13 Aug 2015
3 comentários

Brompton Cemetery

Atrações Turisticas, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Europa, Inglaterra, Parques

Semana passada fui numa festa na casa de uma amiga, e rapidinho o assunto virou uma conversa sobre filhos e criancas (a fasta era um cha de bebe, afinal!), e uma delas, que tem uma filha exatamente da mesma idade que a Bella comentou do “parque” de Brompton, e como era otimo levar a filha pra andar de patinete por la.

E todo mundo comentando do quanto que realmente o “parque” era lindo, e otimo pra criancas, por ser bem grande, porem todo “cercado” e com muitos caminhos pavimentados – otimo pra carrinhos de bebe, patinetes, bicicletas e afins.

E ai eu pensei: Gente, mas o “parque” de Brompton, nao eh o Cemiterio de Brompton?!

Entao pensei, porque nao dar essa dica por aqui?!

152/365 - Brompton Cemetery

No minimo inusitada, e definitivamente com mais apelo para aqueles que ja vieram a Londres algumas vezes e gostam de descobrir novas areas e paisagens. Mas cemiterios contam a historia de certos lugares e sua populacao, e se capitais como Paris, Praga e Buenos Aires podem transformar seus cemiterios em atracao turística, porque Londres deveria ficar de fora?

Brompton Cemetery

Tudo bem que visitar um cemiterio pode ser um programa um pouco macabro, mas o Brompton Cemetery em Kensington eh um parque tao bonito e “artistisco” que hoje em dia eh administrado pela organizacao “Royal Parks” – a mesma que cuida de areas como Hyde Park, Regents Park e St James Park. Igualmente bonitos e nobres.

O cemiterio de Brompton tambem eh o paraíso dos fotógrafos, com angulos, sombras e formas que sao perfeitas para treinar e testar lentes, ISOs e diafragmas, e o resultado sao (quase) sempre obras-primas!

Brompton Cemetery

Um dos fatos mais curiosos do cermiterio nao eh necesariamente a lista de nomes famosos ou celebridades historicas enterradas por la, e sim a lenda de que a escritora Inglesa Beatrix Potter, que era vizinha do cemiterio/parque, passeava por la para espairecer e buscar inspiracoes, e foram justamente os nomes e historias das pessoas e familias enterradas por la que inpiraram alguns de seus livros, inclusive a sua obra mais famosa, Peter Rabbit.

Brompton Cemetery

Segundo o registro civil do cemiterio existe um túmulo do Sr Peter Rabbett e alguns outros nomes de seus personagens, como Mr. McGregor, Mr. Nutkins, Mr Tod e Mr Brock, que sao os nomes dos animais de seus livros infantis.

A beleza e cenografia do parque tambem ja serviu como cenario para varios filmes produzidos em Londres, incluindo Sherlock Holmes, Easter Promisses, A Terra do Nunca, e varios outros.

De certa maneira, o cemiterio eh meio tipo o Vic Tunnels – quase ninguem conhece nem visita, mas eh impossivel passar por la sem presenciar alguma filmagem, sessao fotografica ou algo “artistico” acontecendo! Sao areas muito originais, diferentes e fotogenicas de Londres!

Brompton Cemetery Shadow

O parque hoje em dia ja nao funciona mais como um cemiterio (e sim um parque) e tem entrada franca – e o proprio site do parque organiza passeios e tours guiadas cobrindo varios temas e lendas que cercam o cemiterio.

Brompton Cemetery B&W

O programa nao eh exatamente o tipo de coisa que vai entrar em nenhuma lista das “Top 10″ de Londres, mas eh perfeita pra quem gosta de fazer coisas diferentes, ou adora fotografia, ou ate mesmo pra quem ja veio a Londres outras vezes e ja bateu ponto nas atracoes principais!

Brompton Cemetery

 

Brompton Cemetery

The Royal Parks, Fulham Rd, SW10 9UG

 

Planejando uma viagem para Londres?

Além de todas as dicas para aproveitar o máximo de Londres que você encontra aqui no Blog, planeje também sua viagem com serviços e recomendações testadas e aprovadas:

E não perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendário de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas úteis para curtir Londres como um Londrino!

[Starbox]

Adriana Miller
3 comentários
12 Aug 2015
3 comentários

Como fazer reserva em restaurantes em Londres

Dicas de Londres, Dicas Uteis, Inglaterra, Pub & Restaurantes

Eu adoro dar dicas de restaurantes em Londres aqui no blog, e por via das duvidas, a regra sempre eh: reserve uma mesa com antecedencia!

