03
Apr
2014
Kusmi Tea – para os fãns de chá!
Escrito por Adriana Miller

Eu nunca pensei que ia escrever um post sobre chás, mas quem já lê o blog a bastante tempo, sabe que eu adoro um chá, todos os seus rituais e cerimonias ao redor do mundo e estou sempre a procura de novos sabores e misturas.

E para os fans de chá como eu, o Kusmi Tea é um ícone!

A marca (e tradição) é Russa, mas eles se relocaram para Franca durante a revolução Russa e se estabeleceram como produtores de chás finos e com blends raros (principalmente para a época).

Hoje em dia, eles são famosos principalmente por causa de suas embalagens foférrimas (sonho: um cozinha toda branca com uma prateleira inteira decorada com as latas dos chás Kusmi!) e seus sabores “diferentes”.

Os chás Kusmi estão a venda no mundo todo, sempre em lojas especializadas ou delicatessen (em Londres é possivel encontra-los no food hall da Harrods, por exemplo), mas em Paris faço a festa!

Só em Paris são 13 lojas/pontos de venda, mas uma que vale a pena a visita fica na Avenue de L’Opera (que também já falei sobre aqui nesse post), pois além de vender todos os tipos de chás, eles ainda tem um cofee shop lá dentro, então antes de decidir qual sabor você quer comprar, você pode escolher qualquer sabor pra tomar na hora e levar pra ir tomando pela rua (3€ por um copão de quase 500ml!!), e de quebra ainda comer uns croissants ou bolinhos madeleine de lá mesmo (ou dar uma passadinha na Pierre Herme para comer macaroons, que foi minha escolha!).

E foi assim que descobri um dos novos sabores desenvolvidos: “Boost“, a base de chá verde, mas com aroma de laranja e especiarias (cravo, canela, e afins), que fiquei viciada, e além de passar lá todos os dias pra tomar meu chazinho de manha e de tarde (antes de depois do trabalho!), e também comprei o “Kashmir Tchai” (meu “sabor” preferido de chá é sempre o Chai!), e o “Detox” (uma das marcas registradas do Kusmi) que eh super refrescante (quente ou gelado).

Kusmi Tea

Avenue de L’Opera, 33 – Paris

 

Categorias: França, Lojas & Compras, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
11
02
Apr
2014
Paris: La Maison de la Truffe
Escrito por Adriana Miller

Outro restaurante imperdível em Paris é o “Maison de la Truffe”, que como o nome denuncia, se especializa em pratos “enriquecidos” com trufas!

São dois endereços em Paris, mas o original e histórico fica numa portinha escondida na praça da igreja Madelleine.

O menu é bem eclético, com muitas opcoes de massas, carnes, peixes e saladas, mas todos tem 3 opcoes a escolher: “normal” (sem trufa), com trufas brancas ou trufas negras.

Uma das meninas do escritório que estava comigo nunca tinha comido trufas, e foi difícil explicar o efeito que elas tem na comida: seria como explicar “o que eh alho?” – você ate pode explicar o que de fato é um alho, mas é difícil explicar o efeito aromático, no sabor e no tempero das comidas que eles tem!

P.S. Trufas sao fungos “subterraneos”, encontrados enterrados no solo e sao rarissimas, geralmente provenientes do norte da Italia ou sudeste da França. A colheita é feita atravez de caes ou porcos de olfato treinados, e sao encontradas a cerca de 20 a 40 centimetros da superficie. O aroma e sabor das trufas são super potentes, e basta um pouquinho pra ja transformar um prato, e isso somado a sua raridade e dificuldade de cultivo, faz com que as trufas (tanto as brancas quanto as negras) sejam comodities culinarias rarissimas, e geralmente sao ingredientes caríssimos.

Mas realmente é incrível como qualquer prato se transforma com umas (poucas) lascas de trufas por cima, ou com um pouco de azeite ou manteiga trufado… o tempero e aroma fica incrível!!

E é justamente esse um dos principais atrativos da Maison de la Truffe em Paris: mesmo que não puder almoçar/jantar por la, pode passar na lojinha e fazer um estoque de produtos! (ótima opção de lembrancinhas e presentes de Paris! E eles também estão a venda no free shop do aeroporto Roissy Charles de Gaulle, com um (pequeno) desconto).

