23
Feb
2012
Paris: Buddha Bar
Escrito por Adriana Miller

Nas ultimas viagens que fiz a Paris volta e meia alguem recomenda alguns restaurantes pra conhecer, e um nome que apareceu bastante entre os favoritos e mais mencionados foi o Buddha Bar.

Entao quando sai ja super tarde do escritorio na segunda feira pedi pro concierge do hotel ligar pra la e ver se eles tinham mesa disponivel – dei sorte de ter sido uma segunda feira fria e chuvosa e mesmo de ultima hora, coseguimos uma mesa!

Fomos andando do Le Meurice pela Place de la Concorde, e logo ali na esquina do Hotel Crillon fica a entrada do Buddha Bar Paris.

Eu ja conhecia a filial de Monte Carlo e de (finado) Londres, entao sabia que nao teria surpresas e que seria garantia de boa comida e um lugar legal pra sair pra jantar com minha equipe.

O clima eh o mesmo da franchise Buddha Bar pelo mundo (que tambem lembra demais o Tao em Las Vegas) com um buda sentado gigante bem na entrada do restaurante, decoracao em tons de vermelho e muitas velas.

No menu muita variedade de pratos de todas as partes da Asia, de rolinho Vietnamita a curry verde Tailandes, a satay Malai e grelhados Mongolianos.

Minha escolha preferida foi o rolinho empanado – que eh um rolinho primavera normal, mas em vez de fritarem a massa de arroz, eles empanam e servem com um molho de Sweet Chili delicioso!

Outras opcoes que pedimos foi a carne stir fry com castanha do para, sirloin grelhado, sticky rice, udon noodles, pak choy refogado e shitake no vapor!

Comemos ate rolar!

O Buddh Bar Paris fica no sub solo do predio do Hotel Crillon e ter 3 niveis diferentes: logo na entrada tem uma lojinha e o teraco que soh fica aberto durante a primavera e verao, o segundo nivel do subsolo eh um cocktail bar, que serve de mezzanino ao andar de baixo – o restaurante com um pe direito altissimo, que abriga o super Buda.

Apesar de nao termos feito reserva com muita antecedencia, eh sempre bom ligar antes pra garantir uma mesa (se seu Frances nao for bom o suficiente, a recepcao ou concierge de qualquer hotel esta ai pra isso mesmo!)

Buddha Bar

23 Rue d’Anjou

Paris

+33 (0)1 55 35 36 80

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
7
22
Feb
2012
Paris: Cafe Angelina
Escrito por Adriana Miller

As vezes fica impossivel nao se render aos cliches de Paris… E nessa ultima viagem eu fiquei hospedada no Le Meurice, que por acaso divide o mesmo predio com o Cafe Angelina, ali na Rue de Rivoli.

O Cafe Angelina foi fundado em 1903 e nunca mais desapareceu das listas de coisas a fazer em Paris – e como Paris eh uma daquelas cidades onde comer bem eh tao importante quanto passear em pontos turisticos e visitar Museus, porque nao incluir tambem o melhor chocolate quente de Paris?

Tecnicamente o Cafe Angelina eh uma salao de cha e pastelaria, mas foi o chocolate quente que espalhou a fama do Angelina a niveis estratosfericos, tanto entre locais quanto entre os turistas.

Entao quando acordei em Paris no dia do meu aniversario, fui tomar cafe da manha com toda calma do mundo no Angelina: chocolate quente e um croissant de manteiga daqueles que derrete na lingua! (os quiosques de “Delice de France” espalhados por Londres nunca mais serao os mesmos…).

E ta ai uma otima opcao de souvenir diferente pra comprar na sua viagem a Paris!

Logo na entrada do Angelina eles tem uma lojinha vendendo o chocolate quente em todos os estilos e formatos diferentes: em garrafinha de vidro pronto pra beber, em po instantaneo, em tubinhos de pasta concentrada, caixinha longa vida…

Muita gente me pergunta sobre a duracao de macaroons na viagem de volta ao Brasil, mas eles tem uma vida muito curta pois sao muito frageis, e sao gostosos mesmo frescos, feitos no mesmo dia.

Entao o chocolate quente do Angelina eh tao tradicional tanto e nao vai se esfarelar nem atrair formiga na sua mala! Entao voce pode se acabar de tomar chocolate quente por la (principalmente pra quem for a Paris no frio!), trazer uns potinhos pra casa e passar os meses seguintes matando a saudade da viagem!

