13 Oct 2017
3 comentários

Aberdeen – Escocia

Aberdeen, Dicas de Viagens, Escocia, Europa

Aberdeen eh uma cidade na costa noroeste da Escocia, e que definitivamente esta fora dos roeiros turisticos. Pode ate nao parecer, mas a Escocia eh um dos lugares mais bonitos da Europa, e entre tanta historia e paisagens exuberantes, uma ou outra cidade acabam ficando de lado.

Mas assim que me pareceu uma oportunidade de conhecer a cidade, nao pensei duas vezes!

Aproveitei um evento de trabalho e consegui esticar 1 tarde e 1 manha na cidade, o que ja foi suficiente pra ver bastante coisa!

Mas se voce esta planejando uma viagem pra la, dedique pelo menos uns 3 dias a Aberdeen e arredores, vai por mim!

Na minha primeira tarde pela cidade, fiquei apenas pelo centro da cidade “nova”, nos arredore da Union Street.

Comei meu roteiro pelo Marischal College, um dos simbolos da cidade. O edificio pertence a Universidade de Aberdeen, mas hoje em dia eh a seda do governo municiapl da cidade, e portanto nao eh possivel visitar por dentro.

Mas mesmo assim, vale a passadinha pra ver por fora!

O predio foi construido em 1835 (mas o college propriamente dito eh de 1593!), e eh a segunda maior construcao do mundo feita em granito solido  (que aliais eh a marca registrada da cidade!) e tem um estilo que lembra bastante o Parlamento Britanico, com sua torre principal e columas pontudas.

A Union Street eh o coracao da cidade “nova” de Aberdeen, sendo a principal avenida, e otimo ponto de partida. Ali por perto estao varios centros comerciais (mini shoppings espalhados pela cidade), e muitos edificios impressionantes.

Apesar da arquitetura imponente, a maioria das construcoes historicas da Union Street hoje dia sediam empresas e instituicoes, com pouca informacao sobre sua historia e arquitetura, como por exemplo o Castelo do Salvation Army, a praca do Mercat Cross (que era o “ponto central” da cidade no seculo 12, e representava o direito da cidade de comercializar suas mercadorias), e a impressionante torre do Town House de Aberdeen, que simbolozou o auge da industria de extracao de granito na cidade no seculo 18.

Mas o que eu queria conhecer mesmo era a parte antiga da cidade, a Old Aberdeen!

A cidade antiga cresceu e se desenvolveu durante o seculo 15, nos arredores da King’s College da Universidade de Aberdeem que foi fundade em 1495.

A capela da Universidade eh uma das igrejas mais autenticas e diferentes que eu ja vi, pois a torre da igreja eh em formato de um coroa de Rei!

Como ninguem tinha pensado nisso antes, ne? Se eu fosse Rei (ou Rainha, no caso) e construisse minha propria Universidade e capela, eu teria feito exatamente a mesma coisa!

E se por um segundo voce se sentir num cenario da Disney, a culpa eh das torres do Portao de Powis (Powis Gate)!

Na verdade as colunas do portao sao em estilo Turco (imitando os minaretes das Mesquitas de Constantinopla).

Hoje em dia o portao tambem pertence a Universidade de Aberdeen, mas quando foi construido em 1800 e pouco, ele demarcava a entrada da residencia de uma familia nobre da regiao, que mandou construir as torres para comemorar a abolicao da escravatura nas colonias Britanicas da Jamaica.

E ali pelas ruas de Old Aberdeen eh que fica bem aparente porque a Aberdeen eh conhecida como a “cidade de granito”, pois realmente todas as casas, e construcoes tem a mesma caractristica e estilo, sempre feitas de granito escuro, que da todo um caracter a mais na cidade!

As casinhas e cafes da High Street sao uma graca, e nos leva ate a Antiga Town House de Aberdeen, que ja foi a antiga prefeitura da cidade.

E bem ali em frente da Town House fica o St Machar Bar, que apesar de nem ser tao antigo assim (para padrao de Aberdeen!), esse pub eh um classico da cidade, e um otimo representante da alma de cidade universitaria que Aberdeen tem! Mas ele eh um pub um pouco diferente, pois estando no norte da Escocia, eles servem apenas 4 tipos de cerveja…. porem 150 tipos de Whisky Escoces! #ParaOsFortes

Entao depois de perambular pela cidade e suas ruelas por algumas horas, eu voltei em direcao a parte “nova” de Aberdeen, mas nao resisti e dei uma escapada ate a praia!

