08
Dec
2010
Zurique
Escrito por Adriana Miller

A primeira coisa que me passava pela cabeca quando pensava em Zurique era a imagem de capital financeira da Europa e os famosos bancos Suicos. Afinal, foram tantos filmes, novelas, seriados e livros onde o vilao mandava todo seu dinheiro para uma “conta na Suica”. E isso tambem faz de Zurique a maior e uma das mais importantes cidades do pais.


Mas em se tratando de Suica, como eh de se imaginar, mesmo a maior cidade, ainda eh bem pequena, facil de andar e com pinta de vilarejo das montanhas.

Entao ha uns meses atras quando a mae do Aaron veio no visitar, a conversa invariavelmente tomou o rumo das viagens, e naquele momento nao tinhamos planejado/decidido a viagem para Zurique.
Porem eu e minha sogra compartilhamos uma paixao por decoracoes de natal, e quando eu disse que esse ano gostaria de ir novamente a um mercado de natal em algum pais “germanico” ela logo se animou de ir junto! Para completar, ela tem descendencia Suica por parte da mae (o bisavo do Aaron era Suico da regiao Alema dos Alpes), e sempre teve vontade de conhecer o pais. E entao ficou decidido! Ela voltaria para nos visitar em Novembro e nos iriamos todos juntos para a Suica, e de quebra ela iria contecer um autentico mercado de Natal germanico!


Zurique foi a opcao mais obvia apenas porque eh facil de chegar. Voamos EasyJet direto para o aeroporto do centro da cidade, com um preco bem razoavel (ainda mais se tratando da Suica onde TUDO eh tao absurdamente caro… entao a passagem de aviao foi uma barganha em comparacao com todo o resto do pais!). Mas ao mesmo tempo, Zurique esta longe de ser das cidades mais charmozinhas da Suica.


Mas convenhamos que soh mesmo uma pais como a Suica pode se dar ao luxo de considerar que uma cidade como Zurique eh feia e sem atrativos! Pois na realidade, Zurique podeira ter saido de qualquer pagina de conto de fadas – e coberta de neve entao ficou ainda mais bonita!


Pensa soh: Zurique esta aos pes do Alpes Suicos, no lado Alemao do pais, com as montanhas ao redor contanstemente cobertas de neve e o rio Limmat descendo as montanhas, cortando a cidade em duas partes e se abrindo num lado enorme no centro da cidade.


Um de seus principais cartao postais sao as torres gemeas da catedral Grossmünster e o predio Rathus, onde fica a prefeitura. Suas ruas principais sao rodeadas de casinhas de arquitetura alpina, com jeito de chale de esqui, mas ao mesmo tempo que ruas como a Bannhofstrasse e Niederdorf sao endereco de algunas das marcas mais caras e exclusivas do mundo.


Zurique eh uma cidade que foi feita para andar a pe, e se pode facilmente cruzar a cidade de ponta a ponta (da estacao de trem ao lago) em menos de meia hora. E esse foi justamente nosso principal desafio!


Afinal, como aproveitar uma cidade quando a temperatura media esta na casa dos -8 graus centigrados!?! (e marcando -12 depois que o sol baixou!)


Entao nossos passeios eram intercalados com pit stops em cafeterias, casas de cha, lojas e afins ate que todos os dedos se descongelassem, e pudessemos voltar pras ruas! Isso sem contar os escorregoes e sustos nas calcadas cobertas de gelo e degraus e desniveis escondidos pela neve!


Mas tentamos aproveitar o maximo possivel da situacao.
Definitivamente o frio e a escuridao atrapalham demais qualquer viagem e passeio (por isso muitas vezes desaconselho viagens para o norte da Europa durante os meses de inverno), mas por outro lado a neve e o gelo que pegamos esse fim de semana apenas contribuiram para deixar tudo ainda mais fascinante!


As casinhas/chalets com os telhados cobertos de neve…
As fontes e chafarizes congelados…
Os jardins cobertos de neve branquinha…
As placas de gelo flutuando no lago….

Nosso principal objetivo da viagem era o mercado de natal, que em Zurique acontece dentro da estacao de trem central – a pesar de aberta e portanto igualmente fria, pelo menos nao nevou na feira!

Em comparacao com outras feiras de natal que ja fui na Alemanha e Austria, a feira de Zurique deixou bastante a desejar… mas por outro lado, a decoracao do mercado superou todas as expectativas!

No vao central da estacao tinha uma arvore de natal, um pinheiro natural, de 15 metros de altura e inteiramente e totalmente decorado e coberto de enfeites e penduricalhos feitos em cristal Swarovski!!

E pronto! Nao precisava de mais nada! Os focos de luz foram direcionados para a arvore e o reflexo colorido dos cristais refletiam nas paredes da estacao e no teto das barraquinhas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Mercados de Natal, Suica, Viagens, Zurique
48