05 Jan 2015
13 comentários

Londres Mês a Mês – Calendário de Eventos em Londres e atrações pro ano todo!

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Dicas Uteis, Europa, Eventos, Inglaterra

Apesar de já estar morando em Londres ha quase 10 anos, eu nunca perdi o fascínio por turistar pela cidade – e acreditem, ainda tem muita coisa que ainda não vi, não conheci nem fiz!

E se tem uma coisa que os Ingleses fazem muito bem são os eventos – todo mês, toda semana, tem sempre alguma coisa muito legal acontecendo pela cidade, pode ter certeza!

Se você não acredita em mim, basta tentar comprar ingressos pra algum evento de última hora… impossível!

E como eu sou dessas que adoro planejar viagens, adoro participar de eventos específicos nas cidades que visito (e em Londres), juntei o útil ao agradável e criei uma lista e calendário de eventos em Londres quando escrevi o Guia Everywhere.

E como quase todos os eventos já estão publicados aqui no blog também, e devidamente tagados e categorizados, deixando tudo bem organizadinho pra quem estiver planejando uma viagem pra Londres!

Então independente de quando você venha, fique de olho na lista a baixo – se planeje com antecedência pra comprar seus ingressos e planejar seus dias; ou simplesmente use a lista como guia pra entender porque determinada época os hotéis estão mais caros ou os museus mais lotados, evitando furadas e planejando sua viagem da melhor maneira possivel!

Aproveitei tambem a (re)organizacao do calendario de eventos da cidade aqui no blog e inclui mais essa secao no Menu (nos icones ai em cim da pagina!) pra facilitar o acesso ao longo do ano – tanto do calendario pro ano todo (todos os anos) e tambem os eventos que rolam mes a mes.

Menu Calendario Londres

Assim nao tem erro: vem pra Londres e quer ficar por dentro do que normalmente acontece pela cidade? Eh so passar no Menu do Guia Londres!

No final do posts tem também uma lista de feriados na Inglaterra (nem todos os países do Reino Unido tem os mesmos feriados) – que já foi publicado aqui no blog ha muuuuuuitos anos atrás, mas não custa nada relembrar.

P.S. Todos os eventos linkam direto em seus posts específicos, com mais informações sobre cada um!

 

– Calendário de Eventos & Acontecimentos –

 

LONDRES EM JANEIRO

* 1º janeiro: London Parade – um desfile pelas ruas da cidade para comemorar o novo ano.

* Janeiro e Fevereiro são também os meses quando rolam várias exposições de arte, moda e fotografia bem bacanas; uma maneira inteligente de manter a cidade viva nos meses mais difíceis do inverno.

Fique sempre de olho nas programações de museus como o Victoria & Albert, Natural History Museum (todos os anos nessa época do ano vamos na exposição do Wild Life Photographer e recomendo!), Somerset House (sempre com exposições de moda bem legais!), National Gallery e British Museum que sempre tem exposições especiais incríveis!

 

LONDRES EM FEVEREIRO

* 14 de Fevereiro: Valentine’s Day – dia dos namorados no hemisfério Norte; apesar de não ser oficialmente um feriado, significa que todos os eventos, peças de teatro, musicais e restaurantes estarão lotados e esgotados com semanas de antecedência.

* Janeiro e Fevereiro são também os meses onde acontecem alguns eventos de teatro e musicais especiais, como as apresentações do Cirque du Soleil (sempre em Janeiro até meados de Fevereiro), e em 2014 também vai rolar uma re-apresentação especial do clássico Cats!

Para ficar de olho em promoções e eventos especiais nos teatros de Londres, tenho ótimas dicas AQUI.

* London Fashion Week & Weekend: A edição de Primavera/Verão de um dos principais eventos de moda do mundo geralmente acontece bem no começo de Fevereiro – no fim de semana seguinte, rola o Fashion Weekend, que permite a participação do público fora do mercado da moda.

* Ano novo Chinês: Londres tem uma comunidade Chinesa enorme e super presente na cultura da cidade, muito bem representada pela ChinaTown, que ocupa boa parte do Soho, ali nos arredores de Piccadilly e Leicester Square. Então todos os anos durante o Ano Novo Chinês essa região da cidade se transforma, e é um espetáculos fascinante!

