20 Jan 2015
13 comentários

Guia de Hotéis em Londres: Kensington e Earls Court

Dicas de Londres, Hotel & Albergues, Inglaterra

Guia HoteisFaixa de preços:

£ – Menos de 100£ Libras por diária
££ – Entre 100£ e 150£ Libras por diária

£££ – Entre 150£  e 250£ Libras por diária

££££ – Mais de 250£ Libras por diária

 

Kensington e Earls Court:

Essa região ao sul do Hyde Park pega carona no ostentação e nobreza de Knightsbridge, e de quebra ainda fica aos pés dos melhores museus da cidade. A medida que os endereços vão se aproximando de Earls Court, os preços vão baixando, e a proximidade da cidade e fácil acesso vão se distanciando.

Ideal para quem vem para Londres a procura de cultura (em Kensignton), ou a procura hotéis de padrão médio (3 estrelas) e não se importa ter que fazer algumas baldeações a mais no transporte de Londres.

 

£ – Menos de 100£ Libras por diária

 

Meininger London Hostel

Baden Powell House, 65-67 Queen’s Gate, SW7 5JS

A localização ideal para quem pretende explorar os museus e o coração cultural da cidade – esse albergue fica exatamente em frente ao Natural History Museum, e oferece acomodação em regime dormitório ou em quartos privados.

 

Saint James Backpackers

21 Longridge Road, SW5 9SB

Um albergue de administração familiar e que recebe de mochileiros a famílias, com vários estilos de quartos, de suites privadas a dormitórios.

Geograficamente, o albergue esta um pouco afastado do centro de Londres, mas sua proximidade do metrô e boa conexões de linhas, faz com que tudo fique bem pertinho.

 

££ – Entre 100£ e 150£ Libras por diária

 

St Simeon

38 Harrington Gardens, SW7 4LT

Construído num prédio típico londrino, esse 2 estrelas combina uma boa localização com muitas facilidades ao redor – bares, restaurantes, supermercados etc em cada esquina.

 

Curzon House Hotel: 

58 Courtfield Gardens, SW5 0NF

Um Bed & Breakfast bem perto da estação de Earls Court, que também oferece acesso a uma cozinha – ideal para famílias viajando com crianças pequenas, ou quem quiser aproveitar para economizar em algumas refeições. Os quartos são simples, mas todos muito arejados e de pé direito altíssimo!

 

The Rembrant:

11 Thurloe Place, SW7 2RS

Qualidade incrível para um preço e localizações tão boas (praticamente em frente aos museus de História natural e Victoria & Albert)! O quartos são tradicionais e bem decorados, e o hotel possui todos os luxos esperados de um grande hotel de médio porte, mas com preço muito justo!

O hotel também oferece piscinas internas aquecidas e restaurantes que servem café da manhã, almoço & jantar e chá da tarde.

 

Ambassadors Hotel

16 Collingham Road, SW5 0LX

Também próximo a estação de Earls Court, esse hotel tem uma infraestrutura bem moderna, porém os quartos são pequenos.

 

P.S. Para ter uma ideia melhor sobre a localização dos hotéis acima na cidade, e saber como chegar até lá, basta pegar o código postal dos mesmos (por exemplo: SW1V 1SA) e seguir os passos do Journey Planner.

P.S. 2: O Dri Everywhere faz parte do programa de parceiros do booking.com. Ao efetuar uma reserva usando os links acima você contribui com o blog através de uma pequena comissão, mas não se preocupe, você não terá nenhum custo extra!

Planejando sua viagem para Londres?

Alem de todas as dicas para aproveitar o maximo de Londres que voce encontra aqui no Blog, planeje tambem sua viagem com servicos e recomendacoes testadas e aprovadas:

E nao perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendario de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas uteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
13 comentários
20 Dec 2014
8 comentários

Patinacao no gelo – Londres 2014

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Inglaterra

Quatro Brasileiras foram patinar no gelo, e ai… Ha! Parece piada pronta, mas juro que nao somos tao ruins assim!

