16 Dec 2014
7 comentários

Ballet Real Britanico – Alice no Pais das Maravilhas

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Inglaterra, Teatro / Musicais

Como muitos leitores das antigas já devem ter percebido, eu gosto de tradições. Pode ate não parecer, mas sou super rotineira. No meu dia a dia gosto de fazer certas coisas sempre da mesma maneira, na mesma ordem – acho que me ajuda a não deixar a peteca cair entre as mil tarefas do dia a dia. Se o básico já estiver tão ensaiado que eu faço sem nem perceber, sobram mais neurônios (e energia) para outras coisas na mina vida.

Mas não sei o que aconteceu nessa época de fim de ano que inspira as tradições. Não são coisas que fazemos sempre, nem que fazem parte do nosso dia a dia, mas fazem essa época do ano mais divertida e dão aquela sensação de estar fechando um ciclo, antes do novo ano.

Me sinto assim em relação a minha arvore de natal, e também ao Ballet de fim de ano da Royal Opera House que vou (quase) todos os anos com mina amiga Tati! (para comprar seu ingresso veja esses posts aquí).

Esse ano o espetáculo escolhido foi o ballet da “Alice no país das Maravilhas”, apresentado no Royal Opera House em Covent Garden!

Nossa noite começou com um jantar de atualização de fofoca e uns bons drinks no Balthazar (ja falei dele aquí!), que fica ali do lado e eh o endereço perfeito para um jantarzinho com a BFF!

Engraçado que já fui ao Balthazar varias outras vezes e quase sempre com as amigas! Acho que ele tem um ar meio “Nova Iorque Sex and the City” de ser que adoro!

E claro, o menú – que nunca decepciona!

Eu fui de spaghetti de lagostas e manjericão fresco (eu tento diversificar, mas sempre acabo pedindo a mesma coisa!)

E a Tati de Mac’n’Cheese.

De la, atravessamos a Piazza de Covent Garden diretamente para a entrada lateral do ROH em direção a nossa poltrona.

Já fazem uns bons anos que não voltava la (da ultima vez fomos no Colisseum!) e ja tinha ate esquecido de como aquele lugar é liiiindo!

Aliais, amo todos os teatros em Londres! Todos tem aquele ar de glamour antigo do West End… Me sinto mais culta só de passar pela porta! Haha

A apresentação foi, claro, um espetáculo – e logicamente não é permitido tirar fotos durante o ballet.

A pesar de não ser uma historia clássica de fim de ano (como o Quebranozes, por exemplo, que assistimos uns anos atrás), o Alice no Pais das Maravilhas é uma historia linda e igualmente um clássico Inglês, com uma historia muito legal (inspirada pelas universidades de Oxford e escrita na cidade).

E como era de se esperar, o Ballet Real Britânico não decepcionou!

E o tanto que eu amo a orquestra ao vivo?! Parece que s música entra em você! Incrível!

Eu também adoro que a cada ano eles inovam nas apresentações, quase nunca repetindo obras, o que eh uma ótima colaboração da nossa tradição!

 

Todos os posts sobre Covent Garden aquí.

Como comprar ingressos para as apresentações do Ballet Real (o ano todo) aquí.

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
7 comentários
13 Dec 2012
14 comentários

London Coliseum: O Quebranozes em Londres

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Eventos, Inglaterra, Londres com Criancas, Natal, Teatro / Musicais

Continuando a programacao incrivel de fim de ano em Londres, ontem fui com a Tati assistir o ballet “The Nutcracker” (O Quebranozes) no The London Coliseum, numa performance to English National Ballet.

20121213-125005.jpg

O ballet eh uma adaptacao do livro de Alexandre Dumas (escritor Frances do seculo 19, que entre outras obras tambem escreveu “Os Tres Mosqueteiros” e “O Conde de Montecristo”), lancada em formato de ballet em St Petersburg na Russia em parceria com o compositor Tchaikovsky (e vale ressaltar como toda trilha sonora do ballet eh linda e reconhecivel! A musica no London Coliseum eh ao vivo, performance da Orquestra da Opera Real).

20121213-125016.jpg

Hoje em dia, O Quebranozes eh um dos ballets mais representados em todo mundo, e um dos mais conhecidos, principalmente na epoca de Natal.

20121213-125030.jpg

E Londres, nao poderia ser diferente – todos os anos, o English National Ballet traz pra cidade apresentacoes do Quebranozes, oque sempre vira uma dos eventos mais esperados do ano, com ingressos que esgotam com meses de antecedencia! Os meus, eu comprei em Setembro, pra conseguir garantir! (ano passado fui assistir a “A Bela Adormecida“, pois o Quebranozes ja estava esgotado).

20121213-124940.jpg

Dessa vez a obra foi apresentado no The London Coliseum, que tambem faz parte da “English National Opera” e uma das casas mais espetaculares da cidade!

O predio, original de 1904, ja serviu como cantina para soldados de guerra durante os “London Raids” da Segunda Guerra mundial, e ate mesmo Cinema, mas em 2004, na comemoracao dos seus 100 anos, foi inteiramente reformado e desde entao se solidificou como uma das principais casas de show do pais.

