12
Aug
2014
East London: Spitalfields Market e Brick Lane
Escrito por Adriana Miller

Fim de semana passado finalmente fiz um programa delicioso e bem Londrino, mas que eu não fazia ha anos: Domingo em East London!

Os bairros da região leste de Londres são tão únicos quanto polêmicos, e ou você ama ou odeia… A cultura é diferente, a arquitetura é diferente, e pode-se dizer que no geral, seria quase como conhecer uma outra cidade.

IMG_2223

Historicamente, o Leste é a região mais marginalizada da cidade, fama que só começou a mudar de uns anos pra cá, depois de toda revitalização e banho de loja feita na região em preparação para as olimpíadas. Novas estações de metro foram criadas para chegar ate os estádios, que por sua vez levaram mais comercio, mais investimentos, e também muitas novas construções, que acabou atraindo novas famílias e um novo “publico” para a região, mudando um pouco o perfil da area.

IMG_2225

Mas não se engane. Continua sendo a região mais marginalizada de Londres, onde concentra a maior parte dos imigrantes, conjuntos habitacionais, os índices de desemprego, abuso de benefícios e “bolsas”, e de crime na cidade.

Mas por outro lado, é onde esta a veia artística de Londres, com studios de designers, novas bandas surgindo toda semana, lojinhas exclusivas, achados vintage e tudo que seja único e de vanguarda na cidade. Ou seja, quem é cool, mas cool mesmo, está em East London!

E entre as varias regiões que compõem o Leste Londrino (East London), dois endereços são tão certeiros quanto tradicionais: O mercado de Spitalfields e a rua Brick Lane (também com seu mercado), que são ainda melhores aos domingos!

O Spitalfields Market funciona vários dias por semana, foi recentemente reformado e eh uma mistura entre o Borough Market e o Portobello Road Market – por lá você encontra desde roupas e joias vintage a preços de banana, barraquinhas vendendo itens vintage de designers renomados, marcas e artistas apenas começando a carreira (seja roupas, sapatos, pinturas ou cacarecos), roupas e acessórios de segunda mão…

IMG_6219.JPG

Mas também encontra frutas e comidinhas frescas e orgânicas, vindas direto da fazenda!

IMG_2263

Sem falar no novo complexo construido ao redor do mercado ha uns anos atrás, que assim como o resto do espaco, tambem mistura o classico com o moderno, e encontramos desde uma loja de queijos finos artesanais, loja de brinquedos de madeira, ate uma flagship da marca internacional de maquiagem Benefit, e enormes restaurantes de rede.

IMG_2220

Realmente o que nao faltam sao opcoes, e se eles se propuseram a agradar Gregos e Troianos, eu diria que sucederam!

IMG_6221.JPG

E bem ali do lado, a cerca de 2 ou 3 quarteirões fica a rua Brick Lane – infame cenário dos massacres do Jack Estripador, e também muito conhecida por seus restaurantes Indianos e de Curry em geral, alem de ser epicentro da cultura Sub-Indiana em Londres.

IMG_2239

Mas os domingos de manha em Brick Lane são um caso a parte!

Além de ser o único mercado no centro da cidade que funcione aos domingos (Portobello e Borough só funcionam aos sábados), a vibe da rua fica incrível!

IMG_6224.JPG

Alem das lojas de roupas vintage e barraquinhas de quinquilharia e mais uma sorte de bugigangas (que afinal são a melhor parte desses mercados de rua!) a rua fica lo-ta-da de barraquinhas de comida do mundo todo!

IMG_2246

Quer um hamburger-churrasco feito na hora? Tem! Churros Brasileiro com doce de leite? Tem! Sorvete Italiano artesanal? Tem! Samosas Nepalesas? Tem! Pad Thai Tailandês, linguiça Alemã, kebab de falafel… tem!

IMG_2236

Eh a volta ao mundo em 80 barracas de comida nas ruas de Londres!

