levo meu kit “spa aereo”!

 

P.S. Alguns dos links desse post sao de empresas de afiliados e parceiros do blog, e a minha politica eh simples: nao me associo nem me afilio com empresas que nao utilize na minha “vida real”. Entao essas sao minhas dicas pessoais, mas ao reservar seu carro, ou hotel ou comprar seu seguro de saude/viagem pelos links e baners acima eu ganho uma comissao. E voce nao tem custo a mais nenhum!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
31 comentários
17 Mar 2015
69 comentários

#PerrengueEverywhere: Seguro de viagem, garantias e precaucoes a tomar antes de viajar

Dicas (Praticas!) de Viagem, Viagens

Bem, o que era pra ter sido uma serie de posts e Vlogs sobre nossa viagem a Andorra, nos Pirineus, acabou virando uma sucessao de azares, planos desfeitos e uma volta para casa decepcionante antes do esperado (mas rendeu um bom Vlog!)

Quem me acompanhou no Instagram “assistiu” todo o perrengue “ao vivo” (ou entao voce pode asistir o Vlog!), mas o que aconteceu foi: Fomos pegos por uma tempestade de neve supresa no meio da estrada entre Toulouse, na Franca, e a subida para os Pirineus (que nao estava na previsao do tempo!) a caminho de Andorra, onde nevou cerca de 2 metros e meio de neve em apenas 5 horas.

O resultado foram estradas e acessos ao país fechados, e tivemos que dar meia volta, por ordem da policía rodoviaria Francesa, a cerca de 10 km da frontera com Andorra.

E sem falar que o dia como um todo foi um sufoco! Tivemos que nos virar para colocar correntes de neve nos pneus do carro, dirigir na neve intensa (a visibilidade fica muito ruim!), estradas escorregadias e transito lento.

Para completar a condicao da estrada estava tao ruim que nossa corrente de neve quebrou e ficou presa no pneu do carro, tivemos que achar um mecanico no meio do nada para cortar a correia da primeira corrente (que provavelmente nao instalamos corretamente) e instalar uma nova corrente (um agradecimento especial a minha professora de Frances da 8’ serie e as aulas de teatro que eu detestava pois morria de vergonha! Incrivel como no desespero a gente se vira, ne?!), varios telefonemas as policías rodoviarias da Franca, Espanha e Andorra, e por fim a decepcao de ter que desistir tao pertinho do destino, voltar tudo de novo e achar um hotel de ultima hora numa cidadezinha no meio do nada nos Pirineus Franceses.

Isso tudo aconteceu numa espaco de poucas horas, mas atrapalhou a viagem toda, claro, que ja estava planejada e reservada desde Outubro!

Por mais que tenha sido apenas um fim de semana prolongado saindo de Londres, uma viagem eh uma viagem, e demanda tempo, energía, dinheiro, fazemos planos e sonhos, o que se tornam uma enorme decepcao quando da tudo errado.

Entao eu ja falei bem esporadicamente sobre seguros e planos aquí no blog ao longo dos anos, mas nunca falei sobre isso com muitos detalhes, e muitos leitores me pediram dicas, recomendacoes e um post mais geralzao sobre o que eu faco nesse tipo de situacao e o que aprendi ao longo das viagens e perrengues da vida.

Bem, em primeiro lugar o mais obvio de tudo: Nunca, jamais saia de seu país ou cidade sem um seguro de viagem!

Para comecar que alguns países fazem mesmo esse exigencia de seus turistas (para viajar para a Europa, por exemplo, Brasileiros precisam ter um seguro que cubra pelo menos 30.000 Euros de custos). E mesmo se nao exigisse (como outros lugares nao exigem), tem que fazer.

Ja pensou se acontece alguma coisa, e voce tem que pagar tratamento medico em Euros?! Ou Dólar Australiano? Ou Dirham Emirati? Pois eh! Entao na custa nada pesquisar, ler bem os termos e condicoes, entender suas necesidades e onde o bicho pega(ria) num caso de azar.

Por exemplo, eu falei muito aquí sobre seguro de viagem quando relatei minhas viagens durante a gravidez.

Nem todos os seguros cobrem emergencias durante a gravidez, médicos e exames especiais, ou médicos que possam te apoiar em outra linguam num momento tao delicado, la do outro lado do mundo.

Ou entao viajando com crianca pequena. Seu seguro cobre custos de pediatría, cobre custos de acompanhante (afinal de que adianta mandar sue filho pro melhor hospital do país X, se voce nao puder ficar junto?!)?

E caso voce esteja mochilando (riscos diferentes de uma pessoa viajando de excursao de agencia)?

Ou praticando algum esporte de inverno, ou escalando montanhas em lugares remotos? A decisao pode ser bem simples, e as vezes voce ja tem um otimo seguro te cobrindo e nem sabe! Por exemplo, se voce possui cartoes de crédito com bandeira “Premium” (Platina, Black e afins), geralmente eles ja incluem otimos planos de seguro, e ou voce nao vai precisar pagar nada, ou entao recebera um bom desconto, justamente por ja ser cliente.

