07
Jan
2009
Cruzando a penisula da Tailandia: de Phangan a Phuket
Escrito por Adriana Miller

Finalmente chegamos em Phuket, extamente 5 horas antes do nosso voo pra Malasia.

O dia comecou hoje antes mesmo do sol nascer, quando fomos pro porto de Tong Sala em Pangham as 6 da manha. O ferry da unica empresa que faz o trajeto (Songsern) eh meio assustador, e o fato de que todos os coletes salva vidas jah estavam nos esperando nas poltronas nao colaborou muito…

Eu aguento bem qualquer tipo de viagem, MENOS de barco, e passo mal de ficar esverdeada, entao conseguimos “subornar” o tiozinho do barco pra entrar na cabine onde tinha ar condicionado, tv e poltronas confortaveis…
Mas ate que a viagem de barco foi bem mais tranquila doque imaginei; o mar estava super calmo, e em pouco mais de 3 horas chegamos em Suratthani, onde um onibus nos esperava.

Eh engracado viajar nesses “pacotes” pela Tailandia, pois no geral as pessoas aqui soh falam um ingles bem basico pra te vender alguma coisa. Entao a “tecnica” que eles usam pra organizar os turistas eh por etiquetas na sua camisa. Cada etapa da viagem vao te dando um adesivinho de cores diferentes, com codigos diferentes. Assim, sabendo qual grupo/passeio/trecho voce paretence, eles vao te guiando como gado pro lugar certo.
Eh meio caotico, mas definitivamente dah certo…

Em Suratthani fomos todos encaminhados pra um onibus, por mais uma hora, e que parou no meio do nada e mandou todo mundo que estava indo pra Phuket descer.
E aquela coisa de sempre. Voce nao sabe oque esta acontecendo, ninguem sabe te explicar, mas olham pro seu adesivo e vao te encaminhando pro lugar certo.

Suratthani eh um porto de chegada de todas as ilhas na costa leste da Tailandia, com onibus esperando turistas que vao pra tudo quanto eh canto do pais.

Pra Phuket soh tinha nos dois, um italiano e 3 poloneses, entao cancelaram o onibus e nos colocaram na cacamba de uma pickup!! Nos 6 nos entreolhavamos como quem diz “eh isso mesmo…? Mais 5 horas de estrada NISSO?!?”.


Mas acabamos fazendo um acordo com um motorista de um taxi coletivo que nos levaria diretamente pro aeroporto de Phuket por 300 Baht por pessoa (+- 10 dolares, para uma viagem de uns 300 km).

O Aaron ficou o tempo todo brincando que se Stephen King estivesse viajando com a gente, essa “mochilada” seria perfeita pra um filme de terror…!!

Mas acabou que a viagem foi bem tranquila, apesar do calor…

As estradas na Tailandia sao incrivelmente bem cuidadas, sem buracos e boa sinalizacao (se vc entende Tai, logico). E aquela paisagem “tropical” estilo avenida Brasil: as lojinhas de estatua de jardim, de frutas, casas simples.
Muitas palmeiras e coqueirais e bananais.

Chegar em Phuket foi diferente doque imaginava. A ilha eh uma das maiores da Tailandia, e esta a penas alguns metros de distancia do continente, entao uma ponte faz a conexao. Alem disso, ao contrario das outras ilhas pelas quais passamos, Phuket eh cidade grande, com predios, estradas, onibus etc.
E o aeroporto eh grande o suficiente pra nos manter entretidos por 5 horas!!

 

Categorias: Koh Phangan, Lua de mel, Malasia, Phuket, Tailandia, Viagens
10
07
Jan
2009
Ko Panghan
Escrito por Adriana Miller

Ko Panghan foi sem duvida a decisao mais acertada ateh agora nessa viagem!
Um paraiso que teriamos desperdicado se nao fosse a confusao dos voos ha uns dias atras.

Quando ainda estavamos planejando a viagem, bateu aquela duvida de sempre, de como decidir entre varios lugares paradisiacos.
A unica que eu realmente queria ir era Ko Phi Phi, e como eh na baia de Phuket (que eu nao queria ficar de jeito nenhum!) Facilitava o resto da viagen jah que Phuket tem muitos voos internacionais.

Jah o Aaron tem varios amigos que jah foram a Ko Samui, alem de que Samui tem um aeroporto que fica a um pouco mais de uma hora de voo de Bangkok. Oque tambem facilitava. Entao meio que optamos pela praticidade da coisa, em vez de nao preocupar muito sobre o lugar em si.
Pensamos: se eh na Tailandia, soh pode ser o paraiso, certo?

Errado!

