22
Jan
2014
Palácio Althorp
Escrito por Adriana Miller

Durante meu passeio pela Spencer House, em Londres,  a guia mencionou varias vezes a atual familia Spencer, que apesar de ja nao manter residencia na Spencer House em Londres, ainda moram oficialmente em seu palacio nos arredores da cidade.

Entao no final da tour eu perguntei sobre a tal casa e ela mencionou, que apesar de ser uma residencia privada, Charles Spencer (o atual Conde Spencer e irmao mais velho de Diana) abre a casa para visitacao de  turistas durante algumas semanas no verao, quando sua familia viaja de ferias.

Entao aproveitei a oportunidade, e num lindissimo dia de verao eu e Isabella fomos conhecer o Palacio Althorp, a casa de infancia da princesa Diana (que como ja contei, nasceu em uma das familias mais tradicionais da aristocracia Britanica).

Se ja eh interessante visitar esse tipo de palacios quando eles sao apenas museus, a visita se torna ainda mais intrigante quando vemos de perto o mundo paralelo que a aristocracia vive! #DowtonAbbeyFeelings #DowntonAbbeydavidareal

A casa, apesar de historica e muito bem conservada (voce jura que esta num museu) nao esconde sua utilidade de uma familia moderna, com os video games das criancas no canto da biblioteca, as revistas de moda da Contessa, a televisao de plasma e as latinhas de coca cola na copa.

Mas o que realmente atrai centenas de turistas todos os anos ate Althorp eh o memorial da Princesa Diana, no jardim da casa.

Foi la, que apos sua morte tragica em 1997 a familia Spencer decidiu conduzir seu funeral e onde a Lady Di foi enterrada, junto a seus antepassados. O memorial eh impressionante, ocupando o foco principal do lago da propriedade, e eh impossivel ignorar a homenagem.

Alem do lago, os jardins da propriedade tambem sao lindos (ainda mais que fomos no verao e estava tudo super florido e colorido).

Entao quem vier a Londres no proximo verao, aqui esta mais uma atividade pra sua lista!

As datas para visitacao sao divulgadas todos os anos, mas geralmente a casa abre suas portas entre Julho e Agosto (que tambem coincide com o aniversario da Diana). Os ingressos devem sempre ser comprados antecipadamente (ate porque geralmente lotam rapido!) pela internet, no site da familia Spencer.

Para chegar em Althorp basta pegar um trem para Northampton a partir de London Euston (cerca de 1 hora), e mais uns 15 minutos de taxi ate o palacio.

 

Categorias: Althorp, Castelos e Palacios, Day Trip, Inglaterra, Viagens, Viagens pelo UK
10
16
Jan
2014
Waddesdon Manor
Escrito por Adriana Miller

Nos ultimos anos meu fascinio por palacios Ingleses tem crescido bastante. Talvez seja influencia dos livros de Ken Follett, talvez seja culpa de Downton Abbey… o que importa eh que Londres eh um prato cheio e geralmente em menos de 1 hora se chega em alguns dos mais bonitos palacios e castelos da Europa!

E foi num desses acasos que descobri a Waddesdon Manor, um dos antigos palacios aristocratas mais impressionantes da Inglaterra, que pertenceu durante seculos a familia Rothschild.

Os Rothschild sao mundialmente reconhecidos como a mais bem sucedida familia banqueira do mundo, com ramificacoes de filhos, tios, primos e afins se estendendo por toda Europa.

A Waddesdon Manor era a “sede” da familia no Reino Unido, que pertenceu ao Barao Ferdinand Rothschild, nobre Frances de familia Austriaca radicado em Londres e colecionador de arte e filantropista.

Entao junto com sua esposa (que – nao por acaso – era sua prima de segundo grau) eles construiram a Waddesdon Manor nos arredores de Londres, em estilo Neo-Renascentista imitanto os castelos do Vale do Loire, na Franca, sua regiao preferida.

A familia ocupou o palacio por muitas geracoes, ate que na decada de 70 foi doada ao “National Trust” (orgao do governo Britanico que gerencia propriedades historicas), e hoje em dia eh possivel visitar todo o palacio e o “museu” que conta um pouco da historia da familia.

