24 Aug 2015
0 Comentários

Gillray’s (no Marriott County Hall) – Bar e Restaurante com a vista do Big Ben!

Cha da tarde, Dicas de Londres, Hotel & Albergues, Inglaterra, Restaurantes

Ha uns anos atras, qualquer estabelecimento que tivesse uma boa vista em Londres, valia seu peso em ouro. A cidade tinha pouquissimos arranha ceus ate uns anos atras, e nao existia muito um conceito de “skyline” na cidade.

Mas de ns 4 ou 5 anos pa ca isso mudou bastante, e a cidade esta replete de predios altissimos, oferecendo vistas incriveis da cidade, alem de terem transformado a paisagem de Londres (como por exemplo, o Shard ou a Walkie-Talkie).

Mas o classico dos classicos continua soberano: ninguem consegue bater a vista do hotel Marriott County Hall, exatamente de frente ao Parlamento Britanico. Suas suites sao disputadas a tapa sempre que Londres recebe alguma mega evento: seja um jantar de revellion aos pes do London Eye, ou nas Olimpiadas de 2012, ou o casamento Real. Celebridades, equipes de jornalismo e quaquer outra pessoa que queria se hospedar com localizacao nota mil, dificil achar uma opcao melhor que o Marriott County Hall (que fica no predio da antiga prefeitura de Londres, em cima do Aquarium hoje em dia).
234/365 - A walk in London

 

E essa vista eh mais possivel do que se imagina, mesmo pra quem nao estiver hospedado no hotel: o Marriott tem bares, restaurants e cha da tarde com essa vista incrivel!

vista do Big Ben
Eu aproveitei que a minha irma esta em Londres e fomos tomar um brunch de domingo no Gillray’s – o restaurante & bar do hotel, que pega bem a esquina do predio, com janeloes de frente pro parlamento!

vista do Big Ben

Eles funcionam o dia todo, todos os dias: entao voce pode comecar seu dia com um belo café da manha ou brunch, ou dar uma paradinha pro almoco, ou entao fechar o dia por la – com um jantar no salao principal do restaurant, ou simplesmente com uns drinks acompanhando a vista!


O Marriott tambem tem uma otima opcao de cha da tarde, servido na “Library” (biblioteca), que fica no andar de cima do Gillray’s e oferece a mesma vista!


Otima opcao de um cha da tarde mais informal, mas sem perder a pompa do “ritual” e de quebra ainda tem aquela vista do Big Ben sensacaional!


  
Ja fui la algmas vezes tomar uns drinks, e sempre fico impressionada como que o restaurante/bar nao eh mais conhecido!

8563149594_d63649c6c8_z

Como tudo em Londres, reserva eh sempre recomendavel, mas sempre achamos mesas na janela sem problemas, principalmente no bar. (O salao do cha da tarde eh relativamente pequeno, entao tem que fazer reserva mesmo pra conseguir um lugar!)


  
Gillray’s (para café da manha ou almoco e jantar)

The Library (para cha da tarde)

County Hall, Westminster Bridge Rd, SE1 7PB

 

(para menu, precos e reservas – eh so ir nos links ai em cima)

Outra otima opcao de cha da tarde com uma vista legal de Londres, aqui!)

(E todas as sugestoes de bares e restaurantes com a vista de Londres, aqui!)

Planejando uma viagem para Londres?

Além de todas as dicas para aproveitar o máximo de Londres que você encontra aqui no Blog, planeje também sua viagem com serviços e recomendações testadas e aprovadas:

E não perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendário de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas úteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
0 Comentários
18 Aug 2015
2 comentários

Electric Diner – Restaurante e Cinema em Notting Hill

Dicas de Londres, Inglaterra, Restaurantes

O Electric eh o cinema mais antigo do Reino Unido, e o primeiro edificio construido no pais com o intuito de exibir, exclusivamente, filmes.
O Electric foi inaugurado em 1910, e teve seu auge nos anos 30, quando os filmes de Holywood atingiram seu periodo de ouro e eram exibidos exclusivamente no Electric Cinema.