O dia estava um gelo e com muito vento (como eh normal na Escocia), mas com um ceu azul e sol incriveis (coisa rara na Escocia), entao na esisti e quis ir bem rapidinho ver de perto como seria uma praia do mar do norte!

E nap eh que tem cara de praia mesmo! Juro que esperava uma “areia” de pedrinhas (como eh comum no sul da Inglaterra e Mediterraneo), e nao quilometros e mais quilometros de praia de mar aberto com areia fina de verdade!

Obvio que em pleno Outubro nao tinha ninguem na praia (sera que alguem vai a praia por la? Mesmo no verao?), mas valeu demais o passeio!

Pra quem nao sabe, Aberdeen esta geograficamente “de frente” para a costa sul da Noruega, separados pelo Mar do Norte, entao eh um cidade costeira, “de praia”, com uma fortissima industria de pesca e de exploracao de oleo e gas.

 

Aberdeen na pratica:

O aeroporto de Aberdeen fica a cerca de 20 minutos do centro da cidade, e eh muito bem servido de voos vindos de Londres e outras cidades Inglesas, assim como varias capitais Europeias e Escandinavas.

Mas a cidade tambem pode ser facilmente acessada de trem a partir de Edinburgo ou Glasgow.

Eu fiquei hospedada no Hilton Garden Inn, bem no centro da cidade, com facilimo acesso tanto para a cidade “nova” quanto a “antiga”, pertissimo de muitos pubs, restaurantes e dois dos principaos shoppings da cidade (um deles, bem do outro lado da rua!). Adorei a localizacao, o servico e o conforto do quarto!

 

E tambem aproveitei a viagem sem muitos compromissos e fiz um vlog sobre o meu dia por la!

(Caso voce ainda nao acompanhe meu canal do YouTube, fica aqui a dica pois tenho postado bastante coisa legal por la!)

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
3 comentários
27 Sep 2017
4 comentários

Passeio Bate e volta de Londres: Ely, Cambridgeshire

Cambridge, Day Trip, Ely, Europa, Inglaterra, Viagens pelo UK

Uns dias atras minha sogra veio nos visitar em Londres, e queria aproveitar o fim de semana para fazer alguma coisa nova e diferente por aqui. Depois de tantos anos de visitas a Londres ela queria conhecer algum lugar novo, alguma coisa que não fosse turística.

Então prontamente pedi recomendações a algumas amigas Inglesas: Na opinião delas, que nasceram e cresceram aqui, quais seriam algumas das cidadezinhas mais bonitas e fofas na Inglaterra, que pudessem ser facilmente visitadas num bate e volta a partir de Londres.

Uma das sugestões unanimas foi Ely – uma cidadezinha no condado de Cambridge, que confesso que até então eu nunca tinha ouvido falar!

Então o fim de semana chegou trazendo um clima maravilhoso, e não pensamos duas vezes e corremos pra estacão de trem em direção a Ely (se pronuncia “Íli”).

A atracão principal da cidade é sua Catedral, a segunda maior da Inglaterra, e com uma torre octogonal que pode ser vista ha quilômetros de distancia.

A Catedral também esta entre as mais antigas do Reino, e sua fundação data de 673 d.c., sendo que a construção atual foi finalizada em apenas em 1083!

Ou seja, mesmo a versão “moderna” da catedral já tem quase mil anos!

Mas apesar de ser relativamente desconhecida entre turistas, a Catedral de Ely é a joia da Coroa nas produções de TV e cinema no Reino Unido, servindo como cenário para filmes e series de TV, fazendo as vezes da Abadia de Westminster.

Então se você é fã do seria The Crown do Netflix, foi  la em Ely que foram filmadas as cenas da coroação da Rainha Elisabeth, e também as cenas de seu casamento com o Príncipe Philip.

Ely tambem foi cenario do filme ‘”The King’s Speech”, onde foram filmadas as cenas da coroação do Rei George VI, e também filmes de época como “Elisabeth: the golden age” e “The other Boleyn girl”.

Mas além da catedral, Ely como um todo é uma fofura, principalmente na beirada do rio Cam, que tem uma “orla” na beirada da cidade, com muitos parques e jardins, pontes pitorescas e pubs e restaurantes na beira da água do rio.