Uma das epocas mais marcantes foi a participacao da familia Rothschild (originalmente e com muitas ramificacoes da familia que sao judeus) no apoio ao governo Britanico durante o movimento anti-fascista da Segunda Guerra mundial, nao so em financiamentos e creditos a guerra, mas tambem por ter construido hospitais em Londres, e por terem cedido grande parte da casa para servir de abrigo a criancas afetadas pelos bombardeios em Londres no ano 1940 (o Imperial War Museum conta bem essa historia triste, de como todas as cirancas da cidade foram evacuadas para o interior – enquanto seus pais foram pra guerra e suas maes trabalhavam nas fabricas – e a familia Rothschild teve um papel fundamental na politica do “Keep calm and carry on”, garantindo que as criancas estariam seguras e bem cuidadas, enquanto seus pais defendiam o pais).

Eh interessante tambem entender um pouco melhor sobre a politica Britanica, e toda essa coisa de “Lords” e “comuns”, e como no fundo no fundo estao todos relacionados, e nem todos os “comuns” sao tao gente-como-a-gente assim! (Como eh o caso do Winston Churchil, polemico Primeiro Ministro Ingles que apesar de “comum”, e muitas vezes considerado um homem “do povo”, eh na verdade sobrinho-neto do Duque de Marlborough e cresceu no Palacio Blenheim em Oxford. E para nossa surpresa, o atual Primeiro Ministro, David Cameron tambem eh descendente do Rothchilds por parte de mae – apesar de nao ter direito a um titulo, e portanto ser considerado um “comum”).

E se nao bastasse ser um palacio lindo e com uma historia bem legal, os jardins sao especialmente impressionantes.

Assim como a arquitetura do palacio foi inspirada na Vale do Loire, os jardins foram inspirados em Versailles (em escala beeem menor, vale ressaltar!), e demos sorte de ter passado o dia em Waddesdon num sabado maravilhoso de verao, com o jardin e canteiros super coloridos e as flores dando um espetaculo a parte!

Uma outra grande atracao dos jardins eh o aviario, com decoracao vitoriana e com uma colecao de passaros “exoticos” e locais.

Waddesdon Manor fica na cidadezinha de Waddesdon, no condado de Buckinghamshire a cerca de 40 minutos de Londres. Basta pegar um trem na estacao de Marylebone ate Aylesbury (que eh a estacao mais proxima), e de la mais uns 15 minutinhos de taxi ate o palacio.

20131102-092837.jpg

Categorias: Castelos e Palacios, Day Trip, Inglaterra, Viagens, Waddesdon Manor
10
28
May
2013
Lambeth Palace
Escrito por Adriana Miller

O Palácio de Lambeth é um dos edifícios mais importantes da Inglaterra, porém um dos menos conhecidos entre os turistas.

O Palácio é a residência oficial do Arcebispo de Canterbury, o mais alto posto e uma espécie de “chefe” do clero Anglicano.

Eu não sou muito entendida sobre as peculiaridades da “Church of England”, mesmo depois de todos esses anos morando aqui, mas acho fascinante toda a história por trás da “crianção” da religião!

Então sempre que eu ia correr/caminhar/passear com a Isabella no Albert Embankment eu passava ali na porta e morria de curiosidade sobre o local e sobre conhecer mais um pouco sobre essa religião.

Uma das peculiaridades da Igreja da Inglaterra é que seu “Papa” é a Rainha do Reino Unido, posto ocupado por seja quem for o Rei ou Rainha regente no momento desde que Henrique VIII deu início a Reforma religiosa na Inglaterra e cortou laços com a Igreja Católica Romana, criando uma versão mais liberal na ilha.

Porém é o Arcebispo de Canterbury que detém o poder do Clero, sendo o posto de maior poder e prestígio na hierarquia da Aristocracia Britânica, porém que pode ser ocupado por alguém não-Real com o prestigio de por exemplo, sentar-se ao lado na Rainha na Câmera dos Lords no Parlamento Britânico.

Mas o que torna o palácio tão desconhecido dos turistas e moradores, é que por ser a residência do Arcebispo e sua família, uma espécie de “Vaticano” da “Church of England”, o que torna o local uma area de segurança máxima.

Porém algumas vezes por ano eles abrem suas portas para tours guiadas do Palácio e dos jardins (e pouco divulgadas!), geralmente apenas dias da semana, por algumas semanas por ano (corre que ainda estão rolando as tours!!) e um fim de semana em Setembro, no evento do Open House London.