Cafe Angelina

226 Rue de Rivoli 75001 Paris, (Tel) +33 1 42 60 82 00

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
9
22
Feb
2012
Paris: Le Meurice
Escrito por Adriana Miller

Semana passada eu dei umas reclamadinhas no Twitter (segue aqui: @DriMiller) e estava meio rabugenta porque ia passar meu aniversario longe de casa, trabalhando em Paris. E a viagem foi super corrida, mal sai do escritorio, e o clima invernal de frio+escuridao+chuva de Paris nao colaborou muito.

Mas nao tem como reclamar demais do dia de labuta quando no final de tudo tenho uma suite no luxuoserrimo Le Meurice me esperando!

O Le Meurice eh apelidado de “hotel dos Reis”, e foi um dos primeiros em Paris a servir uma clientela estrangeira. Ao contrario do tradicionalmente Franceses Plaza Athenee, Ritz e Crillon, o Le Meurice empregava funcionarios fluentes em Ingles e outras linguas Europeias, e fazia um servico de cheuffer entre a cidade portuaria de Calais (onde chegam os ferries vindos da Inglaterra) ate Paris, servindo especificamente a aristrocacia Inglesa.

Rapidinho o servico internacional do Le Meurice cai no gosto de hospedes como o Rei Alfonso VIII da Espanha, Napoleao III, e uns anos depois foi Salvador Dali que chamou o Le Meurice de “casa”, onde morava na suite 106 por um mes inteireiro todos os anos ao longo de quase 30 anos, enquanto buscava por suas inspiracoes

Para se manter relevante no circuito de hoteis de luxo em Paris o Le Meurice conseguiu como ninguem permanecer um classico, ao mesmo tempo que se modernizou na medida certa.

Os moveis continuam tradicionais, assim como o hotel era quando abriu suas portas e foi decorada tendo como inspiracao o estilo de Luis XIV, Marie Antoinette e os saloes de Versailles.

Mas os quartos tem coontrole central de ar condicionado e aquecimento digital (incluindo calefacao underfloor), banheiro modernissimo, sitema de som da Bose e telona de TV LCD que dubla como espelho.

E o principal responsavel por toda essa renovacao de altisisma qualidade nao podia ser ninguem menos que o designer Frances Philippe Starck (que tambem assina a decoracao de lugares como o Asia de Cuba em Londres, Kong em Paris e Ramses em Madrid) e sua filha, a artista plastica Ara Starck, que assinou a pintura em canvas de 145 metros quadrados que se debruça no teto do restaurante “Restaurant Le Dali”, comandando pelo chef Yannick Alléno, dono de 3 estrelas Michelin.

Tudo isso garantiu que o Le Meurice fosse selcionado para fazer parte de um dos grupos de hoteis mais selecionados e exclusivos do mundo, o The Dorchester Collection (que inclui enderecos como o Plaza Athenee em Paris, Principe de Savoia em Milao e o carro chefe Dorchester em Londres).

Nos ultimos meses o Le Meurice foi pano de fundo para filmes como o “Meia Noite em Paris” de Woody Allen e no filme “W.E.” que a Madonna acabou de produzir.

E pra completar a “cereja do bolo” eh a localizacao do hotel, que fica na Rue de Rivoli, bem de frente para o Jardin de Tulleries, e a poucos quarteiroes da Place de la Cooncorde.

 

Le Meurice

228 Rue de Rivoli 75001 Paris

 

Categorias: França, Hoteis, Paris, Viagens
20
21
Feb
2012
Roka
Escrito por Adriana Miller

A comemoracao adiantada do meu aniversario foi semana passada, quando saimos pra jantar no Japones Roka.

O Roka fica quase no final da Charlotte Street em Fitzrovia, uma rua lotada de bares e restaurantes incriveis nos arredores da Oxford Street.

Mas oque originou mesmo a fama do Roka nao foi seu endereco e sim seu chef badalado e empresario estrelado (o Londrino Rainer Becker) e por ter sido o lancamento spin off do tambem japones Zuma.

O Zuma (que depois eu falo com mais calma) ja aparece nas listas dos melhores restaurantes de Londres ha anos, e consequentemente esta sempre lotadissimo – e em Londres a tendencia sempre eh essa: se alguma coisa faz sucesso, o sucesso se multiplica.

E assim surgiu o Roka, a versao mais intimista do Zuma.

