22
Feb
2012
Paris: Le Meurice
Escrito por Adriana Miller

Semana passada eu dei umas reclamadinhas no Twitter (segue aqui: @DriMiller) e estava meio rabugenta porque ia passar meu aniversario longe de casa, trabalhando em Paris. E a viagem foi super corrida, mal sai do escritorio, e o clima invernal de frio+escuridao+chuva de Paris nao colaborou muito.

Mas nao tem como reclamar demais do dia de labuta quando no final de tudo tenho uma suite no luxuoserrimo Le Meurice me esperando!

O Le Meurice eh apelidado de “hotel dos Reis”, e foi um dos primeiros em Paris a servir uma clientela estrangeira. Ao contrario do tradicionalmente Franceses Plaza Athenee, Ritz e Crillon, o Le Meurice empregava funcionarios fluentes em Ingles e outras linguas Europeias, e fazia um servico de cheuffer entre a cidade portuaria de Calais (onde chegam os ferries vindos da Inglaterra) ate Paris, servindo especificamente a aristrocacia Inglesa.

Rapidinho o servico internacional do Le Meurice cai no gosto de hospedes como o Rei Alfonso VIII da Espanha, Napoleao III, e uns anos depois foi Salvador Dali que chamou o Le Meurice de “casa”, onde morava na suite 106 por um mes inteireiro todos os anos ao longo de quase 30 anos, enquanto buscava por suas inspiracoes

Para se manter relevante no circuito de hoteis de luxo em Paris o Le Meurice conseguiu como ninguem permanecer um classico, ao mesmo tempo que se modernizou na medida certa.

Os moveis continuam tradicionais, assim como o hotel era quando abriu suas portas e foi decorada tendo como inspiracao o estilo de Luis XIV, Marie Antoinette e os saloes de Versailles.

Mas os quartos tem coontrole central de ar condicionado e aquecimento digital (incluindo calefacao underfloor), banheiro modernissimo, sitema de som da Bose e telona de TV LCD que dubla como espelho.

E o principal responsavel por toda essa renovacao de altisisma qualidade nao podia ser ninguem menos que o designer Frances Philippe Starck (que tambem assina a decoracao de lugares como o Asia de Cuba em Londres, Kong em Paris e Ramses em Madrid) e sua filha, a artista plastica Ara Starck, que assinou a pintura em canvas de 145 metros quadrados que se debruça no teto do restaurante “Restaurant Le Dali”, comandando pelo chef Yannick Alléno, dono de 3 estrelas Michelin.

Tudo isso garantiu que o Le Meurice fosse selcionado para fazer parte de um dos grupos de hoteis mais selecionados e exclusivos do mundo, o The Dorchester Collection (que inclui enderecos como o Plaza Athenee em Paris, Principe de Savoia em Milao e o carro chefe Dorchester em Londres).

Nos ultimos meses o Le Meurice foi pano de fundo para filmes como o “Meia Noite em Paris” de Woody Allen e no filme “W.E.” que a Madonna acabou de produzir.

E pra completar a “cereja do bolo” eh a localizacao do hotel, que fica na Rue de Rivoli, bem de frente para o Jardin de Tulleries, e a poucos quarteiroes da Place de la Cooncorde.

 

Le Meurice

228 Rue de Rivoli 75001 Paris

 

Categorias: França, Hoteis, Paris, Viagens
20
05
Dec
2011
Milão: Hotel Principe di Savoia
Escrito por Adriana Miller

Durante minha estadia em Milao, eu fiquei hospedada no hotel Principe di Savoia, fundado em 1927 e o unico membro Italiano da “Dorchester Collection” (do qual fazem parte o Plaza Athenee em Paris e o Dorchester em Londres).

O hotel fica na regiao da Piazza della Republica, no norte de Milao, e eh considerado um dos mais luxuosos e tradicionais da cidade, pois foi um dos primeiros do estilo a ser construido no inicio do seculo, quando Milao se destacou como centro financeiro da Italia.

Hoje em dia o hotel esta entre os favoritos de celebridades e da fashion crowd, principalmente durante as semanas de moda de Milao, e principalmente desde que o hotel fez uma re-vamp geral em 2008 e abriu um dos bares mais concorridos da cidade. Aparentemente o George Clooney eh um habituee do Principe di Savoi, e sempre fica no hotel a caminho de sua luxury Villa no Lago di Como, no norte de Milao.

A arquitetura e decoracao eh bem classica, com cortinas pesadas e moveis imponentes, e muitas pinturas e tapecarias pelas paredes.

Mas como parte da reforma geral pela qual o hotel passou recentemente, alem do novo bar, eles tambem abriram um novissimo spa Acqua di Parma (que tambem sao os produtos disponiveis nos quartos).

A unica coisa que nao gostei muito foi que achei que o hotel fica um pouco afastado do “burburinho” do centro de Milao. Nao que esteja longe (uns 10 minutos de taxi ou 3 estacoes de metro saindo do Duomo), mas seria mais pratico se pudesse ir andando pra tudo quanto eh canto!