Ko Samui, assim como Phuket (que se nao me engano sao as duas maiores ilhas do pais), sao grandes o suficiente pra oferecer varas comodiades da vida moderna, como aeroportos, conecoes de transporte, uma variedade infinita de hoteis etc. Porem isso tudo tras um monte outras coisas nao tao legais como sujeira, poluicao, engarrafamento, conglomerados turisticos etc.

Descontando todo desastre do tempo ruim que pegamos, ainda assim ficamos decepcionados com Ko Samui. Ao mesmo tempo que foi bom tomar um frapuccino no Starbucks no meio da tarde em Chaweng, tambem nos fez pensar: nao foi pra isso que cruzei o mundo…

Hoteis um em cima do outro, estradas, McDonalds, vendedores ambulantes nas praias…
Isso tudo gera dinheiro e empregos pra populacao local, mas esta deixando marcas terriveis.
Ouvimos de varios amigos que Ko Samui era meio caido, perdendo o charme da Tailandia, causado pelo turismo nao planejado (que concordo em genero, numero e grau). Mas eh o tipo da coisa que pagamos pra ver.

Entao ao desembarcar em Ko Pangham, foi aquele alivio!
Apesar da ilha tambem ser bem grandinha (geograficamente falando), ela nos foi descrita como “a Tailandia de 10 anos atras”, e adorei!!
Pra comecar, pela infraestrutura. Existem pouquissimas estradas de asfalto, e a maioria das praias tem dificil acesso, por estrada de barro.
A ilha nao tem onibus nem taxi. Entao os meios de transporte sao as motos e os taxis improvisados, que na verdade sao pick ups com bancos na cacamba.
Rola a maior mafia dos taxis na ilha, entao por mais que vc tente negociar o preco de ponto A ao ponto B, nunca vai ser muito baixo, pois os motoristas tem que pagar “pedagios” para uma pessoa parada no meio da estrada recolhendo dinheiro em “sua” regiao.
Por isso tambem, todos os taxis sao coletivos. Os motoristas vao entulhando quantas pessoas e quantas malas couberem; assim o lucro deles eh maior, e o custo do turista eh mais baixo.

Outra coisa mais aparente em Ko Pangham, eh que ainda eh uma ilha de mochileiros, e bem mais jovem e descolada que Samui. Definitivamente nao foi feita pra malas de rodinhas (jah estava arrependida antes, que quando chegamos foi foi a consagracao trofeu abacaxi final!), e pra se dar bem, vc tem que estar disposto a abdicar de certas comodidades.
Entao eh raro ver familias ou pessoas que aparentam ter muito mais de 30 anos…

Logicamente a fama de festeira da ilha (que eh sede da Full Moon Party, a rave mais famosa do mundo! Perdemos a lua cheia por 3 dias…) Contribui pra atracao de gente jovem, entao agora praticamente toda semana rola uma festa da “lua” diferente…

Mas mesmo que balada nao seja sua praia, sempre tem um cantinho sossegado…
A praia que ficamos eh simplesmente indescritivel, e de uma paz e tranquilidade tremenda, mas ainda perto o suficiente do agito, caso mudassemos de ideia…!!

Muita gente que vai pra Panghan aluga motos e lambretas, achando que assim vao conseguir se locomover mais facilmente, mas as estradas sao tao precarias, que presenciamos varios acidentes, e vimos MUITA gente machucada, ralada, queimada, etc (ainda que nada serio, mas o suficiente pra estragar suas ferias).
Entao minha dica eh pensar bem onde voce que ficar e que tipo/estilo de ferias quer ter. Uma vez decidido, escolha a praia que seja a seu gosto, um hotel e fique por lah.

Recomendo (e muito) o hotel que ficamos: “CocoHut resort & spa” que fica na pontinha sul de Raad Rin, no lado oeste da penisula. A 5 minutos da agitacao, mas numa praia semi particular sensacional (a praia eh dividida com outro hotel). O CocoHut atende a todos os gostos. Tem acomodacao bem baratinha pros mochileiros, quartos normais, bungalows com vista pra montanha ou mar (ficamos num “Senior Bungalow”), e ate vilas ultra chique, na beira da areia e com piscina particular.
Isso sem falar no spa, que eh de outro mundo!!

Entao definitivamente vale a pena “gastar” 1 hora a mais da sua viagem pra ir ateh Ko Panghan. Dependendo da hora do seu voo pra Ko Samui, existem ateh transfers direto do aeroporto pra ilha, deixando a viagem ainda mais pratica.

Se sua viagem for mochilando com orcamento apartado, voce tambem pode comprar os pacotoes de “joint ticket” de Bangkok ate Panghan diretamente, ou de varios outros lugares no pais (as empresas que fazem o trajeto sao Lampraya e Songsern).

