25 Mar 2019
3 comentários

Tulum – Mexico

Américas, Cruzeiros, Dicas de Viagens, Mexico, Tulum

O Mexico sempre foi o calcanhar de quiles da minha “carreira” de viajante… Um pais incrivel e com tanta diversidade de cosias a ver e fazer, mas que simplesmente eu ainda nao tinha visitado.

Parte disso foi intencional – nos sempre soubemos que eventualmente nosso future seria nos EUA, e que as viagens pelo Mexico (e America em geral) seria muito mais facil e acessivel. Entao fomos deixando, deixando e ao longo dos anos nossa concentracao foi na Europa, Oriente Medio e Asia, que nos pareciam mais “proximos” a partir da Europa.

Entao quando comecamos a planejar o cruzeiro que fizemos no Caribe em 2018 uma das opcoes era um roteiro que passase pelo Mexico.

A minha primeira reacao foi de “EBA finalmente vou conhecer o Mexico!”, mas por outro lado, tambem fiquei um pouco decepcionada…. E esse eh justamente o lado negativo de viagens de cruzeiro, pois passar 1 dia no porto de uma cidade/pais, nao nos da tempo suficiente para conhecer nada tao bem assim.

Quando a parade eh uma praia, uma ilha, ou um lugar que provavelmente nao tem muito mais a oferecer doque praia e sol, ai tudo bem…. Pois realmente nao muda tanto assim se voce passou 1 dia na praia, ou 5 dias nessa mesma praia…

Mas o Mexico…. Ah o Mexico!!

A minha lista de cosias que gostaria de conhecer e fazer no Mexico sao infinitas, e apenas 1 dias no porto naoi a dar nem pra dar um gostinho inicial.

Entao sinceramente, pensei que deveriamos considerer outros roteiros, e procurer opcoes que nao incluissem o Mexico… Sei la… o Mexico merecia mais atencao, mais tempo…

Mas fechamos esse roteiro assim mesmo, e a experiencia inicial no Mexico foi muito boa!

O nosso cruzeiro ancorou na ilha Cozumel, mas preferimos pegar uma excursao do Navio e fomos para Tullum, que fica no continente.

O dia foi uma maratona, e bem consativo, mas achei que pelo menos nos deu a oportunidade de conhecer um pouco do Mexico “verdadeiro”.

Entao chegamos por Cozumel, e ja fomos direto para um catamaran que nos levou par Isla Mujeres, que eh a cidade que fica de frente para Cozumel, no lado continental do Mexico.

O transfer de catamaran/lancha, demora mais ou menos 1 hora, e o barco era bem moderno e confortavel, incluindo uma area reservada para criancas pequenas com brinquedos etc.

Em Isla Mujeres, um onibus esperava o grupo, e encaramos muito e muito quilometros de Estrada…. No total foram mais de 2 horas de Estrada ate chegarmos na entrada do parquet nacional de Tulum.

Uma vez la, nos optamos por nao seguir o resto do grupo com um guia, pois queriamos explorar a area arqueologica com calma e no noso ritmo, e as criancas queriam andar, corer e brincar por la.

Nos tinhamos planejado uma escapadinha pra praia tambem, mas Tulum estava recebendo uma mare de algas bem forte, e a agua estava bem turva e suja (de algas), e acabamos desistindo.

Na epoca que estivemos por la, muitos seguidores me perguntaram sobre como foi o passeio, como conseguimos chegar em Tulum etc, e a verdade eh que por mais que eu nao goste de excursoes fechadas, essa realmente eh a melhor opcao – caso voce esteja num cruzeiro – de chegar do litoral ate Tulum.

A logistica eh complicada se feita independentemente, atrasos e cancelamentos sao bem comuns, e a viagem eh longa, entao os riscos de alguma coisa dar errada, sao grandes!

Entao minha recomendacao nessas situacao eh realmente organizar e reservar tudo pelo navio, pois se alguma coisa der errada, eles sao responsaveis por garantir que voce vai chegar sa e salvo de volta no Cruzeiro.