2015-07-14 12.13.54

Porem nessa epoca Notting Hill era considerada um bairro de periferia, e apos algums problemas de seguranca e ataques durante a Segunda Guerra mundia nos anos 40, ele fechou suas portas por varias decadas.

Os anos 50 e 60 foram as piores decadas para o bairro, e apesar de que o cinema foi preservado (eh uma construcao de protecao historica, com arquitetura no estilo Barroco Eduardiano), e passou por varios donos, o Eletric passou boa parte de seu tempo, fechado e abandonado.

2015-07-14 12.13.38 HDR-2

Notting Hill foi redescoberto e virou moda nos anos 90 e 2000’s (de nada, Julia Roberts e Hugh Grant!), e em 2001 o edificio foi comrade por um empresario do bairro e enfim reabriu – virando point instantaneo para fans de filmes nao-comerciais, documentaries e boa comida!

Sim, uma das grandes sacadas do novo dono do Eletric foi abrir tambem o Diner – e com o endereco privilegiado bem no meio da Portobello Road (sim, a do mercado!) e um otimo menu, eles nunca estao vazios!

2015-07-14 12.14.15

A dica eh boa principalmente pra quem quer visitor o Mercado de Portobello Road durante a semana: apesar de nao ter o famoso Mercado, todas as lojas estao abertas normalmente, e a reiao se torna, na verdade, incrivelmente mais agradavel!

2015-06-18 14.46.04

Aos fins de semana a fila pra tomar brunch ou amocar no Eletrict Diner eh semi-impossivel (eles nao fazem reserve, entao tem que chegar cedo e guarder lugar na fila), mas durante a semana fica super tranquilo, sendo facil conseguir um mesa, o service fica mais simpatico e eficiente!

2015-06-18 14.45.56

O menu eh “Frances-Americano“, num estilo bem gastro-junk, como os Londrinos adoram. Opcoes rapidas, como sanduiches e hanburgueres, porem com um toque mais elegante!

Portobello Road, tranquilona durante a semana!

Portobello Road, tranquilona durante a semana!

Eletric Diner & Cinema

191 Portobello Road, W11 2ED

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
2 comentários
11 Aug 2015
0 Comentários

Aqua Shard

Dicas de Londres, Inglaterra, Pub & Restaurantes, Pubs e Bares, Restaurantes

No mesmo dia que fui ao Queen of Hoxton com um grupo de amigas, acabamos a noite no Aqua Shard.


O Queen of Hoxton estava o maximo, e escolhemos o melhor dia para um rooftop: ceu Azul e temperaturas na casa dos 25 graus. Mas sao justamente essas caracteristicas que tambem fizeram dessa noite o pior dia para estar num lugar tao hypado quanto a Queen of Hoxton.

A solucao? Aqua Shard!

Nao eh exatamente um cobertura rooftop ao ar livre, mas compensa com vistas imbativeis de Londres aos nossos pes!

E eu sou fa da franquia Aqua: minha primeira experiencia foi no bar Aqua original da rede, na ilha de Koonloon em Hong Kong. Logo depois fomos no endereco Aqua Londrino original, o Aqua Kyoto bem pertinho da Oxford Circus.

E a versao Shard combina o melhor dos dois: as vistas e janelonas imponentes do endereco de Hong Kong com… bem, com um endereco em Londres!

O Aqua Shard tem um restaurante de culinaria “Britanica contemporanea”, mas acabamos ficando so no bar mesmo – apesar de termos ido numa sexta feira super movimentada, o espaco eh enorme, e nao eh necessario reservar.

Eh so ficar esperto e de olho nas mesas ou banquetas do bar! (mas se voce quiser jantar por la tambem, eh imprencindivel fazer reserva).