IMG_2242

IMG_2244

E se você der sorte de um dia de sol então… Seja inverno ou verão, prepare-se e pode se programar pra ficar por lá o dia todo…

E aproveite pra emendar com o happy hour em um dos bares moderninhos (ja fui muito no Vibe Bar, Big Chill e no 93 Feet East! Recomendo!), ou sente pra tomar um cha com uma hooka numa almofada fofinha, ou porque não uma rodada de boliche (o estrelado All Star Lanes abriu uma filial em Brick lane tem pouco tempo!).

IMG_6223.JPG

E se a noite se animar, siga em direção a Old Street, outra ótima região no leste de Londres que ferve a noite!

A Curtain Road, nos arredores da estação de Old Street tem um bar do lado do outro, e a Hoxton Square ali do lado tembem tem muitas opcoes badaladas que se estendem madruagada a dentro (ou segundo os horarios Ingleses… ate umas 2 ou 3 da manha…).

Ah! E ja que eu me empolguei, e o que era pra ser um post sobre o mercado diurno, acabou virando uma serie de dicas noturnas sobre East London…

Quando você estiver quase virando abóbora no fim de night em East London, nao se acanhe e se junte as massas de Londrinos fazendo fila na porta das biroscas pra comer batata frita com vinagre e sal embaladas no jornal (deixe o alcool em gel e o nojinho em casa nesse dia!), ou entao vao para o Kebabe Zero, o point-fim-de-noite em East London (bem na encruzilhada da Shoreditch High Street) e se acaaaaaabe num kebab!! (otimo pra matar o tempo enquanto voce espera pra pegar um taxi/onibus pra voltar pra casa/hotel na madruga, e otimo cura-ressaca! Vai por mim!).

IMG_2250

E se você ficou pela região de Brick Lane madrugada a dentro, não deixe de passar no “Beigel Bake”, uma padoca especializada em bagels fresquíssimos (garanto que você nunca comeu nada igual!), com os mais variados recheios e que fica aberto 24 horas! (mas também não deixe de provar o “salted beef and english mustard beigel” a qualquer hora do dia, não precisa ser só no fim da balada!).

Categorias: Bairros, Batendo perna, Conhecendo Londres, Inglaterra, Mercados, Roteiro, Viagens
14
25
Jan
2013
Harry Potter em Londres: os sets a ceu aberto
Escrito por Adriana Miller

Só quem é fã dos livros/filmes do Harry Potter entende o quão legal é fazer a tour dos estudios dos filmes aqui perto de Londres.

Mas ao assistir os filmes é impossível ignorar todas as locações “reais” do filme que se passam bem aqui, no centro de Londres!

Pra começar, um lugar mítico no filme: a estação de trem Kings Cross e a plataforma “9 3/4″.

20130125-100948.jpg

E se você acha que a plataforma não existe, muito se engana! Claro, não dá pra embarcar no Hogwarts Express de verdade, mas ao andar pela estação preste atenção nas colunas entre as plataformas 9 e 10… Tcharam!

20130125-101013.jpg

E é dificil deixar passar – a comoção de turistas cresceu tanto que deram um upgrade no carrinho que “entra” na parede, e existe até uma fila organizada.

20130125-101003.jpg

Tirar sua foto é totalmente de graça, basta entrar na fila e esperar sua vez. Quando chegar sua hora, você pode escolher um cachecol com as cores de uma das 4 escolas de Hogwarts (a minha irmã escolheu o cachecol de Grifindor!), e tem até um fotografo oficial (se você quiser comprar a foto profissional, aí sim é pago).

Logo no primeiro filme, o “The Sorcere’s Stone” (“a Pedra Filosofal” em Portugues), Harry descobre que tem poderes mágicos enquanto passeava com seus tios no zoologico de Londres, no Regent’s Park.

Lá, é possivel visitar a “Reptile House” e ver exatamente a serpente que fala com o Harry :-) (provavelmente já deve ser outra serpente, mas enfim, todas as cobras e serpentes estão lá!).