E ainda demos sorte de pegar um dia lindo de sol e outono, e passamos a maior parte do nosso dia andando pela beira do Rio, assistindo as casas-barcos navegarem pra cima e pra baixo e comendo nos pubs da área.

 

Ely na pratica:

Ely fica a cerca de 1:10 de distancia de Londres, com trens saindo diretamente da estacao de Kings Cross (na mesma linha que vai para Cambridge – Ely fica duas estacoes depois de Cambridge).

Chegando lá, o centro da cidade fica a cerca de 10 minutos andando da estacão, e todo o resto da cidade pode ser explorado a pé!

A entrada na catedral é grátis, e é possível fazer alguns passeios guiados nas torres.

Ely também seria uma ótima opção de passeio para uma esticadinha a partir de Cambridge!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Nos Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
4 comentários
25 Sep 2017
0 Comentários

Dicas para aproveitar melhor a Disney Paris

Baby Everywhere, Dicas de Viagens, Disneylandia Paris, França, Viajando com crianças

Apesar de ja ter feito um post com algumas dicas sobre a Disney Paris com bebes, e um video la no canal do YouTube com umas dicas generalizadas sobre a Euro Disney e o que eu levei na mala da viagem, eu achei que valia a pena escrever um post mais geral, reunindo todas as dicas num lugar so, aqui no blog tambem, para facilitar a busca.

 

Sapato confortavel

Isos pra mim eh o principal. Nao so na Disney, mas na maioria absoluta de minhas viagens, eu anodo MUITO. O dia todo, todo dia. Cada minuto numa viagem eh preciso, e nao gosto de desperdicar muito tempo “descansando”!

Entao eu sempre planejo muito bem quais sapatos vou levar na viagem, sempre pensando na praticidade e conforto, de acordo com o lugar e clima da viagem.

No caso da Disney, nem tive muito que pensar: tenis, tenis e mais tenis.

Foram uma media de 13 horas de parque por dia, somando cerca de 12 quilometros de caminhada todos os dias. Isso sem falar as horas em pe nas filhas, com criancas no colo e afins.

Ou seja, nossos pes sofrem muito! E a partir do momento que uma bolha, um cantinho ralando errado ou qualquer cosia que incomode seus pes, ja era!

Entao nao so separe apenas os sapatos testados e aprovados e super confortaveis, mas tambem sempre mais de um par.

Porque mesmo com o tenis mais confortavel e “adaptado” do mundo, eh incrivel como faz bem trocar a “forma” – querendo ou nao, mesmo sem incomodar na hora, o pe acaba ficando cansado, e um sapato com tecido diferente, solado diferente, pisada e forma diferente faz uma diferenca incrivel!

E por fim, leve um chinelinho ou sapatilha no fundo na bolsa! (Se o clima e temperatura permitirem!) Eh um alivio tirar o tenis no fim do dia, pegar um arzinho nos dedos dos pes e nao ter que passar os ultimos minutos do dia com os pes fechado sno mesmo sapato das ultimas 13 horas! Eu comecei a fazer isso quando estava gravida d primeira vez (porque ficava com os pes inchados), e adaptei pra vida!

(Video com detalhes sobre tudo que levei na mala esta aqui)

 

Carrinho + canguru ou mochila + stroller board (“skate” de carrinho)

Eu falei sobre isso no post com dicas pra curtir melhor a viagem com criancas, mas vale a pena repetir.

A medida que os filhos crescem, nao vemos a hora de se livrar o carrinho! Eh um trambolho na sua casa, eh um saco entrar nos lugares empurrando carrinho, muitas criancas nao gostam e brigam pra sentar, nao cabem na mala de qualquer carro, etc, etc

Porem, viagem nao eh dia a dia, e muda muito o ritmo e rotina da crianca. E pelo menos pra gente, nao paramos um segundo, e mesmo nao precisando de carrinho no dia a dia, a Isabella ainda nao consegue acompanhar nosso ritmo.

Entao sempre tivemos um carrinho a mao, e sempre levavamos em viagens – seja na correria do aeroporto ou estacao de trem, ou para que a crianca descanse durante o dia, etc

Ultimamente, viajando com duas criancas, e apenas 1 carrinho em casa, voltamos a usar nossa mochila de bebe!

Compramos quando a Isabella passou a ser grandinha demais para o canguru (com uns 8 ou 9 meses), e usamos ate ela ficar pesada demais, com uns 2 anos e pouco.