Quando nos escalamos o Kilimanjaro na Africa, por exemplo, o seguro do American Express foi o único que cobria custos com resgate medico acima de 5 mil metros de altitude (Kilimanjaro tem quando 6 mil metro!), e tambem foi o seguro que usei quando fui para as Maldivas gravida da Isabella, pois foi o melhor plano que achei que incluisse transporte de helicóptero (a ilha que ficamos hospedados era a cerca de 4 horas de barco do hospital mais próximo! E esse tempo num momento de emergencia medica faz muita diferenca!).

Mas por outro lado, nem todo mundo precisa de coberturas tao extremas, e o mercado tem muitas otimas opcoes de seguros de viagem.

A Mondial Assiatance por exemplo (nova parceira do blog) faz sucesso entre amigos-blogueiros e tem uns pacotes super legais específicos para cada situacao (motivo pelo qual me convenceu a comecar uma parceria com eles).

160x600

Eles tem um pacote que cobre específicamente mochileiros, outro pacote para viagens durante a gravidez (com opcoes especificas para viagens para a Europa, ou viagens para os EUA – imprescindivel para quem vai fazer exoval durante a gravidez!! – ou outras partes do mundo), pacotes mais terceira idade, ou pacotoes mais generalizados em diferentes faixas de preco.

Outra empresa muito bem conceituada internacionalmente eh a World Nomad (tambem parceira do blog), preferida entre Americanos e Europeus (com atendimento em Portugues tambem) e que oferece opcoes parecidas, com otimas resenhas principalmente em relacao a cobertura medica nos EUA (onde nao existe opcao publica e eh um dos sistemas de saude mais caros do mundo! Nunca va aos EUA sem um bom seguro de viagem que cubra saude tambem!).

<script src=’//www.worldnomads.com/Partner/GetPartnerWidget?partnerCode=dr13vy&Source=&loadWithPanelExpanded=true&cultureKey=en&cssVariant=landscape’ async defer></script><div id=’wn-insurance-quote-editor’ style=’width:300px;background:url(https:\/\/cdn.worldnomads.net\/Content\/styles\/i\/wn\/external-widgets\/widget-bg-orange.jpg);’></div>

Esses dias mesmo conseguimos recuperar um iPad que esquecemos dentro do aviao a caminho de Dubai, mas se o iPad nao tivesse sido devolvido, nosso seguro de viagem da World Nomad cobre nossos eletronicos e apetrechos de viagem, que eh uma coisa que hoje em dia todo mundo tem.

Alem disso existem outros detalhes e precaucoes que podemos tomar durante o planejamento de uma viagem que sempre ajuda em caso de emergencias.

Na viagem (desastrosa) para Andorra por exemplo, duas coisas foram essenciais: o fato de que o hotel tinha sido reservado pelo Booking.com que eh um dos sites de reserva mais confiaveis do mundo. Entao antes mesmo de falar com seguro de viagem nem nada parecido, eu liguei foi pro Booking.com e expliquei a situacao.

Eles intermediaram toda negociacao diretamente com o hotel e nao nos cobraram o custo do no-show, pois eles tambem sao segurados para esse tipo de incidente, e como nosso caso se encaixou na situacao de “forca maior”, estavamos cobertos no seguro deles com o hotel.

Outra super ajuda foi o fato de termos viajado com a British Airways, e nao com uma empresa de low cost, por exemplo, com bilhete flexivel. Entao como parte da viagem ja tinha comecado, eu liguei para a BA, paguei a taxa para trocar a data do voo e conseguimos voltar pra casa mais cedo do que planejado (sim, tivemos que pagar uma taxa pra mudar os voos, mas quando fizemos as contas, valia mais a pena pagar a multa da BA do que ter que pagar por mais noites de hotel nao planejados, refeicoes ao longo do fim de semana e todo apurrinhamento da situacao!).

E por fim, a grande surpresa foi mesmo a devolucao do carro alugado, que ja tinha sido inclusive pre-pago: como devolvemos 2 dias antes do planejado e tivemos que comprar uma corrente de neve nova para o pneu, eles devolveram parte do dinheiro pago pelos outros dois dias da reserva e nao cobraram o aluguel da cadeirinha de crianca, por causa do custo extra do preco da corrente de neve. Achei o servico excelente e realmente nao esperava por uma coisa dessas mesmo! Nosso carro foi alugado pela Hertz atravez do site do RentalCars no aeroporto de Toulose (que faz parte do grupo Booking), entao tambem estavamos protegidos pelo servico ao cliente e seguros deles.

Ou seja, alem do seguro de viagem eh importante planejar bem certos aspectos da viagem, usando parceiros confiaveis e de qualidade, em vez de sempre corer atras do melhor preco, custe o que custar. Sabe aquele chavao de que “o barato sai caro”? Pois eh, e eh justamente quando tudo da errado que pagamos um preco alto!

