29
Dec
2012
Boxing Day: Foi dada a largada na maior epoca de liquidações do UK!
Escrito por Adriana Miller

Como eu já contei em outros anos, o dia 26 de Dezembro é feriado nacional no Reino Unido e conhecido como “Boxing Day“.

O real motivo pelo qual esse dia é feriado é desconhecido da maioria, mas basta perguntar pra qualquer pessoa por aqui o que significa o Boxing Day e a resposta sera sempre a mesma: Liquidações!

Então dia 26 de Dezembro é uma espécie de Black Friday Britânica, e dá inicio ao periodo de liquidações mais importante do ano – que geralmente dura grande parte do mes de Janeiro.

Portanto não é tão crucial que você aproveite as liquidações apenas no dia 26, já na verdade terá o mês todo de preços baixos em 99% das lojas em Londres e no resto do pais.

Mas não dá pra negar que rola toda uma mística e ritual no Boxing Day, e tem muita gente que leva isso super a serio – e as filas na porta das lojas prova bem isso! Não sei se é curtição ou puro desespero e medo de acabarem os estoques, mas principalmente nas lojas de departamento ou de designers o pessoal perde a noção!

Mas dá pra aproveitar os bons preços sem pressa o mês todo, e o período de Boxing Day e Sales também se extende ao universo on line. Quase todas as lojas iniciaram sua página de promoções especiais de manha bem cedinho no dia 26 – muitas vezes com taxas de descontos (e maiores estoques) bem melhores doque nas lojas fixas!

Categorias: Compras, Conhecendo Londres, Inglaterra, Tradicoes Inglesas
4
01
Aug
2012
Os festivais de musica e shows do verao Londrino
Escrito por Adriana Miller

Entra ano, sai ano, uma coisa eh certeira: Londres eh uma cidade mestre em sediar grandissimos eventos!

E vai chegando o verao entao, a cidade acorda e se anima como nunca, pra aproveitar cada dia e cada fim de semana dessa estacao como se fosse o ultimo.

Entre os muitos eventos imperdiveis do verao Londrino que ja contei em outras ocasioes, tem uma area que os Ingleses sao verdadeiros especialistas: os shows e festivais de musica!

Alguns sao legendarios, como o mitico Glastonbury, outros mal entram na lista oficial (como o Guildfest, Hahahhaha, que eu ja fui ha uns anos atras!), mas voce pode ter certeza que praticamente toda semana, e todos os condados do pais terao seu festival de verao pra chamar de seu!

Mas Ingles que eh Ingles mesmo, e principalmente o pessoal “entendido” de musica vao concordar que festival que se preze eh aquele que dura varios dias, voce acampa, passa perrengue e “vive” aquela experiencia musical como nunca.

Em Londres especificamente, entre Junho e Agosto comecam a pipocar shows em quase todos os parques, atraindo os grandes nomes da musica mundial, com performances pra agradar a qualquer gosto!

Os maiores e melhores acontecem no Hyde Park – alguns sao shows independentes e avulsos, outros fazem parte de line ups mais organizados, como se fossem um “mini” festival (so que de proporcoes Londrinas!).

Eu tive o privilegio de ir em dois shows dos (meus) sonhos no Hyde Park, um ano passado (que acabou nao entrando no blog…) quando fui assistir o Bon Jovi no line up do “Hard Rock Calling Festival”, e esse ano fui no show da Madonna!

O espaco eh perfeito pra esse tipo de evento, com uma super infraestrutura montada. O lado negativo é que qualquer evento no Hyde Park é sempre 100% ao ar livre. Ano passado, no show do Bon (delicia) Jovi, pegamos uma dia ma-ra-vi-lho-so de sol, calor com um por do sol de matar.

Já esse ano, uma dos verões mais “molhados” dos ultimos tempos, não só peguei tempo ruim no show da Madonna, como alguns shows da semana anterior foram cancelados devido ao mal tempo (e excesso de lama no parque!).

E pra quem encara os grandes festivais INgleses, que duram varios dias, só aumenta a probabilidade de pegar tempo ruim em pelo menos algum dia.