Entao agora temos usado a mochila com o Oliver pra revesar com o carrinho, e assim nao so ele acaba nao passando tantas horas preso no carrinho, e passeia e ve o mundo com um nova perspectiva (ele adora!), e de quebra a Isabella pode sentar no carrinho dele e descansar um pouco.

Um nao substitui o outro totalmente. Eles nao conseguem dormir na mochila, nem a gente aguenta muitas horas seguidas com um bebe grande nas costas (por mais confortavel que a mochila seja, chega uma hora que nao da mais), mas o revezamento deu super certo, para ambos!

 

Refeicao com personagens

Essa foi a parte que eu mais gostei!

Na verdade nem sabia que essas coisas existiam na Disney Paris, achava que eram extras apenas de Orlando, mas nao! Hoje em dia ja eh possivel ter uma experiencia “Disney” completissima na Euro Disney, inclusive refeicoes com personagens e princesas!

As refeicoes sao reservadas e pagas a parte, e a chatisse eh que nao eh possivel reservar on line nem pela app do parque. Como os restaurante da Euro Disney sao pequenos, as vagas sao limitadissimas, e todas as reservas tem que ser feitas por telefone.

Os atendentes falam Frances, Ingles, Espanhol e Italiano – mas nao deixa de ser um inconveniente ter que ligar pra Franca pra fazer uma simples reserva.

Para jantar ou almocar com as princesas, a refeicao acontece no “Auberge de Cendrillon” (Casa da Cinderella), que fica bem ao lado do castelo da Bella Adormecida na Fantasyland, e custa modicos (*contem ironia*) 75 Euros por adulto, e 48 Euros por crianca maior de 3 anos.

O Jantar inclui entrada, prato principal, sobremesa e bebidas nao acoolicas. A comida nao foi nada supreendente, considerando o quanto pagamos, mas no geral a experiencia foi o maximo, e a Isabella amou!

Tivemos participacao da Cinderella, Ariel e Branca de Neve, alem da Minnie, e duas ratinhas da Cinderella (que eu nao lembro os nomes!).

Decidimos participar desse jantar justamente porque a Isabella curtiu demais conhecer as princesas ano passado, mas a media de espera para cada princesa era de 90 minutos!

Entao em compensacao, no jantar, tivemos todo tempo do mundo com cada uma delas. Ate mesmo porque o restaurante eh bem pequeno e tem poucas mesas, as princesas e personagens tem tempo de conhecer todas as criancas com calma, conversar com cada uma, e vieram nos visitar varias vezes. Cada vez que uma delas voltava, elas se dirigiam a Isabella e o Oliver pelo nome deles, lembravam dos detalhes da conversa anterior etc, e achei a experiencia realmente magica para criancas!

Nao foi um mero “conheci e tirei foto com a princesa”, e tivemos a sensacao de que realmente jantamos com elas.

A Disney Paris tambem oference um cafe da manha com personagens no Cafe Mickey (no Disney Village), que tinhamos planejado em fazer na nossa ultima manha por la, mas acabamos desistindo na ultima hora. Para reservar o cafe da manha, tambem tem que ligar pro telefone de reservas da Disney Paris.

 

Disney Hotel

Outra cosia que fizemos diferente dessa vez foi nos hospedar em um hotel da Disney.

Ano passado ficamos no Hotel Circus (que falei em mais detalhes nesse post aqui) e foi uma experiencia super legal!

Mas dessa vezes acabamos conseguindo uma promocao de ultima hora para uma dos hoteis da Disney, entao fechamos o pacote completo e nos hospedamos no Hotel Cheyenne.

Em relacao ao hotel propriamente dito, o Circus foi muito melhor. Mais bonitinho, mais ludico, mais confortavel, quartos maiores, e principalmente adoramos a infra estrutura do hotel, com playground interno, piscina de bolas, e um mini parquinho/area kids na recepcao, playground externo e piscina interna climatizada.

Pode parecer besteira ter um parquinho no hotel a pouco minutos de distancia da Disney, mas era sempre legal voltar pro hotel e deixar a Isabella brincando um pouquinho enquanto sentavamos no bar pra beber alguma coisa (o bar fica convenientemente localizado bem ao lado da area kids). Alem disso, a Euro Disney fica localizado numa regiao da Europa que tem um inverno rigoroso e muito frio, um inverno escuro e muita chuva! Por acaso nossas duas visitas foram no verao e pegamos um clima otimo, mas eh sempre bom saber que se estvesse chovendo, ou muito frio etc, voce pode semplesmente voltar por hotel mais cedo e continuar se divertindo.

