03
Jun
2010
Masada
Escrito por Adriana Miller

Um passeio a Masada nao estava nos nossos planos durante a viagem a Israel, e pra ser bem sincera eu nunca tinha ouvida falar sobre essa cidade, ateh que uns dias antes da nossa viagem, um amigo do Aaron recomendou que visitassemos o lugar.

Pra nossa surpresa, quando chegamos em Jerusalem, quase todos os passeios ao Mar Morto incluiam uma passadinha a Masada, entao porque nao?!

Masada eh o tipo do lugar que nem tem tanta coisa assim pra ver, e as ruinas estao bem mal conservadas, mas uma vez que voce conhece a historia do lugar o o significado que representa pra religiao Judaica, ai sim, tudo faz sentido e entemdemos porque aquelas ruinas atraem milhares de pessoas todos os anos.

Masada eh uma mini-cidade fortaleza, construida pela faccao “Sicarii” judaica, que eram os guerrilheiros de Jerusalem. Apos a destruicao do Segundo Templo pelos Romanos em 70d.c. os Sicarii fugiram para essa montanha no meio do deserto onde contruiram o forte e se recusaram a se render ao poder Romano.

Entao dentro da cidade eh possivel visitar as ruinas da estrutura construida por eles, e como era possivel sobreviver por tantos anos no meio do deserto, em situacoes sao adversas – sem agua, sem agricultura, nem nada. O ponto de referencia mais proximo eh o Mar Morto e as montanhas do deserto ao redor.

A cidade era composta de cistertas, armazens para comidas, pastos para animais e muitas armas. E deu certo. Por varios anos a cidade sobreviveu sem enfrentar grandes problemas contra os Romanos, que jah tinha dominado Jerusalem – de onde eles fugiram, pra salavar sua religiao e sua crenca.

Ateh que o Governador Romano Lucius Flavius Silva resolveu atacar a cidade, e levou seu exercito para o deserto, onde por anos os Romanos construiram seus acampamentos e cercaram a cidade, impedindo que os Sicarii saissem de Masada para mantimentos, agua, armas, etc.

Mas pro sua localizacao geografica, era simplesmente impossivel que o os Romanos atacassem a cidade – a cada tentativa, os Sicarri atacavam os Romanos de cima pra baixo e ganhavam de lavada.

Ateh que um belo dia Lucius Silva resolveu jogar sujo: escravizou centenas de escravos de guerra Judeus que entao comecaram a construir uma rampa (de terra e pedras) conectando o deserto a montanha – O Governador sabia que os Sicarii nao atacariam nem matariam outros judeus, e portanto eles sucederam em contruir a rampa e alcancar a cidade.

Mas oque realmente faz dessa historia tao magica, e dessa cidade tao significativa eh que na noite anterior ao ataque Romano, quando os Sicarii se deram conta que eles tinham perdido a batalha, eles organizaram um suicidio coletivo – pois preferiram tirar suas proprias vidas doque se entregar aos Romanos e abrir mao de sua feh.

Na manha seguinte, quando os Romanos finalmente invadiram o forte, encontraram toda populacao morta e tudo destruido. E essa “batalha” ficou pra sempre conhecida como a vergonha dos Romanos, que apesar de tudo nao tiveram a satizfacao de conquistar o povo Judeu.

Mas como disso, a cidade/fortaleza em si nao tem muita coisa pra ver nao, e sem um guia eh praticamente entender oque eh oque, oque significa oque. mas n total, passamos menos de 20 horas por lah, oque achei suficiente.

O dia estava um calor de MATAR, e lah de cima tinhamos a vista privilegiada do Mar Morto e do deserto da Jordania e jahe stavamos sedentos pra ir mergulhar no mar!!

Categorias: Israel, Palestina, Viagens
9
20
May
2010
Mar Morto
Escrito por Adriana Miller

O Mar Morto eh o ponto mais baixo da superficie do planeta terra, com suas margens a exatos 418 metros abaixo do nivel do mar. E se nao bastasse, ainda eh o mar mais salgado do mundo!

Antes de ir pra Isreal eu realmente nao sabia muito oque esperar sobre o pais, mas se uma coisa eu tinha certeza, era que queria mergulhar no Mar Morto!

Oque eu nao sabia eh que o mar eh “morto” porque na verdade sua composicao eh tao salgada, tao mineral que chega a ser venenosa, e portanto nenhum organismo sobrevive naquele tipo de ambiente. Mas por outro lado, o mar eh bem “vivo”, geologicamente falando…

Antes da nossa ida a “praia”, fizemos um outro passeio pela cidade de Massada (que vou contar em outro post) e de lah tinhamos a vista privilegiada do Mar Morto, inclusive o lado Jornaniano do “lago”. Lah de cima pudemos ver como a geologia do Mar Morto funciona, com cenas que parecem saidas de filmes de ficcao cientifica… aguas borbulhantes, cores radioativas, e varias coisas nada convidativas para um mergulhozinho….