O clima eh meio Gothan City meets the West End, e adorei a decoracao e luminarias combinando e complementando a vista (afinal, exagerar na decoracao pra que ne?!).

O Shard divide o 31 andar do Shard com o Oblix, tambem ja testado e provado!

Aqua Shard

Level 31, The Shard, 31 St Thomas St, SE1 9RY

 

Planejando uma viagem para Londres?

Além de todas as dicas para aproveitar o máximo de Londres que você encontra aqui no Blog, planeje também sua viagem com serviços e recomendações testadas e aprovadas:

E não perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendário de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas úteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
0 Comentários
09 Dec 2014
10 comentários

Dicas de Madrid

Dicas de Viagens, Espanha, Europa, Hoteis, Madrid, Restaurantes, Viagens pela Espanha

Semana passada voltei a minha amada cidade (Madrid!) para uma viagem super rápida a trabalho – mas consegui aproveitar umas horinhas no fim do dia para dar uma voltinha pelo contro da cidade e matar as saudades!

Eu geralmente gosto de me hospedar no Westin Palace – ja falei dele outras vezes aquí no blog, e alem de ser um dos melhores de Madrid, tem uma localizacao imbativel!

Mas dessa vez o Westin estava lotado (viu, nao sou a única a gostar de la!), entao fiquei no Ritz Madrid (que ja tinha ficado outras vezes tambem, e ja fiz post sobre ele aquí).

O Ritz tambem eh maravilhoso, como nem preciso explicar demais, ne? :-) E eles sao praticamente vizinhos e compartilham a localizacao maravilhosa na cidade!

O Ritz fica extamente ao lado do Museo del Prado e do outro lado da rua do museu Thyssen. A dois quarteiroes da Puerta de Alcala e o Parque del Retiro, e igualmente distante (coisa de 10 minutos andando!) de Salamanca (bairro super gostosinho em Madrid, com muitas lojas legais e otimos restaurantes!) e o centro turístico da cidade!

Madrid eh uma cidade que eu conheco muito bem e gosto de fazer tudo a pe por la! Se envolver pegar o metro, eu ja torco o nariz :-)

O Ritz Madrid foi recentemente reformado e agora pertence ao Grupo Belmont, e a pesar do “banho de loja”, eles nao mudaram o clima e estilo classico do hotel! Os quartos sao uma delicia de confortaveis e aconchegantes, os banheiros super confortaveis (e as amenidades da marca Britanica “Penhalignons” eh puro luxo “Ritz” de ser!) e o servico impecavel! Que tal ter sua camareira/Mordomo a disposicao 24hrs por dia durante sua estadia?! Pena que mina passagem por la foi rápida e a passeio…

Menu de travesserios? Sí, por favor! Ficando mal acostumada e 3,2,1…

Achei super legal que agora esse “servico” do Ritz se chama “Las Meninas”, fazendo uma ligacao com a historia do hotel e a historia de uma das pinturas mais famosas do vizinho “Prado”: a pintura “Meninas” do Espanhol Velazquez (acho que ja falei dele aquí tambem, uma dos meus artistas preferidos de todos os tempos! As pinturas dele sao incriveis!).

 

Aliais, um adendo: A pesar de que ha muitos anos que eu nao vou al Prado, recomendo demais fazer visitas guiadas pelos museus Madrilenos para quem for a cidade pela primeira vez (Tanto o “Prado”, quanto o “Reina Sofia” e o “Thyssen”) para aprender um pouco mais sobre a arte Espanhola, que eh INCRIVEL a pesar d enao ser considerada tao relevante quanto os artistas Franceses e Italianos.

Mas eh imperdivel ver de perto (e aprender sobre!) os Velazquez, Picasso, Dali, Miro, Goya, El Greco e afins… #ficadica

Bem, voltando ao meu passeio vapt-vupt por Madrid, eu ja fui direto para Puerta de Sol, o epicentro da cidade, e nao resisti as muitas fotos da praca decorada pro natal!