20121213-124955.jpg

Eh possivel assistir esptaculos de danca, teatro e musica ao longo do ano todo no Coliseum, e assim como Royal Opera House, eh super facil comprar ingressos on line, e os precos sao super variados – comecando na casa das 10 Libras!!

Basta seguir as instrucoes na tela, e voce pode escolher sua poltrona de acordo com a localizacao ou preco – o proprio site te mostra um mapinha, entao basta passar o mouse por cada secao e ver as medias de preco e oque ainda esta dispionivel:

Coliseum1

Ai eh soh clicar em qual area voce quer comprar seu ticket, escolher sua poltrona (todas sao coloridas de acordo com a diponibilidade e preco – Ah! E fique atento as notinhas que avisam quando determinada poltrona tem visao limitada!)

Coliseum2

Os ingressos podem ser pagos com cartao de credito internacional, e entregues direto na sua casa, antes de sua viagem, ou direto no seu hotel em Londres.

O teatro eh uma coisa de lindo, e todas as secoes e poltronas tem otima visualizacao!

20121213-125043.jpg

E o London Coliseum fica bem ali na Trafalgar Square, a poucos passos do National Gallery e da estacao de Charing Cross – facilimo de chegar e com muitas opcoes de pubs e restaurantes em volta.

 

Adriana Miller
14 comentários
06 Dec 2011
27 comentários

Royal Opera House

Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Inglaterra, Londres com Criancas, Teatro / Musicais

Semana passada finalmente consegui assistir um ballet na Royal Opera House em Londres, e realmente foi uma experiência única!

A Royal Opera House é a sede da compania de Opera Britanica real, assim como a casa da Orquestra real e do Royal Ballet, que hoje esta hospedade em Covent Garden no predio contruido em 1858, mas construido no mesmo local onde outras casas de Opera já existiam, mas haviam sido destruidos por incendios ao longo dos seculos.

É ali que são realizados os principais espetaculos classicos de Londres, uma experiência de beleza e cultura sem igual!

Os ingressos da temporada são disputadissimos, assim como tudo que é bom em Londres, então é sempre bom ficar de olho no site da Royal Opera House para ver quais espetaculos entrarão em cartaz e comprar seu ingresso o quanto antes!

Geralmente cada espetáculo fica em cartaz por apenas algumas semanas, e têem horários variados ao longo do dia e da semana e os preços variam bastante, de acordo com a qualidade/visibilidade do assento.

Oque pouca gente sabe é que apesar da pompa e da concorrência, assistir um espetaculo de ballet ou Opera na Royal Opera House em Londres é um programão super acessivel!

Os preços começam em apenas £5 libras! Não são todas as apresentações que teem preços tão baixos, mas a media do preço “inicial” sempre fica na casa dos 10 ou 15 Libras!

Nao espere os melhores assentos da casa, nem uma bancada bem em cima da orquestra, mas sabendo comprar, você consegue assistir o show perfeitamente e sem ir a falência. Já o preço máximo é ad infinitum… podendo chegar facilmente a 400 libras por pessoa dependendo do show e da epoca do ano.

Então lá em Setembro eu vi um cartaz da temporada de inverno da ROH e resolvi entrar no site pra ver oque ainda estava disponível- infelizmente já não tinha muita coisa, mas consegui comprar ingressos pra Dezembro por apenas 15 libras!

Então eu e a Tati fomos assitir a “A Bela Adormecida”, sem saber muito bem oque esperar.

Mas comprar os ingressos é facílimo, e podem/devem ser comprados diretamente no site deles.

No link Book Now você verá o calendário com todas as datas e espetaculos disponíveis – voce pode procurar por data e por tipo de show: ballet, Opera, jazz, dança contemporânea, etc Basta selecionar oque você gostaria de assistir e verificar se as datas estão disponiveis.

O proximo passo é selecionar a area do teatro: A Balcony e o Amphitheatre são onde estão os assentos mais baratos (variando de 5 Libras a 80 Libras).

Mas não precisa ficar com medo! Em “Pick Seats” você verá os assentos disponiveis, ao clicar nas “bolinhas” você o preço daquele assento e qualquer outro aviso, como por exemplo “Restricted View” (significa que você terá visão limitada do palco – que pode significar que sua cadeira será atras de uma pilastra, ou então você só terá um ângulo parcial do palco), ou “No Armrest” (que significa que sua cadeira será um pouco mais desconfortável, sem descanso de braços).

E por fim, na tab “Photo Previews” estão disponiveis fotos que mostram o angulo e avisão da seção escolhida! Mostrando por exemplo o quanto a pilastra vai atrapalhar sua visão, ou qual o angulo que você terá do palco.

E pronto. Basta selecionar seu assento, fazer um registro rápido e comprar sue ticket com cartão de credito ou debito, e por fim, na hora final da compra você pode escolher se quer que o ingresso seja entregue na sua casa por correio (para endereços no Reino Unido apenas), ou então você vai receber uma confirmação por e-mail para poder retirar seu ingresso na bilheteria da Royal Opera House!

E experiência foi incrível, de arrepiar do começo ao fim. A adaptação da Bela Adormecida estava linda, e nem vimos o tempo passar!

 

 

Adriana Miller
27 comentários