29
Jun
2012
Paris: Comer bem e barato?
Escrito por Adriana Miller

Paris eh daqueles lugares onde a culinaria faz tao parte da cultura (e do turismo) do lugar quando os monumentos famosos. E oque nao faltam sao opcoes incriveis de alguns dos melhores restaurantes do mundo. Afinal, que duvidaria das capaciadades de um chef Frances?

Mas o pequeno detalhe dessa “atracao” turistica eh que nem sempre o tal restaurante badalado, ou aquela vista incrivel ou a estrela Michelin cabe no seu orcamento.

E pra piorar a situacao, eh que Paris tem tanto restaurante falcatrua, que muitas vezes na tentativa de fugir dos precos altos dos bons restaurantes, acabamos comendo num pe sujo qualquer (mas eh “Frances”!) que sem nem perceber acaba saindo o mesmo preco (ou quase) do que um lugar mas bacaninha.

Eu acho super dificil identificar oque eh e o que nao eh furada em Paris, principalmente nas areas mais turisticas da cidade, e infelizmente a verdade eh que ja comi muito, mas muito mal em Paris! (sempre pagando mais doque gostaria, claro!).

Entao a grande vantagem de visitar a cidade a trabalho eh que eu acabo saindo bastante com os “locais”, que me tiram das furadas turisticas e fui apresentada a otimas opcoes de comida boa e barata em lugares frequentados por Parisienses.

E o melhor eh que todos esses lugares podem facilmente ser encontrado (ou encaixados) em qualquer roteiro turistico pela cidade - e ainda vai sobrar uns Euros pra suas comprinhas!

- Paul Boulangerie

As lojas Paul sao parte de uma rede de franquias e sao encontradas em tudo quanto eh canto em Paris (ate existem algumas em Londres).

A secao da padaria eh otima, com cada pao fresquissimo e delicioso, e sao justamente esses paes que sao utilizados para fazer os saunduiches gourmet servidos no Paul.

Os sanduiches frios e quentes sao todos feitos na hora com os ingredientes escolhidos pelo cliente, alem de varias outras opcoes de saladas, algumas pastas e muitas sobremesas.

Perfeito pra um almoco rapido e de boa qualidade. Nao vai atrasar seu passeio, nem falir seu orcamento de viagem!

- Quick

Frances que eh Frances, sempre vai torcer o nariz pra comida fast food (se for McDonalds entao…), mas quem disse que eles nao tem uma rede propria de lanchonetes fasta food?!

A rede Quick eh justamente isso, fast food made in France. Nao quer dizer que eles sejam melhores (ou menos piores) que qualquer outra comida junk, mas porque nao aproveitar que voce esta la e provar um autentico (cof cof) burger avec frites Parisiense?!

- Roma Pizzaria

Um dica que eh dificil de acreditar que eh verdade eh a Roma Pizzaria…

Eh aquele tipico lugar que tem tudo pra ser o mais pega turista da cidade – bem no meiao da Champs Elysees – e nunca nem cogitei entrar.

Ate estar em Paris com uma colega Holandesa que morou anos em Paris e me garantiu que ia me levar pra comer a melhor pizza da cidade.

Olha, foi de cair o queixo! Realmente dificil lembrar outra pizza no forno a lenha que eu tenha gostado tanto!!! (eu comi a vegetariana – que vem com alcachofra, que eu amo!)

A pizza eh super bem servida e se me lembro bem, custou na casa dos 9€ (daria ate pra dividir por duas pessoas nao famintas). Ela tabem pediu uma saladona, que estava com uma cara otima!

E de quebra, peca uma mesa na janela do segundo andar, e tenha uma vista privilegiada da movimentacao da Champs Elysees!

- L’Entrecote Grill

E por coincidencia, bem ali do lado da Roma esta o L’Entrecote Grill, outro restaurante que nao daria nada ate ser recomendado por uma colega que sabia que eu estava hospedada ali perto.

Eles servem um prato classico Frances: bife e fritas (entrecote et frites)!

O bom de la – alem da comida, claro – eh que eles tem opcoes de menus, alem do a la carte normal.

Entao voce pode comer uma otima carne, com acompanhamento de batata frita e uma salada por cerca de 20€, que sai muito mais barato do que pedir direto do menu.

E claro, eles tambem um otima vista da Champs Elysees!

- Les Jardins d’Epicure

Mas depois de fast food, pizza e carne voce esta precisando de algo mais natureba pra repor as energias?

