17
Aug
2011
A Cidade de Londres: The Square Mile
Escrito por Adriana Miller

Quando a gente pensa em Londres, logo uma das primeiras coisas que nos veem a cabeça são: o Big Ben, o Palacio de Buckingham, London Eye, e vários outros pontos de interesse.

Mas na verdade nenhum desses lugares fica de fato na Cidade de Londres!

A area metropolitana da Londres moderna é composta de cerca de 32 bairros e condados, e alguns deles com autonomia e autoridade de cidade independente.

E um desses pequenos boroughs é justamente a cidade de Londres.

Conhecida como “The City” ou “Square Mile” (Milha quadrada) pois é na verdade uam cidade minuscula, com diametro de pouco mais de 1 milha quadrada (cerca de 2,90 Kmª), essa area no centro de Londres é na verdade a cidade original que criou a Londres que conheçemos hoje em dia.

A cidade Londinium foi construida pelos Romanos mais ou menos em 47 a.c. numa area onde os Romanos acharam que a maré do Tâmisa era mais favoravel as suas rotas comercias através do rio. E foram também os Romanos que construiram a primeira muralha de Londres, que ainda é visivel em algumas partes – que seculos depois serviu como base para a construção da Torre de Londres.

Mas Londres só virou uma cidade oficialmente mais de 10 seculos depois, quando William, O Conquistador venceu a batalha de Hastings e voltou a Londres – ele então construiu a primeira Torre de Londres como proteção aos pouquissimos Londrinos que permaneciam sob domínio Inglês. enquanto o resto do pais estava em guerra contra os Saxões.

A História da cidade é antiquissima e o legal é que apesar da modernidade de hoje em dia, a mistura de estilos, as muitas guerras e incendios, muitos dos marcos originais dessa cidade com mais de 2 mil anos de história ainda podem ser vistos, como parte da muralha romana, ou a a cruz que simboliza o ponto de encontro do primeiro Parlamento, que até hoje pode ser visto em frente a igreja de Saint Paul’s.

Mas foi depois do incendio de 1666, quando a cidade foi quase que inteiramente destruída que o governo resolveu criar um plano urbano pra reconstruçnao da cidade, incluindo saneamento, praças, ruas e avenidas – e muitas delas ainda existem, exatamente como foram projetadas no seculo 17 até hoje.

Nos seculos seguintes a cidade de Londres permaneceu sendo reconhecida como o centro financeiro e comercial do pais, sediando o Banco da Inglaterra, varios edificios politicos e regulatórios, e medida que o resto da cidade (ou no caso, os outros boroughs) iam crescendo e ocupando outros papeis na sociedade Inglesa (cultural, politica, artistica, etc) esse papel de centro financeiro cresceu ainda mais, e assim permaneceu até hoje.

Hoje em dia muita gente conhece essa area de Londres como “Bank” (nome de uma das principais estacão de metrô que atendem a essa area, e que fica exatamente em frente a sede do Banco Central da Inglaterra).

Não é exatamente uma area turistica, mas tem muita coisa legal pra ver, tursticamente falando, tanto no aspecto histórico, e mais que nunca, por sua arquitetura super moderna.

Um bom ponto de partida é o monumento ao grande incendio de 1666, o Monument.

Uma torre de marmore enorme bem na “entrada” da London Bridge, de onde se tem uma otima vista da cidade toda (a vista lá de cima é bem melhor doque a do London Eye por exemplo, pois além de mais alta, você consegue ver o Eye!).

Depois vem o centro financeiro da cidade (e do país!) em Bank, onde fica o Banco Central da Inglaterra, o Bank of England (que dá o nome a estação de metro) que é um predio lindo e imponente, onde corta a “City” se bifurca numa infinidade de predios de escritorios e bancos e afins.

E qualquer passagem pela City não pode ignorar o lado moderno da área, e muitos deles se tornaram tão icônicos da cidade quando os monumentos mais históricos, como é o caso do Gherkin, que é o apelido do predio St Mary Axe, um predio comercial que tem um formato de bala e apelidado pelos Ingleses de “pepino” (Gherkin), que tem um formato tão característico e único que acabou virando simbolo da cidade.