A tour conta um pouco sobre a história do Palácio e sobre o Arcebispo (Março de 2013 um novo Arcebispo foi apontado pela Rainha e o Primeiro Ministro), mostrando as diferentes áreas que compõem o atual palácio, com a capela subterrânea que data do século 11 (uma das estruturas medievais mais antigas do Reino Unido, sendo até mesmo mencionada no Domesday Book), a Igreja do século 16 que deu início a existência e importância política e religiosa ao Palácio, até as partes que foram bombardeadas na Segunda Guerra Mundial durante os “Air Raids” e reconstruidas na década de 60.

Além de ter sido palco de muitos julgamentos e interrogações, cujos culpados depois eram enviados para a Torre de Londres, Tâmisa abaixo, para serem enforcados ou decapitados (uma de suas “interrogadas” mais ilustres foi Ana Bolina, quando foi acusada por Henrique VII de traí-lo, poucos anos depois da “criação” da Igreja Anglicana).

O Palácio pode ser visto o ano todo (por fora) ao longo do Albert Enbankment, mas vale a pena ficar de olho nas datas de abertura e visitas guiadas pelo interior do Palácio, sempre disponíveis no site da Arquidiocese de Canterbury (e a venda pelo TicketMaster).

 

Categorias: Atrações Turisticas, Castelos e Palacios, Conhecendo Londres
8
18
Apr
2013
Highclere Castle: O palácio de Downton Abbey
Escrito por Adriana Miller

A mais de um ano atras eu li uma notinha na Time Out e fiquei de orelha em pé: falava sobre o Highclere Castle, residência do Conde e Contessa de Carnavon e o palácio onde são gravados os episódios de Downton Abbey.

E aí fiquei intrigada: o conde e a condessa abrem o castelo para visitações algumas poucas vezes por ano (apenas quando a família sai de férias) então não é um castelo turistico normal, como tantos outros nos arredores de Londres.

Então comecei a ficar de olho no site, volta e meia entrava pra ver se novas datas tinham sido incluidas – finalmente em Outubro de 2012 foram divulgadas as datas de abertura do castelo para o primeiro semestre de 2013, e finalmente consegui um ingresso!

Então lá fomos nós de trem em direção a Newbury, cerca de 1 hora de trem de Londres, e assim que você entra nos jardins a vista é inconfundível: Donwton Abbey!!

O castelo nem é tão antigo assim (em proporções Europeias), e apesar de que a propriedade pertence a familía ha mais de 300 anos, o atual palácio foi construido em 1.842, desenhado pelo arquiteto Sir Charles Barry, o mesmo que arquiteto responsável pelo Parlamento Inglês! E olhe bem, as similaridades realmente são nítidas na arquitetura e estilo dos dois prédios!

O castelo fica no centro de um “estate” impressionante, com vários jardins, capelas e gazibos espalhados pelo espaço.

E dentro do castelo é ainda mais impressionante – o tour segue alas “comuns” do palácio (e não os cômodos utilizados pela família), mas é sempre impressionante ver uma casa tão antiga se misturando com peças da vida moderna, de uma família como outra qualquer, como porta retratos da familia esquiando nos Alpes, ao lado da apresentação da escola, ao lado de um jantar com a Rainha e em baixo de uma pintura a óleo de 500 anos!

O tour interno consegue mesclar bem a história da família real e seus ancestrais com a história de Downton Abbey, com muitas fotos dos bastidores e making off do seriado, e indicando quais episódios aparecem em episódios específicos, ou quais personagens ocupam determinados quartos etc.

Mas fascinante mesmo é a história da família Carnavon – com alas específicas dedicadas a Lady Almina (a 5ª condessa de Carnavon) e uma exposição de peças egípias (O Conde de Carnavon fez parte da expedição de Howard Carter, o arqueologista que descobriu a tumba de Tutankhamun no Egito!!

Então fiquem de olho: o castelo geralmente abre suas portas em épocas de férias escolares e feriados aqui na Inglaterra, e a cada seis meses eles divulgam novas datas e a venda de ingressos é feita diretamente no site do palácio.