Hotel Principe di Savoia

Piazza della Repubblica,

20124 Milan, Italy

Tel:+39 02 62301

 

Categorias: Italia, Milão, Viagens, Viagens pela Italia
14
04
Oct
2011
Chá da tarde: The Dorchester
Escrito por Adriana Miller

Pra fechar a programacao Londrina da viagem da minha irma em Londres, nao poderia faltar um cha da tarde!

Elas queriam uma opcao que fosse bem tradicional, se vestir de lady e se sentir bem proper, entao nossa escolha foi o luxuoso hotel The Dorchester.

O The Dorchester eh o carro chefe da colecao de hoteis de luxo de mesmo nome “The Dorchester Colletion“, que incluiu em seu portfolio outros hoteis como o Plaza Athenee em Paris e o The Bervely Hills Hotel em Los Angeles.

Entao como era de se esperar, nossa experiencia do cha da tarde nao deixou a desejar, e tudo, tudo foi no minimos detalhes como manda a tradicao.

O cha da tarde eh servido apenas em horarios muito especifcos e operam um servico de reserva apenas (voce pode reservar direto no site deles, aqui), tanto no salao principal The Promenade, ou na salao mais intimista The Spatisserie.

A unica coisa que eu reparei que foi diferente do “ritual” de cha de outros hoteis em Londres foi o abastecimento da mesa – eles vao te servindo a medida que seu prato vai esvaziando, mas nao montam o cha completo nas mesas, pra nao ficar um clima muito entulhado. Como as mesas sao pequenas, acho essa tecnica otima!

As meninas adoraram o programa, e eu como sempre sou super fa de chas tradicionais, e sempre recomendo como sendo um programa imperdivel de qualquer viagem a Inglaterra!

 

Categorias: Cha da tarde, Conhecendo Londres, Inglaterra, Viagens
18
19
Jun
2011
Hotel Plaza Athenee, Paris
Escrito por Adriana Miller

Semana passada quando estive em Paris a trabalho eu achei muito engracado todos os pedidos de fotos e posts sobre o Plaza Athenee, o hotel onde fiquei!

Foi uma daquelas otimas situacoes e vantagens de viajar a trabalho, afinal nao eh todo dia que me hospedo num dos melhores hoteis de Paris (do mundo?!).

Mas por outro lado, ha um tempao atras eu li um comentario no Twitter (ou foi Facebook? Nao lembro) sobre as reviews de hoteis de luxo – afinal quem tem cacife pra pagar a diaria de €700 Euros do Plaza Athenee (ou Ritz, our Four Seaons) nao precisa ficar lendo opiniao de blogueiros…. certo?

Entao talvez esse nao seja necessariamente um post dica, e sim um post curiosidade! Entao quem quer conhecer o Plaza Athenee, poe o dedo aqui!

Bem, pra comecar que o Plaza Athenee fica numa das ruas mais caras e luxuosas de Paris, a Avenue Montagne. Meus vizinhos incluiam a Torre Eiffel, a Prada, Valentino, Chanel e afins. E eh o hotel dos ricos e famosos na cidade.

Em termos de exuberancia, achei que seria mais opulente… mas acho que ai eh que esta a diferenca: o Plaza Athenee tem aquele ar de chiquesa Parisiense, de luxo discreto – voce nao precisa se cobrir de ouro da cabeca aos pes pra provar que tem pedigree. Eh o total oposto de lugares como o Burj al Arab em Dubai, por exemplo, que precisa ser exagerado, opulente, “rico”. O Plaza Athenee nao precisa de nada disso.

A classe do hotel esta no detalhes: quando o carregador veio trazer minha mala para o quarto ele imediatamente me avisou que ja ja a camareiria vinha desfazer minha mala e passar minhas roupas, que depois seriam devidamente organizadas no closet da minha suite.

Ou o “menu” de almofadas e travesseiros em cima da cama, e assim cada hospede pode escolher o tipo de penas de ganso que quiser e precisar, de acordo com seu nivel de estress e cansaco…

No sub-solo do hotel fica o Dior Institut, que eh o spa carro chefe da Maison Dior, com tratamentos personalizados feitos 100% com produtos dior e esteticistas e terapeutas treinadas no padrao Dior. O Spa eh aberto a nao hospedes, e o tratamento mais baratinho custava 180 Euros.

Tambem no Plaza Athenee fica do restaurante do Alan Ducasse, chef Frances naturalizado Monaquense – ele comanda os restaurantes dos hoteis mais caros do mundo (incluindo seu restaurante homonimo no Plaza Athenee e um restaurante, tambem com seu nome, no hotel Dorchester em Londres), e eh o unico chef que tem 3 estrelas Michelin (a premiacao maxima) em todos os seus restaurantes, e ao longo de sua carreira ja ganhou 19 estrelas (tambem recorde).

NO terreo do hotel fica o Bar do Plaza, tambem aberto a nao hospedes e que tem uma selecao invejavel de drinks, vinhos e wiskey vintage com precos que ultrapassam os 6 digitos e uma lista interminavel de cocktails. Para escolher oque voce quer beber o garcon te traz um iPad, e vc clica e escolhe oque prefere beber – foi la que me encontrei com a Paula e a Ju enquanto elas estavam em Paris, e foi otimo ter compania pra fazer um programa desses!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: França, Hoteis, Paris, Viagens
20