Na verdade o mergulho no Mar Morto eh super controlado, e mesmo os viajantes independentes nao podem chegar lah num esquema “litoral da Bahia”, onde vc para o carro em qualquer canto e corre pra agua! Se voce fizer isso, eh capaz de nunca mais voltar….

Entao existem “praias” especificas onde turistas sao bem vindos e cuidadosamente supervisionados. Os salva-vidas estao em todos os cantos, e se vc se animar demais, logo logo vem alguem te chamar atencao.

As regrinhas sao bem especificas e devem ser seguidas a risca: nada de mergulhos nem pulos, nao submerger sua cabeca de jeito algum, muito cuidado com cortes, machucados e feridas (alias, raspar as pernas ou fazer a barba nao eh recomendado), e nunca, JAMAIS engolir nem beber a agua – os avisos estao em todos os cantos “se vc engolir a agua, avise IMEDIATAMENTE um salava vidas”.

E isso, porque oque faz do Mar Morto o segundo mar mais salgado do mundo eh sua composicao quimica. Alem de ter cerca de 10 vezes mais sal doque o Mediterraneo por exemplo (algo do tipo, o Mediterraneo tem 3% de sua composicao de sal, enquanto que o Mar Morto tem 35%!!), sua composicao nao eh apenas de cloreto de sodio, aquele sal que voce coloca na salada todos os dias, e sim varios outros bem esquisitos, e diz a lenda que se alguem beber um copo de agua do mar Morto, o desajuste quimico do organismo humano seria tao grande que poderia levar a morte!!

Mas tudo isso a parte,  nossa visita ao Mar Morto foi sem duvida nenhuma um dos highlights da viagem!! Sabe aquele dia divertido?!?!? Aquele dia que voce vai lembrar pra sempre e cada vez que penso naquela tarde fico com um sorriso no rosto…

Primeiro o lado ludico da coisa… Por causa dessa composicao salina esquisita, a densidade da agua eh diferente da agua de mar normal que estamos acostumados, e portanto o corpo humano FLUTUA. Nao eh exatamente boiar… eu fiz anos e anos de natacao e sei boiar muito bem, mas no Mar Morto, vc literalmente flutua!

Eh uma sensacao tao esquisita e engracada que chega a ser dificil! O Aaron coitado nao conseguia se cordenar nem manter o equilibrio um segundo e ficava rolando na agua que um um frango assado de padaria!! Se estivesse de costas, se desiquilibrava e virava de barriga pra baixo! Quando estava de barriga pra baixo, se desiquilibrava e virava de barriga pra cima. E assim sucessivamente… oque gerou incontrolaveis crises de risos, que consequentemente me faziam perder o equilibrio e ficar rodando tambem e assim uma coisa levava a outra! (oque resultou em alguns respingos de agua em minha boca, e acreditem, aquela parada eh FUNKY!!!)

Outra “atividade” muito legal de fazer no mar morto eh o banho de lama! Os Spas e lojas de cosmeticos do mundo todo cobram fortuuuunas por tratamentos de lama “original” do mar morto, quanto que por lah, eh tao simples quanto raspar o fundo do mar (algumas partes sao de areia, e outras partes sao bem pegajosas com a lama) e fazer a festa!

Dizem que eh otimo pra pele, neh? Com aqueles minerais todos e tal…. fizemos a festa!! E como levamos nossa camera a prova d’agua a farofada rolou solta dentro d’agua! Mas depois de uns minutos de lama na pele, mas aquela agua salgada dos diabos, mais o sol na nossa cabeca, a lama comecou a dar uma coceica e uma pinicacao, e acabei com uma leve alergia/reacao…. entao desisti de gastar meus Sheckles na lojinha da praia…

O tempo permitido na “praia” nao eh muito longo, por todos os motivos que falei acima, mas sinceramente eu teria ficado por lah, chorando de tanto rir e tirando fotos o dia todo!

E foi dificil conseguir limpar toda a lama depois, sem deixar cair agua nos olhos nem na boca… oque gerou mais gargalhadas… eu nao conseguia limpar minha testa por nada desse mundo (a lama COLOU) e o Aaron nao acertava o proprio nariz… Ateh porque neh, eu tenho “A” testa Nascimento e o Aaron tem “O” nariz Miller… entao realmente essas partes demandam mais lama, oque dificulta a limpeza (coitado dos nossos filhos…!)… Serio, nao dah pra descrever o tanto que nos divertimos esse dia!

Nos fizemos um day trip ao Mar Morto que incluiu um tour por Massada e um outro tour pela Palestina e Jerico – que depois vou contando com calma… (e foi reservado e organizado por lah mesmo, direto no nosso albergue).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Israel, Jerusalém, Palestina, Viagens
32