Ja faziam anos que eu nao patinava no gelo, e logo que comecei a ver as pistas Londrinas sendo montadas la por meados de Novembro me animei e nao resisti: mandei um e-mail para’zamigas propondo: quem se anima a patinar?!

Sabia que pelo menos a Helo compartilhava meu gosto por patinacao AND uma ausencia de vergonha de pagar mico em publico, e para todo o resto, seria uma otima desculpa para um encontrinho Natalino de fim de ano!

Entao la fomos todas nos para a pista da Museu de Historia Natural, um dos edificios mais bonitos de Londres e consequentemente uma das pistas de patinacao tambem mais legais – pensa so? Se voce se estabacar no chao/gelo, pelo menos quando olhar para cima, vera aquele predio lindissimo!

E ja que era para se divertir, entao vamos fazer direito: Christmas Jumper (aqueles blusoes com estampas horriveis de natal que o pessoal usa por aquí nessa época – e eu pessoalmente adoro!) e gorros a carácter (mas so eu usei!)!

Ja que nao iamos impresionar ninguem com nossas piruetas, entao pelo menos as fotos do grupo seriam memoraveis!

No final nem todas se animaram a encarar o gelo, mas ainda assim nao perderam o programa, e no fim das contas conseguimos juntar 11 amigas e agregados no programa!

De la, a festa finalmente comecou: fomos direto para uma creperia ali pertinho dos museus, o Crémerie Creperie onde jantamos e atualizamos o babte-papo regado a crepes e cup cakes!

(Aliais, fica a dica: na parte sul da Exibition Road, bem entre o Natural History Museum e o Victoria & Albert Museum, eh cheia de cafes e restauranre fofinhos pra quem quiser fazer um pit stop entre a maratona de museus – e compras, ja que a Harrods eh ali do lado tambem!)

Mais informacoes sobre todas as outras pistas de patinação em Londres, nesse post aqui.

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
8 comentários
15 Mar 2013
12 comentários

Kensington Roof Gardens

Bares & Baladas, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Inglaterra, Pub & Restaurantes, Pubs e Bares, Restaurantes

Já que estamos falando sobre Notting Hill e toda aquela area de Londres, eu não poderia deixar de falar sobre o Kensignton Roof Gardens – uma dica perfeita pra fechar qualquer passeio pela região! (principalmente no verão ou em dias de tempo bom!).

O Kensington Roof Gardens é isso aí que o nome já diz: um jardim no telhado (cobertura…) em Kensignton.

A cobertura do prédio que fica na Kensington High Street é propriedade do Sir Richard Brenson e faz parte do portfólio de luxo da Virgin Airways (que ele é dono). São mais de 6.000 metros quadrados de jardins, restaurantes, bares e até uma capela na cobertura do prédio, que é literalmente um oásis no centro de Londres – com direito até a flamingos nos laguinhos!

A principal área é o “Spanish Garden”, que é também a maior área da cobertura, com um paisagismo todo em estilo mediterrâneo, onde rolam altas badalações nos fins de semana e happy hour durante a semana.

Cada mesinha e gazebo é disputado a tapa nos dias de tempo bom e temperaturas agradáveis (pena que da última vez que fomos acabou caindo um temporal enquanto almoçávamos e o jardim ficou desértico!), com direto a música ao vivo (ou DJ depende do dia) e a vista da cidade inteira! No pôr do sol então…!!!

Mas mesmo se o tempo não estiver lá essas coisas, ainda vale a pena conhecer o lugar, e programar um almoço ou jantar no restaurante do “Roof”, o Babylon.

E motivo pelo qual disse que era uma boa dica pra fechar um passeio por aquela área de Londres (não só Notting Hill, mas também o Kensington Palace, o Hyde Park ou o Royal Albert Hall), principalmente para almoço, é porque eles tem um “menu” especial na hora do almoço (além de ser mais fácil de conseguir reserva do que a noite) que sai bem mais em conta do que o menu a la carte de jantar (aliais, essa é uma dica que já falei em outros posts, e uma ótima oportunidade pra conhecer os restaurantes badalados de Londres sem ir a falência!).