 

Subi a Calle Preciados ate a Plaza Callao, e de la subi a Gran Via (parando para uma loja ou outra de vez enquando, pois ninguem eh de ferro!).

De la voltei (ainda andando, muito bom andar por Madrid!) ate a Plaza Mayor, que tambem estava decorada pro Natal e lo-ta-da!

E para fechar a noite fui jantar com as meninas do escritorio no “Ten con Ten”, um restaurante relativamente novo em Madrid, no bairro Salamanca e super moderninho e badaladinho.

A culinaria eh Espanhola, mas bem diferente, mais “gourmet”, mas sem chegar naquele ponto onde rola tanta invencao que voce nem sabe o que esta comendo sabe?

E olha, que COMIDA maravilhosa!!!

As procoes sao bem grandes, principalmente na parte das tapas “Para Compartir” – sempre pedimos varias para dividir entre todo mundo, e dessa vez cada procae era enorme. Adorei as alcachofras grelhadas e o risotto trufado.

De prato principal fui de penne al pesto com trufas (eh praticamente um vicio! Hehehe), muito bem acompanhado por um vinho “verdejo” (vino branco “verde”) do Marques de Riscal – que alem de delicioso, era tao aromatico e cheiroso!!

E por fim, sabe aquela hora que o garcon pregunta se voce quer mais alguma coisa, e todo mundo se olha e pensa “ai, to cheia… nao consigo comer mais nada” – mas ok, tras o menú de sobremesas para gente dar uma olhadinha…

CREPE DE NUTELLA COM SORVETE DE DOCE DE LEITE!

Perdonad.

Essa sobremesa merece um “grito” em maiusculas!

“Vamos pedir um e dividir entre todas?”.

Eeeehhh… Nao! Vou arriscar um so para mim mesmo…

Juro que nao cabia mais nada no meu estomago… mas juro que poderia comer mais uns se fosse socialmente aceitavel. Ah, e quase lambi os pratos tambem. Mas por algum motivo isso nao eh um comportamento aceitavel num ambiente de trabalho na nossa sociedade.

Quem inventou essa regra, claramente nunca foi no Ten con Ten!

 

Ten con Ten

Calle de Ayala, 6 – Salamanca, Madrid

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
10 comentários
19 Aug 2014
13 comentários

Espanha: Oviedo, o coração das Asturias!

Dicas de Viagens, Espanha, Oviedo, Viagens pela Espanha

Umas semanas atras uma grande amiga Espanhola se casou em sua cidade natal, Oviedo, a capital do principado de Asturias, no norte da Espanha.

Foi uma viagem especial – pra começar que é sempre uma delicia viajar com um grupo de amigos, e melhor ainda quando envolve um grande evento ou celebração especial. E por coincidência, a mãe do Aaron estava com uma viagem planejada a Londres, então foi a nossa oportunidade para uma primeira viagem sem a Isabella!

Confesso que fiquei nervosíssima!! Eu já passei outras noites longe dela (em outras viagens a trabalho ou a passeio), mas nesses casos ela sempre estava com o pai.

Eh claro que eu sabia que entre a avo e a baba ela seria muito bem cuidada e nem sentiria minha falta, mas não adianta… não sei se algum dia vou acostumar a deixa-la pra trás em nossas viagens…Mas também, isso não quer dizer que eu não tenha adorado viajar “livre” novamente!

Podem e inscrever no concurso de pior mãe do ano, mas foi uma delícia viajar so com uma malinha de mão, chegar no aeroporto cedo e poder escolher revistas e tomar um café com toda calma do mundo… E o voo?! Sem ninguém sentada ou em pe no meu colo, nem tentando rasgar minhas revistas e muito menos tentando abrir meus olhos se por acaso eu tentasse tirar um cochilo!