 Um outro predio que tem uma arquitetura polêmica e muito caracteristica é o predio sede do Banco Lloyds. Adorado por muitos e odiado por outros tantos, esse predio também é conhecido como o “predio do lado do avesso”, pois todas as suas estruturas basicas estão do lado de fora, em vez de estarem escondidos dentro das paredes.

Então é possivel ver as tubulações, os elevadores, cabos eletricos entre varias outras coisas, completamente ao léu. Além de ter muito, muito vidro e janelas. Sua arquitetura única já fez com que o predio fosse usado como locação para inumeros filmes, entre eles Mamma Mia, A Armadilha, Spy Game, entre outros.

 

 

 

 

Categorias: Atrações Turisticas, Bairros, Batendo perna, Conhecendo Londres, Inglaterra, Viagens
14
14
Jul
2011
Little Venice
Escrito por Adriana Miller

Londres tem cerca de 7 milhões de habitants. Isso sem contar os outros 3 milhões que trabalham e se locomovem pelo centro de Londres todos os dias.

Seja você um Londrino da gema ou tenha adotado a cidade como sua casa, todos temos uma característica em comum: a pressa!

Londrino está sempre apressado, sempre atrasado, sempre estressado. Lembro quando escrevi sobre o metro e disse que uma das regras de outro da convivência em Londres é nunca, jamais empacar na frente da catraca do metro, ou parar do lado errado da escada rolante?! E não estava exagerando, viu!

Entao é por isso que sempre me surpreendo como uma cidade tão grande e tão louca pode ter cantinhos pacatos escondidos da correria da cidade.

São lugares onde você dobra a esquina e parece ter sido teletransportado pra outra cidade, em outro país!

E Little Venice, no bairro Maida Vale é exatamente assim!

A “Pequena Veneza” de Londres é pequena mesmo – são apenas 2 canais que se juntam e fazem um laguinho no meio…. E se voce me perguntar sinceramente, acho que Little Venice esta mais pra Little Amsterdam que Veneza…!

E esse cantinho de Londres é isso mesmo que o nome diz: um pedaço do bairro que se parece com Veneza (e/ou Amsterdam), com direito a canais, laguinhos, pontes, casas-barco, jardins e restaurantes charmosos.

Se estiver sol então… o lugar se transforma!

É uma area pra passear com calma, sem pressa, parar pra tomar um café, brunch ou almoçar na beira do rio (não é o Tâmisa, e sim o Regents Canal).

E apesar de tão pequeno, dá mesmo pra pasar horas e horas por lá, pulando de café-barco em café-barco, tirando fotos das casa-barco, e quem tiver a fim de fazer um programa mais turistico, uma das grandes atrações da area são os “Bus Boat”, um “onibus de rio” (mas que não tem nada a ver com os “River Boat” do Tamisa, pois esses do Regent’s Canal são particulares) que cruzam os canais da cidade e em 45 minutos te levam de Little Venice ao centrão do burburinho de Camden Town!

Entao é o programa perfeito para um domingo de sol em Londres: começar o dia com um brunch em Little Venice e de lá seguir de barco para a feirinha de Camdem. Uma única cidade, dois mundos completamente diferentes!

São os dois extremos da cidade, e dois dos bairros mais contrastantes da cidade, que mais uma vez provam que em Londres tem espaço pra todo mundo ser quem quer ser!

Minha recomendação em Little Venice eh o The Waterways, um restaurante que fica na beirada do canal e serve uma comida Italiana otima!

Eles sempre aparecem no topo das listas de restaurantes da-moda-do-verao (mas funcionam e estão abertos o ano todo, claro) e são favoritos das celebridades locais (supostamente a Sienna Miller mora na area e esta sempre por lá!).