* Shrovel Day (ou Pancake Day): Uma maneira estranha de celebrar o Carnaval, mas na terça feira de Carnaval os Ingleses celebram os últimos dias pré quaresma e Jejum que antecedem a Páscoa comendo panquecas!

 

LONDRES EM MARÇO

* 17 de março: Saint Patrick’s Day –  dia do padroeiro da Irlanda é comemorado mundo afora, e apesar de não ser de fato um feriado, é a desculpa perfeita para passar horas nos pubs Irlandeses espalhados pela cidade!

Se você estiver pela cidade nesse dia (pegue alguma ótima dica de Pub e seja feliz, Irish Style!)

* Último domingo de março: The Boat Race – a regata mais tradicional do mundo, onde as universidades de Cambridge e Oxford se enfrentam, remando pelas águas do Rio Tâmisa.

 

LONDRES EM ABRIL

* Maratona de Londres: Geralmente acontece no último fim de semana de Abril, mas a data propriamente dita varia de ano pra ano. É um dos eventos esportivos mais importante do mundo, e a cidade literalmente para pra assistir as centenas de milhares de maratonistas correndo ao longo do dia.

Spidey rounds the corner

* Shakespeare Globe: O famoso e histórico Shakespeare Globe no Southbank de Londres só apresenta seus espetáculos durante os meses de primavera e verão, e são uma oportunidade incrível de assistir uma peça de Shakespeare no mesmo teatro que ele fundou ha quase meio milênio atrás. A cada ano a programação de títulos muda, com participação de atores e atrizes famosos e renomados, e a temporada geralmente começa em Abril e se estende até Julho ou Agosto.

 

LONDRES EM MAIO

* Polo in the Park: Uma das maiores competições de Polo do mundo, juntando times internacionais em Londres. Mesmo que você não seja entendido de polo e cavalos, o evento reúne – ao redor do campo – pop up bares e restaurantes como o Mahiki, Harrods, Moet Chandon e muitos outros.

* Chelsea Flower Show: Exposição de flores e plantas que faz parte do calendário da realeza, e sempre é inaugurado pela rainha.

 

LONDRES EM JUNHO

*Segundo sábado de junho: Trooping the Colour – um desfile militar que comemorar o aniversário da rainha com bastante pompa. A família Real participa em peso, saudando as tropas pela janela do House Guards e depois acenando para os aviões da RAF (Royal Air Force) pela janela do Palácio de Buckingham.

* Últimas semana de junho / 1º semana de julho: Wimbledon – um dos principais e mais tradicionais campeonatos Grand Slam de Tênis do mundo. O estádio também tem um museu que pode ser visitado o ano todo, mas se você quer tentar a sorte de conseguir comprar ingressos, deverá planejar sua visita com 10 meses de antecedência – o sorteio dos ingressos abre entre Agosto e Dezembro (do ano anterior)

* Royal Ascot: a data varia de ano pra ano, mas sempre acontece em meados de Junho. Uma corrida de cavalos, onde os cavalos pessoais da familia real competem, e portanto a rainha faz aparições diárias para abrir o evento.

* Pride Parade: Todos os anos em Junho (e as vezes em Maio) Londres se veste nas cores do Arco Iris e celebra suas diferenças – a comunidade GLTS nos lembra mais uma vez porque LOndres é essa cidade incrível onde cada um realmente pode ser quem quiser ser!

 

LONDRES EM JULHO

* Taste of London: Todos os anos no verão (a data varia de ano pra ano, mas geralmente acontece em julho) os melhores restaurantes e chefs de Londres se reúnem num super evento gastronômico no Regents Park. Uma oportunidade perfeita pra provar alguns dos melhores restaurantes do mundo ao mesmo tempo.

* Festivais de verão: São inúmeros festivais e shows de música ao longo de Julho e Agosto, para todos os gostos, nos parques de Londres. Oportunidades únicas de assistir ao vivo alguns dos maiores nomes da música internacional.

 

LONDRES EM AGOSTO

* Film 4 Summer: Um festival de cinema ao ar livre, exibido nos jardins da Somerset House em agosto em um super telão.