La Maison de la Truffe

19 Place de la Madeleine, Paris

+33 1 42 65 53 22

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
7
25
Mar
2014
Paris: Le Grand Colbert
Escrito por Adriana Miller

Nessa ultima viagem a Paris eu fiquei hospedad na regiao da Opera Garnier (otima por sinal, depois falo mais sobre o hotel que fiquei e os arredores), e no domingo a noite, quando o resto do pessoal do trabalho chegou em Paris, pedimos pro concierge do hotel nos indicar um bom “bistro” ali por perto.

20140325-115516.jpg

Podia ate ser super turistico e “caricato”, nao nos importamos, mas queriamos algum lugar bem “Parisiense” – decoracao fofa, comida tipica e boa, e que nao fosse muito longe do hotel (o clima esta uma delicia e preferimos andar).

20140325-115354.jpg

A dica entao foi o bistro “Le Grand Colbert“, bem ali pertinho, e que foi a sugestao perfeita para nosso “desejo” de uma noite Parisiense.

20140325-115444.jpg

Por dentro ele parece mesmo que parou no tempo, com a decoracao interior que parece nao ter sido modificada em nada, desde que abriu suas portas pela primeira vez na decada de 30 – o chao de azulejo, os lustres enormes, os vitrais e o enorme bar de madeira macica.

20140325-115610.jpg

No menu, opcoes tao tipicamente Francesas que chegam a beirar um cliche gastronomico – entao pra entrar no clima eu pedi sopa de cebola gratinada de entrada e carne com batatas fritas (steak et frites) de prato principal. Sobremesa? Creme brulee, claro!

20140325-115502.jpg

Eu postei uma foto de la ainda enquanto estavamos jantando e uma leitora comentou no INstagram que esse eh o restaurante que aparece no filme “Something’s gotta Give” com a Diane Keaton e Jack Nicholson (que infelizmente eu nao assisti) e realmente comecei a notar que eles tinham varias referencias sobre o filme espalhados nos cantos…

20140325-115549.jpg

Entao, para os fans do filme, um motivo a mais pra visitar o Le Grand Colbert!

Le Grand Colbert

2 Rue Vivienne, 75002 Paris, France

+33 1 42 86 87 88

O restaurante eh bastante lotado nos fins de semana, e portanto eh imperativo fazer reserva com antecedencia (principalmente pra jantar), mas ele nao aceitam reservas por e-mail nem pela internet, apenas por telefone. Eu achei que o nivel de Ingles era bem bom, mas se voce nao se garante no Frances nem no Ingles, peca pro concierge ou recepcao do seu hotel em Paris reservar pra voce!

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
12
26
Jul
2013
Paris: Le Figaro lista os melhores macaroons da cidade
Escrito por Adriana Miller

A maior vantagem de se viajar a trabalho, na minha opinião, é conhecer um pouco melhor os lugares onde visito. Conhecer os lugares que os locais frequentam e o que gostam de fazer/comer. E foi numa dessas viagens que conheci a Carrette, por examplo.

Então nessa última viagem a Paris estava conversando sobre isso com as meninas do escritório e mencionei que no meu quarto de hotel (o Park Hyatt) tinha uma caixinha de chocolates e macarons do Jean-Paul Hévin deliciosas (cuja loja é bem ali pertinho do hotel, na Rue de Saint Honoré) e queria logo averiguar a “autenticidade” da qualidade.

O escritório concordou em coro que sim, o Jean-Paul Hévin faz uns dos melhores chocolates de Paris! E uma delas mencionou que recentemente o jornal Parisiense “Le Figaro” tinha escrito alguns artigos elegendo os melhores macarons de Paris e que ele estava no topo do pódio!

Então claro, não poderia estar hospedada ao lado da melhor loja de chocolates e macarons de paris e não dar uma passadinha, certo?

E olha, ainda bem que eu tinha a desculpa da gravidez pra justificar minhas lombrigas! Comprei a caixinha “pout-pouri” e fui escolhendo um pouquinho de cada um, sem nem saber direito o que era!

E cada escolha foi uma surpresa agradabilíssima!

E quem mais ganhou o selo de qualidade do Le Figaro?

A Carette, claro, levou a medalha de prata (mas na minha opinião ainda são os melhores de Paris!), e o bronze foi dado ao Pierre Hermé.

O Pierre Hermé tem 8 endereços em Paris, além de vários outros espalhados pela França – Além de outras lojas no Japão, Dubai, Hong Kong e na Selfridges de Londres!