Claro que cada situacao eh diferente, e cada viagem tem necessidades e perfis diferentes, e na maioria das vezes simplesmente nao da pra deixar pasar aquela super promocao de passagem, ou a diferenca de preco eh grande demais – entao as vezes temos que aceitar que se alguma coisa der errado vai rolar um prejuizo mesmo e ponto final, alem de entender bem as regras de seu seguro e os termos e condicoes sobre o que esta e nao esta protegido.

Na epoca que viajei pra Andorra e fui “narrando” os acontecimentos nas redes sociais, muitos leitores me contaram suas historias de situacoes parecidas, viagens em que puderam ou nao acionar seus seguros e tals, e percebi que o maior problema as vezes eh simplesmente falta de informacao sobre o que esta assegurado ou nao.

Um outro “causo” que ja aconteceu com a gente foi ha uns anos atras quando planejamos uma viagem para a Tunisia, no Norte da Africa. Passagens compradas, hotel pre-pago…. e 1 semana antes da viagem comecaram os conflitos da “Primavera Arabe”, justamente na cidade onde iamos!

Porem…. nosso seguro de viagem na epoca nao cobria cancelamento de viagem por motivos de conflitos civis e ficamos a ver navios! Entao tivemos que esperar ate uns dias antes da viagem quando o governo da Tunisia fechou oficialmente o espaco aereo do pais e nosso voo foi oficialmente cancelado! Perdemos o custo do hotel (que na epoca foi reservado por outro site, que alem de cobrar adiantado, nao tem nenhuma protecao aos clientes!), mas pelo menos conseguimos remarcar o voo para outro destino e acabamos indo para Ilha de Chipre.

 

Acho que o moral da historia eh que imprevistos sempre acontecem, e quando acontecem com a gente, eles sempre sao o fim do mundo – e em se tratando de viagens e ferias, todo mundo quer pensar no melhor e mais legal, e as vezes esquecemos nem tudo eh um paraiso e estar preparado para lidar com isso, deve sempre fazer parte da preparacao da viagem.

 

Para terminar o post, minha check list (mental) de coisas que eu levo em consideracao sao:

– Seguro de viagem & saude que cubra o destino e atividades que pretenda fazer (seja um seguro que cubra montanhismo, gravidez, pediatria, esportes de inverno ou zonas de risco e conflito, etc), se esse for o caso.

– Alem de mim & minha familia, o que mais precisa de cobertura? (eletronicos, equipamento fotografico? E se voce perder o passaporte? E se perder o cartao do banco?)

– Eu sempre escaneio meu passaporte e cartoes de banco/credito e mando pra mim mesma por e-mail. Assim, em caso de perda, eles podem ser facilmente acessados de qualquer lugar. Tambem anoto telefones de emergencia (embaixadas e consulados), e contatos de medicos que falem Ingles (ou Portugues, caso voce nao fale bem Ingles – mas Ingles eh mais facil!) no destino final (eu ja postei esse link em alguns posts sobre viagens durante a gravidez e com bebe pequeno, mas meu plano de saude tem uma lista otima de medicos que falam Ingles no mundo todo! Sempre tenho a mao!). Ou entao as embaixadas tambem tem contatos de emergencia para acessorar brasileiros e Portugueses no exterior (atencao para quem tem dupla cidadania! O que vale eh a nacionalidade que voce usou pra entrar em tal pais, entao cuidado pra quem nao fala a lingua de sua segunda cidadania!).

– Ao comprar a passagem aerea qual o custo-beneficio embutido no preco (e desconto) de certas empresas? Se eu precisar mudar as datas da viagem, quais os encargos? Caso precise, terei alguma flexibilidade? A diferenca de preco eh maior do que se precisar recomprar a passagem inteira de ultima hora? (sempre recebo esse tipo de pergunta em relacao a alguns sites de desconto que recomendo)

– Quais as situacoes de risco que devo levar em consideracao que podem trapalhar os planos da viagem e nao sao considerados como situacoes triviais cobertas por seguros? (por exemplo, nos ultimos anos a mae do Aaron tem pagado premiums de seguro altissimos que permitam que ela cancele qualquer viagem, a qualquer momento caso alguma coisa acontecesse com sua mae, que ja tinha 100 anos e nao tinha mais ninguem na familia pra ajudar. Quando sua mae faleceu ela estava dentro do aviao numa conexo a caminho da Nova Zelandia e teve que cancelar tudo de ultima hora e sair do aviao no meio da conexao! Um caos digno de filme! Mas seu seguro da World Nomad cobriu tu-do!)

– Farmacia de viagem: sempre levo remedios basicos e coisas que possam ajudar num momento de aperto.

– E por fim, claro… Nao de bobeira!

 

P.S. Alguns dos links desse post sao de empresas de afiliados e parceiros do blog, e a minha politica eh simples: nao me associo nem me afilio com empresas que nao utilize na minha “vida real”. Entao essas sao minhas dicas pessoais, mas ao reservar seu carro, ou hotel ou comprar seu seguro de saude/viagem pelos links e baners acima eu ganho uma comissao. E voce nao tem custo a mais nenhum!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
69 comentários
Página 1 de 3312345Última »