Como fazer reserva em restaurantes em Londres

Procurando restaurantes e bares com a vista de Londres? Clique aqui! (na foto, o restaurante “Le Pont de La Tour“)

Por um lado isso eh importante porque realmente os lugares aqui sao lotados, e principalmente novos lancamentos ou enderecos mais badalados geralmente ficam lotados com semanas e ate meses de antecedencia! Mas por outro lado, os Ingleses tem mesmo o costume de reservar e planejar tudo.

Entao, se voce sabe que quer sair pra jantar dia X as Y horas, entao porque dar chance ao azar? Entao como tudo mundo faz reservas pra tudo, acaba que todos os lugares ficam meio cheios, e sem muitas opcoes pra quem decidir as coisas de ultima hora e simplesmente aparecer na porta do restaurante as 8 horas da noite numa sexta feira em Londres querendo uma mesa pra 4, sabe?

Planejamento e reservas com antecedencia simplesmente fazem parte da cultura. Entao OK – voce sabe quando estara em Londres e ja sabe onde quer comer nos dias tais de sua visita (e se nao sabe, minhas sugestoes estao aqui!), mas nao sabe como fazer reserva em restaurantes em Londres?

Nao quer fazer ligacoes internacionais, ou nao esta 100% confiante no Ingles? Bem, pra comecar que praticamente todos os restaurantes da cidade aceitam reservas on line ou por e-mail – basta ir no site do restaurante de sua preferencia (eu geralmente sempre incluo endereco, telefone e site no final dos posts) procurar o e-mail de contato e mandar uma mensagem.

E-mail para reservas no Chiltern Firehouse

E-mail para reservas no Chiltern Firehouse

Nao precisa ser nada muito elaborado… numero de pessoas, dia e horario geralmente sao suficientes.

Como reservar restaurantes em Londres

Reservas pelo site do Berners Tavern

E pra faciliar ainda mais a vida, muitos deles ja incorporaram sistemas de reserva on line em seus sites, e assim voce ja ver na hora quais horarios e dias disponiveis, adiciona comentarios (tipo se eh uma comemoracao especial, se precisam de um cadeirao pra crianca, se voce prefere uma mesa no lugar tal do salao, alergias alimentares ou seja o que for!).

reservaopentable

E pra ser mais facil ainda, ainda existem sites como o OpenTable.co.uk, Bookatable.co.uk ou SquareMeal.co.uk que sao sistemas de busca de restaurantes na cidade (assim como existem sites de busca de hoteis e passagens de aviao por exemplo) e que reunem os melhores enderecos de Londres e das principais cidades do Reino Unido.

Como fazer reserva em restaurantes em Londres

Nesses sites voce pode procurar por restaurantes especificos (eh so procurar uma das minhas muitas sugestoes e dicas aqui no blog – como por exemplo, por bairro, por estilo de culinaria, para ocasioes especiais, se tem vista, etc), ou na duvida voce tambem pode procurar por resenha de clientes, preco, etc, etc Muito, muito pratico!

estilosderestarantes

Os sites nao tem misterio e sao facilimos de usar – voce escolhe o restaurante de sua preferencia, seleciona o numero de pessoas no seu grupo, e escolhe qual o dia gostaria de reservar uma mesa no calendario do sistema; baseado nesses criterios eles te mostram quais horarios disponiveis, voce faz sua escolha, e pronto!

Reserva no Aqua Shard pelo site BookATable

Geralmente um e-mail e nome sao suficientes pra confirmar sua reserva (nao precisa fazer cadastro, ficar recebendo spam nem nada disso nao!).

confirmacao de reserva

Caso sua escolha nao esteja disponivel, eles tambem te mostram as outras opcoes – outros restaurantes no mesmo bairro (ou estilo culinario) com mesas disponiveis naquele dia/horario, ou outras combinacoes de dias e horarios disponiveis no restaurante de sua escolha.

horariosalternativos

Opcoes de horarios para reserva no Balthazar

E Voila! Eh simples assim, e evita surpresas, decepcao e dor de cabeca na hora de planejar onde e quando comer em Londres!

E-mail de confirmacao da reserva.

E-mail de confirmacao da reserva.