* Abertura de verão do Parlamento e Palácio de Buckingham – durante algumas semanas entre agosto e setembro o Parlamento entra em recesso e a Rainha tira férias: uma ótima oportunidade para conhecer essas duas atrações por dentro.

* BBC Proms in the Park: Festival de música clássica patrocinado pela BBC, que acontece entre junho e setembro.

* Notting Hill Carnival: No último fim de semana de Agosto o bairro de Notting Hill no Oeste de Londres é completamente transformado pelo Carnaval Caribenho que toma conta da área. Lembra um pouco a festa Brasileira, mas as estrelas da festa são mesmo as comunidades ex-Commonwealth do Caribe.

 

LONDRES EM SETEMBRO

* Open House London: Evento arquitetônico organizado pela prefeitura da cidade que oferece uma oportunidade única de visitar alguns edifícios e monumentos que normalmente não são abertos ao público. A data varia, mas sempre acontece em setembro.

* London Fashion Week & Weekend: A edição de Outono/Inverno de um dos principais eventos de moda do mundo geralmente acontece bem no final de Setembro – e no fim de semana seguinte, rola o Fashion Weekend, que permite a participação do público fora do mercado da moda.

 

LONDRES EM OUTUBRO

* London Restaurant Week: Ao longo de duas semanas em outubro, os melhores restaurantes de Londres preparam menus exclusivos a preços reduzidos durante o festival gastronômico.

* NFL no estádio Wembley: eu sei que o post é sobre Londres, mas no final de Outubro a cidade fica um pouco mais Americanizada, quando recebe 2 jogos oficiais do NFL (National Football League de futebol Americano dos EUA) no estádio de Wembley. Ótima oportunidade pra quem quer assistir algum jogo oficial da NFL e de quebra ainda assistir algum jogo em Wembley (eles também tem jogos de futebol “normal” ao longo do ano, mas é praticamente impossível conseguir ingressos (os clubes aqui operam um sistema de “sócio Torcedor”, então geralmente todos os ingressos são vendidos aos sócios diretamente e não sobra muita coisa pro público em geral).

 

LONDRES EM NOVEMBRO

* Guy Fawkes Day: Uma data histórica para os britânicos, que comemora o plano falhado de um complô contra a monarquia. Hoje em dia, o dia 3 de novembro é comemorado com grandes fogueiras ao ar livre e queima de fogos espalhados pela cidade (também conhecido como Bonfire Day, e vários bairros e parques organizam mega fogueiras em comemoração)

* Remembrance Day: Dia 11 de Novembro, as 11:00 o país pára para alguns minutos de silêncio em homenagem aos soldados Britânicos que participaram de guerras ao longo da história do pais. Em 2014, no centenário da Primeira Guerra Mundial, a Torre de Londres foi rodeada por Papoulas de porcelana, a flor símbolo da data por aqui (a principal indicação de que o dia esta se aproximando é a quantidade de gente na rua com suas papoulas vermelhas nas lapelas dos casacos!).

 

LONDRES EM DEZEMBRO

* Patinação no Gelo: Começando em novembro, até o comecinho de janeiro, a cidade é tomada pelas pistas de patinação no gelo.

* Mercados de Natal: Londres não tem muita tradição de mercadinho de Natal como outros países europeus, mas nos últimos anos, mercados como o “Winter Wonderland” no Hyde Park ou o mercadinho no Southbank tem atraído mais e mais turistas em busca de um clima de natal.

* Temporada de Natal de teatro e ballet: Entre novembro e dezembro as companhias de opera, ballet e orquestras britânicas se reúnem nos teatros mais tradicionais da cidade em apresentações especiais e temáticas de festas.

* Boxing Day: dia 26 de dezembro abre a maior temporada de liquidações do comércio britânico. Chegue cedo nas lojas de sua preferência e não se assuste com as filas!

New Years 2015

* Ano Novo: As celebrações de Ano Novo em Londres não ficam nada a dever a outros ícones mundo afora. Para assistir a queima de fogos entre o London Eye e o Parlamento Britânico é preciso planejamento e paciência – mas a experiência é emocionante!

P.S. Nos últimos anos eu tenho sempre publicado um post com dicas mais específicas sobre Londres nessa época entre Natal e revellion – o que abre, o que fecha, e os eventos especiais.