Ainda no primeiro filme, Hagrid leva Harry pro centro de Londres – passando, é claro, pelo Parlamento e o Big Ben, a caminho do Diagon Alley (Beco Diagonal).

6182378827_42e255c9d6

Só que no filme, a entrada para o Beco Diagonal é atravéz do pub “The Leaky Calderon”(o “Caldeirão Furado”), mas que na verdade foi filmado no Leadenhall Market, que fica no leste de Londres, entre a The City e Shoredich.

Mas no filme, a entrada do pub fica na verdade na Charring Cross Road, ali perto de Trafalgar Square e Covent Garden na rua Cecil Court, que dizem ter sido a inspiração de J.K. Rowling na criação do Beco Diagonal.

Essa rua é uma gracinha, e famosa por seus antiquários, sebos e livrarias, e tem mesmo cara de cenário de Harry Potter!

Mas uma vez que eles entram o Diagon Alley, ai entra o estúdio cenográfico da Warner Bros, onde Harry e Hagrid vão no banco “Gringotts Wizarding Bank”, cuja fachada é cenográfica, mas seu interior foi filmado na “Australia House”, na rua Strand perto do metro Temple.

Já no filme “O Prisioneiro de Azkaban”, depois de rodar Londres e cruzar a Lambeth Bridge no ônibus “Knight Bus” roxo, Harry salta no que deveria ser a entrada do “Leaky Calduron”, só que dessa vez a entrada do pub foi filmada nas ruas ao redor do Borough Market, com trens passando na ponte que corte por cima do mercado.

E quem não lembra que no filme “A Ordem da Fênix”, Harry e cia sobrevoam Londres em suas vassouras, cruzando vários pontos turísticos, inclusive a Tower Bridge, a London Eye, Big Ben, etc

7826834172_bd4da50613

E no “Half Blood Prince” (O Segredo do Principe) os Death Eaters (Comensários da Morte) destroem a Millenium Bridge quando também sobrevoam a cidade.

3847944607_64465921dc

Outra cena clássica de Londres, no filme “The Deathly Hollows I” (As Relíquias da Morte), Harry, Hermione e Ron são filmados andando pelo centro de Londres, e quase sendo atropelados por um ônibus “double decker” bam na Piccadilly Circus.

E agora não sei o que deu mais vontade: fazer um super tour por Londres ou rever todos os filmes!!

 

Categorias: Atrações Turisticas, Batendo perna, Conhecendo Londres, Inglaterra, Roteiro, Viagens
21
01
Nov
2011
Roteiro de Londres: Oque fazer em apenas 1 dia?
Escrito por Adriana Miller

Sempre que alguém me pede sugestões sobre como organizar um roteiro em Londres, minha primeira referencia sempre é o roteiro de 3 dias que preparei ha um tempinho atrás.

Esse roteiro “padrão” cobre os principais pontos turísticos de Londres pra quem não tem muito tempo a perder. A cidade é grande, muitas coisas legais estão espalhadas por diferentes cantos e bairros, então apenas 3 dias mal da pro gasto.

O ideal, na minha opinião, seria no mínimo uns 5 dias em Londres, pois além de conseguir fazer toda programação do roteiro sem correria, ainda vai sobrar tempo (e energia) pra curtir um pouco mais da cidade e arredores, e algumas das melhores coisas que Londres tem a oferecer – coisas essas que vão muito mais além do Big Ben e London Eye.

Com mais tempo, você poderá curtir os pubs ou um chá da tarde, assistir musicais e comer em alguns dos melhores restaurantes do mundo!

Mas infelizmente, quando estamos de ferias, muitas vezes o tempo é o principal luxo, e nem sempre da pra passar o tempo necessário em todos os lugares.

Então um duvida frequente é: oque fazer em Londres em apenas 1 dia?!