Para chegar lá, basta pegar um trem para Newbury, saindo da estação Paddington em Londres e demora cerca de 50 minutos. Em Newbury é preciso pegar um taxi (uns 10 minutos) da estação até o palácio (e peça o telefone do seu taxista, pois na hora de voltar pra casa o castelo não tem ponto de taxi).

 

Categorias: Castelos e Palacios, Day Trip, Highclere Castle, Viagens, Viagens pelo UK
12
03
Mar
2013
Castelo Hever
Escrito por Adriana Miller

Esse fim de semana, aproveitamos a vista do pai do Aaron e um clima relativamente bom e fomos conhecer o Castelo Hever, que fica no condado de Kent, no Sudoeste da Inglaterra.

O castelo data do século 14, e seus moradores mais ilustres foram a familia Boleyn, e foi portando a casa de infância de Anne Boleyn (ou Ana Bolena em Português), que foi a segunda esposa do Rei Henrique VIII. O castelo acabou ficando de herança para Henry VIII, e muitos anos depois foi dado como acordo de divorcio a sua 4ª esposa, Anne of Cleves.

O Castelo ainda é considerado um dos mais bonitos e mais bem conservados da Inglaterra, juntando sua estrutura medieval, com sua construção em pedra com o poço e a ponte levadiça em volta – combinado com um jardim espetacular e um interior extremamente bem conservado e impressionante.

Parte disso porém deve-se a um de seus últimos moradores, o milionário “pebleu” Americano Waldorf Astor, que no comecinho do século 20, comprou o castelo como uma maneira de “comprar’ seu lugr junto a aristocracia Européia.

Então a familia Waldorf gastou milhões de dolares e libras para restaurar e modernizar o castelo, além de construir um lago e um jardim “Italiano”, que inclui colunas e esculturas originais Romanas, trazidas da Italia que estão expostas em meio aos gramados até hoje.

O interior do castelo é super bem conservado, mantendo muito da estrutura e moveis originais da familia Boleyn, e conta um pouco da história do namoro e casamento de Henrique VIII e Ana Bolena, além de mostrar um pouco sobre como era a vida religiosa de uma das ultimas familias nobres a praticar o Catolicismo na Inglaterra (eles tinham uma capela “disfarçada” e um confessionário camuflado) e as muitas armas de tortura usadas pelas familias que moraram ( e portanto tinham que proteger) no castelo.

A cidadezinha de Hever fica a cerca de 48km ao sudeste de Londres, com trens saindo de London Bridge em direção a Edenbridge e demora mais ou menos 1 hora pra chegar la de trem, o que faz de Hever um passeio bate-volta perfeito a partir de Londres!

Pra fechar o asseio, bem em frente ao portão de entrada do castelo tem um pub ótimo e super fofo, que se chama – claro – “Henry the VIII”, numa casinha antiga lindíssima e como uma comida deliciosa!

 

Categorias: Castelos e Palacios, Day Trip, Hever, Inglaterra, Viagens, Viagens pelo UK
7
08
Aug
2010
Palacio de Buckingham – Abertura de Verao
Escrito por Adriana Miller

O Palacio de Buckingham é provavelmente o principal simbolo de nobreza e realeza mundial – é a residencia da Rainha Elisabeth II e Philip, o Duque de Edinburgo, além de ser a sede oficial do governo Britanico (poder executivo).

É verdade que existem familias reais, rainhas, reis, principes e princesas e varios outros paises do mundo, mas hoje em dia, mesmo com todos os seus escandalos e polemicas, nada nem ninguem é tão soberano quanto a familia Real Britanica.

E consequentemente o Palacio de Buckingham simboliza tudo isso e é uma das principais atrações turistas de Londres – milhares de pessoas se juntam nos portøes tentando tirar fotos dos soldadinhos, da torca da guarda e da fachada imponente do Palacio.

Infelizmente o Palacio de Buckingham não é aberto a visitação… com a excessão das 8 semanas por ano, durante o verão que a Rainha e o Duque vão passar suas ferias anuais na Escocia.

Em 2010 a temporada do Summer Oppening esta acontecendo entre 27 de Julho e 1 de Outubro, os tickets são limitados e a concorrencia é grande, ha anos planejava tentar ir e sempre deixava pra depois, esquecia e acabava não conseguindo ingresso nenhum (principalmente para fins de semana!), mas esse ano fomos!

