15 Aug 2014
12 comentários

Eynsham Hall – Um palácio pra chamar de seu em Cotswolds

Castelos e Palacios, Cotswolds, Dicas de Viagens, Inglaterra, Viagens pelo UK

Nossa viagem por Cotswolds foi super legal, mas o toque especial mesmo foi ter ficado hospedada dentro de um dos palácios históricos da região!

10339651_10152464500050761_5817181222157686022_n

O que não faltam aqui no blog são opcções de castelinhos e palácios a serem visitados nos arredores de Londres, e são sempre uma ótima opção de passeio bate-volte para quem quer conhecer um pouco mais do interior da Inglaterra (lindíssimo!), mas sem ter que gastar um dia inteiro, e apenas fazendo uma day trip rápida e curtir o fim de tarde ou a noite em Londres.

10419638_10152464499510761_6772610937547015389_n

Então é claro que AMEI a oportunidade de ter um castelo pra chamar de meu durante um fim de semana, né? IMG_1818

Nossa hospedagem no Eynsham Hall foi graças a uma amiga, que planejou seu casamento nesse lugar incrível (mas o hotel eh aberto a qualquer pessoa! É só reservar seu quarto, não precisa estar atrelado a um evento), então apesar de termos passeado bastante pela região de Costwolds ao longo do fim de semana, também conseguimos curtir bastante o palácio.

IMG_1821

O legal desses eventos, ou o simples fato de se hospedar num hotel com esse tipo de estrutura histórica é se sentir um pouco um personagem de Dowton Abbey – relaxar no salão principal ao pé da lareira, depois jantar na sala de banquetes, e por fim ir tomar seu chá na biblioteca ou passear pelos jardins do palácio…

10377995_10152464499165761_9213928422736803014_n

Nada como sentir o gostinho da realeza por um fim de semana!

IMG_4761.JPG

E claro, a festa do casamento foi ainda mais bonita, graças ao Eynsham Hall, porque né, não precisava de muita coisa a mais!

IMG_1889

10437440_10152096921085047_5696004029931544218_n

A cerimônia foi lá mesmo, numa dos salões principais, com uma janela de pedra gigante com a vista do jardim.

10348310_10152464496285761_8782953675379274331_n

1233579_10152464498905761_7695760444798356154_n

O almoço/jantar foi servido no salão principal, com suas paredes intrinsecamente decoradas e trabalhadas…

10259880_10152464496535761_6104577417181962197_n

10271473_10152464499330761_5962142427118895964_n

E por fim, os drinks da recepção foram divididos entre o jardim do palácio e a “sala de desenho” (Drawing room), com paredes maciças de madeira e uma coleção de artes centenária!

10422459_10152464497830761_1350786460783789881_n

10462882_10152534174267718_2076022198569028401_n

E como estivemos por lá com um grupo de amigos, as manhas, com o café da manha servido na biblioteca (passei hooooras explorando as coleções históricas de livros e enciclopédias!) eram ainda melhores, como todo bate papo sobre a festa, o pub e os planos para mais passeios pelo Cotswolds!

IMG_1891

 

Eynsham Hall

North Leigh, Witney, OX29 6PN

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
12 comentários
14 Aug 2014
31 comentários

Cotswolds: Um roteiro de fim de semana a partir de Londres (ou Oxford!)

Cotswolds, Dicas de Viagens, Inglaterra, Viagens pelo UK

Talvez voce nunca tenha ouvido falar da regiao da Cotswold, na Inglaterra, mas com certeza sabe o que é. Filmes, seriados, e quase todas as historias que se passam numa Inglaterra não-Londrina, acabam escolhendo essa região no sudoeste da Inglaterra como cenário, e o motivo é simples: é uma das mais bonitas e pitorescas do Reino Unido e da Europa.

14290064231_762a54c09a

A região fica a cerca de 1 hora de Londres, ali nos arredores de Londres, e se espalha por muitos quilômetros (ate quase na fronteira do Pais de Gales), mas não é exatamente fácil de ser explorada – é justamente por isso que se preservou tão pacata, pitoresca e “exclusiva”!).

IMG_1825

Na verdade são dezenas de cidadezinhas vizinhas que vão se espalhando, algumas são bem do lado da outra. Outras ficam a dezenas de quilômetros de distância. Algumas tem estação de trem e de ônibus, outras são isoladas no meio do nada.

IMG_1741

Então a única maneira eficiente mesmo de se chegar ate lá é de carro.