Na duvida, voce tambem pode pedir que a recepcao de seu hotel cuide dos tramites de reservas de restaurantes e bares para voce (nao sao todos que oferecem esse servico, mas geralmente hoteis de 4 ou 5 estrelas fazem isso numa boa) – e para os clientes do Concierge Everywhere, nos tambem cuidamos de reservas de acordo com seu itinerario e roteiro personalizado!

reservahorarios

Reserva no Sushi Samba pelo site OpenTable

 

– Outras dicas Praticas:

* Ta muito a fim de conhecer um restaurante especifico mas nao conseguiu reserva? Tente passar pra comer la na hora do almoco. Alem de serem mais vazios, muitos deles oferecem menus com precos mais em conta nesse horario.

* Nao quer parar pra almocar e gastar muito tempo durante o dia? Mesmo se voce nao conseguir uma mesa on line, vale a pena ligar pra eles e perguntar sobre a disponibilidade. Muitas vezes eles disponibilizam um numero limitado de mesas on line, entao nem sempre significa salao lotado.

* Ou entao simplesmente pergunte se eles tem uma area no bar disponivel para refeicao. O Oblix no Shard por exemplo oferece as melhores vistas da casa para as mesas do bar! Ou o Sushi Samba, que tem um sushi bar no meio do bar do restaurante onde nao precisa reservas, e ate mesmo o Chiltern Firehouse ou Nobu que tem mesas tanto no bar quanto na area “grill”, que geralmente nao fazem parte do Sistema de reserva e sao alocados na ordem de chegada.

 

Para ver todas as dicas, recomendacoes e resenhas sobre onde comer em Londres e os melhores restaurantes e pubs da cidade, eh so clicar AQUI.

Para entender como dar gorjetas na Inglaterra, eh so clicar AQUI.

Planejando uma viagem para Londres?

Além de todas as dicas para aproveitar o máximo de Londres que você encontra aqui no Blog, planeje também sua viagem com serviços e recomendações testadas e aprovadas:

E não perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendário de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas úteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
3 comentários
11 Aug 2015
0 Comentários

Aqua Shard

Dicas de Londres, Inglaterra, Pub & Restaurantes, Pubs e Bares, Restaurantes

No mesmo dia que fui ao Queen of Hoxton com um grupo de amigas, acabamos a noite no Aqua Shard.


O Queen of Hoxton estava o maximo, e escolhemos o melhor dia para um rooftop: ceu Azul e temperaturas na casa dos 25 graus. Mas sao justamente essas caracteristicas que tambem fizeram dessa noite o pior dia para estar num lugar tao hypado quanto a Queen of Hoxton.

A solucao? Aqua Shard!

Nao eh exatamente um cobertura rooftop ao ar livre, mas compensa com vistas imbativeis de Londres aos nossos pes!

E eu sou fa da franquia Aqua: minha primeira experiencia foi no bar Aqua original da rede, na ilha de Koonloon em Hong Kong. Logo depois fomos no endereco Aqua Londrino original, o Aqua Kyoto bem pertinho da Oxford Circus.

E a versao Shard combina o melhor dos dois: as vistas e janelonas imponentes do endereco de Hong Kong com… bem, com um endereco em Londres!

O Aqua Shard tem um restaurante de culinaria “Britanica contemporanea”, mas acabamos ficando so no bar mesmo – apesar de termos ido numa sexta feira super movimentada, o espaco eh enorme, e nao eh necessario reservar.

Eh so ficar esperto e de olho nas mesas ou banquetas do bar! (mas se voce quiser jantar por la tambem, eh imprencindivel fazer reserva).

O clima eh meio Gothan City meets the West End, e adorei a decoracao e luminarias combinando e complementando a vista (afinal, exagerar na decoracao pra que ne?!).

O Shard divide o 31 andar do Shard com o Oblix, tambem ja testado e provado!

Aqua Shard

Level 31, The Shard, 31 St Thomas St, SE1 9RY

 

Planejando uma viagem para Londres?

Além de todas as dicas para aproveitar o máximo de Londres que você encontra aqui no Blog, planeje também sua viagem com serviços e recomendações testadas e aprovadas:

E não perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendário de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas úteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
0 Comentários
10 Aug 2015
11 comentários

Mayfield Lavender Farm – Campos de lavanda no sul de Londres

Atrações Turisticas, Day Trip, Dicas de Londres, Inglaterra, Viagens pelo UK

Todos os anos, vai chegando o verao e minha timeline era invadida por fotos de campos de lavanda roxinhas e sorrisos felizes.
Bella running through the lavenderMuito se engana quem acha que meus amigos vivem batendo ponto nos campos de Provenca…! A Lavanda Inglesa cresce abundante por aqui, nos campos de lavanda no sul de Londres, nas regioes de Kent e Surrey! My family

Mas ai ne, todos os anos rolava aquele misto de enrolacao, com agenda apertada, com dias chuvosos no fim de semana, e quando nos davamos conta o verao, e a temporada das lavandas ja tinha acabado.