A disputa por mesas eh a mesma, o menu e a qualidade da comida tambem eh a mesma, incluindo as mesas de madeira pesada, o servico super amigavel, os infinitos drinks de saque e a estrela principal: a cozinha aberta no meio do restaurante.

E no caso do Roka, a cozinha fica bem no meio mesmo, e inclui um “balcao” em toda sua volta, onde os clientes podem sentar de frente pra acao e assistir enquanto os chefs preparam seus pratos.

E essa a justamente a especialidade do Roka, que se auto descreve como culinaria Robatayaki moderna – que eh a “arte” de grelhar dos Japoneses. Nos fomos de “Tasting Menu” que eh sempre uma otima opcao pra provar um pouco de tudo quando vamos a novos restaurantes.

E o menu degustacao do Roka foi isso mesmo, com um total de 7 pratos com amostras de todas as especialidades da casa, incluindo algumas de suas espcialidades como o aspargos com gergelin e o filet de Robalo grelhado com molho de soja doce e finalizando com o prato de “amostras” de sobremesas, incluindo miniaturas de quase todas as opcoes da casa.

Outro ponto positivo que o Roka tem em relacao ao Zum eh que ele divide o endereco com o terceito empreendimento do grupo, o saque bar-lounge Shochu Lounge que fica no subsolo do Roka e sao interligados por dentro do restaurante.

Apesar de bem pequeno, o Shochu tem conquistado clientela justamente por isso: por ter um clima bem intimista, um menu invejavel de drinks Japoneses e uma vibe incrivel, mas que nao lembra nem de longe uma balada.

E o Shochu foi o fator decisivo na escolha do Roka em vez do Zuma (ou outrao restaurante qualquer) no meu aniversario, pois queriamos um sabado “integrado”, onde pudessemos combinar jantar + drinks num bar bacana sem ter que envolver sair de novo pra rua, procurar taxi, chrgar, esperar na fila, nao ter mesa etc.

E a dupla Roka + Shochu foi simplesmente perfeita!

Roka & Shochu

37 Charlotte Street

Fitzrovia, W1T 1RR

Tel: 020 7580 6464

 

Categorias: Aniversario, Conhecendo Londres, Inglaterra, Pub & Restaurantes
11
17
Feb
2012
Amsterdam: Envy Delicacies
Escrito por Adriana Miller

A principal desvantagem de viajar a trabalho eh que… bem , eu tenho que trabalhar, neh? Mas por outro lado, acabo tendo dicas excelentes dadas pelos “locais” que trabalham comigo, oque me permite descobrir lugares pelas cidades onde passo que provavelmente nao conheceria se fosse apenas uma “turista”.

Entao na ultima viagem a trabalho a Amsterda, estava com mais algumas colegas do banco e nos recomendaram o badaladissimo Envy Delicacies, que por acaso ficava a poucos passos de distancia de nosso hotel!

O Envy faz parte de uma rede de restaurantes “tematicos” de pacados capitais, cada um com sua proposta diferente de preparar e apresentar a comida.

Entre varios premios e mencoes em revistas e na midia Holandesa,  o Envy tabem ganhou nos ultimos 5 anos consecutivos o selo de aprovacao “Bib Gourmand” do Guia Michelin (que nao chega a ser o mesmo que uma estrela Michelin, mas eh uma “mencao honrosa”) que confirmar sua posicao de gastronomia inovadora na cidade e na Europa.

O princio do restaurante eh que comida deve ser uma experiencia, e voce tem que se preparar para sentir inveja. O ambiente eh super moderno (porem escuro demais para minhas fotos!) com um design bem Europeu, e os pratos sao todos servidos em porcoes pequenas, como se fossem aperitvos ou tapas.

A recomendacao que nos deram foi que deveriamos pedir o “Tasting Menu”, onde voce deixa a escolha dos pratos a cargo do chef – que por sinal, trabalham numa cozinha 100% aberta no centro do restaurante, de frente para todos os clientes.

Entao aceitamos o desafio na cara e na coragem, e as opcoes de pratos foram chegando seguindo uma sequencia logica de sabores e misturas, e cada um de nos (eramos quatro) por vezes recebiamos pratos diferentes dos demais – oque causava inveja!

Confesso que quando a primeira rodada de pratos foi servida, fiquei achando que a comida nao seria suficiente, mas cada prato e cada opcao eh minimanente pensada para compor a refeicao completa, e no final do jantar, saimos de la quase rolando!