(eu sei que  alugar um carro na Inglaterra pode soar assustador para muitos turistas, mas eh super tranquilo, vai por mim, e vai com calma!)

Ha uns meses atras, uma amiga se casou num palácio por lá, e foi a desculpa perfeita (que estava esperando a anos!) pra finalmente colocar o pé na estrada e aproveitar o fim de semana todo nas Cotwolds!

IMG_1760

Fizemos esse roteiro num fim de semana prolongado, mas só saímos de Londres no sábado de manhã, e no domingo tivemos um casamento, então daria pra fazer o mesmo roteirinho num fim de semana, ou em uns 2 dias (uma esticadinha desde Oxford, por exemplo).

E por falar nisso, geograficamente, a região de Cotswolds fica no noroeste de Londres, sendo mais ou menos delimitada pela cidade de Oxford (de Oxford em direção sul), então muito roteiros pela região incluem a cidade entre os lugares a serem visitados, ou então sugerem que você dirija pelo cotswolds a partir de Oxford – e foi isso que fizemos!

 

Bourton-on-the-Water

IMG_1730

IMG_4681.JPG

A primeira cidade que nós conhecemos é a Bourton-on-the-Water, uma das principais e mais bonitas de Cotswolds.

14293408235_7581323a88

IMG_1716

Como o nome sugere, Bourton fica na água, com canais cortando as ruas do vilarejo e cheia de pontes fofas e arvores “choronas” compondo a paisagem.

IMG_1707

IMG_1721

Se você, como nós, sair de Londres pela manhã e for direto para Bourton, a cidade é perfeita para um pitstop na hora do almoço! O que não faltam são pub lindissimos, super tradicionais e cheios de história…

IMG_1734

14292877314_1d19b72522 IMG_4684.JPG

Se o tempo estiver bom, aproveite pra sentar nas mesinhas do lado de fora com a vista para o canal, caso contrário, sente na parte de dentro dos pubs, bem do lado da lareira…

 

 

Stow on the Wold

Logo depois de Burton on the Water, fomos direto para Stow on the Wold, que fica a menos de 5 quilômetros de distância, praticamente na mesma estrada.

14291471422_ffc1a0831f

14313605693_51871783cb

Uma coisa interessante sobre essa viagem é que nos mostra bem como essas cidades funcionavam na idade média, e apesar de serem tão próximas (para os padrões de hoje em dia, com carros, GPS, e afins), elas eram tão isoladas e independentes umas das outras.

14292892214_5d00d10669

Então Stow on the Wold era um centro comercial, sua praça principal é enorme, e é justamente essa espaço que te recepciona na entrada da cidade.

IMG_1782

IMG_1776

Mas a atração principal é a Igreja milenar, cercada por um cemitério (macabro, porém muito fotogênico!), onde a raiz das arvores foram crescendo pela estrutura de pedra e redesenhando a estrutura da igreja.

14270305966_86d7204218

Uma coisa assim meio Camboja, porém medieval e Britânica! Super única e interessante!

 

Chipping Campden

No dia seguinte dirigimos até Chipping Campden, que junto com Burton on the Water, é uma das cidades símbolos da região, e foi também a minha preferida!

IMG_1864

IMG_1835

O que faz de Chipping Campden diferente das demais são suas casas centenárias de telhado de palha.

IMG_1855

Mas não imagine casabres não… as casas de Chipping Campden são gigantes e verdadeiras mansões, com um preço compatível ao seu tamanho e beleza!

IMG_1848

IMG_1836

É uma das vizinhanças mais caras da Inglaterra, e uma das cidades preferidas de várias celebridades Britianicas que possuem uma casa no campo pra fugir da correria de Londres.

IMG_1880

14106813608_0e4c5cd914

Jonny Depp, Hugh Grant, Elle MacPherson, Stella McCartney e Kate Moss são alguns nomes que passam temporadas por lá…

IMG_1874

E além das casas lindas e jardins exuberantes, a cidade também tem uma igreja & cemitério milenares, que se estendem pelo campo cheio de ovelinhas!

 

Burford

Nós ficamos hospedados em Witney (num palácio lindo chamado Eyshan Hall, depois falo de lá com calma!), que é uma das cidades base do palácio Blenheim, então passamos por Burford incontáveis vezes.

IMG_1885

Burford é o equivalente medieval de uma cidade “de passagem”, e justamente por isso já foi uma das principais e mais ricas da região, pois era praticamente impossível chegar as outras cidades sem passar por lá.