 

Bella running through the lavenderEsse ano nao estava sendo diferente… ate que ontem acordamos com aquele solzao “vai dar praia” e imediatamente empacotamos a Isabella e nossas cameras e fomos direto para Mayfield, a cera de 40 minutos no sul de Londres! Hold on tight

A fazenda de lavandas eh uma gracinhas, 100% organica e um programa incrivelmente fotogenico!

Adriana and Bella  A estrutura eh bem basica, com nada mais que uma tendinha que faz as vezes de lanchonete e lojinhas (com muitos produtos feitos de Lavanda, claro!), uma garoto controlando a entrada no portao (custa apenas 1 Libra pra entrar – que voce pode usar de credito pra comprar as cosias da lojinha!! E menores de 16 anos nao pagam nada!), e incriveis e muito bem cuidados campos de lavanda!

No total sao 25 acres de plantacoes, e como por aqui faz menos sol e menos calor do que no sul da Franca, a temporada das flores dura mais tempo, geralmente indo de Maio a Setembro.

Deep in thoughtAs datas certinhas variam de ano a ano, entao tem que ficar de olho nas datas no site da fazenda, mas em 2015 eles ficam abertos ate 20 de Setembro. Isso nao quer dizer, claro que os campos estarao super floridas e roxinhos ate o final – isso vai variar demais com o clima, temperature e quantidade de sol, mas vale a pena tentar! O que me explicaram eh que cada “secao” da fazenda eh cultivada em periodos diferentes na primavera, para que os arbusto florecam em periodos diferentes do verao.   Purple

Entao logo na entrada os orbustos ja estao meio secos, meio acinzentados… Esse era o campo de “julho”!

Mas foi so subir o morrinho e demos de cara com mais uma infinidade de fileiras de arbustos de lavanda, super coloridas, perfumadas e vivas!

A unica precaucao sao os insetos. A fazenda eh 100% organiza, entao nao usam pesticidas pra nada, e o resultado sao abelhas a perder de vista!

Eles foram inofensivas, e nao vi ninguem sendo incomodado, mas como estavamos com a Isabella (que eh bem da altura dos arbustos…. Hhehehehe), fiquei de olho pra nao deixar ela mexer demais nas flores pra nao incomodar as abelhas!!

Heading home O dia foi uma delicia! Corremos em brincamos entre as flores, tiramos muitas fotos, fizemos um piquenique e soltamos bolinhas de sabao! Realmente, Londres nunca deixa de nos surpreender!! Para chegar ate la eh super facil: Basta pegar um trem para “West Croydon” a partir das estacoes de trem London Bridge ou London Victoria, e de la um taxi (que demora uns 15 minutos e custa £15) ou o onibus 166, que para bem na esquina da entrada da fazenda! Adriana at the Lavender farm

Para quem estiver com um grupo maior (para uma familia de 3 ou 4 pessoas, por exemplo), vale a pena pegar um transfer direto de Londres ate la, e voltar, sem ter que passer aperto (nem gastar com trem + taxi + onibus + trem + metro em Londres etc). Para orcamentos, entrem em contato no concierge@drieverywhere.net

O lugar seria um cenario perfeito tambem pra fazer uma secao fotografica em Londres!!
My family

Mayfield Farm

Croydon Lane,
Banstead,
SM7 3BE

 

Planejando uma viagem para Londres?

Além de todas as dicas para aproveitar o máximo de Londres que você encontra aqui no Blog, planeje também sua viagem com serviços e recomendações testadas e aprovadas:

E não perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendário de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas úteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
11 comentários
07 Aug 2015
2 comentários

Roteiro de Viagem pelo Vale do Loire e Mont St Michel (o que fizemos a cada dia da viagem e as dicas sobre viajar pelo Loire com criancas)

Baby Everywhere, Dicas Aleatorias & Genericas, Dicas de Viagens, Europa, França, Roteiros de Viagem, Vale do Loire, Viajando com crianças

Para finalizar a serie de posts sobre o Vale do Loire, nada melhor do que uma listagem redondinha sobre como ficou nosso roteiro de viagem pelo Vale do Loire e Mont St Michel, passo a passo, dia a dia.