 

– Feriados

A Inglaterra tem pouquíssimos feriados ao longo do ano, e tirando Natal e Páscoa, nenhum deles tem caráter religioso.

E, por isso mesmo, como são poucos, a população aproveita mesmo!

Então, além de sempre rolarem eventos especiais, um feriado também significa atrações lotadas, hotéis esgotados e preços nas alturas.

Portanto, fique de olho no calendário de feriados da Inglaterra na hora de planejar sua viagem, para evitar cair em roubadas!

Ah! E vale a pena frisar que, caso um feriado caia no fim de semana, o dia é imediatamente transferido para a segunda-feira seguinte!

 

1º de janeiro (ou a 1ª segunda-feira depois do feriado de ano novo)

Páscoa: Sexta-feira da Paixão e segunda-feira de Páscoa

Feriado de maio (May Bank Holiday): 1ª segunda-feira de maio

Feriado da primavera (Spring Bank Holiday): última segunda-feira de maio

Feriado de verão (Summer Bank Holiday): última segunda-feira de agosto

Natal: 25 de dezembro (ou a 1º segunda-feira depois do feriado)

Boxing Day: 26 de dezembro (ou a 1º segunda -feira depois do feriado)

 

Planejando sua viagem para Londres?

Alem de todas as dicas para aproveitar o maximo de Londres que voce encontra aqui no Blog, planeje tambem sua viagem com servicos e recomendacoes testadas e aprovadas:

E nao perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendario de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas uteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
13 comentários
23 Sep 2014
2 comentários

London Fashion Weekend 2014

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Eventos, Inglaterra

Esse fim de semana aconteceu em Londres o evento do London Fashion Weekend (ao mesmo tempo que rolava o Open House!), que eh um evento que acontece 2 vezes por ano, logo depois da London Fashion Week e tem um perfil um pouco mais diferente.

IMG_2497

Enquanto que a LFW eh apenas sobre desfiles, lançamentos para a temporada seguinte e tals, uma coisa mais voltada para a indústria e profissionais da moda mesmo.

IMG_7646.JPG

No “weekend” que sucede rolam festas, desfiles de coleções especiais, exposições e lojas pop ups, na mesma estrutura, na Somerset House em Covent Garden (que eh a “sede” oficial da moda Londrina, e nao so recebe a LFW todas as temporadas, mas tambem varias exposicoes especiais de moda e fotografia ao longo do ano, todos os anos).

IMG_2508

IMG_2539

IMG_7682.JPG

Eu fui do no domingo, e foi super interessante – nunca tinha participado de nenhum evento do tipo aqui em Londres, entao foi bem interessante ver como eh que funcona “por dentro” – a estrutura montada para o evento, como funciona tudo la dentro, os desfiles e as exposicoes especias montadas por marcas e estilistas.

IMG_2558

IMG_2505

Uma otima oportunidade para comprar pecas lancamento, e pecas com descontos inacreditaveis!

IMG_2511

Aliais, essa eh uma das principais funções do London Fashion Weekend: deixar a moda mais acessível (ao publico em geral e também financeiramente), e estimular o comercio e os designers e marcas Britânicas para o público “normal”, as pessoas que não necessáriamente snao do meio da moda.

IMG_2531

IMG_7666.JPG

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
2 comentários
02 Sep 2014
6 comentários

Marlborough House

Atrações Turisticas, Castelos e Palacios, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Eventos, Inglaterra

A Marlborough House eh uma mansão no centro de Londres, uma das poucas residencias nobres que sobraram na cidade depois do blitz da segunda guerra mundial.

A localizacao, ali nos arredores de Green Park e St james Park nao eh uma coincidencia, ja que essa area de Londres era considerada a mais nobre e prestigiada por familias reais a varias geracoes (Inclusive a casa da familia Spencer, antepassados da Princesa Diana, que tambem fica ali do lado, e ate mesmo o Palacio de Buckingham, que quando foi construido nao passava de uma casa “na cidade” do Lord Buckingham – muito antes de virar residencia de reis e rainhas!).

A construcao do Seculo 18 foi encomendada especialmente para a Lady Sarah Churchill, Duquesa de Marlborough e melhor amiga e conselheira da Rainha Anne.