IMG_1881

Então a cidade é praticamente composta de uma única rua, a “The Hill”, uma ladeira enorme cercada de casinhas de pedra e muitas flores – e principalmente, muitos pubs!

IMG_1886

Por não ter tantos atrativos “turísticos” quanto seus vizinhos, eles tiram proveito de sua localizaçnao como ninguém, e foi uma parada perfeita pra almoçar e fazer umas comprinhas!

(Eles tem umas lojinhas e pastelarias “vintage” que sao muito fofas!!)

 

Witney & Woodstock (Palácio Blenheim)

Nossa cidade base foi Witney, pois ficamos hospedados no palacio Eynsham Hall, e sau vizinha Woodstock sao duas outras boas opcoes de passeio ou hospedagem.

A vantagem das duas eh a comodidade de sua localizacao – saindo de Londres ou de Oxford de carro, ambas tem otimas conecoes com as estradas principais, entao voce nao corre o risco de ficar rodando muito tempo ou muito perdido por estradinhas secundarias antes de conseguir achar sua hospedagem .

3625807569_ddfab0cc33

Mas a verdade acabamos passeando pouco por la – o Eynsham Hall por si so ja valeu o passeio, e bem no centrinho de Woodstock esta o Palalcio Blenheim, que ja conheciamos, e achamos melhor explorar outros lugares do que voltar la (mas ja aviso que eh uma dos palacios/castelos historicos mais bonitos e interessantes da Inglaterra e vale DEMAIS a visita!).

3641480143_b6194cbaa5

Woodstock foi tambem nossa opcao para sair a noite. Como estavamos por la com um grupo de amigos, fomos todos para o pub “The Star Inn” no centrinho de Woodstock para jantar & bebericar (eles tambem tem uma boa opcao de hospedagem Bead & Breakfast para quem quiser se hospedar em um hotelzinho menor e mais intimo, bem no estilo “Public House” medieval que a regiao evoca!

 

Stratford-upon-Avon

Outra estrela da regiao que vale a visita pra quem estiver explorando os Cotwolds!

4660589681_94bc0af7a5

Aliais, corrigindo: Stratford-upon-Avon eh uma cidade incrivel, e por si so ja vale uma viagem exclusiva, ou pelo menos passar o dia todo por la!

É a cidade natal de William Shakerspear, onde é possível conhecer alguns dos locais e histórias que inspiraram suas obras.

4657315089_b323849a56

Nos fizemos um bate-volta a Stratford, a partir de Londres, a uns anos atras, e ainda acho que seja um dos passeios mais gostosos de se fazer nos arredores de Londres!

 

Oxford

E como nao falar de Oxford?

3574355024_a9bff8d441

Nao so como ponto de partida para o passeio, mas também por ser um dos pontos altos de qualquer viagem a Inglaterra!

 

– Sugestão de roteiros:

* Com 3 ou 3 dias disponíveis:

Dia 1: Oxford

Pernoite em Oxford

Dia 2: Stratford-upon-Avon

Pernoite em Witney

Dia 3: pela manha va ao Blenheim Palace. Para almoco e na parte da tarde va a Burford

Pernoite em Witney

Dia 4: Manha em Burton-on-the-water e Stow on the Wold. A tarde siga ate Chipping Campden

* Com 2 dias / fim de semana disponivel:

Dia 1: Burton-on-the-water pela manha, almoce por la e a tarde siga ate Stow on the Wold. Na volta aproveite para dar uma paradinha em Burford.

Pernoite em Witney (se voce for voltar para Londres ou Oxford no final no roteiro) ou em Stow on the Wold (caso for seguir viagem depois).

Dia 2: Se voce tiver passado a noite em Witney ou Woodstock, comece o dia bem cedo no Palacio Blenheim, almoce em Woodstock e de la dirija em direcao a Chipping Campden.

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
31 comentários
01 Jun 2010
11 comentários

Stratford-Upon-Avon

Cotswolds, Day Trip, Inglaterra, Stratford-Upon-Avon, Viagens pelo UK

Aproveitamos o feriado prolongado, sem nenhuma viagem marcada pra passear um pouco mais pela Inglaterra, então aproveitamos o tempo lindo primaveril que fez no domingo para passar o dia em Stratford-Upon-Avon, a cidade natal de William Shakespeare!

A cidade é mais uma ótima opção de passeio bate-volta a partir de Londres pois fica a apenas 2 horas e meia do centro da cidade (de trem, saindo da estação de Marylebone).