Ou seja, tem que estar preparado pra curtir o show chova ou faça sol. Afinal, você compra seu ingresso com 6+ meses de antecedencia, e nunca se sabe como estara o clima naquele dia.

Entao a peça do vesturio Ingles que já virou sinonimo de festivais de verão são as tipicas galochas!

Mas voltando aos shows/festivais no Hyde Park.

A infraestrutura, como era de se esperar, absolutamente excelente!

Eu sempre chego com muitas horas de antecedencia pra custir bastante o clima do show – e lá você tem tudo que precisar: muitas barraquinhas com as mais diversas opções de comidas e bebidas

E os banheiros de primeirissima classe!

O principal é que são muitos! Raramente você pega fila, e mesmo quimicos/portaveis, você tem banheiros de verdade, com papel higienico, pia com ague corrente, sabonete liquido e afins.

(moral da história: pode ir nas barraquinhas de bebidas e tomar quantas pints quiser, e depois é só dar uma passadinha no banheiro antes de pegar a proxima rodada!)

A entrada e saida dos shows tambem são muito bem organizadas – na entrada todos passam pela inspeção de ingressos e pela segurança, e na saida, quando vocí começa a achar que vai dar confusão pra evacuar aquele mundarel de gente ao mesmo tempo, surpresa: varios portões ao redor do parque se abrem, liberando a galera de vota pras ruas (que ficam fechadas para carros, pra evitar acidentes) sem confusão.

Mas o principal mesmo é conseguir comprar os ingressos! Como tudo que rola em Londres, qualquer show, festival e evento esgota em questão de segundos, então todo mundo tem que ficar super esperto com datas, e sempre, sempre tentar comprar com a maior antecedência possivel!

Eu já dei a dica do TicketMaster antes (quando falei sobre ingressos pra peças e teatro em Londres), e é sem duvida o melhor site pra comprar (e ficar de olho) nos shows e eventos em Londres.

Voce compra tudo online, recebe confirmação por e-mail, imprime seu ingresso e pronto! Ready to rock!

Eu já me adaptei totalmente ao style Ingles e sou super organizazda (=neurotica) com planejamento, datas e afins, então prefiro comprar ingressos com muita antecedencia – então pra quem esta planejando viagem pra Londres (tanto no verão, mas tambem rolam altos shows o ano todo!) é uma boa já ficar de olho no site do TicketMaster e ver oque vai estar rolando na cidade durante sua estadia.

 

Categorias: Conhecendo Londres, Eventos, Inglaterra, Teatro / Musicais, Tradicoes Inglesas, Viagens
14
21
Feb
2012
Shrove Tuesday – O dia da panqueca
Escrito por Adriana Miller

Enquanto os paises ao sul do equador estao se esbaldando no Carnaval, a vida aqui na Inglaterra segue exatamente a mesma…

Se nao fosse por uma notinha minima no jornal de ontem, com uma foto de alguma piriguete semi-nua desfilando no Carnaval do Rio, anunciando o Carnaval, esse acontecimento teria quase passado despercebido…

Mas assim como a grandissima maioria dos paises cristaos, o Reino Unido tambem tem seu proprio ritual de comemorar a terca feira gorda e a quarta feira de cinzas – que nao importa o quao animado estava o bonde eletrico, ou o quao afinada estava a bateria no recesso da Sapucai, o motivo do aue eh o mesmo: o ritual de meter o peh na jaca proverbial nos dias que antecedem o periodo de 40 dias da quaresma, um periodo de reflexao e sacrificio cristao que antecedem a Pascoa.

Aqui na Inglaterra, esse periodo sempre foi historicamente ligado a periodos de jejum e sacrificio, entao a terca feira que antecede a quarta feira de cinzas eh conhecida como Shrove Tuesday (algo do tipo “terca feira anti desperdicio”) e eh o dia em que os Ingleses comem paquecas!

Entao o restaurante da empresa ja esta todo decorada com tematica de paquecas, e ano passado ate mesmo a “princesa” Kate Middleton teve uma de suas primeiras aparicoes oficiais pre-casamento na festa da Shrove Tuesday na Irlanda do Norte, virando paquecas como ninguem, que ocupou todas as capas de jornais daquela semana!