O Les Jardins d’Epicure eh uma rede que eu adoro pra almocar (ou no cafe da manha) quando estou trabalhando em Paris e tem um perfil super natureba, com muita comida organica e vegetariana.

Varias opcoes de saladas, frutas, sanduiches naturais e ate sucos e vitaminas de frutas feitas na hora.

Na hora do almoco uma “menu” com salada, suco natural, sanduiche e uma fruta sai na casa dos 10€ – garantindo sua reposicao de vitaminas pra jornada turistica!

 

E a dica final sao as opcoes “Menu” e “Formule Midi“, que muitos restaurantes oferencem, principalmente na hora do almoco.

Entao se voce eh daquelas pessoas que nao aguenta comer sanduiche todos os dias e volta e meia precisa de uma refeicao de verdade, fique de olho nas plaquinhas de “menu” e “formule” nos restaurantes e bistros, que muitas vezes oferecem opcoes de refeicao completa (entrada + prato principal, ou prato principal + sobremesa) por um preco fixo, que geralmente sai por uma fracao do preco do menu a la carte.

E inclusive varios restaurantes bem bacanas em Paris (como por exemplo Les Ombres , o Les George, ou o Germain) sempre tem otimas opcoes de “fomrule midi” na hora do almoco, que eh justamente o horario que eles ficam vazios, e essa eh uma boa maneira de atrair a clientela.

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
26
28
Jun
2012
Paris: Les Ombres (no Musee Quai Branly)
Escrito por Adriana Miller

Apesar de nao me considerar uma foodie e muito mesno gourmet, a medida que os anos foram passando, eu aprendi a dar mais valor a uma boa refeicao e um bom restaurante.

Soh que muitas vezes eu sou o tipo de pessoa que prefiro “comer com olhos”, e dou muito mais valor ao estilo, a decoracao e o servico do que a propria comida no prato (“encher barriga” pra mim nao necessariamente classifica uma boa refeicao).

E quando esse “comer com os olhos” inclui uma bela vista entao… eh minha combinacao perfeita!!

Entao fiquei em extase quando a equipe de HR de Paris organizou um evento para a equipe no Restaurante Les Ombres, no desconhecido museu Quais Branly.

Ate ai nada… o museu que eu nunca tinha ouvido falar ficava a poucos minutos do escritorio Parisiense, e fomos andando na chuva mesmo.

E soh depois de subir os 5 andares do museu no elevador (dedicado ao restaurante) ehq ue voce se da conta do impacto do lugar: nao so o restaurante fica praticamente embaixo da Torre Eifel, o teto e as paredes do restaurante sao todas completamente de vidro, entao nao importa onde voce se sente, a vista para a torre eh magnifica!!

Nem mesmo a chuva torrencial atrapalhou a vista do nosso jantar, mas bem que eu quero voltar la no inverno, quando escurece bem cedo e poder jantar com a torre toda iluminada bem na nossa frente! (na epoca que fui – Maio – o sol soh se poe em Paris la pras 9:30 da noite e o ja estavamos terminando o jantar…).

Mas a comida tambem merece ser mencionada (afinal, nao deixa de ser um bom restaurante!) – eu fui de salada e fillet (ambos magnificos) mas o pessoal que pediu peixe tambem ficou satisfeito!

E de sobremesa, a obra de arte do Les Ombres: o Pettit Gateau-Soufle (tem que pedir o seu logo no comeco da refeicao, pois demora pra ficar pronto!) assado na hora, com calde de chocolate e sorvete de baunilha e raspas de caramelo!! Oh Ceus!

Opcao mais que perfeita pra quem gosta de comer com os olhos, ou pra quem quiser uma noite super especial (e romantica!) em Paris!

Restaurant Les Ombres

27 quai Branly

75007 Paris

 

Categorias: França, Restaurantes & Cafes, Viagens
13
15
Jun
2012
Paris: L’Avenue Restaurant
Escrito por Adriana Miller

Da primeira vez que fiquei hospedada nos arredores da Avenue Montaigne em Paris, o restaurante L’Avenue ali do outro lado da esquina quase passou despercebido.

Digo quase porque pela movimentacao de carroes e it bags entrando e saindo do local, e o endereco privilegiado, sabia que o L’Avenue nao seria uma birosca qualquer.

Mas foi numa de minhas ultimas viagens, quando me hospedei no hotel Maison, que o L’Avenue foi recomendado como uma das opcoes abertas (era feriado em Paris) na redondeza, e so entao foi dar uma pesquisada sobre que tipo de lugar era esse restaurante.