É sempre bom fazer reserva, mas num domingo de sol, basta aparecer por lá, pedir sua Pimm’s no bar e se juntar a multidao de Londrinos cool e trendy na varanda até uma mesa vagar…

 

Categorias: Bairros, Batendo perna, Conhecendo Londres, Parques, Pub & Restaurantes
26
27
Jun
2011
Sloane Square
Escrito por Adriana Miller

O bairro Sloane Square fica espremidinho entre suas vizinhas posh e fashionistas Chelsea, Knightsbridge e Belgravia, e muitas vezes ate da pra esquecer que aquela pracinha eh na verdade um bairro de verdade.

A praca leva o nome de seu antigo dono, o lord Hans Sloane, que era dono de toda regiao, antes de ser incorporada como parte de Londres.

A praca comeca (ou termina!) entre a ponta leste da popular Kings Road e a Sloane Street que conecta o bairro a Knightsbridge e sao recheadas de lojas, cafes, restaurantes, pubs, spas e lojinhas.

Uma de seuas principais atracoes eh a loja de departamento Peter Jones, que eh o “primo rico” do grupo John Lewis – otima opcao pra quem quer fazer compras em Londres sem as multidoes de turistas por perto!

Para um programa de fim de semana, a recomendacao eh uma peca no Royal Court Theatre que fica bem de frente pra praca e logo depois (ou antes!) um jantar na Chelsea Brasserie bem do lado.

Ou entao umas pints no pub Chelsea Potter na Kings Road pra fechar a tarde!

Mas deixando toda aura posh de lado, o bairro eh uma delicia de passear com suas ruas arborizadas e casinhas de tijolo em estilo “Pont Street Dutch” super fotogenicas!

Categorias: Bairros, Batendo perna, Conhecendo Londres, Inglaterra
6
08
Jun
2011
Trafalgar Square
Escrito por Adriana Miller

A Trafalgar Square eh uma das pracas mais centrais, turisticas e conhecidas de Londres – ir a Londres e nao tirar uma foto escalando um dos leos de bronze, eh como ter ido a Londres e nao ver o Big Ben! :-)

A praca foi construida em 1820 como parte de um projeto de revitalizacao da cidade, e mantem as mesmas caracteristicas praticamente ate hoje.

Bem no centro na praca esta a Coluna de Nelson, que eh uma coluna com a estatua do Almirante Nelson no topo, e foi erguida em 1843, em homenagem ao Almirante que comandou a vitoria da Royal Navy Britanica na batalha de Trafalgar, no sul da Espanha.

Logo depois vieram os leaos de bronze macico (os turistas montados eh opcional…) e as duas fontes em cada lado da coluna, que supostamente significam as guas navegadas por Nelson.

Turisticamente falando eh praticamente impossivel evitar a Praca Trafalgar – ela fica exatamente no meio do cominho entre o Parlamento, o Buckingham Palace, Convent Garden e Piccadilly Circus!

E alem disso ali em Trafalgar, fica uma das principais atracoes da cidade, o museu National Portrait Galery que eh imperdivel!

Mas nem soh de turistas vive a Trafalgar Square, e eh ali que se concentram grande parte dos movimentos politicos, protestos e eventos da cidade.

Sejam os protestos polemicos anti reforma no orcamento publico, seja a Pride Parade GLS Londrina, shows internacionais, comemoracoes de ano novo, de Dewali e afins.

E em qualquer dia e a qualquer hora que voce passar pela Trafalgar Square com certeza vai ter alguma coisa acontecendo – exposicoes de arte, artistas de ruas e esquisitos em geral dando seu show!

Eh um dos lugares mais interessantes pra fazer “Pople watching” em Londres!

Um dos problemas da area eh que justamente por ser tao turistico, eh tambem cheio de porcaria! Pubs lotados, restaurantes caros e de baixa qualidade… Mesmo as vizinhas Convent Garden e Leicester Square que sao polos de entretenimento em Londres nao escapam da sina das areas turisticas que combinam preco alto com qualidade baixa, entao eh sempre bom saber onde ir e oque fazer.

E apesar dos pesares, Tafalgar Square esconde uma das preciosidades de Londres, o restaurante Albannach.

