09
Mar
2005
Granada:Terceira e ultima parte!
Escrito por Adriana Miller

Mais uma noite curta… Como disse, nao sei que horas voltei pro Hotel, mas por algum motivo cósmico, antes de pegar no sono eu lembrei que nao tinha ido buscar minha passagem de volta à Madrid, portanto ia ter que acordar cedo pra dar tempo de arrumar tudo antes do check out e ir na estaçao.

Missao cumprida. Acordei cedo, me arrumei, arrumei minhas coisas (sem acordar as outras meninas, pasmem!!!), fui na estaçao e voltei pro hotel a tempo de nao me atrasar para o encontro com a Francesca e a Giani (pasmem mais uma vez! Eu nao estava atrasada!!).

Fomos passear e fazer compras no bairro arabe, Albacetín.

Umas ruazinhas bem suspeitas, chao de terra, lojinhas pequenas, muitas “Teterias” (lugar onde se bebe chá), subindo, subindo, subindo… até o miradouro de San Nicolás ponto turistico mor da ciadade, pois da li se tem a visao privilegiada da Alhambra e todos os predios que compoem seu complexo com a Sierra Nevada ao fundo. Simplesmente maravilhoso. Obviamente a mongol aqui esqueceu de recarregar a bateria da maquina entao só tirei umas 3 fotos…

Ficamos um pouquinho lá em cima fazendo a fotossintese e descemos pra almoçar um tão esperado e merecido Kebab Turco que povoava os nossos sonhos gastronomicos desda noite anterior…

Uma ultima passadinha no hotel pra se despedir da galera (eu voltei num onibus diferente) e rumei à rodoviaria para voltar pra Madrid.

  

The end

 

Categorias: Granada, Viagens, Viagens pela Espanha
0
08
Mar
2005
Granada: Parte II
Escrito por Adriana Miller

Depois de uma péssima, fria e curta noite de sono, nos acordaram as 10:00 da manha para ir passear pela cidade.
O hotel por si só mereceria um capitulo a parte. E olha que esse nem era dos piores. Era um hostal, mas nao no estilo albergue mochileiro. Pagamos um pouco mais porque queriamos ficar bem no centro da cidade e queriamos banheiro no quarto.
Como eu cheguei de madrugada na cidade e quando voltei pro hotel chumbei na cama imediatamente, ainda nao tinha dado uma olhada pelo recinto. O quarto nao era tao ruim. Tinha ar condicionado (pro verao) e aquecedor (inverno) e televisao. Ah! E tb tinha banheiro. Bem… depende do seu ponto de vista… Tinha uma porta, com um chuveiro e uma pia. E privada? Nao tem… Numero 1 e numero 2 só no corredor. Pelo menos podíamos tomar banho no proprio quarto. Banho contorcionista. Primeiro porque o espaço destinado ao chuveiro nao era muito apropriado para caber um adulto. Segundo porque o chuveiro nao era uma ducha, e sim um chuveirinho. Entao como vc faz para tomar banho, lavar o cabelo, segurar o chuveirinho num cubibulo onde vc nao pode nem levantar os braços? Um dia ainda vou pedir pra alguem (um europeu, claro) me explicar como funciona a dinamica desses banheiros, pq eu ainda nao entendi.

Banho tomado, cafe tomado, cara de ressaca devidamente disfarçada, e saimos em exploraçao à cidade de Granada.

Granada era a capital do imperio Arabe na Penisula Iberica, e foi a ultima cidade a ser conquistada pelos Reis Catolicos, por volta do sec 12/13. Até hoje a influencia Arabe é muito grande em toda a regiao. As placas de rua sao escritas em Espanhol e Arabe, a arquitetura da parte (mais) antiga da cidade é bem arabe. Dependendo do bairro que vc estiver andando, nem parece que esta na europa. As casinhas brancas, as lojas de chá, restaurante de Kebab, mulheres com lenço nos cabelos e homens de tunicas.