E olha que surpresa! Um dos restaurantes mais badalados – porem discretos! – de Paris, favorito da tribo dos Celebrities internacionais.

Ai fiquei curiosa ne? Porque afinal, se eh bom pra Beyonce, Eva Longoria, e Katy Perry, e afins, tava bom pra mim! (Hahaha! O auge da futilidade, ne?!).

Pra me sentir um pouco mais intelectueba, pelo menos minha vizinha de mesa foi a Christiane Amanpor, jornalista e Ancora da CNN!

O restaurante faz jus a pompa esperada: as garconetes parecem todas saidas diretamente de um desfile da Paris Fashion Week, a decoracao toda em veludo preto e detalhes em dourado, e a clientela… bem a clientela era um caso a parte, e apesar de nao ter reconhecido mais ninguem, a quantidade de segurancas estacionados na porta do restaurante nao era normal.

Mas e a comida, heim?

Boa, bem boa – mas basica e nada exepcional. Mas em compensacao os precos tambem nao sao nada exorbitantes!

Mas sem duvidas o L’Avenue eh um daqueles lugares que vivem mais de badalacao doque substancia gourmet – mas quer saber? Porque nao?!

Vai dizer que se voce estivesse jantando do lado do Jude Law (ou do Justin Bieber, dependendo da sua faixa etaria!), voce ia prestar muita atencao na comida?!

L’Avenue

41 avenue Montaigne

75008 Paris

tél. : (+33) 1 40 70 14 91

avenue.resas@groupe-costes.com

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
7
23
Feb
2012
Paris: Buddha Bar
Escrito por Adriana Miller

Nas ultimas viagens que fiz a Paris volta e meia alguem recomenda alguns restaurantes pra conhecer, e um nome que apareceu bastante entre os favoritos e mais mencionados foi o Buddha Bar.

Entao quando sai ja super tarde do escritorio na segunda feira pedi pro concierge do hotel ligar pra la e ver se eles tinham mesa disponivel – dei sorte de ter sido uma segunda feira fria e chuvosa e mesmo de ultima hora, coseguimos uma mesa!

Fomos andando do Le Meurice pela Place de la Concorde, e logo ali na esquina do Hotel Crillon fica a entrada do Buddha Bar Paris.

Eu ja conhecia a filial de Monte Carlo e de (finado) Londres, entao sabia que nao teria surpresas e que seria garantia de boa comida e um lugar legal pra sair pra jantar com minha equipe.

O clima eh o mesmo da franchise Buddha Bar pelo mundo (que tambem lembra demais o Tao em Las Vegas) com um buda sentado gigante bem na entrada do restaurante, decoracao em tons de vermelho e muitas velas.

No menu muita variedade de pratos de todas as partes da Asia, de rolinho Vietnamita a curry verde Tailandes, a satay Malai e grelhados Mongolianos.

Minha escolha preferida foi o rolinho empanado – que eh um rolinho primavera normal, mas em vez de fritarem a massa de arroz, eles empanam e servem com um molho de Sweet Chili delicioso!

Outras opcoes que pedimos foi a carne stir fry com castanha do para, sirloin grelhado, sticky rice, udon noodles, pak choy refogado e shitake no vapor!

Comemos ate rolar!

O Buddh Bar Paris fica no sub solo do predio do Hotel Crillon e ter 3 niveis diferentes: logo na entrada tem uma lojinha e o teraco que soh fica aberto durante a primavera e verao, o segundo nivel do subsolo eh um cocktail bar, que serve de mezzanino ao andar de baixo – o restaurante com um pe direito altissimo, que abriga o super Buda.

Apesar de nao termos feito reserva com muita antecedencia, eh sempre bom ligar antes pra garantir uma mesa (se seu Frances nao for bom o suficiente, a recepcao ou concierge de qualquer hotel esta ai pra isso mesmo!)

Buddha Bar

23 Rue d’Anjou

Paris

+33 (0)1 55 35 36 80

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
7
22
Feb
2012
Paris: Cafe Angelina
Escrito por Adriana Miller

As vezes fica impossivel nao se render aos cliches de Paris… E nessa ultima viagem eu fiquei hospedada no Le Meurice, que por acaso divide o mesmo predio com o Cafe Angelina, ali na Rue de Rivoli.

O Cafe Angelina foi fundado em 1903 e nunca mais desapareceu das listas de coisas a fazer em Paris – e como Paris eh uma daquelas cidades onde comer bem eh tao importante quanto passear em pontos turisticos e visitar Museus, porque nao incluir tambem o melhor chocolate quente de Paris?