 

Categorias: Koh Phangan, Lua de mel, Tailandia, Viagens
2
06
Jan
2009
Ko Tao e Ko Nang-Yuan
Escrito por Adriana Miller

Hoje fizemos um passeio de barco por Ko Tao e Ko Nang-yuan, que sao considerados o paraiso na terra aqui por essas bandas.

Ko Tao eh uma ilha menor que Ko Panghan (onde estamos hospedados), e tambem faz parte do arquipelago de Ko Samui, ficando a apenas meia hora de barco de Pangham.

Fizemos um passeio organizado, que eh a melhor maneira de fazer esse tipo de passeio na Tailandia. Existem apenas uma meia duzia de operadoras que fazem as rotas mais turisticas de onibus, trem e barcos, entao TODAS as agencias de viagem do pais vendem extamente a mesma coisa. Mesmo pacote, mesmo servico, mesmo preco. Eh um cartel assumido e descarado, onde ao contrario de tudo nesse pais, nao rola negociacoes. Se voce por acaso achar que esta se dando super bem pq arrumou um negocia da China, eh furada na certa. Ouvimos varias historias tragicas….

Alem disso, as agencias estao em todos os cantos de qualquer cidade, e todos os hoteis tem uma mini agencia que podem organizar tudo pra voce.

Mas enfim. O dia amanheceu simplesmente sensacional, e depois e pegar o taxi coletivo (conto mais disso depois) com varios bebados Suecos (ou seriam Noruegueses? Os escandinavos sao todos iguais…) Embarcamos no catamaran da empresa Lompraya em direcao a Ko Tao.

O barco era otimo, confortavel, com ar condicionado, bar, video etc, mas a viagem durou apenas 30 minutos.

A primeira parada foi Ko Tao, que em Tailandes significa “ilha da tartaruga”, por causa da quantidade de tartarugas marinhas na regiao. A ilha eh considerada area de preservacao ambiental, entao os barcos de turismo nao podem chegar mais que X metros da costa, e todos os mergulhadores tem que usar colete salva vidas na agua, justamente pra evitar que ninguem afunde o suficiente pra encostar nos corais. Nao se pode encostar em nada, nem fica em peh no fundo do mar, e nem sequer usar peh de pato, pra ninguem ficar dando patadas nos corais.

O lugar eh simplesmente maravilhoso, e o barco nos deixou extamente em cima de uma formacao de corais LOTADA de peixes e corais das mais variadas formas, cores, tamanhos, etc. Levamos a maquina a prova d’agua e foi a coisa mais divertida!!!

Depois de mergulhar em volta de Ko Tao por algumas horas, fomos para a ilha Ko Nang-Yuan.

Ko Nang-Yuan eh um parque marinho, que nao permite pernoites, nao permite barcos depois das 5 da tarde; nao se pode entrar na reserva com garrafas ou sacolas de plastico nem latas, e pra entrar os visitantes tem que pagar 100 Baht (+- 3 dolares) para o fundo de preservacao da reserva.

Todas as fotos que vimos eram sensacionais, mas sabe como folhete turistico eh, neh?

Bem, pela primeira vez na vida, quando chegamos lah nos demos conta de que o folheto, e todas as fotos que vimos nao fazem justica a maravilha que eh o lugar!!!

Ko Nang-Yuan eh na verdade formada por 3 mini ilhas, uma do lado da outra, mas as correntes marinhas formaram 2 bancos de areia que conectam as 3, entao eh possivel andar entre elas. E por isso, a formacao de corais, a temperatura da agua e a vida marinha da area sao sensacionais!!!

Soh vendo pra acreditar naquele lugar… Enquanto escalavamos o morrinho de uma das ilhas pra ter uma vista mais geral do alto, o Aaron, que estava TAO maravilhado, olhou pra mim e disse: “aproveita esse momento, porque provavelmente nunca mais em nossas vidas iremos numa praia que seja tao maravilhosa e paradisiaca quanto essa ilha. Qualquer outro lugar sera decepcionante”.
E o pior eh que ele tem toda a razao!!!

Eu posso escrever o quanto quiser, mas seria impossivel descrver o lugar… Vou deixar minhas fotos falarem por mim…

E quando voltamos ao nosso hotel, fomos recepcionados pelo por do sol mais maravilhoso do mundo!!!
Como a praia do nosso hotel eh virada pro lado oetste da baia, a praia tambem eh conhecida como “praia do por do sol”, mas ateh hoje o dia nao tinha ficado aberto o suficiente ateh o fim do dia para nos proporcionar esse visual.