A cidade é uma fofura, e um otimo exemplo de cidadezinha tipicamente Inglesa – tanto na parte super antiga, quanto nas areas mais residenciaias e modernas.

Muitas opções de Bed&Breakfasts pra quem preferir passar a noite na cidade

Uma das muitas areas residenciais super bonitinhas

Stratford-Uppon-Avon existe como cidade, com a organização que vimos hoje ha mais de 1000 anos, mas antes disso já tinha sido uma proeminente cidade comercial Romana por outros 1000 anos antes! E aliais foi justamente essa cidade Romana que gerou o nome da cidade – “estrada sobre o rio Avon”!

Detalhes da "Sheep Street" (Rua das Ovelhas)

Já no poder dos Saxões, no seculo 11 a cidade foi transformada oficialmente em cidade mercado e até hoje muitos predios são construnções originais em estilo Tudor, dos seculos 12, 13, e 14 e a organização ainda é a mesma: as ruas ainda se chama “Rua das ovelhas”, “Rua da madeira”, “Rua da Lã”, “Rua dos vegetais” etc assim como o mercado Medieval era estruturado.

Detalhes da "Wood Street" (Rua da Madeira)

Mas a atração principal mesmo de Stratford-Uppon-Avon é toda e qualquer coisa que seja relacionada a seu ilustre morados, William Shakespeare!

Por sorte nossa (5 seculos depois!) Shakespeare nasceu numa familia de muita influencia na região (apesar de nao nobre) e sempre foi reconhecido e respeitado como comerciante, escritor e poeta, e por isso sua historia nao foi perdida ao longo do tempo.

A casa onde nasceu William Shakespeare

E onde funcionava a loja de luvas e artigos de couro de seu pai

Nosso passeio começou pela casa de Anne Hathaway, o cottage da familia Hathaway, sua esposa. A casa é super bem conservada e mostra muito bem como vivia uma familia “burguesa” no seculo 15 na Inglaterra. A familia de Anne tinha relações comerciais com a familia Shakespeare, e como o pai de William ajudou o paide Anne financeiramente, os dois ficaram amigos e pouco tempo depois Anne e William casaram – era estava gravida de 3 meses e era 7 anos mais velha que ele (William tinha apenas 18 anos)!

A casa da Familia Hathaway - construçnao Tudor do seculo 15

Além da casa, os jardins também valem a visita

Mas o verdadeiro motivo que permitiu que William Shakespeare tenha se tornado no artista que o tornou conhecido foi justamente seu pai: John Shakespeare era um comerciante muito bem sucedido, e portanto fazia parte do “Guild” da cidade (tipo a prefeitura) oque permitia que seu filho tivesse acesso a educação e aulas de gramatica – coisa que não era comum para crianças nao-nobres.

A escola onde Shakespeare aprendeu a ler, escrever e gramatica da Lingua Inglesa - funciona como escola até hoje!

A fachada do Royal Shakespeare Teather

Uns anos depois de seu casamento, a familia Shakespeare teve dificuldades financeiras, e por ser o unico filho homem, William foi para Londres tentar a sorte – deixando os pais, a esposa e os 3 filhos para tras. E foi justamente isso que o levou a Londres e o transformou no artista que conhecemos até hoje.

Em Londres, William Shakespeare, fundou uma compania de teatro, usando como roteiro suas historias e poesias – isso tudo numa epoca em que teatro e cultura só eram acessiveis a nobresa e alta burguesia (ou seja, quem tivesse muito dinheiro).

Trinity Church

Trinity Church

O Tumulo de Shakespeare

O Teatro original onde sua compania atuava ainda existe, o Shakespeare Globe, no bairro de Southwark no sul de Londres (bem do lado do museu Tate Modern), que ha 500 anos atras era um bairro decadente, com um cais do porto, deposito de lixo, prostituiçnao e teatro ilegal – mas a medida que sua cia de teatro foi ficando mais conhecida e reconhecida Shakespeare teve um papel fundamental na integração do lado sul do Tâmisa com o resto da cidade!

Na margem do Rio Avon

Rio Avon

E para saber e entender tudo isso nós fizemos um passeio guiado pela cidade, organizado pela cidade de Stratford e sai diariamente na praça Swan Fountain, ao lado do Royal Shakespeare Theatre (dura 2 horas e custa 5 libras – saindas todos os dias as 11:00 – 2ª a 4ª feira e 14:00 5ª a domingo). E vale muito, muito a pena!

Adriana Miller
11 comentários