A principal atraçao de Granada é a Alhambra (que quando eu estive na cidade durante o verao, nao consegui visitar…), um complexo Arabe impressionante que é composto por um castelo, uma fortaleza e as ruinas de uma cidade, e é o maior edifico arábico construido fora do mundo arabe. O estilo arquitetonico e artistico da Alhambra é bem mouro, mas me surpreendi ao saber que é um estilo que na verdade só existe na Espanha, uma coisa meio Hispano-arábico, nao encontrado em nenhum outro lugar do mundo.

Dentro do castelo, além dos jardins e fontes maravilhosos oque mais impressiona sao as paredes. Cada Ala e cada sala do castelo tem um tema, de acordo com o corão. Entao nas paredes de cada ala estao entalhados na pedra bruta os ensinamentos do corão em arabe. Realmente nao se fazem mais artistas como antigamente…
Outro ponto importante da região é a Sierra Nevada, um dos mais altos pontos da penisula, que hoje em dia virou uma badalada estaçao de esqui, mas que servia como proteçao natural à capital (a Sierra esta geograficamente posicionada entre Granada e a Africa), ou seja, quem quisesse chegar até o castelo do Imperador, teria que atravessar as montanhas e enfrentar o tempo inóspito da regiao. E que tambem ajudam a criar um ambiente de beleza natural inacreditavel.

Voltando para o hotel estava na hora de uma seçao de “cañas y tapas” tipicas, e como nao podia deixar de ser, um “botellón” (quando todo mundo se junta pra beber e jogar antes de sair pra night de fato) pra já ir se preparando para a night. Tambem ficamos sabendo que estavam outros dois grupos de universidades em Granada, da Universidade Juan Carlos III de Madrid e da Universidade de Murcia, e foi combinado que os 3 grupos iram se encontrar e iamos pra mesma discoteca. O povo ficou empolgado, mas obviamente nao rolou. Imagina cordenar mais de 100 estudantes universitarios (os 3 grupos juntos) já devidamente alcolizados caminhando pelas ruelas de Granada. Missao impossivel. Acabamos juntando a galera mais chegada e fomos à procura de outro destino final. Nao rolava ficar numa fila gigante no meio da rua as 2 da manha num frio de -3 graus.
Só a nossa presença já praticamente lotou o recinto. Muito legal, como sempre. Impossivel nao se divertir com esse povo todo junto. Muita dança, muita palhaçada e muitas caras e bocas pras cameras.
Nao sei ao certo que horas cheguei no hotel, mas como no dia seguinte tinha mais passeio pra fazer, nos restaram mais algumas miseras horas de sono…

To be Continued…
 

Categorias: Granada, Viagens, Viagens pela Espanha
1
07
Mar
2005
Granada: parte I
Escrito por Adriana Miller

A viagem pra granada será contada em partes.

Pra começar, a indecisao: ir ou nao ir? Eis a questao.
Porém, facilmente respondida, já que todo mundo ia e eu nao poderia ficar de fora de jeito nenhum. Tudo pelo social.

