01 Jul 2013
6 comentários

Giant’s Causeway e a estrada costeira da Irlanda do Norte

Irlanda (do Norte), Viagens

A cereja do bolo de qualquer viagem pra Irlanda do Norte é ver de perto a Giant’s Causeway – essa formação rochosa composta por mais de 40.000 colunas de basalto  em formato hexagonal, bem na pontinha norte da ilha.

De um lado esta a explicação geológica do fenômeno: uma erupção vulcânica ha mais de 60 milhões de anos atrás, que ao ser imediatamente esfriado pelo mar gelado do norte, se solidificou e “cristalizou”, dando o formato peculiar – e único! – as colunas.

De outro lado, e muito mais interessante esta a lenda Irlandesa-Escocesa, que também explica o nome (Giant’s Causeway significa “A ponte do Gigante”) dado ao local quando foi descoberto no século 17.

Segundo a tal da lenda, dois gigantes dominavam a Irlanda e a Escócia, separados penas pelo estreito Canal do Norte (que separa os dois países) e eram inimigos.

O gigante Irlandês desafiou o gigante Escocês, sem saber que na verdade ele era muito maior. Ao descobrir isso, a mulher do gigante Irlandês sugeriu que ele se disfarçasse de bebê – porém o gigante Escocês (que acreditou no “disfarce”) ficou assustado; afinal se o bebê era daquele tamanho, imagina então como seria o pai!

E quando fugiu de volta pra Escócia ele foi destruindo a tal da ponte, pra evitar que o super gigante Irlandês fosse atrás dele. E completando a lenda, a pequena ilha Escocesa Staffa também tem as mesmas colunas de basalto (afinal fizeram parte da mesma erupção vulcânica), que segundo a lenda, são pedaços da ponte que foi ficando pelo caminho.

E realmente é impressionante ver algo assim de perto! Não só pelo tamanho das colunas (algumas já gastas pelo tempo e bem pequenas, enquanto outras passam dos 28 metros de altura), mas principalmente pela precisão geométrica de cada coluna!

Mas o que gostei mesmo foi de chegar até lá!

Nós alugamos um carro (como contei aqui), se seguimos pelo caminho mais longo, pela estradinha costeira “Causeway Coastal Route”, que sobre de Belfast, pela costa leste da Ilha até o norte.

E a estrada é costeira MESMO, com dezenas de quilômetros beirando o mar do norte e sua paisagem dramática!

Foi tenso – afinal dirigir do lado contrário sempre leva um tempo pra se acostumar (já que não dirigimos aqui em Londres, então acabamos não tendo muita prática mesmo), principalmente numa estradinha estreita, de fila única e sem acostamento!

Então aproveitamos pra ir parando pelo caminho, dando uma folga pros nervos e pra Isabella, e ir curtindo as atrações e cidadezinhas no meio do caminha.

 

Volta e meia virávamos uma curva, dávamos de cara com uma paisagem estonteante e parávamos o carro!

Então demoramos mais de 3 horas pra chegar até lá (a estimativa “ponto A ao B” era de menos de 1 hora e meia)!

Mas paramos no castelo de Carrickfergus, logo depois que saímos de Belfast – não deu pra resistir o cenário do castelo medieval na beira do mar, de frente pro porto fofo!

E seguimos a recomendação do nosso hotel e paramos pra almoçar em Ballygally, bem na beira do (furioso!!) mar, no hotel “Ballygally Castle“, que por acaso estava servindo um Sunday Roast maravilhoso.

E por fim, paramos de novo pra tirar umas fotos já quase chegando em Glenariff, onde a estrada pára de beirar o mar, e passa a cortar o interior da ilha.

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

 

Adriana Miller
6 comentários
30 Jun 2013
7 comentários

Roteiro do Titanic em Belfast

Belfast, Irlanda (do Norte), Viagens

A tragédia do navio Titanic parece mesmo uma história saída das telas do cinema: o maior navio de todos os tempos, em sua viagem inaugural… e pimba! Afunda dias depois de zarpar do Sul da Inglaterra em direção a NY.

O que nem todo mundo sabe é que o Titanic foi construido nas docas de Belfast – cidade com muita tradição em construção naval.

E apesar da tragédia envolvida na história, a cidade soube aproveitar como ninguém esse acaso para seu proveito próprio.

Existem uma infinidade de tours ao redor da cidade mostrando algumas das particularidades da história e construção do navio, e ano passado a cidade finalmente inaugurou um gigantesco museu no porto de Belfast – exatamente onde o Titanic foi construído – contando a história, não só do navio, mas também da tradição Irlandesa na arte naval.