O Palacio de Buckingham abre as portas dos Estate Rooms para os visitantes, que são as partes “publicas” do Palacio, ou seja, são as areas e salões construidas para “entreter”, e são os salões onde os grandes banquetes, visitas de chefes de Estado e diplomatas, nomeações a Cavalheiros e afins acontecem.

Então, como era de se estarar, o palacio é uma opulência sem igual por dentro! Logicamente – e infelizmente – não é permitido tirar fotos lá dentro (aliais o esquema de segurança pra entrar é de deixar qualquer aeroporto morrendo de inveja!) e tentei achar algumas fotos do interior do palacio na internet, pra dar uma ideia de como são as coisas por dentro. (Fonte das fotos)

São salões e mais salões cobertos de obras de arte, colecões de moveis, porcelanas, tapecarias etc, idealizados pelo arquiteto John Nash a pedido do Rei George III. Mas o mais legal mesmo é ver como é a estrutura do palacio por tras da fachada conhecida por todos.

Além disso, parte do passeio é o acesso livre ao jardim particular da Rainha, na parte de tras, que durante o verão abriga um cafe e uma gift shop temporaria pra atender os turistas, e ao longo do ano é usada pela familia real, e serve como pano de fundo pra algumas das festas e recepções mais exclusivas da Inglaterra e do mundo!

Uma outra cosia muito legal que vimos por lá é uma exposição sobre como é o dia a dia e o trabalho (duro!) da Rainha, o “Queen’s year”, que mostra mes a mes, estação por estação, as obrigações “reais” que vem sido repeditas ano pós ano desde que Elisabeth II subiu ao trono, em 1953 e que na grande maioria são tradições iniciadas a centenas de anos atras por seus ancestrais.

Foi bem legal ver o quanto ela trabalha, e que apesar de politicamente não ser muito ativa (devido ao sistema politico em vigor no Reino Unido) seus deveres diplomaticos são incriveis e as estatisticas extremamente impressionantes – como por exemplo, a Rainha tem que entreter, em varias ocasiões oficiais, cerca de 70.000 visitantes por ano, e em casa uma dessas festas ela tem a obrigação de apertar a mão e desejar bom dia/boa tarde/boa noite para cada um de seus convidados!

Para mais informações sobre a Monaqrquia Britanica e visitas aos Palacios Reais, veja AQUI.

Categorias: Atrações Turisticas, Castelos e Palacios, Conhecendo Londres, Inglaterra
11
05
Oct
2009
White Cliffs of Dover
Escrito por Adriana Miller

Dover eh a pontinha sudoeste da Inglaterra, e o trecho onde a Ilha esta mais proxima do continente, estando a apenas uns 20 kilometros da França (aliais, tao pertinho, que dependendo de qual parte do castelo estavamos, o celular ficava apitando “Welcome to France”, como se tivessemos cruzado a fronteira!).


Os dois pontos altos da cidade sao os penhascos de rocha branca (White Cliffs) e o castelo de Dover.


O castelo fica bem no alto nos penhascos com a vista privilegiada do canal da mancha e da costa Francesa da Normadia.

Os habitantes da cidade se orgulham por ter o unico castelo da Inglaterra que nunca foi dominado pelos “inimigos” (seja quem fosse o inimigo na epoca), alem de ser a sede do edifico mais antigo do Reino Unido: O farol Romano, que estima-se que foi construido pelos Romanos em 120 a.c. e servia para guiar os exploradores Romanos que se instalaram na Ilha a cruzar o canal.

A França esta logo ali, ao fundo do horizonte…
A cidade e o castelo sempre tiveram uma grande importancia politica e militar, e de lah os Ingleses orquestraram inumeras batalhas e guerras, inclusive o recente “Dia D” na Segunda Guerra mundial, jah que das torres do castelo os Almirantes e generais Aliados tinham uma visao privilegiada da costa Francesa.

Foi uma pena que nos nao tivemos muito tempo pra explorar melhor o castelo, e fazer o tour pelos tuneis subterraneos, que dizem ser uma das principais atracoes do castelo. mas em compensacao, passeamos bastante pelas areas “livres” onde hj em dia sao reencenados as rotinas militares da hidade media, o estilo de vida e as iniciacoes dos “cavalheiros” (Knights).