E reparem no sobrenome da Duquesa… Isso mesmo, ela tambem eh antepassada de Winston Churchill, e a casa oficial de sua familia era o Blenheim Palace, no coracao dos Cotswolds!

Isso era um coisa muito comum entre as familias nobres do seculo 17/18/19 na Inglaterra, onde mantinham sua residencia oficial em seus palacios no interior da Inglaterra (muitos deles visitaveis hoje em dia nos arredores de Londres), mas tambem mantinham uma casa na cidade, onde os homens vinham tratar de negocios em Londres e as mulheres vinham participar de eventos sociais.

No comeco do seculo 19 a casa foi comprada pela Coroa e passou a ser usada como residencia de Rainhas e Reis Consortes, inclusive foi residencia oficial do Principel Albert, o marido da Rainha Anne. Quando seu filho, o Principe Edward ascedeu ao trono em 1901, ele e sua esposa decidiram se mudar para o palacio vizinho, o Palacio de Buckingham, e a partir dai iniciou-se a tradicao de todos os reis e rainhas da Inglaterra tomarem residencia em Buckingham (mas nos mesmo moldes tradicionais da nobreza, a familia Real continua mantendo o Castelo de Windsor como seu domicilio oficial!).

Hoje em dia o Palacio funciona como a sede oficial do Secretariado do Commonwealth, grupo de cerca de 40 paises governados pela Coroa Britanica, e nao eh aberto a visitacao durante o ano – mas eles abrem suas portas para tours guiados uma vez por ano, em Setembro, como parte do London Open House.

Eu tive o prazer de visitar a casa durante o Open House de 2013 e adorei! Infelizmente nao pude tirar fotos no interior da casa, mas seus saloes e areas socias mantem o estilo de opulencia e nobreza de se esperar de um Palacio com essa historia – e varias areas refletem gostos artisticos dos reis e rainhas que tiveram o privileio de chamar a Marlborough  de “lar doce lar” ao longo dos seculos!

E voces sabem que eu adoro os palacios e castelos da Inglaterra, e principalmente os que restaram em Londres, contam um lado muito interessante da historia da cidade e do pais, como as familias se relacionm ao longo dos tempos, incluenciam a politica e a historia do mundo!

Em se tratando do Open House, a Marlborough House eh uma otima opcao de visitacao, pois eh bem fora do batidao turistico, entao nao tem filas nem confusao! Foi so chegar e entrar!

Para ler todos os meus posts e dicas sobre o London Open House nos ultimos anos, clique aqui!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
6 comentários
07 Oct 2013
13 comentários

London Restaurant Festival 2013

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Dicas Uteis, Eventos, Inglaterra, Pub & Restaurantes, Restaurantes

Que Londres nao para nunca, todo mundo ja sabe – e todos os meses sao varios eventos imperdiveis pra quem esta na cidade!

E outubro eh a vez do London Restaurant Festival, um “festival” gastronomico que reune os melhores restaurantes e chefs da cidade com eventos e menus especiais e precos especialissimos!

Os precos variam de 10 libras a 40 libras (geralmente incluem 2 ou 3 pratos e ate mesmo opcoes de bebidas ou menu degustacao) espalhados por toda cidade e com o mais variado gosto culinario!

O festival desse ano comecou esse fim de semana e vai ate o final de Outubro, entao corre que ainda da tempo de fazer suas reservas e curtir os melhores restaurantes de Londres – as minhas ja estao feitas e essas sao algumas de minhas recomendacoes de restaurantes que fazem parte do festival esse ano!

Hakkasan

Sketch

The Ritz

L’Atelier de Joel Rebuchon

Spice Market

Kensington Roof Gardens

Oxo Tower

The Palm

Asia de Cuba

Blue Door

Bom apetite!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
13 comentários
28 Jun 2013
25 comentários

Wimbledon: o passo a passo pra assistir o mais tradicional campeonato de tênis!

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Eventos, Inglaterra, Viagens pelo UK, Wimbledon

Nos últimos dias o mundo tem prestado atenção nos gramados verdinhos das quadras de um pacato bairro no Sudoeste de Londres: Wimbledon!