O Albannach fica bem de frente pro burburinho de Trafalgar, mas surpreendentemente nao tem o perfil “atrai-turista” de seus vizinhos, e geralmente esta confortavelmente vazio.

Na verdade eles sao uma wiskeria Escocesa, com centenas de versoes e variantes de Wiskeys vindos diretamente de todas as partes da Escocia e se orgulham de suas tradicoes. Pra quem eh chegado num wiskey, eh ali que voce encontra as melhores opcoes e marcas em Londres, e pode ate fazer cursos de drinks a base de wiskey ou degustacoes pra aprender a “apreciar” os diferentes tipos, misturas e nuances.

No menu tem muita carne (Angus beef da Escocia eh um dos orgulhos nacionais) e pratos tradicionais-conteporaneos das Highlands e Low-Lands Escocesas, e claro opcoes interminaveis de degustacao de Wiskeys.

Tai uma boa opcoes de programa bem Britanico numa das areas mais centrais de Londres, sem correr o risco de cair em golpe pega turista!

Categorias: Atrações Turisticas, Bairros, Batendo perna, Conhecendo Londres, Inglaterra, Pub & Restaurantes, Viagens
12
15
Mar
2011
Columbia Market
Escrito por Adriana Miller

Quando rolou o #chatdeviagem e me perguntaram qual seriam as atrações principais de Londres, uma das minhas opções foram os mercados.

São muitos, cada um tem suas caracteristicas especiais, mas todos são imperdiveis! Os mais famosos são o Borough Market (comidas), o Portobello Market (antiguidades) e o Camden (de tudo um pouco e muita gente “estranha”).

Mas um outro mercado que eu adoro (e que entrou na minha lista de “atrações”) é o Columbia Market, que é um mercado de flores, no lado leste da cidade, na area de Hackney.

O Columbia market só funciona aos Domingos, e a rua onde ele acontece (Columbia Road) é toda rodeada de casinhas Victorianas bonitinhas que hoje em dia são lojas de deoração, boutiques e cafés simpaticos.

O bom é que lá no Columbia, voce até esquece que o inverno em Londres pode ser tão cinzento, pq tudo é sempre tão florido!

Otima opção pra um brunch de domingo (principalmente se estiver sol!) em qualquer epoca do ano!

 

Categorias: Conhecendo Londres, Inglaterra, Mercados, Viagens
6
12
Aug
2010
Covent Garden
Escrito por Adriana Miller

Convent Garden é um bairro Londrino, espremido entre o Soho, West End, Strand e Holborn e hoje em dia é simbolo de Opera, compras, bons restaurantes e entretenimento ao ar livre.

Historicamente, a area fazia parte dos jardins da Westminster Abbey, onde ficava a horta, o jardin e o convento – e quando o Rei Henry VIII confiscou a area em 1540 pra dar de presente ao Earl de Bedford, a area foi transformada num mercado e ficou eternamente cnhecida como o “Jardin do Convento”.

Hoje em dia a area conhecida como Piazza virou um mini shopping, com uma inifinidade de lojas ocupando os arcos que um dia fizeram parte do mercado de flores e frutas, e muitas opções de bares, restaurantes e cafés.

Nos dias de tempo bom (= sem chuva!) a praça em volta do mercado fica lo-ta-da de gente sentada nas mesinhas, nas calçadas, assistindo ao street performers e people watching.

As opções de cosias pra fazer e ver por ali são infinitas, mas prepare-se pois a area esta sempre lotada de gente, e se voce não estiver no clima de turistar, a paciencia acaba rapidinho (principalmente se for fim de semana e estiver fazendo sol!).

A dica é nem sequer usar a estação de metro de Convent Garden e sim usar a opção de Leicester Square, que fica a cerca de 300 metros de distancia, mas muito mais tranquila (e a estação é bem maior tambem…).

E quem quiser comer em algum dos restaurantes mais arrumadinhos da area, lembren-se de fazer reserva (ou entao eh soh sentar num dos muitos cafes ao redor da praca)! Minha dica pra comer bem na area sao o Belgo’s e o Massala Zone. Se a intencao eh emendar numa balada – The Langley!