A cidade em si eh bem sem gracinha… Talvez por ser domigo, e tudo estava fechado…mas a Inglaterra definitivamente tem cidades mais interessantes! Mas quem pretende chegar ou sair da Inglaterra por terra/mar invariavelmente vai ter que passar por lah (lembra das dicas de viagem de barco?).

Apontando para a França!

Mas mesmo assim vale a pena cruzar a cidade pela “orla” e ir ateeeeeé o pier Prince of Wales de onde se tem a vista privilegiada da praia de pedrinhas vermelhas, o castelo no alto do penhasco e os penhascos brancos sobre o mar (uma formacao geologica composta de cal pura!).

Uma otima opcao de passeio pra quem for pra Dover com mais tempo (passamos menos doque uma tarde por lah…) eh fazer um dos passeio de barco, que vao circulando os Cliffs com toimas vistas sem os navios e cargueiros bloquenado a vista…

Dover eh mais uma otima opcao de passeio bate-e-volta saindo de Londres, e a viagem de trem dura uma media de 2hrs.

Categorias: Castelos e Palacios, Day Trip, Dover, Inglaterra, Viagens, Viagens pelo UK
11
15
Jun
2009
Blenheim Palace
Escrito por Adriana Miller

No ultimo fim de semana da viagem da minha mae e irma, resolvemos de ultima hora que deveriamos fazer alguma coisa legal. A viagem delas como um todo nao foi super ultra turistica, pois ambas jah vieram aqui varias vezes, e poucas coisas ainda sao novidades…

Mas sexta a noite eu vi na internet que o tempo para sabado estaria “bom” entao seria um desperdicio ficar em casa, ou em Londres. Mas oque fazer? Museu tal? Castelo tal? Been there, done that. Entao quando estavam todos quase desanimados, resolvi lancar no Google “palacios e castelos perto de Londres”, pois sabia que num lugar como Inglaterra, eh impossivel conseguir ficar sem fazer nada por falta de opcoes! Para minha surpresa surgiram um zilhao de hits e opcoes, e foi dificil escolher!

Acabamos decidindo por Blenheim Palace pois era relativamente perto (fica nos arredores de Oxford), combinava um jardim espetacular, um palacio ainda mais espetacular e historia.

Foto panoramica da entrada do Palacio tirada pelo Aaron!

O Palacio de Blenheim apesar de ter sido declarado Patrimonio da Humanidade pela Unesco na decada de 80, ainda eh a residencia do Duque e Duquesa de Malborough, porem algumas alas da casa sao abertas durante os meses de verao para visitacao. Oque faz do palacio ainda mais interessante, pois nao eh apenas um “museu”.

Um outro ponto historico muito importante do Palacio eh que foi ali que o Winston Churchil, ex primeiro ministro do Reino Unido nasceu. Existe uma ala totalmente dedicada ao Sir Winton Churchil que eh um dos herois da historia recente da Gran Bretanha, por ter sido o grande lider Britanico durante a segunda Guerra Mundial, e ter sido reeleito Primeiro Ministro e liderado a recuperacao do pais no pos guerra. Alem de ter ganhado um premio Nobel da Literatura! Dentro do palacio ha uma area inteiramente reservada dedicada a ele e sua historia de vida, incluindo o quarto e a cama onde ele nasceu, sua colecao de soldadinhos de chumbo e outros brinquedos.

Uma pena que nao pudemos tirar fotos dentro do palacio, que eh magnifico! E o fato de que ainda eh uma “casa” faz dele ainda mais especial. Alem das tapecarias, pinturas a oleo e colecoes de porcelana de 300 anos, tambem podemos ver fotos dos atuais herdeiros em festas de familia, e o salao onde a familia comemora o natal.

Mas a principal atracao do Palacio sao seus jardins e seu exterior, que foi construido com a intencao de “ser admirado de longe”, e eh o unico exemplar de construcao Barroca-Britanica que pode ser visitado.

Os Jardins se estendem por 2100 acres de terreno perfeitamente gramado e florido, com um lago no meio, um labirinto vegetal, um jardim de rosas e um orquidario.

Pra chegar lah eh muito facil, e eh um day trip perfeito saindo de Londres, ou combinavel com um fim de semana em Oxford.