Eu poderia falar que um dia nao da pra nada, que eh muito pouco, bla bla bla, mas a verdade eh que apesar da correria, em 1 dia da pra ver e fazer bastante coisa legal em Londres! Seja um bate e volta vindo de Paris no EuroStar, seja um conexão longuíssima a caminho de algum outro canto do mundo. Se voce tem umas 8 horas a sua disposição, nao perca a chance de ceder ao London Calling….

Mas antes mesmo de começar a planejar seu roteiro de algumas horas pela cidade, se planeje bem. Leve em consideração coisas como:

- Por qual aeroporto/estação de trem você vai chegar na cidade? Quanto tempo você vai demorar pra chegar do aeroporto/estação de trem ao centro da cidade?

Dicas:

- Posts sobre todos os aeroportos de Londres

- A maneira mais fácil de chegar ao Heathrow Airport

- Metro de Londres (e Journey Planner)

Mas tudo bem. Apenas um dia em Londres vai dar tempo apenas para fazer o básico, entao pra nao perder tempo, va direto ao ponto:

Saindo da estacao de Westminster (Jubilee Line no metro) voce vai dar de cara com o Big Ben e o Parlamente Ingles, entao de cara voce ja vai se sentir em Londres!

Ali na praça do Parlamento, fica tambem a Westminster Abbey, que eh a igreja oficial da realesa Britanica, onde as coroacoes sao realizadas e onde foi o casamento do Princepe William e a Kate Middlelton no inicio de 2011, alem de ter varios famosos ilustres enterrados (como Izaac Newton por exemplo).

Dali de Westminster voce tem duas opcoes: explorar a area sul do Rio, ou explorar a zona norte do Tamisa.

 

Opcao 1: Área Sul do Rio Tâmisa

Cruzando a Ponte (Westminster Bridge Road) voce vai dar de cara com o London Eye (e é dali tambem que vc tera as melhores vistas do Big Ben). Se o dia estiver bonito e a fila curta, aproveite pra dar uma voltinha no Eye e ver a cidade la de cima!

Ou entao continue andando pelo Queen’s Walk, que eh essa “orla” do Rio Tâmisa. Logo de primeira voce vai passar pelo SouthBank Centre, alem de muitos cafes, pubs e opcoes de restaurantes. A caminhada eh longa, mas uma delicia!

Seguindo o “Queen’s Walk” voce tambem vai se deparar com o Gabriel’s Wharf, Oxo Tower, Shakespear Globe e finalmente o Tate Modern. Se energia (e tempo) ainda estiver sobrando, aproveite pra cruzar a Millenium Bridge bem rapidinho e de uma voltinha na Saint Paul’s Cathedral (ou entao, tire fotos la do Tate Modern mesmo!).

Essa caminha no “Queen’s Walk” tem alguns desvios, por causa de obras constantes (talvez melhore depois de 2012), mas eventualmente você vai passar pela London Bridge, mas continue caminhando pelo “calcadão” do Rio, ate chegar na City Hall e bem ao lado esta a Tower Bridge.

Aproveite pra cruzar a ponte e termine seu dia na Torre de Londres. Se der tempo, aproveite pra jantar no St Katharine’s Dock antes de voltar pro Aeroporto!

Ainda da tempo de esticar seu roteiro?

Siga em direção a “The City” o centro financeiro de Londres e a “cidade” de Londres original!

 

Opcao 2: Área Norte do Rio Tâmisa

A partir da Parliament Square, siga a rua King George na direção norte, que vai te levar ao Saint James Park. O parque é bem bonitinho (principalmente no verão) então vá passeando ate você conseguir avistas o Palacio de Buckingham.

Num dia corrido como esse nao vai dar tempo assistir a troca da guarda (eu acho meio programa de indio…), mas depois de tirar muitas fotos no palácio, siga pela avenida The Mall ate o final, que vai te levar a Trafalgar Square.

Ali você vai ver a coluna de Nelson, os leões e a National Gallery (com a Igrejinha Saint John in the Woods no canto).