Tecnicamente o Cafe Angelina eh uma salao de cha e pastelaria, mas foi o chocolate quente que espalhou a fama do Angelina a niveis estratosfericos, tanto entre locais quanto entre os turistas.

Entao quando acordei em Paris no dia do meu aniversario, fui tomar cafe da manha com toda calma do mundo no Angelina: chocolate quente e um croissant de manteiga daqueles que derrete na lingua! (os quiosques de “Delice de France” espalhados por Londres nunca mais serao os mesmos…).

E ta ai uma otima opcao de souvenir diferente pra comprar na sua viagem a Paris!

Logo na entrada do Angelina eles tem uma lojinha vendendo o chocolate quente em todos os estilos e formatos diferentes: em garrafinha de vidro pronto pra beber, em po instantaneo, em tubinhos de pasta concentrada, caixinha longa vida…

Muita gente me pergunta sobre a duracao de macaroons na viagem de volta ao Brasil, mas eles tem uma vida muito curta pois sao muito frageis, e sao gostosos mesmo frescos, feitos no mesmo dia.

Entao o chocolate quente do Angelina eh tao tradicional tanto e nao vai se esfarelar nem atrair formiga na sua mala! Entao voce pode se acabar de tomar chocolate quente por la (principalmente pra quem for a Paris no frio!), trazer uns potinhos pra casa e passar os meses seguintes matando a saudade da viagem!

Cafe Angelina

226 Rue de Rivoli 75001 Paris, (Tel) +33 1 42 60 82 00

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
9
28
Oct
2011
Le Matignon
Escrito por Adriana Miller

Volta e meia alguém me pergunta como eu consigo aproveitar tanto minhas viagens a trabalho. A resposta(s) é simples: me planejando bem (sempre que da, tento encaixar uma horinha – ou duas! – extra antes de voltar pro aeroporto, pesquiso a area do hotel que vou ficar e cosias assim), mas principalmente por nao me incomodar de fazer nada sozinha.

Seja passear, seja jantar ou almoçar num lugar legal, oque for. Então enquanto estava em Paris, no fim do primeiro dia na cidade, fiz um comentário no Twitter que ia aproveitar a melhor companhia do mundo – eu mesma! -  e sair pra jantar depois de um dia cansativo, mas muito produtivo. E foi isso mesmo que fiz!

Segui as dicas da gerente Francesa (a mesma que me deu a dica do Carette) e fui jantar no Le Matignon, restaurante que fica praticamente na esquina da Champs Elysees (bem onde começa o jardim).

O Le Matignon nao se “rotula” como um restaurante, e sim um “playground“, pois combinam boa comida, boas bebidas, restaurante-bar-lounge com ótima decoracao,  que com a ajuda de um promoter e um arquiteto famosos, rapidinho virou o hot stop queridinho de Paris. O arquiteto responsavel foi o Jacques Garcia, que entre muitos outros trabalhos high profile, assinou a reforma do Hotel Metropole em Monte Carlo e o restaurante Spice Market en NY e Londres!

Entao desde sua inauguracao em 2010 o Le Matignon tem aparecido nas listas de melhores restaurantes de Paris e sediou varias das grandes festas das semanas de moda na cidade - o Karl Lagerfeld gostou tanto de la, que ganhou ateh um booth personalizado para suas festas prive, com sua foto estampando a parede e tudo mais!

E isso se nota no estilo “excentrico” da decoracao, com muito veludo escuro, sofas e cadeiras que te engolem, lustres gigantes e ate um “pato” de pelucia num balanco giratorio… realmente da pra imaginar as fashionistas saracutiando de um lado pro outro entre os diferentes ambientes!

Mas muito se engana que acha que tantos titulos e celebridades criaram um ambiente snob e precos proibitivos! Da hostess ultra simpatica na porta, ao garcon que falava portugues perfeito (e me contou toda sua historia de como foi passar um carnaval em Salvador, se apaixonou por um Brasileira e acabou transformando as ferias de 2 semanas em 5 anos vivendo entre Salvador e Sao Paulo!), um servico espetacular!

A comida estava otima, mas ao mesmo tempo, relativamente simples. Nao espere menus indecifraveis, e muito menos precos que te levarao a falencia: meu jantar – incluindo vinho Cote de Provence, entrada, prato principal e taxa de servico – saiu por cerca de 40€!