Mas sabe aquela sensação estranha de que voce esqueceu alguma coisa?! Fiquei o tempo todo naquela de revirar a bolsa procurando carteira-chave-celular para garantir que estava tudo la… e ai me dava conta: a sensação de que alguma coisa ficou para tras foi falta da Isabella!

O primeiro dia da viagem foi corrido. O casamento foi numa sexta feira a noite, então voamos de Londres para Oviedo pela manha, chegamos la no começo da tarde, e mal deu tempo de comer alguma coisa e já começamos a nos arrumar para festa!

O casamento foi lindíssimo, e a Marta uma das noivas mais bonitas que ja vi! Aliais, os dois, pois ela e o Carlos são um super casal, e combinam demais! Sabe aquela coisa “sangue latino” cheios de estilo e molejo? Eles sao a personificacao disso! (ela é Espanhola e ele é Colombiano).

A ceremônia foi no Ayuntamiento da cidade (prefeitura), num salão enorme e realizado por uma juíza amiga da família e que portanto conhecia a noiva desde pequena!

As leituras foram todas feitas por seus amigos de infância e familiares do noivo, que vieram diretamente da Colômbia.

Ja a festa, ah… a festa! Os Espanhois sabem como ninguém dar uma boa festa, e a localização nao poderia ter sido melhor – no casarão antigo “Rua Quince”, na praça principal da cidade, exatamente em frente a Catedral de Oviedo!

La dentro, uma decoração bem “mediterrãnea”, com muitas flores, e aquela arquitetura linda típica dos palácios Espanhóis (com muitos jardins internos, arcos sobre as janelas e pe direito altissimo!).

P.S. Gostou do meu vestido? (fez sucesso no Instagram!) Eu ja fiz um post sobre ele aqui ó

Uma coisa que eu gostei demais da festa foi que em vez de lembrancinhas e besteirinhas para os convidados, os noivos fizeram doações em nossa homenagem a instituições de caridade na Colombia, país natal do noivo.

Achei uma iniciativa tao bonita, e fiquei honrada de ter amigos como eles!

A festa rolou noite a dentro, ao som de muita salsa Colombiana e Latino Americana e muito reggaetón! (ai meus tempos de estudante em Madrid!!).

Então foi no sábado que a viagem começou mesmo! Uma das melhores coisas desses eventos e viagens, é acordar no dia seguinte com todo mundo junto: trocar fotos, historias e fofocas. Quem pagou mico, quem arraso una pista de dança, e quem foi o ultimo a ir embora da festa!

E dai para frente passamos o dia explorando o centro histórico da cidade!

Nosso hotel tinha uma localizacao perfeita, exatamente entre a Calle Gascona (“El Bulevar de la Sidra”), que concentra a maioria dos bares de Sidra Asturiana e restaurantes da cidade e a praça da Catedral, então não teve erro!

Fomos andando aos poucos e nos perdendo pelas ruas da cidade, tirando fotos das ruelas medievais, pracinhas e Igrejas.

A historia de Oviedo eh bem interesante, pois o Rei Asturiano que fundou a cidade no seculo 8 d.c. queria construi-la como uma copia de Toledo (nos arredores de Madrid), mas como a regiao era muito rural e pobre, Oviedo acabou tomando traços mais Romanos, usando parte do que ja estava por la.

E o resultado eh que Oviedo acabou sendo uma cidade bem mais bonita e original que Toledo!

As construções em tons de ocre e amarelo dão um toque especial, e a cidade ja serviu de pano de fundo e musa inspiradora a muitos escritores e artirtas Espanhois, e mais recentemente conquistou o mundo ao servir como pano de fundo para a trama do filme “Vicky Cristina Barcelona”, de Woody Allen e vencedor de Oscar.

Mas é claro que a atração principal do fim de semana foi a bebelança e comilança a la Asturiana!

Para começar, vamos falar sobre a Sidra Asutriana!

Nao, nao tem nada a ver com a cidra Brasileira, nem com a cidra Irlandesa, e eh praticamente um personagem da cidade!