A partir da Trafalgar Square, suba pela Haymarket Street, que vai te deixar exatamente entre a Leicester Square e Piccadilly Circus.

De uma lado esta a Piccadilly Circus, que é a “Times Square” de Londres, com os letreiros luminosos, lojas e afins – e é dali também que sobre a Regent’s Street (pra quem não resistir o ímpeto de consumir!).

Do outro lado esta Leicester Square, que eh uma praça cercada de cinemas e teatros por todos os lados! E é ali que acontecem todos os lançamentos do cinema mundial, e onde os tapetes vermelhos com os melhores atores e atrizes do mundo acontecem.

Ainda da tempo de esticar seu roteiro?

Siga em direção a mecca do consumo Londrino subindo pela Regent Street ate Oxford Circus, ou então, siga a partir da Leicester Square ate Convent Garden!

 

Para sobreviver um dia como esse, prepare a disposição e não esqueça de usar um sapato super-duper confortável, planeje como vai estar o clima/temperatura nessa época do ano (já que você vai ficar na rua o tempo todo, chova ou faca sol! Assim como os Londrinos) e se vista adequadamente caso esteja frio na cidade.

 

Categorias: Conhecendo Londres, Inglaterra, Roteiro, Viagens
46
16
Aug
2011
Ale Trail: a rota da cerveja de Londres
Escrito por Adriana Miller

Oque não falta em Londres são pubs, certo? Certissímo!

E o pior é que só depois de conhecer a cidade é que você se dá conta que os “Public House” realmente estão em todos os cantos da cidade, as vezes dois ou 3 em cada quarteirão!

Muitos deles nada mais são que meros botecos da esquina, enquanto outros são ligeiramente mais sofisticados, ou gastro-pubs (quando servem comida muito boa).

E tem também os mais tradicionais, cheios de história e servemas autênticas Ales Inglesas.

Eu não bebo cerveja, então vou me abstrair da discussão cerveja gelada x cerveja não tão gelada, mas dizem os apreciadores de uma boa Ale, que as temperaturas extremamente baixas escondem o verdadeiro sabor do malte, e uma cerveja boa e artesanal nunca deveria ser servirda estúpidamente gelada.

Então em Londres existem diversas “Ale Trails”, que são rotas especificamente montadas em diferentes areas da cidade, que levam os apreciadores de Ales (ou de um belo Pub) aos principais Pubs tradicionais e históricos da cidade.

Então no outro dia, enquanto minha irma esta em Londres, fizemos o Ale Trail em Theaterland, que vai de Charing Cross, Leicester Square a Convent Garden.

Mesmo pra quem não gosta de cerveja ou de bar/boteco, os Pubs são um programa imperdível pra quem vem ao Reino Unido!

E esses roteirinhos de Ale Trails são uma otima opção, pois v0cê pode baixar o mapinha on line, que te diz exatamente onde estão os melhores pubs e exatamente onde ir!

Começamos nossa noite no Princess of Wales, numa ruazinha exatamente entre Embankment e a rua Strand. A primeira vista apenas um pub como outro qualquer, esse pub é considerado uma dos mais antigos e melhores de Londres, além de ter um restaurante gastro-pub no segundo andar (aproveitamos pra jantar lá também).

Como fizemos o Trail num dia de semana depois do trabalho, a noite era curta (afinal os pubs geralmente fecham cerca de 11 da noite) e não tinhamos tempo a perder! Queríamos conseguir conhecer o maior numero possivel de pubs da rota.

Então a segunda rodada foi no The Coal Hole, construído em 1889 e vizinho do Hotel Savoy e seu teatro, e que tem um interior imponente!

Um pé direito altissimo, vigas de madeira no teto e uma escadaria que nos leva ao mezanino do segundo andar.

E para a rodade final fomos no The Wellington, também na The Strand, quase exatamente em frente a Sommerset House e construido (em 1776) no mesmo predio onde alguns seculos antes hospedou uma das mansões de Henry VIII.