Nao chega a ser uma restaurante pechincha, mas para precos de Paris e sendo o lugar que eh, achei otimo!

http://www.matignonparis.com/

3 Avenue Matignon

75008 Paris

 

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
13
21
Oct
2011
Paris: Le Georges @ Pompidou
Escrito por Adriana Miller

Falar sobre restaurantes em Paris sempre tem um jeitinho de falcatrua – afinal é uma das cidades do mundo onde melhor se come, e em todos os cantos, para todos os gosots e bolsos, sempre tem um bistro escondidinho que o primo-do-amigo-do-colega-do-seu-vizinho foi, recomendou e é sensacional!

Mas por outro lado, como em toda cidade turistica do mundo, tambem tem muita coisa ruim e pega-turista, entao saber onde comer sempre eh uma boa pedida.

No fim de semana em Paris aproveitamos um domingo chuvoso pra passear no Centre Pompidou e almocar no Le Georges, um restaurante de arquitetura moderninha que fica na cobertura do museu e tem uma vista maravilhosa da cidade.

Apesar da chuva e do tempo cinza e escuro, la dentro do Georges o clima parecia ser outro – as paredes de vidro que cercam o salao principal com Paris aos seus pes, inundam o ambiente de luz, e a decoracao moderna faz o balanco perfeito do espaco de “caixote” suspenso. Chega a ser assustador ver o restaurante por fora e se dar conta que vc vai comer “pendurado” la em cima!

A arquitetura e decoracao do interior do restaurante foi elaborada por Dominique Jakob e Brendan McFarlane, e segue o conceito futurista e surrealista, com um toque geometrico, que eh a assinatura do centro Pompidou.

As melhores mesas sao as que estao coladas na janela (a vista!), mas para grupos maiores, voce tambem pode reservar as mesas dentro das “minhocas” do salao – muito ludico! E logo na entrada, no “Le Pink Bar” fica um Vodka Bar, com um menu infinito de cocktails e drinks, pre ou pos jantar.

Na verdade la dentro voce ate esquece da comida, pois a gente se sente num desenho animado… do Salvador Dali!

O menu nao eh dos mais autenticos nao, e apesar do preco, as opcoes sao muito mais no estilo Bistro/lanchonete doque se esperaria de um restaurante desse porte em Paris – mas acho que demos azar de termos ido no almoco de domingo, entao eles ainda estavam servindo num clima meio brunch.

Mas vamos confessar, que num lugar desses, oque importa mesmo eh a vista deslumbrante la de cima!

 

Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
15
21
Jun
2011
Paris: Kong Restaurant
Escrito por Adriana Miller

O restaurante Kong, que fica entre o museu Louvre e a igreja Notre Damme foi outra dica das meninas do escritorio de Paris.

Elas me disseram que desde que esse bar/restaurante foi descuberto pelos turistas, tem andando muito lotado e disputado e perdeu um pouco o charme, mas ainda assim recomendaram pela boa comida (asian fusion, uma de minhas preferidas!), bom serviço e principalmente pela otima vista!!

A expectativa era de que não conseguiriamos mesa de ultima hora, mas resolvi tentar assim mesmo e pedi que o concierge do hotel fizesse uma reserva pra mim, e como imageinei, não só conseguiram uma mesa para daí a algumas horas, como aidna sentamos bem de frente pra janela, com a vista privilegiada para o Rio Senna.

E logo que entrei no salão econheci o cenario e então caiu a ficha do porque do hype do Kong em Paris… Culpa dessa cena aqui ó:

Mas Carrie a parte, as grandes atrações do restaurante – além da comida -  são sua decoração moderninha assinada por Philippe Starck que criou um ambiente Paris-meets-Tokyo com luzes de neon, cadeiras transparente em estilo Louis XV (marca registrada do designer), e é claro, não dá pra negar: a super vista!

O Kong fica no topo do predio sede da QG Louis Vuiton em Paris e tem um domo inteiro de vidro com vistas da cidade e do Sena.

Pra quem não estiver a fim de almoçar ou jantar por lá eles também servem drinks e chá da tarde no bar do primeiro andar (sem vista…), e pelo que li na internet eles são o point pra quem for passar o revellion em Paris! #FicaDica

No copo fui de rosé Côte de Provence (que viciei desda viagem a Monaco) e no prato os noodles “Uddon” com molho de ostras e lagosta!

Metro: Pont Neuf

1,rue du Pont Neuf, 75001 Paris, France

01 40 39 09 00 | www.kong.fr

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: França, Paris, Restaurantes & Cafes, Viagens
17