Mas porque panquecas?

Historicamente o Inglaterra e os paises do Reino Unido sempre foram muito pobres e com recursos limitados. Entao farinha, ovos, leite e gordura eram os principais ingredientes da alimentacao de qualquer familia proletaria.

E se voce juntar todos esses ingredientes numa frigideira oque sai? Pancakes! (que numa traducao tosca, significa “bolo de panela”).

Entao esse era a refeicao final que as familias Inglesas faziam antes do periodo de “Lent” (jejum), e portanto utilizavam todos os seus ingredientes que nao durariam mais de 40 dias armazenados.

Entao esteja voce pulando Caranaval ou nao nesse terca feira, aproveite mais uma desculpa pra encher a barriga de panquecas!

P.S. Eu ja postei aqui minha receita preferida de paquecas “tipicas”, aquela que fica bem fofinha e gorducha!

 

Categorias: Feriados e afins, Inglaterra, Tradicoes Inglesas, Vida na Inglaterra, Vida no Exterior
15
04
Nov
2011
Dia de Guy Fawkes. Ou, Bonfire Night
Escrito por Adriana Miller

Aqui na Inglaterra não temos o costume de comemorar Halloween, mas em compensação o fim de Outubro/Inicio de Novembro tras uma festa tipicamente Inglesa: o dia de Guy Fawkes, também conhecida como Bonfire Night, ou o dia das fogueiras!

Não é exatamente um feriado (já contei outras vezes como o Inglaterra é pobrinha de feriados…), mas sempre rolam umas comemorações, principalmente se cair num fim de semana, como será esse ano.

O dia de Guy Fawkes é no dia 5 de Novembro, e é o dia que os Ingleses comemoram a derrota de Guy e do grupo Gunpowder Plot no dia 5 de Novembro de 1605, durante oque os Britanicos consideram o primeiro ataque terrorista da história (mas como falhou, eles comemoram).

O Gunpoweder Plot era uma organização anti-religiosa, que tentou assassinar o Rei James I, quando ele quis nomear sua filha, Princesa Elisabeth (que na epoca tinha apenas 9 anos) a ser a chefona da Igreja Católica no Reino (oque acabaria com a recém fundada Igreja Anglicana na Inglaterra, em 1534).

Guy Fawkes, que era um respeitável militar do alto escalão Naval Inglês, e o resto do grupo Gunpoweder (pólvora) invadiram o porão do Parlamento e colocaram cerca de 46 barrís de pólvora, prontas para serem explodidas durante a abertura da temporada parlamentar, matando o Rei e os Commons e Lords que estivessem presentes – além de claro, destruir completamente o predio.

Então devido a uma denúncia anônima, Guy foi encontrado no porão do parlamento, quase a meia noite do dia 4 de Novembro, prontopara sua missão suicida e explodir o parlamento e assassinar todos os principais políticos do Reino.

Guy foi logicamente preso e recebeu a sentença de pena de morte, e a maioria dos outros Integrantes do Gunpowder Plot fugiram do país.

Originalmente, esse “feriado” tinha um caracter religioso, comemorando a tolerância e liberdade da Igreja Anglicana (em comparação da Igreja Católica do século 16), oque também acabou gerando um fase de perseguição, intolerância e inquisição contra católicos no pais (principalmente quando Elisabeth I – que era criança na época) subiu ao poder.

Mas hoje em dia o dia de Guy Fawkes perdeu quase todo seu cunho religioso e acabou virando o Bonfire Night, ou a noite das fogueiras, que a maioria das pessoas aproveita pra soltar fogos de artificio e arganizar fogueiras e churrascos que comemoram o começo do inverno e a abertura da “temporada” de festas.

A grande maioria dos parques de Londres (e de todo país) organizam queima de fogos e mercados/feiras com varias atividades, parques de diversões e muitas atividades.

Ano passado nós fomos assistir a queima de fogos no Battersea Park e foi definitivamente uma experiência interessante!