Essas pub crawl são uma ótima maneira de conhecer varios pubs ao mesmo tempo, que pode ser um programa a ser feito uma tarde inteira (e se estender pela noite) ou para um happy hour animadinho, como foi nosso caso!

Basta baixar qualquer um dos mapinhas e roteiros no site e decidir o caminho a fazer – todos os roteiros foram planejados com a intenção de serem explorados a pé, relativamente perto um do outro, enquanto você conhece algumas das areas mais bonitas da cidade!

 

 

 

Categorias: Conhecendo Londres, Inglaterra, Pub & Restaurantes, Roteiro
14
28
Jan
2009
Roteiro de viagem para Londres
Escrito por Adriana Miller

Muita gente me pede sugestoes de roteiros de viagem/passeio por Londres ou outras cidades, e eu sempre fico meio com preguica de escrever. Ateh porque eh dificil sugerir alguma coisa pra alguem que eu nao conheco, nao sei doque gosta de fazer, qual ritmo etc.

Mas preparei esse roteiro pra uma amiga que vem pra Londres, e vai ficar apenas 3 dias, mas queria poder aproveitar bem! Eu sempre recebo muitas visitas de amigos e da minha familia, entao jah tenho uma roteiro “padrao” que faco com todo mundo, que vale como uma boa introducao a cidade, mesmo pra quem vai ficar mais tempo, e poderia fazer as cosias com mais calma.

No caso, a sugestao eh para um roteiro de 3 dias, mas pode ser reduzido (excluindo coisas) ou aumentado (passando mais tempo em cada lugar, ou incluindo coisas), que eh o basico do basico do que tem pra fazer em Londres.

Jah aviso que eh um roteiro ritmo intenso, sem muito tempo pra descansar, comer ou ficar sassaricando em lojas e tals. Mas prometo que vale a pena!

Dia 1:

Comecando o dia bem cedo (ou o mais cedo possivel, pra dar tempo de ver bastante coisa!), minha programacao geralmente comeca (ou termina) na Torre de Londres, porque fica pertinho da minha casa entao eh mais pratico.
- A Torre de Londres eh um museu super legal, que paga pra entrar, mas vale a pena, e as visitar guiadas dadas pelos guardas aposentados da Rainha valem muito a pena. Lah dentro fica o “armazem” de joias reais, num forte estilo banco de puro aco com metros de espessura guardando as coroas reais e todas as joias da rainha e da familia real. Cada diamante de fazer passar mal! Mas na verdade eu deixaria pra entrar na torre no fim do dia, ou em outro dia (mais a baixo).


- Em frente a torre esta a ponte da Torre (Tower bridge), que eh linda, e na minha opiniao o “cartao postal” mais legal de Londres! Se voce der sorte, pode ser que um barco grandao esteja passando bem na hora, e vai ver a ponte levantando! Rende otimas fotos “em serie”


- Ao Cruzar a ponte voce estarah no lado sul do Rio, o famoso South Bank que eh a “Orla” de Londres. O predio que parece um ovo, mas com um formato esquisito eh a prefeitura de Londres.

- Dai pra frente se prepare para uma boa caminhada pelo South bank. Nao tem TANTA coisa “famosa” pra ver nao, mas eh um passeio bem legal pela beira do Rio Tamisa, com bons cafes, bares, restaurantes, pontes etc. Nesse caminho voce vai passar por London Bridge (que nao eh NADA DEMAIS, soh uma estacao de trem bem chechelenta, mas turista adoooora tirar foto da placa). Ainda andando pelo South Bank, depois de London Bridge comeca a Queen’s Walk, e comecam a ter algumas coisas mais interessantes como o Tate Modern, Sheaspere Globe, Gabriel’s Wharf, ateh que chega no Acquarium e o London Eye. Se o tempo estiver bom, de uma voltinha no London Eye (caso isso seja uma coisa que vc quer fazer…eu nao acho que vale a pena), porque pode ser que o tempo nao fique bom por muito tempo!