Mias informações: http://www.coventgarden.uk.com/

Categorias: Bairros, Compras, Conhecendo Londres, Inglaterra, Mercados, Pub & Restaurantes
8
06
Jun
2010
Saint Katharine’s Dock
Escrito por Adriana Miller

Uma das coisas que eu mais gosto em Londres, é que apesar da cidade ser tão gigantesca, tão louca, lotada e corrida, com milhões de pessoas fazendo tudo ao memso tempo, Londres é uma cidade, que ao contrario da grande maioria das grandes metropoles do mundo é recheada de mini paraisos escondidos; lugares que quando voce descobre – geralmente por acaso – que esses lugares existem a sensação é que na verdade voce esta em outra cidade, outro pais…

Seja uma rua lateral de um bairro super comercial, que tem varias casinhas fofas com jardim florido, seja um parque no meio de predios arranha ceu, e ai por diante.

E foi assim que ha uns tempos atras eu descobri o Saint Katharine’s Dock – um pier escondido numa baia do Rio Tamisa bem do lado de um dos principais pontos turisticos da cidade (a Torre de Londres) e Tower Hill cercado de escritorios e executivos estressados por todos os lados.

A area parece uma outra cidade completamente, seja por causa dos barcos, o ceu refletindo na gua calma do rio ou os varios restaurantes, bares e cafes com as mesas na varanda, admirando os iates.

Então aproveitamos outro fim de semana com um tempo ótimo e fomos até St. Katharine’s para comer um brunch e começar bem o fim de semana!

(P.S.: Quando escrevi o post, já tinha começado a chover de novo…)

Categorias: Bairros, Conhecendo Londres, Pub & Restaurantes
19
27
May
2010
Angel & Islington
Escrito por Adriana Miller

Angel eh meu bairro preferido em Londres!

Fica numa localizacao bem central, mas ainda o suficientemente afastada do “west end” para ser mais tranquila do que as areas mais turisticas. E eh bem facil de chegar, pois a estacao Angel fica na Northern Line (linha preta).

Angels & Islington eh o tipo de bairro que eh residencial, mas sem ser paradao. Eh comercial sem ser super lotado. E alem disso eh super, super trendy.

Mas um trendy diferente… Eh um trendy local, com muito Londrinos autenticos (se eh que isso existe!) curtindo o London way of life! Mas ao mesmo tempo nao eh um trendy pretencioso, como Kensington ou Notting Hill. E tambem nao eh um trendy esquisito como Shoreditch, e nem tao pouco eh um trendy popular e turistico, como Soho e Mayfair.

Eh simplesmente um daqueles lugares pra ver Londres como ela eh!

Mas o melhor mesmo eh a quantidade de coisa legal pra fazer por lah!

A rua Principal, logo na saida do metro, eh a Islington Upper Street e essa rua eh uma sequencia de bares, pubs, restaurantes, cofee shops, lojinhas diferentes, casas de show e oque mais voce quiser encontrar.

Pensa em QUALQUER comida, de qualquer lugar do mundo? Em Islington Upper Street tem.

Tem restaurante Japones, Italiano, Argentino, Indiano, Turco, Mexicano, Brasileiro, Ingles, Chines, Tailandes, Americano, Cubano, Vietnamita, Espanhol, Portugues, etc, etc, etc.

Eh o paraiso dos foodies e amantes de comidas em geral!

Alem disso, bem no meio da Upper Street tem um mini-shopping com um cinema Vue bem grande (minha sala de cinema preferida de Londres), que tambem fica exatamente ao lado da Carling Academy (otima pedida pra quem gosta de musica e shows!) alem de um Yo!Sushi e um Wagamama, entre outros restaurantes e lojas…

E tudo isso num climinha muito bom de vila do interior, com uma arquitetura Vitoriana linda, as mesinhas na calcada, pracinhas e casinhas fofas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Bairros, Conhecendo Londres, Pub & Restaurantes
26