O Envy esta longe de ser um restaurante tipico Holandes, mas eh uma otima opcao pra quem procura um restaurante baladado e com otima comida – com uma experiencia gastronomica totalmente diferente!

Envy

Prinsengracht 381 1016 HL Amsterdam, Netherlands

Tel +33 20 344 6407

 

Categorias: Amsterdã, Holanda, Viagens
4
16
Feb
2012
Amsterdam: Hotel Pulitzer
Escrito por Adriana Miller

Quando estive em Amsterdam a trabalho semana passada fiquei hospedada no maravilhoso Hotel Pulitzer, que fica bem no centrao de Amsterdam.

O que eu achei mais legal mesmo de toda experiencia eh ter visto por dentro as tipicas casinhas historicas de Amsterdam!

O Hotel Pulitzer foi construido, na verdade usando cerca de 25 casas tipicamente Holandesas  do seculo 17 e 18 no centro de Amsterdam, ocupando um quarteirao inteiro entre os canais Prinsensgracht e Keizersgracht.

Eu achei o maximo que eles mantiveram a arquitetura original das casas, apenas “conectando” os corredores e ambientes. Entao por fora voce apenas ve que as casas sao diferentes e fica dificil identificar onde o hotel acaba e onde termina.

Mas por dentro eh que eh interessantissimo: para nao comprometer a estrutira original historica das casas, eles nao derrubaram todas as paredes, nem “harmonizaram” o interior, entao cada casa continua sendo uma casa independente, e ao andar pelos corredores (as casas sao todas conectadas, por dentro, claro) voce percebe nitidamente quandoe sta passando de uma casa pra outra!

E entre elas, la dentro, as altura nem sequer sao as mesmas, entao os andares sao todos desnivelados, oque ressalta ainda mais essa diferenca entre a arquitetura de uma casa e outra!

Entao por exemplo, o terceiro andar do hotel eh composto na verdade do 2 andar da casa X, do terceiro andar da casa Y e do quarto andar da casa Z, dependendo de fatores como nivelamento em relacao a calcada, se era uma casa com porao ou nao, a altura do pe direito e tal.

Quaase todos os quartos tem vista para os canais de Amsterdam, ou entao para o patio interno do hotel, e os quartos todos tem pe direito bem alto e com as vigas de madeira originais no teto.

E se voce achar que ja viu aqueles saloes e corredores em algum lugar… esta certo! O Hotel Pulitzer serviu de cenario no filme “Ocean’s Twelve” que se passa praticamente todo em Amsterdam. Entao eles transformaram as diferentes “casas” do hotel, em ambientes proprios, alguns dos saloes que hoje servem de bares ou restaurantes foram transformados em bibliotecas ara o filme e coisas do genero!

O Hotel faz parte da curadoria “Luxury Collection” que seleciona hoteis de variadas bandeiras ao redor do mundo, inteiramente baseados no quesito luxo e atendimento ao cliente.

E pra mostrar que sao merecedores de tamanho luxo, alem do servico excelente, varias opcoes de bares e restaurantes premiados dentro do hotel, eles tambem oferecem um servico de taxi-barco pelos canais de Amsterdam para seus hospedes!

Hotel Pulitzer

Prinsengracht 315-331 • 1016 GZ, Amsterdam

Telefone: +31 20 5235235

 

Categorias: Amsterdã, Holanda, Viagens
4
20
Dec
2011
Calendario: Londres em Dezembro!
Escrito por Adriana Miller

Dezembro eh o mais mais chuvoso, mais escuro e muitas vezes mais frio de Londres – mas nada disso impede que a cidade continue sendo uma das mais animadas e charmosas do mundo!

Entao se voce estara por Londres nas proximas semanas, anotes as dicas, datas e eventos pra aproveitar bastante o mes (e evitar as roubadas e furadas!):

- Que conhecer um mercado de natal? O Winter Wonderland no Hyde Park esta longe de ser o mais legal ou mais bonito da Europa, mas ainda assim eh um programa bem legal de se fazer na cidade esses dias!

- Nao se engane com a conversao da Libra pro Euro ou Real, pois Londres tem algumas das lojas mais legais e mais cheias de desconto do mundo! E nao esqueca que todos os anos, no dia 26 de Dezembro comeca a maior temporada de promocoes do Reino Unido! Entao acontece oque acontecer, nao perca as barganhas do Boxing Day!

- E aproveite o clima invernal e va patinar no gelo em algumas das locacoes mais bonitas de Londres!