O novo museu fica localizado no “Tiatnic Quarter“, a área turística das docas, que depois da revitalização, inclui um museu de ciências e casa de shows (The Odissey), hotéis, museu naval e réplicas de navios históricos, além de possibilidade de descer nos hangares e docas de construção de navios (que continuam na ativa e construindo navios e cruzeiros até hoje).

Outra atração no Titanic Quarter é a antiga sede da empresa de design naval “Harland and Wolff”, que desenhou e idealizou o Titanic (entre muitos outros).

É possível visitar as áreas onde o navio foi projetado, e ver de perto algumas das plantas e blueprints originais (muito engraçado ver que tudo era escrito e desenhado a mão!!).

Pra quem curtir navios (e o Titanic, claro!) também é possível descer e passear na doca do Titanic, onde o navio foi integralmente construído e de onde zarpou pela primeira vez.

Titanic Quarter

Titanic House 6 Queens Rd,

Queen’s Island, Belfast BT3 9DT

(nós fomos bem cedo e ainda era possível comprar ingressos para o museu, mas nos recomendaram comprar com antecedência pela internet)

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

 

Adriana Miller
7 comentários
28 Jun 2013
8 comentários

Pubs Históricos de Belfast

Belfast, Irlanda (do Norte), Viagens

Ainda estou pra ver uma cidade no mundo que não tenha um Pub Irlandês pra chamar de seu! Então como evita-los quando estamos na Irlanda?!?! (seja a República ou do Norte!)

E realmente não tem como evitar: quando você menos espera a chuva e vento volta com toda força em Belfast, e quando vc sai correndo pra procurar um abrigo, pode ter uma certeza: naquela esquina tem um pub!!

Alguns são melhores ou piores, maiores ou menores, mas são tão integrais na história do país e da cidade quanto seus monumentos e praças.

Então enquanto passeávamos pela cidade, não pensamos duas vezes na hora de trocar um monumento ou atração ou outro só pra dar uma paradinho num pub!

Mas com tantas opções, como escolher os melhores? Fácil! Escolhemos os pubs históricos! Porque Guiness também é cultura!

O principal da cidade, apesar de não ser o mais antigo, é sem dúvida o mais bonito e impressionante: The Crown Liquor Saloon, data de 1880. O bar, que originalmente era o “Public House” da estação de trem de Belfast, tem 3 andares e é tão adornado e minuciosamente decorado, que em 1978 foi comprado pela National Trust Britânica (órgão que regulamenta monumentos nacionais) e hoje em dia é um patrimônio histórico do reino.

Loga na entrada você já se impressiona com o interior – o bar de madeira trabalhada, e cada mesa em seu booth individual!

O único problema? Qualquer outro pub no mundo será muito simples e sem graça depois de entrar no The Crown! (Ah! A comida servida no restaurante do segunda andar é divina!)

The Crown Liquor Saloon

46 Great Victoria St, Belfast, BT2 7BA

Já o mais antigo pub de Belfast é o McHugh’s, que tem quase 300 anos de história no mesmo endereço (bem ali atrás do relógio Albert Memorial), onde foi inaugurado em 1720.

O McHugh’s era o Public House que atendia a antiga região das docas de Belfast, e apesar das muitas reformas pelas quais já passou ao longo dos séculos, sua ultima renovação teve como objetivo restaurar parte de sua estrutura original (para manter o ar de “antigo”).

McHugh’s

29-31 Queen’s Square, Belfast BT1 3FG

Já o The Morning Star faz parte da história da cidade e do país: escondido na viela “Pottinger’s Entry” (que parece saído diretamente de um filme do Harry Potter!), nos arredores da High Street da cidade, era o pub que reunia jornalistas e ativistas políticos quando ainda era vizinho do antigo jornal “The Belfast Newsletter”, e assim como o Crown Saloon, esse pub posteriormente serviu como public house para a estação de ônibus da rota Dublin-Belfast.

The Morning Star

Pottingers Entry

Eu achei o “The Duke of York” (pertinho da Saint Anne’s Cathedral) o mais animado e original!

A decoração já não é a original (historicamente falando), mas suas paredes cobertas de porta copos, rótulos de bebidas, placas e imagens de todos os tipos até ofusca o bar de madeira maciça e os vidrais seculares do ambiente!

The Duke of York

7-11 Commercial Ct, Belfast BT1 2NB

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

 

Adriana Miller
8 comentários
Página 1 de 212