Para 2011 a Time Out preparou uma boa lista de lugares pra assistir a queima de fogos, e muitos bares e restaurantes com boa “vista” da cidade também fazem festas especiais (o Madison Roof Bar é um bom exemplo e estão preparando uma festa pra assistir a queima de fogos amanha). E alguns parques vão repetir a comemoração também no sabado dia 12 de Novembro.

 

Categorias: Conhecendo Londres, Eventos, Feriados e afins, Inglaterra, Parques, Tradicoes Inglesas, Viagens
12
10
Oct
2011
Por indicacao de Vossa Majestade, a Rainha
Escrito por Adriana Miller

No outro dia, em alguma de minhas viagens a trabalho, assisti na CNN o Piers Morgan (jornalista Ingles que eu adoro, que substituiu o Larry King) entrevistando o Simon Cowel, que foi no minimo interessante.

Uma das cosias que o Simon Cowel falou e que prendeu minha atencao foi o tema da familia real. O Piers tentou jogar a isca achando que o Simon ia ser polemico e falar mal da monarquia, mas na verdade ele confessou que adorava oque a familia real representava na cultura Inglesa. O fato de que os Britanicos em geral, nao sao os melhores, nem os mais bem sucedidos, nem os mais inteligentes nem bonitos – mas eles tem uma familia real como nenhum outro povo, e essa mistica da Realeza da um poder a cultura Britanica inalcancavel a outros paises (com Monarquias operantes ou nao).

Entao esse assunto dominou grande parte do programa, e o principal argumento do Simon Cowel foi que a familia Windsor eh o grande diferencial dos Britanicos. Discussoes a parte sobre sua fortuna, verdadeira funcao politica e tal, isso me fez pensar sobre o tal do “dedo de ouro” que a realeza Britanica tem no mundo.

Vide o fenomeno irmas Middleton. Entao nao da pra negar que a realeza tem um poder que vao muito alem das escadas sociais Britanicas, e de fato, tudo que eles tocam viram sucesso.

Mas isso vai muito alem das capas de tabloides e teorias da conspiracao, pois no Reino Unido existe de fato um “selo” de autenticacao Real que reconhece os fabricantes e comerciantes que produzem bens consumidos pela familia real.

Receber o Royal Warrant eh uma honra maxima alcancada por fabricantes e marcas Inglesas, e significa nada mais nada menos que a Rainha usa, aprova e recomenda determinada marca.

Entao as marcas que recebem essa honra, expoe orgulhosamente seu selo real (com o leao e unicornio) e a frase “By appointment of her Majesty the Queen” (Por indicacao de sua Magestade a Rainha) em todas as suas embalagens e merchandising.

Sao cerca de 800 marcas Britanicas e extrangeiras que detem o selo real atualmente, e entre elas estao algumas das marcas mais tradicionais Inglesas, como a Burberry, as galochas Hunter, os chas Twinings, o hotel Ritz e as bolsas Asprey.

Mas muitas outras marcas que fazem parte do dia a dia no Reino Unido tambem entram na selecionada lista de fornecedores reais, como as farmacias Boots, o supermercado Waitrose e a loja de departamentos John Lewis.

O processo de selecao eh rigoroso, e por isso mesmo atestam a qualidade dos produtos e dos servicos – o selo pode ser conferido espontaneamente por algum membro da familia real (apenas a Rainha, o Duque de Edinburgo e o principe Charles tem “poderes” para conceder selos de appointment) ou depois de passar por uma rigorosa selecao e teste de qualidade, atravez da Camera de Comercio do reino (e do Lord Chamberlain, que tem uma funcao privilegiada de Lord-governanta e conselheiro real).

Ou entao, muito mais facil que receber o selo real pra promover sua marca, basta conseguir que uma das irmas Middleton usem alguma peca da sua loja  e pronto! Estoques esgotados na certa!

Entao da proxima vez que voce estiver preparando seu cha Twinings enquanto passa sua mostarda Colman’s no seu sanduiche, pense que a Rainha poderia estar fazendo a mesma coisa!!