Mas a loja principal de Paris fica pertinho da Opera Garnier (entre a Opera e o Louvre), então não tem como escapar de dar uma passadinha lá também!

Ah! e sabe quem também entrou na lista, apesar de não ser especialista em macarons? O Angelina, que é famoso mesmo é pelo seu chocolate quente, mas sua vitrine de doces e pastelarias nnao deixam a desejar!

Jean-Paul Hévin: 231, rue Saint-Honoré

Carette: 4 Place du Trocadéro et du 11 Novembre

Pierre Hermés: 39 avenue de l’Opéra

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
11
24
Jul
2013
Paris: Hotel Costes (Le Restaurant)
Escrito por Adriana Miller

Depois de passar algumas horas batendo perna por Paris (no Quartier latin) eu voltei pro hotel exausta (estava hospedada no Park Hyatt na Place Vendme) e pedi ao concierge do hotel uma dica de lugar pra jantar que fosse pertinho do hotel, e como o dia estava maravilhoso, eu queria poder aproveitar as ultimas horas de luz do dia no comecinho da noite em algum restaurante que tivesse uma área externa.

A recomendação? O “Le Restaurant” do Hôtel Costes, que fica logo ali do lado na Rue de Saint Honoré.

A minha mesa ficava bem de frente pra área aberta no interior do hotel, com uma vista privilegiada do ambiente, que ia se iluminando aos poucos com as velas das mesinhas na varanda.

O serviço foi excelente (já se foi o tempo que eu tinha aquela imagem de uma Paris mal educada e rude) e a recomendação da garçonette foi impecável: pato assado ao estilo asiático (de não deixar nada a desejar a Pequim!) com legumes a alho e óleo para acompanhar. E como estava grávida, dispensei o vinho e fui de limonada feita na hora!

Apesar do cansaço – e de estar jantando sozinha – eu passei horas no Le Restaurant, com um clima super relaxante, comendo cada prato com toda calma do mundo e assistindo a vida (e os Parisienses!) passar!

Em épocas de tempo bom (primavera/verão) almoçar/jantar no pátio interno do hotel é um delicia, mas se o tempo estiver ruim, o salão interno também não deixa nada a desejar!

Hôtel Costes

239-241 RUE SAINT-HONORÉ

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
4
29
Jun
2012
Paris: Comer bem e barato?
Escrito por Adriana Miller

Paris eh daqueles lugares onde a culinaria faz tao parte da cultura (e do turismo) do lugar quando os monumentos famosos. E oque nao faltam sao opcoes incriveis de alguns dos melhores restaurantes do mundo. Afinal, que duvidaria das capaciadades de um chef Frances?

Mas o pequeno detalhe dessa “atracao” turistica eh que nem sempre o tal restaurante badalado, ou aquela vista incrivel ou a estrela Michelin cabe no seu orcamento.

E pra piorar a situacao, eh que Paris tem tanto restaurante falcatrua, que muitas vezes na tentativa de fugir dos precos altos dos bons restaurantes, acabamos comendo num pe sujo qualquer (mas eh “Frances”!) que sem nem perceber acaba saindo o mesmo preco (ou quase) do que um lugar mas bacaninha.

Eu acho super dificil identificar oque eh e o que nao eh furada em Paris, principalmente nas areas mais turisticas da cidade, e infelizmente a verdade eh que ja comi muito, mas muito mal em Paris! (sempre pagando mais doque gostaria, claro!).

Entao a grande vantagem de visitar a cidade a trabalho eh que eu acabo saindo bastante com os “locais”, que me tiram das furadas turisticas e fui apresentada a otimas opcoes de comida boa e barata em lugares frequentados por Parisienses.

E o melhor eh que todos esses lugares podem facilmente ser encontrado (ou encaixados) em qualquer roteiro turistico pela cidade - e ainda vai sobrar uns Euros pra suas comprinhas!

- Paul Boulangerie

As lojas Paul sao parte de uma rede de franquias e sao encontradas em tudo quanto eh canto em Paris (ate existem algumas em Londres).

A secao da padaria eh otima, com cada pao fresquissimo e delicioso, e sao justamente esses paes que sao utilizados para fazer os saunduiches gourmet servidos no Paul.