As opções de pratos são bem ecléticas e bem “internacional” que agrada a qualquer um, e num ambiente super delícia – e assim como o jardim no andar de cima, o Babylon também tem uma vista bem legal da cidade.

 Kensington Roof Gardens

99 Kensington High St, W8 5SA

Planejando sua viagem para Londres?

Alem de todas as dicas para aproveitar o maximo de Londres que voce encontra aqui no Blog, planeje tambem sua viagem com servicos e recomendacoes testadas e aprovadas:

E nao perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendario de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas uteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
12 comentários
11 Dec 2012
5 comentários

Moda e Fotografia em Londres: Exposicoes de inverno

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Eventos, Inglaterra, Museus

Essa temporada de inverno em Londres vai ser animada para os amantes da fotografia e moda – varias exposicoes imperdives estao abrindo suas portas em edicoes especiais no melhores museus e galerias da cidade.

Entao vale a pena se planejar e comprar seu ingresso antecipado pra quem estiver de passagem marcada pra cidade entre Dezembro e Marco.

A que mais tem causado aue eh a exposicao dos vestidos de Gala do Valentino, expostas na Somerset House.

A Somerset House nao eh necessariamente um museu, mas suas galerias sempre servem de pano de fundo para exposicoes especiais ao longo do ano, e sendo uma das locacoes mais importantes da semana de moda Londrina (London Fashion Week) eles sempre acabam trazendo muita coisa legal relacionada a moda.

Eu fui na exposicao do Valentino semana passada e realmente vale a pena!

A exposicao conta um pouco da historia do Valentino e mostra algumas de suas tecnicas de costura e criacao que o fizeram tao famoso.

Mas a atracao principal eh mesmo a “passarela”: os vestidos de alta costura estao distribuidos em fomrato de passarela de moda, mas em vez de estarem na passarela, os vestidos estao na plateia (com assentos nominais, fila A, B etc, como se fosse memso um desfile) e nos, o publico, eh que desfilamos na passarela central, cercado de vestidos por todos os lados.

As pecas cobrem toda sua historia, desde a decada de 50 ate hoje em dia, mostrando a evolucao de suas tecnicas, estilos e clientela, e com muitas pecas super historicas e iconicas, como o vestido usado por Julia Roberts no Oscar de 2001, ou o vestido de casamento de Jackeline Onasis.

Mas pra quem nao eh fan de moda, ainda la na Somerset House, outra exposicao eh igualmente imperdivel para os amantes de fotografia: “Cartier-Bresson: A Question of Colour“.

A exposicao reune varias fotos ineditas do fotografo Frances, considerado por muitos, o pai do fotojornalismo, e o criador do street-photo.

A curadoria mostra como Cartier-Bresson e varios outros fotografos Europeus e Americanos conseguiram criar um novo estilo de fotografia, captando movimentos espontaneos, que contam a historia do momento que retraram, se diferenciando das fotos posadas que o equipamento da epoca permitia.

E ainda no topico fotografia, tambem ja esta aberta (e disponivel ate Marco 2013) a exposicao anual do Wildlife Photographer of the Year, que o National History Museum de Londres expoe e patrocina todos os anos.

Esse ja foi o quarto ano que vamos a exposicao, e a cada ano a competicao e a qualidade das fotos fica melhor ainda.

O unico problema eh que as fotos sempre me lembram o tanto do mundo eu ainda tenho pra conhecer, e como eh preciso se esforcar pra conseguir boas imagens! Sem duvidas, ainda mais interessante que as fotos em si, eh a descricao de como os fotografos (quase todos amadores) conseguiram captar aquelas imagens (e sempre sao historias muito loucas!).

20121211-211024.jpg

E bem ali do lado do National History Museum, outra otima exposicao de moda eh o “Hollywood Costumes“, em exposicao na Victoria & Albert Museum.