Por 50 semanas do ano, Wimbledon é um afluente e calmo bairro. Até que todos os anos (geralmente) entre a última semana de Junho e a primeira semana de Julho, Wimbledon se transforma!!

Turistas, jornalistas, fãs de tênis e atletas de altíssimo escalão revolucionam o clima do bairro.

E não é atoa que Wimbledon tem essa aura de “exclusividade”. Talvez seja a grama verdinha imaculada, que leva extatas 50 semanas de precisão Britânica para deixa-la em condições perfeitas. Ou então os jogadores vestidos de branco.

Mas provavelmente seja por causa da dificuldade de se conseguir ingressos para as partidas!!

Na verdade, não é difícil. Apenas muito trabalhoso. A AELTC (All England Lawn Tennis Club – a associação Britânica de tênis de grama) é uma das instituições mais tradicionais do Reino Unido, e não só apenas no âmbito dos esportes, e levam suas tradições muito a sério – e isso inclui a venda de ingressos.

O processo começa todos os anos entre Agosto e Dezembro, para a competição do ano seguinte (por exemplo, em Agosto de 2013, inicia o processo para 2014). Resumidamente, para ter o direito de comprar ingressos para as partidas de Wimbledon, é preciso se inscrever um sorteio “loteria” público. Qualquer pessoa pode se inscrever e potencialmente ser sorteado, e funciona assim:

– Entre as datas estabelecidas (que muda todo ano, então para datas atualizadas, veja aqui), você precisa enviar um envelope para o endereço da AELTC. Dentro desse envelope, você tem que incluir um outro envelope, selado e endereçado a você mesmo. Cada endereço pode se inscrever para até dois ingressos.

– Umas semanas depois de enviado, a AELTC reenvia seu envelope endereçado com um formulário a ser preenchido. Eles não disponibilizam os formulários eletronicamente pois precisam que as dimensões e cores sejam sempre idênticas, pois são essas mesmas fichas que serão computadorizadas como parte do sorteio.

– Uma vez que as incrições se encerram em Dezembro, eles iniciam o processo de sorteio, e o resultado começa a ser divulgado a partir de Fevereiro ou Março.

– Se você for sorteado, receberá uma carta da AELTC com instruções sobre como comprar seus ingressos e os prazos. Se vocie não recebeu carta nenhuma, é porque não foi sorteado.

– O sorteio é totalmente aleatório, e você não pode escolher qual quadra, jogo/jogador ou dia quer assistir.

– O período de notificação e venda de ingressos as vezes pode durar até Maio ou inicio de Junho, pois a medida que algumas pessoas sorteadas não confirmem a compra de seus ingressos, os mesmo são re-sorteados e re-vendidos.

– Eles não tem nenhuma outra forma de inscrição, nem adotaram inscrições eletrônicas ainda.

– Para os sortudos sorteados, cada ingressos lhe dará direito a passar o dia dentro do complexo de Wimbledons (The Grounds) e assistir a todas as partidas que se realizem naquele dia, naquela quadra.

Porém, como tudo em Londres, a demanda é infinitamente superior a demanda, e nem todos que querem ir a Wimbledon conseguem ingressos via sorteio (eu já tentei várias vezes e nunca fui sorteada!).

Porém todos os anos a AELTC reserva alguns ingressos para serem vendidos no dia da partida, disponíveis ao público na bilheteria.

E ai se inicia um novo processo!

Mais uma vez, a procura é muito maior que a oferta, e o processo para comprar ingressos no próprio dia também é trabalhoso.

Todos os dias são cerca de 1.500 ingressos para as partidas das quadras “Centre court” (a principal), “Court 1″ e “Court 2″, que são distribuídas por onde de chegada – uma pessoa, um ingresso.

Além disso, cerca de 3.000 ingressos para entrada no complexo (Grounds), sem direito garantido a assistir nenhum jogo. E a venda desses ingressos funciona no mesmo esquema: por ordem de chegada, uma pessoa, um ingresso.

E justamente por causa da relação “oferta/demanda” de ingressos, até mesmo fazer fila em Wimbledon tem todo um processo e código de conduta!

Pra começar que para conseguir os ingressos para as quadras (ou seja, estar entre os primeiros 1.500 pessoas), é preciso acampar por lá desde o dia seguinte da partida.