Afinal, como comentei antes, planejar a viagem nao eh difícil, o complicado mesmo eh nao tentar fazer tudo-ao-mesmo-tempo-agora e conseguir resistir as tentacoes e “dicas imperdiveis” que voce vai receber pelo caminho!

E nao passamos imunes, e claro que uma vez estando la voce ve um folheto irrestivel, ou entao falta tempo num dia, mas sobra no outro, ou o clima da uma reviravolta e estraga o plano A.

roteiro de viagem pelo vale do loire

Entao no fim das contas conseguimos fazer tudo que tinhamos planejado inicialmente, e de quebra ainda conseguimos encaixar mais alguns outros castelos ou atividades bem legais por la – e lembrando que tudo foi feito com bastante calma, com tempo para curtir cada Castelo e atracao e respeitando o ritmo e rotinas da Isabella sem dramas.

Mas nao, nao vimos tudo. E sim, deixamos de lado o Castelo X que a amiga da vizinha disse ser imperdivel

roteiro de viagem pelo vale do loire

Entao nossa semana no Vale do Loire for assim:

(E o mapa que eu criei antes da viagem, mapeando nosso roteiro e dando uma ideia geográfica melhor da regiao)

 

– 1’ dia – (Sabado): saimos de Londres super cedo e pegamos um Eurostar em direcao a Paris.

Chegando em París, trocamos de estacao e pegamos um TGV em direcao a Tours, onde alugamos um carro e fomos ate Saumur.

– 2’ dia: Acordamos cedo e ficamos pela area de Saumur mesmo. A viagem da vespera foi longa e preferimos nao passar mais horas no carro.

Chateau de Saumur and bridge over the Loire

Pela manha fomos explorar o centro e o Castelo de Saumur, onde almocamos. A tarde fomos para a Abadia Fontevraud. 

Abbey of Fontevraud

Jantamos no Reine de La Sicile, em Saumur

 

– 3’ dia: Comecamos cedo e dirigimos ate o Castelo de Cheonceau, um dos principais castelos da regiao, e passamos a maior parte do dia por la.

Chateau de Chenonceau

A tarde, a pesar da chuva, esticamos o dia ate o Castelo de Amboise (eles ficam a cerca de meia hora de distancia, e facilimo de fazer no mesmo dia!).

Chateau de Ambois

A chuva atrapalhou bastante nossa tarde, mas conseguimos conhecer bem o Castelo e demos um passeio rápido pela cidade.

Jantamos a caminho de casa na estrada e passamos no supermercado de Saumur para reabastecer de vinhos e queijos pra curtir no hotel!

 

4’ dia: Mais um dia “local” pelos arredores de Saumur.

Comecamos pelo Castelo Villandry, e a tarde fizemos uma degustacao de vinhos na Cave Ackerman. A noite, fomos jantar na caverna dos Trogloditas.

Chateau de Villandry 

– 5’dia: Aprimeira parada do dia foi o Castelo de Chambord, o mais impresionante de todos os castelos! Demos sorte com o clima e entao aproveitamos para curit bastante o Castelo e seus jardins.

 

Chateau de Chambord

A tarde fomos ate o Castelo de Blois, que fica relativamente perto de Chambord (mas nao tivemos muito tempo por la). Exploramos o Castelo e acabamos voltando para casa, sem pasar muito tempo na cidade.

A noite jantamos em Saumur, no L’Escargot.

 

– 6’ dia: Nosso ultimo dia em Loire e tambem o dia que tinhamos que dirigir ate Mont Saint Michel. Mas nao resistimos e no caminho fizemos um detour ate o Castelo Usse!

A tarde toda foi na estrada a camino da costa da Normandia, onde fica o Mont Saint Michel. Chegamos cerca de 4 ou 5 da tarde e passamos a primeira noite por la.

Postcards! 

– 7’ dia: Mont Saint Michel (mais uma noite por la)

 

    898C4502.jpg

– 8’ dia: Acordamos e dirigimos ate Tours, onde passamos o resto do dia e devolvemos o carro alugado, mas nao deu tempo para muitos passeios pela cidade.

Ficamos hospedados no Hotel Oceania L’Univers, bem pertinho do centro da cidade e da estacao de trem TGV (de onde sairiamos de volta pra Paris na manha seguinte).