 

Categorias: Inglaterra, Tradicoes Inglesas, Vida na Inglaterra
17
23
Aug
2011
Era uma vez um leão e um unicórnio…
Escrito por Adriana Miller

Quando você pensa nas florestas medievais do Reino Unido, os parques de Londres… que animais espera encontrar?

Leões e Unicórnios, claro! Não?

Pois então prepare-se, pois esses dois animais estarão em todos os lugares possiveis e imaginaveis pelo país… Não ao vivo, assim no selvagem, mas em emblemas e brasões, pois ambos animais são os símbolos do Brasão de Armas da Monarquia do Reino Unido.

Históricamente o Leão representa a Inglaterra e o Unicórnio representa a Escócia, e o Brasão data de 1.603 quando James I da Inglaterra subiu ao Trono (e eles já era o James VI da Escócia).

Ambos animais tem significados simbolicos de força, realeza e raridade. O Leão é o simbolo da força da Inglaterra ( Simbolo da Inglaterra como pais independente são 3 leões), e o unicórinio acorrentado representa a raridade e a rebeldia da Escócia.

Esse Brasão de Armas hoje em dia só pode ser usado pela Rainha e seus descendentes diretos, assim como edificios e ocasiões oficiais, que tem a Rainha como representante oficial (como por exemplo na Royal Court of Justice da foto acima).

Abaixo do brasão estão escritos os motes dos monarcas britânicos Dieu et mon droit (Deus é o meu direito), bem como o lema da Ordem da Cavalaria, Honni soit qui mal y pense (maldade para aquele que nisto vê malícia), em uma representação da jarreteira (garter) azul atrás do escudo.

 

 

Categorias: Aleatorios, Conhecendo Londres, Inglaterra, Tradicoes Inglesas, Vida na Inglaterra
3
26
Dec
2010
26 de Dezembro – Boxing day
Escrito por Adriana Miller

Dia 26 de Dezembro é o feriado conhecido no Reino Unido e nos paises do Commonwealth (Australia, Canada, Africa do Sul e Nova Zelandia) como Boxing Day.

A historia do feriado celebra o dia de Saint Stephen e entre varias formas de celebração, a tradição que permaneceu por varios seculos na sociedade Inglesa era a abertura oficial da temporada de caça as Raposas vermelhas – um dos animais “selvagens” mais abundantes do Reino Unido. A caça foi proibida em 2004, mas a tradição (sem morte das raposas) continua, e hoje em dia é possivel ver raposas em tudo quanto é canto! (já levei varios sustos com raposas revirando latas de lixo em pleno centro de Londres!).

Mas hoje em dia o Boxing Day é conhecido por uma tradição completamente diferente!!

Dia 26 de Dezembro – dia seguinte do Natal – inaugura a maior temporada de promoções do comercio Britanico!

Fila na porta da Lacoste e Apple

Uma boa comparação é que o Boxing Day esta para os Britanicos como o Black Friday esta para os Americanos.

Fila e confusão na porta da Top Shop

Na verdade não chega a ser tão louco quanto a versão Americana, até porque os descontos nao sao tao generosos, e as pessoas não chegam a passar a noite acampados na porta das lojas….

Mas ainda assim as filas em frente as lojas mais populares são de virar o quarteirão!

Multidão eserando a Zara abrir as portas

Os descontos variam na media dos 50% sendo que algumas lojas são mais “agressivas” que outras. E o Boxinha Day inaugura a temporada de promoções de inverno, que geralmente dura todo mes de Janeiro – é a epoca que as lojas querem se livrar dos estoques encalhados do Natal antes que as novas coleções de primavera verão inundem as vitrines.

A medida que os estoques vão diminuindo e as semanas vao passando, os descontos ficam maiores e mais tentadores!

Selfridges

A confusão organizada da Selfridges

Como foi a primeira vez que passei um Boxing Day em Londres e o dia esta otimo (sol e temperaturas com digitos positivos!) resolvemos nos juntar a massa consumista e fomos ver oque é que o Boxing Day tem!

Nao precisa falar que Oxford Street estava uma loucura!