- Do London Eye voce jah comeca a ter a visao do Big Ben! Atravesse a ponte de Westminster, (mas as melhores fotos sao tiradas ainda no lado sul do Rio, ou na propria ponte) onde voce vai ver o Big Ben e o Parlamento Britanico.
- Na praca do parlamento, alem dos obvios fica tambem a Westminster Abbey, que eh a igreja oficial da realesa Britanica. Onde as coroacoes e os casamentos reais acontecem. Eu nunca entrei, porque jah vi tanta igreja na vida, que nao acho que vale a pena pagar 15 libras, mas dizem que lah dentro eh legal, e tem varios famosos ilustres enterrados (como Izaac Newton por exemplo).
- De lah siga para Saint James Park. O parque eh um dos mais famosos em Londres, e se o tempo estiver bom, vai estar cheio de Ingleses fazendo fotossintese na grama. Os laguinhos sao cheios de cisnes e patos coloridos!
- No final do parque esta o Palacio de Bukingham! nao sei exatamente que horas eh a troca de guarda, mas fica TANTA confusao, que eh melhor tentar ir fora do horario, pra voce poder andar bem pelas ruas, tirar fotos, ver os guardinhas etc.


- De lah, siga pela avenida principal, cheia de bandeirinhas, e que termina em Trafalgar Square. Nessa praca enorme eh onde acontecem os protestos, manifestacoes, festas e comicios em Londres. Os Leoes e a Coluna de Nelson sao o marco da praca. Ao fundo esta o National Portrait Galery, um museu cheio de obras raras e sofisticadas (porem nao tao famosas).


- De lah, siga pela Haymarket Street ateh chegar em Piccadilly Circus, que eh a famosa Times Square de Londres, cheia de lojas, holofotes e paines luminosos coloridos.


- Saindo de Piccadilly voce tem duas opcoes de roteiros: Convert Garden ou Oxford Circus.

- Para Oxford Circus, suba pela Regent Street ateh a Oxford Street. Ambas as ruas sao lotadas de lojas legais e caras, bares, restaurantes e tal. Caso voce nao queria fazer compras, Oxford Street ainda eh um lugar bem legal pra passear e fazer um dos meus programas preferidos: people watching! Siga Oxford Street na direcao de Bond Street ateeeeeeh o final, e voce vai chegar em Marble Arch e a entrada para o Hyde Park.

- Para Convent Garden, siga Piccadilly para Leicester Square, onde ficam os cinemas e teatros (tambem conhecido como West end – a Broadway de Londres) e onde acontecem todas as Premieres de filmes em Londres.
- Siga pelo Soho e China Town ateh chegar em Convent Garden. Convent Garden eh uma praca, com um mini centro comercial charmosinho e MUUUUITOS bares e restaurantes em volta.

Partindo de ambas opcoes (Oxford ou Convent Garden (ou caso voce tenha feitos as duas!), a melhor coisa a fazer eh pegar um metro, pois dai pra frente as coisas ficam meio longe umas das outras.

- Pegue um metro ateh Saint Paul’s Cathedral, que eh a Catedral da cidade de Londres, e onde aconteceu o casamento da Pincesa Diana e Charles. Se for dia da semana, vah andando pelas ruas de Bank, que eh o destrito financeiro de Londres, a famosa “The City” onde estao todos os bancos e financeiras tradicionais. Na praca principal fica o Banco Central do Reino Unido, o Bank of England.

Se voce ainda tiver energia, e se nao for muito tarde, voce pode seguir andando por Bank ateh Tower Hill, onde fica a Torre de Londres (agora seria uma boa hora pra entrar na torre e encerrar o dia).

Pronto! Dia 1, London in a nutshell esta completo!