Os sanduiches frios e quentes sao todos feitos na hora com os ingredientes escolhidos pelo cliente, alem de varias outras opcoes de saladas, algumas pastas e muitas sobremesas.

Perfeito pra um almoco rapido e de boa qualidade. Nao vai atrasar seu passeio, nem falir seu orcamento de viagem!

- Quick

Frances que eh Frances, sempre vai torcer o nariz pra comida fast food (se for McDonalds entao…), mas quem disse que eles nao tem uma rede propria de lanchonetes fasta food?!

A rede Quick eh justamente isso, fast food made in France. Nao quer dizer que eles sejam melhores (ou menos piores) que qualquer outra comida junk, mas porque nao aproveitar que voce esta la e provar um autentico (cof cof) burger avec frites Parisiense?!

- Roma Pizzaria

Um dica que eh dificil de acreditar que eh verdade eh a Roma Pizzaria…

Eh aquele tipico lugar que tem tudo pra ser o mais pega turista da cidade – bem no meiao da Champs Elysees – e nunca nem cogitei entrar.

Ate estar em Paris com uma colega Holandesa que morou anos em Paris e me garantiu que ia me levar pra comer a melhor pizza da cidade.

Olha, foi de cair o queixo! Realmente dificil lembrar outra pizza no forno a lenha que eu tenha gostado tanto!!! (eu comi a vegetariana – que vem com alcachofra, que eu amo!)

A pizza eh super bem servida e se me lembro bem, custou na casa dos 9€ (daria ate pra dividir por duas pessoas nao famintas). Ela tabem pediu uma saladona, que estava com uma cara otima!

E de quebra, peca uma mesa na janela do segundo andar, e tenha uma vista privilegiada da movimentacao da Champs Elysees!

- L’Entrecote Grill

E por coincidencia, bem ali do lado da Roma esta o L’Entrecote Grill, outro restaurante que nao daria nada ate ser recomendado por uma colega que sabia que eu estava hospedada ali perto.

Eles servem um prato classico Frances: bife e fritas (entrecote et frites)!

O bom de la – alem da comida, claro – eh que eles tem opcoes de menus, alem do a la carte normal.

Entao voce pode comer uma otima carne, com acompanhamento de batata frita e uma salada por cerca de 20€, que sai muito mais barato do que pedir direto do menu.

E claro, eles tambem um otima vista da Champs Elysees!

- Les Jardins d’Epicure

Mas depois de fast food, pizza e carne voce esta precisando de algo mais natureba pra repor as energias?

O Les Jardins d’Epicure eh uma rede que eu adoro pra almocar (ou no cafe da manha) quando estou trabalhando em Paris e tem um perfil super natureba, com muita comida organica e vegetariana.

Varias opcoes de saladas, frutas, sanduiches naturais e ate sucos e vitaminas de frutas feitas na hora.

Na hora do almoco uma “menu” com salada, suco natural, sanduiche e uma fruta sai na casa dos 10€ – garantindo sua reposicao de vitaminas pra jornada turistica!

 

E a dica final sao as opcoes “Menu” e “Formule Midi“, que muitos restaurantes oferencem, principalmente na hora do almoco.

Entao se voce eh daquelas pessoas que nao aguenta comer sanduiche todos os dias e volta e meia precisa de uma refeicao de verdade, fique de olho nas plaquinhas de “menu” e “formule” nos restaurantes e bistros, que muitas vezes oferecem opcoes de refeicao completa (entrada + prato principal, ou prato principal + sobremesa) por um preco fixo, que geralmente sai por uma fracao do preco do menu a la carte.

E inclusive varios restaurantes bem bacanas em Paris (como por exemplo Les Ombres , o Les George, ou o Germain) sempre tem otimas opcoes de “fomrule midi” na hora do almoco, que eh justamente o horario que eles ficam vazios, e essa eh uma boa maneira de atrair a clientela.

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
28
28
Jun
2012
Paris: Les Ombres (no Musee Quai Branly)
Escrito por Adriana Miller

Apesar de nao me considerar uma foodie e muito mesno gourmet, a medida que os anos foram passando, eu aprendi a dar mais valor a uma boa refeicao e um bom restaurante.

Soh que muitas vezes eu sou o tipo de pessoa que prefiro “comer com olhos”, e dou muito mais valor ao estilo, a decoracao e o servico do que a propria comida no prato (“encher barriga” pra mim nao necessariamente classifica uma boa refeicao).