Estacionamos na porta da Selfridges só pra assistir a abertura das portas (um dos “points” mais tradicionais da inauguracao das promocoes) com direito a policiais a cavalo, as badaladas do sino da fachada historica e as centenas de Londrinos e turistas batendos palmas e dando gritinhos de felicidade!

O Aaron depois de ter sucumbido as tentações!

Outra loja que vale a pena visitar durante a temporada de promoções é a Harrods! Apesar de ser uma loja ultra luxo o ano todo, eles tem 2 vezes por ano uma das melhores temporadas de promoções que já vi na vida! E já achei altas barganhas com descontinhos na casa dos 90%!!

Mas na verdade (e não faço a menor ideia porque) a Harrods nao inaugura sua promoção no Boxing Day, e sim, sempre no dia 27 – depois que a loucura e corredia pos-Natalia já passou!

Categorias: Aleatorios, Compras, Conhecendo Londres, Inglaterra, Natal, Tradicoes Inglesas, Viagens, Vida na Inglaterra
12
23
Dec
2010
Tradicoes de Natal na Inglaterra
Escrito por Adriana Miller

Apesar de ja morar aqui na Inglaterra ha muitos anos, esse sera apenas meu terceiro natal por aqui, e surpreendentemente eu nao conheco tao bem as tradicoes Britanicas.

Alem disso, mesmo passando o natal aqui esse ano, por exemplo, por nao ter uma “familia” Inglesa por perto (ja que a familia do Aaron eh americana) acabamos fazendo o natal do nosso jeito mesmo, misturando algumas coisas Portuguesas, outras Brasileiras e mais algumas Americanas.

O principal choque cultural pra mim eh nao celebrar o natal na vespera do Natal. Para os Ingleses (assim como Americanos e varios outros paises) comemoram o natal no dia de Natal, dia 25. Entao hoje, dia 24 eh um dia como outro qualquer.

Claro que as pessoas ja entram em clima festivo, muitas lojas fecham mais cedo, transporte publico funciona com um horario especial, e minha empresa por exemplo so trabalha meio expediente.

Mas ainda assim, no dia 24 as pessoas vao pra casa, jantam uma pizza ou vao pro pub. Com aquele clima de sexta feira pre-feriado, mas nao uma data especial.

Isso pra mim eh muito depre! Natal TEM que ser no dia 24, entao apesar de sermos soh nois dois esse ano, vamos jantar uma ceia completa hoje de noite!

Mas por outro lado, respeitando a tradicao dos Americanos e Ingleses, presentes soh amanha de manha! (tentei negociar abrir algum presente hj a meia noite, mas nao rolou! Ja que vamos ceiar dia 24 – que ele acha estranhissimo! – tenho que esperar ateh dia 25 pros presentes!).

Mas voltando a falar dos Ingleses, eu acho algumas das tradicoes super bonitinhas!

Minha preferida sao os Christmas Crackers, que enfeitam as meses de festividade Nataliana desde Novembro!

Christmas Crackers

Sao esses presentinhos em formato de bom-bom da foto, e oque fazemos com eles eh o seguinte: Com os bracos cruzados (como se vc fosse se auto abracar) cada pessoa em volta da mesa segura uma ponta do Cracker; no sinal (geralmente rola uma “1,2,3 e ja!”) cada um puxa suas pontas e os crackers estouram (dai o nome “bombinha de natal”), e quem ficar com o lado grande ganha o presente!

Almoco de Natal da empresa com muitos Crackers na mesa

Eh um gesto simbolico, e geralmente dentro dos Crackers vem um brindezinho bem fuleiro, um bilhetinho com uma piada ou poema e o brinde principal, que sao as coroas de papel!

As coroas de papel no almoco de Natal

E sao essas coroas de papel que pra mim sao o simbolo maximo do Natal Britanico:  Ja comecando em Novembro, sempre que vc passa por um restaurante ou bar e ve as pessoas usando suas coroas de papel, pode saber que eh alguma celebracao natalina!

Outra tradicao que os Ingleses adoram eh o discurso de Natal da Rainha. (O discursso desse ano sera amanha, dia 25 as 3 da tarde na BBC1).