Cada barraca só pode ter até 2 pessoas,  eles tem espaço e infra estrutura para 750 barracas.

Já pra quem quiser um dos cerca de 3.000 ingressos para entrar no complexo de Wimbledon, é preciso chegar cedo, muito cedo. E esperar!

Os portões da “fila” (“The Queue”) abrem as 6:30 da manhã, e não é nada exagero dizer que já tem fina na porta!

Eu não sabia exatamente o que esperar do processo, mas sabia que teríamos que esperar bastante e que no geral, era bem confortável.

Pra começar que não é uma “fila” no sentido comum da palavra.

A area reservada para a “fila”, conhecida e denominada como “The Queue”, é um enorme parque gramado – arejado, limpo, com banheiros, guarda volumes, cafés e lanchonetes.

Ao entrar nesse parque, os funcionários te orientam sobre onde você deve ir, e eles vão organizando as pessoas em fileiras no gramado.

Logo depois, alguém passa distribuindo os “Queue Cards” – um cartãozinho individual e numerado, que garante seu lugar na “fila”, e é o que você precisa apresentar na entrada para ter o direito de comprar seu ingresso. Todos os dias eles distribuem um numero X de “Queue Cards” (geralmente 3.000), e depois que eles acabam, uma nova fila recomeça – para quem quiser entrar em Wimbledon, a medida que as pessoas forem embora no fim do dia.

Eu fui com uma amiga e chegamos cerca de 7 da manha – muito cedo mas tivemos a desculpa de que nossos bebês acordam cedo mesmo, então porque não curtir o dia em Wimbledon?!

Quem chegou cerca de meia hora depois, já foi encaminhado para a fila de “esperar o dia todo” com expectativa de entrar apenas depois das 17:00.

Uma vez lá, e em posse do seu “Queue Card”, você pode ir e vir e fazer o que quiser – não é preciso ficar na “fila”.

Então o pessoa se espalha: abre os cobertores na grama, vai fazer um lanche, joga bola, as crianças correm pelo gramado.

Mas tudo é fiscalizado, justamente pra evitar que alguém chegue cedo, pegue um lugar na fila e desapareça. Então a cerca de cada meia hora os funcionários passam reorganizando a fila, pedindo pras pessoas mudarem de lugar – se seu pertences estiverem abandonados, eles serão recolhidos e em muitos casos, seu “queue card” confiscado.

As 10:30 da manhã a bilheteria abre e as pessoas começam a entrar no complexo, comprando seus ingressos de acordo com seu “Queue card” (só aceitam dinheiro, para agilizar o processo!).

E uma vez lá dentro, é tudo o máximo!

Pra começar que o lugar é lindo! Perfeitamente decorado e cuidado – muitos gramados, jardins, flores, banquinhos, cadeiras, mesas etc.

As opções de restaurantes são muitas, para todos os bolsos: nos edifícios das quadras “Centre Court” e 1 e 2 existem restaurantes e cafés mais formais e caros, e espalhados por todo o complexo estão várias opções de lanchonetes e restaurantes mais informais.

 

Também é fácil encontrar barraquinhas vendendo bebidas em todas as esquinas. E como manda a tradição de Wimbledon, muito Pimm’s e Morangos com creme!

Uma outra área muito legal em Wimbledon é o “The Hill”, um enorme gramado (meio inclinado) com um super telão passando os jogos ao vivo.

Então é lá que todo mundo se encontra e fica passando o tempo e curtindo o sol entre uma partida ou outra e tal.

Ao longo do dia, pra quem entrou em Wimbledon apenas com “Ground Tickets” (só com direito a entrar no complexo), tem a oportunidade de comprar ingressos para quadras específicas de “re venda”. Ou seja, a medida que o dia vai passando e os jogos vão acabando, e as pessoas que tinham ingressos para as quadras principais vão embora, seus ingressos são recolhidos e revendidos aos outros expectadores, aumentando as chances de quem quiser assistir algumas das partidas.

E claro, tem mais fila! E mais regrinhas a serem respeitadas em para tal fila!

O complexo fica aberto até as 10 da noite, com gente entrando e saindo o dia todo (última entrada as 8 da noite) e algumas partidas durando até bem tarde!