Hotel de Ville - Tours

 

– 9’ dia: Dia de voltar para casa! Fomos de TGV ate Lille e de la pegamos o Eurostar ate Londres.

 

 P.S. Todos os links correspondem os posts específicos de cada atracao!  

 

Dicas finais:  

A regiao do Vale o Loire eh bem grande e apesar de que muitos castelos e vilarejos ficam bem pertinho uns dos outros (e tentei agrupar essas atracoes no mesmo dia, para otimizar nosso tempo), a maioria das coisas legais para ver e fazer por la ficam bem longes uma das outras (entre 1 ou 2 horas de estrada), mas achamos que foi bem tranquilo de fazer tudo com carro alugado (foi bem mais fácil dirigir por la do que pela Provenca, por exemplo, que eh cheia de estradinha secundaria e vilarejos perdidos). As estradas sao otimas e super bem sinalizadas! Foi o tipo do lugar onde a “road trip” (dirigir por la) fez parte da atracao!

A nossa intencao nunca foi fazer uma viagem corrida, e conseguimos fazer bastante coisa – mas tambem gastamos um bom tempo por la (que valeu a pena!), totalizando 5 dias inteiros (e depois mais 2 dias em Mont St Michel, que tambem foi o tempo ideal).

Mas obviamente esse roteiro pode ser adaptado de acordo com quantos dias voce tenha disponivel.  

 

Vale do Loire e Mont St Michel com Criancas: 

A Isabella levou a viagem numa boa, ate porque planejamos nossos días de acordo com os horarios da rotina dela (como sempre tento fazer), dando bastante tempo para ela brincar e correr pelos palacios, castelos e jardins, mantendo seus horarios de refeicoes, e sempre coincidindo os horarios de estrada, com suas sonecas.

Isabella at the Abbey

A noite, ela sempre ia dormir em seu horario normal regradinho, e nos passavamos para area “social” do nosso quarto com meu sogro, abríamos uma garrafa de vinho Saumur Blanc e ficavamos papeando e planejando os passeios do dia seguinte (como expliquei no post sobre o hotel que escolhems ficar).

Bella enjoyed herselfSomething for everyone

Os hoteis onde nos hospedamos tinham berco para ela (eu sempre peco para reservar berco ja na hora da reserva do quarto, na caixa de comentarios do Booking.com), e alugamos uma cadeirinha de carro tambem ja junto com o aluguel do carro, entao nao precisamos levar a nossa cadeirinha de casa (eita trambolho!).

Nao tivemos a menor dificuldade em pedir cadeirao de bebe em restaurantes e cafes e achei a viagem super familia e fácil de se fazer com crianca pequena (ela tinha 1 ano e 9 meses na epoca).

Time for a nap

A única dificuldade foi mesmo com o carrinho, pois a maioria dos castelos sao cheios de escadas e corredores estreitos, muitos degraus ou simplesmente nao permitem a entrada de carrinhos de bebe.

Dad and Bella

Nos levamos a mochila dela e foi o acessorio mais usado da viagem!

Nem saia da mala do carro, mesmo nos días que levamos o carrinho tambem, porque sabiamos que em algum ponto do dia, iriamos acabar precisando da mochila!

Entao achei imprescindivel ter esse acessorio, seja um canguru (tipo Ergo Baby ou Baby Bjorn) para bebes menores ou uma mochila para criancas maiores (a nao ser que seus filhos ja sejam grandinhos o suficiente para aguentar as caminhadas e escadas).

Time for a run!A big smile

E por fim uma dica que eu postei no Instagram na época da viagem e que na verdade aprendi durante nossa viagem para Provenca, tambem na Franca, quando a Isabella tinha 5 meses:

A agua na Franca eh muito “mineralizada” (mesmo a de garrafa) e portanto nao eh recomendavel para a alimentacao de bebes e criancas pequenas.

Na Provenca a Isabella ficou com uma assadura horrivel e muita colica (coisa que ela nunca teve ate entao!), e so uns días depois descobrimos que foi por causa da agua, entao dessa vez nossa primeira providencia ao chegar na Franca foi comprar garrafas de agua especifica para alimentacao de bebes e criancas (a que nos foi recomendada foi a Evian Bebe, de tampinha rosa), e dessa vez ela nao teve problema nenhuma e ficou numa boa a viagem toda!

 

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
2 comentários
Página 2 de 46712345Última »