A tradicao que vemos ate hoje comecou durante a Segunda Guerra, quando a Rainha resolveu gravar uma mensagem de radio para a populacao, tentando animar os espiritos pos bombardeios. O resultado foi tao positivo, que ela continuou com seu discurso ano apos ano, ate hoje, varias decadas depois!

Quando fizemos o tour do Palacio de Buckingham ha uns meses atras, existe uma ala inteira dedicada a uma exposicao sobre a mensagem de Natal da Rainha: a primeira vez que a mensagem voi televisionada, a primeira mensagem em TV a cores, a primeira mensagem ao vivo, a primeira mensagem pela internet, etc, contando um pouco mais sobre como a historia do Imperio Britanico pode ser contada atravez da mansagem que a Rainha deu naquele ano.

Alem disso, algumas comidas tambem sao diferentes. Nao muitas, os Ingleses tambem comem Peru e presunto assado, mas a principal diferenca que eu vejo sao os “Christmas Puddings” que sao as sobremesas exclusivamente Natalinas.

O mais tradicional eh o “Christmas Pudding” propriamente dito. Um bolinho de frutas com calda de Conhaque que a grandissima maioria dos Ingleses a-do-ra. Muitos defendem que Natal soh eh Natal se tiver um Christmas Pudding na mesa!

Um outro costume que eu acho bem bonitinho, princiaplemte pra criancas sao os “Advent Calendars“, que sao uns calendarios que fazem uma contagem regressiva do mes de Dezembro – Cada dia do calendario conta um dia de Advento e entao acada dia o calendario te da de presente uma bala, um chocolate, um joguinho e afins…

As criancinhas Inglesas (e muitos adultos tambem!) adoram, e isso difunde aquela clima de Natal todo os dias durante Dezembro, e o auge eh a manha do dia 25 quando Jesus nasceu (e quando Papai Noel tras os presentes!) e o periodo de antecipacao acaba.

Por fim, outra tradicao que acho SUPER Britanica sao os cartoes de Natal, que ate ja virou post em outro ano!

Os Ingleses levam super a serio essa coisa de dar/mandar cartao de Natal, muitos deles entregue em maos.

Alguns dos cartoes que recebi esse ano

Todo ano recebo uma enxurrada de cartoes, que eu ateh acho simpatico, mas meu lado cinico continua achando um desperdico de papel, ja que muitas vezes os cartoes sao mandados soh por mandar. Eh diferente pra quem envia seus cartoes pra familiares, e amigos mais proximos, ,,,com uma cartinha, cheio de carinho e bons votos.

Oque nao gosto desse costume Ingles eh que a maioria dos cartoes nao dizem nada… Um “Feliz Natal” quando dado por algum Cristao, ou um “Feliz festas” quando dado por nao celebrantes. E ja presenciei conversas colorosas sobre gente que faz lista dos cartoes que recebe a cada ano e ficam chateaderrimos quando nao recebem cartao de alguem que ele mandaram cartao. Entao ja vi gente fazendo “lista negra” de quem merece ou nao cartao todos os anos! (baseado no recebmento ou nao de cartao daquela pessoa no ano anterior!)

Sera que esqueci mais alguma tradicao?

Para os leitores de “familia” Inglesa, oque mais voces fazem no Natal que eh diferente de suas familias “originais”?

Categorias: Natal, Tradicoes Inglesas, Vida na Inglaterra
18
07
Feb
2010
English Breakfast
Escrito por Adriana Miller

Uma das experiencias imperdiveis de Londres é comer um Full English Breakfast. Pode parecer meio exagerado e até nojento pro paladar mais “leve” brasileiro, mas o English Breakfast é uma “refeição” bem boa e tipicamente Inglesa!

É bem comum ver pubs e bares que servem “all day breakfast” (cafe da manha servido o dia todo) entao pra quem nao consegue se acostumar com a ideia de comer ovos fritos, linguiça, feijao de lata e batata rosti de manha cedo, pode encarar o PF na hora do almoço por exemplo!