E quando esse “comer com os olhos” inclui uma bela vista entao… eh minha combinacao perfeita!!

Entao fiquei em extase quando a equipe de HR de Paris organizou um evento para a equipe no Restaurante Les Ombres, no desconhecido museu Quais Branly.

Ate ai nada… o museu que eu nunca tinha ouvido falar ficava a poucos minutos do escritorio Parisiense, e fomos andando na chuva mesmo.

E soh depois de subir os 5 andares do museu no elevador (dedicado ao restaurante) ehq ue voce se da conta do impacto do lugar: nao so o restaurante fica praticamente embaixo da Torre Eifel, o teto e as paredes do restaurante sao todas completamente de vidro, entao nao importa onde voce se sente, a vista para a torre eh magnifica!!

Nem mesmo a chuva torrencial atrapalhou a vista do nosso jantar, mas bem que eu quero voltar la no inverno, quando escurece bem cedo e poder jantar com a torre toda iluminada bem na nossa frente! (na epoca que fui – Maio – o sol soh se poe em Paris la pras 9:30 da noite e o ja estavamos terminando o jantar…).

Mas a comida tambem merece ser mencionada (afinal, nao deixa de ser um bom restaurante!) – eu fui de salada e fillet (ambos magnificos) mas o pessoal que pediu peixe tambem ficou satisfeito!

E de sobremesa, a obra de arte do Les Ombres: o Pettit Gateau-Soufle (tem que pedir o seu logo no comeco da refeicao, pois demora pra ficar pronto!) assado na hora, com calde de chocolate e sorvete de baunilha e raspas de caramelo!! Oh Ceus!

Opcao mais que perfeita pra quem gosta de comer com os olhos, ou pra quem quiser uma noite super especial (e romantica!) em Paris!

Restaurant Les Ombres

27 quai Branly

75007 Paris

 

Categorias: França, Restaurantes & Cafes, Viagens
13
15
Jun
2012
Paris: L’Avenue Restaurant
Escrito por Adriana Miller

Da primeira vez que fiquei hospedada nos arredores da Avenue Montaigne em Paris, o restaurante L’Avenue ali do outro lado da esquina quase passou despercebido.

Digo quase porque pela movimentacao de carroes e it bags entrando e saindo do local, e o endereco privilegiado, sabia que o L’Avenue nao seria uma birosca qualquer.

Mas foi numa de minhas ultimas viagens, quando me hospedei no hotel Maison, que o L’Avenue foi recomendado como uma das opcoes abertas (era feriado em Paris) na redondeza, e so entao foi dar uma pesquisada sobre que tipo de lugar era esse restaurante.

E olha que surpresa! Um dos restaurantes mais badalados – porem discretos! – de Paris, favorito da tribo dos Celebrities internacionais.

Ai fiquei curiosa ne? Porque afinal, se eh bom pra Beyonce, Eva Longoria, e Katy Perry, e afins, tava bom pra mim! (Hahaha! O auge da futilidade, ne?!).

Pra me sentir um pouco mais intelectueba, pelo menos minha vizinha de mesa foi a Christiane Amanpor, jornalista e Ancora da CNN!

O restaurante faz jus a pompa esperada: as garconetes parecem todas saidas diretamente de um desfile da Paris Fashion Week, a decoracao toda em veludo preto e detalhes em dourado, e a clientela… bem a clientela era um caso a parte, e apesar de nao ter reconhecido mais ninguem, a quantidade de segurancas estacionados na porta do restaurante nao era normal.

Mas e a comida, heim?

Boa, bem boa – mas basica e nada exepcional. Mas em compensacao os precos tambem nao sao nada exorbitantes!

Mas sem duvidas o L’Avenue eh um daqueles lugares que vivem mais de badalacao doque substancia gourmet – mas quer saber? Porque nao?!

Vai dizer que se voce estivesse jantando do lado do Jude Law (ou do Justin Bieber, dependendo da sua faixa etaria!), voce ia prestar muita atencao na comida?!

L’Avenue

41 avenue Montaigne

75008 Paris

tél. : (+33) 1 40 70 14 91

avenue.resas@groupe-costes.com

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
7
23
Feb
2012
Paris: Buddha Bar
Escrito por Adriana Miller

Nas ultimas viagens que fiz a Paris volta e meia alguem recomenda alguns restaurantes pra conhecer, e um nome que apareceu bastante entre os favoritos e mais mencionados foi o Buddha Bar.