Mas voltando ao Hotel Cheyenne, ainda assim achamos que valeu a pena a experiencia.

So o fato de ter acesso aos parques antes da abertura ao publico ja valeu qualquer outra desvantagem! Os quartos eram fofos e novissimos (o hotel esta recem reformado) com tema do Woody e da Jesse do Toy Story (a Bella amou!), e tambem porque ao nos hospedarmos nos hoteis da Disney tb tivemos a opcao de um pacote de alimentacao (meia pensao).

 

Meal Plan e alimentacao

E na verdade foi justamente o plano de pensoes que nos fez decidir pelo pacotao Disney para essa viagem.

Nao esteva nos nossos planos voltar a Disney esse ano, mas entre as outras opcoes de viagens de verao, acabamos achando uma super promocao de passagens de trem do Eurostar. Fui correndo reservar o mesmo hotel do ano passado no Booking.com, e quando entrei no site da Disneyland para comprar os ingressos, vi que estava rolando uma promocao de fim de verao (eles fazem muitas otimas promocoes ao longo do ano, vale a pena ficar de olho e fazer algumas simulacoes!).

Entao acabou que pelo preco do Hotel Circus e as entradas dos parques, se fechasse tudo e nos hospedassemos na Disney, ainda teriamos direito a meia pensao pelo mesmo preco, ou seja, nosso plano de refeicao acabou saindo de graca!

E realmente foi uma das coisas que notamos ano passado eh que comer na Disney Paris eh muito caro! Qualquer lanche nao sai por menos de 40/50 Euros, jantar na casa dos 100 Euros, cafe da manha por 40 Euros etc (para uma familia com 2 adultos e 1 crianca, como no nosso caso). Entao foi isso que definiu nossa decisao de fechar o pacote, e saber que economizariamos entre 150 e 200 Euros por dia so em comida.

(Quer saber quanto custa a Euro Disney? Da uma olhada nesse post aqui!)

Alem disso, tambem poderiamos usar o credito do plano de refeicoes como “moeda” para pagar cosias extras, como por exemplo o jantar com as princesas, o que ja deu um belo desconto!

O nosso plano de meia pensao foi o Standard, que incluia cafe da manha e jantar nos buffets dos 3 parques, mas algumas noites fizemos reservas em restaurantes a la carte, e pudemos usar os vouchers do hotel como pagamento, entao so pagamos a diferenca no preco total, bebidas alcoolicas, etc.

Valeu demais a pena e recomendo!!

 

Quanto tempo em cada parque?

Esse topico eh outro debate que rende, sempre que alguem fala sobre a Euro Disney.

Sim, os parques sao beeeeeem menores do que a nave-mae de Orlando, mas ja se foi o tempo em que a Disneyland Paris era pequena. O parque expandiu e cresceu, um novo parque foi construido (e continua expandindo) e ainda tem o Disney Village, alem de um monte de expeiencias legais.

Entao, sim, da pra curtir e ter um gostinho Disney mesmo num bate e volta, e longe de mim sugerir que alguem deixe de passar tempo em Paris ou qualquer outra cidade na Europa para ficar na Disney (sorry Disney-Maniacos, mas ainda sou mais um bom museu).

E muito menos estou sugerindo que alguem se desloque do Brasil ate a Franca com o unico intuito de passar uns dias na Disney. Tambem nao eh isso.

Mas como sei que tenho muitas leitoras que moram na Europa, muitas leitoras Portuguesas, posso dizer com conviccao, que hoje em dia eh posivel ter uma experiencia completa da Disney, sem ter que se deslocar nem gastar uma pequena fortuna em Orlando, principalmente para quem – como eu – tem filhos pequenos que ainda nao aproveitariam por completo a experiencia Orlando de ser.

E agora, depois de ir a Euro Disney pelo segundo ano consecutivo e com filhos de 4 e 1 ano, definitivamente nao temos a menor vontade de ir pra Olrando, por um bom tempo, ate as criancas estarem grandinhas o suficiente para curtirem numa boa. Por enquanto, a Euro Disney eh a opcao perfeita!

Ano passado ficamos 2 dias e meio e duas noites, e dessa vez foram 3 dias inteiros e 4 noites, o que foi na medida certinha! Ainda assim nao deu tempo de fazer tudo, mas fizemos tudo que podiamos fazer de acordo com a idade de nossos filhos.