Saindo de Londres voce tem que ir ateh Oxford (de trem ou Onibus), e de lah pegar o onibus S3 na propria estacao de trem ou na estacao de Onibus no centro da cidade (eh super bem sinalizado, e o onibus tem escrito em letras garrafais que vai pra Blenheim Palace) e em cerca de 20 minutos te deixa na porta do Palacio.

Mais fotos do Palacio, AQUI

 

 

Categorias: Castelos e Palacios, Day Trip, Oxford, Viagens, Viagens pelo UK
22
02
Jun
2008
Kensigton Palace
Escrito por Adriana Miller

Domingo foi dia de mais passeio em familia!
Cometamos o dia introduzindo maus pais no maravilloso mundo do English Breakfast, que eh uma festa para pressao alta e arterias entupidas! A oler o menú pela primeira vez, eh imposible nao ficar meio enojado com a combinacao e mistureba que esta prestes a acontecer no seu prato; mas eu prometo que no final tudo acaba bem! O tradicional mesmo vem com: Feijao enlatado (e levement adocicado), bacon (a versao Inglesa nao fica aquela coisa fininha e crocante dos americanos nao, parece mais um presunto frito, pois tem mais carne que gordura), linguica, ovos fritos (mas vc pode escolher outr tipo), batata (que pode ser frita, rosti, assada, etc), pao de forma torrado, tomate asado e cogumelos assados.
Meu pai e Aaron optaram pela versao infarto-no-prato e eu e minha mae fomos de vegetarian mesmo…
 

Depois seguimos direto para o Kesignton Palace, que fica no centro do Londres (Estacao “Kensignton”, ou “Queensway” ou “High Street Kensigton”).

O Kensigton Palace eh uma das muitas residencias reais ainda usadas pela atual dinastía, e tem sido habitada desde o seculo XVII. O palacio eh enorme, e varias familias ainda moram lah. Pode ateh soar um pouco como uma casa de comodos glorifyed, mas a parada eh tao gigante, que cada um tem seu apartamento particular e independente.

Uma das ultimas moradoras ilustres do Kensignton palace foi a Princesa Diana, jah divorciada, que morou ai ateh seu morte, em 1997. Todas aquelas fotos que voces viram no jornal, com um monte de gente deixando flores e homenagens no portao da casa dela, foi lah.

 

Uma pequena area do palacio esta aberta a visitacao, alem de uma breve exposicao sobre a vida Real da nobresa na capital Inglesa no seculo 18 e 19, os bailes de debutantes, as roupas bem elaboradas, os sapatos cravejados de diamantes.
 

Tem tambem uma exposicao com alguns dos vestidos famosos da Princesa Diana, que foram confeccioados pelos estilistas reais (essa coisa de alta costura eh coisa de plebeu e novo rico) com as respectivas fotos dos eventos onde foram usados.
 

Mas a maior parte da visita eh por dentro dos apartamentos reais, e como o audio-guide jah vinha incluido no preco da entrada, ainda tivemos uma aula de historia sobre hierarquia e a vida da realeza.
Por ejemplo, no passeio de sabado, pelo Hampton Court vimos umas 3 ou 4 salas do trono, e nao estava entendendo nada… Em Kensington aprendi que as pessoas eram recebidas pelo rei em diferentes salas do trono dependendo de seu escalao e status social. Quanto mais fuleiro alguem fosse, mas perto da saida eles eram recebidos, quanto masi para dentro do palacio, mas prestigio essa pessoa tinha.

Outro fato curioso eh que naquela epoca nao era necesario um convite oficial para ir num baile Real, bastava se vestir bem. Numa epoca e mundo onde nao existiam shoppings, nem high street, e muito menos camelos e pirataria, soh se podia vestir bem quem tinha MUITO dinheiro e status real, entao se vc seguisse o padrao, todas as portas estariam abertas. Uma pena que nao pudemos tirar fotos por dentro do palacio.
 

De lah, fomos batendo perna pela Kensigton High Street, e pelas ruas chiquerrimas do bairro, e andamos ateh o Natural History Museum. Chegamos lah jah quase na hora que o museu fecha, mas ainda tivemos mais de uma hora para explorar tudo. Meus pais nunca tinha ido naquele museu, e a pesar de nao ser o tipico museu de arte e historia europeu, eles amaram!