Se voce estiver por conta propria e acabar perdendo ou atrasando alguma das pernas da viagem (barco, taxi, onibus), ja era, o navio vai embora sem voce, e voce eh inteiramente responsavel por se virar e voltar pra casa (ou o proximo porto de parade) sozinho.

Foi corrido? MUITO!

Valeu a pena? Muito!

O calor estava de matar, entao poder passear independente do resto da excursao foi crucial, e conseguimos ver quase todo parque arqueologico, mas ainda assim brincar e entreter a Isabella e o Oliver ao mesmo tempo, para para descansar de vez em quando, tomar uma agua de coco pra refrescar…. E depois passear e brincar mais um pouco.

E logo na entrada do parquet arqueologico tem tambem uma area commercial, com lojas, restaurants, cafeterias, etc que tambem foi legal conhecer e explorer um pouco – comemos muito bem, e foi otimo para comprar souvenirs!

 

E quando deu a hora certa, nos reencontramos com o resto do grupo e voltamos calmamente para o navio!

Foi uma otima primeira experiencia no Mexico, mas definitivamente nao substitui o desejo de voltar e de fato explorer e conhecer bem o pais, o que tenho certeza que ainda faremos muitas outras vezes ao longo dos proximos anos!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Nos Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
3 comentários
05 Mar 2019
3 comentários

Roatan – Honduras

Américas, Cruzeiro no Caribe, Cruzeiros, Dicas de Viagens, Estilos de Viagem, Honduras

A segunda parada do nosso cruzeiro pelo Oeste do Caribe com a Princess Cruises foi na Mahogany Bay, uma pequena praia na costa sul de Roatan (a ilha mais turistica e conhecida de Honduras).

A principio tinhamos planejado de fazer um passeio de snorkel e caiaque pela ilha com a irma do Aaron e seu namorado – mas o passeio acabou sendo cancelado de ultima hora.

Entao, pela manha, minha sogra ficou com o Oliver no navio enquanto a Isabella foi participar das atividades do Kids Club, e eu e o Aaron fomos explorar um pouco de Mahogany Bay.

Sinceramente, eu nao sabia o que esperar! Nao sei quase nada sobre Honduras, e fomos recebidos por um clima super estereotipico da America Central: muita mata verde, umidade altissima, uma praia linda e muitos barzinhos pe na areia.

Logo na saida o navio, a area do porto eh lindissima! Me lembrou muito um misto de Paraty com Pelourinho, com cazinhas coloridas, artistas de rua tocando um samba (versao Hondurenha) e muito artezanato!

Foi o porto mais bonito que vimos em toda a viagem!

Mas o calor e umidade realmente estavam de matar, entao fomos andando em direcao a praia – logo que chegamos estava lotado demais pro meu gosto, entao fomos direto para os barzinhos e pedimos a maior e mais colorida marguerita frozen do menu!

Afinal, quando no Caribe, se comporte como um gringo! Hahahhaha

Mas logo logo a praia comecou a esvaziar, entao voltamos pro navio pra buscar as criancas e passamos o resto da tarde toda na praia!

O bom do porto de Mahogany Bay, eh que o navio fica bem ali coladinho na entrada da parte da praia (mas sem ser NA praia, nem dar uma impressao de porto lotado ou sujo… muito pelo contrario!), entao era super facil e rapido ir e voltar do navio para a praia.

A agua estava super quentinha e gostosa, e mais uma vez as criancas adoraram e passamos horas brincando com eles!

 

Aqui esta o vlog do nosso dia em Roatan, Honduras.

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
3 comentários
23 Aug 2013
7 comentários

San Juan de Puerto Rico

Cruzeiro no Caribe, Dicas de Viagens, Porto Rico, San Juan

Logo no primeiro dia em Puerto Rico, acordamos cedo e fomos direto pra cidade antiga, a Vieja San Juan, com sua paisagem dramática e centrinho colonial.