- Vai tentar a sorte da virada de ano em Londres esse ano? Entao se planeje bem e nao perca os posts onde eu dou o caminho das pedras pr nao micar seu revellion na cidade: Aqui, Aqui e Aqui.

- Se voce estiver na cidade durante o perio de Natal, fique atendo nos feriados nacionais: em todo Reino Unido dia 25 e 26 de dezembro e 1 de Janeiro sao feriados nacionais, mas como esse ano eles caem num fim de semana, os feriados automatcamente sao transferidos ao dia util seguinte. Portanto nessa temporada de hollidays os feriados serao os seguintes: 25, 26 e 27 de Dezembro e 1 e 2 de Janeiro.

Nos dias 25 de Dezembro e 1 de janeiro TUDO fecha mesmo! Metro, trens e onibus sao cancelados e as estacoes fechadas, deixando toda cidade ilhada em casa. Taxis geralmente so funcionam em servico especial de reserva, entao se voce precisa ir a algum lugar, reserve seu taxi com bastante antecedencia!

Dia 26 de Dezembro tambem eh feriado, e apesar de que o comercio funciona normalmente por causa das promocoes de Boxing Day, museus, atracoes e pontos turisticos estarao fechados.

Nos dias 24, 26 de Dezembro e 2 de Janeiro os transportes funcionam com servicos drasticamente reduzidos, entao planeje bem sua viagem antes de sair de casa/hotel.

Para confirmar horario de abertura de atracoes, bares e restaurantes, basta ir na pagina “Working Hours” dos lugares que voce pretende visitar para garantir que voce nao vai dar de cara com a porta (ou no Google, pra ter uma ideia masi generalizada)

- A boa noticia eh que na noite da virada do ano, do dia 31 de Dezembro pro dia 1 de Janeiro, todas as viagens de metro em Londres sao gratis! Porem, muitas estacoes fecham mais cedo que o normal, entao verifique o horario de funcionamento de sua estacao – principalmente se voce estiver tentando assistir os fogos no Embankment de Londres – todas as estacoes de todas as linhas fecham suas portas cerca das 3 da tarde (ver mais detalhes nos links sobre o revellion que postei acima).

- Nao conseguiu chegar perto pra ver os fogos da virada no London Eye? Nao tem problema! No dia 1 de Janeiro vai rolar uma parada/desfile de Ano Novo no centro de Londres (eu nunca fui, mas pode ser uma coisa divertida!). Nao quer encarar uma confusao dessas de jeito nenhum? Entao cuidado pois todo centro da cidade sera paralizado para dar vez para o desfile, entao os acessos a pontos turisticos serao restritos durante o dia.

 

Categorias: Aleatorios, Conhecendo Londres, Dicas Uteis, Eventos, Inglaterra
28
14
Dec
2011
T.V. Everywhere: Salzburgo & Munique!
Escrito por Adriana Miller

Esse é o video que fizemos na nossa viagem a Salazburgo e Munique quando fomos nos mercados de Natal.

A musica é “Rock me Amadeus” do cantor Austríaco Falco, que foi hit em 1985!

Essa é a versão original, em Alemão, e conta a historia de Wolfgang Amadeus Mozart – oque achei muito propicio para essa viagem…

O video foi editado usando iMovie, e usamos as cameras Sony DSC-HX5 e Sony HDR-CX115E.

 

Categorias: Alemanha, Austria, Munique, Salzburgo, T.V. EveryWhere
24
14
Dec
2011
München Christkindlmärkte: O mercado de natal de Munique
Escrito por Adriana Miller

Depois de passar algumas horas de nossa tarde na Hofbrauhaus, fizemos uma ultima parada em Munique: O mercado de natal!

Apesar de ter absolutamente adorado o mercado de natal de Salzburgo, ninguem nesse mundo sabe fazer feiras e mercados de natal como os Alemaes!

E na Bavaria entao, o clima de festas parece ser sempre permanente!

Nao sei explicar o porque, mas acho que apesar da “feira” em si não ser tão natalina e “focada” como os mercados Austríacos (em relação a enfeites e tal), os Alemães sabem criar o cenário perfeito, e da pra ver o quanto eles levam isso a serio, e nada é considerado decorado ou iluminado demais!

Talvez seja por serem mais populares (tanto com locais quanto com turistas) oque cria uma sensação maior de “calor humano”. Talvez sejam os corredores mais apertados. Mas acho que é mesmo a decoração.