 

– Wimbledon com crianças e bebês:

Muita gente se surpreendeu de ver que a Isabella foi comigo (e minha amiga também levou a filha dela), mas achei que Wimbledon é um programa maravilhoso pra famílias e crianças de todas as idades!

É preciso respeitar algumas regras: bebês de colo e crianças menores de 5 anos não são permitidos na quadras princiais (Centre Court, 1, 2 , 3 12 e 18), e a organização recomenda que carrinhos não sejam levados para o complexo.

Nós optamos por levar nossos bebês apenas no cangurru, já que as duas são novinhas e (relativamente) leves, e foi a melhor decisão do dia!

Realmente vimos muitos pais e mães com crianças maiores em carrinhos, mas eles acabavam ficando limitados a poucas áreas do complexo, já que de forma geral Wimbledon tem muitas escadas, ladeiras, gramados inclinados etc.

Então levamos mantas e cobertores, nos espalhávamos nos gramados e as meninas ficavam numa boa brincando, rolando, dormindo e mamando.

Eles também tem alguns banheiros com fraldários (mas não todos) tanto em banheiros femininos quanto masculinos, confortáveis e limpos, além de bebedouros espalhados pelo complexo e várias opções de comidas infantis e lojas de souvenirs com brinquedos, roupinhas de crianças, raquetes de tênis mirim etc.

Tudo muito família!

Para crianças a partir de 5 anos, já são permitidos nas quadras, porém devem pagar um ingresso inteiro, como se fossem adultos.

 

– TicketMaster a partir de 2013!

A partir de 2013 a AELTC decidiu disponibilizar alguns ingressos via TicketMaster, para tentar diminuir a quantidade de gente todos os anos na “fila”, e tentar reduzir o número de ingressos “no show”.

São pouquíssimos por dia, pois eles apenas revendem on line os ingressos de pessoas que os notificam que não poderão usufruir os ingressos sorteados/comprados, então nunca dá pra saber quantos serão por dia e para quais quadras.

Mas ainda assim é uma chance a mais!

Os ingressos estão disponíveis na véspera de cada partida, a partir das 9 da manhã.

 

– Chegando e saindo de Wimbledon – na prática!

Wimbledon é um bairro no subúrbio Sudoeste de Londres, e o complexo de tênis da AELTC (Associação Inglesa de tênis de grama) fica lá perto, porém não no centro de Wimbledon.

Para chegar lá a partir de Londres é facílimo e com várias opções.

A mais simples é de metrô, pela District Line (linha verde) até lá e você pode descer na estação de Southfields ou Wimbledon (o complexo de tênis fica entre as duas). Não esqueça de consultar o Journey Planner para descobrir qual a maneria mais fácil entre sua casa/hotel até lá.

Outra opção, e bem mais rápida é ir de trem – a viagem entre a estação Waterloo e Wimbledon dura apenas 15 minutos (e a passagem de ida e volta custa 6,90£). Chegando na estação você pode andar, pegar um ônibus ou táxi (durante o campeonato os taxis da cidade fazer um esquema “cab share”, então todo mundo divide os táxis, para darem conta da demanda.

– Wimbedon nas outras 50 semanas do ano:

Porém o campeonato dura apenas 2 semanas por ano, mas é possível visitar o complexo de tênis e o museu o resto do ano todo (50 semanas por ano).

O museu conta um pouco da história do tênis e da associação Inglesa de tênis de grama, além de seus momentos históricos, principais jogadores, vencedores, troféus, uniformes e toda a tradição de Wimbledon.

Além disso, também é possível agendar visitas guiadas no complexo ao longo do ano, e ver por dentro das quadras, áreas de acesso, e entender um pouco mais dos bastidores desse campeonato tão tradicional!

Durante as duas semanas em que acontece o campeonato (geralmente a última semana de Junho e a primeira de Julho), o museu só permite a entrada de visitantes que já possuam um ingresso para o campeonato (e só é possível visitar o museu, sem o resto do complexo).

Planejando sua viagem para Londres?

Alem de todas as dicas para aproveitar o maximo de Londres que voce encontra aqui no Blog, planeje tambem sua viagem com servicos e recomendacoes testadas e aprovadas:

E nao perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendario de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas uteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
25 comentários
Página 1 de 41234