Nao existe muita explicação historica do porque dessa mistureba ser tipica Inglesa, mas se parármos pra pensar na historia da Ilha, nao seria nada esperto pra um Ingles do seculo 16 acordar antes do sol nascer pra ir trabalhar no frio e chuva no campo/fazendo no meio do inverno e comer apenas umas frutas e queijo branco, certo? Quem conhece um pouco da historia medieval Britanica sabe que as coisas por aui nao eram nada facil ha uns seculos atras, e comidas pesadas eram a unica soulcao de sobrevivencia.

Nao pode faltar o cha com leite!

O Full English Breakfast do Aaron

E minha opção vegetariana!

Porem hoje em dia, a tradicao permanece e os Ingleses gostam de comer um full breakfast principalmente no fim de semana e é um otimo cura ressaca! Entao nao é nada surpreendente ver que os pubs ficam quase tao cheios num domingo de manha/brunch quanto numa sexta feira happy hour!

O English Breakfast mais comum consiste de ovos, salsicha e/ou bacon (que nao é o mesmo que o Americano – o bacon Ingles é mais “carnudo” em vez de ser apenas gordura frita), hash brown (tipo uma batata rosti , feijao branco (de lata), champignon e tomates assados.

No meu caso, geralmente peço a opcao vegetariana ou continental, que é um pouco mais leve e nao tem carne de porco…

Categorias: Conhecendo Londres, Dia a dia, Pub & Restaurantes, Tradicoes Inglesas, Vida na Inglaterra
24
23
Dec
2008
Cartoes de Natal
Escrito por Adriana Miller

Os INgleses adooooram um cartao de natal! Nao sei em outros paises tambem eh assim e eu que nunca reparei, mas lembro que desde o meu primeiro natal aqui em Londres fiquei impressionada com essa coisa de trocar cartoes.

E nao necessariamente os cartoes dizem alguma coisa… muitos tem apenas a assinatura do rementente, que denuncia a producao em massa.

Todo ano, quando comeco a receber meus cartoes fico naque de “ah… que legal, deveria ter manda uns tambem esse ano…”. mas depois que o 57o aterriza na minha mesa, e jah nao tenho mais espaco pra enfiar mais nada, e principalmente na hora de jogar tudo fora, dou gracas a deus que nao mandei caratao nenhum, Salvei umas arvores, meu tempo e meu dinheiro.

Concordo que o gesto eh legal, mas sei lah. A nao ser que vc realmente QUEIIRA desejar um feliz natal pra alguem, okay. Mas mandar por mandar, perde um pouco o sentido…

E como sempre, o natal em Londres me surpreende… Como boa Catolica-apostolica-romana nao praticante sei que o natal eh o nascimento de Jesus, paz na terra entre os homens e aquela coisa toda. E por mais que eu nao seja um modelo a ser seguido de cristianismo, respeito a data e seu significado REAL, e nao puramente comercio e presentes.

Sei lah. Por mais que adore decoracao de natal, montar a arevore, etc, tem alguma coisa dentro de mim que sempre se incomoda muito com o Natal, e a falta de importancia que a data virou.

Estou ateh feliz que esse ano vamos passar o natal sozinhos, sem familia nem ninguem, e nao ter que passar pelo ritual comer-ateh-cair e ter que adoraaaaar cada presente.

Estranho eu sei. mas sei lah.

Hoje presenciei o seguinte dialogo no escritorio, entre a fulana e o cicrano.

Fulana pergunta: Cicrano, voce nao vai me dar um cartao de nata?!

Cicrano responde: Nao. Eu nao comemoro natal.

Fulana: Como assim?! Por que nao???

Cicrano: Ue, porque ue sou HINDU! E voce tambem! Porque comemoraria natal?!

Fulana: Ah… sei lah… Eh verdade, esqueci. Ah, mas hoje em dia nao existe mais isso…natal eh epoca de comer muito e gastar muito! nao tem nada melhor!

Entao depois dessa fiquei depre.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Natal, Tradicoes Inglesas, Vida na Inglaterra
7
Página 1 de 212