E aviso, eh o tipo de coisa que requere um paladar adquirido… eu ja tinha bebido a Sidra algumas outras vezes quando morei na Espanha, e lembrava que eu tinha gostado, mas nao me recordava ao certo de como era o sabor.

Mas a Marta falou tanto e elogiou tanto a tal da sidra que a galera foi com com sede demais ao pote, e… bem, ainda temos que aprimorar mais um pouco nosso paladar!

Mas nao tem problema, bebemos assim mesmo, so para poder fazer parte do espetáculo a parte que eh a sidra sendo servida!

Rola todo um malabarismo e lambança, e eh impossível passar na porta de uma único restaurante ou bar da cidade que nao tenha um garçon na porta servindo sidra e fazendo uma zona!

No almoço nos paramos na Plaza del Fontán, escolhemos uma mesinha no patio externo e fomos de Menu del dia, com o prato mais tradicional da cidade: Favas Asturianas!

As favas sao tipo um feijao branco grandao (lembro de comer muito em Portugal!), cozidos como se fosse um guizado ou sopa, com outros legumes e diferentes tipos de carne, e achei uma delicia!! Sabe o que me lembrou? Me sentí comendo uma feijoada super temperadinha (so que de feijao branco!).

A finalmente no jantar (eh isso mesmo que voce esta pensando, nos so comemos o fim de semana todo!), rodamos por alguns restaurantes pela Calle Gascona e pelo centrinho de Oviedo, mas ninguem estava a fim de tapas, entao voltamos para pracinha da Plaza del Fontán para provar a outra especiaría da regiao (e que todo mundo fico de olho no almoco!), o centollo, ou siri/carangueijo, da costa norte da Espanha!

Entao foi mais um banquete, com muito siri e mexilhoes, regados a sidra e tinto de verano (mina bebida preferida quando esto una Espanha! Eh uma mistura de vino tinto com Gaseosa, que eh um refrigerante Espanhol tipo uma agua com gas bem docinha, e um pouco de limao siciliano! Taaaaao refrescante!).

 

Oviedo na Pratica:

 

–          Oviedo e a região das Asturias nao eh das regioes mais visitadas e praticas da Espanha, mas nao eh difícil chegar la, pois a cidade eh servida pelo aeroporto “Asturias”. Saindo de Londres, a Easyjet voa diretamente ate Asturias, e leva menos de 2 horas.

–          Para viajar pela regiao, um carro eh imprenscindivel – nao so porque os transportes públicos nao sao la essas coisas entre as cidadesinhas, mas principalmente porque eh o tipo de lugar que o legal eh ter liberdade de ir parando, ir explorando… Mas se voce for ficar so em Oviedo, como nos fizemos, nem precisa de carro nenhum!

–          Hotel: nos ficamos hospedados no Hotel El Magistral, numa das melhores localizacoes da cidade, por indicacao da propia noiva, que obviamente conhecia a cidade como ninguem. O hotel eh relativamente simples, mas super confortavel e as funcionarias super simpaticas (tivemos uma atrapalhada com nosso carro de alguel por que o Aaron teve que pegar um voo de volta diferente do meu, e uma das meninas ficou nos ajudando ate as 6 da manha para resolver tudo!)

–          O clima em Asturias eh bem imprevisivel, e em apenas 3 dias de viagem, pegamos temporais, solzao, muito calor e muito frio. Tudo ao mesmo-tempo-agora! Eu fui para la super preparada para pasar calor e super veraozao (essa era a previsao do tempo), e chegamos la com nevoeiro e muito frio. Resultado, tivemos que fazer umas comprinhas de ultima hora. E ai no dia seguinte, solzao e calor de novo! Entao uma mala versátil com muitas opcoes que possam ser usados ao mesmo tempo, em camadas eh o melhor conselho!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
13 comentários
Página 1 de 1612345Última »