Dizem que as vezes numa viagem metade da diversao é chegar lá. Nao foi esse o caso.
Como eu só resolvi que queria ir na vespera (5ª feira) da viagem no meio da madrugada, obviamente nao tinha mais lugar pra mim no onibus, (e eu tb nao poderia com eles pq eu tinha que trabalhar) entao chegar lá foi, literalmente um parto. Normal. Sem anestesia. De gemeos. Cabeçudos.
Pra começar a chefa embaçando. Eu pedi pra sair um pouco mais cedo pra dar tempo de pegar o onibus. Primeiro ela deixou; depois ela voltou atras. Morri de raiva e me senti na 3ª serie quando a professora deixa vc de castigo. Pura pirraça e implicancia com a minha cara. Nao tinha nada pra fazer na IBM 6ª feira, e mesmo assim ela nao me liberou.
Resultado, cheguei na estaçao e o onibus já tinha saido. Tive que esperar 2 horas pra conseguir pegar o proximo onibus pra Granada.
Foi só entrar no onibus que eu capotei. Tinha saido na vespera, cheguei em casa e ainda fui fazer a mala. Dormi 1 hora, fui trabalhar e depois direto pra Granada.
No meio da noite acordei com um susto de morte! Neve na estrada e o onibus quase bateu de frente com um caminhao! Resultado, a estrada foi fechada até tirarem toda a neve e ficamos parados 2 horas no meio do nada. Neve na Andaluzia (a regiao mais quente da espanha e da europa), essas coisas só comigo mesmo…
Eu comecei a ficar nervosa e já estava frenetica com todo mundo me ligando perguntando onde estava.
Só cheguei em Granada as 2:30 da manha e resolvi que nao ia passar no hotel antes. Troquei de roupa na Rodoviaria, fiz uma maquiagem chumbrega no taxi e cheguei na festa (onde já etsavam todos) de mala e cuia as 2 e tantas da madrugada!

Valeu a pena.
Adorei ver a cara de surpresa e de felicidade das pessoas quando eu entrei na boate que nem uma maluca com a mochila nas costas.
Uma noite curta, mas muito boa.
Quando finalmente cheguei no Hotel só queria dormir. Mas alguem fez o favor de desligar o aquecimento e eu tremi de frio a noite toda. Nao consguia dormir de frio e ao mesmo tempo o cansaço me impedia de levantar e vestir um casaco. Só as 9 da manha é que me convenci que tinha que levantar e vestir um casaco. Finlamente dormi, mas 1 hora depois teria que acordar de novo.

Fotos que ilustarm os acontecimentos.

To be continued…
 

Categorias: Granada, Perrengues, Viagens, Viagens pela Espanha
0
19
Jul
2004
Marbella e Granada
Escrito por Adriana Miller

Merbella é conhecida na Espanha por ser o paraíso dos milionários, ricos e famosos.

Com suas praias paradisíacas no mar Mediterrâneo (fica no extremo sul da Espanha, quase África) e hotéis de luxo, essa pacata cidade é banhada todos os anos no verão por zilhões de pessoas vinda de toda a Espanha e norte da Europa.

A palavra de ordem é: toste no sol durante o dia, e acabe com sua saúde durante a noite.

Além das praias, oque faz de Marbella ser tão popular, é a sua noite claro. A cidade disputa pau a pau o titulo de balada mais “wild” da Espanha (e logo, do mundo) com Ibiza. A diferença entre elas é que Ibiza é mais modinha, todo mundo vai, e teoricamente qualquer um pode ir.

Se vc quer ir p/ Marbella e não tem um Porche ou uma Ferrari, esquece… Hotel no mínimo 4 estrelas… Restaurante só Lagosta p/ cima… E por aí vai…

  

(A explicação do que eu estava fazendo lá, são cenas dos próximos capítulos…. Hehehhehe)

  

Granada, por sua vez, uma pouco mais ao norte geograficamente, é famosa por duas coisas: a Primeira é a Serra Nevada, que é uma dos principais pontos de Ski da Espanha, e a segunda é sua historia.

Granada foi a sede do Império Muçulmano na Espanha e a ultima cidade a ser conquistada de volta e incorporada ao reino espanhol. Além de sua famosa fortaleza Árabe (Alhambra) e a ainda muito forte influência árabe na cidade.

Não só por sua historia, arquitetura e culinária, mas também pela recente enxurrada de emigrantes árabes que invadem a Espanha, principalmente nessa região. Até as placas de transito, nomes de rua e direções nas estradas nos arredores da cidade são em Espanhol e em Árabe. Uma confusão….

  

Desculpem, mas dessa vez nao rolou fotinhos… Uma pena… mas depois vcs vão entender porque….não se preocupem…

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Granada, Marbella, Viagens, Viagens pela Espanha
0