Para fechar nossa ultima noite com chave de ouro, fizemos um tratamento perfeito do spa do resort, com direito a sauna a vapor aromatica, massagem com oleos essenciais quente, cha verde, massagem nos pes etc.

Literalmente um daqueles dias que serao inesqueciveis!!

 

Categorias: Ko Tao, Koh Phangan, Lua de mel, Tailandia, Viagens
8
05
Jan
2009
Koh Pang-Han: chegamos no paraiso!
Escrito por Adriana Miller

Bem, como dizem por ai: ha males que vem pra bem!!
Finalmente chegamos no paraiso que imaginavamos!! E quanto mais olhamos em volta, mais nos perguntamos porque ficamos tanto tempo em Ko Samui (se bem que com a chuva que estava nao tinhamos muita alternativa…)!!

Estamos num resort que fica na ponta sul de Raad Rin, que eh a penisula da festa Full Moon party, porem longe o suficiente da bagunca, pois temos uma praia particular soh pra gente!

Isso aqui eh simplesmente inacreditavel!!!
A agua eh tao transparente que parece agua mineral. A areia eh tao “talco” que chega a ser irritante pois gruda em tudo; nao tem nenhuma onda sequer, e eh daquelas que vc pode andar por metros e metros e metros e nao fica fundo nunca…

 

 

 

 
Se existe um paraiso, de fato eh isso aqui!!!
Dsede ontem nao fizemos nada que nao envolvesse agua, areia, piscina, comida e bebida.
Cansativo…

E o bom mesmo foi ver na tv hoje de manha que o tempo na costa oeste esta pessimo, entao escapamos de mais uns dias de chuva em Ko phi phi. E isso, eh priceless!

Bem, nem vou gastar muito tempo escrevendo porque preciso catch up no meu bronzeado!

 

Categorias: Koh Phangan, Lua de mel, Tailandia, Viagens
0
04
Jan
2009
Mudanca de planos…
Escrito por Adriana Miller

Nosso ultimo dia em comecou bem: sem chuva!!!
Nao estava sol, como a noite estrelada prometeu, mas estava um mormaco otimo, e desistimos dos nossos planos do dia (de fazer outros passeios pela ilha) pra ficar no Lipa Lovely.

O dia foi maravilhoso, e ateh vimos pedacinhos de ceu azul…
Mas finalmente aproveitamos a praia, e passamos horas na piscina (pelo menos jah nao volto pra UK com a mesma cor de papel!!!), e aproveitamos o (mini) por do sol pra fazer massagens na beira da praia…

Porem a noite, a caminho do jantar resolvemos double check nosso voo pra Phuket e ferry pra Ko Phi Phi.
Entao o Aaron me pergunta: “ve ai no seu BlackBerry que dia mesmo eh hoje?”
OH MY FU$%&}¥ING GOD!!!!
Perdemos o voo!!!
Eh uma longa historia, mas basicamente os voos estavam certos, mas as datas de check in e check out dos hoteis estava trocado.

Nessa viagem toda o Aaron quis ser o “responsavel” por nossos planos. Uma coisa meio macho provedor eu acho…
Eu sou super piscotica com planos de viagem e sei tudo na ponta de lingua, mas dessa vez resolvi relaxar e deixei ele tomar as redeas.
Mas mesmo assim, perguntei umas 37 vezez nos ultimos 3 dias sobre nosso voo…

Pois bem, ligamos pra Expedia, ligamos pra Bangkok Air, e nada. Nao ha um UNICO voo que nos tire dessa ilha nos proximos dias!!! E temos um voo pra Malasia, que sai de Phuket daqui a 3 dias…

Rolou um desespero, mas abri meu Lonely Planet como se nao houvesse um amanha e comecei a ler todas as possiveis ideias de como sair daqui.
A unica opcao era pegar um ferry de volta pro continente, e de lah um onibus. E depois um outro ferry. O problema eh que isso significaria apenas 1 dia em Ko phi phi. E a previsao era de chuva…

Entao pra que esse perrengue todo pra pegar mais chuva??

Resolvemos ficar por essas bandas, e ir pra Phuket soh no dia de pegar nosso voo mesmo.
Mas vamos mudar de ilha, e daqui a uns minutos estaremos embarcando num ferry que nos levara pra Koh Panghan, que faz parte do arquipelago da Ko Samui, e eh a ilha das famosas “full moon party”.
Conseguimos achar um hotel legalzinho, na beira da praia, e lah passaremos os proximos dias.

Ah!! E hoje amanheceu SOL!!! Ceu azul turquesa e agua cristalina!!!

Entao acabou que essa confusao toda foi uma grande sorte!!!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Koh Phangan, Koh Samui, Lua de mel, Perrengues, Tailandia, Viagens
6