 

 

A noite fizemos um programa bem familia, com pizzas extra large e assistindo o episodio final de Lost!
 

 

Categorias: Atrações Turisticas, Castelos e Palacios, Conhecendo Londres, Museus, Parques, Viagens, Viagens pelo UK
6
31
May
2008
Hampton Court Palace
Escrito por Adriana Miller

Eba! Papai e mamae estao em Londres!!!
Eles chegaram ontem de noite, e estamos adorando a visita!

O primeiro passeio que escolhemos foi passar o dia em Hampton Court Palace, que eh um palacio contruido pela dinastia Tudor no sudoeste de Londres, e durante alguns anos foi tambem a residencia do Rei Henrique VIII e Ana Bolena.




Alem dos habitantes reias, o palacio tambem eh famoso por seu jardim, que no seculo 18 foi replantado para imitar o lay out do Palacio de Versailles, na Franca. Mas o impacto do jardim…. Not so much…
Outras atracoes famosas do Palacio sao a quadra de tenis indoor mais antiga da Europa (bem legal!), e o labirinto natural mais antigo da Gran Bretanha (apesar de que achei o labirinto do Leeds Castle mais legal!). E diz a lenda que o (que sobrou) do vinhedo do castelo tambem eh um dos mais antigos da europa (mes se meu guia de turismo duvida da veracidade dessa afirmacao, quem seu eu pra acreditar, certo?).

Hampton court eh bem facil de chegar, com trens saindo de Waterloo a cada meia hora. Como temos o cartao de desconto Railcard, e estvamos num grupo de 4 pessoas, caimos na categoria de “passeio de grupo” e nossa passagen de trem sai por 3 paounds (ida e volta!!) por pessoa! 1/4 do preco normal!!! Vale MUITO a pena! Mesmo pra quem nao esta a fim de entrar no palacio, mas quiser soh curtir o jardim, jah sai mais barato que uma passagem de metro pro Hyde Park!

A tour por dentro do palacio comeca pela cozinha dos Tudor’s, que basicamente eh o primeiro andar inteiro do palacio, de TAO grande que a parada eh! E alem de ser tudo arrumadinho, encenando a cozinha da epoca (com comidinhas de plastico bem convincentes, e etc) ainda tem uns atores vestidos a caracter contando um pouco da historia do palacio, os banquetes, a musica etc.




Voces sabiam que no seculo 17 apenas Reis, Rainhas e princepes tinham o direito (por lei) de ter musicos que tocassem trompete em suas bandas? A fanfarra, tocada com trompete era um simbolo real, entao os “suditos” sabiam que onde ouvissem a fanfarra, o rei estava chegando.

O passeio continua por dentro do palacio, subindo pelos quartos reais (e banheiro real), com alguns (poucos) moveis e muita tapecaria.

Uma coisa bem legal tambem no palacio, eh que dentro do banheiro (a versao moderna mesmo, pros turistas, e nao a versao real) tem varias historias e lendas do palacio e seus servicais espalhados na parede.

Tem a historia da enfermeira do Principe que morreu inexplicavelmente, e dizem que assombra o castelo ateh hoje, tem a historia do incendio do apartamento real (que ninguem morreu), e a mais engracada eh a historia do “limpador de bunda real”. O Rei Henrique VIII tinha um “sutido” especializado em limpar sua bunda, e sacudir suas cosias, depois que ele fosse ao banheiro.
Na epoca esse era o emprego de maior prestigio, por estar tao proximo do rei num momento tao intimo. E alem desse “prestigio” todo, ainda era o emprego mais alvo de propinas e chantagem, pois todos os inimigos do Rei queriam convencer o “limpador de bunda” a matar o rei.

Meus pais adoraram o passeio, pois adoram o seriado da BBC “The Tudors” e parece que boa parte do seriado foi filmado nesse memso palacio.

E se voces acham que eu tirei muitas fotos, vcs ainda nao viram meu pai! Filho de peixe pexinho eh! As vezes ele ateh se perdia no palacio, porque ia se enfiando dos buracos, procurando coisas legais pra tirar fotos!

No fim do dia, ainda fomos fazer um passeio na High Street de Hampton Court e almocar antes de voltar pra Londres!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Castelos e Palacios, Cultura, Day Trip, Hampton, Viagens, Viagens pelo UK
10
Página 1 de 212