Entao quando sai ja super tarde do escritorio na segunda feira pedi pro concierge do hotel ligar pra la e ver se eles tinham mesa disponivel – dei sorte de ter sido uma segunda feira fria e chuvosa e mesmo de ultima hora, coseguimos uma mesa!

Fomos andando do Le Meurice pela Place de la Concorde, e logo ali na esquina do Hotel Crillon fica a entrada do Buddha Bar Paris.

Eu ja conhecia a filial de Monte Carlo e de (finado) Londres, entao sabia que nao teria surpresas e que seria garantia de boa comida e um lugar legal pra sair pra jantar com minha equipe.

O clima eh o mesmo da franchise Buddha Bar pelo mundo (que tambem lembra demais o Tao em Las Vegas) com um buda sentado gigante bem na entrada do restaurante, decoracao em tons de vermelho e muitas velas.

No menu muita variedade de pratos de todas as partes da Asia, de rolinho Vietnamita a curry verde Tailandes, a satay Malai e grelhados Mongolianos.

Minha escolha preferida foi o rolinho empanado – que eh um rolinho primavera normal, mas em vez de fritarem a massa de arroz, eles empanam e servem com um molho de Sweet Chili delicioso!

Outras opcoes que pedimos foi a carne stir fry com castanha do para, sirloin grelhado, sticky rice, udon noodles, pak choy refogado e shitake no vapor!

Comemos ate rolar!

O Buddh Bar Paris fica no sub solo do predio do Hotel Crillon e ter 3 niveis diferentes: logo na entrada tem uma lojinha e o teraco que soh fica aberto durante a primavera e verao, o segundo nivel do subsolo eh um cocktail bar, que serve de mezzanino ao andar de baixo – o restaurante com um pe direito altissimo, que abriga o super Buda.

Apesar de nao termos feito reserva com muita antecedencia, eh sempre bom ligar antes pra garantir uma mesa (se seu Frances nao for bom o suficiente, a recepcao ou concierge de qualquer hotel esta ai pra isso mesmo!)

Buddha Bar

23 Rue d’Anjou

Paris

+33 (0)1 55 35 36 80

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
7
22
Feb
2012
Paris: Cafe Angelina
Escrito por Adriana Miller

As vezes fica impossivel nao se render aos cliches de Paris… E nessa ultima viagem eu fiquei hospedada no Le Meurice, que por acaso divide o mesmo predio com o Cafe Angelina, ali na Rue de Rivoli.

O Cafe Angelina foi fundado em 1903 e nunca mais desapareceu das listas de coisas a fazer em Paris – e como Paris eh uma daquelas cidades onde comer bem eh tao importante quanto passear em pontos turisticos e visitar Museus, porque nao incluir tambem o melhor chocolate quente de Paris?

Tecnicamente o Cafe Angelina eh uma salao de cha e pastelaria, mas foi o chocolate quente que espalhou a fama do Angelina a niveis estratosfericos, tanto entre locais quanto entre os turistas.

Entao quando acordei em Paris no dia do meu aniversario, fui tomar cafe da manha com toda calma do mundo no Angelina: chocolate quente e um croissant de manteiga daqueles que derrete na lingua! (os quiosques de “Delice de France” espalhados por Londres nunca mais serao os mesmos…).

E ta ai uma otima opcao de souvenir diferente pra comprar na sua viagem a Paris!

Logo na entrada do Angelina eles tem uma lojinha vendendo o chocolate quente em todos os estilos e formatos diferentes: em garrafinha de vidro pronto pra beber, em po instantaneo, em tubinhos de pasta concentrada, caixinha longa vida…

Muita gente me pergunta sobre a duracao de macaroons na viagem de volta ao Brasil, mas eles tem uma vida muito curta pois sao muito frageis, e sao gostosos mesmo frescos, feitos no mesmo dia.

Entao o chocolate quente do Angelina eh tao tradicional tanto e nao vai se esfarelar nem atrair formiga na sua mala! Entao voce pode se acabar de tomar chocolate quente por la (principalmente pra quem for a Paris no frio!), trazer uns potinhos pra casa e passar os meses seguintes matando a saudade da viagem!

Cafe Angelina

226 Rue de Rivoli 75001 Paris, (Tel) +33 1 42 60 82 00

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
9
Página 1 de 212