Na Alemanha nao basta apenas levantar uma barraca e colocar meia dúzia de enfeites. Eles sao temáticos, sao exagerados, usam presépios, “vilas” do Polo Norte, trenzinhos e boneco que se mexem… as barraquinhas de Gluhwein entao, deixariam muito set de filme holywoodiano no chinelo!

E em Munique em particular, o cenário ajuda, né?

O mercado de natal fica espalhado por todo centro da cidade, mas tem seu foco principal nos arredores da praca Marienplatz, no mesmo local onde o mercado começou no seculo 14!

E as comidas?

Pra começar que eu acho que estou desenvolvendo um serio vicio em Gluhwein… ou talvez seja um vicio em guardar as canequinhas coloridas e diferentes de todos os marcados que ja fomos ao londo dos anos!

Apesar de nao comer muitas das “iguarias” da culinária Alemã, adoro os biscoitos de gingerbread, as frutas cobertas em chocolate ou caramelo!

Nao foi uma parada planejada, mas adorei conhecer o mercado de Munique, que entrou facinho no meu top 5 mercados na Europa! (ainda bem que ainda faltam muitos pra conhecer!)

E claro, oque seria um mercado de natal sem uns enfeites neh?

 

Entao comprei um bem bonitinho de Munique, que eh uma mala de viagem…. mas ai o Aaron avistou numa das barraquinhas o enfeite mais absurdamente maravilhoso da minha colecao (que pena que a materia da revista ja esta publicada!)!

Um mini Castelo de Neuschwanstein, que nao fomos dessa vez, mas visitamos em nossa viagem a Munique em 2006!

Ainda bem que ano que vem tem mais!

 

Categorias: Alemanha, Mercados de Natal, Munique, Natal, Viagens
19
13
Dec
2011
Munique: München Hofbrauhaus
Escrito por Adriana Miller

Na volta de Salzburgo, ja que nosso voo saia do aeroporto de Munique, resolvemos voltar umas horas mais cedo e aproveitar um pouquinho a cidade.

Foi uma passagem super corrida, ja que nos dois ja estivemos na cidade em outra ocasiao (na verdade o Aaron “morou” em Munique durante quase um mes na epoca do copa do mundo de 2006).

Entao sabiamos que com o tempo contado na cidade, a primeira parada nao poderia ter sido outra: Hofbrauhaus!!

A cervejaria que eh sinonimo de Munique ao redor do mundo, eh uma daquelas cosias super-ultra imperdiveis na cidade, mesmo que voce (como eu) nao beba nem uma gota de cerveja!

Ali dentro esta resumido todo e qualquer estereotipo Bavario, e seja qual for a epoca do ano, e programacao eh sempre a mesma e sempre imperdivel: cervejas aos baldes, e as respectivas garconetes carregando 10 delas ao mesmo tempo, a banda de folk Bavario, a comida excelente e o clima permanente de festa.

Eu nunca fui a Oktoberfest, mas imagino que seja exatamente assim. E na minha cabeca na Hofbrauhaus eh Oktoberfest o ano todo!

Procure uma mesa com lugares vagos e comece sua secao de alterocopismo!

Todas as mesas sao compartilhadas entre os muitos turistas e locais que frequentam a cervejaria e o servico eh incrivelmente rapido!

Ha uns meses atras quando minha irma estava planejando sua viagem pela Europa, ela e as amigas estavam na duvida se iriam pra Praga ou Munique. Ambas as cidades sao lindas, nao me levem a mal, mas pro espeiro de mochilao de amigas que elas estavam, de primeira recomendei Munique!

E realmente elas aprovaram meu palpite e concordaram que Munique foi uma das cidades que mais gostaram em toda a viagem! E obviamente, elas bateram ponto na Hofbrauhaus todos os dias!

Entao usamos a desculpa de ser “hora do almoco” e fomos direto da estacao de trem (chegados de Salzburgo) pra la. Entre cervejas, Gluhwein, pretezels e frango assado ficamos quase 3 horas por la!

E da proxima vez que voltar a Munique, minha primeira parada sera mais uma vez a Hofbrauhaus!

P.S. O Aaron nao bebeu todas essas canecas de cerveja nao, ok? nem com toda descendencia Alema do mundo seria humanamente possivel de beber isso tudo! mas as canecas estavam dando sopa na nossa mesa, e serviram como uma boa foto!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Alemanha, Munique, Viagens
21
Página 1 de 41234