13
Jun
2006
O Sul da Inglaterra visto pelo outro lado da Estrada
Escrito por Adriana Miller

A Pascoa aqui na Inglaterra tem 2 dias de feriado, a sexta feira santa e a segunda. Quatro dias de cocacao nao poderiam passar em branco. Resolvemos alugar um carro, e soh depois nos tocamos que os carros aqui sao do lado errado. Mr Coisa garantiu que sabia dirigir no lado direito. Sob olhares de suspeita encaramos assim mesmo.

O finde prolongado comecou no sabado, pois foi a festa de aniversario do Paul, que trabalha com a gente na Avaya. A comemoracao foi no Thorpe Park, que um parque de diversoes soh de montanhas russas, que fica em Surrey, so sul de Londres.

Tirando o fato que era feriado prolongado, e o tempo nao estava lah essas coisas, o dia foi muito bom. Fiz questao de ir em todas as montanhas russas (que eu adoro), inclusive mais de uma vez nas mais assustadoras. Pra mim funciona assim: quanto mais alta, mais assustadora, e mais enjoada vc se sente no final do passeio, melhor eh a montanha! Hahahahaha

A eleita do dia foi a Stealth, que eh considerada a mais rapida e mais alta da europa. Na verdade ela parece bem inofensiva, pois nao tem nada, soh uma subida e uma decida. Sim, sei. Vai nessa.

A aceleracao vai de 0 a 130km/h em 2 segundos e a caida eh tao forte que a forca da gravidade se multiplica em 4.5G (a gravidade normal eh 1G). Achei o maximo. Tentei gritar, mas a pressao no corpo eh tao grande que o som simplismente nao sai.

No final, depois de passar o dia todo encarando filas, e subindo descendo, virando de cabeca pra baixo, queda livre, etc, etc, todos exaustos, ainda tivemos o animo de encarar um restaurante indiano. Nada como um Curry cheio de pimenta pra levantar difunto!

No domingo bem cedo, encaramos a estrada rumo a Salisbury. A cidade em si nao tem nada de especial, se nao fosse pela Cadetral medieval que tem a torre mais alta da Inglaterra, e uma arquitetura muito paricular. Outro bonus da Catedral eh que ela mencionada no livro “Pilars of the Earth”, que eu ja mencionei zilhoes de vezes aqui no blog, e que eh um dos meus livros favoritos.

Eu sou apaixonada por igrejas e catedrais antigas, o misterio por tras delas, o medo da idade media, a arquitetura, a construcao, TUDO. O passeio foi rapido, mas definitivamente vale a pena passar pela cidade.

Depois do almoco fomos dirigindo ateh Stonehenge, umas das imagens mais famosas da Inglaterra. Ninguem sabe exatamente oque eh, como foi para ali, e pra que serve. Algumas pessoas dizem que eh pre-historico. Outros dizem que foi feito por extra-terrestres. Outrso acham que era um templo de alguma seita. A verdade eh que ninguem sabe.

Nao da pra negar que aquela bando de pedras espalhados no meio do campo num formato muito estranho eh impressionante. E eh impossivel nao pensar “what the hell?!”. Ficamos pouco tempo por lah. Nao tem muito oque fazer, apenas admirar essas pedras estranhas que ninguem sabe realmente oque sao.

A estrada seguiu rumoa Bath, onde passamos o domingo. Bath eh uma das poucas cidades na Inglaterra que tem uma organizacao urbana, uma planificacao. A cidade era originalmente Romana, quanto o Imperador Adriano descobriu a fonte de agua mineral quente que saia direto do chao, e construiu o primeiro Banho Romano da Inglaterra.

Uns seculos depois os Romanos foram expulsos, e a cidade caiu no esquecimento. Ate que um belo dia uma Rainha, seguindo recomendacoes de seu medico foi se banhar nas aguas de Bath, pra aliviar seu reumatismo. Como a coisa deu certo, Bath virou pop de novo. Os reis Britanicos destruiram tudo, e contruiram uma cidade inteirinha em cima das ruinas Romanas. Contrataram um arquiteto Italiano (o mesmo responsavel por varios edificios em Firenze, Italia), a cidade virou balneario de luxo, e todas as familias importantes e reais da inglaterra passavam o verao se banhando nas aguas milagrosas. A cidade eh linda. Como ela foi toda planejada, todas as casinhas sao iguas, feitas do mesmo material, e mesma cor. Varioo casaroes, os Banhos Romanos reformados e varios Spas modernos. Uma ponte que tenta imitar a Ponte Vecchia de Firenze, mas que tem seu charme.

Uma das curiosidades de Bath eh que lah foi a primeira cidade da Inglaterra a contruir ruas “largas”, que na verdade hj em dia soh dah passar um carro de cada vez, mas numa epoca em que todo mundo andava a peh ou a cavalo, isso ficou famoso pelo disperdicio de espaco.

Outra coisa interessante que comecou em Bath foi a “cortesia” masculina de deixar as mulheres caminharem na parte de dentro da calcada. Porque? Porque como naquela epoca as casa nao tinham banheiro, so pinico, que era esvaziado pela janela, entao os homens caminhavam pelo lado de fora da calcada para que as Ladys nao recebecem respingo de dejetos alheios. Que finura!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Bath, Day Trip, Salisbury, Stonehenge, Viagens, Viagens pelo UK
3