9518725660_0894109d3d

Primeira Parada? O mítico Castillo de San Cristóbal, uma fortaleza Espanhola no alto da cidade, de “frente” para a Europa e com vistas fenomenais de San Juan.

9515945321_ebfda8d21f

Construída em 1634, e incrivelmente bem conservada (já foi restaurada algumas vezes, mas continua com uma cara de antiguinha e autentica, sabe?) é um labirinto de túneis, calabouços, celas, poços e áreas de armazenamento de pólvora que foi uma construção praticamente impenetrável por muito séculos.

9518733884_893e2d8359

O forte é todo aberto a visitação, e é possivel explorar as passagens secretas e calabouços por conta própria, o que é super interessante!

Mas hoje em dia seu principal atrativo é mesmo sua vista!

De lá de cima é possivel ter uma ideia da expansão da cidade antiga, avistar os cruzeiros ancorados no porto, e a cidade “nova” se expandindo a perdeeeer de vista.

9515948907_0b8d6df1ae

Desde suas muitas torres de observação é possivel avistar o faról do forte de San Felipe del Moro, na outra ponta da cidade, e dá pra entender bem porque a cidade (e toda a ilha!) era tão bem guardada!

De lá continuamos nosso passeio seguindo o roteiro sugerido pela própria prefeitura, que identifica as calçadas e paralelepípedos da cidade em azul pelas ruas históricas.

(Ah! E seguindo o roteiro da prefeitura, também é possível usar os “Trolleys” que são tipo uns bondinhos que circulam pela cidade antiga e são de graça – é só procrar pelo ponto específico)

Começamos pela Plaza de Colón, e de lá seguimos pela Calle Tetuan (que é uma ótima área pra dar uma refrescada do calor úmido Caribenho em um dos vários barzinhos e restaurantes super bonitinhos!) e fomos subindo em direção a Calle Fortaleza e Calle San Franciso, onde estão a maioria das casinhas coloridas coloniais da cidade.

9515951645_22cf44348e

Fomos andando sem pressa, entrando nas lojinhas (rola um certo paraíso fiscal em San Juan e a cidade é cheia de lojas outlet de marcas Americanas como Coach, Tommy Hilfiger e Ralph Lauren, por exemplo) e galerias de arte (muita opção legal de lojas de peças de decoração, peças de design e arte) e souvenirs (Porto Rico também é famoso por seus chapéus tipo Panamá).

9518745530_e326bf1d53

Mas é a partir da Plaza de Armas que as ruas e casinhas realmente ficam coloridas e fotogênicas!

Quando chegamos na praça da Catedral de San Juan Bautista, paramos pra almoçar no restaurante do Hotel El Convento, que nos foi recomendado como um dos melhores da cidade (e aparentemente foi onde a JLo e Marc Antony fizeram a festa de seu casamento – que foi celebrado na Catedral, do outro lado da rua!).

A Catedral é enorme e imponente, mas ao mesmo tempo, bem simples e sem grandes adornos…

(e ali na mesma praça fica o “Museo del Niño” um museu que conta a história de San Juan para crianças. Mas como a isabella é tão pequenininha, dispensamos)

De lá descemos as ruas em direção a “La Muralla”, que é tipo um calçadão que circunda a muralha da cidade antiga e onde fica o portão de entrada de “honra” da cidade – era por ali que o Rei da Espanha – e outros dignitários merecedores de tamanha honra – entrava na cidade.

É possível seguir o caminho da muralha até chegar na Fortaleza San Felipe del Moro, mas como o sol estava fortíssimo, optamos pelo caminho da sombra, que cruza a Plaza de la Beneficencia, passando pelos principais museus da cidade, até a entrada do Campo del Moro – que leva até a fortaleza e seu farol.

Essa fortaleza é bem menor e menos interessante do que o Castillo de San Cristóbal, mas sua atração principal, o farol é realmente impressionante e enorme!

9515956423_0da37a5569 9518748726_93aa0fe783

E a vista da cidade do lado de lá e tão bonita quanto do outro lado, e só assim nos demos conta de como a cidade é grande!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
7 comentários