Aliais, assim como a Somerset House, o Victoria & Albert Museum sempre tem otimas exposicoes relacionadas tanto a moda quanto a artes em geral (ha um tempo atras fui na exposicao de vestidos da Grace Kelly, e ha muitos anos atras fui no exposicao semelhante com roupas iconicas de clipes de musica).

Essa exposicao em especial, vai ser um prato cheio pra quem gosta de moda e cinema, pois tras figurinos iconicos de filmes de Hollywood ao longo das decadas, e como eles retrataram uma determinada geracao ou periodo de tempo.

No geral, os museus em Londres sempre tem entrada franca, mas suas exposicoes especiais sao cobradas a parte, e quase sempre requerem que voce compre seu ingresso antecipadamente (principalmente para visitas nos fins de semana ou a noite).

Os ingressos odem ser comprados diretamente nos sites (que estao no links acima) e sempre vale a pena tentar encaixar uma exposicao rara como essas entre suas andancas pela cidade, ja que todos os museus sao super bem localizados e centrais na cidade.

 

Adriana Miller
5 comentários
24 Feb 2012
12 comentários

Natural History Museum – Wildlife Photographer of the Year

Dicas de Londres, Inglaterra, Museus

Pra quem gosta de fotografia e viagem, o Museu de Historia Natural de Londres (National History Museum) organiza anualmente uma exposicao com os campeoes do concurso de fotografia “Wildlife Photographer of the Year”.

 

A competicao mostra as melhores fotografias dos melhores fotografos do mundo (tanto profissionais quanto amadores) em diferentes categorias: Tem a competicao so com fotos de paisagem (Landscape Photographer of the Year), ou com fotos de viagem (Travel Photographer of the Year) e essa de “vida selvagem” que tem como foco principal os animais.

Todos tem um denominador comum, que sao fotos muito, muito incriveis (todo ano que vamos na exposicao a gente acaba comprando o livro de fotos no final!), mas o mais legal sao as explicacoes sobre cada foto, onde foram tiradas e as historias sobre os perrengues que os fotografos tiveram que passar pra conseguir aquela imagem tao unica.

Algumas sao bem louca, e voce sabe que aquilo so seria possivel tendo toda uma estrutura profissional por tras (um dos vencedores foi uma foto-jornalista que cobriu o vazamento de petroleo da BP no Golfo do Mexico ano passado – ou seja, um turista ou fotografo amador nao teria acesso aquele lugar), mas a grandissima maioria das fotos vencedoras foram feitas por pessoas comuns, que tem seu emprego 9-to-5 mas que sao apaixonados por fotografias.

Um outro vencedor essa ano por exemplo foi um menino Ingles de 10 anos, que passou dias “acampado” no jardim de casa esperando um passarinho que ela ja conhecia voltar pro ninho – e a qualidade da imagem, que captura tao incrivelmente o momento eh realmente impressionante.

E tam tambem aqueles loucos neh, que fazem de tudo por uma foto, que passam dias dormindo na lama e na neve pra capturar a imagem do urso saindo da hibernacao, ou o cara que se jogou de um barco pra conseguir tirar uma foto “cara a cara” com uma baleia rara na Australia!

A primeira coisa que faco em cada imagem eh ir direto no mapa que mostra onde a foto foi tirada, o tipo de camera e os dados “tecnicos” utilizados, alem das historias loucas de cada vencedor.

Eh uma exposicao realmente incrivel, que me da inspiracoes mil de novas viagens, novos lugares e novas fotos que quero fazer!

E pra completar, a exposicao eh sempre no national History Museum, que eh um dos meus museus preferidos de Londres, e sem duvida alguma o mais bonito da cidade!

Goste voce ou nao do museu (que na verdade eh bem infantil e menos “historico” e “artistico” que seus concorrentes Londrinos), eh uma passeio imperdivel em Londres!

Nao tem como babar naquele predio lindo – por fora e por dentro tambem! – com sua estrutura de pedra em varias cores, seus vitrais, arcos e colunas!

E pra quem vem a Londres com criancas principalmente, esse museus eh imperdivel!

 

Adriana Miller
12 comentários
Página 1 de 212