Dia 2:

No segundo dia, a melhor opcao eh tirar o dia pra ir nos museus/igrejas. Londres tem alguns dos museus mais legais da Europa, e todos sao gratis! Jah as Igrejas… todas sao (bem) pagas.

- Eu recomendo comecar o dia no British Museum, que na minha opiniao eh o mais legal e completo. Dah pra passar dias lah dentro, mas acho que em algumas horas ou uma manha dah pra ver tudo de interessante que tem lah (e tem muita coisa!).


- Uma outra boa opcao eh o National Galery em Trafalgar Square. Nao sou expert em arte, mas eles sempre tem umas exposicoes super legais.


- O Tate Modern eh o museu de arte moderna, e tem muitas pecas famosas do Salvador Dali, Picasso etc, e eles sempre tem umas exposicoes LOUCAS de arte moderna. Vale muito a pena dar uma passadinha rapida (caso voce nao tenha entrado no primeiro dia).
- O National History Museum tambem eh um dos meus favoritos! Ele eh um museu de historia natural, entao muitos turistas deixam de ir porque nao eh “historico”, mas o predio eh magnifico, de uma beleza incrivel, e se voce nao estiver a fim de ver exposicao sobre dinossauros, vale a pena no minimo passar na porta! Jah vale a pena!


- Na mesma rua do National History fica o Victoria&Albert Museum, que eh mais chatinho, mas tem umas exposicoes legais sobre fotografia, moda, moveis, etc.
- E ainda na mesma rua fica a Harrods, que eh a loja de departamenteo mais luxuosa de Londres, e que mesmo que voce nao tenha dinheiro pra comprar nada, vale a pena ir soh pra ver o interior espalhfatoso e exuberante da loja! Tudo eh coberto em outro, marmore, cristais… as escadarias, o elevador, os banheiros… principalmente a secao de comidas, chas e chocolates! Se for fim do dia, a Herrods eh uma boa opcao pra tomar o Cha da tarde (ou da Noite) em Londres!

Dia 3:

O terceiro dia eu deixaria “livre” pra voces terem tempo de voltar nos lugares que gostaram mais, ou nos lugares que nao deu tempo de ver direito na primeira vez, ou fazer compras.

Oooooou! Se voces forem do meus estilo de turista, que nao gosta de desperdicar tempo, e acha que ferias nao foram feitas pra descansar, minha sugestao pro terceiro dia seria:

- Camdem Town: nos fins de semana rola um mercado muito louco, mas vale a pena mesmo em dia de semana porque as lojas de Camdem sao igualmente loucas qualquer dia da semana. Tudo eh muito colorido e diferente (fotos, fotos, fotos!) e eh o reduto dos punks e moderninhos. Se prepare pra ver muitas pessoas de cabelo verde, lente de contato vermelha, e muita roupa de couro!

- Canary Wharf: Eh o novo distrito financeiro de Londres, com muitos arranha ceus, e predios super ultra modernos. A sede de todos os grandes bancos fica lah, com a vista para as Docklands (antigo porto de Londres) e tem um shopping subterraneo tambem bem legalzinho.

- Greenwhich: Greenwich fica ligeiramente fora do centro de Londres, mas dah pra chegar lah de metro, e eh facinho. Eu considero Greenwich um dos lugares imperdivieis de Londres, porque eh uma “cidade” muito fofa! Eh como se fosse um vilarejo dentro da metropole! Alem disso, eh lah que fica o Meridiano de Greenwhic que divide o mundo entre oriente e ocidente e define todos os fuso horarios do mundo. No alto do morrinho no centro do parque fica o planetario, o primeiro da Inglaterra e um dos primeiros de Londres, e em volta do parque tem varios museus bem legalzinhos.

Depois disso, acho que nao vai sobrar tempo nem energia pra mais nada! Mas eh a melhor maneira de conhecer Londres!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Atrações Turisticas, Batendo perna, Conhecendo Londres, Dicas (Praticas!) de Viagem, Roteiro, Roteiros de Viagem, Viagens
39