 

Assista os filmes

Essa dica or parecer bobeira para pessoas e familias que super curtem a Disney, ou que tem filhos um pouco mais velhos. Mas sim, faz muito diferenca se as criancas estiverem familiarizadas com os personagens.

Ano passado, a Isabella curtiu e si divertiu muito, mas na maioria das vezes, a experiencia era de apenas um parque de diversoes.

Dessa vez, compramos filmes, livros e fizemos um intensivao no mundo Disney, para que ela estivesse familiarizada com os personagens, e entendesse e curtisse mais a “magia” do parque.

Pequenas coisas do tipo: assim que chegamos no hotel, ela ficou super feliz que nosso quarto tinha decoracao do Woody e da Jesse – mas ate umas 2 semanas antes ela nunca tinha assistido Toy Story, entao passou de “um quarto bonitinho de cowboy” para o “QUARTO DO WOODY E DA JESSE!!!”. Ela acompanhava as historias dos brinquedos (tipo Peter Pan, o brinquedinho dos 7 anoes, do Buzz Lightyear, etc) e (re)conhecia mais princesas etc.

Entao sem duvida, foi uma experiencia muito mais magica pra ela dessa vez, do que ano passado. (pro Oliver, obviamente, nao fez a menor diferenca).

 

Se fantasie

E ainda no espirito de maximizar a fantasia da experiencia Disney, leve fantasias para seus filhos. A maioria das criancas nos parques estavam fantasiadas, e alem de que criancas pequenas adoram se vestir de personagens, eles ainda ganham certas vantagens, tipo sentar nas fileiras especiais nos shows, fotos com os personagens nos desfiles, etc.

 

Fast-Pass

O Fast-Pass da Disney eh uma otima ferramenta para evitar filas – mas na Disney Paris, ainda nao eh 100% eficiente, nem tao avancada quanto em Orlando.

Sou poucos os brinquedos que tem o sistema fast-pass, e a requisicao do seu fura-fila eh bem analogico.

Todo mundo que tenha um ingresso Disney (adultos e criancas) podem pedir fast-pass, quantos quiserem por dia – porem, voce so pode pedir um de cada vez, e a realidade eh que na maioria dos brinquedos os fast-pass esgotam na mesma manha (e nao sao muitos que sequer oferecem Fast-Pass).

Entao funciona assim: Os brinquedos que tem fast-pass tem umas maquinas de fast-pas bem em frente a entrada da fila; com o seu ingresso em maos, voce escaneia seu codigo de barras na maquininha, e automaticamente a maquina te da um ticket extra, te dizendo exatamente qual horario que voce tem que voltar pro brinquedo, e ai voce entra direto pela fila especial do fast-pass, onde geralmente a fila eh bem menor.

Alguns inconvenientes com esse sistema: tudo eh manual, entao voce nao pode se programar e marcar seu fast-pass com antecedencia (pela app por exemplo, como eh o caso de Orlando).

Uma vez la na maquina do fast-pass, voce nao tem escolha sobre qual horario quer voltar em tal brinquedo – eh o horario que o sistema designar e ponto final.

E voce pode pedir quantos fast-pass quiser, mas apenas 1 de cada vez. Entao a realidade eh que as vezes chegavamos na fila do fast-pass as 10 da manha quando o brinquedo abria, mas ai ja rolava uma fila pra sequer pegar o fast-pass, e digamos que – sei la – o seu horario sai para 14:30 da tarde. Ou seja, voce nao vai poder pedir mais nenhum fast-pass ate que voce tenha usado esse ticket das 14:30 – porem, todos os outros brinquedos com fast-pass ja estarao lotados (sem horarios de fast-pass disponiveis) e logo voce nao podera usufruir do fast pass de novo no mesmo dia.

Eh um otimo sistema, e de fato economiza bastante os horarios das filas, e conseguimos usar bem, principalmente para os brinquedos em que a Isabella e o OLiver nao podiam entrar, mas ainda nao eh perfeito, e a Disney Paris continua tendo muitas filas!

 

 

Vai para a Disney com bebe de colo ou criancas pequenas? De uma olhada nesse post aqui!

Quer saber quanto cutam as coisas na Disney Paris e quanto se gasta por la? De uma olhada nesse post aqui.

E os vlogs da Disney Paris estao aqui!

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
0 Comentários